Вы находитесь на странице: 1из 67
Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Aula 00 Aula Demonstrativa

Aula

Conteúdo Programático

00

Proposta do curso e aula demonstrativa sobre Internet, intranet e computação na nuvem (Parte I).

01

 

(Parte

Conceitos e modos de utilização de sistema operacional Windows Teoria.

I)

01

 

(Parte

Conceitos e modos de utilização de sistema operacional Windows Exercícios.

II)

02

Conceitos e modos de utilização de sistema operacional Linux.

 

Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à

03

Internet e à intranet. Redes sociais e conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de grupos de discussão.

 

Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias,

04

ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática.

05

Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de correio eletrônico.

06

Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação, de busca e pesquisa.

07

Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos (Ambiente Microsoft Office).

08

Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de planilhas (Ambiente Office).

09

Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de apresentações (Ambiente Microsoft Office).

10

Simulado final.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

1

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Sumário

Sumário

2

Apresentação

3

Planejamento das Aulas

6

Introdução à Internet

7

Protocolos de Comunicação

9

Intranet, Extranet e Internet

19

Computação em Nuvem (Cloud Computing)

22

Memorex

37

Lista das Questões Comentadas na Aula

40

Considerações Finais

57

Bibliografia

58

Acompanhe a Evolução do seu Aproveitamento

58

Lista das Questões Apresentadas na Aula

59

Gabarito

67

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

2

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Apresentação

Olá

queridos

(as)

Como é bom estar aqui!

amigos

(as),

meus

cumprimentos!

(as) Como é bom estar aqui! amigos (as), meus cumprimentos! #Força #Garra #Persistência #Avante #Estou com

#Força #Garra #Persistência #Avante #Estou com Vocês!

Estarei participando ativamente com vocês desta batalha, que será cada vez com mais soldados a seu favor. O resultado? Muito SUCESSO para todos!

Assim, é com grande satisfação que os recebo nesta nova edição do curso de Noções de Informática (Em Teoria e Exercícios Comentados) direcionada para o cargo de Técnico do Seguro Social (Nível Médio) do INSS.

Serão ao todo 10 aulas, além desta aula demonstrativa, em que teremos resumos teóricos contemplando os pontos que podem ser explorados no edital e os comentários de 450 questões atualizadas, para que você possa se antecipar ao estilo de cobrança que virá na prova e gabaritá-la!

O curso abordará TODOS os tópicos do novo edital a ser divulgado, no que tange à disciplina de Noções de Informática. Como o edital ainda não foi liberado, optamos por trabalhar, neste momento, os assuntos que vieram no último edital, já devidamente atualizado, e estamos com foco na FCC.

Tópicos previstos no último edital:

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

3

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

1 Conceitos de Internet e intranet.

2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e à intranet.

3 Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa.

4 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas,

aplicativos e procedimentos de informática.

5 Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações.

6 Conceitos e modos de utilização de sistemas operacionais Windows e Linux.

Se porventura houver mudança da banca organizadora deste certame, bem como a alteração dos assuntos a serem cobrados na sua prova, no decorrer deste curso, iremos ajustá-lo de forma a contemplar exatamente os direcionamentos do novo edital.

Quanto

complementares:

ao

conteúdo

desse

curso,

temos

algumas

informações

a) na aula sobre Windows, serão estudadas as versões: XP, 7, RT e 8;

b) no que tange ao Microsoft Office, abordaremos as versões 2010 e 2013

(Isso mesmo pessoal, essa versão já começou a ser cobrada em prova, então

iremos destacar suas principais características!);

c) em nossas aulas pretendemos apresentar o maior número de questões possíveis a fim de familiarizar você com o estilo de questões normalmente utilizado pela banca examinadora FCC. No entanto, eventualmente, podemos lançar mão de questões de outras bancas para complementar ou mesmo para introduzir um determinado conteúdo. Sempre que fizermos isso será levando em conta o formato e a profundidade das questões de informática que costumamos encontrar nas provas da FCC.

d) O curso está sendo criado com todo o capricho e profissionalismo de sempre!

Então, espero que aproveitem!

A satisfação e motivação estão cada vez maiores, e será um enorme prazer trabalhar com cada um de vocês neste curso rumo ao tão sonhado cargo

público

 !
!

Antes de partir para o desenvolvimento da teoria e dos exercícios, gostaria de me apresentar. Vamos lá! Sou a Prof a Patrícia Lima Quintão, moro em Belo Horizonte e tenho ministrado aulas de informática no Ponto dos Concursos desde 2009 (visando certames como Senado Federal, Banco do Brasil, STF, INSS, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Distrito Federal, MPU, MTE, TCU, TCE, Ministério da Fazenda, Petrobrás, MPOG,

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

4

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

ABIN, TRE, TRT, TSE, ANEEL, SEFAZ-DF, SEFAZ-RJ, SEFAZ-SC, SEFAZ-SP, ISS-RJ, ISS-BH, ISS-SP, SUSEP, TJ-DFT, TJ-CE, ANVISA, CGU, dentre outros), além de integrar a equipe dos professores que atuam no Coaching para Concursos do Ponto, assessorando os candidatos para que consigam atingir seu objetivo: a aprovação em concurso público, de forma mais rápida e eficiente. Auxilio também os candidatos na elaboração dos recursos (Ponto Recursos) e sou coordenadora de todos os cursos de TI e informática básica do Ponto.

Também tenho lecionado disciplinas técnicas do curso de Sistemas de Informação e Ciência da Computação, tanto na graduação, quanto na

área de

Tecnologia da Informação da Prodabel.

pós-graduação e

atuo como Analista

->Gerente de Projeto

na

e atuo como Analista ->Gerente de Projeto na Sou instrutora autorizada CISCO e autora do livro

Sou instrutora autorizada CISCO e autora do livro de questões comentadas de informática para concursos (Foco: FCC), pela Editora GEN/Método, sob a coordenação dos grandes mestres Vicente Paulo

e Marcelo Alexandrino. Aliás, vale destacar aqui que a terceira edição desse livro pode ser obtida também

site

pelo

Ainda, acabei

de liberar

a versão

final do

meu livro

de

1001 questões

comentadas de informática com foco na banca Cespe/UnB

para a editora

Gen/Método, que estará nas principais livrarias a partir de fevereiro/2015.

Aproveitem

 !
!

Sou mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/UFRJ, pós-graduada em Gerência de Informática e bacharel em Informática pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atuo como membro:

da Sociedade Brasileira de Computação,

do PMI - Project Management Institute (e do Brazil Chapter do PMI, com sede em BH),

da ISACA (associada também ao Capítulo Brasília),

da Comissão de Estudo de Técnicas de Segurança (CE-21:027.00) da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), responsável pela elaboração das normas brasileiras sobre gestão da Segurança da Informação. Também sou editora da revista InfraMagazine; tenho certificações técnicas na área de segurança, governança, redes e perícia forense; além de artigos publicados a nível nacional e internacional com temas da área de informática.

E como não poderia deixar de ser, nas horas vagas, também concurseira, tendo sido aprovada em vários concursos, como:

Professora titular do Departamento de Ciência da Computação do

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

5

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (2011);

Professora substituta do Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Juiz de Fora (2011);

Analista de Tecnologia da Informação/Suporte, Prodabel (2012);

Analista do Ministério Público MG (2012);

Analista de Sistemas, Dataprev, Segurança da Informação (2011);

Analista de Sistemas, Infraero (2011);

Analista - TIC, Prodemge (2011);

Analista de Sistemas, Prefeitura de Juiz de Fora (2007);

Analista de Sistemas, SERPRO (concursos de 2001 e 2005);

Analista Judiciário (Informática), TRF 2ª Região RJ/ES (2003), etc.

Bem, passada a apresentação inicial, espero que este curso seja de grande valia para o seu estudo, fazendo-o superar os desafios vindouros na prova!

Planejamento das Aulas

Esta é a nossa Aula Demonstrativa. As demais aulas estão estruturadas, preferencialmente, conforme a tabela destacada no início da aula, dando ênfase aos conteúdos de maior relevância a este certame. Alterações na ordem das aulas poderão ocorrer se necessárias por questões didáticas.

No decorrer do curso disponibilizarei os pontos teóricos de relevância, e, em seguida, trabalharemos as questões comentadas da FCC em sua íntegra. Também estarei destacando, ao final de cada aula, no MEMOREX, o que devo tomar nota como mais importante da matéria, permitindo melhor fixação dos assuntos apresentados por aula.

Por fim, desejo-lhes muito sucesso nos estudos! Tenham a certeza e a convicção de que qualquer esforço feito nessa fase será devidamente compensado. Em outras palavras, esforce-se, mantenha-se focado e determinado, pois, certamente, valerá à pena!

Vamos começar então? Força, garra e determinação, e fiquem com Deus sempre!

Prof a Patrícia Lima Quintão

E-mail: patricia@pontodosconcursos.com.br

Instagram: @patriciaquintao | Twitter: http://www.twitter.com/pquintao

Livro FCC (Novo!-Impresso ou digital =>

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

6

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Iniciamos o curso com um assunto bastante cobrado nas provas da FCC Internet. Totalizamos, nesta aula inaugural, 17 questões. Até o final deste curso iremos fazer 450 questões, para mapeamento do estilo de prova que você irá encontrar. Sucesso nos estudos!

