Вы находитесь на странице: 1из 100

A grande festa

reuniu na Casa da
Fazenda, marco
zero do bairro,
malabares, músicos,
dançarinos,
ilusionistas,
performers e gente,
muita gente.
Tudo para prestigiar
os homenageados
numa grande noite
memorável.
PRÊMIO DOLCE
VITA AMIGO DO
MORUMBI 2009
EDIÇÃO 65 DEZEMBRO 2009
CARTA AO LEITOR

ANO 9 • EDIÇÃO 65 • DEZEMBRO 2009 Meu amigo Epicuro


DIRETORIA:
Denise Gonçalves e Vania Ferreira m uma de nossas reuniões da confraria Dolce, ouvi de uma de nossas
confreiras uma frase que me fisgou na veia. “Felicidade é ter amigos, ter
liberdade e ter tempo para reflexão”. Essa fórmula da felicidade, receitada
por Epicuro (filósofo grego nascido há quase 2.500 anos), me pareceu tão
PUBLISHER absoluta que nunca mais me esqueci dela.
Denise Gonçalves • denise@dolcemorumbi.com Ter amigos é realmente ótimo. É bom, mas tão bom, que muitas vezes parece que é o
DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO E ARTE bastante poder dizer que se tem “amigos”, pouco se refletindo sobre o que essa palavra,
DIRETORA utilizada às vezes de forma tão banal, significa.
Vania Ferreira • vania@dolcemorumbi.com
Tenho me apegado de forma mais intensa ao sentido dessa palavra nos últimos dias,
GESTÃO DE QUALIDADE
Judith Ferreira • judith@dolcemorumbi.com em que realizamos pela sexta vez consecutiva a entrega do Prêmio Dolce Vita Amigo
REDAÇÃO Fádua Capellari • editorial@dolcemorumbi.com
do Morumbi. O nome é extenso mesmo, resultado da união da marca com que a revista
Roseli Gonçalves • roseli@dolcemorumbi.com foi batizada – Dolce Vita – a um conceito que trouxesse já explicitado a sua vocação.
ARTE Charles Camargo • charles@dolcemorumbi.com De todas as palavras que formam este grande nome, “Amigo” é a mais intensa. Nestes
CAPA Montagem com fotos de Carol Costa, JAF, Lígia Maria
seis anos, 42 estatuetas já foram distribuídas a Amigos do Morumbi que, com suas
Faustino, Marcelo Ramon, Marco Costa e Ricardo Prates ações, beneficiam a milhares e milhares de pessoas carentes. E nós, temos dado a devida
JORNALISTA RESPONSÁVEL Jorge Fernando Jordão / Mtb 25.370 atenção ao propósito e ao impacto dessas ações? Temos feito nossa contribuição a
DEPARTAMENTO COMERCIAL
estes projetos que têm cuidado de nosso bairro enquanto cuidamos da nossa vida?
DIRETORA Temos sido, pelo menos, um pouco amigos dos Amigos do Morumbi?
Ana Paula Freitas • anapaula@dolcemorumbi.com Na verdade é isso o que importa na mobilização que se cria em torno deste acontecimento
ASSISTENTE que já se tornou uma tradição no bairro. Quando o Prêmio foi criado, a intenção era
Alice Cristina Gonçalves • comercial@dolcemorumbi.com
REPRESENTANTES COMERCIAIS
dar visibilidade aos projetos sociais que atendem a nossa região. Fazer uma grande
Andrea Mendes e Lilian Videira festa foi o veículo para se criar mobilização para essa causa, além de ser uma deliciosa
PROJETOS ESPECIAIS confraternização entre as forças vivas do Morumbi. Ela pode ser já tradicional, mas
Luciana Karaptsias • luciana@dolcemorumbi.com continua sendo sempre uma nova emoção acompanhar as cenas do palco da premiação.
DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO • ASSISTENTE É lindo, também, ver um bairro inteiro reunido em plena 2ª feira à noite.
Renata Nakazawa • renata@dolcemorumbi.com E o que nos motiva aqui na Dolce a continuar produzindo esse evento é exatamente
LOGÍSTICA e CIRCULAÇÃO isso: a crença de que ali está reunido um legítimo grupo de Amigos do Morumbi.
Sergio Falsetta • sergio@dolcemorumbi.com e Ronaldo Ferreira
COLABORARAM NESTA EDIÇÃO: Carol Costa, Claudia Castellan, A todos os amigos, um ótimo Natal e um 2010 marcado pela amizade, pela liberdade
Floriano Serra, Francesco Gosciola, JAF, Lígia Maria Faustino, e pela reflexão.
Lívio Giosa, Marcelo Negrão, Marcelo Ramon, Marco Costa, Paulo
Roberto Amaral, Renata Agostine, Renato Corrêa, Ricardo Prates, Ou, como diria Epicuro, muita felicidade pra você em 2010.
Rosa Richter e Roseli Gonçalves (revisão)
Tiragem 15 mil exemplares – IMPRESSÃO CLY Denise Gonçalves denise@dolcemorumbi.com
DISTRIBUIÇÃO Gratuita • via courier para mailing VIP
www.twitter.com/DeniseDolce
Revista DOLCE MORUMBI é uma publicação da
Página 8 Editora Ltda.-ME. A editora não se responsabiliza
pelas opiniões emitidas nos artigos assinados.
Ninguém pode retirar produtos nem quaisquer outros
materiais em nome desta publicação sem autorização expressa,
por escrito, em papel timbrado, da diretoria da Editora Página 8.

CONTATOS:
DIRETORIA, REDAÇÃO E ARTE
Av. Morumbi, 5594 – 05650-001 – SP – Tel.: (11) 3464-6644
trafego@dolcemorumbi.com

DEPARTAMENTO COMERCIAL
Av. Dr. Guilherme D. Villares, 2309 B – 05640-004 – SP
Tel.: (11) 3464-6600 - Fax: (11) 3464-6612
comercial@dolcemorumbi.com

DOLCE MORUMBI APOIA:

escoladopovo.org

6 MORUMBI DEZEMBRO 2009


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

10 MORUMBI DEZEMBRO 2009


por Fádua Capellari • fotos Jaf - Infinyti

Ele é cheio de contrastes – e talvez isso tenha lhe dado a


coragem de ousar. Pelo sexto ano consecutivo, o Morumbi ousou
e mostrou que convive cada vez melhor com suas várias faces. Na
noite de entrega do Prêmio Dolce Vita Amigo do Morumbi 2009,
o espírito de união, de energia e de celebração, por mais um ano,
mostrou que está mais vivo do que nunca.

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 11


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

ram 19h30 em ponto deixando transparecer a satisfação em No espaço Bar da Academia, um dos íco-
quando os primeiros fazer parte de um evento tão importante nes nacionais da fotografia, Marco Cos-
convidados começaram a para o bairro e todos que moram nele. No ta, sua esposa Carol e assessora Simone
chegar. A linda noite de céu piano-bar, os violinistas Hélio Engholm, faziam fotos dos convidados em um
aberto era um oásis em meio a tantos dias Seiji e Helena Imasato acompanhavam o estúdio especialmente montado para
de chuva, motivando ainda mais os con- pianista Zé Marques numa apresentação registrar e eternizar o grande momento
vidados que chegavam em seus trajes de dos clássicos do cinema mundial, que, de todos os presentes. No jardim três ba-
festa e trazendo mantimentos destina- juntamente com música, velas e flores, res foram montados, os barmen Diego e
dos a doação. envolviam a todos que por ali desfilavam. Loylson comandavam uma movimenta-
Na entrada da Casa uma capa gigan- A essa altura, a Casa da Fazenda, da ilha de caipirinha com frutas variadas.
te de Dolce pontuava o tema da festa: a lindamente decorada para essa grande Em todos os ambientes, via-se os flashes
entrega do Prêmio Dolce Vita Amigo do noite, já estava bem movimentada. Ar- do fotógrafo Jaf e de sua equipe. Todos
Morumbi 2009. Assim como nas edições ranjos de lírios laranjas e amarelos, além elogiavam o propósito da festa, que, por
anteriores, a noite foi cheia de brilho e de rosas vermelhas, enchiam de charme seu sexto ano consecutivo, mostrava
momentos, literalmente, mágicos. Recep- cada canto do salão, da varanda, dos a harmonia existente entre moradores
cionando quem chegava, um malabaris- jardins e do lounge. Aos poucos, os con- do bairro, empresários e idealizadores
ta fazia movimentos graciosos com bolas vidados iam se espalhando por todos de grandes projetos. Depois de muita
de cristal vermelhas e transparentes. No os espaços em clima de grande descon- descontração, as portas do salão foram
hall de entrada, um piso interativo sur- tração. As luzes e as cores chamavam a abertas e o ambiente iluminado con-
preendia a todos: ao passar por ele, folhas atenção de todos, que olhavam encan- vidou a todos que se aproximassem. O
verdes se moviam e a frase ‘Bem-vindo ao tados a essa bela combinação de ele- momento mais especial da noite chega-
Morumbi do presente e do futuro’ era re- mentos. Boa música ecoava ao fundo, e ra. Todos queriam conhecer e prestigiar
velada. Pelo sorriso nos rostos, todos pa- em qualquer lugar da Casa via-se gente os grandes homenageados do Prêmio
reciam fascinados com a receptividade, conversando em rodinhas de amigos. Dolce Vita Amigo do Morumbi 2009.

“G osto e acredito muito nessa parceria que temos com a revista Dolce, pois foi muito rentável para
a empresa. Nós temos que honrar as pessoas do bairro que precisam ser honradas. Essas ONGs e pessoas que
trabalham para os mais necessitados têm um papel muito importante e isso precisa ser destacado.”
MARCELO MAHTUK – DIRETOR EXECUTIVO DA MANAGER

12 MORUMBI DEZEMBRO 2009


DEZEMBRO 2009 MORUMBI 13
CAPA DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009
PRÊMIO

“É uma alegria estar aqui


pelo sexto ano consecutivo
para destacar a importância
das ações voltadas para o
desenvolvimento social do
nosso bairro”. Foi com essas
palavras que o apresentador
Mário Frassati abriu a cerimô-
O salão principal da Casa da
Fazenda completamente
nia. A solenidade, que desde
tomado pelo público. Ao lado, 2004 traz reconhecimento e
Mário Frassatti dá boas-vindas novas perspectivas às comu-
aos convidados. nidades carentes, tem como
principal objetivo diminuir
as desigualdades sociais que
aqui existem.
Após a execução do Hino
Nacional, Roberto Oropallo
(presidente da Academia Bra-

“O
sileira de Arte, Cultura e His-
tória), Denise Gonçalves (di-
Prêmio é importantíssimo para o bairro porque através dele são retora da Revista Dolce) e Luiz
coroados todos aqueles que realmente desenvolveram um trabalho e fizeram Ricardo Santoro (subprefeito
algo para o Morumbi, de uma forma muito sadia e positiva.” do Campo Limpo, que nessa
ROSA RICHTER – PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DE CIDADANIA noite representava o prefei-
to Gilberto Kassab) deram as
DO PANAMBY E DA AMO JARDIM SUL
boas-vindas e agradeceram a
presença de todos.

