Вы находитесь на странице: 1из 8
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CAMPUS XXXXXX PROGRAMA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CAMPUS XXXXXX PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA

XXXXXX

LOCAL

ANO

SUMÁRIO

1. DADOS INSTITUCIONAIS

3

1.1. DO IFRO

3

1.2. DAS PARCERIAS

3

1.3. DOS RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO DO PROJETO

3

1.4. DADOS DA UNIDADE DE ENSINO (CÂMPUS)

4

1.4.1.

Histórico da Unidade de Ensino

4

2. APRESENTAÇÃO

4

2.1. DADOS DO CURSO

4

2.2. JUSTIFICATIVA

5

2.3. OBJETIVOS

5

2.3.1. Objetivo Geral

5

2.3.2. Objetivos Específicos

5

2.4. CONCEPÇÃO CURRICULAR

5

2.4.1. METODOLOGIA

5

2.4.2. MATRIZ CURRICULAR

6

2.4.3. CRITÉRIO DE APROVEITAMENTO DE CONHECIMENTO E EXPERIÊNCIAS ANTERIORES

6

2.4.4. CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM

6

2.5. DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

7

2.5.1

Instalações

7

2.5.2.

Salas de aula

7

2.5.3.

Laboratórios

7

2.5.4.

Biblioteca

7

2.5.5.

Estrutura Administrativa-financeira

8

2.5.6.

Equipamentos

8

2.6. CERTIFICAÇÃO

8

3. DOCUMENTOS ANEXOS

8

1. DADOS INSTITUCIONAIS

1.1. DO IFRO

Nome do IF/Campus: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia Campus Ariquemes CNPJ do Campus: 00.000.000/0000-00 Esfera Administrativa: Federal Endereço: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Cidade/UF: xxxxxxxxxxxxxxx CEP: 00.000-000 Telefone: (00) 0000-0000 E-mail: xxxxxxxxxxxxxxxxxxx Site da Instituição: www.ifro.edu.br Reitor: Raimundo Vicente Jimenez Pró-Reitora de Extensão: Marilise Doege Esteves Pró-Reitora de Ensino: Silvana Francescon Wandroski Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação: Artur de Souza Moret Pró-Reitor de Planejamento e Administração: Arijoan Cavalcante dos Santos Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional: Jackson Bezerra Nunes Coordenador Geral do Pronatec: Dauster Souza Pereira Diretor-Geral do Câmpus: xxxxxxxxxxxxxxxxx

1.2. DAS PARCERIAS

Razão Social: xxxxxxxxxx Esfera Administrativa: xxxxxxxx Endereço: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Cidade/UF: xxxxxxxxxxxxxxx CEP: 00.000-000 Telefone: (00) 0000-0000 Site: xxxxxxxxxxxxxxxxxx Responsável: xxxxxxxxxxxxxxxx E-mail do Responsável: xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

1.3. DOS RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO DO PROJETO

Nome do Responsável Geral pela Elaboração do Projeto: xxxxxxxxxx Campus onde está lotado: xxxxxxxx Cargo/Função: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Matrícula SIAPE:

CPF:

Endereço:

Cidade/UF: xxxxxxxxxxxxxxx CEP: 00.000-000 Telefone: (00) 0000-0000 Endereço Eletrônico (e-mail):

Equipe Envolvida na Elaboração do Projeto:

Nome

Câmpus

Cargo/Função

E-mail

1.4. DADOS DA UNIDADE DE ENSINO (CÂMPUS)

1.4.1. Histórico da Unidade de Ensino

2. APRESENTAÇÃO

2.1. DADOS DO CURSO

Nome do Curso:

Eixo Tecnológico: (conforme Guia de Cursos FIC PRONATEC) Modalidade: Formação Inicial e Continuada Público-Alvo:

Tempo de duração do curso:

Turno da oferta: matutino, vespertino, noturno Horário de Oferta do Curso: indicar o horário de início e término das aulas em todos os turnos.