Aula 00 Introdução à Internet e Intranet (Parte I)

Introdução à Internet

A Internet é uma WAN, uma rede de redes de computadores de alcance mundial, que interliga milhões de dispositivos espalhados pelo mundo. Estes dispositivos são, em sua maioria, computadores pessoais, estações de trabalho, servidores, que armazenam e transmitem informações. Todos estes

sistemas

equipamentos

terminais, que se utilizam de protocolos de comunicação para trocar informações e oferecer serviços aos usuários da rede.

são

chamados

de

hospedeiros

( hosts )
(
hosts
)

ou

 

host é qualquer máquina ou computador conectado a

uma rede. Os hosts variam de computadores pessoais a supercomputadores, dentre outros equipamentos, como roteadores. Todo host na internet precisa obrigatoriamente apontar para um endereço IP.

Continuando, imagine a situação em que os comunicantes não falem a mesma linguagem ou não utilizem os mesmos protocolos. A comunicação poderia não ocorrer. No mundo das redes isto é fato: é preciso que o emissor e receptor da mensagem utilizem os mesmos protocolos para que a comunicação ocorra.

os mesmos protocolos para que a comunicação ocorra . Neste ponto, podemos perguntar: mas se as

Neste ponto, podemos perguntar: mas se as redes interligadas podem utilizar tecnologias diferentes, não poderiam existir falhas de

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

7

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

comunicação, já que poderiam “falar” línguas diferentes? Sim, as redes podem ser criadas com padrões de comunicação diferentes. Com o meio físico disponível, resta aos computadores estabelecer algumas regras para que suas conversas sejam sempre entendidas. Eles precisam falar a mesma língua. O que resolveu o problema de comunicação entre elas, inclusive entre os computadores de fabricantes diferentes, foi o protocolo de comunicação.

Para que a comunicação entre os computadores seja possível é preciso, portanto, que todos os computadores “falem a mesma língua”. O português é o nosso protocolo de comunicação. Bem, já que eles possuem padrões bem diferentes (hardware diferente, sistemas operacionais diferentes, etc.) a solução encontrada foi criar um conjunto de regras de comunicação, como se fossem as regras de uma linguagem universal. A este conjunto de regras

chamamos de

, em que os hosts podem

A Internet opera em um

participar como clientes (solicitando recursos) e/ou servidores (fornecendo recursos). O protocolo da Internet (TCP/IP) fornece as regras para que as aplicações sejam criadas de acordo com este princípio. Os programas trocam informações entre si, mesmo estando em hosts diferentes.

O TCP/IP fornece um canal de comunicação lógico entre as aplicações por

meio das chamadas

. Isto permite que um determinado computador

possa se comunicar com vários outros utilizando o mesmo endereço IP, bastando indicar uma porta diferente.

Os protocolos definem uma porta padrão para utilizar nas conexões, mas estas portas podem ser modificadas pelos usuários.

protocolo.

modelo cliente-servidor

portas
portas
pelos usuários. protocolo . modelo cliente-servidor portas Figura - Alocação de algumas portas (Quintão, 2011)

Figura - Alocação de algumas portas (Quintão, 2011)

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

8

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Protocolos de Comunicação

Na maioria das redes, as informações enviadas são quebradas em partes menores chamadas “pacotes”.

são quebradas em partes menores chamadas “ pacotes ”.  Cada pacote deve conter dados de

Cada pacote deve conter dados de endereçamento para que possam chegar ao seu destino e serem recompostos.

Protocolo é um conjunto de regras que definem a forma de construção do pacote. O protocolo também identifica o momento de se enviar o pacote, quais pacotes devem ser enviados, quais devem ser reenviados devido a erro de transmissão e o que fazer para que eles sejam reconstruídos. Dessa forma, os dados são trocados de acordo com um protocolo, como, por exemplo, o

Control

 

Protocolo

: Conjunto de regras

preestabelecidas que os computadores usam para se comunicarem entre si e, a partir dessa comunicação, produzir algum resultado útil, como a navegação em sites, a transmissão de e-mails ou o download de arquivos.

 

TCP/IP

(Transmission

Protocol/Internet Protocol), utilizado na Internet.

Na verdade o TCP/IP é uma pilha de protocolos, sendo que os 2 protocolos mais importantes dessa pilha são: o TCP (Transmission Control Protocol - Protocolo de Controle de Transmissão) e o IP (Internet Protocol).

É importante que você esteja bem familiarizado com os protocolos vistos a seguir, que, disparadamente, são os mais cobrados pela

banca.

Portanto, dediquem bastante atenção a eles!!

HTTP (Hypertext Transfer Protocol Protocolo de Transferência de Hipertexto)

Utilizado para realizar a transferência das páginas Web para nossos programas navegadores (browsers). Os dados transferidos por esse protocolo podem conter, por exemplo: texto, áudio ou imagens. Esse protocolo utiliza a porta 80.

Cuidado para não confundir a sigla HTTP com HTML. O HTTP é o protocolo de comunicação para transferir hipertextos, enquanto o HTML é uma linguagem para construir arquivos hipertexto.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

9

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

HTTPS (HyperText Transfer Protocol Secure)

É uma variação do protocolo HTTP que utiliza mecanismos de segurança. Ele

permite que os dados sejam transmitidos através de uma conexão criptografada e que se verifique a autenticidade do servidor e do cliente. Diferentemente do HTTP (porta 80), a porta padrão usada pelo protocolo HTTPS é a porta 443. Geralmente o HTTPS é utilizado para evitar que a informação transmitida entre o cliente e o servidor seja visualizada por terceiros. O endereço dos recursos na Internet que estão sob o protocolo HTTPS inicia-se por 'https://'. Um bom exemplo é o uso do HTTPS em sites de compras online.

O HyperText Transfer Protocol Secure - HTTPS - é uma variação do protocolo HTTP que utiliza mecanismos de segurança.

SMTP (Simple Mail Transfer Protocol - Protocolo de Transferência Simples de Correio)

É um protocolo de envio de e-mail apenas. Com ele, não é possível que

um usuário descarregue suas mensagens de um servidor. Esse protocolo

utiliza a porta 25 do protocolo TCP.

POP3 (Post Office Protocol Version 3 - Protocolo de Agência de Correio “Versão 3”)

É usado para o recebimento de mensagens de e-mail. Através do POP,

um usuário transfere, para seu computador, as mensagens armazenadas em sua caixa postal no servidor. Assim, a partir do momento em que descarregar as mensagens do servidor de e-mail para o seu computador, mesmo estando off-line (desconectado da Internet), você conseguirá acessar as suas mensagens de e-mail. Atualmente esse protocolo encontra-se em sua terceira versão, daí o termo POP3. Utiliza a porta 110 do protocolo TCP.

IMAP (Internet Message Access Protocol - Protocolo de Acesso ao Correio da Internet)

Utilizado em substituição ao POP para permitir que uma mensagem seja lida diretamente pelo browser (navegador) ou em um programa cliente de e-mail (como Microsoft Outlook, Mozilla Thunderbird, etc.) SEM que ela seja retirada do servidor de entrada (servidor de recebimento das mensagens).

Dessa forma, o IMAP permite que o usuário acesse sua caixa postal diretamente e leia suas mensagens ainda no servidor de entrada. Qualquer

www.pontodosconcursos.com.br

| Prof a . Patrícia Lima Quintão

10

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

operação, como o apagamento de mensagens, resultará na manipulação de tais recursos diretamente no servidor (ou seja, ao apagar uma mensagem através do webmail, ela será apagada diretamente do servidor, porque, na verdade, ainda estava lá).

Isso facilita o acesso aos dados nas caixas postais sem a necessidade de “baixá-los” para o computador cliente. Em outras palavras, através do

uso do protocolo IMAP, é possível realizar um acesso on-line aos dados na

caixa postal localizada no servidor mensagens para a máquina do usuário.

É uma opção interessante para aqueles que pegam suas mensagens de e-mail de vários computadores diferentes. Todo acesso é feito através de aplicações que acessam a caixa postal, leem seu conteúdo e o mostram ao usuário. As caixas postais dos webmails (Gmail, Yahoo, Hotmail, etc.) usam o protocolo IMAP, pois os usuários têm acesso a eles através de uma página Web, que mostra as mensagens e dá direitos de lê-las, apagá-las, responde-las e tudo mais. O protocolo IMAP usa a porta 143.

isso signifique trazer as

sem que

IMAP usa a porta 143. isso signifique trazer as sem que O protocolo IMAP é usado

O protocolo IMAP é usado pelas pessoas que “pegam” e-mails através das páginas Web de seus provedores (Webmail). Assim, o usuário que tem costume de acessar os e-mails recebidos por meio das páginas de seus provedores não utiliza POP e, com isso, não recebe as mensagens em seu computador (ou seja, não as traz para o seu micro!).

Para memorizar!

PROTOCOLO

FUNÇÃO

Envio

SMTP

Envio SMTP

POP

(Local)

IMAP

(Remoto)

Acesso

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

11

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Se você ficou na dúvida sobre os servidores de correio eletrônico, observe o seguinte:

Servidor de Envio (Servidor de Saída, ou servidor SMTP)

=>Utilizado para ENVIO das mensagens que foram solicitadas por seus usuários.

O protocolo utilizado neste caso é o SMTP (Simple Mail Transfer Protocol - Protocolo de Transferência Simples de Correio) eis a origem do Servidor SMTP!

Servidor de Entrada (Servidor de Recebimento, ou servidor POP)

=> Utilizado para ENTREGA das mensagens que foram recebidas pelo usuário.

