Вы находитесь на странице: 1из 2
Educação Moral e Religiosa Católica Ano letivo 2014-15 Trabalho a realizar para a disciplina de

Educação Moral e Religiosa Católica

Ano letivo 2014-15

Trabalho a realizar para a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica. Escolhe um dos dez discursos abaixo indicados. Procura o discurso e realiza uma das seguintes tarefas:

a) Redige um comentário teu ao discurso. [mínimo de 20 linhas com espaçamento simples, tamanho de letra 12, margens de 2,5 cm].

b) Ilustra o discurso, de forma que as imagens escolhidas sejam um comentário teu ao discurso.

c) Apresenta uma atualização do discurso.

O trabalho deverá ser enviado pela plataforma moodle.

DEZ DISCURSOS QUE TORNARAM O MUNDO MELHOR

Identificação do discurso

Autor

Relevância

Sermão da Montanha (Mt 5-7)

Jesus Cristo

Proclama as bem-aventuranças e um conjunto de princípios éticos, decisivos para a construção de um mundo mais justo.

 

Padre António Vieira

 

Sermão de Santo António aos Peixes Maranhão (Brasil), 1654

(1608-1697)

Com recurso à metáfora dos peixes, grandes e pequenos, denuncia a prepotência dos que têm poder sobre os mais fracos.

Missionário Jesuíta

Português

 
 

Abraham Lincoln

Discurso comemorativo de uma batalha que originou o fim da guerra civil americana, a qual provocara mais de 150 mil mortos, por causa da escravatura que oprimia as pessoas de raça negra. Lincoln assinou, em 1 de Janeiro de 1963, a Proclamação de Emancipação, na qual declarava definitivamente livres todos os escravos da Confederação Americana.

Discurso de Gettysburg – Gettysburg (EUA),

(1809-1865)

Presidente dos Estados Unidos da América

19

de Novembro de 1863

 

Emmeline Pankhurst

 

(1858-1928)

«Venho aqui como um soldado»

Discurso proferido nos EUA,

Fundadora da Liga dos Direitos da Mulheres, defensora dos direitos de participação política das mulheres

Cinco anos após este discurso (Junho de 1918), foi concedido às mulheres britânicas com mais de 30 anos o direito de voto.

13

de Novembro de 1913

 

John Fitzgerald Kennedy

Discurso proferido na cidade de Berlim, sendo ouvido dos dois lados do Muro que fora construído pelos russos, em Agosto de 1961. Este discurso denunciava a vergonha que a separação de Berlim constituía, afirmando que todas as pessoas livres eram berlinenses. Contudo, só 26 anos depois deste discurso é que o muro foi derrubado.

«Ich bin ein berliner» Berlim,

(1917-1963)

Presidente dos Estados

26

de Junho de 1963

Unidos da América

 

(1961-1963)

 

Martin Luther King, Jr.

Discurso proferido junto ao monumento a Lincoln, em Washington,

«Tenho um sonho — I have a dream» Washington,

(1929-1968)

no decurso de uma marcha pelos direitos cívicos.

Ativista dos direitos das pessoas de raça negra

A causa de Martin Luther King veio a valer-lhe a morte, por

assassínio, a 4 de Abril de 1968, mas Martin Luther King é relembrado, nos Estados Unidos da América, todos os anos, na terceira segunda-feira de Janeiro.

28

de Agosto de 1963

 

Prémio Nobel da Paz (1964)

«Aceitamos viver convosco numa paz permanente» Parlamento israelita,

Anwar El-Sadat

Este discurso é de uma simbologia extraordinária, na medida em que é proferido por um líder muçulmano, o primeiro, em pleno parlamento israelita. O conteúdo do discurso é de elevado sentido religioso e político. Sadat foi assassinado, por fundamentalistas islâmicos, em 1981.

(1918-1981)

Presidente do Egipto

19

de Novembro de 1977

Prémio Nobel da Paz

islâmicos, em 1981. (1918-1981) Presidente do Egipto 19 de Novembro de 1977 Prémio Nobel da Paz
Educação Moral e Religiosa Católica Identificação do discurso Autor Relevância «A liberdade da nossa

Educação Moral e Religiosa Católica

Identificação do discurso

Autor

Relevância

«A liberdade da nossa Polónia tem um preço muito elevado»

Karol Wojtyla, João Paulo II

Este discurso ocorreu no decurso da segunda visita de João Paulo II ao seu país natal, dominado pelo regime comunista, que limitava as liberdades individuais e, em particular, a liberdade religiosa. Muitos atribuem a este discurso um papel decisivo no processo de contestação ao regime, em particular pelo impulso que deu ao sindicato «Solidariedade», liderado por Lech Walesa, que viria a ser eleito, em 1990, primeiro Presidente da Polónia, após o derrube do regime.

(1920-2005)

Papa, entre 1978 e 2005

Mosteiro de Jasna Gora (Polónia),

Quando foi eleito Papa era Cardeal de Cracóvia

18

de Junho de 1983

(Polónia)

 

Yitzhak Rabin

Discurso proferido na Casa Branca, de congratulação por terem sido assinados, com Arafat, em Oslo, os acordos que perspetivavam uma paz duradoura para o Próximo Oriente. Graças a este acordo, no ano seguinte, Rabin, Shimon Peres e Yasser Arafat recebem o Prémio Nobel da Paz. Contudo, alguns sectores da sociedade israelita interpretaram estes acordos como uma traição, assassinando, em 1995, Yitzhak Rabin.

(1922-1995)

«Basta de sangue e lágrimas. Basta!»

Casa Branca, Washington,

Primeiro-Ministro israelita (1974-1977; 1992-1995)

13

de Setembro de 1993

 

Prémio Nobel da Paz (1994)

 

Nelson Mandela

Discurso proferido no dia em que venceu as eleições para a presidência da África do Sul. A relevância deste discurso decorre do conteúdo (a afirmação da reconciliação entre brancos e negros, num país que vinha de um regime de décadas — o apartheid — que menosprezava os negros), mas também do autor, pois Nelson Mandela faz este discurso apenas quatro anos depois da libertação do cativeiro a que fora submetido desde 1964.

«Finalmente, livres» Joanesburgo, 2 de Maio de 1994

(1918-2013)

Presidente da República da África do Sul (1994-1999)

livres» Joanesburgo, 2 de Maio de 1994 (1918-2013) Presidente da República da África do Sul (1994-1999)