Carga horária total: citar em horas relógio

Número máximo de vagas do curso:

Número mínimo de vagas do curso:

Escolaridade mínima exigida: (ver Guia de Cursos FIC PRONATEC)

Requisitos de acesso ao Curso: descrição da forma de acesso/processo de seleção a ser utilizado Perfil Profissional do Egresso do Curso: xxxxxxx

2.2. JUSTIFICATIVA

Apresentar dados que justifiquem a necessidade de implementação do curso de acordo as demandas do Arranjo Produtivo Local (APL): arranjos sociais, territoriais e culturais. Contextualizar a oferta do ponto de vista social e educacional. Fazer uma caracterização regional de aspectos relacionados à área profissional a que pertence o curso a ser criado, ressaltando as possibilidades de inserção do profissional formado neste contexto. Justificar a pertinência e relevância do curso para a instituição e região. Demonstrar o processo de construção coletiva do curso.

2.3. OBJETIVOS

Citar os objetivos do curso, tendo em vista seu propósito educacional. É importante não confundir os objetivos do curso com o perfil do egresso. Observar que os objetivos devem estar em consonância com a organização curricular do curso e devem ser

apresentados em verbos. Ex: Formar

Consolidar

2.3.1. Objetivo Geral

2.3.2. Objetivos Específicos

2.4. CONCEPÇÃO CURRICULAR

2.4.1. METODOLOGIA

2.4.2.

MATRIZ CURRICULAR

2.4.2.1. Plano de Disciplina

COMPONENTE CURRICULAR:

CARGA HORÁRIA:

OBJETIVOS:

Ementa:

Referências Básicas

Referências Complementares

2.4.3.

ANTERIORES

CRITÉRIO

DE

APROVEITAMENTO

DE

CONHECIMENTO

E

EXPERIÊNCIAS

No caso da Formação Inicial e Continuada, serão implementados processos de reconhecimento dos conhecimentos e saberes profissionais dos trabalhadores matriculados no curso, independente da forma como foram adquiridos, com a finalidade de aproveitamento e continuidade dos estudos, conforme previsto nos termos do Decreto nº 5.154, de 23 de julho de 2004.

Os critérios referem-se aos conhecimentos construídos pelos alunos em sua prática de trabalho. Para isso serão realizadas provas teóricas e práticas onde os alunos devem demonstrar domínio das etapas que compreendem o curso, com a finalidade de inseri- lo num itinerário formativo desenvolvido pela orientação e professor da disciplina.

2.4.4. CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM

avaliativo compreende a obtenção de informações, análise e interpretação da ação educativa, visando o aprimoramento dos trabalhos. Todos os educandos da FIC devem ser avaliados em momentos individuais e coletivos, bem como a própria ação em si, nas atividades cognitivas e técnicas. Os critérios estarão pautados nos principais conteúdos das diferentes áreas do conhecimento, presentes na proposta curricular.

Serão utilizados para a avaliação a observação individual, em grupo e resultados obtidos em atividades práticas de modo que o aluno obtenha frequência igual ou superior a 75%.

2.5. DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

2.5.1 Instalações

Os cursos acontecerão em Escolas Municipais e/ou Espaços de Formação, com a infra- estrutura básica (Sala de aula e biblioteca).

2.5.2. Salas de aula

A sala de aula deverá ter cadeiras individuais, quadro branco ou de giz, ventiladores ou ar-condicionado e equipamento multimídia.

2.5.3. Laboratórios

Serão utilizados laboratório de informática e atividades de campo que se não ofertadas no local da aula teórica, poderá ocorrer em local que ofereça as condições, necessitando de transporte

2.5.4. Biblioteca

A biblioteca deverá oferecer literaturas básicas ou correlatas e/ou computadores interligados a internet que favoreçam a pesquisa.

2.5.5.

Estrutura Administrativa-financeira

xxxxxx

2.5.6.

Equipamentos

Xxxxxx

2.6. CERTIFICAÇÃO

A certificação ocorrerá por conta do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia.

3. DOCUMENTOS ANEXOS

Deverão integrar o documento os seguintes documentos:

Documento comprobatório da aprovação pela Direção-Geral do Câmpus

Termo de Convênio com Instituição parceira (quando houver).