14 MORUMBI DEZEMBRO 2009


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

Ao palco,os homen
O Prêmio, que
destaca e homenageia três
empreendedores sociais e três
empresas, nas áreas de Ação
Social Dirigida, Ação Social
Múltipla e Ação em Educação
e Cultura, foi anunciado
calorosamente pelo jornalista Antonio Carlos Fernandez (Projeto Kiatleta) e Marcelo Ferraz (Comark); Sandra Guarnieri (Projeto Casulo)
e Francisco Prieto (Casa da Fazenda)
da TV Globo, Chico Pinheiro.
Emocionado, subiu ao palco para
chamar aqueles que trabalham
Empreendedor Social
Na categoria Empreendedor Social, na área de Ação Social Diri-
diariamente com o coração, na gida, quem subiu no palco foi Antonio Carlos Fernandez, do Projeto
Kiatleta, que recebeu o troféu das mãos do diretor da Comark, Mar-
redução dos problemas
celo Ferraz. Iniciado a partir do atletismo, que é a modalidade base
sociais do bairro. de qualquer esporte, o projeto Kiatleta tem como finalidade propor-
cionar melhores condições de treinamento, dar orientação, levantar
a autoestima e trabalhar a parte social de crianças carentes e seus
familiares. Hoje o Projeto tem apoio do SPFC – que cede a pista de
treinamento – e conta com a participação de 60 crianças, de 6 a 21
anos, mas com o objetivo de chegar a 200 até janeiro de 2010. São
crianças do Real Parque, Paraisópolis, Jardim Colombo, entre outras
comunidades carentes da região e outras mais distantes. O projeto
que inspirou o troféu do segundo homenageado da noite, na área
de Ação Social Múltipla, que recebeu o prêmio das mãos de Francis-
co Prieto, diretor financeiro da Casa da Fazenda, foi o Projeto Casulo,
criado para atender comunidades do Real Parque e Jardim Panorama.
O projeto, gerenciado por Sandra Guarnieri, atende 570 crianças e jo-
vens diariamente; e 2.700 pessoas entre crianças, jovens e famílias,
oferecendo atividades diárias e semanais, e, em dias alternados, de
Jorge Eduardo de Souza (Samovis), Lívio Giosa (ADVB), Regis Gehlen de
Oliveira (subprefeito Butantã), Luiz Ricardo Santoro (subprefeito Campo orientação preventiva. Fundado pelo Instituto de Cidadania Empre-
Limpo) e Rosa Richter (Associação Panamby) sarial e por empresários do Morumbi, originou-se a partir de uma pes-
quisa feita em 2003 com os moradores da favela do Real Parque, para
descobrir as necessidades da comunidade. Hoje, trabalha com dois

16 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Cerimônia
menageados!
“P articipar todos os anos do Prêmio
proporciona uma emoção diferente.
A cidade de São Paulo carece desse tipo
de movimento porque os problemas da
cidade são enormes e não podem ficar
entregues unicamente ao poder público.
Misael Severino da Silva (Projeto Chance) e Eratóstenes Pereira (Imóveis no Morumbi) A melhoria da qualidade de vida de
São Paulo depende muito da ação
da sociedade, através de pessoas
e empresas. O bairro do Morumbi,
eixos de atuação: o da educação, que busca a formação profissional,
mas também abrange a cultura; e o de ação comunitária. Atualmente especialmente, é uma região de
o grande desafio do Casulo é ter uma organização diferenciada, reali- contrastes absurdos, na qual vive
zando suas atividades juntamente com a escola, moradores e outras uma parte em primeiro mundo, em
organizações. Um papel desafiador, onde se relacionar bem, escutar prédios maravilhosos, com carros
e realizar são as três maiores prioridades.
O terceiro a receber o prêmio, na área de Ação Social e Cultura,
importados; e mais de 100 mil pessoas
por Eratóstenes Pereira, diretor-presidente da Imóveis no Morumbi, que vivem como se estivessem na
foi Misael Severino da Silva, do Projeto Chance, uma instituição filan- África, em terceiro ou quarto mundo.
trópica e sem fins lucrativos que surgiu há dois anos e meio com a A mudança desse cenário aterrador só
proposta da educação inclusiva. Hoje atende 120 pessoas carentes e
pode acontecer com coisas assim. Com
tem como meta colocar 10% desses alunos na universidade todos os
anos. Mesmo sem o espaço adequado ou grandes apoios, o projeto pessoas e empresas que se envolvem;
faz acontecer e consegue atingir seus objetivos. Nesse tempo de atua- e a Dolce tem feito um trabalho
ção, já conseguiu colocar 42 pessoas no ensino superior. PUC, UNESP e excepcional, que não é só o de premiar,
Mackenzie são algumas das universidades que irão formar alunos do é de incentivar essas instituições
Projeto Chance. E só na Anhembi Morumbi, em 2008, eram oito alunos
com bolsas integrais. O maior desejo do projeto é conseguir um espaço a assumir esse compromisso, e é por
maior para ampliar o número de alunos e de chances em universidades isso que é sempre emocionante. Aqui
renomadas e conhecidas no Brasil inteiro, pois as aulas são dadas aos as pessoas mostram a solidariedade,
sábados, das 9h às 17h, em uma escola pública. Além das aulas tradicio- o compromisso e a consciência da
nais, há também professores disponíveis e o desejo de incluir um curso
de informática gratuito, que só não acontece devido a falta de estrutura
responsabilidade social em um país
física e patrocínio. como o nosso.” CHICO PINHEIRO

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 17


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

Da esquerda para a direita: Edson Keller, do Colégio Pentágono (Batuque do Futuro) e Mário Carapello (Casa da Fazenda); Kristine Kross Maita e Rachel de Oliveira Braune, da Fundação
Visconde de Porto Seguro (Escola da Comunidade) e Walter Lafemina (Brookfield); Claudia Albanese, da Cia. das A’Artes (Adote um Bailarino) e Joana Corsi (Shopping Market Place)

Empresas
Encerrada a categoria Empreendedor Social, todos dação Visconde de Porto Seguro. A Escola da Comunidade
puderam conhecer as empresas homenageadas em 2009. atende 805 alunos da comunidade carente de Paraisópolis.
O troféu da área de Ação Social Dirigida, entregue por Todos recebem material escolar e alimentação. O Projeto
Mário Carapello, diretor-administrativo da Casa da Fazen- tem alunos de 4 a 60 anos, desde a educação infantil ao en-
da, foi para o Projeto Batuque do Futuro, do Colégio Pentá- sino médio, além dos cursos de alfabetização para adultos,
gono, que promove a inclusão de adolescentes e envolve telecurso e artesanato para as mães. Além da grade curri-
quatro comunidades carentes da região com alunos do cular tradicional, eles também aprendem música, forman-
colégio, que interagem através de atividades esportivas e do vários alunos e transformando-os em profissionais, e
culturais. O projeto mostra aos alunos a realidade brasileira, informática especializada, visando o mercado de trabalho,
e a escola trabalha para que o projeto cresça e tenha muito entre outros cursos.
valor. As atividades são feitas todos os sábados e, algumas Finalizando a premiação, quem recebeu o troféu de
vezes, durante a semana em todo o espaço físico da escola. Ação Social em Educação e Cultura, foi a Cia. das A’Artes,
São 180 crianças do colégio preocupadas com as questões pelas mãos da gerente de marketing do shopping Market
sociais e três mães voluntárias, que trabalham com muita Place, Joana Corsi. Inspirada por um trabalho social que fez
garra, levando o projeto para frente, tudo feito com mui- no Jardim Panorama, Claudia Albanese sempre teve como
to coração, paixão e muito amor. Para Edson Keller, diretor sonho de vida trabalhar com comunidades carentes. Foi
do Pentágono, que subiu ao palco para receber o Prêmio, assim que nasceu o projeto Adote um Bailarino, criado há
além da surpresa de ser um dos homenageados, ele ainda 11 anos, no qual ela e seus professores ensinam a crian-
reencontrou Mário, amigo de longa data que não via há ças e adolescentes a arte da dança, dando a oportunida-
muitos anos e, surpreendentemente, foi a pessoa a lhe en- de para conhecerem a técnica e se aprimorarem, além de
tregar o troféu. uma oportunidade de emprego dentro da escola. Dos 43
A homenagem do ano para a área de Ação Social Múl- alunos bolsistas que o projeto atende, duas meninas estão
tipla, entregue pelo diretor-superintendente da Brookfield dançando em Nova York, além de um garoto que está em
Incorporações, Walter Lafemina, foi para o projeto Escola Boston e outro com oportunidade de ir dançar em Miami,
da Comunidade, existente há 44 anos e mantido pela Fun- em janeiro de 2010.

“A cho que já participei de todos os Prêmios da Dolce, e a cada ano fica mais emocionante e mais bonito.
O Morumbi faz parte de um grande complexo que agrega pessoas que visam o desenvolvimento das
comunidades, e o Prêmio, pra mim, é como se fosse uma entidade social que ajuda outras entidades. Quando
ganhamos pela primeira vez, foi o que garantiu que o projeto ganhasse um gás e fosse para frente. Então essa
cerimônia dá uma nova vida e fortalece todas essas ações. Acho que hoje não existe mais Morumbi sem o Prêmio.”
GILSON RODRIGUES – PRESIDENTE DA UNIÃO DOS MORADORES E DO COMÉRCIO DE PARAISÓPOLIS

18 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Conheça melhor e apoie:

Empreendedores
Projeto Kiatleta: 3749-8189
3749-8193 / 8955-0635
kiatleta@ig.com.br
Projeto Casulo: 3758-0506
sandra.guarnieri@projetocasulo.org.br
www.projetocasulo.org.br
Projeto Chance: 2866-3441 /7137-8365
prof-misael@hotmail.com
www.projetochanceparaisopolis.blogspot.com

Empresas
Batuque do Futuro: 3747-6207
www.colegiopentagono.g12.com.br
Escola da Comunidade: 3749-3259
rachel@portoseguro.org.br
Adote um Bailarino: 3773-6660
dance@ciadasaartes.com.br

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 19


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

Após a cerimônia de premiação, o tapete


vermelho por onde desfilaram as celebridades
da noite foi retirado, as luzes se apagaram e
um grupo de adolescentes, entre meninos
e meninas, dançarinos da Cia. das A’Artes,
entraram para encantar a todos com o seu
ritmo. Em uma homenagem ao eterno rei
do pop, eles dançaram um pout-pourri com
os maiores sucessos do álbum Thriller, de
Michael Jackson. Ninguém ficou parado!
Depois de deixarem o espaço com muitas
palmas e gritos, o salão foi liberado e iniciou-
se uma emocionante contagem regressiva.
Em segundos a pista de dança foi tomada por
diversas pessoas que dançavam ao som de
músicas que embalaram os anos 80.
Lá fora, o jantar era servido.

20 MORUMBI DEZEMBRO 2009


1 2 3

4 5 5 6

7 8 9
1 Carla Stefanini, Fermina Mendonça Borges e Neila Mara Lopes 2 Valéria Cavalheri, Tchaka O’Hara e Erik Cavalheri 3 Rosa Richter,
Patricia Limeira, Denise Gonçalves e Roberto Perroni 4 Eduardo e Erika Cleff, Tchaka O’Hara e Ana Paula Freitas 5 Alexandre e Rafael
Deieno 6 Joana Corsi e Luciana Brandt 7 Christina Miguel, Sérgio Miguel e José Carlos Borges 8 Luciana Karaptsias e Simone Torino
Correa 9 Valderene Paranhos, Ana Paula Tosta, Ligia Paranhos, Filipe Grillet e Carlos Tosta 10 Ricardo Modern 11 Jorge Eduardo de
Souza, Jucilene Oliveira e Agnaldo Oliveira 12 Surama Jurdi, Maria José Pimenta, Antonio Freitas e Gerson Gomes da Siva 10

11 12

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 21


PRÊMIO
PRÊMIODOLCE
DOLCEVITA
VITAAMIGO
AMIGODO
DOMORUMBI
MORUMBI2009
2009

A festa contou com vários


ambientes especiais. Quem
passou pelo deck, pôde curtir
um verdadeiro cassino, onde
cinco mesas com os famosos
jogos de Roleta e Black Jack,
comandadas com maestria
pelos crupiês da Cassinera,
divertiram os convidados.
O espaço, uma das atrações
principais e que fez o maior
sucesso, ficou cheio durante
toda a festa.
Para as apostas, os convidados
usaram o dinheiro Dolce,
um tipo de moeda corrente
especial, confeccionado
exclusivamente para o evento.

22 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Tranformação
no Image Hair
O Image Hair montou um
verdadeiro salão de beleza para
cuidar do visual dos convidados
durante a festa. Em um ambiente
superdescontraído, uma equipe
de feras, coordenada por Adriana
Brunelli, recebia a todos com
muita animação. Quem passou
por lá pôde usar os maravilhosos
produtos da Joico, colocar
acessórios, fazer penteados
diferenciados e maquiagem com
muito brilho e estilo, tudo inspirado
nos anos 80, tema da festa.
Todos amaram!

dezembro 2009 Morumbi 23


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

“P ara nós é de extrema importância ter a presença da marca apoiando esse tipo de evento.
Eu gosto muito da Casa da Fazenda, a organização do evento escolheu o lugar perfeito, e a noite
está muito agradável. É a primeira vez que participamos, mas espero que seja a primeira de muitas.”
JOÃO CARLOS RODRIGUES – DIRETOR DE VENDAS DA CHRYSLER

24 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Os Magos de Preto, Bia e Phelip, da Issao Imamura Corporation,
entretinham a todos em todos os ambientes da Casa com mágicas de
cartas, elásticos e objetos de quem estava em volta. A cada número,
aumentava-se a expectativa. Todos olhavam curiosos e surpresos e, no
final, adoraram os truques. Eles fizeram, inclusive, uma ação especial
usando a marca dos patrocinadores da festa. Foi incrível!

Quem também compareceu à festa foi um dos maiores ilusionistas do


Brasil, Issao Imamura, que ficou encantado com a belíssima estrutura
do evento. Issao prometeu voltar em 2010 e apresentar um número
exclusivo, especialmente preparado para a 7ª edição do Prêmio.
Ele garante que todos ficarão perplexos. Aguardamos ansiosos.

