Вы находитесь на странице: 1из 14

O Vencedor

Outubro 2009 a Janeiro 2010

A Revista "O Vencedor" Editora Restauração,


pode ser enviada para assim como as demais
qualquer lugar do correspondências.
mundo, a toda pessoa Operamos pela fé na
interessada, livre de provisão do nosso
quaisquer ônus. Senhor Jesus Cristo.

Se você tem algum Esta obra é uma


amigo que gostou da tradução fiel da "The
revista pedimos que Overcomer Magazine"
nos informe seu nome e com a devida
endereço para que autorização dos irmãos
possamos enviar-lhe responsáveis por sua
gratuitamente um edição na Inglaterra há
exemplar. quase cem anos.
O financiamento deste Dependemos da sua
ministério depende intercessão para que o
das doações dos trabalho de tradução,
leitores, e muito nos revisão, edição e
alegramos em saber publicação de "O
que alguns dos nossos Vencedor" seja dirigido
irmãos estão prontos e sustentado
para ajudar com exclusivamente pelo
alguma contribuição. Senhor.
As ofertas de amor A graça e a paz seja
devem ser enviadas com todos.
para o endereço da Amém

A GRAÇA E....

ENSINAMENTO BÍBLICO
PARA PROMOVER O
CRESCIMENTO ESPIRITUAL
O Vencedor
Versão em Português: Volume VI Número 2 Outubro 2009.
ALGUMAS PUBLICAÇÕES DA
Traduzida por João A.F.Barros. EDITORA RESTAURAÇÃO
Publicada pela Editora Restauração.
Editada por João Alfredo F. Barros.
Revista Quadrimestral - “O VENCEDOR”
Original em Inglês: Volume LXXXX Número 2 Julho 2009. Revista anual - “MENSAGENS DE BOAS NOVAS”
Fundada pela Sra. Jessie Penn-Lewis em 1909. Boletim Mensal - “O MENSAGEIRO DAS BOAS NOVAS”
Publicada por The Overcomer Literature Trust. Livretos - “RESTAURANDO A EXPRESSÃO DA UNIDADE DA IGREJA”
Editada por Michael Metcalfe. Volume I - “A CEIA DO SENHOR” - Partes 1 a 5
Livretos- “RESTAURANDO A EXPRESSÃO DA UNIDADE DA IGREJA”
Volume II - “O BATISMO” - Partes 1 a 3
Conteúdo: Livreto - “A SALVAÇÃO DA ALMA” - Watchman Nee
A GRAÇA E... Livreto - “A VERDADE ACERCA DO NATAL”
Página Livreto - “NÃO DEIXE A CONGREGAÇÃO” - J.Preston Eby
PORQUE O HOMEM NÃO TEM NENHUM BEM Livreto - “A QUE DEVEMOS SER LEAIS” - Willian MacDonald
EM SI MESMO, NEM NADA DO QUE POSSA SE GLORIAR Livreto - A VONTADE DE DEUS PARA A MULHER CRISTÔ
Thomas a Kempis ......................................................................... 1 Livreto - “DIVÓRCIO E RECASAMENTO” - Shawn Abgail
CARTAS DOS EDITORES .................................................................... 1 Livreto - “HÁ UM COMBATE A SER COMBATIDO” - J.C.Metcalfe
PELA GRAÇA ATRAVÉS DA FÉ Livreto - “A IDENTIDADE DO TESTEMUNHO DA IGREJA” - Gino
C.H. Spurgeon ........……….…...…...........…......….................... 2 Iafranceso V.
“TU ÉS O MEU AMOR” Livreto - “FORA DO ARRAIAL” - Hamilton Smith
John Bunyan ............................................…................................ 4 Livreto - “UMA NOVA VISÃO DA IGREJA COMO FAMÍLIA” - Frank Viola
OS CAMINHOS DE DEUS NA GRAÇA Livro - “SINAIS DE UMA IGREJA VIVA” - John Stott
Marcus Rainford ........................................................................... 5 Livro - “CRISTO A SOMA DE TODAS AS COISAS ESPIRITUAIS” -
GRAÇA ABUNDANTE Whatchman Nee
Alan Greenbank .................…....…............................................... 10 Livro - “A ORDEM DE DEUS” - Bruce Anstey
A GRAÇA DE DEUS Livro - “PEGADAS” - Stephen Kaung
A.W. Tozer .................................................................................... 12 Livro - “A CRUZ” - Stephen Kaung
A GRAÇA EM AÇÃO Livro - “EU EDIFICAREI MINHA IGREJA” - Stephen Kaung
Jessie Penn-Lewis ......................................................................... 15 Livro - “MEDITAÇÕES SOBRE O REINO” - Stephen Kaung
A GRAÇA Livro - “O REINO DE DEUS” - Stephen Kaung
J.C. Metcalfe ................................................................................. 17 Livro - “RECONSIDERANDO O ODRE” - Frank A. Viola
Livro - “CRISTIANISMO PAGÃO” - Frank Vola
Toda correspondência concernente a esta revista, Livro - “QUEM É A SUA COBERTURA” - Frank Viola
doações para custear a sua publicação, mudanças Livro - “CHAMADOS PARA A SANTIDADE” - Ruth Paxson
de endereço, etc., deve ser enviada para: Livro - “RIOS DE ÁGUAS VIVAS” - Ruth Paxson
Pregações em CD e VCD - “PREGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO”

Editora Restauração - Revista "O Vencedor”


Caixa Postal: 1945 Todas as publicações se encontram disponíveis na página da
Curitiba - Paraná - Brasil internet www.editorarestauracao.com.br ou poderão ser solicitadas
CEP 80.011-970 pelo endereço da Editora.
e-mail: ovencedor@editorarestauracao.com.br
24 1
que é uma figura maravilhosa do que pelos nossos, mas também pelos de PORQUE O HOMEM NÃO TEM NENHUM BEM EM SI
é viver uma vida conformada com a todo o mundo” (1 Jo 2:1-2). MESMO, NEM NADA DO QUE POSSA SE GLORIAR
graça de Deus. Observe o fato de que Aqui a nossa obrigação é Thomas a Kempis
“Deus é Luz” e então leia adiante sublinhada. Isso não é para propagar
vendo como os versos nos advertem a doutrina cristã, nem mesmo para “Senhor, que é o homem mortal para que te lembres dele? e o filho do
contra qualquer reivindicação de per- fundar igrejas, mas para procurar homem, para que o visites?” (Sl 8:4).
feição, mas abrem então a grande pro- que “a graça de Deus que traz a salva-
visão da misericórdia de Deus. Então ção a todos” seja proclamada longe e
O que o homem merecia, Logo fica melhor, quando
veja o objetivo colocado diante de amplamente, e que o mundo tenha a
para que Tu o concedeste do Teu assim Ti agradares, e quando conce-
nós, que entramos no novo concerto oportunidade de conhecer “a graça
favor? deres estender a Tua mão auxiliado-
da graça de Deus: “Para que não do nosso de nosso Senhor Jesus
Senhor, não sou nada, não ra; porque somente Tu podes me auxi-
peque”. Certamente esse é o objetivo Cristo que, sendo rico, por amor de
posso fazer nada, não tenho nada que liar sem a ajuda humana, e assim for-
a ser seriamente perseguido e então vós se fez pobre; para que pela sua
seja bom em mim mesmo, mas em talecer-me para que o meu semblante
no caso de ficarmos desanimados pobreza enriquecêsseis” (2 Co 8:9).
todas as coisas estou cheio de deca- não esteja mais caído, mas o meu cora-
para um chamamento tão elevado Que privilégio nos é permitido de pro-
dência, e sempre me inclino para o ção esteja voltado apenas para Ti, e
lemos: “Se alguém pecar, temos um curarmos cooperar com Deus o
nada. A menos que Tu me ajudes, e esteja descansado e espere na Tua gra-
Advogado para com o Pai, Jesus Espírito Santo no Seu cumprimento
me instruas interiormente, fico com- ça, e se alegre no dom da nova conso-
Cristo, o justo. E ele é a propiciação em outros do propósito do Deus da
pletamente indiferente e pronto para lação.
pelos nossos pecados, e não somente Graça.
me despedaçar. Oh meu Deus, minha
Mas Tu, Senhor, és em Ti Verdade e minha Misericórdia, Oh
mesmo sempre O Mesmo, e perma- abençoada Trindade, somente a Ti
neces para sempre; sempre Bom, seja o louvor, a glória, o poder e a hon-
Justo e Santo; fazendo bem todas as ra, para todo sempre.
coisas, com justiça e santidade, e as
ordenando com sabedoria. Do livro: Of the Imitation of Christ
(Da Imitação de Cristo)

CARTAS DOS EDITORES


Meus Caros Amigos

Através de nosso Senhor Jesus “temos entrada pela fé a esta graça, na


qual estamos firmes.... E não somente isto, mas também nos gloriamos em
Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconcilia-
ção” (Rm 5:2,11).
Esta edição de 'O Vencedor' contempla os vários significados dessa
palavra maravilhosa: 'graça'. Este dom é nosso pela fé no Senhor Jesus Cristo e
somente por Ele. Através dessa graça estamos aptos para nos “alegrar na espe-
freegraf rança da glória de Deus” e não apenas isso, mas nos “alegrar em Deus através de
nosso Senhor Jesus Cristo”. Estamos aptos para nos alegrar não apenas no que
Free Editora e Gráfica Ltda. Ele é, não apenas no que Ele fez, mas em Deus pessoalmente, e em um relacio-
Rua Carlos de Laet, 4791 - Boqueirão namento vivo e profundo com Ele.
