Вы находитесь на странице: 1из 4
Avaliação: » FÍSICA TEÓRICA II Tipo de Avaliação: AV2 Aluno: Professor: JOAO MARQUES DE MORAES
Avaliação: » FÍSICA TEÓRICA II
Tipo de Avaliação: AV2
Aluno:
Professor:
JOAO MARQUES DE MORAES MATTOS
Turma:
Nota da Prova: 4,0 de 8,0
Nota do Trab.: 0
Nota de Partic.: 2
Data: 21/06/2014
1 a Questão (Ref.: 201301798486) Pontos: 0,5 / 0,5

1 a Questão (Ref.: 201301798486)

Pontos: 0,5 / 0,5

Uma barra homogênea é aquecida de 100 o C até 150 o C. Sabendo-se que o comprimento inicial da barra é 5m e que o coeficiente de dilatação linear da barra vale 1,2x10 -5 o C -1 , podemos afirmar que a dilatação ocorrida, em m, é igual a:

2x10 - 4

2x10 -4

5x 10 - 3

5x 10 -3

5,1

5,1

3x10 - 3
3x10 - 3

3x10 -3

2x10 4

2x10 4

2 a Questão (Ref.: 201301807454) Pontos: 0,5 / 0,5

2 a Questão (Ref.: 201301807454)

Pontos: 0,5 / 0,5

Para a verificação do comportamento da pressão em um líquido, colocado em uma coluna, os estudantes simularam a seguinte situação, utilizando-se um applet, mantiveram constante a profundidade de manômetro e variaram os tipos de fluidos utilizados, visando verificar se a densidade provoca alterações na pressão de um fluido. Foram feitos experimentos para cinco fluidos com densidades que vriaram de 0,7 g/cm 3 até 13 g/cm 3 . É correto afirmar que no final do experimento os alunos devem ter concluído que :

não é possível afirmar nada a respeito da pressão porque essa grandeza depende também da

não é possível afirmar nada a respeito da pressão porque essa grandeza depende também da velocidade do fluido.

a pressão foi maior para os valores das densidades maiores.
a pressão foi maior para os valores das densidades maiores.

a pressão foi maior para os valores das densidades maiores.

a pressão manteve-se constante.

a pressão manteve-se constante.

a pressão não foi alterada porque ela não está correlacionada com a densidade do fluido.

a pressão não foi alterada porque ela não está correlacionada com a densidade do fluido.

a pressão foi maior para as densidades menores.

a pressão foi maior para as densidades menores.

3 a Questão (Ref.: 201301771246)

3 a Questão (Ref.: 201301771246)

Pontos: 0,5 / 0,5

(PUC - PR) Um trabalho publicado em revista científica informou que todo o ouro extraído pelo homem, até os dias de hoje, seria suficiente para encher um cubo de aresta igual a 20 m. Sabendo que a massa específica do ouro é, aproximadamente, de 20 g/cm 3 , podemos concluir que a massa total de ouro extraído pelo homem, até agora, é de, aproximadamente:

40 t

40

t

  1,6.10 5 Kg
  1,6.10 5 Kg
 

1,6.10 5 Kg

4.10 5 Kg

4.10 5 Kg

20 t

20

t

12 t

12

t

4 a Questão (Ref.: 201301798481)

4 a Questão (Ref.: 201301798481)

20 t 12 t 4 a Questão (Ref.: 201301798481) Pontos: 0,5 / 0,5 Uma barra de

Pontos: 0,5 / 0,5

4 a Questão (Ref.: 201301798481) Pontos: 0,5 / 0,5 Uma barra de determinado material com 0,5

Uma barra de determinado material com 0,5 Kg de massa deve ser aquecida de 300 o C até 500 o C. Sendo 0,11 cal/g. o C o calor específico do material em questão, podemos afirmar que a quantidade de calor que a barra receberá vale, em cal:

10.000

10.000

5.000

5.000

20.000

20.000

11.000
11.000

11.000

40.000

40.000

5 a Questão (Ref.: 201301801497)

5 a Questão (Ref.: 201301801497)

 

Pontos: 0,0 / 0,5

     

O escaravelho africano Stenaptinus insignis é capaz de jorrar substâncias químicas pela extremidade móvel de seu abdômen; seu corpo possui reservatórios com duas substâncias diferentes, quando sente que está sendo ameaçado, esse pequeno animalzinho jorra essa substância que é misturada em uma câmara de reação, produzindo um composto que varia sua temperatura de 20ºC para até 100ºC pelo calor da reação, tendo uma alta pressão. Sabendo-se que o calor específico do composto disparado é igual a 4,19.103 J/kg.K e sua é massa é 0,1 kg, o calor da reação das substâncias é igual a :

Dados : Q = m.L

Q = m.c.∆T

W = P. ∆V

335,2 J

335,2 Jé igual a : Dados : Q = m.L Q = m.c.∆T W = P. ∆V

33 520J 

33 520J
 

335 200 J 

 
 

3,352 J 

 

3 352 J 

6 a Questão (Ref.: 201301807404) a Questão (Ref.: 201301807404)

J   3 352 J 6 a Questão (Ref.: 201301807404) Pontos: 0,5 / 0,5 Foi feita

Pontos: 0,5 / 0,5

6 a Questão (Ref.: 201301807404) Pontos: 0,5 / 0,5 Foi feita uma simulação para verificar a