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 25


PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

“É a primeira vez que o Market Place participa do Prêmio, e estamos supercontentes por
contribuir com esse encontro de hoje. Nós estamos com uma relação muito estreita com a revista e estamos
satisfeitos com os resultados que estamos tendo, de aproximação do shopping com a comunidade do Morumbi.
Estamos muito felizes em participar do Prêmio, por saber que ele tem uma tradição dentro de um bairro que é
palco de tantas desigualdades sociais.” JOANA CORSI – GERENTE DE MARKETING DO SHOPPING MARKET PLACE

26 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Um dos pontos
altos da festa foi
a entrada triunfal de
Tchaka O’Hara. Todos
os convidados ficaram
encantados com sua extrema
simpatia. Seu figurino muito
criativo e luxuoso, cheio de
acessórios atraiu todos os
olhares da festa. Não houve
quem não quis tirar uma
foto ao seu lado.
A “pequena exagerada”,
como ela mesmo
se define, tem um
humor inteligente
e sagaz. Um
verdadeiro show
de talento, com cores e
formas, que deu um charme
especial para o evento.

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 27


Prêmio dolce vita amigo do morumbi 2009

Mimos da Festa
Uma noite, para ser especial, precisa de alguns detalhes. E os
convidados do Prêmio 2009 foram brindados com mimos
Parceiro da Revista Dolce desde 2004, ele personalizados, como o cartão VIP de estacionamento
tem registrado os momentos marcantes do Shopping Market Place (com crédito de R$ 50), e um
de todas as festas do Prêmio. Este ano não delicioso chocolate da Saint Phylippe, marca tradicional
poderia ser diferente e Jaf, que acaba de em iguarias finas de cacau. Acompanhando o café, os
inaugurar um estúdio novo, e sua equipe convidados também puderam conhecer os confeitos da
– Ligia Faustino, Ricardo Prates e Marcelo Conti e as trufas da Sweety Ice, deliciosas surpresas no final
Ramon – capturaram com suas lentes da festa, muito bem-vindas para repor as energias, afinal,
cada momento da nossa festa. todos tinham dançado e se divertido muito! Um mimo só!

28 Morumbi dezembro 2009


MANAGER NO PRÊMIO 2009

Diego
DiegoeeLucia
Lucia Sanchez
Sanchez MarceloMahtuk,
Marcelo Mahtuk,Denise
DeniseGonçalves,
Gonçalves, Walter
Walter Lafemina
Lafemina e Roberto
e Roberto Oropallo
Oropallo JoséLuis
José Luise eVivian
VivianSoreano
Soreano

Manager comemora o Dia do Síndico com clientes


Pelo sexto ano consecutivo, a Manager esteve presente na cerimônia de
entrega do Prêmio Dolce Vita Amigo do Morumbi, na Casa da Fazenda,
onde recebeu seus clientes e, juntos, comemoraram o Dia do Síndico.
Como nos anos anteriores, a empresa, há 20 anos no Morumbi, apoia e
reconhece aqueles que fazem a diferença no bairro com ações cidadãs
em prol da diminuição da desigualdade social.

Fábio e LucianaFábio e Luciana


Moraes, Elis eMoraes,
EdilsonElis e EdilsonAdelmo
Devechio, Devechio, Adelmo
Pereira PereiraMoraes
e Sandra e Sandra Moraes

Sandra
SandraeeLuiz
Luiz Tenório, ArmanadoPellini,
Tenório, Armanado Pellini,Sérgio
Sérgio Malgueiro
Malgueiro e Adilson
eAdilson Ferreira
Ferreira MauroeeMônica
Mauro MônicadedeMelo,
Melo, Edivaldo
Edivaldo e Rosana
e Rosana Pereira Marcia
Pereira Marcia e Riccardo
e Riccardo Raviolli
Raviolli

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 29


Estúdio Dolce por marco costa

Claudia Albanese e Jorge Fernando Jordão e Renato Azevedo e Fádua Capellari e


Walter Moura Vania Ferreira Priscila Bueno Inserra Fernando Auresco

Neila Mara Lopes, Fermina Mendonça Jeferson Santos e Ina Mara R. da Silveira e Sergio Romualdo Bergamini Neto
Borges e Carla Stefanini Malu Nogueira Augusto Leite da Silveira

30 Morumbi dezembro 2009


Estúdio Dolce

Flávio Fialho e Flávia Rosa Carol Costa e Marco Costa Betty Silberstein e João Polidoro Rosa e
Roberto Silberstein Patrícia Marques de Sá Rosa

Vera Regina A. Mello de Paula e Rita Fiuza, Marcia Jaeger e Família Santana Souza: Camila, Jorge Eduardo, Arlene,
Dr. Joaquim de Paula Ribeiro Jr. Andreia Cintra Jorge Eduardo Filho e Juliana

32 Morumbi dezembro 2009


Estúdio Dolce

Andrea Mendes, Ana Carolina Adecir Gregorini, Célia Regina Gregorini, Luis Paulo Machado de Almeida e Luciana Brandt e Joana Corsi
Mantovani e Eduardo Aguiar Valeria Cidrine e Diana Akerman Priscilla Almeida

Lilian Videira e Lee Monteiro e Lívio Giosa Renata Frassati e Mário Frassati Bruna Gonçalves Domingues e
Nildo Valério dos Santos Lucca Gonçalves Alencar

34 Morumbi dezembro 2009


making off

O jardim, assim como todos os outros ambientes, Na entrada, um técnico faz testes e os últimos Marcos e a equipe da Casa da Fazenda
foi decorado com flores e telões ajustes no piso interativo preparam o jardim

Em outro canto do jardim, Rita, superatenciosa, verifica todos os


funcionários montam o buffet detalhes dos móveis e flores na varanda

No salão, outra equipe Profissionais do Image Hair Lírios laranjas e amarelos, além das magníficas rosas
instala e testa a iluminação cuidam de toda a equipe Dolce vermelhas, deram um toque especial. Tudo da MB Flores

36 Morumbi dezembro 2009


Rita, Andreia e Márcia, da Kriyar, quase 24 horas trabalhadas para coordenar todas as equipes

Durante toda a tarde, foram feitos diversos A capa gigante instalada na entrada do
testes de áudio pelos profissionais da DJD evento. Tudo sendo finalizado

Na cozinha da Casa, Johnny Luciano, da Info NetWare, verifica o Recepcionistas prontas para
cuida atenciosamente do jantar sistema de check-in dos convidados receber os convidados

dezembro 2009 Morumbi 37


PATROCINADORES
PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009

PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI 2009


COMITÊ ORGANIZADOR: Revista Dolce, Rotary Morumbi, Conseg Portal do Morumbi, Samovis e
Associação Panamby com apoio do Instituto ADVB de Responsabilidade Social.

(11) 3464-6600 – dolcemorumbi.com (11) 3127-9200 – br.brookfield.com (11) 3742-2810 – casadafazenda.com.br

(11) 2122-0900 – comark.com.br (11) 3744-2266 – imoveisnomorumbi.com.br (11) 3048-7000 – marketplace.com.br

(11) 3512-8100 (11) 3745-5227 (11) 3723-4700


prosecurity.com.br manageradm.com.br leforte.com.br

(11) 3507-5871 (11) 3507-7510 (11) 3739-0056 extra.com.br (11) 3745-1130


marcocostaphoto.com.br lawcomunicacao.com sabordasmassas.com.br mbflores.com.br

(11) 3464-6621 (11) 3742-1646 (11) 3749-3250 (11) 3776-7810 (11) 3214-2845
conticonfetteria.it portoseguro.org.br kriyar.com.br tchaka.com.br

(11) 3744-7526 (11) 3771-4294 (11) 3725-9888 (11) 5512-7000 (11) 3773-6660
imagehair.com.br unicaseguros.com.br sweetyice.com.br fattoamano1.com.br ciadasaartes.com.br

DJ/D
(11) 3566-7890 (11) 3266-3638 (11) 5646-6379 (11) 3032-9502 (11) 3744-8456
femsabrasil.com.br cassinera.com.br turin-carnes.com.br montecristo.com.br

Chico Pinheiro, Equipe Dolce, Evandro Issao, Jane B. Santos, Lívio Giosa, Luciana Maria de Lara Pinto, Marcio Mekáru, Mário Fras-
satti, Michel Chelala, Oba Hortifruti, Roberto Oropallo, Ronaldo Negro, Rosa Richter, Virgínia Sé, Zaira Alves e Polícia Militar

38 MORUMBI DEZEMBRO 2009


ACHADOS produção Renata Agostine

Combinação perfeita!
Todas as ocasiões especiais merecem uma produção que reúna elegância,
sensualidade e bom gosto. Com a chegada das festas de final de ano, acessórios
precisam estar em sintonia com a roupa escolhida para que tudo fique impecável!
Para dar uma mãozinha nessa hora, Dolce selecionou peças lindíssimas para que
os elogios e os olhares sejam muitos!
Pingentes
Porto Venere R$ 260
Francesca Romana
Diana

Carteira em couro texturizado R$ 289 Luz da Lua


Relógio de pulso
DNKY R$ 499
Dumont Saab

Relógio de Pulso
Armani R$ 1.499
Dumont Saab

Bolsa Lexie Mouse Grey R$ 279 Kipling

Sandália
Via Uno R$ 139
Via Uno

Pulseira
com strass, R$ 51
Maison Romariê

40 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Pulseira
dourado com resina R$ 28
Maison Romariê

Colares símbolos Par de brincos


Banhados a ouro R$ 119 (cada) dourado com resina
Flor R$ 28
Maison Romariê

Anel
dourado com resina,
R$ 29
Maison Romariê
Rasteirinha
dourada com strass R$ 279
Luz da Lua

Bolsa em couro nude R$ 499


Datelli

Fotos: Divulgação e Jaf


Sandália
rosa nude R$ 199
Datelli
Relógio de pulso
Diesel R$ 999
Dumont Saab

Pulseiras
Aurora e Mola R$ 420 e
Sole R$ 260
Francesca Romana
Diana

ONDE ENCONTRAR: Datelli – Morumbi Shopping – Av. Roque Petroni Jr, 1089 Tel.: 5181-5424; Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Tel.: 3744-3976 • Dumont Saab – SAC:08000554898
Flor – Shopping Cidade Jardim –Av. Magalhães de Castro, 12000 –Tel.: 3552-6000 • Francesca Romana Diana – Shopping Cidade Jardim –Av. Magalhães de Castro, 12000 –Tel.: 3552-3010;
Shopping Market Place – Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 –Tel.: 5181-3527 • Kipling – Morumbi Shopping – Av. Roque Petroni Jr., 1089 Tel.: 5181-7040 • Luz da Lua – Morumbi Shopping – Av. Roque Petroni
Jr., 1089 –Tel.: 5189-4538 • Maison Romariê – Rua Ascencional, 284 – sl. 4 – Tel.: 3739-0020 • Via Uno – Morumbi Shopping – Av. Roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 5189-4717
Consulte os estabelecimentos para verificar a disponibilidade dos produtos. Preços consultados em novembro/2009 e estão sujeitos a alterações sem prévio aviso ou enquanto durarem os estoques.

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 41


TEST DRIVE
por Renato Corrêa

BMW 335i bi-turbo


É particularmente agradável estar no comando de um veículo que
tenha um propulsor com grande potência. O BMW 335i bi-turbo
satisfaz em todas as etapas.

P
ara quem repara e tem interesse, vários detalhes são percebidos nos pri-
meiros instantes. O 335i tem cara de disposição e aspecto de sempre alerta.
A frente baixa com um espoiler quase “lambendo” o chão, os pneus de perfil
baixo e rodas aro 18, que deixam visíveis os discos de freio, a traseira com dois tu-
bos de saída de escape, lanternas com leds, o emblema 335i e suas linhas agressi-
vas dão uma ideia do que esse modelo pode oferecer. Embaixo do capô o motor
de 3 litros bi-turbo faz a diferença.

