You are on page 1of 12

Escola Secundária Francisco de Holanda

Guimarães

Química 12
Unidade 1 – Metais
Actividade prática laboratorial 1.3.

“Corrosão de metais”? Relatório

Docente: Rui Vítor Costa

GRUPO 2:
Gustavo Campos
Miguel Lemos
Orlando Oliveira
Pedro Costa

Data da realização: 30/11/2009 a 06/12/2009


Relatório “Corrosão e protecção de metais”

Índice

Parte teórica
•Introdução


Parte experimental
•Material e reagentes …………………………………..
………………….
•Procedimento …….

……………………………………………………………
•Registo de dados e observações
•Preparação de soluções – cálculos ……………………..
•Registo de observações ……………………………...……..
•Análise dos resultados e conclusões …………………..…………..
•Anexos ………….

………………………………………………………………..
•Bibliografia ………………………………………………….

………………....

Parte teórica
1. Introdução
O objectivo da actividade laboratorial era estudar a ocorrência, ou não, de corrosão em
alguns metais (ferro, cobre, zinco, níquel e alumínio) quando mergulhados em soluções
com diferentes iões metálicos, tendo em atenção os seus potenciais padrão de redução.
À excepção do alumínio, os metais utilizados na experiência são metais de transição e
integram o 4º período da Tabela Periódica. Por serem metais, possuem uma baixa
afinidade electrónica e uma baixa energia de ionização pelo que originam facilmente
iões positivos (catiões), ou seja, apresentam uma elevada propensão para se oxidarem.
Quanto menor for o potencial padrão de redução de um metal, maior será o seu poder
redutor, isto é, oxidar-se-á com maior facilidade.

• A corrosão dos metais:


A corrosão é a acção destrutiva que o meio ambiente exerce sobre um metal, dando
origem a problemas técnicos e económicos graves. Há dois tipos de corrosão: a corrosão
seca e a corrosão húmida. A primeira é o ataque sofrido pelos metais por parte dos gases
sem qualquer humidade. A segunda, a mais grave, é provocada pelos agentes dissolvidos
na água, no solo ou na humidade do ar.
Um dos exemplos mais evidentes é a corrosão do ferro que, em contacto com o oxigénio
húmido, dá origem à ferrugem. Os óxidos de ferro hidratados que constituem a ferrugem
formam uma camada porosa, que não adere à superfície do metal e que se vai soltando,
ficando novamente o ferro sujeito à acção dos agentes atmosféricos.
A corrosão não é mais do que uma reacção de oxidação-redução indesejável onde há a
transferência de electrões. Há, portanto, a intervenção de um agente redutor que vai doar
electrões sofrendo oxidação (corrosão) e um agente oxidante que irá receber esses
mesmos eletrões.
Parte experimental

Material e Reagentes
Reagentes:
14g Sulfato de Ferro (II)

18,8g Nitrato de Alumínio

xxx
xxx

xxx

xxx

xxx

Água destilada

Material:
1 Funil

7 Balão de

7 Vidro de Relógio

Fragmentos de diversos tipos de metais (cobre, zinco, ferro, alumínio, níquel)

1 Balança analítica

1 Espátula

30 Gobelés

Procedimento
Inicialmente calculámos a massa dos diferentes sais necessária para a experiência;
Procedemos à preparação das soluções:
Pesámos a quantidade necessária de cada sal e colocámo-lo num balão xxxxxxx;
Introduzimos água destilada no balão xxxxx até perfazer o volume total desejado
(0,5dm3);
Agitámos a solução;
Posteriormente, colocámos pequenas quantidades das soluções em diferentes gobelés
tendo, de seguida, introduzido os fragmentos metálicos.
Esperámos um semana e registámos as observações.

4. Registo de dados e observações

4.1. Preparação das soluções – cálculos:


Preparação das soluções com um volume de 0,5dm3 e concentração igual a
0,1M.
TABELA X: Cálculos para a determinação da massa de sal a utilizar:

Sal Cálculo

n=cxv
Nitrato de Alumínio <=> n = 0,1 x 0,5
<=> n = 0,05 mol
Al(NO3)3
m=nxM
(Al3+ + NO3-) <=> m = 0,05 x 375,13
<=> m = 18,8g

n=cxv
Sulfato de Ferro (II) <=> n = 0,1 x 0,5
<=> n = 0,05 mol
FeSO4
m=nxM
(Fe2+ + SO42-) <=> m = 0,05 x 278,02
<=> m = 14g
4.2. Cálculo xxxxxxx

