Вы находитесь на странице: 1из 2

“Fórmula mágica” para se fazer um resumo acadêmico eficiente

Baseado na NBR 6028 (ABNT, 2003)

Prof. Cleber Tourinho,


Programa de Pós-Graduação em Letras e Lingüística, UFBA, CNPq.

Para um resumo eficiente, lembre-se de que a regra é a seguinte: quem lê seu


resumo não precisa ler seu trabalho inteiro. Ou seja, o resumo deve ser
completo. Para isso, deve-se:

a) No primeiro período de seu texto, você deve dizer exatamente qual a


proposta geral do trabalho; daí explicar o que se quer provar e a
importância da atividade;
b) Então, apresentar a metodologia adotada para se chegar aos resultados;
c) Após isso, relatar brevemente qualquer outro ponto que se julgue
importante, observações, conteúdo básico, etc.; e
d) Explicar quais foram as conclusões alcançadas pela pesquisa e se foi
possível provar a hipótese primária.
e) Devem ser escolhidas de três a cinco “palavras-chave”, ou “termos-
chave” que condensem o conteúdo do trabalho (para fins de indexação
bibliográfica).

Todas essas etapas devem ser feitas em pelo menos umas 250
palavras e não mais de 500.

Obs.:

• O Resumo deve ter todo o texto em terceira pessoa (impessoal).


• Não devem ser usadas frases negativas.
• Não se devem fazer juízos de espécie alguma (tipo: “é um excelente
trabalho”, “uma ótima demonstração disso ou daquilo”, “condições
miseráveis de sobrevivência”, “governantes despreparados e corruptos”,
etc.).
• Não se pode copiar nada do texto de sua monografia ou artigo palavra
por palavra.
• Não devem ser citadas fontes, nomes de autores, etc.
• O texto é em espaço simples, justificado, fonte 12, em um bloco único,
sem divisão por parágrafos.
Exemplo de Resumo eficiente, passo a passo:

RESUMO

Este trabalho tem como objetivo principal estimar o custo da ampliação da


cobertura do Programa de Saúde da Família no município de Livramento de
Nossa Senhora, cidade situada na região sudoeste do Estado da Bahia,
programa esse cuja implantação se deu no ano de 2000. A estratégia
metodológica divide-se em quatro etapas, buscando, assim, elementos
essenciais para que, através de estudo descritivo, quantitativo e exploratório,
fosse realizada uma análise dos elementos característicos do processo de
financiamento, bem com a evolução do Programa na referida área geográfica
escolhida para o estudo. Com a formulação e a implantação do Sistema Único
de Saúde (SUS) ocorre um expressivo movimento de reforma sanitária,
inserido no movimento mais amplo de redemocratização. O Programa de
Saúde da Família surge como estratégia para impulsionar a troca de um
modelo de atenção com foco na assistência curativa e no sistema hospitalar.
Tal estratégia tem como principal propósito organizar o trabalho de atenção à
saúde em novas bases e substituir a prática tradicional, levando a saúde para
mais perto das famílias. Para uma provável melhoria significativa nos
indicadores de saúde do município de Livramento de Nossa Senhora, é preciso
aumentar o percentual de cobertura do PSF através da ampliação do número
de equipes. Para tanto, fez-se necessário estimar os custos e as
conseqüências do processo de financiamento desta ampliação da cobertura. A
pesquisa mostrou que a ampliação do PSF é viável, uma vez que os impactos
orçamentários serão mínimos (principalmente quando as ESF são certificadas
pela SESAB), além de que essa ação irá contribuir em muito para a
reorganização e modificação do modelo predominantemente assistencialista de
atenção à saúde vigente, adequando todo o sistema e possibilitando a
promoção de mudanças.

Palavras-chave: Política de Saúde. Impactos Orçamentários. Saúde da


Família.