NO INTERIOR MAIS DETALHES Para ligar não é preciso chave, basta apertar o botão
SURPREENDEM. Os bancos oferecem várias op- de start. Quando o motor acende já se ouve um ron-
ções de regulagem, envolvendo os ocupantes da co grave bastante agradável. Câmbio em drive, ace-
frente com total conforto e segurança. A posição leração, e o torpedo já começa mostrar a que veio.
do volante, altura e profundidade também aten- A cidade não é o habitat do 335i, inclusive porque Renato Corrêa
é jornalista,
dem a diferentes estaturas. Os comandos de teto sua proximidade do solo é incompatível com os diretor do Jornal
solar, luzes, som, telefonia, GPS, piloto automático, buracos, irregularidades e lombadas das nossas vias Off Road,
piloto das
televisão (que só funciona com o veículo parado) urbanas. Mas em boas rodovias pudemos melhor categorias
e outros estão colocados no console central, teto, avaliar as qualidades do carro. Seria até interessante Turismo, Kart,
volante, painel e portas. testar o produto numa pista fechada, mas como não Rally Cross Country,
Enduro e Rally
estamos em um carro de corrida, é preciso mostrá-lo com Motos.
HORA DE ACELERAR. Bem posicionado, cinto afi- em uso comum como carro de passeio, mas com É morador
do Morumbi.
velado, espelhos, banco e encosto de cabeça regu- muita saúde. É extremamente prazeroso dirigir um E-mail: rcorrea@
lados, começa a melhor parte. veículo que esbanja força e potência, além de se- aclnet.com.br

42 MORUMBI DEZEMBRO 2009


gurança, pois minimiza o risco de ficarmos expos-
tos a sufocos e armadilhas.

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 43


EGOTRIP

...Tarde de domingo em
Buenos Aires...

Cris Basbaum
Ex- dentista,
produtora de
eventos, que adora
tudo o que é único,
original e diferente.

44 MORUMBI DEZEMBRO 2009


egotrip

46 Morumbi dezembro 2009


porClaudia
por ClaudiaCastellan
Castellan MODA

Chegamos a mais um fim de ano, vivemos um misto de


energia pelas festas e da necessidade de descanso. E fa-
lando em festas, como dar um look novo àquele vesti-
do que você só usou uma vez, ou ao novo mais básico?
Tem um longo lindo e não usa nunca? Corte! Quando
chegar a ocasião que você espera para usar compre um
atual antes que este passe de moda. Na altura do joelho
você usa sempre.

P
ara o caso mencionado acima vale um lembrete: em evento da em-
presa, vá vestida para impressionar positivamente. Será que vale a
pena que seu decote ou comprimento de saia seja o comentário da
semana? Cuidado com a maquiagem e excesso de acessórios.

Para dias de festa é preciso se preparar, e se


PUBLICIDADE
você pensou em acessórios, acertou!
E por ser verão, a estação criativa, feminina, que
não teme exuberância nem dispensa sensualidade,
pense na bijoux com cores fortes e probabilidades
de despertarem amores dignos de uma verdadeira
joia. Criativos e grandes, não exagerados, colares
combinam motivos étnicos com art déco, enfeitam
e dão cara nova a seu visual.
Pulseiras com pedras e strass bastam para um
vestido ou calça e blusa com alguma estampa ou
detalhes mais aparentes. Pode ser desde um estilo
mais hard – em preto e prata – ou mais romântico.
Se este ainda for sua preferência, pérolas são o clás-
sico que nunca será ultrapassado e é indispensável
em qualquer estação. Se a noite for chique invista
nelas!
Pra acompanhar, um sapato de salto é sempre
uma opção segura e fica bem em quase todos os
looks, além de ser feminino e sexy.
Dúvida geral das mulheres, prata ou ouro
(como cor e metal) dependem do que fica melhor
a cada um e não do que se gosta.
Na praia com glamour, como? Nada de ir pe-
rua! Seja pés na areia ou em casa, use texturas se-

48 MORUMBI DEZEMBRO 2009


dosas, algodões macios, e, seguindo três regras básicas, você terá um look
glamouroso e sofisticado: escolha branco para maiôs ou biquínis forrados
(prefira mais decotados e menos cavados) e use com saídas de praia vapo-
rosas e claras também, acrescente colares de correntes de chifre ou madre- Na praia com glamour: pouco
pérola com pouco ou nenhum metal (não para tomar sol, mas para depois ou nenhum metal, e
do almoço some a elas rasteirinhas com pedras e couro macio. Se for para rasteirinhas com
a areia, esqueça sacolas de plástico, pois esquentam e grudam. Palhas e pedras e couro
lonas são lindas e completam o look básico e despretensioso. macio
Chique à noite? Preto, branco, prateado e brilhantes unem-se para a
sofisticação do fim do dia. Como toque de elegância numa estação onde
elementos simples combinam melhor num país tropical, as cores anteriores
tomam uma posição de destaque na noite quente, agora mais glamourosa
ainda por conta dos decotes bordados ou tecidos com fios metalizados que
evitam o uso excessivo de joias. No entanto, se preferir um básico, acrescente
um colar, uma pulseira ou um anel com brilhantes,
fakes ou não. Se você prefere dourado, evite com
PUBLICIDADE
preto (pesa demais no verão), use com branco.
Para aquelas que possuem um “quê” de cinderela,
a sugestão é iluminar os pés. Arquitetônicas e cha-
mativas, as novas sandálias têm estilo de sobra para
quem faz o estilo “cheguei”! Desde as cortesãs vene-
zianas do século XVI que caminhavam por pontes
da cidade sobre saltos de madeira à exuberância
fetichista dos contemporâneos stilettos, os sapatos
das mulheres se converteram em um modo de
expressão artística para os criadores, saltos recorta-
dos, trabalhados, brilhantes em formas inusitadas
dão um up no básico que você repete depois com
uma sandália suave e fresquinha na praia ou numa
tarde ensolarada na cidade. Mas cuidado, exagerou
lá em baixo, pegue leve nos brilhos em cima.
As clientes questionam: posso usar acessórios cí-
tricos nas festas? Se sua festa for mais descontraída,
modernosa, pode, o quanto usar depende do lugar,
mas com certeza combinam melhor com o vestido
banco que ela vai usar na virada do ano na praia.
A todas as leitoras eu desejo Festas iluminadas
por Deus e cintilantes como seus acessórios. Um
abraço com muito carinho . 

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 49


bem-casado

Atum em crosta de mel e gergelim


Vinho chardonnay branco
SERVIÇO

Atum mal-passado
em crosta de gergelim

A
e mel, com gâteau chegada do verão traz altas temperaturas e lho cremoso de raiz forte. O prato tem de tudo:
de mandioquinha e
tempurá de legumes pede alimentação leve, saudável. é crocante, macio, refrescante, ardido na medida
R$ 44 Para saudar a estação mais quente do certa e agridoce, este último proporcionado por
ano, a sugestão do restaurante Casuale é o Atum um molho redução de aceto deliciosamente aro-
Vinho branco Antonin
Rodet Chardonnay mal-passado, envolvido em crosta de gergelim matizado com baunilha e limão. Enfim, texturas
R$ 105 e mel, que vem acompanhado de um delicioso e sabores que combinam perfeitamente entre si.
e levíssimo gâteau de mandioquinha coberto Para acompanhar, a sugestão da casa é o vinho
Casuale Bar &
Restaurante de parmesão e gratinado, que desmancha na chardonnay branco Antonin Rodet. É frutado, óti-
Rua Dr. Fonseca Brasil, boca, e tempurá sequinho de legumes e mo- mo para combinar com peixes e pratos leves. g
282 – Tel.: 3744-9444

50 Morumbi dezembro 2009


por Marcelo Negrão
ESPORTE

Alongamentos ajudam a evitar


lesões na hora dos exercícios
E stá chegando o verão. Época em que as pes-
soas invadem as academias para intensificar
os exercícios e entrar em forma para a estação mais
missão médica da CBV durante vários anos, e que
sempre me orientou em relação aos alongamen-
tos, extremamente importantes para que durante
animada do ano. Essa também é a época em que a prática de qualquer exercício não ocorra nenhu-
as pessoas que estão fora de forma correm para di- ma lesão.
minuir o prejuízo. Abaixo, algumas dicas de alongamento que, nes-
O fato de não ter dinheiro ou tempo para praticar te final de ano, farão a diferença e contribuirão de
alguma atividade física não é mais desculpa para forma positiva com o bem-estar do seu corpo para
sair do sedentarismo. Em São Paulo, existe uma in- aproveitar bem o verão:
finidade de parques e ruas arborizadas, excelentes

 
para caminhar e arriscar uns trotes. No entanto, cui- ALONGAMENTO EM PÉ: Estenda os braços à
Marcelo Negrão é
jogador de vôlei de praia, dado ao tomar a iniciativa de se exercitar por conta frente entrelaçando os dedos e curvando as cos-


campeão olímpico, própria, sem a ajuda de um profissional. Sair por aí tas. Através desse alongamento, você irá alongar
Embaixador dos Esportes praticando qualquer esporte sem se precaver com os braços (tríceps e antebraço e as costas) Ele-
pelo Banco do Brasil e
morador do Morumbi. dieta, vestimenta e, principalmente, alongar-se ve os braços para cima e entrelace os dedos. Em
E-mail: da maneira adequada, pode causar graves lesões. seguida desça para o lado e fique parado por vin-
marcelonegrao@


rojascomunicacao. Durante toda a minha carreira, contei com a ajuda te segundos. Repita o movimento no outro lado
com.br do ortopedista Eraldo Rabello, que fez parte da co- (trabalha a lateral do corpo) Segure um dos pés


de encontro às nádegas, alongando o quadríceps
(parte anterior da coxa). Troque o lado Estenda
PUBLICIDADE um braço à frente e com a outra mão puxe o braço


estendido para dentro (em cima do peito), alon-
gando o Deltóide (músculo do ombro) Passe


os braços para trás do corpo, cruzando os dedos
e alongando o peito Com as pernas estendidas,


leve o tronco à frente como se fosse tocar as mãos
no chão (alonga as costas) Faça movimentos cir-
culares com a cabeça, para um lado e para o outro.

SENTADO: Sente-se com as pernas afastadas. Leve


o tronco à frente, coluna reta e braços estendidos,
alongando a coluna e os músculos adutores (parte
interna das coxas).

DEITADO: Deite de barriga para cima. Flexione as


pernas e cruze uma sobre a outra. Segure a perna
de baixo, puxando as duas pernas de encontro ao
peito, alongando o glúteo (músculo do bumbum).
Troque o lado.

 
Pode não parecer, mas alongar-se antes de qual-
quer atividade física significa maior rendimento
de seu treino, diminuindo de forma consideravél
o risco de contusões. 

52 MORUMBI DEZEMBRO 2009


em foco em foco

Da esq. para a dir., doutores Alexandre de Tarso Machado, Airton Mota Dr. Francisco Carnevale (2º da esq. para a dir.), presidente do
Moreira e Ricardo Augusto de Paula Pinto, diretores da SoBRICE, com Congresso da SoBRICE, recebe congressistas durante coquetel
as médicas Érika Bertges, Ana Maria Carnevale e Priscila Nahas

Congresso SoBRICE 2009


Um jantar dançante na Casa da Fazenda encerrou com chave de ouro o evento mais
importante do ano da Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia
Endovascular – SoBRICE. Durante o congresso, que ocorreu entre os dias 4 e 7 de
novembro, no WTC-Sheraton, Radiologistas Intervencionistas do Brasil e do exterior-
discutiram as novidades aplicadas no diagnóstico e no tratamento minimamente
invasivo de doenças graves como o câncer. O ponto alto do jantar foi a entrega de
prêmios aos professores que ajudaram a construir a história da especialidade, e que
até hoje influenciam os profissionais da área.

Médicos durante sessão de ética e regulamentação no Congresso da SoBRICE

Mãos à
obra!
Foi inaugurada no
Morumbi, dia 4 de
dezembro, a 18ª loja
da rede Peg & Faça.
Instalada dentro do
Carrefour Bairro, na
Av. Giovanni Gronchi,
essa unidade conta
com serviço de mar-
cenaria, onde o cliente
traz a medida, e a peça
é cortada na hora,
além de duas linhas
próprias: uma para
aromatização de ambientes
e outra de mobiliário exclu-
sivo. Estiveram presentes os
proprietários, Carla Bene e
Everaldo Bene, e os diretores
Same Ahmad, Fernando Al-
fano e Sergio Munhoz. Faça
uma visita e aproveite as pro-
moções de inauguração.

54 Morumbi dezembro 2009


conde
des. mob
em foco em foco

Jaya!
O cantor Jaya, compositor e líder
da banda Homem do Brasil, com
quem gravou cinco CDs e foi indi-
cado a seis prêmios Grammy pela
gravadora Universal, lançou seu
primeiro CD solo intitulado Jaya!
com um show no Tea­tro Alfa, no
dia 19 de novembro. A apresenta-
ção, apesar de mais leve, teve ritmo
e pegada de tambores, percussões
e instrumentos étnicos, e as letras
tratam do amor incondicional, da
transformação pessoal, cotidiano e
sentimentos.

