Вы находитесь на странице: 1из 12
ABASTECIMENTOABASTECIMENTO EMEM NÚMEROSNÚMEROS ANO ANO 8 * 10 Nº * 43 Nº * 48 DEZEMBRO

ABASTECIMENTOABASTECIMENTO EMEM NÚMEROSNÚMEROS

ANO ANO 8 * 10 Nº * 43 Nº * 48 DEZEMBRO * AGOSTO DE DE 2013 2015

BOLETIMBOLETIM GERENCIALGERENCIAL

SuperintendênciaSuperintendência dede AbastecimentoAbastecimento

Informações sobre a comercialização de combustíveis

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP – divulga as estatísticas referentes às vendas de combustíveis nos primeiros oito meses de 2015.

A base de dados são as informações enviadas pelos agentes econômicos do mercado de combustíveis através do Sistema de Informações de Movimentação de Produtos – SIMP. Essas informações são preliminares e, portanto, passíveis de ajustes a posteriori com eventuais reflexos nas próximas estatísticas.

úmeros
úmeros

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

GASOLINA AUTOMOTIVA

 

Vendas de Gasolina C pelas Distribuidoras -5,94%

 
 

4.400

4.200

4.200

4.000

3.800

3.600

mil m³

3.400

3.200

3.000

 

2.800

2.600

2.400

2.200

2.000

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

2013

2014

2015

 

Entregas de Gasolina A às Distribuidoras -7,55%

 
 

3.300

2.800

2.800

mil m³

2.300

1.800

1.300

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

2013

2014

2015

MARKET SHARE NO ANO

Distribuidora

Participação

BR IPIRANGA RAÍZEN ALESAT TOTAL CIAPETRO SP RM TOBRAS ROYAL FIC OUTRAS

27,9%

20,9%

19,5%

5,2%

2,2%

1,4%

1,2%

0,7%

0,7%

0,7%

19,6%

MARKET SHARE NO ANO

Fornecedor

Participação

PETROBRAS RPDM RIOGRANDENSE COPAPE TRICON OIL TRADING EXXONMOBIL SUL PLATA OUTRAS

95,50%

1,29%

0,62%

0,62%

0,49%

0,38%

0,31%

0,22%

0,59%

Vendas por Região no Ano

SE ▼ 42,4 CO ▼ 9,3% #REF! N ▲ 7,1% S ▲ 20,9% NE ▲

SE

42,4

CO

9,3%

#REF!

N

7,1%

S

20,9%

NE

20,4%

Comércio Exterior - Gasolina A

Exportações - Importações (Volume)

0

0 -2.000 -2.216 -2.292 -1.485 -1.829 -1.766 mil m³ -4.000 -6.000 -3.658 -2.546 -8.000

-2.000

-2.216

-2.292

-1.485

-1.829

-1.766

mil m³

-4.000

-6.000

-3.658

-2.546

-8.000

2012

2013

2014

2015

Jan-AgoJan-Dez

Jan-DezJan-Ago

Notas

Gasolina Automotiva: Compreende a(s) gasolina(s) especificada(s) pela ANP, exceto a gasolina de aviação e a gasolina para uso em competição automotiva. Portaria ANP nº 72, de 2000. Gasolina A: Produzida no País, a importada ou a formulada pelos agentes econômicos autorizados para cada caso, isenta de componentes oxigenados e que atenda ao Regulamento Técnico. Resolução ANP nº 40, de 25/10/2013. Gasolina C: Aquela constituída de gasolina A e etanol anidro combustível, nas proporções e especificações definidas pela legislação em vigor e que atenda ao Regulamento Técnico. Resolução ANP nº 40, de 25/10/2013.

ÓLEO DIESEL

MARKET SHARE NO ANO Vendas de Diesel pelas Distribuidoras ▼ -3,29 Distribuidora Participação Vendas por
MARKET SHARE NO ANO
Vendas de Diesel pelas Distribuidoras ▼ -3,29
Distribuidora
Participação
Vendas por Região no Ano
6.000
38,02%
22,59%
5.500
SE ▲
18,60%
45,1%
CO ▼
5.000
2,84%
8,9%
1,50%
4.500
1,27%
0,80%
4.000
N ▼
0,57%
8,9%
3.500
0,55%
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
BR ▼
IPIRANGA ▲
RAÍZEN ▲
ALESAT ▼
CIAPETRO ▼
TOTAL ▲
TOBRAS ▼
SP ▼
ZEMA ▲
ROYAL FIC ▼
0,55%
S ▼
NE ▲
OUTRAS ▲
12,70%
2013
2014
2015
15,6%
21,5%
MARKET SHARE DO MÊS
Entregas de Diesel A às Distribuidoras ▼ -3,25%
Entregas por Tipo no Ano
Comércio Exterior - Óleo Diesel
Fornecedor
Share
Exportações - Importações
(Volume)
5.600
PETROBRAS ▼
91,37%
REFAP ▲
S-500 ▼
8,10%
2012
2013
2014
2015
5.200
RPISA ▼
68,2%
0,53%
0
4.800
-4.944
-5.021
-6.832
-6.502
-5.000
4.400
4.000
-7.649
-10.000
-9.919
-10.885
3.600
Não Rodoviário
-15.000
1,6%
3.200
S-10 ▲
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
Marítimo ▲
28,7%
-20.000
1,5%
2013
2014
2015
Jan-Ago
Jan-Dez
mil m³
mil m³
mil m³
 

Notas

Óleo Diesel: compreende o(s) óleo(s) diesel(is) e a mistura de óleo diesel/biodiesel, especificado(s) pela ANP. Portaria ANP nº 72, de 26/04/2000.

