Вы находитесь на странице: 1из 6

ESTADO DE RONDÔNIA

PODER EXECUTIVO
PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA Folha n.º 1

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N.º 001/2006

MARLON DONADON, Prefeito do Município de Vilhena, Estado de Rondônia, no exercício regular de seu cargo, e usando das atribuições
que lhe são conferidas por Lei, torna público, para conhecimento dos interessados que realizará seleção de pessoal, através de Concurso
Público, destinado ao provimento de cargos das categorias funcionais do seu quadro de pessoal permanente e cadastro reserva, para
prestação de serviços nas localidades de suas respectivas área de atuação.

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O Concurso Público, nos termos do Processo Administrativo n.° 1441/2006, será organizado e desenvolvido por CREDERE SERVIÇOS DE
GESTÃO LTDA, estabelecida na Travessa Guarantã, 3419 – 1.° Andar – Sala 05 – Setor 1 – Ariquemes – RO, sítio www.credere-
ro.com.br, obedecerá o dispositivos do Decreto Municipal n.º 3.082/95, de 31 de maio de 1995, alterado pelo Decreto Municipal
10.327/2006, de 28 de março de 2006, das demais normas legais pertinentes e as regras do presente Edital.
O Concurso destina-se ao provimento dos cargos em caráter efetivo e emprego público, relacionados no Anexo I, que estejam vagos ou
que venham a vagar ou a serem criados no prazo de validade do Concurso Público.
O Concurso, para todos os efeitos, tem validade dois anos, a partir da data da homologação, podendo ser prorrogado, facultativamente, pôr
igual período.
O período de validade estabelecido para este Concurso não gera para o Município a obrigatoriedade de aproveitar todos os candidatos
aprovados. A aprovação gera, para o candidato, apenas o direito à preferência na admissão, dependendo da sua classificação no certame.
A publicidade deste Edital de abertura do concurso assim como o Edital de homologação do resultado final se dará através de publicação no
Diário Oficial do Estado e na Imprensa Oficial do Município.
A divulgação oficial dos demais atos deste Concurso Público se dará em forma de comunicados e extratos resumidos nos seguintes locais:
a) No mural de avisos da Prefeitura Municipal de Vilhena;
b) Na Imprensa Oficial do Município de Vilhena;
c) Na internet, endereço eletrônico www.credere-ro.com.br;
d) No jornal, de circulação regional, O Estadão do Norte, editado em Porto Velho, RO.

DOS CARGOS E EMPREGOS PÚBLICOS, DO REGIME JURÍDICO APLICÁVEL, DOS VENCIMENTOS, DA CARGA HORÁRIA
SEMANAL, DAS VAGAS, DOS REQUISITOS

Os cargos e empregos públicos, os vencimentos base, a carga horária, a quantidade de vagas, os requisitos estão especificados no Anexo I
deste Edital.
Cargos Público – regidos pelas Leis Complementares do Município n.º 008/1996, 100/2005, 102/2006 e 105/2006 (Plano de Carreira,
Cargos e Salários dos Servidores Municipais); 068/2002, 103/2005 e Lei Municipal n.º 1917/2005 (Plano de Carreira, Cargos e Salários do
Magistério).
Regime Jurídico Estatutário, Lei Complementar Municipal n.º 007/1996 (Estatuto do Servidor Público do Município) e Lei Complementar
Municipal 067/2002 (Estatuto do Magistério do Município).
Empregos Público – regidos pela Lei Municipal n.º 1499/2002, 1998/2006 e Decreto-Lei n.º 5452/1943 – Consolidação das Leis do Trabalho
e suas alterações.
Aos vencimentos serão acrescidas vantagens previstas na legislação dos respectivos Planos de Carreira, Cargos e Salários.
As características gerais dos cargos e empregos públicos, quanto aos deveres, atribuições, lotação e outras atinentes à função estarão
disponibilizadas aos candidatos no local de inscrição, no quadro de avisos exposto no átrio da Prefeitura Municipal e no sitio www.credere-
ro.com.br

DO LOCAL DO TRABALHO

O local de trabalho será em qualquer dos órgãos da Prefeitura Municipal de Vilhena, na área urbana ou rural, com exceção dos cargos de
PROFESSOR A, PROFESSOR B, PROFESSOR D, PSICOLOGO, SUPERVISOR ESCOLAR, ORIENTADOR EDUCACIONAL, SECRETÁRIO ESCOLAR
I, AGENTE RURAL DE SAUDE e AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE que deverão inscrever-se por lotação, conforme especificado no Anexo
II deste Edital.

