Вы находитесь на странице: 1из 17

A

GRU
PAM
ENT
O D
EES
COLA
SDAB
RAN
CA

Apresentação do Modelo de Auto-


Avaliação da Biblioteca Escolar –
RBE – Novembro 2009

REGIÃO: Direcção Regional do Centro (DREC)


DESIGNAÇÃO: “Práticas e Modelos na Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares”
ACÇÃO Nº.: Turma 3 FORMANDA: Dora Beatriz Martins Pereira Gomes
TAREFA 1 - ANEXO 5
A BIBLIOTECA ESCOLAR:
espaço equipado com um conjunto
significativo de recursos e de
equipamentos;
espaço formativo e de aprendizagem,
intrinsecamente relacionado com a escola,
com o processo de ensino /
aprendizagem, com a leitura e com as
literacias.
O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BE –
ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL

 O Modelo selecciona 4 domínios para


serem alvo de avaliação e análise:
“Os domínios seleccionados representam
as áreas essenciais para que a BE
cumpra, de forma efectiva, os
pressupostos e objectivos que suportam a
sua acção no processo educativo.”
(Modelo de Auto-Avaliação da Biblioteca Escolar, RBE, Novembro 09, pág. 2)
O Modelo apresenta uma listagem de
evidências por domínio / subdomínio e sugere
alguns instrumentos de recolha das mesmas;
Cada domínio / subdomínio surge, ainda,
articulado com um conjunto de perfis de
desempenho, que permitirão classificar a BE,
numa escala de 1 a 4.
Concluído o processo / ciclo de avaliação, o
Modelo aponta para a elaboração de um
Relatório de Auto-Avaliação.
DOMÍNIOS E SUBDOMÍNIOS:
A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular
A.1. Articulação curricular da BE com as
estruturas de coordenação e supervisão
pedagógica e os docentes;
A.2. Promoção das literacias da informação,
tecnológica e digital.
 trabalho cooperativo entre a BE e os
docentes; formação do utilizador.
B. Leitura e Literacia
 Formar leitores e utilizadores de
ambientes plurais, próprios da sociedade
do século XXI.
C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres
e de Abertura à Comunidade
C.1. Apoio a actividades livres, extra-
curriculares e de enriquecimento
curricular.
C.2. Projectos e parcerias.
Associar Saber e Fazer… em REDE!
Formar para os desafios da sociedade do
séc. XXI!
D. Gestão da Biblioteca Escolar
D.1. Articulação da BE com a escola /
agrupamento. Acesso e serviço prestados pela
BE.
D.2. Condições humanas e materiais para a
prestação de serviços.
D.3. Gestão da colecção / da informação.
Conseguir uma colecção que treine para o
sucesso!
Acompanhar os ambientes plurais do séc. XXI!
Desafio da BE: continuar a ter Utilizadores!
Organização de cada domínio/
subdomínio:
 Organizado em 4 pontos:
1. Indicadores;
2. Factores Críticos de Sucesso;
3. Evidências;
4. Acções para melhoria / exemplos.
Algumas Considerações:

 Os indicadores temáticos – concretizam-se em


diversos factores críticos de sucesso (exemplos
de situações, ocorrências, acções…);
 Os indicadores apontam para as zonas
nucleares de intervenção em cada domínio;
 Os indicadores permitem a aplicação de
elementos de medida que irão possibilitar uma
apreciação sobre a qualidade da BE.
Recolha de Evidências:
 A avaliação da BE deve apoiar-se na recolha
sistemática de evidências.
 Tais evidências incidem, por exemplo, sobre:
a) As condições de funcionamento da BE;
b) Os serviços que a BE presta à escola / agrupamento;
c) A utilização que é feita da BE pelos seus vários
utilizadores;
d) Os impactos da BE no ensino e na aprendizagem.
 O Modelo fornece possíveis instrumentos para a recolha
de evidências, deixando em aberto a possibilidade de
os adaptar à realidade de cada BE.
PERFIS DE DESEMPENHO:
 Caracterizam o que se espera da BE em cada
domínio / subdomínio analisado;
 Não dependem da acção isolada da BE –
implicam outros actores (órgãos de
administração e gestão e docentes em geral);
 Caracterizam-se numa escala de 4 níveis que
descrevem o desempenho da BE em cada
domínio / subdomínio;
 Com estes descritores pretende-se ajudar a
identificar a situação em que se encontra a BE,
identificar pontos de intervenção para melhoria
de nível.
O Relatório de Auto-Avaliação
 Instrumento que descreve os resultados da auto-avaliação;
 Aponta o conjunto de acções a ter em conta no (novo) plano de
acção da BE;
 Deve ser alvo de análise colectiva e de reflexão na escola /
agrupamento e originar a implementação de medidas adequadas
aos resultados obtidos;
 Pretende dar uma visão holística do funcionamento da BE;
 Assume-se como instrumento de sistematização e de difusão de
resultados;
 Deve ser apresentado junto dos órgãos de gestão e de decisão
pedagógica;
 Deve originar uma súmula a integrar o relatório de auto-avaliação
da escola / agrupamento;
 Deve orientar o Professor Bibliotecário na entrevista a realizar pela
Inspecção-Geral de Educação.
IMPLEMENTAÇÃO DO
PROCESSO
O Modelo adopta uma aproximação à
realidade por etapas – ciclo de 4 anos;
Em cada ano, é / são seleccionado (s) um
ou mais domínio (s) para ser (em) alvo de
avaliação;
Será feito um investimento mais
significativo nesse ou nesses domínio (s),
sem que isso signifique o abandono dos
restantes domínios!
Ciclo de cada etapa (ano):
1º identificação de um problema ou de um
desafio;
2º recolha de evidências (deverá ser feita
em pelo menos dois períodos diferentes
do ano);
3º interpretação da informação recolhida;
4º realização das mudanças necessárias;
5º recolha de novas evidências acerca do
impacto dessas mudanças.
CONSIDERAÇÕES FINAIS:
A aplicação do Modelo implica uma gestão
participada das mudanças e implica a
participação de todo o Agrupamento;
Pretende-se avaliar a qualidade e a eficácia da
BE e não o desempenho individual do Professor
Bibliotecário ou dos elementos que integram a
equipa da BE.
A auto-avaliação deve ser encarada como um
processo pedagógico e regulador, inerente à
gestão e procura de uma melhoria continua da
BE.
O Agrupamento deverá encarar este processo
como uma necessidade própria e não como
uma imposição exterior.
Todos irão beneficiar com a análise e reflexão
realizadas.
Espera-se que o processo de auto-avaliação
mobilize todo o Agrupamento, melhorando
através da acção colectiva as possibilidades
oferecidas pela BE!
(Modelo de Auto-Avaliação da Biblioteca Escolar,
RBE – Novembro 09, adaptado)