O

percentual de biodiesel (B100) adicionado ao óleo diesel A (puro), desde janeiro de 2008, foi de 2% até 06/2008, de 3% de 07/2008 até 06/2009, de 4% de 07/2009 até 12/2009, de 5% de

01/2010 até 06/2014, de 6% de 07/2014 até 10/2014, e, atualmente, é de 7%, desde 11/2014.

As

vendas pelas distribuidoras incluem também o óleo diesel com mistura de biodiesel puro (B100) superior ao obrigatório.

Óleo Diesel S-10: de uso rodoviário, para comercialização nos casos listados no Art. 5º da Resolução ANP nº 50, de 23/12/2013. Óleo Diesel S-500: de uso rodoviário, para comercialização em todo o território nacional, conforme Resolução ANP nº 50, de 23/12/2013. Óleo Diesel Não Rodoviário: para uso no transporte ferroviário, na extração mineral e na geração de energia elétrica, conforme Resolução ANP nº 45, de 20/12/2012.

Óleo Diesel Marítimo: de uso aquaviário, conforme Resolução ANP nº 52, de 29/12/2010.

úmeros
úmeros

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

ETANOL

   

MARKET SHARE NO ANO

 
 

Vendas de Etanol Hidratado pelas Distribuidoras 41,38%

     

Vendas por Região no Ano

 
 

1.800

 

Distribuidora

 

Participação

 
 
  BR ▲ RAÍZEN ▲ IPIRANGA ▲ GRAN PETRO ▲ PETROMAIS ▼ MONTE CABRAL ▲ ALESAT

BR RAÍZEN IPIRANGA GRAN PETRO PETROMAIS MONTE CABRAL ALESAT ORCA PETROZARA SANTAREN

OUTRAS

 

20,78%

   
 

1.600

19,60%

mil m³

1.400

1.200

19,47%

5,82%

5,66%

#REF! S ▲ 11,4%
#REF!
S ▲
11,4%

SE

67,2%

CO

12,7%

1.000

4,81%

 

N

800

2,89%

1,3%

 

1,57%

NE

7,5%

 
 

600

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

1,50%

 

2013

2014

2015

1,25%

16,66%

   
 

Etanol Anidro adicionado à Gasolina A -0,21%

   

Comércio Exterior de Etanol

 
 

1.150

Exportações - Importações (Volume)

 
 
    6.000   3.533 5.124  
 

6.000

 

3.533 5.124

 
 

1.050

3.296 3.429 2.917 2.576 2.386 3.050 1.900 1.964 3.194 1.398 2.392 1.947 2.279 1.880 1.566
3.296
3.429
2.917
2.576
2.386
3.050
1.900 1.964
3.194
1.398
2.392
1.947
2.279
1.880
1.566
1.614
1.090
768
520
566
472
 

950

5.000

mil m³

850

4.000

750

mil m³

3.000

 

650

2.000

550

 

1.000

450

 
 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

0

   

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

 
 

2013

2014

2015

 
Jan-Ago Jan-Dez

Jan-Ago

Jan-Ago Jan-Dez

Jan-Dez

 

Notas

Etanol Hidratado Combustível: Combustível líquido e incolor utilizado em motores de ignição por centelha (Ciclo Otto). Resolução ANP nº 7, de 9/2/2011. Etanol Anidro Combustível: Combustível destinado aos distribuidores para mistura com a gasolina A (especificada pela Portaria ANP nº 309/01) para produção da gasolina C. Resolução ANP nº 7, de 9/2/2011. O teor de etanol anidro na gasolina é fixado por Portaria do Ministério da Agricultura, conforme Decreto Nº 3.966/2001. O teor adicionado pode variar de 18 a 27,5%, em volume, segundo a Lei Nº 13.033/2014. O percentual de etanol anidro adicionado à gasolina foi de 20% desde outubro de 2011 até abril 2013, e de 25% desde maio de 2013 até 15 de março de 2015. Etanol (ou Álcool Etílico): Composto por dois átomos de carbono, cinco átomos de hidrogênio e uma hidroxila (C 2 H 5 OH), é obtido no Brasil pelo processo de fermentação do caldo de cana- de-açúcar. Utilizado como combustível nos motores de ciclo Otto, especificamente no setor de transporte rodoviário. Exportações de Etanol: Dados disponíveis no sítio ALICE-Web do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br/default.asp ), códigos NCM 2207.10.00, 2207.10.10, 2207.10.90, 2207.20.10, 2207.20.11 e 2207.20.19.

GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO - GLP

Massa Específica: 0,552 t/m³

 

Vendas de GLP pelas Distribuidoras 0,49%

   

MARKET SHARE NO ANO

     

Distribuidora

Participação

 

Vendas por Região no Ano

 

700

  700 GRUPO ULTRA ▲ LIQUIGÁS ▲ GRUPO SUPERGASBRAS ▼ GRUPO NACIONAL ▲ COPAGAZ ▲ GRUPO

GRUPO ULTRA LIQUIGÁS GRUPO SUPERGASBRAS GRUPO NACIONAL COPAGAZ GRUPO CONSIGAZ FOGAS AMAZONGAS SERVGAS GLP GÁS OUTRAS

23,16%

SE ▼ 44,4% N S ▲ 17,3% NE ▼ 23,7%
SE ▼
44,4%
N
S ▲
17,3%
NE ▼
23,7%

CO

8,3%

6,2%

660

22,69%

 

20,54%

 

620

19,08%

mil t

8,17%

 

580

3,10%

540

1,75%

 

0,76%

 

500

0,48%

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

0,12%

 

2013

2014

2015

0,16%

 

Razão entre Importações Líquidas

   

Comércio Exterior - GLP

   

Comércio Exterior - GLP

 

e Consumo Interno - GLP

 

Exportações - Importações (Receitas)

Exportações - Importações (Volume)

80%

80%   2012 2013 2014 2015 2012 2013 2014 2015
 

2012

2013

2014

2015

2012

2013

2014

2015

60%

 

0

-350 -701 -825 -1.146 -1.057 -1.241 -1.497
-350
-701
-825
-1.146
-1.057
-1.241
-1.497
 

0

-915 -1.228 -963 -1.575 -1.374 -1.785 -2.122
-915
-1.228
-963
-1.575
-1.374
-1.785
-2.122

40%

milhões US$

-1000

 

-1.000

20%

mil t

-2.000

-2000

-3.000

0%

   
 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

-3000

 

-4.000

 
 

2013

2014

2015

 
  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Ago

  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Dez

 
  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Ago

  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Dez

Notas

Gás Liquefeito do Petróleo (GLP): Conjunto de cadeias de hidrocarbonetos com três ou quatro átomos de carbono (propano, propeno, butano e buteno), podendo apresentar-se isoladamente ou em mistura entre si e com pequenas frações de outros hidrocarbonetos, conforme especificação constante da legislação vigente. Resolução ANP nº 15, de 18/05/2005.

úmeros
úmeros

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

QUEROSENE DE AVIAÇÃO - QAV

MARKET SHARE NO ANO Vendas de QAV pelas Distribuidoras ▼0,28% Vendas por Região no Ano
MARKET SHARE NO ANO
Vendas de QAV pelas Distribuidoras ▼0,28%
Vendas por Região no Ano
Distribuidora
Participação
680
660
BR ▼
RAÍZEN ▼
AIR BP ▲
56,61%
32,29%
640
11,09%
SE ▼
620
CO ▲
62,6%
600
10,4%
580
N ▼
560
#REF!
5,1%
540
520
NE ▲
500
14,7%
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
S ▼
7,2%
2013
2014
2015
Razão entre Importações Líquidas
e Consumo Interno - QAV
Despesas com Comércio Exterior
Exportações - Importações (Volume)
2011
2012
2013
2014
2015
2011
2012
2013
2014
2015
70%
0
0
60%
-460
-907
-904
-773
-500
-997
-948
-500
-970
-1.158
-1.115
-1.216
50%
-1.000
40%
-1.000
-1.500
30%
-1.127
-1.500
-1.484
-1.399
-1.314
20%
-2.000
-1.635
-1.569
-1.779
-1.898
-2.000
10%
-2.500
0%
-2.500
-3.000
-10%
-3.000
-3.500
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
2013
2014
2015
Jan-Ago
Jan-Dez
Jan-Ago
Jan-Dez
mil m³
milhões US$
mil m³

Notas

Querosene de Aviação (QAV-1 ou JET A-1): Derivado de petróleo utilizado como combustível em turbinas de aeronaves. Resolução ANP nº 17, de 26/07/2006.

ÓLEO COMBUSTÍVEL - OC

 

Vendas de OC pelas Distribuidoras 15,26

     

MARKET SHARE NO ANO

     

VENDAS POR REGIÃO NO MÊS

   

Distribuidora

Participação

Vendas por Região no Ano

 
 

650

  650   BR ▲ 92,83%  
 

BR

92,83%

 

600

 

RAÍZEN

3,70%

 
CO ▼ SE ▼ 6,6% 19,1% N ▲ 18,3% S ▲ 5,0% NE ▼ 51,0%
CO ▼
SE ▼
6,6%
19,1%
N ▲
18,3%
S ▲
5,0%
NE ▼
51,0%

550

IPIRANGA

2,81%

500

OUTRAS

0,65%

mil m³

450

 

400

350

 

300

250

200

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

2013

2014

2015

 

Razão entre Exportações Líquidas e Consumo Interno - OC

   

Receitas com Comércio Exterior

   

Exportações - Importações (Volume)

 

9.000

4.635 3.506 2.804 3.200 2.135 2.215 867
4.635
3.506
2.804
3.200
2.135
2.215
867
 

14.000

7.067 5.830 4.951 4.804 2.995 3.567 3.713
7.067
5.830
4.951
4.804
2.995
3.567
3.713

300%

300% 8.000 12.000

8.000

12.000

7.000

 

250%

milhões US$

6.000

 

10.000

200%

5.000

mil m³

 

8.000

150%

4.000

6.000

3.000

 

100%

 

2.000

 

4.000

50%

1.000

2.000

 

-

   

-

 

0%

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

2012

2013

2014

2015

 

2012

2013

2014

2015

 

2013

2014

2015

 
  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Ago

  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Dez

 
  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Ago

  2013 2014 2015   Jan- Ago Jan-Dez   Jan- Ago Jan-Dez

Jan-Dez

Notas

Óleos Combustíveis: Óleos residuais de alta viscosidade, obtidos do refino do petróleo ou através da mistura de destilados pesados com óleos residuais de refinaria. São utilizados como combustível pela indústria, de modo geral em equipamentos destinados a geração de calor - fornos, caldeiras e secadores, ou indiretamente em equipamentos destinados a produzir trabalho a partir de uma fonte térmica. Portaria ANP nº 80, de 30/04/1999. Inclui o Óleo Combustível Marítimo: de uso aquaviário, composto de óleo combustível e misturado com diluente para ajuste da viscosidade, conforme Resolução ANP nº 52, de

29/12/2010.