81.730-030 - Curitiba - PR
(41) 3287-3857 / 3286-8876
Oh que possamos entrar mais fundo, pela fé em nosso Senhor e
freegraf@brturbo.com Salvador, nessa graça na qual estamos, não apenas para ficar, mas para avançar
2 23
para um regozijo cada vez maior em nosso Deus e Pai através de Jesus Cristo o veio sobre eles o juízo do Deus. Para isto é, pela sua carne, e tendo um gran-
nosso Senhor. colocar de outra forma, parece que de sacerdote sobre a casa de Deus,
A graça do Senhor esteja com todo o povo de Deus. eles desprezaram a Sua graça, e deli- cheguemo-nos com verdadeiro cora-
Nele, beradamente seguiram seu próprio ção, em inteira certeza de fé, tendo os
Michael Metcalfe. caminho de desobediência. Eles corações purificados da má consciên-
colheram a recompensa do seu peca- cia, e o corpo lavado com água lim-
do. pa,”.
Amados irmãos, Quando de nossa parte
O Novo Concerto. entramos nesse novo concerto, nos é
Graça, paz e misericórdia de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo A epístola aos hebreus conta dito para cheguemos “a Jesus, o
sejam abundantes em sua vida. a história do novo concerto de Deus. Mediador de uma nova aliança, e ao
O apóstolo Paulo quase sempre iniciava as suas cartas com essa sauda- No capítulo oito encontramos o con- sangue da aspersão, que fala melhor
ção. Os cristãos hoje saúdam, na maioria das vezes, apenas com 'paz'. Mas o certo Mosaico colocado de lado e do que o de Abel. (Hb 12: 24).
Espírito Santo conduziu o apóstolo a saudar as igrejas primeiramente com a então, acerca do Senhor Jesus Cristo, Finalmente em Hebreus
graça, por quê? Creio firmemente que Ele está querendo nos mostrar que tudo o escritor diz: “Mas agora alcançou 13:20-21 uma responsabilidade é
na vida do crente provem e depende da graça de Deus. ele ministério tanto mais excelente, posta sobre nós. “Ora, o Deus de paz,
Se hoje todos nós podemos desfrutar da comunhão com Deus em quanto é mediador de uma melhor ali- que pelo sangue da aliança eterna tor-
nosso espírito é porque a Graça de Deus se fez carne e habitou entre nós. Nosso ança que está confirmada em melho- nou a trazer dos mortos a nosso
Deus é muito prático. Seu amor se manifesta de forma prática. De nada adian- res promessas.” (Hb 8:6.). Os termos Senhor Jesus Cristo, grande pastor
taria termos um Deus do céu que não nos acudisse na terra. Foi por isso que Ele desse novo concerto da graça são das ovelhas, vos aperfeiçoe em toda a
se fez homem, para nos alcançar em nossa fraqueza e impossibilidade. então estabelecidos nos versos 10-12 boa obra, para fazerdes a sua vonta-
A Graça de Deus se manifestou entre nós e hoje podemos desfrutar da nas palavras tomadas de Jeremias de, operando em vós o que perante
Sua presença em nós como Aquele que nos guia, nos protege e nos aperfeiçoa 31:31-34 que terminam na maravi- ele é agradável por Cristo Jesus, ao
até que o Seu propósito de sermos conformados à imagem do Filho Jesus Cristo lhosa promessa: “Porque serei mise- qual seja glória para todo o sempre.
se cumpra plenamente em nós. ricordioso para com suas iniqüida- Amém”.
Que a Graça que é a Pessoa maravilhosa do Senhor Jesus Cristo, pela des, E de seus pecados e de suas pre- A graça de Deus põe bastante
presença do Espírito Santo em cada um de nós, nos guie e nos ensine “até que varicações não me lembrarei mais.” definitivamente sobre nós a obriga-
todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a (Hb 8:12). A razão dessa promessa, e ção de nos submetermos a obra do
homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo”. Amém. que o sinal do favor gracioso de Deus Seu Espírito Santo dentro de nós,
se estendeu a nós, são claramente para que possamos viver de uma
João Alfredo colocados nas seguintes palavras: forma que seja agradável a Ele. Isto
“Porque Cristo não entrou num san- significará que outros serão capazes
tuário feito por mãos, figura do ver- de vê-Lo criar uma nova vida, seme-
PELA GRAÇA ATRAVÉS DA FÉ dadeiro, porém no mesmo céu, para lhante à de Cristo, em nosso cami-
C.H. Spurgeon agora comparecer por nós perante a nhar e testemunho diário. Isso não é
face de Deus” (Hb 9:24). Toda a nossa um ensinamento da perfeição sem
Porque Deus é gracioso, os al. Veja como o rio puro de águas
esperança descansa em nosso pecado. Nunca podemos ser perfeitos
pecadores são perdoados, converti- vivas procede do trono de Deus e do
Salvador crucificado e ressuscitado. até que “O vejamos como Ele é” e
dos, purificados e salvos. Não é por Cordeiro.
A primeira obrigação que o então seremos feitos plenamente “se-
causa de algo neles, ou daquilo que já Quão vasta é a graça de Deus!
novo concerto da graça põe sobre nós melhantes a Ele” (1 Jo 3:2), mas
possa estar neles, que são salvos, mas Quem pode medir a sua largura?
é visto nas palavras de Hebreus temos um concerto para guardar, e
por causa do amor ilimitado, da bon- Quem pode sondar a sua profundida-
10:19-22: “Tendo, pois, irmãos, ousa- por isso somos responsáveis.
dade, da piedade, da compaixão, da de? Assim como todo o resto dos atri-
dia para entrar no santuário, pelo san- Gostaria muito de sugerir
misericórdia e graça de Deus. butos divinos, ela é infinita. Deus é
gue de Jesus, pelo novo e vivo cami- concluindo que você leia cuidadosa-
Descanse um momento no mananci- cheio de amor, pois “Deus é amor”.
nho que ele nos consagrou, pelo véu, mente, e em oração 1 John 1:5 a 2:2
22 3
Pedro e João e informados de que será trazido aqui. Deus é cheio da bondade; da bondade verdadeira e sólida, conduzindo dire-
eram homens sem letras e indoutos, Em primeiro lugar Deus res- ilimitada e o amor se encontra na pró- to até Deus e vindo direto para baixo
se maravilharam; e tinham conheci- ponde o desejo do coração de Moisés pria essência da Divindade. É porque até nós, para que se torne um canal
mento de que eles haviam estado com expresso no capítulo 33:18: “Rogo-Te “a Sua misericórdia dura para sem- útil da misericórdia para a nossa
Jesus” (At 4:13). Neles mesmos eram que me mostres a Tua glória”. “Pas- pre” que não somos destruídos. alma.
homens muito comuns, mas a relação sando pois o Senhor perante a sua Porque as “Suas compaixões não Novamente lembro vocês
deles com a Graça encarnada de Deus face, clamou: Jeová, o Senhor, Deus falham” que os pecadores são condu- que a fé é só o canal ou aqueduto, e
não poderia ser negada, e ainda assim misericordioso e piedoso, tardio em zidos a Ele e perdoados. não a nascente da fonte, e não deve-
os judeus os rejeitaram como tinham iras e grande em beneficência e ver- Lembre-se disso ou você mos olhar tanto para ela para exaltá-
rejeitado o Senhor deles. dade; que guarda a beneficência em pode cair no erro de fixar tanto a sua la acima da fonte divina de toda a bên-
É a mesma coisa hoje. As pes- milhares; que perdoa a iniqüidade, e mente na fé que é o canal da salvação ção que está na graça de Deus. Nunca
soas podem ver a graça transforma- a transgressão, e o pecado; que ao cul- que se esquece da graça que é a fonte e faça 'cristo' fora da sua fé, nem pense
dora de Deus em seus parentes, ami- pado não tem por inocente; que visita até origem da própria fé. A fé é a obra nele como se fosse a fonte indepen-
gos ou conhecimentos e rejeitá-la. O a iniqüidade dos pais sobre os filhos e da graça de Deus em nós. Ninguém dente da sua salvação. A nossa vida é
apóstolo Tiago pergunta: “Ou cuidais sobre os filhos dos filhos até à terceira pode dizer que Jesus é o Cristo senão encontrada no olhar para Jesus, não
vós que em vão diz a Escritura: O espí- e quarta geração. E Moisés apressou- pelo Espírito Santo. “Ninguém vem a no olhar para a nossa própria fé. Pela
rito que em nós habita tem ciúmes?”. se, e inclinou a cabeça à terra, encur- Mim”, disse Jesus, “exceto aquele fé todas as coisas se tornam possíveis
Então ele continua: “Antes, dá maior vou-se, e disse: Senhor, se agora que o Pai que Me enviou o atrair”. para nós, contudo o poder não está na
graça. Portanto, diz: Deus resiste aos tenho achado graça aos teus olhos, vá Assim a fé, que está vindo de Cristo, é fé, mas em Deus sobre quem a fé des-
soberbos, dá, porém, graça aos agora o Senhor no meio de nós; por- o resultado da atração divina. A graça cansa. A paz dentro da alma não é pro-
humildes” (Tg 4:5-6). Não há nada que este é povo obstinado; porém per- é a primeira e a última causa da salva- veniente da contemplação da nossa
como o orgulho, e descansar em nos- doa a nossa iniqüidade e o nosso peca- ção, e a fé, essencial como ela é, é ape- própria fé, mas vem a nós Dele que é a
sos próprios esforços e obras, por do, e toma-nos pela tua herança”. nas uma parte importante do maqui- nossa paz, da orla de cujo vestuário a
fecharmos os nossos olhos à beleza da (Ex 34:6-9). Não há nada como a nário que a graça emprega. Somos sal- fé toca, e a virtude sai Dele para a
graça e firmemente fecharmos as por- graça maravilhosa de Deus para fazer vos “através da fé”, mas a salvação é nossa alma.