Com o uso do protocolo POP, ao utilizar um programa cliente de correio eletrônico (como o Mozilla Thunderbird ou Microsoft Outlook Express) as mensagens são trazidas do servidor de entrada para o computador do destinatário, sendo retiradas da caixa postal do usuário.

Obs.: Pode-se configurar o programa cliente de e-mail para deixar cópias das mensagens na caixa postal do usuário no servidor.

Telnet (Terminal Emulator - Emulador de Terminal)

Permite que uma estação na rede (um micro) realize um acesso interativo (controle remoto) a um servidor como se fosse um terminal deste servidor. Em outras palavras, permite obter um acesso remoto a um computador. Tudo o que for digitado no micro cliente será recebido e processado pelo servidor, que devolverá o resultado ao terminal do usuário. Uma sessão de

telnet exige login e senha no computador remoto, ou seja, não é só chegar e

ir

entrando, devemos estar previamente autorizados!

O

uso do protocolo Telnet tem sido desaconselhado pelos administradores de

sistemas por questões de segurança, uma vez que os dados trocados por meio de uma conexão Telnet são enviados em texto legível (texto claro). Então, esse protocolo vem sendo gradualmente substituído pelo SSH, cujo conteúdo é encriptado antes de ser enviado. O SSH (Secure Shell) é um protocolo para login remoto de forma segura. Os dados transmitidos durante uma conexão SSH são criptografados, ou seja, codificados.

O Telnet utiliza a porta 23 do protocolo TCP.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

12

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

SSH: O SSH (Secure Shell) é um protocolo para login remoto de forma segura. Os dados transmitidos durante uma conexão SSH são criptografados, ou seja, codificados.

NNTP (Network News Transfer Protocol Protocolo de Transferência de Notícias)

Utilizado para controle dos serviços de notícias (News), que são uma espécie de grupos de notícias, muito parecido aos fóruns que encontramos na web.

FTP (File Transfer Protocol - Protocolo de Transferência de Arquivos)

Possibilita a transferência de arquivos entre dois computadores através da Internet. Também permite que pastas e arquivos sejam criados, renomeados, excluídos, movidos e copiados de/para servidores FTP. Desta forma, basicamente tudo aquilo que se pode fazer no seu equipamento por meio do Windows Explorer é possível de ser feito em um servidor remoto por meio do FTP.

de ser feito em um servidor remoto por meio do FTP. Fonte: Barrere, 2011. Figura. Portas

Fonte: Barrere, 2011.

em um servidor remoto por meio do FTP. Fonte: Barrere, 2011. Figura. Portas 20 e 21

Figura. Portas 20 e 21 utilizadas pelo FTP

UDP (User Datagram Protocol - Protocolo de Datagrama de Usuário)

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

13

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Um protocolo que trabalha com datagramas (mensagens com um comprimento máximo pré-fixado e cuja entrega NÃO é garantida). Caso a rede esteja congestionada, um datagrama pode ser perdido e o UDP não informará às aplicações sobre esta ocorrência. Outra possibilidade é que o congestionamento em uma rota da rede possa fazer com que os pacotes cheguem ao seu destino em uma ordem diferente daquela em que foram enviados. O UDP é um protocolo que trabalha SEM estabelecer conexões entre os softwares que estão se comunicando.

Para memorizar!

O UDP (Protocolo de Datagrama de Usuário) => é não confiável e não orientado à conexão.

TCP (Transmission Control Protocol Protocolo de Controle de Transmissão)

É um protocolo orientado a conexão. Permite que sejam enviadas mensagens de qualquer tamanho e cuida de quebrar as mensagens em pacotes que possam ser enviados pela rede. Ele também cuida de rearrumar os pacotes no destino e de retransmitir qualquer pacote que seja perdido pela rede, de modo que o destino receba a mensagem original, da maneira como foi enviada.

Para memorizar!

O TCP (Protocolo de Controle de Transmissão) => é confiável, orientado à conexão e faz controle de fluxo.

IP (Internet Protocol)

Responsável pelo endereçamento dos dados que são transmitidos pelos computadores. Chamamos de endereço IP o número que é utilizado por este protocolo para o endereçamento.

Conforme destaca Infowester (2010), se, por exemplo, dados são enviados de um computador para outro, o primeiro precisa saber o endereço IP do destinatário e este precisa saber o IP do emissor, caso a comunicação exija uma resposta. Sem o endereço IP, os computadores não conseguem ser localizados em uma rede, e isso se aplica à própria Internet, já que ela funciona como uma "grande rede”.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

14

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Fonte: Curso Cisco CCNA Exploration (2010) Qual

Fonte: Curso Cisco CCNA Exploration (2010)

Qual a diferença entre IPV4 e IPV6?

Um endereço IP (padrão IPV4) é um código formado por quatro números que vão de 0 a 255, separados por pontos, como 200.198.20.62.

Pelo fato de os endereços IP usados em redes locais serem semelhantes aos IPs da Internet, usa-se um padrão conhecido como IANA (Internet Assigned Numbers Authority) para a distribuição de endereços nestas redes. Assim, determinadas faixas de IP são usadas para redes locais, enquanto que outras são usadas na Internet. Como uma rede local em um prédio não se comunica a uma rede local em outro lugar (a não ser que ambas sejam interconectadas) não há problemas de um mesmo endereço IP ser utilizado nas duas redes. Já na internet, isso não pode acontecer. Nela, cada computador precisa de um IP exclusivo (Infowester, 2010).

Este número não pode se repetir em uma mesma rede. Portanto, na Internet NÃO há dois computadores com o MESMO endereço IP!!

A figura seguinte ilustra um exemplo de endereço IP, o 131.108.122.204.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

15

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Os octetos, quando representados, são separados por

Os octetos, quando representados, são separados por pontos. Veja abaixo dois outros exemplos de endereço IP:

0 0 0 0 1 0 1 0

1 1 0 0 1 0 0 0

.

.

0 0 0 0 0 0 0 0 .

1 1 1 1 1

1 1 1

0 0 0 0 0 0 0 0 .

. 1 0 0 0 1 1 1 0

.

0 0 0 0 0 0 0 1

0 0 0 0 1 0 1 0

Na verdade, a maneira mais usual de representação do endereço IP é em números decimais. Essa notação divide o endereço IP em quatro grupos de 8 bits (octeto) e representa o valor decimal de cada octeto binário, separando-os por um ponto. Dessa forma, podemos transformar os endereços acima nos endereços seguintes, respectivamente:

10.0.0.1

200.255.142.10

Endereços IP podem ser atribuídos dinâmica ou estaticamente.

Um computador pode receber seu endereço IP (e outros parâmetros) de duas maneiras:

Fixo: quando é configurado manualmente para isso (pelo administrador do equipamento). Dinâmico: quando recebe esses
Fixo: quando é configurado manualmente para isso (pelo administrador do equipamento). Dinâmico: quando recebe esses
Fixo: quando é configurado manualmente para isso (pelo administrador do equipamento). Dinâmico: quando recebe esses
Fixo: quando é configurado manualmente para isso (pelo administrador do equipamento). Dinâmico: quando recebe esses

Fixo: quando é configurado manualmente para isso (pelo administrador do equipamento).

manualmente para isso (pelo administrador do equipamento). Dinâmico: quando recebe esses parâmetros automaticamente

Dinâmico: quando recebe esses parâmetros automaticamente de um servidor apropriado (chamado servidor DHCP - Dynamic Host Configuration Protocol Protocolo de Configuração Dinâmica de Host -) na rede. Esse servidor é o responsável por distribuir endereços IP (dentro de uma margem de endereços previamente configurada) cada vez que um host solicita.

por distribuir endereços IP (dentro de uma margem de endereços previamente configurada) cada vez que um
por distribuir endereços IP (dentro de uma margem de endereços previamente configurada) cada vez que um
por distribuir endereços IP (dentro de uma margem de endereços previamente configurada) cada vez que um
por distribuir endereços IP (dentro de uma margem de endereços previamente configurada) cada vez que um
por distribuir endereços IP (dentro de uma margem de endereços previamente configurada) cada vez que um

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

16

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Esse sistema de endereçamento conhecido como IPv4 (IP versão 4) utiliza endereços de 32 bits e os divide em classes de acordo com a necessidade de números IP que uma organização tenha.

A seguir um quadro-resumo sobre o assunto.

Classe

1º octeto

Objetivo

Exemplo

A

1 a 126

Grandes redes.

100.1.240.28

B

128

a 191

Médias redes.

157.100.5.195

C

192

a 223

Pequenas redes.

205.35.4.120

D

224

a 239

Multicasting Faz propagação de pacotes especiais para a comunicação entre os computadores.

-

E

240

a 254

Reservado para aplicações futuras ou experimentais.

-

Classes IP Reservadas

Os endereços disponíveis na Internet são cada vez mais escassos, requerendo dos administradores de rede uma criatividade cada vez maior para acomodar o número crescente de computadores com cada vez menos endereços.

Uma forma de resolver este problema é utilizar, dentro das empresas ou nas redes domésticas, classes de endereços IP reservadas.

Essas classes de endereços não são encontradas na Internet. Qualquer endereço pertencente a estas redes que forem encontrados em pacotes IP circulando na Internet são descartados pela maioria dos roteadores.

A vantagem de se utilizar estes endereços é que o administrador precisa apenas de UM endereço REAL, para conectar o seu gateway principal à Internet. Este gateway atua como um tradutor de endereços entre as duas redes, a intranet de sua empresa e a Internet. Esta tradução é necessária visto que sua rede interna utiliza endereços reservados. O protocolo que realiza esta tradução denomina-se NAT, ou Network Address Translator.