Kinder Kampus
em festa!
O colégio Kinder Kampus completou 10
anos em 2009 e comemorou seu aniver-
sário junto com a tradicional festa de for-
matura e encerramento do ano letivo. O
tema deste ano foi Let’s Celebrate, e contou
um pouco da história do colégio desde a
Publicidade
sua inauguração, interligando fatos im-
portantes deste período, como a vitória
do Brasil na Copa do Mundo de 2002. Ao
final da festa, todas as turmas subiram ao
palco e, com muita alegria, festejaram ao
som da música Celebration.

Casuale de cara nova


Acolhedor e descontraído. Esse é o novo conceito do restaurante Casuale, que
rea­briu dia 30 de outubro após passar por reforma. O bar foi remodelado e re-
cebeu novas cores e móveis, tudo pensado com carinho para que o cliente se
sinta cada vez mais a vontade. O atendimento que já
era bom ficou impecável, e no cardápio, diversos pe-
tiscos, drinques e as deliciosas caipirinhas de frutas
com gelo de água de coco. Uma delícia!
RESTAURANTE CASUALE – Rua Dr. Fonseca Brasil, 282
Tel.: 3744-9444 – casuale.com.br

56 Morumbi dezembro 2009


publieditorial

confortáveis salas
de atendimento

MaurÍcio Azevedo
salão amplo e Ana carolina MANTOVANI
e luxuoso proprietária do Spazio Uno

Único, como você! Com uma equipe profissional Pati Alves.


altamente competente e profissionais que Outra novidade que o salão traz é o
atuam nas mais diversas especialidades, moderno aparelho Cellutec, um pro-
o Spazio Uno oferece tudo o que você es- cesso que utiliza o sistema de endermo-
pera de um salão, entre sofisticação, quali- logia vibratória para combater a celuli-
dade e bem-estar. As salas no piso superior, te, quebrando e agindo diretamente nas
planejadas pensando na privacidade do clien- fibras de gordura.
te, oferecem todo o conforto de um SPA, em um O renomado cabeleireiro Maurício Azevedo,
espaço único, para que ele se sinta em casa. um dos melhores profissionais em cabelo do Brasil
Inovando seus serviços, possui o revolucionário e dono do luxuoso salão Galeria, atende no Spazio
Photun, tratamento capilar que utiliza um mi- Uno em horários especiais, marcados com antece-
croscópio eletrônico para fazer o diagnóstico dência, apresentando um trabalho nun-
completo do couro cabeludo, realizado pela ca visto no país. e x c lu
M sivi
otoris da d e
com ca ta profissiona
buscar r ro d e luxo p l
que res e levar os clienara
idem te s
Desenvolvendo serviços exclusivos, os profissionais do Spazio Uno têm como do Mor nas regiões
Panam u m b ie
foco oferecer os melhores tratamentos estéticos, faciais, capilares e corporais. by
necessit quando
arem

Tel. 3507-5007
Rua Algemesi, 51
(travessa da Ramon Urtiza)

Atendimento de segunda
a sábado, das 9h às 20h.
Horário especial
em dezembro:
domingos das 10h às 16h
Estacionamento com
o revolucionário tratamento capilar Photun manobrista. microscópio eletrônico para o diagnóstico
EM FOCO

FOTOS: DIVULGAÇÃO
Roberto Shinyashiki no
Shopping Portal
A Associação dos Lojistas do Shopping Portal promoveu, dia
29 de outubro, uma palestra motivacional e de estímulo com
Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra, pós-graduado e con-
ferencista de renome nacional e internacional. Seu trabalho
tem sido divulgado através das mais conceituadas mídias e
em 2003 foi reconhecido como o “Melhor Palestrante do Ano”,
ao receber o prêmio Top of Mind.

Que tal um
piquenique?
Há 10 anos no mercado, a
loja e brinquedoteca Cas-
telo dos Sonhos oferece
a seus clientes um es-
paço com brinque-
dos pedagógicos
e criativos, e fun-
cionários espe-
cializados para
cuidar do seu fi-
lho. Para presen-
tear neste Natal,
a loja oferece op-
ções como a mon-
tanha russa, quebra-cabeça
de madeira, fantoches e lindas cestas de
piquenique com jogo de chá em porcelana. E para os leitores
de Dolce, quem apresentar este texto poderá escolher entre
30 minutos na brinquedoteca ou 10% de desconto na sua
compra de Natal.
CASTELO DOS SONHOS
Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Tel.: 35018308

58 MORUMBI DEZEMBRO 2009


em foco

Árvore de Natal Ecológica


A AMO Jardim Sul inaugurou dia 20 de novembro a Árvo-
re de Natal 100% Ecológica. O evento contou com a pre-
sença dos subprefeitos de Campo Limpo e Parelheiros,
do Chefe de Obras Wanderley Pires, Secretaria de Turis-
Taman: equilíbrio perfeito mo, Colégio Pentágono, moradores do Morumbi, Panam-
by, Paraisópolis e Jardim Sul, que assistiram à apresenta-
A Camargo Correa, líder em tradição e presença no setor de cons- ção do Grupo Batuque do Futuro, projeto desenvolvido
trução e infra-estrutura, lançou, dia 7 de novembro, o Taman Jar- pelo Pentágono. Foram patrocinadores: Shopping Jardim
dim Sul. Localizado ao lado do Parque Burle Marx e perto de tudo Sul, Copcenter, Gustavo Borges, Embrase, REP, Colégio
o que há de melhor no bairro, o Taman traz o equilíbrio entre o Porto Seguro, Ecoficina, Supporte Engenharia, Locguel,
homem e a natureza e uma arquitetura contemporânea constru- CCDI, Revista Dolce, Boticário, Red Ballon, 11° Cartório,
ída em um espaço agradável e aconchegante. Quem esteve no Prefeitura de São Paulo; com apoio do Conseg Portal do
coquetel de lançamento pôde saborear um delicioso buffet asiá- Morumbi, Associação Panamby, União dos Moradores de
tico e conhecer o maravilhoso apartamento decorado. Paraisópolis e Recicla Morumbi.

60 Morumbi dezembro 2009


em foco

Natal no Market Place


Final de ano chegou e o Shopping Market Place preparou
algumas ações para deixar os dias de dezembro ainda mais
especiais. No dia 12 de novembro, inaugurou sua decoração
de Natal, e o tema deste ano é a própria produção do Na-
tal. Num total de oito cenas montadas na Praça de Eventos,
Papais e Mamães Noéis, junto com seus auxiliares duendes,
fazem doces, respondem cartas, costuram e produzem ar-
tesanatos. Como de costume, a tradicional Árvore de Natal
central dá mais charme e brilho ao espaço.

aproveite bem sua ida ao shopping


E quem for passear pelo shopping também poderá conferir
a 10ª edição da Feira Natalina Peruana, instalada no piso tér-
reo, e que vai até o dia 27 de dezembro. A feira conta com
a venda de diversos produtos da cultura popular do Peru e
oferece aos visitantes aproximadamente 4 mil peças decora-
tivas e utilitárias. O destaque fica por conta dos painéis feitos
com patchwork de materiais reaproveitáveis.

SHOPPING MARKET PLACE


Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel. 3048-7000 – marketplace.com.br

Em nome da beleza
O Espaço de Beleza Acqua Hair ofe- por parceiros como Body
receu um coquetel entre os dias 23 o Graph, Keune, Kerastase,
e 28 de novembro, para festejar a re- Redken, Wella.
cente inauguração. Entre clientes e
O local oferece um ambien-
amigos, Rosely Bailone, proprietária
te totalmente novo e supe-
do espaço, recebeu personalidades
ragradável, onde conceitua-
como as modelos e atrizes Renata
dos profissionais trabalham
Banhara e Ana Paula Saad.
com os melhores serviços.
Durante toda a semana, quem pas- Pensando em todos os deta-
sou por lá lhes para melhor atender seus
pôde saborear clientes, nas salas de estética e
um delicioso es- depilação, o ar-condicionado nas
pumante e ainda variações quente e frio permite con-
ganhou uma série forto em qualquer estação do ano e os
de serviços oferecidos profissionais fazem treinamento constante.
SERVIÇO
Aberto das 8h às 20h
de segunda a sábado.
Av. Dr. Guilherme
Dumont Villares, 2480
Tel.: 3501-7484
acquahair. c o m . b r

62 Morumbi dezembro 2009


EM FOCO

Saint-
Exupéry
e seu
Pequeno
Príncipe
Em homenagem ao ano da
França no Brasil, a loja Chic Chic, no
Shopping Portal, realiza até o dia 20 de de-
zembro uma vitrine/exposição especial, home-
nageando Antoine de Saint-Exupéry e sua obra
mais famosa. A exposição ressalta a importância
do cuidado com o planeta, reciclagem e susten-
tabilidade; o resgate de valores fundamentais
como amizade, imaginação, cuidados consigo e
com o próximo.
CHIC CHIC LAB DE CRIAÇÃO
Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1269
Tel.: 3507-7304 – chicchiclab.com.br

Conceito express
Cecilia Dale, uma das mais conceituadas e tradi-
cionais grifes de decoração, inaugurou em ou-
tubro sua primeira unidade norteada pelo con-
ceito “cash and carry”. Com o nome de Cecilia
Dale Express, a nova marca foi criada
para atender de pronta-en-
trega, com produtos
acessíveis e varieda-
de de opções para
presentear ou deco-
rar a própria casa.
CECILIA DALE
EXPRESS
Av. Giovanni Gronchi,
5819 – Tel. 3742-1513
ceciliadale.com.br

64 MORUMBI DEZEMBRO 2009


EM FOCO

Confraria no Market Place


Para fechar o ano com chave de ouro, a convite da querida Joana Corsi,
do shopping Market Place, este mês o encontro das confrades, realizado
dia 24 de novembro, foi bem diferente e especial. Pra começar, dessa vez
as confrades puderam levar o marido ou namorado. No premiado Restau-
rante Badebec, tivemos um happy hour muito gostoso, onde degustamos
bebidas, pasteizinhos, pizzas e bolinhos diferenciados. Em seguida, foram
sorteados alguns brindes da Arezzo e todos ganharam uma sacola do sho-
pping, com vários presentinhos como agenda, sabonete líquido, toalha
e cartela de descontos em várias lojas. Finalizando o delicioso encontro,
assistimos a uma sessão do segundo filme da saga Crepúsculo – Lua Nova.

PUBLIEDITORIAL

Sugestões perfumadas de
O Boticário para o Natal
Para ela
Kit Lily Essence:
1 Eau de Parfum
Lily Essence
1 Sabonete
perfumado
1 Porta-joias musical
de cetim com espelho
R$ 210

Para ele
Kit Malbec:
1 Desodorante Colônia Malbec
1 Sabonete
1 Espuma de Barba
1 Balm após Barba
1 Kit para Vinhos
R$ 195
SERVIÇO O BOTICÁRIO
Carrefour Tel.: 3742-1127 / Centro Empresarial Tel.: 3741-4526 / Extra João Dias Tel.: 5851-7908 / Jardim Sul Tel.: 3742-0975

66 MORUMBI DEZEMBRO 2009


em foco

Cássio Vanzelli, Ana Paula Lannocca e Pedro Cesarino A charmosa decoração assinada por Patrícia Anastassiadis

Um novo Panamby
Dia 14 de novembro, em uma tarde regada a Limoncello e degustação de deliciosas
massas da La Pasta Gialla, o New Panamby by Brookfield Incorporações promoveu
um encontro maravilhoso com seus clientes e amigos para apresentar o Condomi-
nium Club, uma união dos três grandes empreendimentos Insight, The Offices e Vila
Amalfi. Todos puderam conhecer e apreciar o belíssimo apartamento decorado por
Patrícia Anastassiadis.

Gestão no setor público


O subprefeito de Vila Mariana, Maurício Pinterich, proferiu no último dia 24, na Fa-
culdade Joana d’Arc, na região do Butantã, uma palestra s obre Gestão Pública, con-
tando sua experiência de 17 anos no assunto. Com o auditório lotado de lideranças
da comunidade local, o subprefeito teve a oportunidade de falar sobre o papel dos
gestores públicos. A palestra também foi apresentada no Clube Paineiras.

Torneio Gol de Letra


No dia 26 de outubro, no Santo Paulo Bar, foi realizado um coquetel para comemorar
o sucesso do Campeonato de Futebol da Fundação Gol de Letra. Estiveram presen-
tes jogadores famosos, como o ex-goleiro do SPFC, Zetti, além do Palhinha e claro, o
querido Raí, fundador da ONG.