Foi feita uma simulação para verificar a pressão hidrostática de um fluido, conforme mostrado na figura. O manômetro foi posicionado a uma profundidade de 2 cm e o líquido manométrico foi o traclorometano, que possui densidade igual a 1,59g/cm 3 . Com base nessas informações, podemos afirmar que o valor da pressão é aproximadamente igual à

afirmar que o valor da pressão é aproximadamente igual à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1

Fonte : www.walter-fendt.de

Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100 N/m 2

g = 9,81 m/s 2

à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100

à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100

à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100
à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100

0,31 hPa

à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100

à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100
à Fonte : www.walter-fendt.de Adote : 1 hPa = 1 Hectopascal = 100 Pa = 100

3,1 Pa

3,1hPa

3,1hPa  31 hPa 31Pa  

 

31 hPa 

31Pa 

 
7 a Questão (Ref.: 201301802729)

7 a Questão (Ref.: 201301802729)

 

Pontos: 0,0 / 1,0

     

Ulisses prestou um concurso para trabalhar como engenheiro em Furnas Centrais Elétricas, que é uma subsidiária das Centrais Elétricas Brasileiras, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, atuando no segmento de geração e transmissão de energia em alta tensão . Uma das questões do concurso pedia aos inscritos que calculassem o trabalho realizado no ciclo ABCA descrito no gráfico abaixo e caracterizasse o tipo de transformaç o de A-B e de C-A. Apesar de ter estudado muito, Ulisses errou essa questão. Marque a resposta que os candidatos deveriam ter assinalado como correta:

 
 
6,0.106 J, isocórico e isobárico
6,0.106 J, isocórico e isobárico

6,0.106 J, isocórico e isobárico

6.106 J isobárico e isotérmico

6.106 J isobárico e isotérmico

6,0.105 J, isocórico e isotérmico

6,0.105 J, isocórico e isotérmico

6,0.105 J, isocórico e isobárico
6,0.105 J, isocórico e isobárico

6,0.105 J, isocórico e isobárico

6.10-5 J, isotérmico e isobárico

6.10-5 J, isotérmico e isobárico

8 a Questão (Ref.: 201301996693) Pontos: 0,5 / 1,5

8 a Questão (Ref.: 201301996693)

Pontos: 0,5 / 1,5

UM CORPO COM MASSA DE 500G RECEBE 10.000CAL DE UMA FONTE, E SUA TEMPERATURA AUMENTA DE 10°C PARA 92,5ºC.DETERMINE: A) A CAPACIDADE TÉRMICA DO CORPO B)O CALOR ESPECIFICO DA SUBSTÂNCIA QUE CONSTIUI O CORPO

Resposta: B) A CAPACIDADE TÉRMICA TENDE A AUMENTAR QUASE 10X MAIS APÓS RECEBER 10.000CAL QUE SERÁ TRANSFORMADA EM ENERGIA SOBRE O CORPO. B) O CALOR ESPECIFICO É 10 GRAUS CELSIUS.

Gabarito: A) CT=Q/DELTA T, CT= 10.000/82,5 = 121,2 B) CT= MC, LOGO C= CT/M , 121,2/500 = 0,24CAL/G.ºC

9 a Questão (Ref.: 201301804338) Pontos: 1,0 / 1,0

9 a Questão (Ref.: 201301804338)

Pontos: 1,0 / 1,0

 

Deseja-se utilizar uma chapa de cobre de 2,0 cm de espessura e 1,0 m 2 de área, que tem suas faces mantidas a 100ºC e 20ºC em um equipamento industrial. Admita que o regime é estacionário. Sabendo que a condutibilidade térmica do cobre é de 320 kcal/h.m.ºC, podemos afirmar que a quantidade de calor que atravessará a chapa em 0,5 hora será igual a:

Q = 640 kcal

Q = 640 kcal

 

= 64000 kcalQ

Q

 

= 6400 kcalQ

Q

 

= 6,4 kcalQ

Q

= 6,4.10 5 kcal Q

= 6,4.10 5 kcal 5 kcal

Q

10 a Questão (Ref.: 201301804312) Pontos: 0,0 / 1,5

10 a Questão (Ref.: 201301804312)

Pontos: 0,0 / 1,5

Durante a elaboração do projeto para a implantação de equipamentos para a geração de energia eólica, alguns técnicos e engenheiros verificaram que uma longa extensão de um rio seria prejudicada porque a luz seria impedida de atingir sua superfície. A presença de luz, é essencial para a existência de algas que são fontes básicas de alimento no meio aquático, além disso, são responsáveis pela produção endógena de oxigênio. Para tentar resolver esse problema, um dos técnicos sugeriu o uso de um espelho côncavo, para a convergência dos raios de luz em uma região específica, porém, a distância focal do espelho não foi informada pelo fabricante. Para resolver esse problema, foi verificada que a distância de uma imagem real ao vértice do espelho é de 3m para um objeto situado a 2 m do vértice do espelho. Com base nessas informações, determine o valor da distância focal do espelho.

Resposta: RESPOSTA 1M DE DISTÂNCIA.

 

Gabarito: 1,20 m