O papel do NAT consiste em traduzir os endereços privados que NÃO são válidos na Internet para um endereço válido, ou seja, que possa navegar na Internet.

Dos mais de 4 bilhões de endereços IPs disponíveis, três faixas são reservadas para redes privadas. Essas faixas NÃO podem ser roteadas para fora da rede privada, ou seja, NÃO podem se comunicar diretamente com a Internet. Importante

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

17

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Dentro das classes A, B e C foram reservadas redes, definidas pela RFC 1918, que são conhecidas como endereços de rede privados. São eles:

Endereço

Faixa de IP

10.0.0.0/8

(10.0.0.0 10.255.255.255)

172.16.0.0/12

(172.16.0.0 172.31.255.255)

192.168.0.0/16

(192.168.0.0 192.168.255.255)

Uma nova versão de sistema de endereçamento IP surge como alternativa ao IPv4. O IPv6 utiliza endereços de 128 bits disponibilizando 2 128 endereços possíveis.

O endereço IP (padrão IPv6) possui 128 bits.

O endereço IP (padrão IPv4) possui 32 bits.

(TRT-4/2010) O formato do pacote IPv6 tem expandida a capacidade de endereçamento, em relação ao

(TRT-4/2010) O formato do pacote IPv6 tem expandida a capacidade de endereçamento, em relação ao IPv4, com o aumento

do endereço IP de 32 para 128 bits!!

!!

Os endereços IPv6 são normalmente escritos como oito grupos de 4 dígitos hexadecimais. O padrão hexadecimal comporta as seguintes representações: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, A, B, C, D, E, F.

Exemplo:

0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, A, B, C, D, E, F.

Figura. Um Endereço IPv6

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

18

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

DNS (Domain Name System)

Em redes de dados, os dispositivos recebem endereços IP numéricos, para que possam participar do envio e recebimento de mensagens pela rede. Entretanto, a maior parte das pessoas tem dificuldade para lembrar esse endereço numérico. Assim, os nomes de domínio foram criados para converter o endereço numérico em um nome simples e reconhecível. Na

Internet, tais nomes de domínio, como www.pontodosconcursos.com.br, são muito mais fáceis de serem lembrados do que 200.170.222.30, que é o endereço numérico real desse servidor. Além disso, se o Ponto decidir alterar

o endereço numérico, para o usuário não fará diferença, já que o nome de

domínio continuará sendo www.pontodosconcursos.com.br.

O novo endereço simplesmente será vinculado ao nome de domínio existente

e a conectividade será mantida. Quando as redes eram pequenas, era simples manter o mapeamento entre os nomes de domínio e os endereços que eles representavam. No entanto, à medida que as redes começaram a crescer e o número de dispositivos aumentou, esse sistema manual ficou inviável.

Nesse contexto, o

é utilizado para traduzir endereços de domínios da Internet

em endereços IP e vice-versa, como www.pontodosconcursos.com.br em endereços IP, como 200.170.222.30, e vice-versa. O DNS utiliza um conjunto distribuído de servidores para definir os nomes associados a tais endereços numerados. Imaginem se tivéssemos que “decorar” todos os IPs dos endereços da Internet que normalmente visitamos!

DNS (Domain Name System Sistema de Nomes de

Domínio)

Intranet, Extranet e Internet

O que é Intranet?

Intranet

é uma rede restrita que utiliza os protocolos e tecnologias

utilizados pela Internet para a troca e o processamento de dados internos. Consequentemente, todos os conceitos da Internet aplicam-se também

numa

intranet,

como

por

exemplo

o

modelo

de

comunicação

cliente-servidor

, em que diversas máquinas se conectam a um servidor

que possui uma funcionalidade específica, como a de armazenamento de páginas web, a de correio eletrônico, a de transferência de arquivos, etc.

A gama de serviços disponibilizados em uma intranet não é rígida, mas normalmente o que se tem é a utilização intensa de navegadores web como principal interface de trabalho. Serviços de e-mail também são muito comuns em uma intranet.

Pode também ser definida como uma aplicação interna de uma empresa que visa fornecer conteúdo, informação e aplicativos que facilitem o trabalho de seus colaboradores.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

19

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Geralmente uma Intranet é acessada somente por funcionários e seu acesso é restrito de DENTRO da companhia.

Uma Intranet pode ou não estar conectada a Internet ou a outras redes.

É bastante comum uma Intranet de uma empresa ter acesso à Internet e

● ●

Intranet: Rede baseada em protocolo TCP/IP, pertencente a uma empresa, acessível apenas por membros da organização, empregados ou terceiros com autorização.

● ●

permitir que seus usuários usem os serviços da Internet, porém nesse caso

é comum a existência de serviços e ou

dispositivos de segurança como, por exemplo, um firewall para fazer o

barramento de dados indevidos que tentam transitar entre a rede pública e

a rede privativa.

Quando uma intranet tem acesso a outra intranet, caso comum entre filiais de uma empresa ou entre empresas que trabalham em parceria, podemos chamar a junção das duas ou mais redes de EXTRANET.

O que é uma Extranet?

Uma Extranet é uma rede privada, semelhante a uma Intranet, que usa recurso de telecomunicações para permitir acesso remoto, usando os protocolos da Internet.

É uma intranet que está parcialmente acessível a pessoas de fora do mundo interno. O servidor real (o computador que serve as páginas web) fica protegido por trás de um equipamento especial. Este equipamento especial (firewall) ajuda a controlar o acesso entre a intranet e a Internet, permitindo o acesso apenas às pessoas que estão devidamente autorizadas.

O

objetivo de uma Extranet é compartilhar com segurança informações de

negócio de uma empresa entre seus colaboradores, parceiros e

fornecedores.

Uma Extranet também pode ser vista como uma extensão de uma Intranet.

Algumas empresas comumente chamam de extranet a área de sua intranet que oferece serviços para a rede pública Internet.

A Extranet contém informações restritas aos parceiros (fornecedores, franquias, distribuidores, etc.) de uma

A Extranet contém informações restritas aos parceiros (fornecedores, franquias, distribuidores, etc.) de uma instituição. A interligação de duas intranets de duas empresas para manter a comunicação da cadeia de negócios (entre parceiros de negócios, por exemplo)

intranets de duas empresas para manter a comunicação da cadeia de negócios (entre parceiros de negócios,

pode ser considerada uma

Extranet

.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

20

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Uma tecnologia que tem se difundido muito na área de tecnologia da informação para a criação de extranets aproveitando-se da infraestrutura da Internet é a VPN (Virtual Private Network / Rede Virtual Privada).

VPN (Virtual Private Network Rede Virtual Privada)

VPN ( Virtual Private Network – Rede Virtual Privada) É uma rede que utiliza uma infraestrutura

É uma rede que utiliza uma infraestrutura pública de telecomunicações, como a Internet, para fornecer acesso seguro à rede de uma organização. O objetivo de uma VPN consiste em fornecer à organização acesso à rede com segurança, mas a um custo menor do que quando são utilizadas linhas de comunicação dedicada. Os dados trafegam em uma rede pública, porém podem ser criptografados pela VPN formando uma espécie de túnel entre os comunicantes.

em uma rede pública, porém podem ser criptografados pela VPN formando uma espécie de túnel entre

A Internet

Trata-se de um conjunto de várias redes ligadas por roteadores baseada na pilha de protocolos TCP/IP.

Nasceu em 1970 com um projeto de defesa dos EUA.

No Brasil, chegou no final da década de 80, incentivada pela RNP Rede Nacional de Ensino e Pesquisa.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

21

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Computação em Nuvem (Cloud Computing)

Definições e Fundamentos

Cloud Computing, Computação em Nuvem, é um conceito criado para definir como os serviços de TI (Tecnologia da Informação) irão ser entregues aos clientes. Diariamente vê-se a Internet transformada numa plataforma completa de aplicações, alterando o modo com que as pessoas acessam suas informações sem necessitar instalar softwares - a única necessidade será uma conexão de banda larga com a Internet, transformando o micro do usuário em terminais.

A Computação em Nuvem surgiu com o objetivo de suprir a necessidade de compartilhar ferramentas computacionais pela interligação dos sistemas. Para isso faz uso da Internet como meio de comunicação. O usuário não fica mais preso a um hardware ou software específico, ela cria a possibilidade de acesso às informações em QUALQUER HORA E LUGAR, através da INTERNET.

e

armazenamento de dados que não depende de nenhuma máquina específica para existir. Ela vai mudar a economia e o cotidiano e permitir que qualquer objeto esteja ligado à Internet.

Para

Rydlewski

(2009)

nuvem
nuvem

a

é

um

espaço

de

processamento

(2009) “ nuvem ” a é um espaço de processamento Segundo Santos e Meneses (2009) Computação

Segundo Santos e Meneses (2009)

Computação em Nuvem

diz respeito a um

modelo de computação em que produtos e serviços residem em grandes servidores virtuais, bem como todo o aparato tecnológico de infraestrutura e segurança garantindo a sua utilização.

