Вы находитесь на странице: 1из 112

métodosA

métodosA

seus métodos

métodosA

A Terra – um planeta muito especial

geosferaCompreender

geosfera

geosferaCompreender

da geosfera

da

da

dinâmica da

os os seus seus

seus

dinâmica

estrutura e e e e a a a a dinâmica

dinâmica

geólogos e e e e os

os

geólogos

os geólogos

geólogos

estrutura estrutura

Compreender a a a a estrutura

os os

Geologia, os

Geologia,

A Geologia,

Geologia,

Compreender

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com Preparar o Exa me Nacional de Biologia

netxplica@hotmail.com

Preparar o Exa me Nacional de Biologia e Geologia

Geologia 10|11

Te stes de Avali ação

ANO I - resoresoresoreso lvidoslvidoslvidoslvidos

ação ANO I - resoresoresoreso lvidoslvidoslvidoslvidos Com a tipologia dos Exam es Nacionais EDIÇÃO 4 –

Com a tipologia dos Exam es Nacionais

EDIÇÃO 4 revista a 3 d e Junho de 2010

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com Tes te de Avaliação de Biologia e

netxplica@hotmail.com

Tes te de Avaliação de Biologia e Geologia

10.º Ano de Escolaridade

1 – A Geologia, os geólogos e os se us métodos

VERSÃO 1

Duração do Te ste: 120 minutos

Na folha de respostas, indica de forma legível a versão do Teste.

A ausência dessa indicação impl ica a classificação com zero pontos das respostas ao s itens do

Grupo I (1, 2, 3, 4 e 5), do Grupo 5, 6 e 7).

II (1, 2, 3, 4 e 5), do Grupo III (1, 2, 3, 4, 5 e 6) e do Grupo IV (1, 2, 3, 4,

Utiliza apenas caneta ou esferog ráfica de tinta indelével, azul ou preta.

Não é permitido o uso de corre ctor. Em caso de engano, deves riscar, de forma ine quívoca, aquilo que pretendes que não seja classific ado.

Escreve de forma legível a nume ração dos grupos e dos itens, bem como as respectiv as respostas.

As respostas ilegíveis ou que nã o possam ser identificadas são classificadas com zero pontos.

Para cada item, apresenta apen as uma resposta. Se escreveres mais do que uma re sposta a um mesmo item, apenas é classificada a res posta apresentada em primeiro lugar.

Para responder aos itens de esc olha múltipla, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a letra que identifica a única alt ernativa correcta.

Para responder aos itens de ass ociação, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a letra que identifica cada afi rmação e o número que identifica o único elemento corresponde.

da chave que lhe

Para responder aos itens de ord enamento, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a sequência de letras que ident ificam os elementos a ordenar.

As cotações dos itens encontram -se no final do enunciado do teste.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO I de costa. Nessa situada no

netxplica@hotmail.com

GRUPO I

de costa. Nessa

situada no bordo norte de um supercontinent e, sofreu intensa

sedimentação detrítica. A con tínua subida do nível médio da água do mar lev ou à deposição de

materiais cada vez mais fino s, o que favoreceu a fossilização de muitos sere s vivos, tais como

as Trilobites e os Graptólitos.

nessa altura, nem plantas ne m animais em ambientes terrestres.

da água do mar –

regressão marinha – e a con sequente deposição de materiais mais grosseiro s. Esta regressão marinha deveu-se, em parte, ao movimento das placas tectónicas, que provo cou deformações nos materiais, originando um a importante cadeia montanhosa da qual o anticl inal de Valongo é, hoje, uma reminiscência.

Há cerca de 480 M.a., no altura, a região de Arouca,

período Ordovícico, ocorreu um recuo da linha

Estes seres viviam em ambientes marinhos, nã o se conhecendo,

Durante o Devónico, ocor reram uma progressiva descida do nível médio

No final do Carbónico, h á 300 M.a., a meteorização e a erosão das v ertentes da bacia carbonífera originaram a dep osição de materiais que conduziram, posteriorm ente, à formação

de xistos com fósseis de plan tas, intercalados com arenitos, e de um espesso conglomerado. O

continentes então

dobramento sofrido por esta s rochas terá resultado da reunião dos vários

existentes, que terá dado o rigem ao supercontinente Pangea, há cerca d e 250 M.a. Este

pela extinção das

processo terá sido responsá vel pela instalação dos granitos desta região e Trilobites à escala global.

dos granitos desta região e Trilobites à escala global. Extraído de http:/ /www.webartigos.com/ Figura 1 –

Extraído de http:/ /www.webartigos.com/

Figura 1 – Trilobites

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Os sedimentos do período D evónico apresentam maior percentagem de quart zo, porque este mineral…

(A)

é dos primeiros a cris talizar durante o arrefecimento do magma.

(B)

apresenta um ponto

de fusão muito elevado.

(C)

é resistente à meteor ização física e química.

(D)

possui um grande pe ríodo de semivida.

2. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Os arenitos formaram-se a pa rtir das areias, devido a processos de…

(A)

erosão, seguida de tr ansporte.

(B)

compactação, seguid a de cimentação.

(C)

meteorização, seguid a de deposição.

(D)

transporte, seguido d e sedimentação.

3. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, seq uencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

A presença de Graptólitos em

estratos sedimentares do Ordovícico permite de terminar a idade

dessas rochas se e sses fósseis apresentarem uma reduzida distribu ição

(A)

relativa … estratigráfi ca

(B)

relativa … geográfica

(C)

absoluta … estratigrá fica

(D)

absoluta … geográfic a

4. Faz corresponder a cad a uma das letras das afirmações de A a E respectiva rocha, indicad a na chave.

Afirmações

a designação da

A. É uma rocha sedime ntar detrítica, não consolidada.

B. É uma rocha sedime ntar detrítica, consolidada.

C. É uma rocha sedime ntar quimiogénica.

D. É uma rocha magmá tica plutónica.

E. É uma rocha metam órfica, não foliada.

Chave

I.

Gneisse

II.

Calcário

III.

Mármore

IV.

Carvão

V.

Areia

VI.

Granito

VII.

Basalto

VIII.

Argilito

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 5. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

5. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Na região de Arouca, durant e o Devónico, formou-se uma cadeia montanh osa resultante de

uma intensa actividade geol ógica sedimentares.

da dim ensão das bacias

, associada a

(A)

distensiva … uma red ução

(B)

compressiva … uma redução

(C)

compressiva … um a umento

(D)

distensiva … um aum ento

6. As rochas sedimentares,

embora apresentem pouca expressão em ter mos volumétricos,

cobrem cerca de 75% d o nosso planeta, pois são rochas que se forma m à superfície da crusta.

Explica, resumidamente, o

consolidada, fazendo referên cia às quatro etapas da sedimentogénese.

processo de formação de uma rocha sedimen tar detrítica, não

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO II A Idade do Gelo

netxplica@hotmail.com

GRUPO II

A Idade do Gelo

Pleistocénico (no

Cenozóico), ocorreu uma di minuição acentuada da temperatura média à su perfície da Terra, desencadeando uma era glac iar. Mesmo antes de ter sido reconhecida a sua extensão a todo o

globo, já se defendia a ideia da ocorrência alternada de avanços e de recuos continentes.

clima manteve-se, uniformemente, mais amen o. No entanto, há

registos de glaciações gener alizadas a todo o globo, durante a era Paleozóic a. De acordo com o registo geológico, a ocorrên cia de eras glaciares é um fenómeno raro na his tória do planeta.

Durante mais de um sécu lo, geólogos e meteorologistas procuraram desv endar a causa de tais episódios, tendo sido ava nçadas várias hipóteses como, por exemplo:

– a quantidade de energia e mitida pelo Sol sofreria variações, coincidindo com períodos de menor quan tidade de energia emitida;

– a ocorrência de fenómenos

as eras glaciares

do gelo sobre os

Há menos de 2 milhões

de anos, no início de uma época chamada

Em épocas anteriores, o

vulcânicos generalizados poderia ser responsá vel pela alteração

da quantidade de radiação s olar que atinge a superfície da Terra, determina ndo a descida de temperatura necessária à oco rrência de uma era glaciar.

Terra como, por determinariam a

ocorrência de períodos em q ue a Terra receberia maior ou menor quantida de de energia do

exemplo, a excentricidade

– a variação cíclica de parâ metros de algumas das propriedades orbitais da

da órbita

e a inclinação do eixo de rotação,

Sol, desencadeando a entrad a numa era glaciar ou numa era interglaciar.