68 Morumbi dezembro 2009


EM FOCO EM FOCO

Noite de homenagem
Dona Mariana Battaglia, diretora geral do Colégio Porto Seguro, recebeu uma linda,
emocionante e merecida homenagem na noite de 7 de novembro. A festa, que foi uma
surpresa para a homenageada, contou com pessoas ilustres e várias apresentações ar-
tísticas. Um belíssimo vídeo com vários depoimentos relembrou a trajetória de vida de
dona Mariana e na sequência foi servido um delicioso jantar para os convidados.

Dia da Pizza Solidária no Pentágono


Pizzas variadas, música ao vivo, muita animação e um bom vinho foram os ingredientes
do Dia da Pizza solidária, evento promovido pelo Colégio Pentágono na noite de 6 de
novembro, com renda revertida para o projeto Caminhando para o Futuro, desenvolvi-
do pelo voluntariado da escola. Foi uma grande confraternização entre pais, professores
e alunos, que ficaram encarregados de servir as deliciosas pizzas para os participantes.

70 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Colégio Universitário
chega ao Morumbi
Dia 7 de novembro o Colégio Universitário inau-
gurou uma unidade no Morumbi. Em clima de
festa, pais de alunos fizeram um tour pelas no-
vas instalações do Colégio. A festa de inaugura-
ção durou o dia inteiro e todos ganharam como
lembrança um muda de Pitangueira, árvore fru-
tífera nativa da Mata Atlântica, como sugestão
Ateliê Cultural
O Colégio CPV promoveu no dia 19 de novembro, no Clube Paineiras, um
para que plantem esta ideia. evento multimídia para expor toda a produção cultural e jornalística desen-
volvida por seus alunos ao longo do ano letivo de 2009. A mostra contou
com diversas atrações e a presença do renomado escritor Luis Fernando
Veríssimo, que conversou com os alunos sobre sua trajetória profissional.

Soltando o verbo
O Colégio Morumbi Sul lançou dia 14 de novembro, durante a Feira Cul-
tural, o livreto “Soltando o verbo”, com textos escritos pelos alunos e se-
COLÉGIO UNIVERSITÁRIO lecionados a partir de um Concurso de Redação promovido pela escola.
R. Diogo Pereira, 324, Super Quadra No livreto podem ser encontrados mais de 30 títulos com diversos temas.
Tel.: 3740-1000 - universitariotaboao.com.br A publicação ficará disponível para download no site morumbisul.com.br.
EM FOCO

Irresistível Delícia de Chai


novidade Em um ambiente tranquilo
e com muita luz natural,
A irresistível Conti o Vanilla Caffè Morum-
Confetteria - loja bi oferece o que há de
tradicional da Itália, melhor e mais gostoso
acaba de abrir uma em chai. A pequena área
filial no Shopping Portal externa, um espaço com
do Morumbi. Fundada em 2000, por Antonella revistas diferenciadas, é
Conti, na cidade de Milão, a confeitaria preza pela quali- ideal para leitura. Seja
dade e presta serviços para eventos especiais, como casamentos, para trabalhar ou para
com doces embalados em caixas lindíssimas, envoltas em sedas encontrar amigos,
e fitas de diversas co- o Vanilla Caffè
res, tudo muito sofisti- é o local exato
cado e original. para passar horas
CONTI agradáveis com
CONFETTERIA pessoas queridas.
Shopping Portal do Ao leite, frio ou quente;
Morumbi de pêssego, maçã-verde ou morango,
Tel. 8579-4090
conticonfetteria.it você não pode deixar de provar.
VANILLA CAFFÈ MORUMBI
Rua Marechal Hastimphilo de Moura, 233
Tel.: 3743-6039 – vanillacaffe.com.br

be happy

72 MORUMBI DEZEMBRO 2009


Vila Europeia no Chalezinho
O tradicional restaurante “Era uma vez um Chalezinho...” ganhou uma nova área,
mais informal. A Vila Europeia, com capacidade para receber entre 100 e 150 pes-
soas, está localizada em meio aos jardins e possui uma cobertura transparente,
ideal para uma confraternização entre amigos ou apreciar a noite ao som de
cantores que interpretam sucessos dos musicais da Broadway e temas de filmes.
CHALEZINHO EVENTOS
Rua Itapimirum, 11 – Tel.: 3501-9322 – chalezinho.com

Um novo Casuale
Presente no bairro há seis anos, o
restaurante Casuale reabriu suas
portas após uma reformulação
em seus ambientes e também
em seus pratos.
A casa ganhou espaços
descontraídos e coloridos e seu
cardápio foi
repensado
para atender
à nova
personalidade
do lugar.
No almoço,
oferece buffet
variado com
saladas,
grelhados, diversos
acompanhamentos e
sobremesas.
Um deck ao ar livre brinda as
noites quentes do verão que se
aproxima e é o lugar ideal para
um happy hour no fim de tarde.

Casuale – R. Dr. Fonseca Brasil, 282 – Tel.: 3744-9444


De seg a dom das 12h às 23h (sex e sáb até 1h)
Manobrista – Aceita todos os cartões – casuale.com.br
homenagem

Homenagens do Conseg
Portal do Morumbi
F
oi comemorado, no início de dezembro, o Morumbi, Júlia Titz de Resende, prestigiou a so-
aniversário do 16º Batalhão da Polícia Mili- lenidade, assim como o presidente do Conseg
tar, responsável por atender toda a região Portal do Morumbi, Celso Neves Cavallini. Para
do Morumbi, além de outras localidades. A ceri- Celso, esta foi uma das últimas ações do Conseg
mônia foi marcada por várias condecorações e Portal do Morumbi no ano, assim como a home-
encerrada por um desfile das tropas ao som da nagem feita ao Sargento Luiz Carlos Sales, que
banda da Polícia Militar. A presidente do Conseg se destacou entre 129 policiais militares no ano
de 2009. Para o Capitão da 5ª Companhia, Ednal-
do Alexandre, a indicação do Sargento Sales foi
mais do que justa. “Ele tem mais de 25 anos de
corporação, e sempre trabalhou com muito ‘gás’,
é disciplinado, leal, não mede esforços e sempre
tem sugestões inteligentes. É um profissional
exemplar”. Já para o homenageado, que é casa-
do e pai de um casal de filhos, a motivação para
desempenhar seu trabalho é bastante coerente:
“Faço o que gosto, que é ser policial militar, por-
que assim posso contribuir com a segurança da
população em geral, da qual fazemos parte tan-
Na foto, o presidente do Conseg Portal do Morumbi, Celso to a minha família quanto eu mesmo.”
Neves Cavallini, a delegada Dra. Silvana Françolin, o O policial civil delegado Dr. Ariovaldo Rodrigues
Tenente-coronel Rui Conegundes de Souza (Comandante também foi homenageado, na figura da Dra. Sil-
do 16º BPM), o homenageado, Sargento Luiz Carlos Sales, vana Françolin, delegada responsável por nossa
e o Capitão da 5ª Companhia, Ednaldo Alexandre. região, que o esteve representando. Os home-
À direita, garoto acompanha o desfile. nageados foram premiados com diplomas e via-
gens com direito a acompanhante. g

74 Morumbi dezembro 2009


Você
por Rosa Richter CIDADANIA quer uma
subprefeitura
para o Morumbi?
então acesse
rosarichter.com.br
E VOTE
SIM!
Mais um Natal
C
hega mais um dezembro, muita euforia, compras, to quer dizer renovação, recomeço, ou, talvez, apenas
correrias, mas... O verdadeiro espírito de Natal é começo. Começo de uma nova caminhada, de novos
levar e compartilhar a cada um a fraternidade, a entendimentos, de nova compreensão do porquê de
solidariedade, a compreensão, a união, a tolerância, o estarmos aqui, de quais nossas tarefas, de quais são nos-
perdão, o amor, enfim, vivenciar o amor em sua forma sas reais necessidades, de procurarmos descobrir com
mais sublime e universal, com muita Paz. vontade firme e perseverança nossas capacidades inte-
Que neste ano possamos ter presente em nosso riores de sermos pessoas melhores, de aprendermos a
coração, não só no Natal, mas no ano que se inicia tam- ser mais tolerantes, mais misericordiosos, mais compa-
bém, muita Paz, fazendo cada um a sua parte, influindo nheiros dos nossos companheiros de jornada, porque
positivamente na vida de nossos semelhantes, seja ao nunca caminhamos sozinhos. De sermos também mais
indulgentes com quem nos magoa, mais
Bendita seja a data que une o mundo todo numa generosos conosco ao pararmos de nos
conspiração de AMOR e PAZ. Hamilton Wright Mabi
sentirmos culpados por termos escolhido
caminhos tortuosos que ignorávamos não
dever ser percorridos. Na Lei Divina, o que
dar-lhes as mãos em um momento de dificuldade, seja
fazemos aos outros nos retornará.
dando-lhe um sorriso, um conforto, nem que seja uma
Que possamos, todos, principalmente neste Natal,
palavra amiga, uma esperança, a fim de proporcionar-
renovar nossas disposições de atender ao chamamen-
lhes um momento de Paz!
to de Jesus: “Vinde a mim vós que estais aflitos que eu
É importante repensarmos nossos sentimentos nes-
vos aliviarei”.
ta ocasião, porque Natal significa nascimento, e nascimen-
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre
PUBLICIDADE a vida e tudo o que a cerca. É tempo de deixar a crian-
ça pura que existe dentro de cada um de nós aflorar
e trazer toda a esperança que mora dentro de nossos
corações para o ano que está chegando.
Podemos viver o amor, a paz e a justiça, mesmo
num mundo tão difícil. Isso é possível quando Jesus
nasce nos nossos corações, quando o Natal deixa de
ser uma simples data comemorativa do calendário
cristão e acontece nas nossas vidas intrinsecamente.
A partir de então, começamos a viver pautados pelos
princípios que regerão o reinado eterno de Jesus Cristo
quando Ele voltar.
Que neste Natal nossa árvore seja construída de:
Paz, União, Alegrias, Esperanças, Amor, Sucesso, Realiza-
ções, Luz, Harmonia, Saúde, Solidariedade, Felicidade,
Humildade, Confraternização, Pureza, Amizade, Sa-
bedoria, Perdão, Igualdade, Liberdade, Boa Sorte, Sin-
ceridade, Estima, Fraternidade, Equilíbrio, Dignidade,
Benevolência.
Um Feliz Natal a todos e um 2010 repleto de Paz,
Amor e Realizações. 

Rosa Richter é pedagoga; presidente da Associação Cultural e de Cidadania do


Panamby; presidente da AMO Jardim Sul; conselheira e diretora de várias entidades na
área de Desenvolvimento social. rr@rosarichter.com.br

76 MORUMBI DEZEMBRO 2009


por Lívio Giosa CORPORATIVO

Sustentabilidade: consciência ou obrigação?

O
tema já está presente no dia-a-dia da socie- jogo é a vida. Da vida, minimamente possível, no nosso
dade e, por isto, fazendo parte das discussões planeta-mãe, a Terra. O que fazer então?
(ainda entre poucos) na tentativa de entender O primeiro passo consiste em cada indivíduo estar
a profundidade do assunto. consciente sobre o poder que tem perante suas esco-
Os últimos 25 anos foram marcantes no processo lhas cotidianas: como consome, como descarta, seus
de transformação da sociedade. Estes novos tempos hábitos e modo de vida. É uma questão de ATITUDE
significaram renovação no que tange a busca da qua- ver-se como parte do mundo ou um consumidor do
lidade de vida, preservação do meio ambiente, valori- mundo. Cidadãos, profissionais, empresas e poder
zação das pessoas, fim das fronteiras comerciais e uso público se veem na dimensão da tomada de decisão
intensivo da tecnologia. por novos parâmetros, de novas escolhas e mudanças
A linha do tempo dos acontecimentos nos dá comportamentais efetivas no seu cotidiano. Surge,
LÍVIO GIOSA é
presidente do CENAM também um entendimento do movimento transfor- assim, o termo sustentabilidade, que é o princípio de
(Centro Nacional de matório socioambiental. As empresas tiveram papel uma sociedade que mantém as características neces-
Modernização
Empresarial); fundamental neste período, e no Brasil, deram exem- sárias para um sistema social justo, ambientalmente
vice-presidente da ADVB plo de entendimento, posicionamento estratégico e equilibrado e economicamente próspero por um
(Associação dos
Dirigentes de Vendas e operacionalização com investimento socioambiental. longo período de tempo. O ambiente corporativo dá
Marketing do Brasil); Foram e são inúmeros os projetos que geram a exem- o tom da mudança. Estratégias de negócio com per-
Coordenador Geral do
IRES (Instituto ADVB de plaridade de boas práticas em todo o país. No entanto, cepção social e equilíbrio ambiental.
Responsabilidade aprofundar esta percepção é preciso. A nova economia determina os novos paradig-
Socioambiental) e
sócio-diretor da G,LM O ano de 2007 chamou a atenção para o desequi- mas: sai de cena a economia capitalista e entra em
Assessoria Empresarial. líbrio ambiental do planeta. Sinais mais do que concre- cena a economia verde. Novos rumos, gerando, segun-
tos levam a humanidade à reflexão, pois o que está em do a OIT (Organização Internacional do Trabalho), uma
PUBLICIDADE
nova onda de “empregabilidade verde”, baseada no
consumo consciente e novos processos de produção
sustentáveis. Tudo irá mudar em cada estágio da vida.
Pessoal, profissional e empresarial, os novos rumos da
sustentabilidade darão o tom da revolução verde.
Os carros movidos por “energia limpa”, “linha bran-
ca” de eletrodomésticos com eficiência energética,
placas de energia solar, a nova tecnologia verde, os
processos da construção sustentável, os móveis com
madeira certificada, a gestão ambiental das obras, são
exemplos de iniciativas que precisam ser imediata-
mente assumidas pela sociedade.
A Terra fica, a cada ano, cada vez mais quente. O
efeito estufa acelera as catástrofes ambientais. Árvores
para compensar são requisitadas como a nova fonte
de vida possível e sustentável do nosso planeta.
E você, pode participar? Aliás, quer ser o grande
agente desta transformação? Diga sim! Pela ATITUDE e
pelo universo.
A real missão: construir uma sociedade economi-
camente viável, socialmente justa, ambientalmente
equilibrada e eticamente responsável, significando um
ajuste imediato da consciência de cada empresa, diri-
gentes e cidadãos. 