Segundo destacam os autores, há uma tendência mundial para este modelo não necessitando de máquinas velozes com um grande potencial de hardware e sim de um simples computador conectado à Internet para rodar os aplicativos.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

22

Principais Características Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12

Principais Características

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Modelos de Implantação Segundo o NIST (

Modelos de Implantação

Segundo o NIST (National Institute of Standards and Technology), a Cloud Computing possui 04 modelos de implantação: nuvem pública, nuvem privada, nuvem comunitária e nuvem híbrida. Veja a diferença entre eles:

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

23

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Atributos da Computação em Nuvem A tabela

Atributos da Computação em Nuvem

A tabela seguinte, extraída de PucRio (apud Cearley), faz um resumo interessante das diferenças principais entre a computação tradicional e a computação na nuvem.

entre a computação tradicional e a computação na nuvem. www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

24

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

O Gartner apresenta um relatório no qual define diversos atributos para a

computação em nuvem, com o objetivo de demonstrar para as empresas se

os modelos de serviços oferecidos no mercado aderem ao conceito estabelecido.

Esses atributos são:

Baseada em

serviço

Os serviços podem ser considerados sob medida, uma vez que são designados para atender às necessidades específicas de um grupo de clientes e as tecnologias, por sua vez, são escolhidas para suprir a solução, em vez de os serviços serem desenvolvidos de acordo com a infraestrutura tecnológica disponível (GARTNER,2009).

Escalabilidade

É a habilidade de satisfazer um requisito de aumento da capacidade de trabalho pela adição proporcional da quantidade de recursos. O serviço pode ter capacidade de escalar para cima ou para baixo de acordo com as demandas do cliente. Escalabilidade para baixo ou para cima diz respeito à demanda em que o cliente terá com seus dados, que podem ter picos de alto consumo e momentos em que não exigirá o máximo dos recursos oferecidos pela “nuvem”.

Elasticidade

É

rapidamente grandes quantidades de recursos em tempo de execução.

A figura seguinte exemplifica como a elasticidade na nuvem permite provisionar e desprovisionar os recursos de forma a acompanhar a demanda, reduzindo ao máximo a ocorrência de escassez (vermelho) e ociosidade (amarelo) de recursos, enquanto o modelo tradicional (listado à esquerda) é obrigado a escalar a infraestrutura pelos picos de demanda, causando desperdício de recursos.

desprovisionar

a

capacidade

de

provisionar

e

de recursos . desprovisionar a capacidade de provisionar e Fonte: PUC-Rio – Certificação Digital . 1012652/CA

Fonte: PUC-Rio Certificação Digital . 1012652/CA em:

http://www2.dbd.puc-

rio.br/pergamum/tesesabertas/1012652_2012_cap_2.pdf

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

25

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Compartilha-

da

A criação de grupos que compartilham serviços facilita a

economia de escala, ao mesmo tempo em que os recursos de

TI são usados com o máximo de eficiência. A infraestrutura,

software ou plataformas passam a ser divididos entre vários usuários dos serviços. Isso permite fornecer um número infinito de recursos para atender às necessidades de múltiplos clientes, ao mesmo tempo (GARTNER, 2009).

Medida por

uso

Esse modelo de serviços possibilita criar métricas que permitam diferentes modelos de pagamento. O provedor pode cobrar pelo uso, por número de usuários, criar planos limitados, dentre outros. Mas, em todos os casos, o pagamento vai ser feito pelo uso do serviço e não de acordo com o custo do equipamento (GARTNER, 2009).

Baseada no

uso da

Internet

Segundo Gartner (2009) os serviços são oferecidos por meio de protocolos e formatos da Web. Para acesso remoto aos dados é necessário conexão com a Internet e atendendo a esta necessidade as aplicações e serviços da “nuvem” fazem uso de protocolos, que tornam possível o acesso aos dados via navegador Web.

Exemplo de utilização da Computação em Nuvem

O Google, por exemplo, é uma empresa que utiliza bastante o conceito de Computação em Nuvem, pois apresenta uma série de aplicativos que rodam diretamente em seu navegador. Dentre eles, merecem destaque:

diretamente em seu navegador. Dentre eles, merecem destaque: www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

26

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

27

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Observações:

- Prof a . Patrícia Quintão Observações:  Documentos Google : permite criação de documentos,

Documentos Google : permite criação de documentos, apresentações na Web, planilhas eletrônicas, a partir de um navegador, permitindo que o mesmo documento seja editado por vários usuários simultaneamente. Nesse ambiente tudo é feito e armazenado on line, sem que o usuário utilize a capacidade de armazenamento do seu computador.

utilize a capacidade de armazenamento do seu computador.  Gmail : Ambiente de Webmail com grande
utilize a capacidade de armazenamento do seu computador.  Gmail : Ambiente de Webmail com grande

Gmail: Ambiente de Webmail com grande capacidade de armazenamento de mensagens e arquivos, inclui ferramentas de pesquisa que auxilia a busca de informações, mensagens instantâneas, agenda e interoperabilidade com o BlackBerry e com o Outlook.

e interoperabilidade com o BlackBerry e com o Outlook.  Agenda : Agenda online que possibilita

Agenda: Agenda online que possibilita a organização de eventos e compromissos com grande facilidade. Integrado com o sistema de email, permite publicação e compartilhamento de agendas com outros usuários.

e compartilhamento de agendas com outros usuários.  Google Maps : Ferramenta que permite encontrar

Google Maps: Ferramenta que permite encontrar endereços e traçar rotas com a ajuda de mapas e fotos de satélite

e traçar rotas com a ajuda de mapas e fotos de satélite  Google Celular :

Google Celular: Tenha os produtos do Google no seu celular.

Celular : Tenha os produtos do Google no seu celular.  Google Earth: Explore o mundo

Google Earth: Explore o mundo a partir do seu computador.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

28

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão  Hangouts : Suas conversas ganham vida,
– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão  Hangouts : Suas conversas ganham vida,

Hangouts

: Suas conversas ganham vida, a qualquer momento, de

qualquer lugar e de graça!

vida, a qualquer momento, de qualquer lugar e de graça!  Google Cloud Print: Permite imprimir

Google Cloud Print: Permite imprimir de qualquer lugar e a partir de qualquer dispositivo.

Modelos de Serviços

e a partir de qualquer dispositivo. Modelos de Serviços serviços, que são: destaca que a Cloud

serviços, que são:

destaca que a Cloud Computing possui 3 modelos de

SaaS (Software como Serviço);

IaaS (Infraestrutura como Serviço);

PaaS (Plataforma como Serviço).

A seguir destacamos as suas principais características:

A seguir destacamos as suas principais características: www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

29

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

A figura seguinte fornece uma visão mais ampla sobre os papéis dos envolvidos nos modelos de serviços da Cloud Computing, que são: o provedor do serviço, os desenvolvedores de aplicações e o usuário final.

os desenvolvedores de aplicações e o usuário final. Fonte:

Fonte: http://erikapss.blogspot.com.br/2012/08/modelos-de-servico- em-cloud-computing.html

em-cloud-computing.html Observe na figura anterior que IaaS fornece recursos

Observe na figura anterior que IaaS fornece recursos computacionais (HW ou SW) para o PaaS que por sua vez fornece recursos , tecnologias e ferramentas para o desenvolvimento e execução dos serviços implantados a serem disponibilizados com SaaS. O provedor não precisa disponibilizar os 3 modelos.

Outros modelos que podem ser encontrados:

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

30

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Armazenamento de Dados na Nuvem (Cloud Storage)

Armazenamento de Dados na Nuvem (Cloud Storage)

Cloud Storage é o termo que designa o armazenamento de dados na

, que são

áreas de armazenamento de massa que funcionam como um “pendrive virtual”, e permitem aos usuários enviar e baixar arquivos como se estivessem usando um disco local.

nuvem.

Nesse caso, podemos utilizar

discos virtuais na Internet

www.pontodosconcursos.com.br |

Prof a . Patrícia Lima Quintão

31

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Conforme visto, é possível armazenar os arquivos

Conforme visto, é possível armazenar os arquivos neste local para que posteriormente possam ser acessados via Internet.

A seguir alguns exemplos de serviços de armazenamento na nuvem (muito cobrados em provas)!

OneDrive (antigo SkyDrive, Microsoft SkyDrive ou Windows Live SkyDrive): serviço de armazenamento que faz parte da linha Windows Live da Microsoft. Hoje o serviço oferece gratuitamente 7 GB de espaço de armazenamento e carrega arquivos de até 50 MB.

espaço de armazenamento e carrega arquivos de até 50 MB. Fonte: http://www.microsoft.com.br Em pelo direito de
espaço de armazenamento e carrega arquivos de até 50 MB. Fonte: http://www.microsoft.com.br Em pelo direito de

Em

pelo direito de usar o nome SkyDrive, e, a partir desse momento, tem-se o OneDrive, que é o novo serviço de armazenamento na nuvem substituto do SkyDrive.

19/02/2014

, a Microsoft perdeu briga judicial

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

32

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Figura. Serviço de armazenamento na nuvem OneDrive.

Figura. Serviço de armazenamento na nuvem OneDrive.

Figura. Serviço de armazenamento na nuvem OneDrive. Com o OneDrive, o usuário tem, já de início,

Com o OneDrive, o usuário tem, já de início, 7 GB gratuitos para armazenamento de arquivos que podem ser de fotos, arquivos de texto, áudio, etc.

Existem três maneiras de os usuários expandirem o espaço de armazenamento do OneDrive: convidando amigos para o serviço - o que dá 500 MB para cada novo usuário, até um limite de 5 GB, configurando a sincronização de fotos em um dos apps para celular, o que dá 3 gigabytes a mais de espaço, ou ainda alugar mais espaço para armazenamento.

Além de uma versão web (https://onedrive.live.com/about/pt-br/), o OneDrive tem integração com o Windows, Windows Phone e com o Xbox. A empresa também já lançou aplicativos para Android e iOS. Se

você já tinha atualizado

um aplicativo do

SkyDrive, fique tranquilo, ele será

Fonte:

automaticamente.