Actualmente, pensa-se que,

diversos factores como os c iclos astronómicos, a tectónica de placas, os (com formação de relevos) e as correntes oceânicas.

na origem destes episódios, está a ocorrênc ia simultânea de

ciclos orogénicos

está a ocorrênc ia simultânea de ciclos orogénicos Extraíd o de http://etc.usf.edu/ Figura 2 – Mamute

Extraíd o de http://etc.usf.edu/

Figura 2 –

Mamute (Cenozóico)

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Relativamente às hipóteses e xplicativas da causa das eras glaciares, pode afi rmar-se que…

(A)

…a variação da qua ntidade de energia emitida pelo Sol ao longo do causa desencadeado ra de eras glaciares.

tempo é a única

(B)

…quanto maior for a

quantidade de radiação reflectida para o espa ço, mais elevada

será a temperatura m édia à superfície da Terra.

(C)

…a determinação d e idades absolutas idênticas para uma era g laciar e para um episódio vulcânico p ermite concluir que é a actividade vulcânica q ue desencadeia a glaciação.

(D)

…se a cada era glac iar estivesse associado um ciclo orogénico, en tão seria possível estabelecer uma corr elação entre esses ciclos e as eras glaciares.

2. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Uma evidência da alternância

de sucessivos períodos de avanço e de recuo d os gelos, durante

o

Pleistocénico, seria a desco berta de formações geológicas onde…

 

(A)

…fossem encontrado s sedimentos típicos de eras glaciares.

(B)

…depósitos glaciário s se intercalem noutros, com muitos vestígios de matéria orgânica.

(C)

…fosse evidente a er osão provocada pelo avanço de um glaciar.

(D)

…os estratos de orig em glaciária se encontrassem sob outros com ori gens distintas.

3.

Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Durante uma era glaciar,

transportada pelos rios, fica r etida em terra. Em consequência, o nível médio das águas do mar

parte

da

água

que

normalmente

correria

p ara

os

oceanos,

,

deixando

larga s áreas das plataformas continentais.

(A)

sobe … a descoberto

(B)

sobe … submersas

(C)

desce … a descobert o

(D)

desce … submersas

4.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

O

Cenozóico é a Era em que apareceram na Terra…

 

(A)

…os mamíferos e as aves.

(B)

…os primeiros homin ídeos.

(C)

…as amonites.

(D)

…as primeiras planta s com flor.

5.

Selecciona a única altern ativa que permite obter afirmações correctas.

A

passagem do Mesozóico p ara o Cenozóico, há cerca de 65,5 M.a., ficou ma rcada…

 

(A)

…pela extinção dos d inossauros e de muitas espécies marinhas (50% ) e terrestres.

(B)

…pela extinção de m uitas espécies marinhas (95%) e terrestres.

(C)

…pela extinção das t rilobites.

(D)

…pelo aparecimento de animais com concha ou carapaça.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Há cerca de 400 M.a. , no

netxplica@hotmail.com

6. Há cerca de 400 M.a. , no Devónico, surgiu a camada de ozono, desenvolvimento da vida em ambientes terrestres.

que permitiu o

Explica as interacções Biosfe ra Atmosfera Biosfera, tendo em conta a o rigem da camada de ozono e a expansão da vi da em meio terrestre.

7. Ao material rochoso que se encontra total ou parcialmente fundido, em lo cais profundos da Terra, dá-se o nome de m agma, o qual está na origem das lavas que são expelidas por um vulcão.

Explica a afirmação «As roch as magmáticas extrusivas ou vulcanitos apresen tam aspectos que fornecem informações sobre as condições da sua génese».

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO III Pon tes continentais –

netxplica@hotmail.com

GRUPO III

Pon tes continentais – realidade ou ficção?

se originou uma conhecida como o

única vez. A região – uma ár ea mais ou menos vasta – onde isso ocorre é

«centro de origem» de uma espalhar-se por áreas ainda

ecológica trave a sua dispers ão.

Os Descobrimentos Portu gueses, seguidos das grandes viagens de explo ração dos séculos XVII, XVIII e XIX, deram a c onhecer à civilização europeia múltiplas formas de vida, actuais e passadas, cuja existência er a ignorada na altura. Estudos sistemáticos, de n atureza geológica e paleontológica, permitiram t ambém constatar os seguintes factos:

espécie. A partir do seu centro de origem, c ada espécie pode mais vastas, até que uma qualquer barreira fís ica, ambiental ou

Um dos pressupostos bá sicos da Biogeografia é o de que cada espécie

Lystrossaurus aparece foss ilizado em estratos do Pérmico (Paleozóico), n a Antárctida e na África do Sul;

• em terrenos datados do Pér mico, Mesossaurus é um fóssil comum em Áfric a e na América do Sul;

em terrenos datados do

Carbónico (Paleozóico), encontram-se fósseis

de uma planta,

Glossopteris, na Índia, em Ma dagáscar, em África e na América do Sul.

Como explicar estas correlaç ões? Afinal, entre as áreas continentais citadas,

existem oceanos

que constituem barreiras

inicialmente, bastante eficaze s.

à

dispersão

das

espécies

terrestres,

barreir as

consideradas,

´ ´ ´ ´ do Sul ´
´
´
´
´
do Sul
´

Adaptado de http://vol cano.oregonstate.edu/

Figura 3 - Pangea

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com Alguns autores sugeriram a existência

netxplica@hotmail.com

Alguns autores sugeriram a existência de pontes continentais – faixas mai s ou menos largas

de terra firme – que estabele ciam a ligação entre os diferentes continentes. U m dos defensores

geólogo austríaco

que sugeriu que os continen tes antigos eram mais vastos do que os actua is e que os seus

fragmentos jazem hoje no

abatimentos contínuos da cr osta, que se afundou nos materiais subjacentes , à medida que a Terra foi arrefecendo e se foi contraindo.

fundo dos oceanos. Segundo aquele autor , teriam ocorrido

da existência destas massas

rochosas foi Eduard Suess (1831-1914), um

Alfred Wegener (1880-19 30), um meteorologista alemão, defendeu a h ipótese da deriva

anos atrás, foram-

se separando ao longo do s tempos. Esta hipótese, retomada mais tard e e devidamente reformulada, ficou conhecida como Teoria da Tectónica de Placas.

continental: os continentes, q ue formaram uma massa única há milhões de

1.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

 

É

um argumento a favor da h ipótese das pontes continentais

 

(A)

…a existência de ani mais semelhantes em áreas geográficas separa das por oceanos,

 

sem que para aí tives sem sido levados pela acção do homem.

 

(B)

…a dispersão de alg umas espécies poder ser travada por barreiras c omo a localização de massas continent ais em zonas climáticas distintas.

(C)

o facto da Améric a do Sul e da Antárctida estarem, na actualid ade, praticamente ligadas por uma cad eia de ilhas - uma pequena descida do nível d as águas do mar poria em evidência u ma banda de terra a unir as duas massas contine ntais

(D)

…o Mesossaurus se r um fóssil comum em África e na América do datados do Pérmico.

Sul, em terrenos

2.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

É

um argumento a favor da h ipótese da deriva continental

 

(A)

…o facto de, em terre nos formados em diferentes Eras, se encontrare m fósseis de uma planta, Glossopteris, na Índia, em Madagáscar, em África e na Améric a do Sul.

(B)

…a Glossopteris ser um género típico de latitudes elevadas que apa rece associado a depósitos glaciários.

(C)

…o facto de, na Am érica do Sul, as rochas do Carbónico apresent arem associações faunísticas semelhan tes às que se encontram em rochas da mesma i dade, em África.

(D)

…nunca terem sido antigos.

encontrados, no fundo dos oceanos, fragment os de continentes

3.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

 

O

Mesossaurus foi descobert o em rochas da África do Sul e da América do S ul. Na Antárctida,

não se encontraram rochas q ue datem da altura em que aquele animal vive u. De acordo com

estes dados, pode afirmar-se

Mesossaurus na Antárctida é que…

que uma explicação plausível para a inexistên cia de fósseis de

(A)

…Mesossaurus não

colonizou os ecossistemas existentes na Antárcti da.

(B)

…o clima, na Antárcti da, não era propício à sobrevivência de Mesoss aurus.

(C)

…durante o Pérmico , não ocorreram condições favoráveis à forma ção de fósseis na Antárctida.

(D)

…na Antárctida, os e stratos contemporâneos de Mesossaurus foram

erodidos.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 4. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

4. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

evento único, de

grandes proporções, localiza do no tempo», generalizadas a outros seres viv os, enquadram-se em hipóteses

Afirmações do tipo «A exti nção de Mesossaurus pode atribuir-se a um

(A)

…catastrofistas.

(B)

…actualistas.

(C)

…uniformitaristas.

(D)

…mobilistas.

5. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

A Glossopteris era uma plant a

e

(A)

aquática … sem flor

(B)

aquática … com flor

(C)

terrestre … sem flor

(D)

terrestre … com flor

6. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Arenitos, mantos de basalto, camadas de carvão, depósitos glaciares e rocha s cristalinas, com a mesma idade, encontrada s em certas regiões de continentes actualme nte distantes, são rochas

(A)

…sedimentares detrí ticas e biogénicas.

(B)

…magmáticas e met amórficas.

(C)

…sedimentares e ma gmáticas.

(D)

…metamórficas e se dimentares.

7. Com base na localizaçã o de vulcões e sismos, foi possível considerar

a litosfera dividida

em porções chamadas pl acas litosféricas, cuja espessura é de cerca de 1 00 km.

Explica, à luz da teoria da tec tónica de placas, como é possível que os fundos bastante jovens, comparativa mente com os 4600 M.a. que são atribuídos à

conta os fenómenos que litosféricas.

oceânicos sejam Terra, tendo em

ocorrem nos limites convergentes e diverge ntes das placas

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO IV Humanidade, na do ponto de

netxplica@hotmail.com

GRUPO IV

Humanidade, na do ponto de vista

categoria de Paisagem Cultu ral, é também um local de grande relevância

geológico. Deve a sua origem

A actividade magmática da r egião está relacionada com a abertura do ocean o Atlântico, de sul para norte, e com a abertur a do golfo da Biscaia. Uma vez que as Placa s Euro-Asiática e Norte-Americana se encontr avam unidas e que o Atlântico não se enco ntrava totalmente aberto, um braço de mar insi nuava-se, de sul para norte, constituindo a Baci a Lusitânica, onde as formações sedimentares s e foram depositando.

A história geológica desta região começa com a deposição de sedimentos em meio marinho

do nível do mar, o

profundo. Devido ao preench imento da bacia por sedimentos e a variações

ambiente de deposição evo luiu sucessivamente, no decurso do Mesozói co, para marinho menos profundo, recifal, lag uno-marinho, fluvial e lacustre. As rochas magm áticas geradas a

grandes profundidades, há

cerca de 80 milhões de anos, metamorfizara m as formações

sedimentares do Mesozóico . Posteriormente, estas foram erodidas, ficand o a descoberto o núcleo ígneo, que se enco ntra actualmente acima das plataformas sed imentares que o rodeiam. Este núcleo aprese nta uma estrutura em domo, de forma aproxim adamente elíptica,

alongada na direcção E-W, c om 10 km de comprimento e 5 km de largura. Al gumas das rochas

mesmo magma

que o constituem são gran itos, dioritos e gabros, que resultaram de um parental.

A serra de Sintra, clas sificada pela UNESCO como Património da

a um fenómeno de intrusão magmática.

como Património da a um fenómeno de intrusão magmática. Figura 4 - Corte geológico da região,

Figura 4 - Corte geológico da região, sem r elações de escala

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1.

Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

O

fenómeno de intrusão mag mática que deu origem à serra de Sintra foi resp onsável pelo

aparecimento de rochas

com textura

(A)

metamórficas … não foliada

(B)

sedimentares … não foliada

(C)

metamórficas … folia da

(D)

sedimentares … folia da

2. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

De entre as rochas sedimen tares, a deposição mais

permite inferir que houve

da unidade d e conglomerados

da energia do agente transportador.

(A)

antiga … aumento

(B)

recente … aumento

(C)

antiga … diminuição

(D)

recente … diminuição

3. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

A existência, na serra de Sint ra, de gabros, dioritos e granitos, formados a pa rtir de um mesmo

magma parental, permite infe rir que…

(A)

…diferentes tipos de rochas magmáticas podem originar-se a partir d o mesmo magma.

(B)

…o magma parental manteve a composição química durante a solidifi cação.

(C)

…os minerais constit uintes das rochas formadas possuem o mesmo p onto de fusão.

(D)

…as rochas formada s nestas condições têm a mesma constituição mi neralógica.

4. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

região deformou lenta e gradualmente os estr atos encaixantes.

no final do século

Esta afirmação baseia-se no

XVIII.

A actividade magmática da

princípio do

,

defendido por

(A)

(B)

(C)

(D)

uniformitarismo … Cu vier

catastrofismo … Cuvi er

uniformitarismo … Hu tton

catastrofismo … Hutt on

5. Ordena as letras de A a F, que se referem a acontecimentos ocorridos n a região da actual serra de Sintra, de modo a reconstituires a sequência cronológica desse s acontecimentos. Inicia a ordenação pela a firmação A.

A. Formação da Bacia L usitânica.

B. Ocorrência de metam orfismo de contacto com formação da auréola d e metamorfismo.

C. Fossilização das peg adas dos dinossauros.

D. Ocorrência de uma fa lha.

E. Deposição de sedime ntos em meio marinho.

F. Instalação da intrusã o magmática.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

6. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Foi possível reconstituir o pal eoambiente do Mesozóico na serra de Sintra, de vido à…

(A)

ocorrência de rochas magmáticas.

(B)

existência de fósseis de idade na região.

(C)

ocorrência de fenóme nos de metamorfismo.

(D)

existência de fósseis de fácies na região.

7. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Carbono-14, pode

valor de uma

determinar-se a idade

semivida destes isótopos, qu e é de 5700 anos.

Se num calcário for encontr ada calcite com 75% de Azoto-14 e 25% de

desta rocha, multiplicando por

o

(A)

absoluta … 2

(B)

relativa … 2

(C)

absoluta … 3

(D)

relativa … 3

8. No final do período Cretá cico, extinguiram-se os dinossauros e formou-se a serra de Sintra. O registo fóssil, que co mprova a presença desses animais na região , encontra-se em estratos com posição ver tical.

Explica a posição actual dos estratos em que se observa o registo fóssil de di nossauros, tendo

em conta posição original dos

estratos onde esse registo terá ocorrido.

FIM

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com Tes te de Avaliação de Biologia e

netxplica@hotmail.com

Tes te de Avaliação de Biologia e Geologia

10.º Ano de Escolaridade

1 – A Geologia, os geólogos e os se us métodos

VERSÃO 2

Duração do Te ste: 120 minutos

Na folha de respostas, indica de forma legível a versão do Teste.

A ausência dessa indicação impl ica a classificação com zero pontos das respostas ao s itens do

Grupo I (1, 2, 3, 4 e 5), do Grupo 5, 6 e 7).

II (1, 2, 3, 4 e 5), do Grupo III (1, 2, 3, 4, 5 e 6) e do Grupo IV (1, 2, 3, 4,

Utiliza apenas caneta ou esferog ráfica de tinta indelével, azul ou preta.

Não é permitido o uso de corre ctor. Em caso de engano, deves riscar, de forma ine quívoca, aquilo que pretendes que não seja classific ado.

Escreve de forma legível a nume ração dos grupos e dos itens, bem como as respectiv as respostas.

As respostas ilegíveis ou que nã o possam ser identificadas são classificadas com zero pontos.

Para cada item, apresenta apen as uma resposta. Se escreveres mais do que uma re sposta a um mesmo item, apenas é classificada a res posta apresentada em primeiro lugar.

Para responder aos itens de esc olha múltipla, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a letra que identifica a única alt ernativa correcta.

Para responder aos itens de ass ociação, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a letra que identifica cada afi rmação e o número que identifica o único elemento corresponde.

da chave que lhe

Para responder aos itens de ord enamento, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a sequência de letras que ident ificam os elementos a ordenar.

As cotações dos itens encontram -se no final do enunciado do teste.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO I de costa. Nessa situada no

netxplica@hotmail.com

GRUPO I

de costa. Nessa

situada no bordo norte de um supercontinent e, sofreu intensa

sedimentação detrítica. A con tínua subida do nível médio da água do mar lev ou à deposição de

materiais cada vez mais fino s, o que favoreceu a fossilização de muitos sere s vivos, tais como

as Trilobites e os Graptólitos.

nessa altura, nem plantas ne m animais em ambientes terrestres.

da água do mar –

regressão marinha – e a con sequente deposição de materiais mais grosseiro s. Esta regressão marinha deveu-se, em parte, ao movimento das placas tectónicas, que provo cou deformações nos materiais, originando um a importante cadeia montanhosa da qual o anticl inal de Valongo é, hoje, uma reminiscência.