tas do céu. um homem arrojado na oração; ela é “pela graça”. Ecoam estas palavras A fraqueza da sua fé não des-
Assim voltamos novamente seguramente um convite a tal arrojo. com a trombeta do arcanjo: “Pela truirá você. Uma mão trêmula pode
ao círculo completo da verdade clara 'Deus', comenta o Bispo Ellicott, 'não graça sois salvos”. Que boas novas receber um presente de ouro. A salva-
de Efésios 2:8-9: “Porque pela graça responde diretamente essas orações, para o indigno. ção do Senhor pode vir a nós embora
sois salvos, por meio da fé; e isto não mas indiretamente as aceita pela A fé ocupa a posição de um tenhamos a fé somente como um grão
vem de vós; é dom de Deus. Não vem renovação do Seu concerto com canal ou tubo condutor. A graça é a da semente de mostarda. O poder
das obras, para que ninguém se glo- Israel'. Em outras palavras Ele coloca fonte e a correnteza. A fé é o aqueduto está na graça de Deus e não em nossa
rie”. A confiança na graça de Deus sobre eles a responsabilidade de res- ao longo do qual o fluxo da misericór- fé. Grandes mensagens podem ser
que traz a salvação é o único caminho ponder à Sua graça e perdão. Os ver- dia flui para refrescar os filhos seden- enviadas através de fios delgados e a
da vida que é aceitável a Deus. sos seguintes, 10-28, tornam isto tos dos homens. É uma grande perda paz dá testemunho de que o Espírito
abundantemente claro. O Deus da quando o aqueduto é quebrado. É Santo pode alcançar o coração por
As Responsabilidades de Graça. graça estabelece um concerto com uma triste visão olhar em torno de meio de uma fé semelhante a um fila-
Seria bom agora que você aqueles que aceitam o Seu favor, e Roma muitos aquedutos nobres que mento que parece quase incapaz de
tivesse a sua Bíblia aberta em Êxodo deve haver essencialmente duas par- não conduzem mais a água para a sustentar o seu próprio peso. Pense
34. Estou tocando apenas em um ou tes em qualquer concerto. Deus fez o cidade, porque os arcos estão quebra- mais NAQUELE para quem você olha
dois pontos que têm uma relação Seu concerto da lei com a nação de dos e as estruturas maravilhosas do que em seu próprio olhar. Você
especial com o nosso tema, mas esse é Israel. Ele sempre guardou o Seu lado estão em ruínas. O aqueduto deve ser deve olhar para longe até mesmo do
um capítulo de tanto conteúdo, que desse concerto, mas o povo continua- mantido inteiro para conduzir a cor- seu próprio olhar e ver apenas Jesus,
eu gostaria de pensar que você verá mente quebrava o seu, e tendo deixa- rente e do mesmo modo a fé deve ser e a graça de Deus revelada Nele.
muito mais nele do que aquilo que do de lado a sua responsabilidade
4 21
“TU ÉS O MEU AMOR” promessa: “Irá a minha presença con- 33:16). Há uma distinção muito mar-
John Bunyan tigo para te fazer descansar” (Ex cante entre o cristão aquele que
33:14). A graça triunfou, e as miseri- encontrou graça aos olhos de Deus
... E agora eu estava triste passado pelo meu coração, mas essas córdias de Deus foram prometidas por meio do sacrifício de nosso
por Deus ter me feito homem, pois palavras começaram então a se acen- àqueles que tão grosseiramente Senhor e Salvador Jesus Cristo na
temia que fosse um réprobo. der em meu espírito: “Tu és o Meu tinham pecado contra Ele. O leito do cruz, feito "uma vez para sempre" e o
... Nessa condição fiquei por Amor, tu és Minha Pomba”, vinte rio através do qual a Sua graça fluiu não convertido. Devemos estar perfe-
um longo espaço de tempo, mas quan- vezes consecutivas e, contudo, foi a intercessão de Moisés. itamente claros sobre isso em todo o
do o tempo do consolo estava por vir, enquanto passavam por minha men- nosso ministério. Como é dito no
ouvi alguém pregar um sermão com te, se tornavam mais fortes e mais As Evidências da Graça. Salmo 22:29 o Salmo da cruz “Nin-
essas palavras: “Eis que és formosa, quentes, e começaram a me fazer Um fato que possivelmente guém poderá reter viva a sua alma”. A
meu amor, eis que és formosa, os teus erguer os olhos, mas estando ainda nem sempre compreendemos é que a vida eterna em Cristo é o dom da
olhos são como os das pombas” (Ct entre a esperança e o medo, contudo graça é algo que pode ser vista por graça de Deus, que coloca um crente à
1:15). Mas naquele momento ele fez repetia em meu coração: 'Mas é ver- aqueles que observam a nossa vida. parte de outros, fazendo-o alguém
dessas duas palavras, 'meu amor', o dade, mas é verdade?' No que essa Isto é claramente afirmado em Atos que é conhecido e visto como sendo
seu assunto principal e o objeto em sentença veio a mim: “Ele não sabia 11:22-23. As notícias chegaram à igre- um filho de Deus. A resposta de Deus
questão, do qual, depois de ter aberto que era real o que estava sendo feito ja em Jerusalém do firme avanço do à oração de Moisés é maravilhosa-
um pouco o texto, observou essas vári- pelo anjo” (At 12:9). Evangelho em Antioquia, “e envia- mente imediata. “Então, disse o
as conclusões: 1. Que a igreja, e por Então comecei a dar lugar à ram Barnabé a Antioquia. O qual, Senhor a Moisés: Farei também isto,
isso cada alma salva, é o amor de palavra a qual, com o poder, fez repe- quando chegou, e viu a graça de Deus, que tens dito; porquanto achaste
Cristo, embora desamorável. 2. É o tidas vezes esse som alegre dentro da se alegrou, e exortou a todos a que per- graça aos meus olhos; e te conheço
amor de Cristo, sem uma causa. 3. É o minha alma: “Tu és o Meu Amor, Tu manecessem no Senhor”. A paráfrase por nome” (Ex 33:17).
amor de Cristo, quando odiada pelo és o Meu Amor, e nada ti separará do de J.B.Phillips diz: “Quando ele che- Há um verso encantador em
mundo. 4. É o amor de Cristo, quando Meu Amor” E com isso o meu coração gou e viu a obra da graça de Deus 2 Coríntios 9:8 que sublinha que a evi-
sob tentação e destruição. 5. É o amor foi plenamente cheio de conforto e ficou encantado”. É importante que dência da graça de Deus em um indi-
de Cristo, do princípio ao fim. esperança, e então pude crer que os em nossos dias também tenhamos os víduo é vista pela vida que é vivida, e
Mas não alcancei nada atra- meus pecados foram perdoados; sim, nossos olhos abertos para discernir estou usando aqui o Versão
vés daquela pregação até que ele che- fui então tão tomado pelo amor e “a obra da graça de Deus” nas vidas, e Autorizada: “E Deus é poderoso para
gasse à aplicação da quarta conclu- misericórdia de Deus, que me lembro que não estejamos tão ocupados com tornar abundante em vós toda graça,
são, essa foi a palavra que ele disse: não poder dizer como pude me con- as nossas próprias atividades que a fim de que, tendo sempre, em tudo,
'Se é que a alma salva é o amor de ter até que chegasse em casa. Pensei falhamos em testemunhar os mila- toda suficiência, superabundeis em
Cristo quando sob tentação, então que poderia ter falado do Seu amor, e gres da graça de Deus. A única evi- toda boa obra”. Pode algo ser mais ple-
pobre alma tentada, quando tu és contado da Sua misericórdia, até mes- dência válida de que um cristão pode no? A evidência da graça de Deus em
assaltada e afligida pelas tentações, e mos para os corvos que pousavam se dar a outros é essa da graça de Deus nossa vida é vista nas nossas atitudes
escondida da face de Deus, contudo sobre as terras lavradas diante de operando em sua vida. Moisés sabia e ações.
pense ainda nessas duas palavras: mim, e eles seriam capazes de me disto e tratou muito de perto com Falando do Senhor Jesus
“Meu amor”'. entender. Pelo que disse em minha Deus em busca dessa evidência do Cristo, João escreveu: “E o Verbo se
Então enquanto eu ia para alma, com muita alegria: 'Bem, tives- Seu favor. “Como”, diz ele, “pois, se fez carne e habitou entre nós, e vimos
casa, essas palavras vieram nova- se eu uma caneta e tinta aqui, escre- saberá agora que tenho achado graça a sua glória, como a glória do
mente ao meu pensamento, e lem- veria isto antes de ir um pouco mais aos Teus olhos, eu e o Teu povo?” Unigênito do Pai, cheio de graça e de
bro-me bem que quando vieram disse longe; pois seguramente não me Aqui estou continuando na versão verdade” (Jo 1:14). O povo judeu viu a
assim no meu coração: 'O que obterei esquecerei disso daqui a quarenta Standard Revisada: “Acaso, não por graça de Deus em Cristo, e O rejeitou.
pensando nessas duas palavras?' anos'. Mas, ai de mim! Em menos de andares Tu conosco, e separados sere- Eles viram também a Sua graça mira-
Esse pensamento nunca antes tinha quarenta dias comecei a questionar mos, eu e o Teu povo, de todo o povo culosa manifestada nos apóstolos:
que há sobre a face da terra?” (Ex “Então, eles, vendo a ousadia de
20 5
se alegra excessivamente na desco- prefiguração de que somente Ele tudo novamente. Deus e a minha alma eram amigas
berta de que Deus é “cheio de compai- pode dar Sua vida em resgate por nós. Lembro-me de que um dia, pelo Seu sangue, e vi que a justiça de
xão, e piedoso, sofredor, e grande em Tal atitude é o fruto direto da graça quando viajava pelo país, e meditava Deus e a minha alma pecadora
benignidade e em verdade” (Sl que opera na profundidade do nosso sobre a maldade e a blasfêmia do meu podem abraçar e beijar uma a outra,
86:15), em tudo isso podemos nos ale- ser. coração, e considerava a inimizade pelo Seu sangue. Esse foi um bom dia
grar continuamente pela “graça de Há um paralelo notável que estava em mim para com Deus, para mim, espero nunca esquecê-lo.