Google Drive: serviço de armazenamento e sincronização de arquivos oferecido pelo Google que passou a abrigar o Google Docs, suíte de aplicações de produtividade, com editor de textos, planilhas, apresentações, agenda e outros serviços.

Com ele, você tem um local para armazenamento de arquivos na nuvem, com 15 GB de espaço gratuito para guardar o que quiser. O tamanho disponível será dividido entre o próprio Drive e os serviços de e-mail e fotos da rede social da empresa, pois não faz sentido ter armazenamentos

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

33

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

separados", já que a ideia é tornar todos os produtos interligados em uma só experiência social.

Existem vários planos pagos para aumentar a capacidade de seu disco virtual em caso de necessidade. Esse espaço pode ser expandido até 16TB, mediante o pagamento de um valor mensal.

até 16TB, mediante o pagamento de um valor mensal.  DropBox: serviço de armazenamento de arquivos

DropBox: serviço de armazenamento de arquivos em nuvem que oferece ao usuário 2 GB de espaço na conta gratuitamente.

ao usuário 2 GB de espaço na conta gratuitamente . Fonte: http://windows.microsoft.com/pt-br/skydrive/compare

Box: serviço de armazenamento de arquivos em nuvem que oferece ao usuário 5GB, que podem ser adquiridos gratuitamente no momento em que você realiza um cadastro no website do serviço: www.box.com. Disponível desde 2005, esta empresa disponibiliza, também, para os seus

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

34

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

usuários, aplicativos que funcionam na rede capazes de criar planilhas, documentos textos e apresentações.

MegaUpload; Yahoo Arquivos; 4shared; etc.

Computação em Nuvem Algumas Tendências e Observações Finais

Essa tecnologia, cada vez mais utilizada em todo o mundo, permite hospedar, executar e compartilhar conteúdos a partir da Internet, sem que seja necessário ter instalado no computador softwares específicos para isso (InfoEXAME, junho 2012).

As plataformas de e-mail Gmail e Hotmail e a enciclopédia online Wikipedia são soluções de cloud computing bastante conhecidas dos usuários domésticos.

Em geral a escolha de qual modelo adotar está relacionada ao nível de serviço e ao tipo de controle que cada empresa deseja ter sobre suas informações e aplicações.

Crescimento no Brasil: Apesar de ainda ser pequeno quando comparado a países mais maduros, o mercado brasileiro abraça, cada vez mais, o cloud computing. O crescimento previsto para os próximos três anos por aqui, de acordo com o IDC, é de 74% − o que significa algo em torno de 798 milhões de dólares investidos por empresas brasileiras na tecnologia até o fim de 2015.

Nuvens pessoais: Cada vez mais, o cidadão comum está adotando armazenamento e serviços hospedados na nuvem para seus arquivos pessoais e de trabalho (fotos, músicas, agendas, e-mails etc.). Isso não só ajuda a aumentar e a baratear as ofertas, como também a diminuir o medo e a resistência à tecnologia, inclusive por parte das empresas.

Nuvens híbridas: Outra mudança em curso é a maior integração entre nuvens privadas (exclusivas de uma única empresa) e públicas (contratadas de terceiros). A previsão para 2018 é de que a adoção da nuvem híbrida será de 43% (seguida pela nuvem pública, com 32%, e a privada, com 25%). Isso tende a acontecer porque haverá maior necessidade de interconectividade entre as diferentes nuvens.

Pontos de acesso: Outra tendência que já está em curso e deve se intensificar ainda mais é o uso expressivo de equipamentos móveis

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

35

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

para acessar a rede, especialmente aplicativos com som, vídeo e tecnologias de localização, de modo que os acessos passam a ser mais instantâneos e em número muito maior.

Internet de “todas“ as coisas: As nuvens não são acessadas apenas por pessoas e empresas. Cada vez mais, equipamentos e eletrodomésticos, como geladeiras, carros e TVs, passam a fazer parte dessa rede, alimentando-a com dados e buscando informações para fornecê-las a seus “donos” com rapidez, segurança e comodidade. Segundo previsão do Gartner, o número de dispositivos conectados à internet deve chegar a 30 bilhões em 2010 (ou seja, teremos muito mais “coisas” que pessoas conectadas).

Fonte: InfoExame (2012) e Uol (http://www.uolhost.com.br/blog/5-

Virtualização e a Computação na Nuvem

O elemento central de processamento e armazenamento dos dados e informações na nuvem é o DATACENTER, conservando a estrutura de interligação em redes e a VIRTUALIZAÇÃO é o principal serviço de TI do DATACENTER.

A virtualização é o elemento central da nuvem, na medida em que permite aperfeiçoar o uso dos recursos e viabilizar o modelo de computação sob demanda.

Para Waters (2007), virtualização é a tecnologia usada para criar uma camada de abstração entre o hardware e o software, possibilitando uma visão lógica dos recursos de hardware e permitindo que várias máquinas lógicas rodem em um único hardware.

A partir deste momento vamos revisar alguns pontos IMPORTANTES da aula por intermédio de quadros sinóticos, mapas mentais ou colocação de tópicos e palavras-chave, o que teremos em todas as aulas desse curso.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

36

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Memorex RESUMO EM TÓPICOS E PALAVRAS-CHAVE ->

Memorex

RESUMO EM TÓPICOS E PALAVRAS-CHAVE -> DIRETO AO PONTO!

Acesso remoto: Ingresso, por meio de uma rede, aos dados de um computador fisicamente distante da máquina do usuário.

Backbone: Também conhecido como espinha dorsal da Internet. Interliga pontos distribuídos de uma rede, formando uma grande via por onde trafegam informações.

Big Data: Grande volume de dados disponível que as empresas podem utilizar de forma analítica como ferramenta para a obtenção de importantes informações sobre seus clientes.

Bing: Serviço on-line de buscas da Microsoft.

Browser: Navegador, programa para abrir e exibir as páginas da web como o Internet Explorer, da Microsoft, etc.

Cliente de e-mail: Software destinado a gerenciar contas de correio eletrônico, possibilitando a composição, envio, recebimento, leitura e arquivamento de mensagens.

Computação nas Nuvens - Cloud Computing: Permite utilizarmos, em qualquer lugar e independente de plataforma, as

mais variadas aplicações por meio da Internet com a mesma facilidade de tê-las instaladas em nossos próprios computadores e utilizar, também o poder computacional ou recursos de hardware dos servidores de rede onde estão hospedadas estas aplicações.

Conexão de banda-larga: É a conexão da Internet que permite uma maior, mais intensa e rápida transmissão de dados.

DNS (Domain Name System Sistema de Nomes de Domínio): Possibilita a associação de nomes amigáveis (nomes de domínio) aos endereços IPs dos computadores, permitindo localizá-los por seus nomes em vez de por seus endereços IPs e vice-versa.

Endereço IP:

Número

especialmente desenvolvido para

acessar um computador Internet.

na

Host: É qualquer máquina ou computador conectado a uma rede. Os hosts variam de computadores pessoais a supercomputadores, dentre outros equipamentos, como roteadores. Todo host na internet precisa obrigatoriamente apontar para um endereço IP.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

37

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

HTML (Hyper Text Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto): Uma das linguagens utilizadas para se criar páginas da Internet.

HTTP: Protocolo

da

Web,

trabalha com hipertextos.

Intranet: “Miniatura” da Internet dentro da empresa, ou seja, rede corporativa interna, baseada nos protocolos e serviços da Internet, de acesso restrito dos funcionários.

IP (Internet Protocol):

Protocolo responsável pelo roteamento de pacotes entre dois sistemas que utilizam a família de protocolos TCP/IP, desenvolvida e usada na Internet. É considerado o mais importante dos protocolos em que a Internet é baseada.

Provedor de acesso (ou ISP Internet Service Provider):

Empresa que provê uma conexão do computador à rede da Internet.

Protocolo de comunicação:

regras (software)

que permite a

informações entre os nós de uma rede.

Conjunto de

troca de

RSS

Simple

Syndication): Uma das formas de se receber as atualizações de

(Really

conteúdo mais conhecidas, em que o usuário cria uma página XML com atualizações de texto e a disponibiliza em um servidor da Web; os usuários com programas agregadores como Internet Explorer, Outlook, Mozilla Firefox ou Mozilla Thunderbird se inscrevem em tais páginas e passam a receber os feeds contendo as novidades do site.

Servidor: Computador que serve informações (fornece). Na verdade, servidor é o nome dado aos programas, localizados nos computadores dos provedores, que fornecem informações aos programas localizados em nossos micros (clientes).

Site: Pasta (diretório) em que as páginas (documentos) são armazenadas. Também chamado de sítio da Web.

URL:

É

o

endereço da página

(como

http://www.pontodosconcursos.co

permite aos

m.br),

computadores encontrarem o que

maneira

uniforme.

o

que

usuário

busca,

de

Webmail: Serviço de gerenciamento de e-mails que utiliza um navegador Web como interface ao invés de um software cliente de e-mail.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

38

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Figura. Protocolos mais cobrados em provas (Quintão,

Figura. Protocolos mais cobrados em provas (Quintão, 2015)

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

39

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Lista das Questões Comentadas na Aula

1- (FCC/Câmara

Municipal

de

São

Administrativo/2014) Considere:

Paulo

-

CMSPD/Técnico

Deseja-se fazer uma transferência de arquivos na Internet. Estando no

prompt do DOS (a partir do sistema operacional Windows), deve-se digitar

I e pressionar a tecla ENTER. Para saber as opções, basta digitar help e pressionar ENTER. Algumas opções são: open, ascii, recv, send, glob, disconnect, dentre outras.