úmeros
úmeros

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

GÁS NATURAL VEICULAR - GNV

 

Consumo de GNV -3,55

   

MARKET SHARE NO ANO

   

Consumo por Região no Ano

 
   

Distribuidora

 

Participação

 
 

5.500

  5.500 CEG ▲ COMGÁS ▼ CEG RIO ▲ SCGÁS ▼ BAHIAGÁS ▲ SULGÁS ▼ CEGÁS

CEG COMGÁS CEG RIO SCGÁS BAHIAGÁS SULGÁS CEGÁS COPERGÁS POTIGÁS GASMIG OUTRAS

 

43,48%

   
 

11,19%

mil m³ / dia

5.300

10,37%

CO

0,53%

5.100

5,34%

4,14%

N ▲ 0,27% SE ▲ NE ▲ 69,99% 18,40% S ▼ 10,81%
N ▲
0,27%
SE ▲
NE ▲
69,99%
18,40%
S ▼
10,81%
 

4.900

3,66%

3,28%

 

4.700

3,25%

4.500

2,56%

 

1,94%

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

10,78%

 

2013

2014

2015

Fonte: ABEGÁS

 

Fonte: ABEGÁS

Fonte: ABEGÁS

 

Preço Médio do GNV ao Consumidor9,55%

 

Frota GNV - 3,81%

 
 

2,20

  2,20   2.000 6,09% 5,67% 5,11% 5,92% 5,11% 4,57% 1.319 1.316 1.282 4,11% 3,68% 3,48%
 

2.000

6,09% 5,67% 5,11% 5,92% 5,11% 4,57% 1.319 1.316 1.282 4,11% 3,68% 3,48% 3,13% 2,97% 1.208
6,09% 5,67%
5,11% 5,92%
5,11% 4,57%
1.319
1.316
1.282
4,11% 3,68% 3,48% 3,13% 2,97%
1.208
1.239
1.207
1.001
1.169
1.130
1.088
1.080
 

2,10

Frota GNV (milhares)

1.600

6,0%

R$ / m³

2,00

1,90

1.200

4,0%

1,80

800

 

2,0%

 

1,70

400

1,60

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

-

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

0,0%

 

2013

2014

2015

Fontes: IBP / Anfavea

  2013 2014 2015 Fontes: IBP / Anfavea Frota GNV   % GNV na Frota Nacional

Frota GNV

 

% GNV na Frota Nacional

 

Notas

Gás Natural Veicular (GNV): Mistura combustível gasosa, tipicamente proveniente do Gás Natural e Biogás, destinada ao uso veicular e cujo componente principal é o metano, observadas as especificações estabelecidas pela ANP. Resolução ANP nº 41, de 05/11/2013. Consumo de Gás Natural Veicular: volume de gás natural comercializado no Brasil para o segmento automotivo (postos de revenda) através das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado, incluindo os volumes de Gás Natural Comprimido (GNC) e Gás Natural Liquefeito (GNL). A comercialização de gás natural no Brasil é aferida pela ABEGÁS - Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado. Unidade de medida: os volumes de Gás Natural são usualmente expressos em milhares de metros cúbicos por dia (mil m³/dia). Frota GNV: quantitativo de veículos convertidos a GNV, estimado com base nas informações passadas pelos fornecedores (fabricantes e importadores) de cilindros, compilados pelo Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis - IBP. Dados disponíveis até março de 2015. Frota Nacional: quantitativo de veículos leves em circulação (automóveis + comerciais leves) estimado com base em dados de licenciamentos disponibilizados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotres - ANFAVEA.

SOLVENTES

 

Produção Total de Solventes -6,97%

   

Vendas Totais Internas de Solventes 14,32%

 

300

 
 
    130
 

130

    130
 

250

110

mil m³

200

mil m³

90

150

70

100

50

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

2013

2014

2015

 

2013

2014

2015

 

Comércio Exterior - Solventes Exportações (Volume) -14,51%

   

MARKET SHARE NO ANO

   

Vendas Totais Internas de Solventes por

Distribuidora

 

Participação

 

70

  70 BR ▼ QUANTIQ ▲ BANDEIRANTE ▼ CARBONO ▲ BRENNTAG ▲ COREMAL ▲ PRÓ QUÍMICA

BR QUANTIQ BANDEIRANTE CARBONO BRENNTAG COREMAL PRÓ QUÍMICA ARUJÁ VERQUÍMICA AROMAT OUTRAS

 

45,05%

60

18,71%

Solvente C9

50

11,19%

 
VENDAS POR TIPO (FEV) Tipo no Ano Solventes Outros ▼ Alifáticos ▼ 1,8% 2,2% Hexanos
VENDAS POR TIPO (FEV)
Tipo no Ano
Solventes
Outros ▼
Alifáticos ▼
1,8%
2,2%
Hexanos ▲
Benzeno ▲
8,5%
58,4%
Xileno ▼
7,5%
Tolueno ▼
8,0%
Aguarrás
Mineral ▼
11,1%