78 MORUMBI DEZEMBRO 2009


por Paulo R. Amaral PENSATA

De volta para O FUTURO

F
ui dormir depois de ler na edição passada grandes plantações de café). O desembarque no
de DOLCE a reportagem sobre as mudan- centro de São Paulo é numa estação moderna,
ças no Morumbi por causa da Copa do refrigerada e limpa. É estranho, quase não há
Mundo de Futebol. Os benefícios para o bairro carros nas ruas, os congestionamentos desapa-
são esperados ansiosamente por todos nós. Dá receram como mágica e a qualidade do ar é im-
vontade de ver logo em funcionamento todos pressionante (a placa da Cetesb indica que o ar
esses projetos que estão no papel. Adormeço está ótimo em todas as regiões da cidade). Vou
tentando controlar a ansiedade. O sono é agita- até o metrô. Transporte de primeiro mundo, in-
do e tomo um susto no meio da noite. De re- formações precisas e funcionários atenciosos na
pente, estou chacoalhando num trem de alta plataforma. O embarque dos passageiros é or-
velocidade, a 300 quilômetros por hora. É fantás- ganizado, sem filas ou atropelos. Os vagões têm
tico. Os 400 quilômetros que separam o Rio de ar-condicionado funcionando na temperatura
São Paulo superados em menos de duas horas! certa e em cada uma das poltronas há compu-
Quase não dá pra ver as belas paisagens do Vale tadores portáteis com acesso livre a internet. A
do Paraíba (Como essa região cresceu! É muita viagem dura 40 minutos e já estamos na estação
indústria ocupando áreas que antes abrigavam São Paulo-Morumbi. No caminho até o estádio
encontro famílias felizes, todos seguindo para o
estádio sem medo. Que beleza! Não há brigas
entre torcedores. Nem confusão nas bilheterias.
Ninguém é tratado como gado, não há currais
para a entrada do público. Os policiais cumpri-
mentam a todos com um sorriso. Há organiza-
ção. Orientadores bilíngues indicam ao torce-
dor onde fica o assento. Todos os lugares são
marcados. O Morumbi está diferente, coberto e
iluminado. Há uma alegria indisfarçável no ar e
um sentimento de orgulho, uma ufanista sen-
sação de dever cumprido. É como se mostrás-
semos ao mundo a nossa infinita capacidade.
Conseguimos realizar um evento mundial sem
falhas, cumprindo os prazos e sem estourar or-
çamentos. A torcida se inflama, as bandeiras se
agitam, vai começar o jogo de abertura da Copa
do Mundo de 2014. O apito soa alto e com força.
É o despertador. Acordo assustado, ainda faltam
quatro anos e meio e não tenho palpites, não me
arrisco a dizer como esse sonho vai acabar. 

Paulo Roberto Amaral é morador do Morumbi e jornalista da Rede Globo


de Televisão, onde edita o Jornal Hoje.

80 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE
VITRINE

Recicle
suas
ideias
Plásticos como garrafas PET,
copinhos de café e sacolas
de supermercado; jornais,
revistas e caixas em geral;
tampinhas de garrafa, latas de
leite em pó ou de conservas.
Esses são apenas alguns
dos milhares de produtos
recicláveis que existem no
mundo e que fazem parte da
nossa vida, contribuindo para
que cada pessoa produza,
em média, 1,5 kg de lixo por
dia. Tudo isso, resultado de
um consumo exagerado e
inconsciente, que a cada dia
gera problemas cada vez
maiores para o planeta.

R
eciclar significa Re (repetir) – Cycle
(ciclo). As preocupações com
a natureza sempre existiram,
mas passaram a ser tratadas com mais
seriedade na década de 1970, quando
graves danos no meio ambiente
começaram a surgir. Infelizmente não há
como o ser humano não produzir lixo e
isso é um fato, mas mudando alguns
hábitos simples e diários, o desperdício
seria reduzido e o lixo, restringido.
Todos os dias descartamos diversos
produtos que, se reaproveitados, ajuda-
riam na diminuição da contaminação
do meio ambiente e do consumo de
recursos naturais. Objetos como caixi-
nhas de leite, o frasco de um perfume
que chegou ao fim e até um copo de

82 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

vidro que se quebrou são produtos que


podem e devem ser reciclados, transfor-
mando-se assim, em coisas novas.

SURGE O MOVIMENTO
RECICLA MORUMBI
Presente no bairro há cerca de três
anos, o movimento Recicla Morumbi foi
criado para promover a inclusão social,
a educação e a preservação ambiental,
tirando as pessoas das ruas e oferecen-
do a elas um local adequado para reali-
zar esse tipo de trabalho, melhorando a
qualidade de vida.
A ideia, que deu certo, tem cumpri-
do a missão de sensibilizar e mobilizar os
moradores do Morumbi. Atualmente, o
Recicla procura um local para montar a
sede da sua cooperativa e assim melho-
rar e aumentar as coletas. Para isso, pre-
cisa de um espaço grande, que tenha
entre mil e dois mil metros quadrados.
“Esse local seria para fazer a triagem de
todo o material que recolhemos. Espero
que até junho de 2010 isso já tenha sido
resolvido para que facilite a divulgação
de todo o processo de reciclagem e pro-

GARRAFAS PET – VOCÊ SABIA?


68% de todo o refrigerante produzido no
país são embalados em garrafas PET Elas
demoram até 100 anos para se decompor São
100% recicláveis Servem para fazer sistemas
de irrigação, aquecedores solares, vassouras,
cordas, escovas,
tapetes, roupas,
estofamentos, peças
de barco, carpetes,
travesseiros,
cobertores, cortinas,
lonas para toldos,
ferramentas de
mão, embalagens,
calçados, malas,
mochilas e
também novas
garrafas

84 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 85


VITRINE

O papel do Recicla é muito


importante para o bairro,
e esse projeto não pode morrer
porque é um trabalho de muitos
anos. Por isso nós precisamos de
patrocínios para continuarmos.
Se alguém quiser colaborar, nós
agradecemos muito.
Carlos Gaeta, gestor
do movimento
Recicla Morumbi

mova ainda mais a educação ambiental.


Nós temos professores educacionais
que vão até os condomínios para dar
palestras e explicar as vantagens da
adesão. A ideia do movimento é tirar to-
das as crianças da rua”, diz Carlos Gaeta,
gestor do movimento Recicla Morumbi.
Os materiais que foram citados até
aqui são só alguns exemplos. Outros
milhares de produtos também precisam
ser descartados de maneira correta, e
um ponto importante é o cuidado que
se precisa ter para que eles não passem
por nenhum tipo de contaminação e
cheguem às cooperativas em condições
de serem reciclados. “Para o conceito de
reciclagem residencial, é importante que
o material esteja limpo. Às vezes a pes-
soa joga uma latinha com um pouco de
refrigerante dentro ou um copinho de
iogurte, e o cheiro doce desses alimen-
tos pode atrair insetos ou animais que
trazem doenças. Como esse material vai
ficar estocado em casa durante um tem-
po, até juntar bastante, isso pode ser de-
sagradável. E na cooperativa, durante o
manuseio, onde os trabalhadores fazem
toda a separação, se a pessoa deixar pro-
dutos que podem deteriorar, isso prejudi-
ca a saúde desse trabalhador”.
Como tudo o que é feito em par-
ceria se fortalece e apresenta melhores
resultados, o Recicla Morumbi espera
que mais condomínios, escolas e pes-
soas do bairro participem da causa e
que empresários deem o seu apoio. “O
planeta está saturado de lixo. Não temos

86 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 87


VITRINE

mais onde pôr tanta sujeira. As pessoas


que quiserem colaborar com o Recicla
Morumbi podem entrar em contato
pelo site ou pelo telefone 3501-1763. Eu
gostaria de salientar o pedido para que
os empresários do bairro não deixas-
sem esse assunto de lado. O papel do
Recicla é muito importante para o Mo-
rumbi, e esse projeto não pode morrer
porque é um trabalho de muitos anos.
Tudo o que fazemos tem um custo e é
esse custo que precisa ser coberto. Os
reciclados que as empresas fornecem
para as cooperativas é para o sustento
dos cooperados. Aqui no Recicla nós
não temos lucros e nada é revertido em
dinheiro para o movimento, por isso
precisamos de patrocínios para conti-
nuarmos. Se alguém quiser colaborar,
nós agradecemos muito”.

A RECICLAGEM E AS CORES
A coleta seletiva é a alternativa mais
correta para que todo o lixo que descar-
tamos diariamente não vá para aterros

88 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 89


VITRINE

sanitários ou lixões, e para que ele não


contamine o ar, a água e o solo.
Criado para separar o lixo de acordo
com as suas características, o sistema é
conhecido em todo o Brasil e está pre-
sente em diversos estabelecimentos e
condomínios (em cores padronizadas,
cada lixeira recebe um tipo de material
para que fique mais fácil na hora de ir
para a reciclagem). Mas não é necessário
que as pessoas tenham essas lixeiras co-
loridas em casa para contribuir. No dia-a-
dia, basta separar o lixo orgânico, como
restos de comida, do não-orgânico,
como plásticos, por exemplo. Também é
importante que após o uso, o óleo utili-
zado na cozinha e, que se jogado em ra-
los contamina milhares de litros de água,
seja colocado em garrafas de plástico
(pode ser PET) e os vidros sejam embru-
lhados em jornal, para evitar acidentes.

MODA E ARTE
Apoiando a reciclagem desde
sua inauguração, em 2008, a loja Chic
Chic Lab de Criação, especializada em

Damos prioridade de
comercialização para
peças produzidas com
materiais recicláveis e que ao
mesmo tempo valorizem o design.
Temos brincos e colares criados a
partir de materiais como garrafas
PET e colheres de café.
Fanny Feigenson
e Tatiane Grinfeld,
proprietárias da Chic Chic

CARTEIRA DE MATERIAL RECICLADO DA CHIC CHIC

90 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 91


VITRINE

arte, design e moda, também oferece


produtos que estejam de acordo com
a questão da proteção ao meio am-
biente. “Temos diversas peças na loja,
mas damos prioridade para o que é
produzido com materiais reciclados
e que ao mesmo tempo valorizem o
design. Temos brincos e colares cria-
dos a partir de materiais como garrafas
PET, colheres de café e embalagens
plásticas. Também temos vasos feitos
com garrafas de vidro e envolvidos por
fios coloridos que, para dar um toque
especial em casas e escritórios, ficam
maravilhosos com um buquê de flores,
por exemplo. Também optamos por
ter apenas sacolas e embalagens de
tecido ou papel, que podem ser reci-
cladas ou reutilizadas”, explicam Fanny
Feigenson e Tatiane Grinfeld, proprie-
tárias da loja.
Segundo elas, todos os funcioná-
rios se adaptaram muito fácil a todas
as mudanças e alguns participam ati-
vamente da parceria que a loja tem
com algumas ONGs responsáveis por
esse tipo de trabalho. “Todas essas
ações só nos trouxeram benefícios, e,
o melhor, tivemos o reconhecimento
de parceiros e clientes, que acabaram
aderindo a esses hábitos e seguindo
nossos exemplos. Cuidar do planeta é
uma questão de sobrevivência. Se não

É IMPORTANTE SABER QUE


50 quilos de papel usado que são transfor-
mados em papel novo evitam que uma árvore
seja cortada Se 50 quilos de alumínio usado
forem reciclados, evitará que sejam extraídos do
solo cerca de 5 mil quilos de minério, conhecido
como bauxita Com um quilo de vidro que-
brado dá pra fazer um quilo de vidro novo – e
o vidro tem a vantagem de ser reciclado diversas
vezes Com a reciclagem, o ar, a água e o solo
ficam menos poluídos Esse processo melhora
a limpeza de toda a cidade. Quando uma pessoa
adquire o hábito de separar o lixo, dificilmente
ela joga algo na rua A reciclagem gera renda
e dá emprego a muitas pessoas.