Quando um site da Internet é aberto, o .II. armazena diversos arquivos no

disco rígido com o intuito de agilizar o carregamento da página em acessos futuros. Além disso, todas as páginas visitadas são colocadas no histórico e os dados digitados em formulários também acabam sendo salvos pelo programa.

Uma pessoa que tem uma conta de e-mail com um serviço baseado na

web, como Hotmail, Yahoo! ou Gmail, utiliza um .III. Em vez de executar um programa de serviço de e-mail no seu computador, a pessoa se registra num serviço de e-mail de forma remota. O software e o armazenamento da conta não ficam no computador local, mas no servidor remoto.

A rede tem sido o melhor meio para criar o sistema globalizado de hoje, permitindo às pessoas estabelecer relações pessoais e de trabalho colaborativo em questão de segundos. Há diversas ferramentas que oferecem serviços para reuniões online e .IV. , como Google+ Hangouts, Meetin.gs, WebEx, Viber, Skype etc.

As lacunas I, II, III e IV são, correta e respectivamente, preenchidas por:

(A)

webmail sistema operacional browser mensagens curtas

(B)

ftp browser sistema em nuvem videoconferências

(C)

telnet navegador webmail sistemas em nuvem

(D)

ftp sistema operacional gopher mensagens curtas

(E)

telnet browser webmail sistemas em nuvem

Comentários (Prof a Patrícia)

Deseja-se fazer uma transferência de arquivos na Internet. Estando no

prompt do DOS (a partir do sistema operacional Windows), deve-se digitar e pressionar a tecla ENTER.

FTP
FTP

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

40

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

– Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão Figura. Uso do comando ftp. O meu

Figura. Uso do comando ftp. O meu usuário é pb003149 nessa tela.

Para saber as opções desse comando, basta digitar help e pressionar ENTER. Algumas opções são: open, ascii, recv, send, glob, disconnect, dentre outras.

open, ascii, recv, send, glob, disconnect, dentre outras. Comando Descrição open Fecha a sessão corrente

Comando

Descrição

open

Fecha a sessão corrente e abre uma nova sessão num outro servidor FTP.

ascii

Passa do modo binário ao modo ASCII (usado para texto).

recv

Receber arquivo.

send

Enviar um arquivo.

glob

Ativar/desativar a expansão de metacaracteres em nomes de arquivos locais.

disconnect

Terminar a sessão FTP.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

41

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

armazena diversos arquivos

no disco rígido com o intuito de agilizar o carregamento da página em acessos futuros. Além disso, todas as páginas visitadas são colocadas no histórico e os dados digitados em formulários também acabam sendo salvos pelo programa.

Quando um site da Internet é aberto, o

browser

Uma pessoa que tem uma conta de e-mail com um serviço baseado na

web, como Hotmail, Yahoo! ou Gmail, utiliza um

de executar um programa de serviço de e-mail no seu computador, a pessoa se registra num serviço de e-mail de forma remota. O software e o armazenamento da conta não ficam no computador local, mas no servidor remoto.

. Em vez

sistema em nuvem

A rede tem sido o melhor meio para criar o sistema globalizado de hoje,

permitindo às pessoas estabelecer relações pessoais e de trabalho colaborativo em questão de segundos. Há diversas ferramentas que oferecem serviços para

reuniões online e

, como Google+ Hangouts, Meetin.gs,

WebEx, Viber, Skype etc. Gabarito: letra B.

videoconferências

2- (FCC/PGE-BA/Assistente de Procuradoria/2013) Para responder às duas questões seguintes, considere as informações a seguir:

Em uma repartição pública os funcionários necessitam conhecer as ferramentas disponíveis para realizar tarefas e ajustes em seus computadores pessoais. Dentre estes trabalhos, tarefas e ajustes estão:

I. Utilizar ferramentas de colaboração on-line para melhoria do clima interno da repartição e disseminação do conhecimento.

II. Aplicar os conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas a fim de possibilitar a rápida e precisa obtenção das informações, quando necessário.

III. Conhecer e realizar operações de inserção de elementos nos slides do PowerPoint, dentre outras.

IV. Conhecer as formas utilizadas pelo Excel para realizar cálculos e também operações de arrastar valores de uma célula para a outra.

V. Realizar pesquisas na Internet usando os sites de busca mais conhecidos.

Uma das formas de disseminação do conhecimento, conforme referido no item I, é um sítio (site) na Web para o trabalho coletivo. É resultado do trabalho de um grupo de autores com a funcionalidade de que qualquer um pode juntar, editar e apagar conteúdos ainda que estes tenham sido criados por outros autores. Trata-se de

a) chat. b) wiki. c) blog. d) e-mail. e) fórum.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

42

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Comentários (Prof a Patrícia)

Item A. Chat ou sala de bate-papo é um serviço oferecido por inúmeros servidores pelo qual os usuários podem conversar com várias pessoas simultaneamente. Para utilizá-lo, não é necessário nenhum software especial, apenas o navegador que usamos para acessar a Internet. Item errado.

Item B. Wikis são páginas comunitárias (exemplo: Wikipedia, Pbwiki, Wikilog, TWiki, PHPWiki, etc.), que permitem construção coletiva de documentos e podem ser alteradas por todos os usuários que têm direitos de acesso. Item correto.

Item C. A palavra blog vem de Web e Log. O blog é um diário na web, um registro na web! Blogs (como: Blogger, WeBlogger, BlogSpot, WordPress) são páginas fáceis de atualizar e editar, cujas atualizações (chamadas posts) são organizadas cronologicamente de forma inversa (como um diário). Item errado.

Item D. Correio Eletrônico (E-mail): mensagem transmitida por meios eletrônicos. Item errado.

Item E. Fórum é um espaço que pode ser utilizado para deixar mensagens sobre um assunto. A palavra fórum pode ser aplicada tanto para grupos de discussão, como para listas de distribuição de mensagens sobre um determinado assunto. Item errado.

A resposta à questão é a alternativa B: Wiki.

Gabarito: letra B.

3- (FCC/DPE-SP/Agente de Defensoria/Contador/2013) As redes aplicadas aos negócios são utilizadas pelas empresas com finalidades comerciais e corporativas. Sobre estas redes pode-se afirmar:

a) A intranet é uma rede interna, fechada e exclusiva, com acesso somente

para os funcionários de uma determinada empresa e liberado somente no ambiente de trabalho e em computadores registrados na rede. Essa restrição do ambiente de trabalho é necessária, já que as intranets são necessariamente LANs construídas sobre a internet. Em outras palavras, não é possível acessar

intranets de outro computador ligado à internet.

b) As intranets são redes restritas e fechadas a membros de um grupo ou

funcionários de uma empresa. Uma intranet é uma versão particular da internet que funciona somente conectada a ela. Essa rede pode servir para troca de informação, mensagens instantâneas, fóruns ou sistemas de gerenciamento de sites ou serviços online.

c) Uma extranet pode conectar funcionários de uma empresa que trabalham

em escritórios diferentes ou pode facilitar a logística de pedidos justamente por

interligar diferentes departamentos de uma mesma empresa em uma mesma rede, mas sempre numa configuração de rede local.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

43

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

d) A diferença básica entre intranet e extranet está em quem gerencia a rede e nos protocolos que utilizam. O funcionamento é o mesmo, a arquitetura da rede é a mesma, mas a extranet não utiliza os protocolos HTTP, SMTP e FTP. Além disso, em uma intranet, quem a gerencia é só uma empresa, enquanto que em uma extranet os gerentes são as várias empresas que compartilham a rede.

e) Quando alguma informação da intranet é aberta a clientes ou fornecedores da empresa, essa rede passa a ser chamada de extranet. A extranet é formada por redes privadas que compartilham uma rede entre si para facilitar pedidos, pagamentos e o que mais precisarem. Numa extranet a empresa abre uma parte de sua rede para contato com o cliente ou permite uma interface de acesso dos fornecedores à rede.

Comentários (Prof a Patrícia)

Item a. Item errado. A intranet é uma rede interna, fechada e exclusiva, com acesso somente para os funcionários de uma determinada empresa e muitas

vezes

registrados na rede. Essa restrição do ambiente de trabalho não é necessária, já que as intranets não são necessariamente LANs, mas sim redes construídas sobre a internet. Em outras palavras, tecnicamente é possível acessar intranets de qualquer computador ligado à internet, caso a mesma também esteja ligada à internet.

Item b. Item errado. As intranets são redes restritas e fechadas a membros de um grupo ou funcionários de uma empresa. Uma intranet é uma versão particular da internet, que pode ou não estar conectada a esta. Essa rede pode servir para troca de informação, mensagens instantâneas, fóruns, ou sistemas de gerenciamento de sites ou serviços online.

Item C. Item errado. Esse é o papel de uma intranet. A intranet pode conectar empregados de uma empresa que trabalham em escritórios diferentes ou pode facilitar a logística de pedidos justamente por interligar diferentes departamentos de uma mesma empresa em uma mesma rede.