nosso Senhor Jesus Cristo” e, como dessa atitude de Moisés a ser encon- essa Escritura veio a minha mente: “E
Noé fez, podemos andar com Ele e trado na perspectiva de Paulo. “Dian- havendo por Ele feito a paz pelo san- Do livro: Grace Abounding (Abun-
aprender a fazer a Sua vontade. te de Cristo”, parafraseia J.B.Phillips gue da Sua cruz” (Cl 1:20). Pela qual dante Graça)
a Romanos 9:1-3, “e da minha pró- me fez ver, muitas e muitas vezes, que
O Fruto da Graça. pria consciência no Espírito Santo
Moisés certa vez enfrentou asseguro que estou dizendo a verdade OS CAMINHOS DE DEUS NA GRAÇA
uma tremenda crise. O povo de quando digo que há algo que me faz Marcus Rainford
Israel, durante a sua ausência no sentir-me muito deprimido, como
monte com Deus, fez um bezerro de uma dor que nunca me deixa. É a con- Deus é amor, e os caminhos que os caminhos de Deus, no verso 17
ouro e declarou: “Esses são os teus dição dos meus irmãos e companhei- de Deus na graça, temo, estão dentre a graça de Deus, no verso 18 a glória
deuses O Israel, que ti trouxeram ros israelitas, e cheguei de fato ao os últimos compreendidos e cridos de de Deus, no verso 19 a bondade e o
para fora da terra do Egito”. Veio o jul- ponto de desejar ser cortado de Cristo todos os Seus maravilhosos cami- nome de Deus são todos termos sinô-
gamento e, o pior de tudo, Deus recu- se isso significar que eles possam ser nhos. E, contudo todos os outros nimos. “Mostre-me a Tua glória”. Ele
sou ir com o Seu povo escolhido para ganhos para Deus”. A graça do Deus caminhos de Deus no governo, no jul- não a tinha visto? Ele não tinha visto
a Terra Prometida. Ele poderia enviar invade toda a personalidade de uma gamento e na providência são apenas a Sua glória no arbusto? Ele não tinha
um anjo adiante deles, mas a Sua pró- pessoa, fazendo-a não apenas consci- os mordomos dos Seus caminhos na visto a Sua glória na remissão de
pria presença devia ser retirada. Em ente da sua própria aceitação por graça; “Para que, ...a graça reinasse Israel para fora do Egito, o transporte
seu dilema encontramos Moisés base- Deus, mas reproduzindo nela uma pela justiça para a vida eterna, por deles pelo Mar Vermelho e pelo
ando a sua intercessão na graça de paixão para que outros sejam libertos Jesus Cristo nosso Senhor” (Rn 5:21). deserto para o lugar onde Ele tinha
Deus. Ele grita: “Eis que tu me dizes: das misérias do medo e da escuridão, A graça reina entronizada entre todos prometido que deveria um dia reuni-
Faze subir a este povo, porém não me e sejam trazidos “ao conhecimento da os outros atributos de Deus, e a justi- los em torno Dele? Sim tinha, mas
fazes saber a quem hás de enviar comi- salvação, na remissão dos seus peca- ça, santidade, fidelidade e poder de sentiu que havia mais para ver. “Ro-
go; e tu disseste: Conheço-te por teu dos; pelas entranhas da misericórdia Deus todas lançam as suas coroas go-Te que me mostres a Tua glória”, e
nome, também achaste graça aos do nosso Deus, com que o oriente do diante desse trono da graça no qual Deus prometeu mostrar-lhe a Sua gló-
meus olhos. Agora, pois, se tenho alto nos visitou; para iluminar aos Jeová se senta para dispensar a salva- ria (versos 21-23). No sexto e seguin-
achado graça aos teus olhos, rogo-te que estão assentados em trevas e na ção para os principais pecadores. tes versos do próximo capítulo lemos,
que me faças saber o teu caminho, e sombra da morte; a fim de dirigir os Quando Moisés, pasmado “E o Senhor desceu numa nuvem e se
conhecer-te-ei, para que ache graça nossos pés pelo caminho da paz”. (Lc pela maravilhosa graça de Deus, que pôs ali junto a ele; e ele proclamou o
aos teus olhos; e considera que esta 1:77-79). Por essa razão Paulo foi em resposta à sua oração tinha pro- nome do Senhor. Passando, pois, o
nação é o teu povo” (Ex 33:12-13). A capaz de dizer: “Mas pela graça de metido que a Sua presença deveria ir Senhor perante ele, clamou: O
preocupação de Moisés não é apenas Deus sou o que sou; e a sua graça para com Israel apesar do insulto grossei- Senhor, o Senhor Deus, misericordi-
consigo mesmo, mas com o povo, e comigo não foi vã, antes trabalhei ro que eles tinham infligido a Ele, esta- oso e piedoso, tardio em irar-se e gran-
não é toda a oração verdadeiramente muito mais do que todos eles; todavia va determinado a conseguir uma espi- de em beneficência e verdade; que
desinteressada? A preocupação genu- não eu, mas a graça de Deus, que está ada no coração de Deus, disse: “Rogo- guarda a beneficência em milhares;
ína de Moisés era para a glória de comigo” (1 Co 15:10); e foi por essa Te que me mostres a Tua glória”. que perdoa a iniqüidade, e a trans-
Deus e o bem-estar do Seu povo. Ele mesma razão que Moisés foi inspira- Agora, lembre-se da resposta do gressão e o pecado; que ao culpado
estava pronto até mesmo para ser ris- do a rogar ao Próprio Deus até que Senhor: “Eu farei passar toda a não tem por inocente; que visita a ini-
cado do livro da vida de Deus se Israel fosse dada a ele a garantia da presen- minha bondade por diante de ti”. Se qüidade dos pais sobre os filhos e
pudesse apenas ser perdoado uma ça contínua do Senhor com Israel na você for a Êxodo 33, no verso13 verá sobre os filhos dos filhos até a terceira
6 19
e quarta geração”. E Moisés apres- em nossa morte para nos vivificar e quando os filhos de Israel “foram três e tranqüila na Escritura para desco-
sou-se em adorar. Você se admira de em nossa vacuidade para nos encher. dias no deserto, e não encontraram brir que em Cristo “temos a redenção
que a sua face brilhasse quando des- A dificuldade da graça não é o nosso água”, e ainda novamente no Êxodo pelo seu sangue, a remissão das ofen-
ceu daquela entrevista com o Deus? pecado e indignidade. A dificuldade 16:25-27 onde Moisés avisa o povo sas, segundo as riquezas da sua graça,
Agora considere comigo da graça é a nossa presunção e a nossa que não haverá fornecimento de que Ele fez abundar para conosco em
durante alguns momentos o que é incredulidade. A graça é a força de maná no dia de sábado dos judeus, toda a sabedoria e prudência; desco-
essa graça, à qual somos agora cha- Deus tornada perfeita na fraqueza mas “alguns do povo saíram para brindo-nos o mistério da sua vonta-
mados para contemplar. Em humana. A graça é a salvação de Deus colher, mas não o acharam”. Isso de...” (Ef 1:7-9). Que regozijo enche o
Colossenses 1 verso 19, lemos: “Por- concedida ao perdido. A graça é a vida parece mostrar claramente que a nosso coração quando fora da gran-
que foi do agrado do Pai que toda a de Deus comunicada aos mortos. A graça de Deus tem de ser humilde- deza da nossa necessidade saímos
plenitude Nele habitasse”. Agora mar- graça é a plenitude de Deus que supre mente buscada para ser encontrada. para buscar e encontrar que de fato
que: “Toda a plenitude”, e para que a nossa vacuidade. A graça é o céu de Há muitos que falam sobre a graça os somos “agradáveis a Ele no Amado”
não haja nenhum erro, leia o capítulo Deus em vez do nosso inferno. A quais não vivem no gozo real do mara- (Ef 1:6), para que a graça e o favor de
2 verso 9: “Porque Nele”, isto é em graça é a justiça de Deus em vez da vilhoso cuidado gracioso de Deus por Deus sejam estendidos a nós em
Cristo, “habita corporalmente toda a nossa culpa. A graça é o próprio Deus eles, apesar do fato de isso não ser Cristo, e que nada além da nossa pró-
plenitude da Divindade”. Agora olhe concedido livremente, a nossa heran- uma teoria, mas uma realidade glori- pria relutância em recebê-la pode nos
em João 1 verso 16 para ver o que é ça para sempre. Deus não esteve ocio- osa. Ouça a canção de regozijo do deixar fora da maravilha e regozijo
essa plenitude. Essa plenitude do so na eternidade passada. “Meu Pai Salmista: “Porque o Senhor Deus é desse favor imerecido. Há tantas pes-
Todo-poderoso que habita corporal- trabalha até agora, e eu trabalho tam- um sol e escudo; o Senhor dará graça soas sinceras que passam a sua vida
mente no Senhor Jesus Cristo é para bém” (Jo 5:17). Quão pouco podemos e glória; não retirará bem algum aos na miséria dos insatisfatórios altos e
que: “Todos nós recebamos também captar dos Seus caminhos. Se tudo o que andam na retidão. Senhor dos baixos, da experiência de estar dentro
da sua plenitude, e graça por graça”. que aconteceu pudesse ser escrito Exércitos, bem-aventurado o homem e fora, porque nunca realmente bus-
Graça por graça é a plenitude da acerca dos feitos de Deus no passado, que em ti põe a sua confiança” (Sl caram e encontraram graça aos Seus
Divindade em Cristo, graça a ser o próprio mundo não poderia conter 84:11-12). D.L.Moody certa vez des- olhos. O nosso coração não se emoci-
comunicada no tempo, e por toda a os livros que deveriam ser escritos. creveu isso como 'uma palavra de avi- ona com a canção de adoração de
eternidade em glória para os pecado- Mas quaisquer que fossem os seus vamento'. O conhecimento da graça Isaac Watt?
res salvos pelo sangue, habitados caminhos no governo, no juízo ou na de Deus deve ser buscado, e aqui segu-
pelo Espírito, e ressuscitados em Sua providência, os Seus caminhos na ramente podemos confiar na própria 'Dê ao nosso Deus imortal o louvor,
semelhança para gozar da comunhão graça são o clímax e coroa de todos. promessa do Salvador: “Pedi, e dar- a misericórdia e a verdade são todos
com Ele para sempre. Pois a graça Os seus caminhos na graça parecem, se-vos-á; buscai, e encontrareis; Seus caminhos.
não é dada a parte Dele, mas na comu- o quanto entendo da Palavra revelada batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aque- As maravilhas da graça a Deus per-
nhão com Ele. “Fiel é Deus, pelo qual de Deus, terem sido “escondidos em le que pede, recebe; e, o que busca, tencem;
fostes chamados para a comunhão de Deus”, até que o homem, o querido de encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe- recite as Suas misericórdias em sua
seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor” Deus, caísse e perdesse o seu Deus. á” (Mt 7:7-8). É ao humilde que a canção.