Há cerca de 480 M.a., no altura, a região de Arouca,

período Ordovícico, ocorreu um recuo da linha

Estes seres viviam em ambientes marinhos, nã o se conhecendo,

Durante o Devónico, ocor reram uma progressiva descida do nível médio

No final do Carbónico, h á 300 M.a., a meteorização e a erosão das v ertentes da bacia carbonífera originaram a dep osição de materiais que conduziram, posteriorm ente, à formação

de xistos com fósseis de plan tas, intercalados com arenitos, e de um espesso conglomerado. O

continentes então

dobramento sofrido por esta s rochas terá resultado da reunião dos vários

existentes, que terá dado o rigem ao supercontinente Pangea, há cerca d e 250 M.a. Este

pela extinção das

processo terá sido responsá vel pela instalação dos granitos desta região e Trilobites à escala global.

dos granitos desta região e Trilobites à escala global. Extraído de http:/ /www.webartigos.com/ Figura 1 –

Extraído de http:/ /www.webartigos.com/

Figura 1 – Trilobites

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Os sedimentos do período D evónico apresentam maior percentagem de quart zo, porque este mineral…

(A)

possui um grande pe ríodo de semivida.

(B)

é dos primeiros a cris talizar durante o arrefecimento do magma.

(C)

apresenta um ponto

de fusão muito elevado.

(D)

é resistente à meteor ização física e química.

2. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Os arenitos formaram-se a pa rtir das areias, devido a processos de…

(A)

transporte, seguido d e sedimentação.

(B)

erosão, seguida de tr ansporte.

(C)

compactação, seguid a de cimentação.

(D)

meteorização, seguid a de deposição.

3. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, seq uencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

A presença de Graptólitos em

estratos sedimentares do Ordovícico permite de terminar a idade

dessas rochas se e sses fósseis apresentarem uma reduzida distribu ição

(A)

absoluta … geográfic a

(B)

relativa … estratigráfi ca

(C)

relativa … geográfica

(D)

absoluta … estratigrá fica

4. Faz corresponder a cad a uma das letras das afirmações de A a E respectiva rocha, indicad a na chave.

Afirmações

a designação da

A. É uma rocha sedime ntar detrítica, não consolidada.

A. É uma rocha sedime ntar detrítica, consolidada.

B. É uma rocha sedime ntar quimiogénica.

C. É uma rocha magmá tica plutónica.

D. É uma rocha metam órfica, não foliada.

Chave

I.

Argilito

II.

Gneisse

III.

Calcário

IV.

Mármore

V.

Carvão

VI.

Areia

VII.

Granito

VIII.

Basalto

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 5. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

5. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Na região de Arouca, durant e o Devónico, formou-se uma cadeia montanh osa resultante de

uma intensa actividade geol ógica sedimentares.

da dim ensão das bacias

, associada a

(A)

distensiva … um aum ento

(B)

distensiva … uma red ução

(C)

compressiva … uma redução

(D)

compressiva … um a umento

6. As rochas sedimentares,

embora apresentem pouca expressão em ter mos volumétricos,

cobrem cerca de 75% d o nosso planeta, pois são rochas que se forma m à superfície da crusta.

Explica, resumidamente, o

consolidada, fazendo referên cia às quatro etapas da sedimentogénese.

processo de formação de uma rocha sedimen tar detrítica, não

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO II A Idade do Gelo

netxplica@hotmail.com

GRUPO II

A Idade do Gelo

Pleistocénico (no

Cenozóico), ocorreu uma di minuição acentuada da temperatura média à su perfície da Terra,

desencadeando uma era glac iar. Mesmo antes de ter sido reconhecida a sua extensão a todo o

globo, já se defendia a ideia da ocorrência alternada de avanços e de recuos continentes.

clima manteve-se, uniformemente, mais amen o. No entanto, há

registos de glaciações gener alizadas a todo o globo, durante a era Paleozóic a. De acordo com o registo geológico, a ocorrên cia de eras glaciares é um fenómeno raro na his tória do planeta.

Durante mais de um sécu lo, geólogos e meteorologistas procuraram desv endar a causa de tais episódios, tendo sido ava nçadas várias hipóteses como, por exemplo:

as eras glaciares

– a quantidade de energia e mitida pelo Sol sofreria variações, coincidindo com períodos de menor quan tidade de energia emitida;

vulcânicos generalizados poderia ser responsá vel pela alteração

– a ocorrência de fenómenos

do gelo sobre os

Há menos de 2 milhões

de anos, no início de uma época chamada

Em épocas anteriores, o

da quantidade de radiação s olar que atinge a superfície da Terra, determina ndo a descida de temperatura necessária à oco rrência de uma era glaciar.

– a variação cíclica de parâ metros de algumas das propriedades orbitais da

exemplo, a excentricidade

ocorrência de períodos em q ue a Terra receberia maior ou menor quantida de de energia do Sol, desencadeando a entrad a numa era glaciar ou numa era interglaciar.

Terra como, por determinariam a

da órbita

e a inclinação do eixo de rotação,

Actualmente, pensa-se qu e, na origem destes episódios, está a ocorrên cia simultânea de

ciclos orogénicos

diversos factores como os c iclos astronómicos, a tectónica de placas, os (com formação de relevos) e as correntes oceânicas.

os (com formação de relevos) e as correntes oceânicas. Extraíd o de http://etc.usf.edu/ Figura 2 –

Extraíd o de http://etc.usf.edu/

Figura 2 –

Mamute (Cenozóico)

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Relativamente às hipóteses e xplicativas da causa das eras glaciares, pode afi rmar-se que…

(A)

…se a cada era glac iar estivesse associado um ciclo orogénico, en tão seria possível estabelecer uma corr elação entre esses ciclos e as eras glaciares.

(B)

…a variação da qua ntidade de energia emitida pelo Sol ao longo do causa desencadeado ra de eras glaciares.

tempo é a única

(C)

…quanto maior for a

quantidade de radiação reflectida para o espa ço, mais elevada

será a temperatura m édia à superfície da Terra.

(D)

…a determinação d e idades absolutas idênticas para uma era g laciar e para um episódio vulcânico p ermite concluir que é a actividade vulcânica q ue desencadeia a glaciação.

2. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Uma evidência da alternância

de sucessivos períodos de avanço e de recuo d os gelos, durante

o

Pleistocénico, seria a desco berta de formações geológicas onde…

 

(A)

…os estratos de orig em glaciária se encontrassem sob outros com ori gens distintas.

(B)

…fossem encontrado s sedimentos típicos de eras glaciares.

(C)

…depósitos glaciário s se intercalem noutros, com muitos vestígios de matéria orgânica.

(D)

…fosse evidente a er osão provocada pelo avanço de um glaciar.

3.

Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Durante uma era glaciar,

transportada pelos rios, fica r etida em terra. Em consequência, o nível médio das águas do mar

parte

da

água

que

normalmente

correria

p ara

os

oceanos,

,

deixando

larga s áreas das plataformas continentais.

(A)

desce … submersas

(B)

sobe … a descoberto

(C)

sobe … submersas

(D)

desce … a descobert o

4.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

O

Cenozóico é a Era em que apareceram na Terra…

 

(A)

…as primeiras planta s com flor.

(B)

…os mamíferos e as aves.

(C)

…os primeiros homin ídeos.

(D)

…as amonites.

5.

Selecciona a única altern ativa que permite obter afirmações correctas.

A

passagem do Mesozóico p ara o Cenozóico, há cerca de 65,5 M.a., ficou ma rcada…

 

(A)

…pelo aparecimento de animais com concha ou carapaça.

(B)

…pela extinção dos d inossauros e de muitas espécies marinhas (50% ) e terrestres.

(C)

…pela extinção de m uitas espécies marinhas (95%) e terrestres.

(D)

…pela extinção das t rilobites.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Há cerca de 400 M.a. , no

netxplica@hotmail.com

6. Há cerca de 400 M.a. , no Devónico, surgiu a camada de ozono, desenvolvimento da vida em ambientes terrestres.

que permitiu o

Explica as interacções Biosfe ra Atmosfera Biosfera, tendo em conta a o rigem da camada de ozono e a expansão da vi da em meio terrestre.

7. Ao material rochoso que se encontra total ou parcialmente fundido, em lo cais profundos da Terra, dá-se o nome de m agma, o qual está na origem das lavas que são expelidas por um vulcão.

Explica a afirmação «As roch as magmáticas extrusivas ou vulcanitos apresen tam aspectos que fornecem informações sobre as condições da sua génese».

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO III Pon tes continentais –

netxplica@hotmail.com

GRUPO III

Pon tes continentais – realidade ou ficção?

se originou uma conhecida como o

única vez. A região – uma ár ea mais ou menos vasta – onde isso ocorre é

espécie. A partir do seu centro de origem, c ada espécie pode mais vastas, até que uma qualquer barreira fís ica, ambiental ou

ecológica trave a sua dispers ão.