Item D. Item errado. Tanto a intranet quanto a extranet são sistemas de rede construídas sobre o modelo da internet, usando os mesmos recursos como protocolos TCP/IP, para fazer a conexão entre os computadores, HTTP, para mostrar conteúdos e serviços de rede, SMTP, para envio de mensagens de correio eletrônico e FTP, para transferência de arquivos. A diferença básica entre intranet e extranet está em quem gerencia a rede. Na intranet, quem gerencia é só uma empresa, enquanto que em uma extranet, os gerentes são as várias empresas que compartilham a rede.

Item E. Item correto. Quando alguma informação da intranet é aberta a clientes ou fornecedores dessa empresa, essa rede passa a ser chamada de extranet. A extranet é formada por redes privadas que compartilham uma rede entre si para facilitar pedidos, pagamentos e o que mais precisarem. No conceito de

computadores

liberado

somente

no

ambiente

de

trabalho

e

em

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

44

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

extranet, a empresa abre uma parte de sua rede para contato com o cliente, ou permite uma interface de acesso dos fornecedores à rede.

Gabarito: letra E.

4- (FCC/DPE-SP/Oficial de Defensoria Pública/2013) Artigo publicado pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios:

Um bom exemplo do seu uso são as listas de tarefas que permitem ao gestor acompanhar na rede da empresa a evolução do trabalho dos funcionários, que a acessam com exclusividade. Outra boa ideia é integrá-la com os sistemas de gestão, tornando os processos administrativos mais eficientes. Embora seja de acesso restrito, também é possível abri-la para os blogs dos colaboradores, o que contribui para melhorar o relacionamento entre os funcionários.

Se antes eram associadas às grandes corporações, hoje é cada vez mais comum encontrá-las em pequenas e médias empresas. “Uma pequena empresa tem recursos escassos. Com elas é possível ganhar tempo com eficiência”, diz Ronaldo Fujiwara, da agência especializada em comunicação digital NHW.

Esse artigo se refere a

a) internet.

b) redes sociais.

c) intranets.

d) redes wireless.

e) MANs.

Comentários (Prof a Patrícia)

O texto em questão refere-se às intranets. A intranet é uma rede baseada em protocolo TCP/IP, pertencente a uma empresa, acessível apenas por membros da organização, empregados ou terceiros com autorização. Conforme destaca o artigo http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI160494-17156,00- COMO+TURBINAR+A+SUA+INTRANET.html, as intranets podem ter vários usos em uma organização, como por exemplo:

integrar-se com os sistemas de gestão integrada da empresa, o que pode melhorar a eficiência de processos administrativos;

ser utilizada como ambiente para compartilhamento de informação, como artigos, textos, links, etc. pelos funcionários;

disponibilizar uma lista de tarefas, com o objetivo de aumentar a produtividade dos funcionários. O artigo destaca o exemplo de uma organização em que os funcionários preenchem um formulário com seus

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

45

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

dados pessoais e as tarefas que estão executando, especificando o que já foi feito e o que falta fazer. Automaticamente, o gestor responsável recebe por e-mail um relatório com as atividades relatadas pelos funcionários;

publicar os blogs dos colaboradores, o que contribui para melhorar o relacionamento entre os funcionários, dentre outros.

Gabarito: letra C.

5- (FCC/PGJ-CE/Técnico Ministerial/Apoio Especializado/2013) Para se montar uma intranet segura e confiável são necessários procedimentos adequados. Um procedimento INCORRETO é:

a) Definir as conexões: para que funcionários tenham acesso à intranet, seus

computadores não podem estar conectados à rede local (LAN) da organização.

O essencial é que tenham acesso à internet e possuam browsers como o Internet Explorer, Chrome, Firefox ou Safari.

b) Dimensionar o servidor web: o hardware a ser usado como servidor de intranet depende do tamanho da intranet, do conteúdo a ser publicado e do número de pessoas que tenham acesso à intranet em cada dado momento.

c) Escolher o software do servidor web: o software lida com todos os pedidos de arquivos armazenados no servidor, localiza o conteúdo e o encaminha à máquina certa. O software mais popular é o Apache, que é gratuito. Outro muito usado é o Microsoft Internet Information Server.

d) Escolher um servidor de apoio: em empresas nas quais os funcionários dependem mais da intranet para acesso a aplicativos disponíveis via web, se torna importante utilizar outro servidor de apoio ou mesmo um sistema de servidores em rede que compartilhem as responsabilidades.

e) Escolher um firewall: um firewall é essencial para a segurança da intranet,

especialmente se ela possui extensões em formato extranet ou permite acesso

remoto de fora da rede local da empresa.

Comentários (Prof a Patrícia)

A assertiva A está errada. As intranets são redes restritas e fechadas a

membros de um grupo ou funcionários de uma empresa e seus computadores podem estar conectados à rede local (LAN) da

organização. Uma intranet pode ou não estar conectada à Internet, e é claro que o acesso direto dos usuários à grande rede (Internet) pode tornar o sistema menos seguro, principalmente quando ele não comtempla as medidas de segurança adequadas. As demais opções estão especificadas corretamente.

A resposta à questão é a alternativa A.

Gabarito: letra A.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

46

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

6- (FCC/TRE-RN/2005) Um serviço em ambiente de Internet muito utilizado para transferência de arquivos (download) é o DNS.

Comentários (Prof a Patrícia)

O DNS (Domain Name System Sistema de Nomes de Domínio) é um recurso usado em redes TCP/IP que permite ao usuário acessar computadores sem que este conheça o endereço IP da máquina. É utilizado para traduzir endereços de domínios da Internet (URLs), como www.pontodosconcursos.com.br, em endereços IP, como 200.234.196.65, e vice-versa.

Gabarito: item errado.

7- (FCC/2007/MPU/Técnico

-

Área

Administrativa/Q.24-Adaptada)

Instruções: Para responder à próxima, considere as informações abaixo:

OBJETIVO:

O Ministério Público do Governo Federal de um país deseja modernizar seu ambiente tecnológico de informática. Para tanto, adquirirá equipamentos de computação eletrônica avançados e redefinirá seus sistemas de computação a fim de agilizar seus processos internos e também melhorar seu relacionamento com a sociedade.

REQUISITOS PARA ATENDER AO OBJETIVO:

§1º - O ambiente de rede de computadores, para troca de informações exclusivamente internas do Ministério, deverá usar a mesma tecnologia da rede mundial de computadores.

§2º - O acesso a determinadas informações somente poderá ser feito por pessoas autorizadas.

§3º - Os funcionários poderão se comunicar através de um serviço de conversação eletrônica em modo instantâneo (tempo real).

§4º - A comunicação eletrônica também poderá ser feita via internet no modo não instantâneo.

Os §1º, §3º e §4º correspondem correta e respectivamente a

(A)

intranet, chat e e-mail.

(B)

intranet, e-mail e chat.

(C)

navegador, busca e chat

(D)

navegador, e-mail e intranet

(E)

internet, e-mail e chat

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

47

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

Comentários (Prof a Patrícia)

§1º - O ambiente de rede de computadores, para troca de informações exclusivamente internas do Ministério, deverá usar a mesma tecnologia da rede mundial de computadores.

Esse texto refere-se à definição de intranet, que pode ser definida como uma “miniatura” da Internet dentro da empresa, ou seja, uma rede corporativa interna, baseada nos protocolos e serviços da Internet, de acesso restrito dos funcionários. O protocolo em questão é o TCP/IP. A Intranet é utilizada para facilitar o acesso às informações corporativas e agilizar os processos internos, reduzindo custos e aumentando a produtividade.

§3º - Os funcionários poderão se comunicar através de um serviço de conversação eletrônica em modo instantâneo (tempo real).

Chat significa “conversação" ou "bate-papo" em português. É o mecanismo utilizado para designar aplicações de conversação em tempo real. Esta definição inclui programas de conversação em página Web como chats do terra, UOL etc., e mensageiros instantâneos como MSN, ICQ etc.

§4º - A comunicação eletrônica também poderá ser feita via internet no modo não instantâneo.

E-mail é um exemplo de mecanismo que permite criar, enviar e receber mensagens através de sistemas eletrônicos de comunicação em que o usuário não precisa estar em um ambiente de comunicação instantânea, como o MSN.

Gabarito: letra A.

8- (FCC/TRE-SP - Técnico Administrativo/2006) World Wide Web ou “WWW” é uma rede mundial de computadores que fornece informações para quem se conecta à Internet por meio de um navegador (browser), que descarrega essas informações (chamadas “documentos” ou “páginas”) de servidores de Internet (ou “sites”) para a tela do computador do usuário.

Comentários (Prof a Patrícia)

Rede de computadores interligados com a finalidade de apresentar informações em forma de páginas de multimídia. Sistema de informações em páginas de hipertexto.

Gabarito: item correto.

www.pontodosconcursos.com.br | Prof a . Patrícia Lima Quintão

48

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS – Turma: 12 – Foco:

Noções de Informática em Teoria e Exercícios Comentados p/ INSS Turma: 12 Foco: FCC

Aula 00 Aula Demonstrativa - Prof a . Patrícia Quintão

9- (FCC/TRT 14º Região/Técnico Judiciário/Área Administrativa/2011) Em relação à Internet, é INCORRETO afirmar que upload é o processo de transferência de arquivos do computador do usuário para um computador remoto.

Comentários (Prof a Patrícia)

Upload é a transferência de um arquivo, de qualquer natureza, do computador do usuário para algum equipamento da Internet. Portanto o conceito apresentado na questão está correto, mas como tivemos uma negativa na questão, a assertiva está errada.

Gabarito: item errado.

10- (FCC/Polícia Civil de São Paulo/Investigador/2008) Um endereço IP (Internet Protocol) é formado por um conju