(1 Co 1:9). Veja, todas as Suas grande- Quaisquer que possam ter sido os graça é dada (Pr 3:34), e “a graça e a Ele enviou a Seu Filho com o poder
zas são enumeradas temos comu- caminhos de Deus antes do tempo verdade vieram com Jesus Cristo” (Jo para salvar
nhão com todas elas, e comunhão não podemos contar, mas esse foi o clí- 1:17), e “sendo justificados pela sua da culpa, da escuridão e da sepultura.
quer dizer participação. max de todos os caminhos de Deus, graça, somos feitos herdeiros segun- As maravilhas da graça a Deus per-
Cristo morreu. Ele deu a Si mesmo do a esperança da vida eterna” (Tt tencem;
A graça busca a nossa necessi- por nós, morreu para salvar os pobres 3:7). recite as Suas misericórdias em sua
dade. pecadores, culpados, perdidos, indig- A nossa aproximação às canção'.
Lembre-se, a graça de Deus nos e incapazes. maravilhas da graça de Deus muitas
busca a nossa necessidade, não o vezes é completamente muito inte- Não há ponto de parada em
nosso mérito. A graça de Deus nos Deus é amor. lectual e mecânica, quando o que é tudo isso. Ou você anda na árdua labu-
busca em nossa ruína para nos salvar, Agora deixe-me dizer aqui preciso é de uma pesquisa constante ta da dúvida, incerteza, e derrota, ou
18 7
A GRAÇA que creio de todo o meu coração que teza, descendo do seio de Deus para o
J.C. Metcalfe Deus irá assombrar o universo nesta ventre de uma mãe humana. Grande
questão da Sua graça. Creio que Ele foi a Sua graça quando Ele assumiu a
“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os está a ponto de manifestar a toda a cri- natureza que Ele amou, possuiu,
homens” (Tt 2:11). ação quanto Ele pode amar. “Deus é encheu, nasceu nela, viveu nela, ser-
amor”. Quando Deus criou o nosso viu nela, cumpriu toda a justiça nela,
Que afirmação emocionante ou dois quadros do Velho mundo deu a água para os peixes, deu levou-a ao Jordão, foi batizado nela,
é essa! A Bíblia de Cambridge para Testamento. a terra para as bestas, deu o ar para as levou-a ao deserto, foi tentado nela,
escolas e colégios aponta que o verbo aves e deu o Seu céu para os anjos; e orou nela, sofreu nela, levou-a ao
traduzido “há manifestado” ocorre Achando a Graça. quando tudo foi feito (houve um con- Getsêmane e suou gotas de sangue
também em Tito 3:4 e Lucas 1:78. A Visto do nosso ponto de vista selho sobre isso) Deus disse: “Faça- por ela, levou-a ao Calvário onde a
graça de Deus é vista no fato de que o a graça é uma descoberta. Entrar no mos o homem a nossa imagem e seme- lança romana entrou em Seu coração,
Senhor Jesus Cristo vestiu um corpo amor gracioso e indulgente de Deus é lhança”. “Senhor, que é o homem mor- e a fonte foi aberta para o pecado e
humano, e naquele corpo carregou o a coisa mais revolucionária que pode tal para que te lembres dele?” E Adão para a impureza. Grande foi a Sua
nosso pecado na cruz, e agora vive nos acontecer. Descobrir que temos o foi criado a imagem de Deus, a ima- graça quando Ele tirou a nossa huma-
para sempre, o Deus-homem no favorecimento diante de Deus é a solu- gem Daquele que é “o resplendor da nidade para fora da sepultura em vida
Trono. Ele é o nosso representante na ção para todo problema humano. Sua [de Deus] glória, e a expressa ima- de ressurreição, luz e glória, para o
glória, e o nosso grande Sumo Noé, por exemplo, viveu em um gem da Sua pessoa”. E o homem não céu de onde tinha descido, e tendo tor-
Sacerdote. A graça então não é ape- tempo em que a maldade era tão exu- foi criado apenas a Sua imagem, mas nado a Sua própria natureza para
nas um sistema de doutrina; ela é o berante na terra que o juízo de Deus foi também escolhido em Cristo e sempre em vida de ressurreição,
amor bondoso de Deus para conosco foi literalmente derramado e, exceto abençoado em Cristo com todas as assentou a destra de Deus.
revelado em Seu Filho. oito almas, a raça humana viva bênçãos espirituais antes que os mun- Quando João O viu, havia
Falando da graça, Dr. naquele tempo foi destruída no dilú- dos existissem; e dados a Cristo como um arco-íris em redor do Seu trono.
F.B.Meyer escreveu: 'Essa palavra vio. “Noé, porém, achou graça aos um presente de amor do Seu Pai, para Nunca vimos tal arco-íris aqui. Todos
saiu da forma. Os nossos pais a petri- olhos do Senhor” (Gn 6:8), e o resul- ser unido a Ele, para ser cheio da Sua os arco-íris da terra são cortados em
ficaram, e a fizeram a pedra de funda- tado da sua grande descoberta está plenitude, para ser guardado pelo dois por esta terra; mas não há
ção de uma estrutura de granito, na descrito deste modo: “Noé era Seu poder. E lembre-se do que custou nenhuma corrupção para mexer em
qual as almas não podem encontrar homem justo e perfeito em suas gera- para Deus redimir o homem; alguns suas belas proporções ali, ao redor do
nenhum descanso, e por isso antes ções; Noé andava com Deus” (Gn somente se maravilham na graça ili- trono. Mas certamente a coroa da Sua
tememos essa palavra Graça. E, con- 6:9). E mais uma vez quando o Deus mitada que sempre O induziu a criá- graça será quando como Deus-
tudo, não há nenhuma palavra maior ordenou a construção da arca: lo. Grande foi a graça do nosso homem, Emmanuel, voltar pela
na linguagem do que a palavra que sig- “Assim fez Noé; conforme a tudo o Senhor Jesus Cristo quando se sen- segunda vez para nos tomar para Ele
nifica o presente imerecido, gratuito que Deus lhe mandou, assim o fez” tou no conselho como um dos três para sempre, e nos dar um corpo
do amor do Deus'. Sim! “Porque a (Gn 6:22). A graça do Deus operou eternos, e se comprometeu a ser o como o Seu próprio corpo de glória,
graça de Deus se há manifestado, tra- poderosamente na vida de Noé. cabeça da Sua igreja, e conduzir esta “segundo o seu eficaz poder de sujei-
zendo salvação ...”, e o Seu amor pelos A palavra hebraica na frase igreja através de todas as mudanças e tar também a si todas as coisas” (Fp
desamparados pecadores não pode “Noé, porém, achou graça aos olhos possibilidades de ser levada ao trono 3:21).
ser questionado. do Senhor” é a palavra comum para sobre o qual Ele se sentou. Grande foi Não pensamos suficiente-
Não estou pretendendo encontrar uma coisa procurando. É a Sua graça quando no Éden esteve mente na graça. Algumas pessoas
empreender um estudo exaustivo da usada, por exemplo, em Êxodo 5:11 atento e viu o Seu querido vencido têm uma noção de que Deus se tornou
palavra graça que aparece aproxima- onde o Faraó recusa dar palha aos por Satanás. Grande foi a Sua graça alienado de nós por causa do nosso
damente 125 vezes no Novo israelitas para fazerem tijolos e diz a quando na plenitude dos tempos, e pecado. Creio até que foi verdade que
Testamento. Pode ser mais útil usar eles: “Ide vós mesmos, e tomai vós quando não havia nenhum outro sal- quando Ele nos viu cair na impotente
ilustrações do tratamento de Deus na palha onde a encontrardes”. vador, Ele deixou o Seu trono no céu, ruína a Sua compaixão por nós, se
graça as quais se encontram em um Novamente é usada em Êxodo 15:22 e veio a este deserto de pecado e tris- fosse possível, realçou O seu amor.