TABELA X: Potenciais padrão de redução para a temperatura de 25ºC

Semi-reacção de redução E0 / V
Mg2+ + 2e- → Mg - 2,37
Al3+ + 3e- → Al - 1,66
Zn2+ + 2e- → Zn - 0,76
Fe2+ + 2e- → Fe - 0,44
Ni2+ + 2e- → Ni - 0,25
Cu2+ + 2e- → Cu + 0,34
Ag+ + e- → Ag + 0,80

TABELA X:

Cu2+ Ni2+ Fe2+ Zn2+ Al3+ Mg2+ Ag+


Cu - 0,59 - 0,78 - 1,10 - 2,00 - 2,71 + 0,46
Ni + 0,59 - 0,19 - 0,51 - 1,41 - 2,12 + 1.50
Fe + 0,78 + 0,19 - 0,32 - 1,22 - 1,93 + 1,24
Zn + 1,10 + 0,51 + 0,32 - 0,90 - 1,61 + 1,56
Al + 2,00 + 1,41 + 1,22 + 0,90 - 0,71 + 2,46
NOTA: Os metais cuja ____ deverão reagir espontaneamente. Os metais que _____ não deverão reagir
entre si.
4.3. Registo das observações:

TABELA X: Resultados obtidos na experiência

Cu2+ Ni2+ Fe2+ Zn2+ Al3+ Mg2+ Ag+


Cu - 0,59 - 0,78 - 1,10 - 2,00 - 2,71 + 0,46
Ni + 0,59 - 0,19 - 0,51 - 1,41 - 2,12 + 1.50
Fe + 0,78 + 0,19 - 0,32 - 1,22 - 1,93 + 1,24
Zn + 1,10 + 0,51 + 0,32 - 0,90 - 1,61 + 1,56
Al + 2,00 + 1,41 + 1,22 + 0,90 - 0,71 + 2,46
LEGENDA:
Ocorreu reacção

Não ocorreu reacção

TABELA X: Comparação entre os resultados previstos e os resultados obtidos

Cu2+ Ni2+ Fe2+ Zn2+ Al3+ Mg2+ Ag+


Cu - 0,59 - 0,78 - 1,10 - 2,00 - 2,71 + 0,46
Ni + 0,59 - 0,19 - 0,51 - 1,41 - 2,12 + 1.50
Fe + 0,78 + 0,19 - 0,32 - 1,22 - 1,93 + 1,24
Zn + 1,10 + 0,51 + 0,32 - 0,90 - 1,61 + 1,56
Al + 2,00 + 1,41 + 1,22 + 0,90 - 0,71 + 2,46
LEGENDA:
Resultado obtido condizente com o previsto

Resultado obtido diferente do previsto


TABELA X: Registo da cor das soluções de sais

Solução Cor característica Imagem


2+
Cu
Ni2+
Fe2+
Zn2+
Al3+
Mg2+
Ag+

TABELAS X, X, X: Registo da cor final da solução de Cu2+, após a introdução dos metais

Solução de Cu2+
Metal Cor Imagem
Cu
Ni Azul claro
Fe Alaranjado
Zn Transparente
Al

Solução de Ni2+
Metal Cor Imagem
Cu Verde
Ni
Fe Esverdeado
Zn Verde
Al
Solução de Fe2+
Metal Cor Imagem
Cu Laranja
amarelado
Ni Laranja
amarelado
Fe
Zn Transparente
alaranjado
Al

Solução de Zn2+
Metal Cor Imagem
Cu Transparente
Ni Transparente
Fe Transparente
alaranjado
Zn
Al

Solução de Al3+
Metal Cor Imagem
Cu Transparente
Ni Transparente
Fe Laranja
carregado
Zn Esbranquiçado
Al

Solução de Mg2+
Metal Cor Imagem
Cu Transparente
Ni VAZIO
Fe Transparente c/
suspensões
laranja
Zn Transparente
Al

Solução de Ag2+
Metal Cor Imagem
Cu Azul muito claro
Ni Transparente
Fe Transparentes c/
suspensões
laranja
Zn LIQUIDO
EVAPORADO
Al

Análise dos resultados e Conclusões


A actividade realizada

Bibliografia
http://www.prof2000.pt/users/afolhas/redox.htm#A_corrosão_dos_metais