Os Descobrimentos Portu gueses, seguidos das grandes viagens de explo ração dos séculos XVII, XVIII e XIX, deram a c onhecer à civilização europeia múltiplas formas de vida, actuais e passadas, cuja existência er a ignorada na altura. Estudos sistemáticos, de n atureza geológica e paleontológica, permitiram t ambém constatar os seguintes factos:

«centro de origem» de uma espalhar-se por áreas ainda

Um dos pressupostos bá sicos da Biogeografia é o de que cada espécie

Lystrossaurus aparece foss ilizado em estratos do Pérmico (Paleozóico), n a Antárctida e na África do Sul;

• em terrenos datados do Pér mico, Mesossaurus é um fóssil comum em Áfric a e na América do Sul;

de uma planta,

• em terrenos datados do

Glossopteris, na Índia, em Ma dagáscar, em África e na América do Sul.

Como explicar estas correla ções? Afinal, entre as áreas continentais citadas , existem oceanos

que constituem barreiras

inicialmente, bastante eficaze s.

à dispersão das espécies terrestres, barreir as consideradas,

Carbónico (Paleozóico), encontram-se fósseis

´ ´ ´ ´ do Sul ´
´
´
´
´
do Sul
´

Adaptado de http://vol cano.oregonstate.edu/

Figura 3 - Pangea

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com Alguns autores sugeriram a existência

netxplica@hotmail.com

Alguns autores sugeriram a existência de pontes continentais – faixas mai s ou menos largas

de terra firme – que estabele ciam a ligação entre os diferentes continentes. U m dos defensores

geólogo austríaco

que sugeriu que os continen tes antigos eram mais vastos do que os actua is e que os seus

fragmentos jazem hoje no

abatimentos contínuos da cr osta, que se afundou nos materiais subjacentes , à medida que a Terra foi arrefecendo e se foi contraindo.

fundo dos oceanos. Segundo aquele autor , teriam ocorrido

da existência destas massas

rochosas foi Eduard Suess (1831-1914), um

Alfred Wegener (1880-19 30), um meteorologista alemão, defendeu a h ipótese da deriva

anos atrás, foram-

se separando ao longo do s tempos. Esta hipótese, retomada mais tard e e devidamente reformulada, ficou conhecida como Teoria da Tectónica de Placas.

continental: os continentes, q ue formaram uma massa única há milhões de

1.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

É

um argumento a favor da h ipótese das pontes continentais

 

(A)

…o Mesossaurus se r um fóssil comum em África e na América do

Sul, em terrenos

 

datados do Pérmico.

 

(B)

…a existência de ani mais semelhantes em áreas geográficas separa das por oceanos, sem que para aí tives sem sido levados pela acção do homem.

(C)

…a dispersão de alg umas espécies poder ser travada por barreiras c omo a localização de massas continent ais em zonas climáticas distintas.

(D)

o facto da Améric a do Sul e da Antárctida estarem, na actualid ade, praticamente ligadas por uma cad eia de ilhas - uma pequena descida do nível d as águas do mar poria em evidência u ma banda de terra a unir as duas massas contine ntais

2.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

É

um argumento a favor da h ipótese da deriva continental

 

(A)

…nunca terem sido

encontrados, no fundo dos oceanos, fragment os de continentes

 

antigos.

 

(B)

…o facto de, em terre nos formados em diferentes Eras, se encontrare m fósseis de uma planta, Glossopteris, na Índia, em Madagáscar, em África e na Améric a do Sul.

(C)

…a Glossopteris ser um género típico de latitudes elevadas que apa rece associado a depósitos glaciários.

(D)

…o facto de, na Am érica do Sul, as rochas do Carbónico apresent arem associações faunísticas semelhan tes às que se encontram em rochas da mesma i dade, em África.

3.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

O

Mesossaurus foi descobert o em rochas da África do Sul e da América do S ul. Na Antárctida,

não se encontraram rochas q ue datem da altura em que aquele animal vive u. De acordo com

estes dados, pode afirmar-se

Mesossaurus na Antárctida é que…

que uma explicação plausível para a inexistên cia de fósseis de

(A)

…na Antárctida, os e stratos contemporâneos de Mesossaurus foram

erodidos.

(B)

…Mesossaurus não

colonizou os ecossistemas existentes na Antárcti da.

(C)

…o clima, na Antárcti da, não era propício à sobrevivência de Mesoss aurus.

(D)

…durante o Pérmico , não ocorreram condições favoráveis à forma ção de fósseis na Antárctida.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 4. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

4. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

evento único, de

grandes proporções, localiza do no tempo», generalizadas a outros seres viv os, enquadram-se em hipóteses

Afirmações do tipo «A exti nção de Mesossaurus pode atribuir-se a um

(A)

…mobilistas.

(B)

…catastrofistas.

(C)

…actualistas.

(D)

…uniformitaristas.

5. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

A Glossopteris era uma plant a

e

(A)

terrestre … com flor

(B)

aquática … sem flor

(C)

aquática … com flor

(D)

terrestre … sem flor

6. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Arenitos, mantos de basalto, camadas de carvão, depósitos glaciares e rocha s cristalinas, com a mesma idade, encontrada s em certas regiões de continentes actualme nte distantes, são rochas

(A)

…metamórficas e se dimentares.

(B)

…sedimentares detrí ticas e biogénicas.

(C)

…magmáticas e met amórficas.

(D)

…sedimentares e ma gmáticas.

7. Com base na localizaçã o de vulcões e sismos, foi possível considerar

a litosfera dividida

em porções chamadas pl acas litosféricas, cuja espessura é de cerca de 1 00 km.

Explica, à luz da teoria da tec tónica de placas, como é possível que os fundos bastante jovens, comparativa mente com os 4600 M.a. que são atribuídos à

conta os fenómenos que litosféricas.

oceânicos sejam Terra, tendo em

ocorrem nos limites convergentes e diverge ntes das placas

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO IV Humanidade, na do ponto de

netxplica@hotmail.com

GRUPO IV

Humanidade, na do ponto de vista

categoria de Paisagem Cultu ral, é também um local de grande relevância

geológico. Deve a sua origem

A actividade magmática da r egião está relacionada com a abertura do ocean o Atlântico, de sul para norte, e com a abertur a do golfo da Biscaia. Uma vez que as Placa s Euro-Asiática e Norte-Americana se encontr avam unidas e que o Atlântico não se enco ntrava totalmente aberto, um braço de mar insi nuava-se, de sul para norte, constituindo a Baci a Lusitânica, onde as formações sedimentares s e foram depositando.

A história geológica desta região começa com a deposição de sedimentos em meio marinho

do nível do mar, o

profundo. Devido ao preench imento da bacia por sedimentos e a variações

ambiente de deposição evo luiu sucessivamente, no decurso do Mesozói co, para marinho menos profundo, recifal, lag uno-marinho, fluvial e lacustre. As rochas magm áticas geradas a

grandes profundidades, há

cerca de 80 milhões de anos, metamorfizara m as formações

sedimentares do Mesozóico . Posteriormente, estas foram erodidas, ficand o a descoberto o núcleo ígneo, que se enco ntra actualmente acima das plataformas sed imentares que o rodeiam. Este núcleo aprese nta uma estrutura em domo, de forma aproxim adamente elíptica,

alongada na direcção E-W, c om 10 km de comprimento e 5 km de largura. Al gumas das rochas

mesmo magma

que o constituem são gran itos, dioritos e gabros, que resultaram de um parental.

A serra de Sintra, clas sificada pela UNESCO como Património da

a um fenómeno de intrusão magmática.

como Património da a um fenómeno de intrusão magmática. Figura 4 - Corte geológico da região,

Figura 4 - Corte geológico da região, sem r elações de escala

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1.

Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

O

fenómeno de intrusão mag mática que deu origem à serra de Sintra foi resp onsável pelo

aparecimento de rochas

com textura

(A)

sedimentares … folia da

(B)

metamórficas … não foliada

(C)

sedimentares … não foliada

(D)

metamórficas … folia da

2. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

De entre as rochas sedimen tares, a deposição mais

permite inferir que houve

da unidade d e conglomerados

da energia do agente transportador.

(A)

recente … diminuição

(B)

antiga … aumento

(C)

recente … aumento

(D)

antiga … diminuição

3. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

A existência, na serra de Sint ra, de gabros, dioritos e granitos, formados a pa rtir de um mesmo

magma parental, permite infe rir que…

(A)

…as rochas formada s nestas condições têm a mesma constituição mi neralógica.

(B)

…diferentes tipos de rochas magmáticas podem originar-se a partir d o mesmo magma.

(C)

…o magma parental manteve a composição química durante a solidifi cação.

(D)

…os minerais constit uintes das rochas formadas possuem o mesmo p onto de fusão.

4. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

região deformou lenta e gradualmente os estr atos encaixantes.

no final do século

Esta afirmação baseia-se no

XVIII.

A actividade magmática da

princípio do

,

defendido por

(A)

(B)

(C)

(D)

catastrofismo … Hutt on

uniformitarismo … Cu vier

catastrofismo … Cuvi er

uniformitarismo … Hu tton

5. Ordena as letras de A a F, que se referem a acontecimentos ocorridos n a região da actual serra de Sintra, de modo a reconstituires a sequência cronológica desse s acontecimentos. Inicia a ordenação pela a firmação A.