92 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

Aqui no restaurante cada


um tem um papel e faz a
sua parte. É preciso que a adesão
de todos seja intensa e que atinja
todos os níveis da sociedade. Nós,
do Tadashii, estamos prontos para
apoiar qualquer tipo de ação que
seja em benefício do planeta.
Romeu Marujo Filho,
sócio do restaurante
Tadashii

começarmos a agir agora, não haverá


amanhã”.

IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO
Com coletas feitas semanalmente,
o restaurante japonês Tadashii contri-
bui regularmente com o Recicla Mo-
rumbi e com as causas ambientais.
Fornecendo 100% do material ge-
rado pelo restaurante, Romeu Marujo
Filho, um dos sócios da casa, conta que
é preciso boa vontade e dedicação

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 93


VITRINE

Tudo o que abrange


‘desafios’ tem tendência
para o entendimento. As pessoas
precisam reciclar para reduzir a
quantidade de lixo, pois assim
colaboram com a limpeza pública
e, consequentemente, protegem o
meio ambiente.
Nildo Ferreira, gerente
geral da padaria
Sabor das Massas

de todos para que a parceria dê certo.


“Aqui temos aproximadamente 45 pes-
soas, e todos aderiram ao movimento
com facilidade. Cada um tem um papel
e faz a sua parte”.
Romeu conta que ter a consciência
de contribuir para transformar o mun-
do em um lugar melhor para se viver e
o reconhecimento dos clientes foram
os maiores benefícios que receberam.
“Recentemente participamos de uma
caminhada aqui no bairro. Esse assunto
é de importância máxima e precisa ser
tratado com prioridade, por isso é ne-
cessário uma adesão intensa de todos,
para que atinja a sociedade completa-
mente. Nós, do Tadashii, estamos pron-
tos para apoiar qualquer tipo de ação
que seja em benefício do planeta. Acho
que toda a preocupação mundial com
o assunto, o apelo dos grandes líderes e
a nossa obrigação para com as próximas
gerações geram impacto diretamente
na proteção e melhora da natureza”.

AÇÃO EXEMPLAR
Responsabilidade social e ambien-
tal. Essas são as ações e as palavras de
ordem na padaria Sabor das Massas,
que colabora com o Recicla Morum-
bi desde 2008. Nildo Ferreira, gerente
geral do estabelecimento, conta que o
processo de aprendizagem para a se-
paração do lixo foi rápido. “Tudo o que
abrange ‘desafios’ tem tendência para
o entendimento, e todo mundo ajuda

94 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

porque gosta realmente de ajudar. Nós


orientamos para que o lixo orgânico
seja separado do não-orgânico e tudo
seja armazenado, separado e identifi-
cado, para depois ser retirado pelo pes-
soal da coleta”.
Sobre os ganhos que teve depois
de aderir a essa causa, Nildo é direto e
afirma que esse processo de aprendi-
zagem pelo qual todos passaram fez
com que a organização interna da em-
presa melhorasse muito.
“As pessoas precisam reciclar para
reduzir a quantidade de lixo, pois assim
colaboram com a limpeza pública e,
consequentemente, protegem o meio
ambiente. Esse processo reaproveita a
matéria, empregando novos tipos de
uso para materiais como plástico, pa-
pel e alumínio, que têm difícil decom-
posição quando depositados inade-
quadamente, prejudicando a natureza
e nós, que dependemos dela”.

CRIANÇAS TAMBÉM PARTICIPAM


Com tantas empresas preocupadas e
engajadas em todas essas questões, e
pessoas colaborando particularmen-
te com o processo de coleta seletiva
e reciclagem, o papel da escola tem
sido fundamental para que as crianças
deem o primeiro passo. Assim, apren-
der, praticar e crescer com esses hábi-
tos farão com que elas respeitem a na-
tureza e o espaço em que vivem.
Educando crianças de até cinco anos, o
colégio Kinder Kampus tem desenvol-
vido ações importantes para que elas
conheçam os problemas do meio am-
biente e entendam esses processos des-
de cedo. Eloisa Monteiro, coordenadora
operacional da Kinder, conta que além
dos alunos da educação infantil, a uni-
dade Kampus School, que educa crian-
ças de 6 a 11 anos, também colabora.
As duas escolas transformaram a ques-
tão do lixo em tema de sala de aula e
ensinam a todos os alunos a importân-
cia da separação dos materiais. “Quando
decidimos colaborar, nós conversamos

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 95


VITRINE

com todos os professores, equipes de


limpeza e cozinha, e descobrimos que
muitos já tinham o hábito de separar o
lixo em suas casas, o que tornou tudo
mais fácil, pois são pessoas que sabe-
riam explicar o processo com detalhes
para as crianças. Aqui na escola, dentro
da secretaria, coordenadoria e diretoria,
temos recipientes para papel e plástico.
Já em cada sala de aula são três: um para
restos de comida, um para papel e outro
para plástico, que são os materiais que
mais utilizamos aqui. As crianças já se
acostumaram e adoram ajudar”.
A ideia de colaborar com o Recicla sur-
giu em 2008, considerado pela ONU
o Ano Internacional do Planeta Terra,
mas mesmo antes de ter o material re-
colhido por eles, a escola já utilizava o
sistema de coleta seletiva. “Hoje em dia,
quem não conversa sobre esse assunto
está por fora. É tudo muito preocupan-
te porque sempre vemos vídeos e le-
mos matérias do mundo inteiro sobre
a questão do degelo dos polos e dos
animais em extinção. As pessoas pre-
cisam se conscientizar. Nós temos tido
respostas muito positivas em relação ao
que desenvolvemos com as crianças.
Muitas mães nos procuram para contar
que não separavam o lixo, e que depois
que os filhos aprenderam aqui na esco-
la, querem fazer a mesma coisa em casa
e dizem que ‘papel não pode ser jogado
com comida’. E isso é um benefício sem
tamanho, porque estamos plantando
uma sementinha e educando a socie-
dade que está vindo aí”, conclui Eloisa.
O meio ambiente é o local em que
vivemos, portanto, fundamental nas

O QUE RECICLAR
Papel e Papelão (jornais, revistas, folhetos,
caixas) Plásticos (potes, garrafas PET, sacos
plásticos, embalagens, sacolas de supermer-
cado Vidros (de alimentos, medicamentos,
garrafas, cacos) Metal Embalagens Te-
trapak Óleo de fritura Pilhas e baterias
Lâmpadas queimadas

96 MORUMBI DEZEMBRO 2009


VITRINE

Nós temos tido respostas


muito positivas. Muitas
mães nos procuram para contar
que não separavam o lixo, e que
depois que os filhos aprenderam
aqui na escola, querem fazer a
mesma coisa em casa.
Eloisa Monteiro, coordenadora
operacional do colégio
Kinder Kampus

nossas vidas. Aqui no bairro já é possí-


vel encontrar diversos estabelecimen-
tos que se adequaram a essa nova era
e já conhecem todos os benefícios
que esse tipo de atitude traz. O acú-
mulo de lixo gera sérias consequên-
cias para a natureza, então a conscien-
tização de todos é muito importante.
Se quisermos ter um futuro melhor e
sem riscos, precisamos fazer a nossa
parte para reverter tudo que já acon-
teceu até agora. Reduzir o consumo e
investir na reciclagem é a melhor for-
ma de ajudar, afinal, viver com quali-
dade é o que todos nós queremos!

SERVIÇO
Chic Chic Lab de Criação
Av. Dr. Guilherme
D. Villares, 1269
Tel.: 3507-7304
chiclab.com.br

Colégio Kinder Kampus


Dep. João Sussumu Hirata, 480
Tel.: 3743-7552
kinderkampus.com.br

Padaria Sabor das Massas


Prof. José Horácio M. Teixeira, 893
Tel.: 3739-0056
sabordasmassas.com.br

Recicla Morumbi
Av. Giovanni Gronchi, 5.819
Tel.: 3501-1763
reciclamorumbi.com.br

Tadashii Japanese Restaurant


Rua Jamanari, 40
Tel.: 2579-7777
tadashii.com.br

DEZEMBRO 2009 MORUMBI 97


FINAL FELIZ por Floriano Serra

Sua majestade, o SEXO!


Quando consentido e praticado com amor, sexo é gostoso e saudável. No entanto, nenhum tema ou aspecto
da vida a dois é tão comentado, divulgado, debatido, reprimido, sublimado e escondido quanto a vida sexual.
Em maior ou menor proporção, seja como causa ou efeito, problemas ligados à sexualidade dos parceiros estão
presentes na maioria das crises amorosas, pois o sexo é parte integrante e indissociável da vida a dois.

P
ara manutenção da sua saúde física, emocional e Em consequência, ele é estimulado a praticá-lo
psicológica, o ser humano tem absoluta necessi- precoce e frequentemente, enquanto a mulher tende a
dade de afeto em todas as suas formas e manifes- crescer sendo alvo de preconceitos e repressões.
tações, inclusive a sexual. Se, por um lado, não convém Outro fato que afeta a vida a dois é a rotinização
que ela se torne uma obsessão, por outro não deve ser do sexo que, em boa parte dos casais, costuma se ins-
negligenciada pelos parceiros. Não deve ser encarada talar na relação com o passar dos anos. Certamente
como atividade-fim – ou seja, não deve ser a meta prin- isso deve ser combatido. O sexo, além de ser uma festa
cipal da relação, mas sim como uma importante e indis- para o corpo, o coração e a mente, é uma necessidade
pensável atividade-meio, para ser atingido o objetivo para o equilíbrio psicofísico do ser humano. De forma
maior, que é o bem-estar e a felicidade do casal. natural, deve fazer parte da vida do casal, ocupando o
Há parceiros que exageram a importância do espaço e a importância que os parceiros julgarem con-
sexo, a ponto de transformá-lo em demonstrações veniente e satisfatório.
olímpicas e exibições comparativas. A prática do Muitas dessas questões podem ser resolvidas ou
sexo, por mais intensa e constante que seja, perma- esclarecidas simplesmente através de um diálogo fran-
nece saudável enquanto não perder de vista o ponto co e objetivo entre os parceiros. Na hipótese de per-
de equilíbrio com as demais manifestações amoro- manecerem dúvidas após o diálogo, nada de consul-
sas da vida a dois – como carinho, cuidados, respeito, tar outros casais, por mais amigos que sejam, pois eles
atenções e gentilezas. também terão suas dúvidas ou tenderão a responder
A maioria dos desentendimentos afetivos provo- com base nas próprias crenças e valores, os quais ne-
cados pela área sexual resulta de posturas e crenças cessariamente não valem para vocês. Se necessário,
divergentes dos parceiros, devido à forma de cada um convém procurar orientação de um psicoterapeuta
tratar, praticar e vivenciar o assunto. De um modo geral, que seja especializado no assunto.
homens e mulheres encaram o sexo de maneira dife- Regra geral, única e universal: jamais acredite no
rente, sobretudo devido a educação familiar e crenças que seus amigos e amigas contam sobre suas práticas
culturais. Tanto o homem como a mulher possuem o e desempenhos sexuais. Em poucas áreas da atividade
mesmo potencial fisiológico da libido, mas, numa cul- humana mente-se tanto quanto nesta!
tura ainda predominantemente machista como a nos- Enfim, na presença de problemas, os parceiros
sa, essa realidade biológica é distorcida e gera crenças devem ter uma boa conversa e acertar direitinho os
infundadas e absurdas. Desde cedo o homem aprende ponteiros na cama. E, claro, não estou me referindo ao
a associar sexo com macheza, poder, virilidade. relógio de cabeceira. 

Floriano Serra é psicólogo, consultor, palestrante, autor de vários livros e inúmeros artigos sobre o comportamento humano e colunista da revista Dolce. E-mail: florianoserra@somma4.com.br

98 MORUMBI DEZEMBRO 2009


CAMARGO