8 17
Foi o fato da nossa ruína, e a cons- para o louvor da Sua graça. O Deus de encargo do coração e muitas lágri- ego, a busca de si mesmo, o auto-
ciência divina de que somente Ele toda a graça nos chamou para a Sua mas. Poucos para anelar por outros agarramento à vida seja deixado,
seria capaz de nos ajudar e nos liber- glória eterna pelo nosso Senhor e com todo o ser interior movido em quando nos revestimos do novo
tar, que O fez esvaziar a Si mesmo da Salvador Jesus Cristo; “onde o peca- desejo compassivo pela prosperidade homem que está sendo renovado
Sua glória e tomar o nosso lugar para do abundou a graça super abundou”. deles em comunhão com as mesmas segundo a imagem Daquele que o cri-
que a superabundância da Sua graça Você recebe isto mais graça do que o “entranhas de misericórdia do nosso ou, onde não pode haver as distinções
pudesse ser estendida ao principal pecado? Venha, aqui está um convite Deus”. terrenas, as divisões, as separações,
dos pecadores. Lembre-se que foi para todos nós mais graça do que o Poderíamos dizer hoje que a mas Cristo é tudo em todos. Na esfera
“quando éramos ainda pecadores pecado. “E Deus é poderoso para linguagem do apóstolo foi exagera- celestial apenas em Cristo Jesus,
Cristo morreu por nós”. Lembre-se fazer abundar em vós toda a graça, a da? Poderia ele realmente falar de pode a entranha de misericórdia ser
que foi “quando estávamos fracos”. fim de que tendo sempre, em tudo, uma alma sobre a qual tinha contado dada e a alma ser tão tomada pela
Lembre-se que foi quando éramos toda a suficiência, abundeis em toda a a história como as suas próprias “en- comunhão com os sofrimentos de
ainda inimigos. Lembre-se que não boa obra” (2 Co 9:8). tranhas”? Sim! Pois o grande coração Cristo quando conhece em todo o seu
foi quando estávamos em nossa ino- de Paulo esteve em comunhão com ser esse piedoso amor desejoso e a
cência. Não havia nenhuma necessi- Alguns Atributos de graça. Deus, e com Seu Filho Jesus Cristo e compaixão que é na realidade de
dade então. Não em nossa recupera- Agora deixe-me enumerar 'as marés desesperadas da grande dor Deus, e não de nós. Está escrito que o
ção, era demasiado tarde então. Mas alguns atributos preciosos da graça. de todo o mundo foram compelidas novo homem está sendo renovado,
foi em nossa condenação, em nossa A graça e os caminhos de Deus na pelos canais deste coração único' um processo gradual que segue a
culpa, em nossa rebelião. “Deus graça não começam com o nosso arre- ('São Paulo' de Myer), e alcançando crise do despojamento definitivo de
amou o mundo de tal maneira, que pendimento, nem com o nosso até mesmo um escravo trazido a ele tudo o que é da velha criação e a deci-
deu o Seu Filho unigênito para que regresso; nem mesmo começam com em seus compromissos. siva colocação de lado de toda ira,
todo aquele que Nele crer não pereça, a expiação, eles os providenciam. Os Essa entranha de compaixão cólera, malícia, maledicência e pala-
mas tenha vida eterna”. Creio verda- caminhos de Deus na graça não come- é possível para todos nós? Sim, pois o vras torpes.
deiramente que Deus nunca amou çam com a nossa reconciliação. Eles o apóstolo escreve: “Revesti-vos, pois, E na renovação do novo homem vem,
este mundo mais do que quando este- consumam. A graça de Deus é confe- como eleitos de Deus, santos e ama- na época devida, o estágio da verda-
ve aqui em baixo entre nós, traba- rida livremente ao principal dos peca- dos, de entranhas de misericórdia”. E deira comunhão com Cristo em Seu
lhando por nós, aprendendo o nosso dores, e sem nenhum motivo ou qual- por quê? “Porque já vos despistes do sofrimento por outros, quando todo o
sofrimento, provando as nossas ten- quer outra recompensa além do pra- velho homem com os seus feitos...” ser interior é movido pelas entranhá-
tações, sofrendo as nossas privações, zer que o Próprio Deus tem em outor- (Cl 3:9), a cruz de Calvário é o lugar veis misericórdias de Deus para
e se tornando a vítima pelos nossos gá-la. Essa é a graça como a entendo. da bênção. Deixe que ali as velhas sofrer por uma nação como
pecados. E a graça de Deus não é somente a limitações terrenas egoístas sejam Jeremias, ou anelar para que Cristo
Quem pode falar dignamen- graça por nós pense nisso a graça colocadas de lado. Deixe ali o velho seja formado em outros, como Paulo.
te sobre esse assunto? A GRAÇA! que abunda por nós, sim, mas é tam-
Lembre-se da abertura da epístola bém a graça que abunda em nós.
aos Efésios: “Salvos pela graça”, “es- Pense nos dons do Espírito, e os fru-
colhidos Nele”, “abençoados Nele”, tos do Espírito. Todos eles são da gra-
“aceitos Nele”, “para o louvor da gló- ça. Lembre-se da lista na epístola aos
ria da Sua graça”, “tendo redenção Gálatas. O que é o amor? A abundân-
pelo Seu sangue, o perdão dos peca- cia de graça! O que é a alegria? A exul-
dos segundo as riquezas da Sua gra- tação da graça! O que é a paz? A graça
ça”. Amado “quando estávamos mor- no sossego! O que é longanimidade?
tos em pecado”, “nos vivificou junta- A graça durável! O que é a bondade?
mente com Ele”, “nos ressuscitou jun- A graça em sua força! O que é a pieda-
tamente com Ele” e nos fez assentar de? A graça em ação! O que é a fé? A
juntamente com Ele a destra de Deus, graça no campo de batalha! O que é
16 9
ricórdia” em Colossenses 3 que os sen- las entranhas da misericórdia do mansidão? A graça em sua conve- ao abismo; para trazê-Lo de baixo”.
timentos e as emoções são distribuí- nosso Deus” (Lc 1:78), e Jeremias, em niência! O que é a temperança? A Ela subiu sem o seu poder, e além da
dos por todos os centros nervosos dos comunhão com Deus, também figura graça em seu autocontrole! sua expectativa.
órgãos internos do corpo, 'por essa Seu mover e preocupação por Efraim Além disso, a graça não espe-
razão o seu grande poder comparado como um “filho amado” que tinha se As súplicas da graça. ra a sua chamada. É o Próprio Deus
com o mero pensamento, que está afastado Dele. Ouça a súplica da graça de que chama: “Eis que estou a porta, e
confinado ao âmbito limitado da cabe- É essa revelação do coração Deus. Para mim ela parece uma coisa bato”. Em quantas posições Ele este-
ça'. Isso significa que a verdadeira do nosso Deu Pai que nós tão profun- maravilhosa que ninguém nunca a ve nos chamando para Ele mesmo
emoção e o sentimento por outros, damente precisamos conhecer, para recusa. “Vinde a Mim, todos vós que desde o começo? Primeiro como
falam da obra mais profunda de Deus que possamos falar como Jeremias estais cansados e oprimidos, e Eu vos Criador! Quando criou Adão: “Tenha
em todo o nosso ser. 'O pensamento', falou Dele para as almas desviadas. aliviarei”. “Ó vós que tendes sede, domínio...” Ele disse. Ai, quão cedo
'confinado ao âmbito limitada da “Efraim é para mim um filho precio- inclinai os vossos ouvidos, e vinde a Adão o perdeu, e escutou a mentira
cabeça', descreve “os dez mil aios” so, criança das minhas delícias”, Mim; ouvi, e a vossa alma viverá. Eu de Satanás, em vez de crer em seu
que podem estar ensinando e dando disse o Senhor; e seguramente ouviu terei misericórdia de vós. Porei o Meu generoso Benfeitor. Então Deus
luz e conhecimento sem um traço do Efraim se lamentar “porque depois Espírito dentro de vós”. “Este cálice é manifestou-se em uma nova posição
“coração de compaixão” a “entra- que falo contra ele, ainda me lembro o Novo Testamento no Meu sangue”. um Doador, prometendo a semente
nhas de misericórdia” mencionada dele solicitamente” (Jr 31:20). As pessoas cometem um erro quando da mulher para pisar a cabeça da ser-
por Paulo. Em poucas palavras, é o O Dr. Woods Smyth indica negligenciam que é o cálice, e não o pente. Preciso lembrar vocês como O
coração que queremos o poder para que esta mesma palavra, “entranhas sangue o cálice, cheio de misericór- tratamos quando Ele veio? Mais uma
sentir e se sacrificar por outros, pois é de misericórdia”, “entranhas de com- dia, cheio de graça, cheio de salvação, vez Deus disse: “Eu os porei entre os
a falta do coração que torna a verdade paixão”, é traduzida como benignida- cheio de perdão, comprado e conce- filhos, e Me chamarás Pai”. Mas a
fria e repele as almas necessitadas. de em várias passagens. Paulo escre- dido pela virtude do sangue que ele nossa incredulidade nega o relacio-
“Ah, entranhas minhas, veu: “Sede uns para com os outros contém. Ele tomou o meu cálice: “Pai, namento. 'Não, Deus não me ama.
entranhas minhas! Estou com dores benignos, misericordiosos, perdoan- se for possível, passe de Mim este cáli- Deus não me salvou. Deus não me
no meu coração! O meu coração se do-vos uns aos outros...” (Ef 4:32); ce”. Ele dá a mim o Seu cálice: “Este terá'. Não cremos no Pai, embora O
agita em mim. Não posso me calar”, “Se há alguns entranháveis afetos e cálice é o novo concerto no Meu san- chamemos de Pai. Você crê que Ele é
clama o profeta Jeremias a respeito compaixões, completai o meu gozo, gue, bebei dele todos vós”. “Tomarei o nosso Pai? Que pai há que se o seu
de Israel (Jr 4:19); e essa capacidade para que sintais o mesmo” (Fp 2:1-2); o cálice da salvação, e invocarei o filho pedir um peixe lhe dará um
de sofrer por outros o tornou tão pecu- “Onésimo... eu to tornei a enviar, e tu nome do Senhor”. Ele é o cálice do escorpião, ou se pedir pão lhe dará
liarmente uma figura de Cristo quan- torna a recebê-lo como às minhas novo concerto cheio de bênçãos. uma pedra? Mais uma vez Ele entrou
do veio como um “Homem de dores”. entranhas” (Fm 10-12). Essas passa- Venha, é tudo da graça. Venha com em nossa natureza, para ser nosso
Esse derretimento interior do cora- gens mostram como Deus pode comu- nada, como você está, e venha por irmão, o primogênito entre muitos
ção, quando os 'centros nervosos dos nicar ao Seu remido o mesmo “cora- tudo. Ouça o novo concerto da graça. irmãos, o primogênito dentre os mor-
órgãos internos do corpo' são movi- ção de compaixão” e “entranhas de Ela não manda você ver, mas só tos onde tínhamos consignado o
dos, para que todo o homem seja que- misericórdia”, que O moveu a dar o olhar. Ela não manda você amar; ela nosso reino e a nossa coroa, e Ele nos
brado pela dor de outros, se refere a Seu Filho para morrer pelos pecado- manda você crer. Ela não precisa que trouxe novamente, “nos ressuscitou
experiência do Salvador quando Ele res, e moveu aquele Santo sobre a Sua você dê algo; ela pede que você receba juntamente”, para a vida de ressurre-
clamou: “O meu coração é como cera, Cruz em forte amor e compaixão por tudo. Ela não pede que você vença, ição e a glória da ressurreição.