A. Formação da Bacia L usitânica.

B. Instalação da intrusã o magmática.

C. Ocorrência de metam orfismo de contacto com formação da auréola d e metamorfismo.

D. Fossilização das peg adas dos dinossauros.

E. Ocorrência de uma fa lha.

F. Deposição de sedime ntos em meio marinho.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

6. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Foi possível reconstituir o pal eoambiente do Mesozóico na serra de Sintra, de vido à…

(A)

existência de fósseis de fácies na região.

(B)

ocorrência de rochas magmáticas.

(C)

existência de fósseis de idade na região.

(D)

ocorrência de fenóme nos de metamorfismo.

7. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Carbono-14, pode

valor de uma

determinar-se a idade

semivida destes isótopos, qu e é de 5700 anos.

Se num calcário for encontr ada calcite com 75% de Azoto-14 e 25% de

desta rocha, multiplicando por

o

(A)

relativa … 3

(B)

absoluta … 2

(C)

relativa … 2

(D)

absoluta … 3

8. No final do período Cretá cico, extinguiram-se os dinossauros e formou-se a serra de Sintra. O registo fóssil, que co mprova a presença desses animais na região , encontra-se em estratos com posição ver tical.

Explica a posição actual dos estratos em que se observa o registo fóssil de di nossauros, tendo

em conta posição original dos

estratos onde esse registo terá ocorrido.

FIM

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com COTAÇÕES   GRUPO I 1. 5

netxplica@hotmail.com

COTAÇÕES

 

GRUPO I

1.

5 pontos

2.

5 pontos

3.

5 pontos

4.

10 pontos

5.

5 pontos

6.

20 pontos

 

Subtotal

50 pontos

 

GRUPO II

1.

5 pontos

2.

5 pontos

3.

5 pontos

4.

5 pontos

5.

5 pontos

6.

20 pontos

7.

10 pontos

 

Subtotal

55 pontos

 

GRUPO III

1.

5 pontos

2.

5 pontos

3.

5 pontos

4.

5 pontos

5.

5 pontos

6.

5 pontos

7.

20 pontos

 

Subtotal

50 pontos

 

GRUPO IV

1.

5 pontos

2.

5 pontos

3.

5 pontos

4.

5 pontos

5.

5 pontos

6.

5 pontos

7.

5 pontos

8.

10 pontos

 

Subtotal

45 pontos

 

TOTAL

200 pontos

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com PROPOSTA DE CORRECÇÃO GRUPO I VERSAO

netxplica@hotmail.com

PROPOSTA DE CORRECÇÃO

GRUPO I

VERSAO 1: 1-C; 2-B; 3-A

VERSAO 2: 1-D; 2-C; 3-B

VERSAO 1: 4. A–V; B–VIII; C –II; D–VI; E–III.

VERSAO 2: 4. A–VI; B–I; C–II I; D–VII; E–IV.

TABELA 1

2: 4. A–VI; B–I; C–II I; D–VII; E–IV. TABELA 1 VERSAO 1: 5-B VERSAO 2: 5-C

VERSAO 1: 5-B

VERSAO 2: 5-C

6. A resposta deve abordar o s seguintes tópicos (VER TABELA 3):

as rochas sofrem me teorização, sendo alteradas física e quimicament e;

os agentes erosivos

actuam sobre as rochas alteradas, removendo as partículas que

foram alteradas – os sedimentos (erosão);

os sedimentos sofre m transporte para outros locais e são deposita quando as condições do meio são propícias.

dos (sedimentação)

GRUPO II

VERSAO 1: 1-D; 2-B; 3-C; 4- B; 5-A.

VERSAO 2: 1-A; 2-C; 3-D; 4-C; 5-B.

6. A resposta deve abordar o s seguintes tópicos (VER TABELA 3):

em ambiente aquátic o, os primeiros seres fotossintéticos (biosfera) lib ertaram oxigénio;

o oxigénio libertado

acumulou-se na atmosfera, permitindo a formaç ão da camada de

ozono;

uma vez que a cam ada de ozono filtra as radiações ultravioleta, n ocivas à vida, os seres vivos (biosfera) puderam, então, colonizar o meio terrestre.

7. A resposta deve abordar o s seguintes tópicos (VER TABELA 2):

a ocorrência de mi nerais de pequenas dimensões (que não tivera m tempo para se desenvolverem) nos vulcanitos,…

…reflecte a sua form ação à superfície, onde o arrefecimento do mag ma é rápido,.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO III VERSAO 1: 1 - C; 2-C; 3-D;

netxplica@hotmail.com

GRUPO III

VERSAO 1: 1-C; 2-C; 3-D; 4- A; 5-C; 6-C.

VERSAO 2: 1-D; 2-D; 3-A; 4-B; 5- D; 6-D.

7. A resposta deve abordar o s seguintes tópicos (VER TABELA 3):

a juventude dos fun dos oceânicos deve-se à mobilidade das placa s litosféricas, que conduz à sua renova ção;

os

limites

fundos

oceânico s

são

continuamente

gerados

ao

longo

do s

riftes

divergentes,…

…ao mesmo tempo q ue as regiões mais antigas que os constituem s ão destruídas nas zonas de subducção (fossas) – limites convergentes.

GRUPO IV

VERSAO 1: 1-A; 2-B; 3-A; 4- C.

VERSAO 1: 5. A-E-C-F-B-D

VERSAO 2: 1-B; 2-C; 3-B; 4-D.

VERSAO 2: 5. A-F-D-B-C-E

VERSAO 1: 6-D; 7-A.

VER SAO 2: 6-A; 7-B.

8. A resposta deve abordar o s seguintes tópicos (VER TABELA 2):

os estratos onde s e encontram as pegadas fossilizadas formara m-se na posição horizontal;

as forças exercidas

pela intrusão magmática levaram à deforma ção dos estratos,

conduzindo à sua po sição vertical.

TABELA 2

à deforma ção dos estratos, conduzindo à sua po sição vertical. TABELA 2 http://netxplica.com • PÁGINA
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com TABELA 3 http://netxplica.com •

netxplica@hotmail.com

TABELA 3

aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com TABELA 3 http://netxplica.com • PÁGINA 30 / 111
aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com TABELA 3 http://netxplica.com • PÁGINA 30 / 111
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com Tes te de Avaliação de Biologia e

netxplica@hotmail.com

Tes te de Avaliação de Biologia e Geologia

10.º Ano de Escolaridade

2 – A Terra, um planeta muit o especial

VERSÃO ÚNICA

Duração do Te ste: 120 minutos

Na folha de respostas, indica de forma legível a versão do Teste.

A ausência dessa indicação impl ica a classificação com zero pontos das respostas ao s itens do

Grupo I (1, 2, 3, 4 e 5), do Grupo 5, 6 e 7).

II (1, 2, 3, 4 e 5), do Grupo III (1, 2, 3, 4, 5 e 6) e do Grupo IV (1, 2, 3, 4,

Utiliza apenas caneta ou esferog ráfica de tinta indelével, azul ou preta.

Não é permitido o uso de corre ctor. Em caso de engano, deves riscar, de forma ine quívoca, aquilo que pretendes que não seja classific ado.

Escreve de forma legível a nume ração dos grupos e dos itens, bem como as respectiv as respostas.

As respostas ilegíveis ou que nã o possam ser identificadas são classificadas com zero pontos.

Para cada item, apresenta apen as uma resposta. Se escreveres mais do que uma re sposta a um mesmo item, apenas é classificada a res posta apresentada em primeiro lugar.

Para responder aos itens de esc olha múltipla, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a letra que identifica a única alt ernativa correcta.

Para responder aos itens de ass ociação, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a letra que identifica cada afi rmação e o número que identifica o único elemento corresponde.

da chave que lhe

Para responder aos itens de ord enamento, escreve, na folha de respostas:

• o número do item;

• a sequência de letras que ident ificam os elementos a ordenar.

As cotações dos itens encontram -se no final do enunciado da prova.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO I Vulcanism o lunar terá mais

netxplica@hotmail.com

GRUPO I

Vulcanism o lunar terá mais de 4 mil milhões de ano s

Uma actividade vulcânica po de ter começado na Lua há 4,35 mil milhões de anos, pouco após a formação da Terra. O vul canismo ter-se-á iniciado quando a crosta do s atélite natural da Terra estava ainda em forma ção, segundo os investigadores Kentaro Terada e Mahesh Anand, da Universidade de Hiroshim a e da Open University, respectivamente.

de um meteorito

Estas conclusões foram obt idas após a análise e a datação de minerais

proveniente da Lua, o Kalaha ri 009, com 13,5 quilos, que foi encontrado no B otsuana em 1999.

proveniente das

Alguns dos minerais estava m ligados a fragmentos de magma cristalizado mais antigas erupções que o correram nas planícies da Lua.