2,6%

mil m³

40

8,85%

30

3,88%

 

20

2,61%

10

2,43%

-

1,92%

 

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

1,36%

 

2013

2014

2015

1,44%

 

2,57%

Abastecimento em Números Ano 10 * Nº 48 ASFALTOS Volume Retirado pelas Distribuidoras de Asfaltos

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

ASFALTOS

Volume Retirado pelas Distribuidoras de Asfaltos ▼-34,37% MARKET SHARE NO ANO Volume Retirado Comércio Exterior
Volume Retirado pelas Distribuidoras de Asfaltos ▼-34,37%
MARKET SHARE NO ANO
Volume Retirado
Comércio Exterior - Asfaltos
Exportações - Importações (Volume)
400
Distribuidora
Participação
250.000
350
20,54%
200.000
15,52%
300
12,20%
150.000
130.049
250
9,92%
200
100.000
10,31%
55.987
150
3,88%
50.000
#REF!
83.448
6.388
76.875
6.388
4,11%
100
0
3.674
4,32%
50
-50.000
3,36%
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
BR ▼
GRECA ▼
BRASQUÍMICA ▲
STRATURA ▼
BETUNEL ▲
EMAM ▼
NTA ▲
CBB ▲
DISBRAL ▼
CENTRO OESTE ▼
2012
2013
2014
2015
4,01%
2013
2014
2015
Jan-Ago
Jan-Dez
OUTRAS ▲
11,82%
Produção de Asfaltos ▼-36,95%
Vendas por Região no Ano
350
MARKET Market SHARE Share - NO Fornecedores ANO (até jun/08) de Asfaltos
Volume Contratado
Distribuidora
Lubnor ▼
Participação
300
7,8% Adm-RS ▲
BR ▲
25,11%
Rlam ▲
Revap ▼
8,0%
SE ▲
250
Ipiranga ▼
16,34%
5,1%
CO ▼
10,1%
48,4%
Greca ▲
19,69%
Reduc ▲
9,3%
200
Repar ▲
4,0%
Betunel ▼
11,55%
13,9%
Outras ▼
N ▲
150
100
Brasquímica ▼
Asfaltos Califórnia ▼
EMAM ▼
Centro-Oeste ▼
4,73%
7,5%
4,6%
2,24%
2,64%
NE ▼
Replan ▲
3,11%
50
Regap ▼
16,6%
20,5%
S ▲
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
NTA ▼
23,1%
0,00%
21,1%
2014
2015
Asfaltos Nordeste ▼
Outras ▼
2,63%
2013
11,96%
mil t
mil m³

Notas

Asfaltos: Material de cor escura e consistência sólida ou semi-sólida derivado do petróleo, composto de mistura de hidrocarbonetos pesados onde os constituintes predominantes são os betumes, incluindo os materiais betuminosos. Resoluções ANP nº 2, de 14/01/2005 e nº 30, de 09/10/2007. Market Share: Acréscimo () ou decréscimo () na participação de mercado de uma distribuidora (ou refinaria), no ano corrente em relação ao ano anterior. Produção de Asfaltos: dados disponíveis no sítio da ANP: http://www.anp.gov.br > Dados estatísticos > Dados estatísticos mensais > Produção de Derivados

AGENTES DO ABASTECIMENTO
AGENTES DO ABASTECIMENTO
Fornecedores • 17 Refinarias de Petróleo • 299 Usinas de Etanol • 317 Importadores e
Fornecedores
• 17 Refinarias de Petróleo
• 299 Usinas de Etanol
• 317 Importadores e
Exportadores de Petróleo e
Derivados
• 104 Produtores de
Lubrificantes
• 186 Importadores de
Lubrificantes
• 15 Rerrefinadores de
Lubrificantes
• 45 Produtores de Biodiesel
(com AO)

Ambiente Regulatório - SAB

Distribuidores ok • 206 Distribuidoras de Combustíveis Líquidos • 30 Distribuidoras de Solventes • 22
Distribuidores ok
• 206 Distribuidoras de
Combustíveis Líquidos
• 30 Distribuidoras de
Solventes
• 22 Distribuidoras de GLP
• 27 Distribuidoras de
Asfaltos
• 5 Distribuidoras de
Combustíveis de Aviação
Revendedores • 382 TRR • 40.541 Revendedores Varejistas de Combustíveis Líquidos (16.065 Bandeira Branca) •
Revendedores
• 382 TRR
• 40.541 Revendedores
Varejistas de Combustíveis
Líquidos (16.065 Bandeira
Branca)
• 60.541 Revendedores de
GLP
• 236 Revendedores de
Aviação
• 22 Coletores de
Lubrificantes
• 18 TRR-NIs
Atualizado em 24 de setembro de 2015. Consumidores • 14.470 Pontos de Abastecimento (instalações) •
Atualizado em 24 de setembro de 2015.
Consumidores
• 14.470 Pontos de
Abastecimento
(instalações)
• 27 Consumidores
Solventes

R$ / l

R$ / botijão

úmeros
úmeros

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

PREÇOS MÉDIOS - Distribuição e Revenda

Gasolina Comum 11,32%

3,50 3,30 3,10 2,90 2,70 2,50 2,30 J F M A M J J A
3,50
3,30
3,10
2,90
2,70
2,50
2,30
J F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
Revenda 2014
Revenda 2015
Distribuição 2014
Distribuição 2015
R$ / l