derreteu-se no meio das minhas todos que O crucificaram. mas apenas clame. Ela não manda Cremos Nele? Falamos sobre a Sua
entranhas” (Sl 22:14). Dez mil aios, mas não muitos você triunfar, mas fugir para refugiar ressurreição; falamos sobre a Sua
O mesmo mover maravilho- pais, podemos dizer à luz desse vis- em Cristo. Ela não precisa que você vida; falamos sobre o Seu triunfo
so de todo o ser interior em forte com- lumbre no coração do apóstolo Paulo. entenda, mas apenas confie. Ela não sobre a morte e o inferno. Por que
paixão é dito ser a causa de Deus o Pai Aios, para ensinar, para corrigir, para diz: “Suba ao céu; para trazer a Cristo todos nós não fugimos para os Seus
enviar o Filho como a Alvorada do advertir, para aconselhar, mas pou- do alto”. Você não precisa. Ela o fez braços nos regozijando em Sua ver-
alto para nos visitar. Isso sucedeu “pe- cos para sofrer por outros, com tal sem a sua oração. Ela não diz: “Desça dade, e bebemos do rio de água da
10 15
vida que Ele conferiu a nós? Por quê? Grande é esse mistério”, diz o apósto- A GRAÇA EM AÇÃO
E ainda mais uma vez Ele nos lo, “Digo-o porém, a respeito de Jessie Penn-Lewis
chama para o relacionamento com o Cristo e a Sua igreja”. Ele diz: “Eu a
caráter de um amante: “Me casarei casarei Comigo mesmo”. Morremos “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de
contigo para sempre”. É a voz do para a lei pelo corpo de Cristo, para entranhas de misericórdia” (Cl 3:12)
Noivo celestial que nos chama para o que pudéssemos estar casados com o Assim Paulo escreve aos que eles sejam conduzidos do seu esta-
mais doce de todos os relacionamen- outro, com Aquele que ressuscitou Colossenses; e em todas as suas car- gio de infância até a maturidade.
tos. “Por isso deixará o homem o seu dos mortos para que pudéssemos dar tas assim revela o seu próprio coração Um coração de compaixão
pai e mãe e se unirá a sua mulher. fruto para o Deus. para que ele mesmo se torne um de anelo, de oferta piedosa nascida
exemplo em sua própria pessoa apenas da vida de Deus em um cren-
GRAÇA ABUNDANTE daquele coração de compaixão que te, e apresentada em poder para
Alan Greenbank prescreve aos seus leitores. “Porque sofrer e suportar pelo crescimento e a
“Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que ainda que tivésseis dez mil aios em vida de outras almas. Há aqueles que
tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra” (2 Co Cristo, não teríeis, contudo, muitos pensam que a comunhão com Cristo
9:8) pais” (1 Co 4:15), ele exclama aos em Sua morte significa uma diminui-
Coríntios quando lhes escreve na ção da sensibilidade e do poder de sen-
A graça. Que tema para con- conhecido está em 2 Coríntios 12:9, infância da vida espiritual, para tir, enquanto que outros se rebelam
siderarmos. Toda a vida não será sufi- onde o Senhor falou a Paulo sobre adverti-los amorosamente, e dizer- contra esse pensamento, e dizem não
ciente para completarmos nosso estu- seu espinho na carne e disse: “A lhe que tenham cuidado com o perigo acreditar na eliminação do emocio-
do desse assunto, porque a graça de Minha graça ti basta”. O verso que de se incharem e se gloriarem nas nal na experiência espiritual. A pró-
Deus é completamente inexaurível. estamos considerando nesse artigo
experiências espirituais maiores do pria vida do Senhor, e especialmente
Podemos escrever sobre ela, meditar usa a palavra graça de forma singu-
que as de outros. Eles se gloriavam as cartas de Paulo, nos mostram cla-
nela dia após dia, nos regozijar nela lar.
por serem ricos e reinarem, enquanto ramente o verdadeiro equilíbrio
por toda a vida e a provarmos a cada Uma ilustração pode ser útil
ele e outros apóstolos viviam como entre esses dois extremos. No primei-
momento por muitos anos, mas para colocar estes dois filamentos
homens condenados à morte. Esses ro caso, a verdade é que a comunhão
ainda assim podemos ser como crian- sobre a graça de Deus juntos.
bebês em Cristo, ainda mundanos, os com Cristo em Sua morte simples-
ças na beira da praia brincando com Imagine o poderoso rio Niágara quan-
quais ele não pode alimentar com ali- mente nos livra da auto-sensibilidade
baldes de água do oceano próximo do percorre seu curso desde o
mento sólido espiritual, se gloriavam excessiva, e nos põe em liberdade
que ainda está por explorar. Canadá até os Estados Unidos. Nas
por serem sábios em Cristo, enquan- para sermos cada vez mais e intensa-
O imerecido e franco favor de cataratas do Niágara a glória do rio é
to ele e Apolo eram tolos por causa de mente sensível a tudo concernente a
Deus para com a humanidade é a vista na forma mais espetacular quan-
Cristo. Eles eram fortes, enquanto o Cristo e aos outros. E no segundo
pedra fundamental da nossa mais do milhões de litros de água cascatei-
vaso escolhido e chamado para sofrer caso, tudo o que é preciso é que o sen-
santa fé, e há dois filamentos para am com um rugido poderoso, trazen-
esse glorioso tema na Escritura. do prazer e maravilha para todos os grandes coisas pelo nome de Cristo, timentalismo superficial seja tirado,
Existem numerosas referencias ao que a vêem. Mas o rio não para nas era fraco. Eles tinham a glória, para que mesmo a mais funda pro-
fato de que a Salvação é toda pela gra- cataratas. Ele continua a fluir com a enquanto ele tinha apenas desonra. fundeza do ser interior possa ser aber-
ça. Antes de tudo, ela foi concebida no mesma força. Que contraste entre os ricos, ta para que a vida de Deus seja derra-
coração do Deus de toda graça (1 Pe Não podemos dizer que a reinando e fortes “bebês em Cristo” e mada pelas almas.
5:10). Foi a graça que impeliu nosso graça de Deus fluiu por toda a eterni- o apóstolo com o grande coração que A expressão na Versão
Salvador a deixar o céu e vir a esta dade porque ela é parte do Seu cará- chama a si mesmo de seu pai, já que Autorizada “de entranhas de miseri-
terra para morrer por nós (2Co 8:9). ter? No Calvário, ela repentinamente em Cristo Jesus os tinha gerado pelo córdia”, em Colossenses 3:12, é muito
Mas há também muitos ver- brilhou da forma mais espetacular. Evangelho! “Dez mil aios! Não mui- sugestiva, e fala da profundidade, ver-
sos que se referem a graça de Deus no Nada poderia demonstrar a graça de tos pais!” Quão verdadeiro é isso dade e poder do sacrifício que não
sentido do socorro e ajuda prática Deus mais claramente ou mais bela- hoje! Muitos aios (mestres) (Tg 3:1), vem do mover da emoção apenas
para o Seu povo. Suponho que o mais mente do que Seu querido Filho mas não muitos dispostos a sofrer e superficial. O Dr. Woods Smyth indi-
carregar outros em seu coração até ca com relação “a entranhas de mise-
14 11
Daniel. O décimo primeiro capítulo “Abundar em pecado” é o tomar o lugar do pecador para que o ram doze cestos de comida que foi
de hebreus seria obscuro e desabita- pior e o que mais poderíamos ou pecador fosse perdoado e justificado. 'muito mais' do que era necessário.
do. A graça tornou possível a santida- podemos fazer. A palavra abundar Mas esse não foi o fim da graça de Superabundância é uma palavra
de nos dias do Velho Testamento define o limite da nossa finita capaci- Deus. Ela ainda continua a fluir em apropriada para descrever a sufi-
tanto quanto a torna hoje. dade, e embora sintamos as nossas toda a sua plenitude. Seu favor imere- ciência da graça de Deus. Alguma vez
Ninguém jamais foi salvo de iniqüidades aumentarem diante de cido, visto tão espetacularmente na o sol esgotará a sua luz? Alguma vez o
outro modo que não pela graça, de nós como uma montanha, a monta- cruz, vem até nós dia após dia em oceano esgotará a sua água? Há mais
Abel até o presente momento. Desde nha sem embargo tem limites definí- forma de socorro e ajuda prática. Seu chance dessas coisas acontecerem do
que a humanidade foi banida do jar- veis. É tão grande, tão alta, mas pesa fluxo não é diminuído. E esse é o sen- que a graça de Deus acabar. E o
dim, ninguém jamais voltou para o apenas este certo montante e não tido da palavra que estamos conside- suprimento é sempre proporcional
favor divino exceto pela absoluta bon- mais. Mas quem poderá definir a rando no verso no início desse artigo. ás nossas necessidades. “E a tua força
dade de Deus. E onde quer que a graça ilimitada de Deus? O seu “su- seja como os teus dias” é a promessa
graça encontre algum homem é sem- perabundar” mergulha os nossos pen- 1. A FONTE DA GRAÇA de Deuteronômio 33:25.
pre por Jesus Cristo. A graça de fato samentos no infinito e os confunde “Deus é poderoso para fazer
veio por Jesus Cristo, mas não espe- ali. Toda gratidão seja a Deus pela abundar em vós toda a graça ...” Sim. 3. O ESCOPO DA SUA GRAÇA
rou pelo Seu nascimento na manje- abundância de graça. Ele é o Manancial no que concerne a “A fim de que tendo sempre,
doura ou a Sua morte na cruz antes Nós, que nos sentimos alie- graça. E que confiança essa verdade em tudo, toda a suficiência, ...” Que
que se tornasse operativa. Cristo é o nados da comunhão de Deus, pode- traz a nós. Aquele em quem procura- verso de superlativos é esse! O supri-
Cordeiro morto desde a fundação do mos agora levantar as nossas desen- mos a graça é o infinito, eterno Deus, mento é totalmente compreensivo!