Segundo os investigadores, fosfato encontrados na rocha .

anos 70, após as

mas eram todas mais recentes, tendo apenas e ntre 3,5 e 3,9 mil

Outras amostras lunares de missões lunares do Apollo,

a datação da Kalahari 009 foi realizada a partir de cinco grãos de

origem vulcânica foram trazidas no início dos

milhões de anos, o que fazia pensar que o vulcanismo apenas tinha surgido n o astro há menos de 3,9 mil milhões de anos.

Pensa-se que a Lua se form ou numa grande colisão da Terra com um objec to do tamanho de Marte, há 4500 milhões de a nos, o que ejectou para a órbita terrestre a imen sa quantidade de detritos de onde nasceria o n osso satélite natural.

Extraído e adaptado de: Diário Digital |

Lusa – 06.12.2007

e adaptado de: Diário Digital | Lusa – 06.12.2007 Extraído de: http:/ /www.psrd.hawaii.edu/ Figura 1 –

Extraído de: http:/ /www.psrd.hawaii.edu/

Figura 1 – Fragmentos de basalto no meteorit o lunar Kalahari 009

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

A Lua é um satélite natural q ue…

(A)

…terá resultado de u m acontecimento catastrófico.

(B)

…apresenta crateras de impacto distribuídas uniformemente na crost a.

(C)

…apresenta predomi nância de rochas metamórficas em toda a sua su perfície.

(D)

…possui idêntica com posição litológica em toda a sua superfície.

2. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, seq uencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Os continentes lunares são r egiões uma rocha clara rica em felds patos.

,

sendo constituídos principalme nte por

(A)

escarpadas … anorto sito

(B)

escarpadas … basalt o

(C)

planas

anortosito

(D)

planas … basalto

,

3. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

A datação

admitir que o vulcanismo no n osso satélite se iniciou muito

de mate riais do meteorito Kalahari 009, proveniente d a Lua, levaram a

do que s e pensava.

(A)

absoluta … antes

(B)

absoluta … depois

(C)

relativa … antes

(D)

relativa … depois

4. Faz corresponder a cada

uma das letras das afirmações de A a E o te rmo respectivo do

constituinte do sistema s olar, indicado na chave.

Afirmações

A. Corpo do sistema so lar que se desloca geralmente entre as órbitas d e Marte e Júpiter.

B. Corpo do sistema so lar que apresenta um elevado efeito de estufa.

C. Corpo do sistema so lar que apresenta o menor período de translação .

D. Corpo gasoso do sis tema solar que se encontra mais afastado do So l.

E. Corpo do sistema so lar constituído, principalmente, por silicatos, ferr o e enxofre.

Chave

I.

Asteróide

II.

Cometa

III.

Júpiter

IV.

Neptuno

V.

Marte

VI.

Meteorito

VII.

Mercúrio

VIII.

Vénus

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 5. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

5. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Na actualidade, a Lua é u m satélite geologicamente

, ao contr ário dos planetas

(A)

inactivo … Mercúrio e

Marte

(B)

inactivo … Terra e Vé nus

(C)

activo … Mercúrio e

Marte

(D)

activo … Terra e Vén us

6. A superfície lunar apre senta um aspecto característico, devido às i númeras crateras resultantes dos choques de meteoritos, ocorridos desde há milhares de m ilhões de anos.

Justifica, tendo em conta as características actuais da Lua, a preservaçã o, até aos nossos dias, das crateras de imp acto mais antigas.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO II Gelo da Antárti da oculta a

netxplica@hotmail.com

GRUPO II

Gelo da Antárti da oculta a maior cratera de meteoro do m undo

Foi descoberta na Antártida

anos, por um meteorito que t erá causado a extinção de 90% das espécies te rrestres. A cratera tem cerca de 480 km de diâm etro e situa-se a quase 2 km de profundidade, s ob os gelos.

De acordo com as medições, apoiadas por satélites, o impacto do meteorito f oi contemporâneo

à extinção Pérmico-Triássic o, quando quase toda a vida animal desapar eceu no planeta, abrindo caminho ao domínio dos dinossauros.

Os cientistas sugerem que o impacto, registado na região de Wilkes Land, no leste da Antártida e a sul da Austrália, terá inici ado a ruptura do supercontinente de Gonduana ao abrir a ruptura tectónica que afastou a Austr ália para norte há 100 milhões de anos.

A cratera antárctica é duas

assinala, junto ao Golfo do M éxico, o impacto de um meteorito que, segundo

os dinossauros há 65 milhõe s de anos. O impacto de Wilkes Land é muito m aior do que o que

acabou com os dinossauros

Já se planeia uma deslocaçã o à Antártida para procurar pedras situadas ao l ongo da costa, na base do gelo, que possam se r datadas.

Um anúncio semelhante foi f eito em 2004 quando uma equipa de cientistas concluiu que uma

cratera situada ao largo da

costa noroeste da Austrália mostrava indícios d o impacto de um

uma enorme cratera, aberta possivelmente h á 250 milhões de

vezes maior que a de Chicxulub, com 180 km

e causou provavelmente danos em larga escala.

de diâmetro, que se crê, extinguiu

grande meteorito na altura d a primeira grande extinção. Esta equipa suste ntou o estudo em amostras datadas de solo re colhidas a grande profundidade por companhi as de prospecção petrolífera que laboravam na região.

Extraído e adaptado de: Diário Digit al | Lusa – 08.06.2006

e adaptado de: Diário Digit al | Lusa – 08.06.2006 Extraído de: http:/ /www.psrd.hawaii.edu/ Figura 2

Extraído de: http:/ /www.psrd.hawaii.edu/

Figura 2 – Cratera Chicxulub e e sférulas de impacto

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

A extinção Pérmico-Triássica marcou o início da Era…

(A)

…Pré-Câmbrica.

(B)

…Paleozóica.

(C)

…Mesozóica.

(D)

…Cenozóica.…

2.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

O

impacto meteorítico loca lizado na Antárctida terá sido, entre outros,

responsável pela

extinção…

(A)

…dos corais.

(B)

…das amonites.

(C)

…das trilobites.

(D)

…dos dinossauros.

3. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

de

pensamento

A explicação

considerada

, que se

para

a

extinção

dos

dinossauros

insere-se

numa

linha

associa a

(A)

uniformitarista … Hut ton

(B)

catastrofista … Hutto n

(C)

uniformitarista … Cuv ier

(D)

catastrofista … Cuvi er

4. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Não é um dado que apoia

continentes que hoje se enco ntram separados:…

a hipótese da existência do continente Gondu ana, formado por

(A)

…o traçado complem entar de zonas costeiras de continentes hoje por exemplo, a África e a América do Sul.

separados, como,

(B)

…a semelhança entr e camadas rochosas com a mesma idade em

certas regiões de

vários continentes ac tualmente distantes.

(C)

…os testemunhos fó sseis, como é o caso do Glossopteris, que a parece fossilizado exclusivamente em Á frica, na América do Sul, na Índia, na Austrália e na Antárctida.

(D)

…a ruptura tectónica que afastou a Austrália para norte há 100 milhõe s de anos.

5. Selecciona a única altern ativa que permite obter afirmações correctas.

A sequência de meteoritos si derito-siderólito-aerólito, está ordenada de acord o com…

(A)

…uma diminuição do teor em silicatos.

(B)

…uma diminuição de densidade.

(C)

…um aumento do teo r em Fe e Ni.

(D)

…um aumento da su a resistência à passagem da atmosfera.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Para alguns cientistas, o

netxplica@hotmail.com

6. Para alguns cientistas, o

desaparecimento dos dinossauros dever-se-i a à queda de um

meteorito, cuja cratera d e impacto estaria situada junto ao Golfo do M éxico. À sua volta existem, nas rochas, vest ígios do impacto.

Associa a formação de roc has metamórficas, de textura idêntica às origi nadas através de metamorfismo de contacto, c om a queda de um meteorito.

7. De acordo com uma te oria, a extinção dos dinossauros terá sido c ausada por uma actividade vulcânica em g rande escala, com consequências climáticas e e cológicas.

Explica a que se ficaram a de ver as mudanças ecológicas e em que consistira m.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO III Descoberta s rochas mais

netxplica@hotmail.com

GRUPO III

Descoberta s rochas mais antigas da Terra no Canad á

O movimento das placas tec tónicas da Terra produziu ao longo do tempo m aravilhas como o

cume do Evereste e dispô s os continentes na forma como os conhec emos. Pelo meio esqueceu-se da Baía de Hud son, no Canadá. Cientistas descobriram que na baía podem estar

as rochas mais antigas que s e conhecem da crosta terrestre, com 4.280 M.a.

