You are on page 1of 27

Como os websites parlamentares podem

contribuir para agregar valor à atividade


parlamentar e para aproximar o
parlamento dos cidadãos

Sérgio Soares Braga


Departamento de Ciências Sociais (DECISO)
Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Belo Horizonte, Fevereiro de 2010
Estrutura da apresentação:
 (1) Idéias básicas subjacentes;

 (2) Funções do parlamento e papel dos


websites parlamentares;

 (3) Resultados de pesquisa;

 (4) Conclusões: avanços e dilemas do uso


da internet pelos parlamentos.
Referência:
(1) Três idéias básicas subjacentes:

 Virtual political system e “critical citizens”


(Norris, 2001)

 Outras funções desempenhadas pelo


parlamento além da função de
representação (Leston-Bandeira, 2007)

 Rumo a uma democracia parlamentar


mais participativa e com mais espaços de
deliberação (Dominic Tinley, 2008)
Virtual Political System:
Introduction: Theoretical backgroung

 Figuras da Lesan Bandeira:


Primeiros passos na longa jornada rumo a uma
democracia parlamentar mais transparente e
participativa:
(2) Funções básicas do legislativo e os
websites parlamentares
 (i) Legislação => informações sobre sinopses e criação de
espaços de intervenção e de ampliação da deliberação
pública;

 (ii) Representação => informações sobre parlamentares e


criação de espaços de contato com MPs;

 (iii) Resolução de conflitos => divulgação das discussões


e criação de espaços de deliberação;

 (iv) Educação => criação de espaços de comunicação com a


sociedade e divulgação das atividades do parlamento;

 (v) Fiscalização => monitoramento das ações da


administração pública através das Comissões e instrumentos
regimentais;

 (vi) Legitimação => criação de espaços de divulgação do


papel do legislativo para a sociedade (TV Legislativo etc.)
(3) Resultados da pesquisa:
 Navegabilidade: (Variáveis 1 a 15 da planilha).

 Centros decisórios: (Variáveis 16 a 50 da planilha).

 Parlamentares: (Variáveis 51 a 74 da planilha).

 Processo decisório: (Variáveis 75 a 113 da


planilha).

 Relações com o público e cidadania: (Variáveis 114


a 158 da planilha).

 Administração: (Variáveis 159 a 177 da planilha).

 Integração em rede: (Variáveis 178 a 195 da


planilha).
Resultados: navegabilidade

Figure 2. Navegability in brazilian websites


(2007-2009)

100,0
100
100,0 95,0
95 95,0
95
93
90 90
90,0 90
85 85 85,0

78,0
75 75
73
75,0 70 70,0
65 65 65,0 65
60 60,0
60 60,0
58
53
Score

48,0
48 48,0
48
50,0 45,0 45,0 45,0 46
43,0

35,0 35,0 35,0 35,0


35
33,0
33
30,0
30 30
28
25,0 25
25,0 20,0 20,0
18,0
15,0
10,0

0,0
0,0
SF CD AC AM AP PA RO RR TO AL BA CE MA PB PE PI RN SE DF GO MS MT ES MG RJ SP PR SC RS

Feder al Região Nort e Nor dest e Cent r o- Oest e Sudest e Sul

Federative Units
Resultados: processo decisório
Resultados: parlamentares
Resultados: classificação geral
Resultados: parlamentares
Boas práticas: votação nominal (ALRGS)
Boas práticas: Orçamento (ALES)
Boas práticas: Parlamento Jovem (ALEMG)
Aspectos problemáticos: sinopse
legislativa (ALERJ)
Aspectos problemáticos: Comissões
Parlamentares (ALEPr)
Aspectos problemáticos: perfis
parlamentares (ALESP)
(4) Conclusões: aspectos positivos

 Websites agregam muito valor às


funções de: representação;
educação; legitimação.

 Tendência ao aumento das


informações disponibilizadas nos
WP, embora a qualidade dessa
informação não seja sempre
satisfatória.
(4) Conclusões: aspectos
insuficientemente tratados

 Criação de mecanismos de participação e


interação e sua efetividade;

 Como as informações são processadas


internamente;

 Efetividade das TICs no processo


decisório e nas funções de legislação e
fiscalização do Executivo.
Websites recomendados
 http://www.pippanorris.com/ [website da cientista
política de Harvard com vários estudos sobre e-
democracy];

 http://www.ictparliament.org/ [website do Global


Center for Information and Communication
Technologies in Parliament com diversos estudos sobre
e-parliament]

 http://www.congressoaberto.com.br/ [iniciativa
visando ao acompanhamento das atividades da Câmara
dos Deputados]

 http://www.fiepr.org.br/redeempresarial/ [site da rede


de participação política, iniciativa vinculada à
Federação das Indústrias do Paraná (FIEP)]
Grato pela atenção!

Email: ssbraga@uol.com.br
Referências bibliográficas:
 BRAGA, S. (2007). O papel das TICs na institucionalização das
democracias: um estudo sobre a informatização dos órgãos legislativos na
América do Sul com destaque para o Brasil Brasília: Plenarium

 LESTON-BANDEIRA, C. (2007). The impact of the Internet on Parliaments:


a Legislative Studies Framework. Parliamentary Affairs, London, v. 60, n.
4, p. 655-674.aug. .

 LESTON-BANDEIRA, C.; WARD, S. (2008). Parliaments in the Digital Age.


Oxford: The Britsh Academy. 51 p. Oxford Internet Institut, Forum
Discussion Report 13, January 2008.

 MELLO, S. A.; COHEN, F. F.; OLIVEIRA, P. P. ( 2003). Avaliação de Capital


Intelectual das Páginas Web das Assembléias Legislativas Brasileiras. Belo
Horizonte: Escola do Legislativo/ALMG. Monografia do curso de
Especialização defendida na Escola do Legislativo de Minas Gerais.

 NORRIS, P. (2001). Digital Divide: Civic Engagement, Information Poverty,


and the Internet Worldwide. Cambridge: Cambridge University Press

 TRECHSEL, A.; KIES, R.; MENDEZ, F.; SCHMITTER, P. (2003). Evaluation


of the use of New Technologies in order to facilitate democracy in Europe.
Genova/Suiça: European Paliament. 117 p. Relatório de Pesquisa da
equipe encarregada de avaliar os websites dos parlamentos e partidos
europeus.