Etanol Hidratado 1,33%

2,30 2,20 2,10 2,00 1,90 1,80 1,70 1,60 J F M A M J J
2,30
2,20
2,10
2,00
1,90
1,80
1,70
1,60
J F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
Revenda 2014
Revenda 2015
Distribuição 2014
Distribuição 2015
R$ / l

2,90

2,80

2,70

2,60

2,50

2,40

2,30

2,20

2,10

50,00

45,00

40,00

35,00

30,00

25,00

Óleo Diesel 12,16%

J F M A M J J A S O N D Revenda 2014 Revenda
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
Revenda 2014
Revenda 2015
Distribuição 2014
Distribuição 2015

GLP 7,93%

J F M A M J J A S O N D Revenda 2014 Revenda
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
Revenda 2014
Revenda 2015
Distribuição 2014
Distribuição 2015

Notas

Preços médios praticados - Brasil. Levantamento de preços: Pesquisa semanal dos preços praticados pelas distribuidoras e postos revendedores de combustíveis, abrangendo: gasolina comum, etanol hidratado combustível, óleo diesel (sem S-10), gás natural veicular - GNV e gás liquefeito de petróleo - GLP, pesquisados de acordo com procedimentos estabelecidos pela Portaria ANP nº 202, de 15 de agosto de 2000. Dados disponíveis no sítio da ANP: http://www.anp.gov.br/preco/ .

POSTOS REVENDEDORES DE COMBUSTÍVEIS LÍQUIDOS - MARKET SHARE

Charrua

SP 0,7% 1,1% Outras 9,8% Bandeira Branca 39,6% Ipiranga 14,5% BR 20,0%
SP
0,7%
1,1%
Outras
9,8%
Bandeira Branca
39,6%
Ipiranga
14,5%
BR
20,0%

AleSat

3,1%

Raízen

11,1%

Brasil

40.632 postos

Simarelli

Outras

AleSat

2,2% 6,6% Bandeira Branca 44,2% BR 25,1%
2,2%
6,6%
Bandeira
Branca
44,2%
BR
25,1%

2,4%

Taurus

2,4%

Raízen

6,5%

Ipiranga

10,6%

Centro-Oeste

Centro- Oeste

3.211 3.534

postos

postos

Potencial

Outras

1,7% 9,8% Bandeira Branca 29,0% BR Ipiranga 17,0% 24,8%
1,7%
9,8%
Bandeira
Branca
29,0%
BR
Ipiranga
17,0%
24,8%

Rodoil

2,6%

Charrua

3,1%

Raízen

11,9%

Centro- Oeste

Sul

8.154 3.211

postos

postos

Outras 4,5% Bandeira Branca 38,7% BR 19,0% 14,0%
Outras
4,5%
Bandeira
Branca
38,7%
BR
19,0%
14,0%

Raízen

3,5%

SABBA

6,0%

Atem's

6,7%

Equador

7,5% Ipiranga

Outras

Dislub 10,1% 1,7% SP Bandeira 4,3% Branca 47,4% Ipiranga 6,1% BR 19,3% Raízen 7,1%
Dislub
10,1%
1,7%
SP
Bandeira
4,3%
Branca
47,4%
Ipiranga
6,1%
BR
19,3%
Raízen
7,1%

AleSat

4,1%

Outras 2,8% Bandeira Branca 39,5% Sudeste BR 21,1% 15.598 Raízen postos 15,6%
Outras
2,8%
Bandeira
Branca
39,5%
Sudeste
BR
21,1% 15.598
Raízen
postos
15,6%

Ale

0,7%

Zema

1,0%

AleSat

3,9%

Ipiranga

15,3%

Centro- Oeste

Norte

3.037

3.211

postos

postos

Nordeste

9.746 postos

Sudeste

Centro- Oeste

16.161 postos

3.211

postos

Notas

Market Share: em número de postos, posição de 16/10/2015. Dados disponíveis no sítio da ANP: http://www.anp.gov.br/postos/ .

m Números
m Números

Abastecimento em Números

Ano 10 * Nº 48

TRR (Óleo Diesel)

 

Vendas de Óleo Diesel para TRRs pelas Distribuidoras -3,36

 

Vendas de Diesel no Ano

 

800

Posto ▲ 57,6% Consumidor Final ▼ TRR ▲ 29,3% 13,1%
Posto ▲
57,6%
Consumidor
Final ▼
TRR ▲
29,3%
13,1%

700

700

mil m³

600

500

400

 

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez

 

2013

2014

 

2015

 

MARKET SHARE NO ANO Distribuidora para TRR

     

MARKET SHARE NO ANO Distribuidora para Posto Rev.

   

Vendas de Diesel para TRR por Região no Ano

 

Distribuidora

 

Participação

 

Distribuidora

Participação

CO ▼ 18,7% SE ▼ 40,2% S ▲ 31,3%
CO ▼
18,7%
SE ▼
40,2%
S ▲
31,3%

N

3,9%

NE

5,9%

BR IPIRANGA RAÍZEN DIBRAPE RIO BRANCO TOBRAS ALESAT RM ZEMA OUTRAS

 

44,91%

BR

 

32,08%

22,07%

IPIRANGA

 

21,14%

20,21%

RAÍZEN

19,49%

1,75%

0,95%

0,63%

ALESAT

CIAPETRO

TOTAL

3,60%

2,27%

2,11%

0,61%

SP

0,96%

0,61%

POTENCIAL

 

0,79%

0,60%

ZEMA

 

0,71%

7,65%

OUTRAS

16,85%

Notas

TRR - Transportador-Revendedor-Retalhista: Pessoa jurídica autorizada para o exercício da atividade de transporte e revenda retalhista de combustíveis, exceto gasolinas automotivas, gás liquefeito de petróleo (GLP), combustíveis de aviação e etanol combustível. Resolução ANP nº 12, de 21/03/2007. Ver também Resolução ANP nº 8, de 06/03/2007.