Os investigadores estudara m amostras de uma cintura de rochas metam órficas chamadas Nuvvuagittuq. Ao medirem a composição dos isótopos de neodímio e de sa mário, elementos químicos raros que nelas exis tem, conseguiram datar as amostras entre os 38 00 e 4.280 M.a.

Até agora, eram conhecidas rochas com 4.030 M.a., no afloramento rochoso de Acasta Gneiss

nos Territórios de Noroeste

anos, a data da crosta mais a ntiga que se manteve estável.

A Terra tem 4.600 M.a. e a

do Canadá. A nova descoberta puxa para trá s 250 milhões de

maior parte da crosta original foi esmagada e re ciclada no interior

do planeta várias vezes. Ao l ongo do tempo, as placas continentais e oceâni cas afastaram-se,

embateram, foram sendo pr oduzidas através da actividade vulcânica e de sapareceram. Ao

mesmo tempo produziram oc eanos, montanhas, mares, esculpindo a forma d o planeta.

que estão num

um olhar sem

contexto geológico em que

precedentes dos processos e m que a crosta primitiva se formou”.

Extraído e adaptado de: http://publico.pt | Nicola u Ferreira - 25.09.2008

A composição química mo stra uma semelhança com rochas vulcânicas

há placas a chocarem

entre si. Isto dá-no s

vulcânicas há placas a chocarem entre si. Isto dá-no s Extraído de http:// geoscape.nrcan.gc.ca/ Figura 3

Extraído de http:// geoscape.nrcan.gc.ca/

Figura 3 – Afloramento rochoso de Acasta Gneiss

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

O afloramento rochoso de Ac asta Gneiss constitui, provavelmente,

(A)

…um escudo ou crat ão.

(B)

…uma plataforma es tável.

(C)

…uma cintura orogén ica recente.

(D)

…uma plataforma co ntinental.

2. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

As rochas

de Acast a Gneiss terão sido originadas por

(A)

metamórficas … tens ões divergentes

(B)

metamórficas … tens ões convergentes

(C)

sedimentares … sedi mentogénese seguida de diagénese

(D)

vulcânicas … arrefec imento rápido do magma

3. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Os fundos oceânicos são ge rados ao longo

, expandem-se e são de struídos ao longo

(A)

dos riftes … das dors ais

(B)

das fossas … dos rift es

(C)

das zonas de subduc ção … das dorsais

(D)

das dorsais … das zo nas de subducção

4. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

A idade das rochas metam órficas Nuvvuagittuq foi determinada através datação

de métodos de

(A)

…relativa, usando fó sseis de idade

(B)

…relativa, usando fó sseis de fácies ou de ambiente.

(C)

…absoluta, usando is ótopos radioactivos.

(D)

…absoluta, usando is ótopos não radioactivos.

5. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

da deposição, afundimento e litificação de d etritos de origens de transformações mineralógicas e texturais de outras rochas,

ocorridas no estado sólido, d evido, principalmente, ao calor e a tensões.

As rochas diversas e as rochas

resultam

(A)

sedimentares … mag máticas

(B)

magmáticas … meta mórficas

(C)

sedimentares … met amórficas

(D)

metamórficas … sedi mentares

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

6. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

Os limites

placa litosférica mergulha s obre outra e se verifica a mergulha.

de placa s situam-se em zonas de

(A)

convergentes … foss as … destruição

(B)

convergentes … rifte s … destruição

(C)

divergentes … fossas

… formação

(D)

divergentes … riftes

… formação

ou de subduc ção, em que uma da pla ca litosférica que

7. A formação das rochas

magmáticas está, em grande parte, relacionada com a mobilidade

da litosfera e ocorre, e m regra, nos limites convergentes e diverg entes das placas

de pressão e de

temperatura permitem a f usão parcial das rochas da crusta e do manto su perior, originando

magmas.

litosféricas. Estes limites

correspondem a regiões onde as condições

Explica a afirmação «As roc has magmáticas apresentam aspectos que forn ecem informações

sobre o local onde consolidou

o magma que as gerou».

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com GRUPO IV Cientistas estu dam

netxplica@hotmail.com

GRUPO IV

Cientistas estu dam minúsculas partículas de poeira cós mica

Após uma viagem de sete a nos, a cápsula espacial da sonda Stardust, d a NASA (Agência

Unidos, trazendo

minúsculas partículas de es trelas e cometas que os investigadores acred itam permanecer inalteradas desde o nascime nto do sistema solar.

Espacial Norte-Americana), a terrou no deserto do Utah, Oeste dos Estados

As análises preliminares rev elam que a poeira, capturada em Janeiro de 2 004 pela Stardust

quando passou perto do

inequivocamente de origem c ometar.

cometa

é

Wild

2,

com

de

cinco

quilómetros

de

diâmetro,

Estes grãos representam am ostras originais do material primitivo que se jun tou para formar o

sol, os nove planetas e tudo cientistas acreditam que este

o resto que forma o sistema solar, incluindo os s eres humanos. Os

material é o mesmo material que formou os c ometas há 4,5 mil

milhões de anos e que poder á ajudar a explicar a formação do sistema solar.

Cada pequeno grão está a

que significa que

seria necessário juntar 25 p ara igualar a espessura de um cabelo human o. Eventualmente,

cada grão poderá revelar aos

se juntaram para formar novo s planetas.

ser cortado, por vezes em centenas de part es, para análises

detalhadas, sendo que algun s grãos têm apenas quatro micros de diâmetro, o

cientistas algo sobre o seu nascimento, bem co mo a forma como

Extraído e adaptado de: Diário Digital |

Lusa – 20.02.2006

e adaptado de: Diário Digital | Lusa – 20.02.2006 Figura 4 – Cometa Wild 2 |

Figura 4 – Cometa Wild 2 | Extraída de http://

www.holoscience.com/

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 1. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

1. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Todos os cometas, tal como

o cometa Wild 2, são classificados pela UAI com o…

(A)

…planetas clássicos.

(B)

…planetas anões.

(C)

…pequenos corpos d o Sistema Solar.

(D)

…satélites.

2.

Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

O

estudo dos cometas e

é importante pois constituem uma

parte da matéria

primordial que originou os co rpos de maiores dimensões, por

(A)

planetas anões … ac reção

(B)

asteróides … acreçã o

(C)

planetas anões … dif erenciação

(D)

asteróides … diferen ciação

3.

Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Os

corpos que atingem a sup erfície terrestre, provenientes de cometas, desig nam-se…

 

(A)

…meteoróides.

(B)

…meteoros.

(C)

…meteoritos.

(D)

…chuva de estrelas.

4.

Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

De

acordo com a teoria nebu lar reformulada, a acreção dos

nas pr oximidades do Sol

originou os planetas

(A)

asteróides e cometas

… telúricos

(B)

asteróides e cometas

… gasosos

(C)

planetesimais … telú ricos

(D)

planetesimais … gas osos

5. Ordena as letras de A acontecimentos. Inicia a

a F, de modo a reconstituíres a sequência cr onológica desses ordenação pela afirmação A.

A. Contracção da nébul a.

B. Distribuição, no disc o protoplanetário, dos elementos químicos de a cordo com a sua

densidade, devido à

radiação solar.

C. Formação de planete simais, seguida da formação de planetas.

D. Distribuição dos elem entos químicos na Terra, de acordo com a sua d ensidade.

E. Fusão dos materiais terrestres.

F. Formação do Sol e d o disco protoplanetário.

NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa
http://netxplica.co
m
NetxplicNetxplicNetxplicNetxplic aaaa http://netxplica.co m netxplica@hotmail.com 6. Selecciona a única altern ativa

netxplica@hotmail.com

6. Selecciona a única altern ativa que permite obter uma afirmação correcta.

Plutão foi “despromovido”, no ano de 2006, por…

(A)

…não orbitar em torn o do Sol.

(B)

…não ter massa sufi ciente para que as forças de gravidade lhe perm itam assumir uma forma esférica.

(C)

…não atrair pequeno s corpos celestes na vizinhança à volta da sua ó rbita.

(D)

…possuir uma lua (C aronte).

7. Selecciona a única altern ativa que contém os termos que preenchem, se quencialmente, os espaços seguintes, de m odo a obteres uma afirmação correcta.

aos dos

Os planetas gasosos têm

planetas telúricos e têm, na g eneralidade

densidade, possuem diâmetros bastante

satélites.

(A)

baixa … superiores …

muitos

(B)

baixa … inferiores … poucos

(C)

elevada … superiore s … muitos

(D)

elevada … infe