mundo. A primeira pessoa na história corajadas cabeças e olhar para cima. que fez todas as coisas pela palavra do Nenhuma situação está fora do seu
humana a ser restabelecida à comu- Pelas virtudes da morte expiatória de Seu poder. Aqui está um reservatório escopo e nunca há um tempo quando
nhão de Deus veio através da fé em Cristo o motivo do nosso banimento que nunca secará. Na verdade, o nível ela não se aplica. Por maior que seja a
Cristo. Nos tempos antigos os foi removido. Podemos voltar como o nunca abaixa, mesmo quando os cris- demanda, há toda a suficiência.
homens olhavam adiante para a obra pródigo voltou, e sermos bem- tãos de todo mundo estão retirando Assim, o que você está
redentora de Cristo; nos tempos pos- vindos. Quando nos aproximamos dele. enfrentando nesse momento? É o
teriores a fitam atrás deles, mas sem- do jardim, a nossa casa antes da que- Todos nós encontramos temor, a solidão, os problemas fami-
pre vieram e vêem pela graça, através da, a espada flamejante é retirada. Os ajuda dos amigos cristãos, comunhão liares, as cargas financeiras, a super-
da fé. guardiões da árvore da vida se pos- com o povo do Senhor e livros de auto- fluidade, a falta de saúde, a incerteza
Devemos ter em mente tam- tam a parte quando vêem um filho da res piedosos, mas, finalmente, nossa sobre o futuro, ou outros problemas?
bém que a graça de Deus é infinita e graça se aproximando. ajuda vem do próprio Deus. “Senhor Essa promessa deixa claro que nada
eterna. Como ela não teve nenhum 'Volte, Oh viajante, agora a quem podemos ir se não a Ti mes- está fora do escopo da graça toda sufi-
começo, portanto não pode ter fim, e volte e busque a face do teu Pai, esses mo?” pergunta Pedro. E o hino escri- ciente de Deus. Por isso vá ousada-
sendo um atributo de Deus, é tão ili- novos desejos que em ti queimam to diz: 'Da melhor alegria que a terra mente ao trono da graça, para que
mitado quanto o infinito. foram acesos pela Sua graça. concede, voltamos vazios a Ti nova- possa receber misericórdia e encon-
Ao em vez de se esforçar para Volte, Oh viajante, agora mente'. trar graça para socorro em tempo de
compreender isso como uma verdade enxugue a lágrima da queda, teu Pai necessidade (Hb 4:16).
teológica, seria melhor e simples com- chama, não lamente mais, é o amor 2. A SUFICIÊNCIA DA SUA Certamente há condições da
parar a graça de Deus com a nossa que ti convida para perto'. GRAÇA nossa parte para provar a graça de
necessidade. Podemos nunca conhe- William B. Collyeri. “Deus é poderoso para fazer Deus dessa forma. Precisamos estar
cer a enormidade do nosso pecado, abundar em vós toda a graça ...” Há no centro da vontade revelada de
nem é necessário que o soubéssemos. mais do que o suficiente quanto ao Deus para nós. Não deve haver peca-
Do livro: The Knowledge of the
O que podemos saber é que “onde que concerne a essa graça. A palavra dos não confessados e nenhum peca-
Holy (O Conhecimento do Santo) 'abundar' é a mesma daquela na his- do permissivo em nossa vida.
abundou o pecado, superabundou a
graça”. tória da alimentação da multidão em Devemos estar vivendo uma vida dis-
João 6:13 onde os discípulos junta- ciplinada com relação a oração e lei-
12 13
tura da Bíblia. O cristão ocioso e des- abundar em nós. Acima de tudo, Ele graça de Deus do Filho crucificado de um tempo quando a violação dela
cuidado não irá provar da graça de conhece nossa estrutura. Ele se lem- Deus. Sempre em seus ensinamentos não trouxesse a sua própria penali-
Deus. bra de que somos pó (Sl 103:14). Não os dois são considerados juntos, orga- dade, embora Deus fosse paciente e
Nos momentos de estresse, podemos dizer ao nosso Salvador: nicamente um e inseparáveis. às vezes "tolerasse" o mal por causa
pressão ou indisposição, podemos ter 'Querido Nome, a Rocha sobre a qual Um pleno e justo resumo do da ignorância do povo. Os argumen-
dificuldade em nos apropriar da edifico, meu Escudo e Esconderijo, ensinamento de Paulo sobre esse tos estreitamente ligados de Paulo no
graça de Deus, mas podemos descan- meu Infalível Tesouro cheio do ilimi- assunto é encontrado em sua epístola terceiro e quinto capítulos de sua
sar, mesmo assim, na verdade Deus tado suprimento da graça'? aos Efésios: “E nos predestinou para epístola aos Romanos tornam isso
está pronto pra fazer toda a graça filhos de adoção por Jesus Cristo, muito claro. A fonte da moralidade
para si mesmo, segundo o benepláci- cristã é o amor de Cristo, não a lei de
to de sua vontade, para louvor e glória Moisés; sem embargo não houve
A GRAÇA DE DEUS da sua graça, pela qual nos fez agra- nenhuma ab-rogação dos princípios
A.W. Tozer
dáveis a si no Amado, em quem temos da moralidade contidos na lei. Não
O Deus de toda a graça, cujos cios ao indigno. É um princípio auto- a redenção pelo seu sangue, a remis- existe nenhuma classe privilegiada
pensamentos a nosso respeito são existente inerente na natureza divina são das ofensas, segundo as riquezas isenta da justiça que a lei ordena.
sempre pensamentos de paz e não de e parece para nós como que uma da sua graça” (Ef 1:5-7). O Velho Testamento é de
maldade, nos deu coração para crer auto-propensão que nos faz apiedar João, no evangelho que leva fato um livro da lei, mas não apenas
que somos aceitos no Amado; e nos do miserável, poupar o culpado, dar o seu nome, identifica Cristo como o da lei. Antes do grande dilúvio Noé
deu mente para admirar essa perfei- boas-vindas ao proscrito e trazer à meio por quem a graça nos alcança: “encontrou a graça aos olhos do
ção de sabedoria moral que encon- convivência aqueles que estavam “Porque a lei foi dada por Moisés; a Senhor”, e depois que a lei foi dada
trou caminho para preservar a inte- antes sob justo julgamento. O seu pro- graça e a verdade vieram por Jesus Deus disse a Moisés: “Tu encontraste
gridade do céu e contudo nos receber pósito para nós pecadores é de nos sal- Cristo” (Jo 1:17). graça a minha vista”. E como poderia
ali. Ficamos surpresos e maravilha- var e nos fazer assentar juntamente Mas bem aqui é fácil perder o ser de outra maneira? Deus sempre
dos que alguém tão santo pudesse nos lugares celestiais, para mostrar caminho e se extraviar para longe da será Ele mesmo, e a graça é um atri-
nos convidar para a casa do banquete às eras vindouras as abundantes verdade; e alguns fizeram isso. Eles buto do Seu santo ser. Ele não pode
e fazer com que o amor fosse a bande- riquezas da bondade de Deus para forçaram este verso a se sustentar por mais esconder a Sua graça do que o
ira sobre nós. Não podemos expres- conosco em Cristo Jesus. si mesmo, não o relacionado com sol pode esconder o seu brilho. Os
sar a gratidão que sentimos, mas Tu Beneficiamos-nos eterna- outras Escrituras que têm ligação homens podem fugir da luz solar
olhas em nosso coração e o lê ali. mente por Deus ser justamente quem com a doutrina da graça, e a fizeram para as cavernas escuras e mofadas
Em Deu, a misericórdia e a Ele é. Por ser quem é, Ele levanta a ensinar que Moisés conhecia apenas da terra, mas não podem eliminar o
graça são uma; mas quando elas nos nossa cabeça para fora da prisão, a lei e Cristo conhecia apenas a graça. sol. Por isso os homens, em qualquer
alcançam parecem ser como duas, troca o nosso vestuário de prisão por Por isso o Velho Testamento se tor- dispensação, podem desprezar a
relacionadas, mas não idênticas. mantos reais e nos faz comer pão con- nou um livro da lei e o Novo graça de Deus, mas eles não podem
Assim como a misericórdia é tinuamente diante Dele todos os dias Testamento um livro da graça. A ver- extingui-la.
a bondade de Deus que confronta da nossa vida. dade é bem outra. Se o tempo do Velho
com a miséria e culpa humana, a A graça se origina muito A lei foi dada aos homens por Testamento tivesse sido somente o
graça é a Sua bondade apontada em antes no coração de Deus, nas pro- Moisés, mas ela não se originou em tempo da inflexível lei severa o
direção ao débito e demérito huma- fundidades terríveis e incompreensí- Moisés. Ela existia no coração de aspecto geral de todo o primeiro
no. É pela Sua graça que Deus imputa veis do Seu ser santo; mas o canal Deus antes da fundação do mundo. mundo teria sido vastamente menos
mérito onde nenhum previamente pelo qual ela flui até nós é Jesus No Monte o Sinai ela se tornou o códi- alegre do que encontramos ser nas
existiu e declara não haver débito Cristo, crucificado e ressurreto. O go legal da nação de Israel; mas os escritas antigas. Não poderia ter havi-
onde havia antes. apóstolo Paulo, que muito além de princípios morais que personifica são do nenhum Abraão, amigo de Deus;
A graça é o bom prazer de todos os outros é o expoente da graça eternos. Nunca houve um tempo nenhum David, homem segundo o
Deus que O inclina a conferir benefí- na redenção, nunca desassocia a quando a lei não representou a vonta- próprio coração de Deus, nenhum
de do Deus para a humanidade, nem Samuel, nenhum Isaías, nenhum