Posto (Revendedor Varejista): Pessoa jurídica autorizada para o exercício da atividade de revenda varejista de combustível automotivo. Resolução ANP nº 41, de 05/11/2013.

POSTOS REVENDEDORES BANDEIRA BRANCA

Participação em Volume de Vendas das Distribuidoras para Postos de Revenda

Gasolina C

Bandeira Branca 27,9% Vinculados 72,1%
Bandeira
Branca
27,9%
Vinculados
72,1%

Óleo Diesel

Bandeira Branca 26,3% Vinculados 73,7%
Bandeira
Branca
26,3%
Vinculados
73,7%

Etanol Hidratado

Bandeira Branca 38,0% Vinculados 62,0%
Bandeira
Branca
38,0%
Vinculados
62,0%

Participação em Volume de Vendas das Distribuidoras para Postos de Revenda Bandeira Branca

Gasolina C Óleo Diesel Etanol Hidratado BR TOTAL 7,3% CIAPETRO 6,8% 7,8% VENDAS POR TIPO
Gasolina C
Óleo Diesel
Etanol Hidratado
BR
TOTAL
7,3%
CIAPETRO
6,8%
7,8%
VENDAS POR TIPO (FEV)
BR
IPIRANGA
ALESAT
IPIRANGA
7,8%
GRAN PETRO
6,2%
8,1%
7,8%
14,7%
TOTAL
RAÍZEN
7,0%
RAÍZEN
PETROMAIS
MONTE
5,5%
10,2%
14,5%
CABRAL
ALESAT
12,0%
CIAPETRO
5,8%
4,7%
TOBRAS
BR
Outras
ASTER
2,2%
4,2%
34,6%
2,5%
Outras
RUFF CJ
Outras
51,9%
2,2%
ORCA
ROYAL FIC
45,3%
3,9%
2,4%
LARCO
IPIRANGA
2,0%
TOBRAS
SANTAREN
3,9%
RM
POTENCIAL
2,4%
RODOPETRO
RAÍZEN
2,3%
2,3%
PETROZARA
2,0%
2,8%
3,5%
3,7%
Notas
Participações medidas por volume, a partir de dados de vendas de distribuidoras.

Notas Gerais

1. Vendas pelas Distribuidoras / por Região

Combustíveis: gasolina automotiva, óleo diesel, etanol hidratado, gás liquefeito de petróleo, querosene de aviação e óleo combustível.

Fonte: Distribuidoras de combustíveis autorizadas pela ANP, conforme Portaria ANP nº

202/99.

Os volumes de vendas baseiam-se em dados declaratórios enviados à ANP pelas empresas distribuidoras de combustíveis autorizadas pela Agência, através do Sistema de Informações de Movimentação de Produtos SIMP. Essas informações são preliminares e, tendo em vista que as distribuidoras podem corrigi-las, eventuais alterações nos dados publicados nesta edição serão incorporadas nas consolidações das edições subseqüentes.

Vendas pelas Distribuidoras: Acréscimo (%) ou decréscimo (%) no acumulado do ano em relação ao mesmo período do ano anterior (variação percentual do somatório dos valores desde o mês de janeiro até um determinado mês do ano corrente, em relação ao somatório do mesmo período do ano anterior).

Vendas por Região: Indica se houve acréscimo () ou decréscimo () na participação de mercado de uma distribuidora, no acumulado do ano corrente, em relação ao ano anterior (janeiro a dezembro).

m³ = metros cúbicos (milhares de litros)

mil m³ = milhares de metros cúbicos (milhões de litros)

Dados atualizados em outubro de 2015.

Dados disponíveis no sítio da ANP:

estatísticos mensais > Vendas de combustíveis

http://www.anp.gov.br > Dados estatísticos > Dados

2. Market Share

Combustíveis: gasolina comum, óleo diesel, etanol hidratado, gás liquefeito de petróleo, querosene de aviação, óleo combustível, solventes e gás natural veicular.

Fontes: Distribuidoras de combustíveis autorizadas pela ANP, conforme Portaria ANP nº 202/99; Centrais petroquímicas e refinarias, conforme Portaria ANP nº 72/98; Comercialização de gás natural no Brasil, aferida pela ABEGÁS Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado.

O termo em inglês decompõe-se em: market, que significa mercado, e share, divisão ou quota. A expressão pode ser traduzida como participação de mercado e designa a fatia de mercado detida por uma organização. Sua medida quantifica, em porcentagem, a quantidade do mercado dominado por uma distribuidora. Divide-se o volume de vendas da empresa pelo volume total do segmento indicado.

i

Acréscimo ( ▲ ) ou decréscimo ( ▼ ) na participação de mercado de uma

Acréscimo () ou decréscimo () na participação de mercado de uma distribuidora, no acumulado do ano corrente, em relação ao ano anterior (janeiro a dezembro).

As participações de mercado da Shell/Sabba e da Cosan passaram a ser representadas pela Raízen, joint venture criada por ambas as empresas.

Dados atualizados em outubro de 2015.

3. Entregas às Distribuidoras

Combustíveis: gasolina automotiva e óleo diesel.

Fonte: Produtores (agentes autorizados pela ANP a produzir gasolina automotiva e óleo diesel), conforme Portaria ANP nº 72/00.

Os produtores informam mensalmente à ANP as entregas efetuadas no mês anterior sob regime de contrato de fornecimento com o produtor e sob regime de pedido mensal.

m³ = metros cúbicos (milhares de litros)

 

mil m³ = milhares de metros cúbicos (milhões de litros)

 

Dados

disponíveis

no

sítio

da

ANP:

>

Petróleo

e

Derivados > Abastecimento > Distribuidoras > Líquidos derivados líquidos: publicação das entregas

>

Homologações

das

quotas

de

4. Comércio Exterior

Combustíveis: gasolina A, óleo diesel, gás liquefeito de petróleo, querosene de aviação e óleo combustível.

Fonte: Secretaria de Comércio Exterior (SECEX) - Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).

Exportação / Importação de derivados de petróleo por produto - 2005-2015 (mil m³)

Receita com a exportação / Dispêndio com a importação de derivados de petróleo por produto - 2011-2015 (US$ FOB)

FOB (free on board): denomina contrato no qual o frete não está incluído no custo da mercadoria

Dólar em valor corrente

Exportações Líquidas: volume exportação - importação (mil m³)

Importações Líquidas: volume importação - exportação (mil m³)

Consumo Interno: volume de vendas das distribuidoras (mil m³)

Acréscimo (%) ou decréscimo (%) no acumulado do ano em relação ao mesmo período do ano anterior (variação percentual do somatório dos valores desde o mês de janeiro até um determinado mês do ano corrente, em relação ao somatório do mesmo período do ano de anterior).

m³ = metros cúbicos (milhares de litros)

mil m³ = milhares de metros cúbicos (milhões de litros)

ii

Dados disponíveis no sítio da ANP: http://www.anp.gov.br > Dados estatísticos > Dados estatísticos mensais

Dados disponíveis no sítio da ANP: http://www.anp.gov.br > Dados estatísticos > Dados estatísticos mensais > Importações & exportações

5. Preços Médios Praticados

Combustíveis: gasolina comum, óleo diesel, etanol hidratado, gás liquefeito de petróleo e gás natural veicular.

Fonte: Levantamento de preços - ANP / Coordenadoria de Defesa da Concorrência (CDC), conforme Portaria ANP nº 202, de 15/08/2000.

O Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis abrange

gasolina comum, etanol hidratado combustível, óleo diesel não aditivado, gás natural veicular - GNV e gás liquefeito de petróleo - GLP, pesquisados em 555 localidades, cerca de

10% dos municípios brasileiros, de acordo com procedimentos estabelecidos pela Portaria ANP nº 202, de 15/08/2000.

Preço

consumidor final.

Revenda:

preços

médios

praticados

pelos

postos

revendedores

na

venda

ao

Preço Distribuição: preços médios praticados pelos produtores na venda às distribuidoras de combustíveis.

Acréscimo (%) ou decréscimo (%) no preço médio praticado pelos postos revendedores

na venda ao consumidor final no último período disponível do ano corrente em relação ao de dezembro do ano anterior.

Maiores detalhes sobre o Levantamento de Preços no sítio da ANP: http://www.anp.gov.br > Defesa da Concorrência Preços > Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis

Dados atualizados em outubro de 2015 (Coletas realizadas entre 01/01/15 e 31/08/15).

Dados disponíveis no sítio da ANP:

6. Solventes

Os dados de comercialização de solventes referentes ao ano de 2012 foram revisados.

Este boletim está disponível no sítio da ANP:

Abastecimento em Números

>

Distribuição

e

Revenda > Legislação

e

Boletins

>

Boletim

CONTATOSCONTATOS

AGÊNCIAAGÊNCIA NACIONALNACIONAL DODO PETRÓLEO,PETRÓLEO, GÁSGÁS NATURALNATURAL EE BIOCOMBBIOCOMBUSTÍVEISUSTÍVEIS –– ANPANP

DIRETORADIRETORA--GERALGERAL Magda Maria de Regina Chambriard

SUPERINTENDÊNCIASUPERINTENDÊNCIA DEDE ABASTECIMENTOABASTECIMENTO (SAB)(SAB)

SUPERINTENDENTESUPERINTENDENTE Aurélio Cesar Nogueira Amaral

SUPERINTENDENTESUPERINTENDENTE ADJUNTOADJUNTO Rubens Cerqueira Freitas

SETORSETOR DEDE PLANEJAMENTOPLANEJAMENTO EE CONTROLECONTROLE Ingrid Borba do Nascimento Barbosa Márcio de Abreu Pinheiro Rafaela Coelho Guerrante Gomes Siqueira Moreira Renato Cabral Dias Dutra

(21) 2112-8795 (21) 2112-8709

Renato Cabral Dias Dutra (21) 2112-8795 (21) 2112-8709 CENTROCENTRO DEDE RELAÇÕESRELAÇÕES COMCOM OO

CENTROCENTRO DEDE RELAÇÕESRELAÇÕES COMCOM OO CONSUMIDORCONSUMIDOR (CRC)(CRC)

0800 970 0267 www.anp.gov.br

Av. Rio Branco, 65 / 16º andar Ed. Visconde de Itaboraí - Centro Rio de Janeiro, RJ CEP 20090-004