DAS INSCRIÇÕES NO CONCURSO PÚBLICO

São condições para inscrição no Concurso Público:


a) Ser brasileiro ou estrangeiro, na forma da lei;
b) Estar em dia com as obrigações eleitorais e militares;
c) Possuir a escolaridade e os requisitos exigidos para o exercício do cargo ou emprego que se inscreveu;
d) Possuir, na data da inscrição idade mínima de 18 anos;
e) Não possuir antecedentes criminais; e,
f) Apresentar no ato da contratação os documentos exigidos para o exercício do cargo ou emprego.
A inscrição neste Concurso Público implica que o candidato tomou conhecimento e aceitou as condições estabelecidas
neste Edital, sobre o qual não poderá alegar desconhecimento, em nenhum momento.
Valor das inscrições: para cargos de Nível Superior – Médicos - R$60,00; para os demais cargos de Nível Superior - R$45,00;
para cargos de Nível Médio e Técnicos de Nível Médio - R$30,00; para cargos de Nível Fundamental - R$25,00; e para cargos de
Nível Fundamental Incompleto - R$15,00.
A inscrição será efetuada via internet, no sítio eletrônico www.credere-ro.com.br, no período entre as 08 horas do dia 22 de
maio de 2006 e as 18 horas do dia 02 de junho de 2006, observado o horário oficial de Rondônia.
Será disponibilizado acesso ao meio eletrônico aos interessados no Centro de Treinamento de Professores, Av. Durvalina Adélia
Marangon – Quadra 45 – Setor 05 – Bairro Jardim América e no Ginásio de Esportes Geraldão, sito a Av. Paraná, Setor 08-A – Quadra
20 – Bairro Alto Alegre - Vilhena, durante o prazo estabelecido para as inscrições, no horário das 08 horas às 17 horas, com exceção dos
sábados e domingos.
ESTADO DE RONDÔNIA
PODER EXECUTIVO
PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA Folha n.º 2

DA INSCRIÇÃO VIA INTERNET

A Prefeitura Municipal e o CREDERE não se responsabilizam por solicitação de inscrição via internet não recebida por motivos de ordem
técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem
técnica que impossibilitem a transferência de dados.
Para se inscrever o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.credere-ro.com.br. O candidato deverá ler e seguir
atentamente as orientações para preenchimento da Ficha de Inscrição e demais procedimentos, sendo de sua
responsabilidade informar corretamente os dados solicitados.
A inscrição será aceita após a confirmação pelo banco do pagamento da taxa de inscrição, que deverá ser feito em qualquer agência da
rede bancária, obrigatoriamente por meio de boleto bancário específico, impresso pelo próprio candidato ao concluir sua inscrição. Caso
ocorra problema na impressão do boleto, o candidato poderá emitir segunda via disponibilizada na mesma página da inscrição. Não será
aceita outra forma de pagamento senão a descrita neste Edital.
O pagamento da taxa de inscrição através do boleto emitido deverá ser realizado, necessariamente, até o dia 02 de junho de 2006. Não
será aceita a inscrição com pagamento posterior a data de encerramento (02/06/2006).
O boleto pago, autenticado pelo banco ou o comprovante de pagamento constitui a prova de inscrição e deverá permanecer com o
candidato durante todo o certame.
A inscrição é de inteira responsabilidade do candidato e deve ser feita com antecedência, evitando-se o possível congestionamento de
comunicação do sítio nos últimos dias de inscrição.
Informações complementares a cerca da inscrição via internet estarão disponíveis no endereço eletrônico www.credere-ro.com.br ou pelo
telefone (69)3536-6698.

DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

A partir do quinto dia do pagamento da taxa de inscrição o candidato poderá confirmar sua inscrição no endereço eletrônico www.credere-
ro.com.br. A homologação das inscrições será divulgada, no dia 06 de junho de 2006, contendo informações sobre as inscrições
deferidas, relação das indeferidas e os motivos dos indeferimentos.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO NO CONCURSO PÚBLICO

Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o Edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos
exigidos.
Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato.
É vedada a inscrição condicional, intempestiva, via postal, via fax.
O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo em caso de cancelamento do certame
por conveniência da Administração.
Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da inscrição, seja qual for o motivo alegado.
Será cancelada a inscrição se for verificado, a qualquer tempo, o não atendimento a todos os requisitos estabelecidos neste Edital.
As informações prestadas na Ficha de Inscrição são de inteira responsabilidade do candidato, dispondo os organizadores do Concurso do
direito de excluir do certame aquele que a preencher os dados com incorreção, bem como aquele que prestar informações inverídicas,
ainda que o fato seja constatado posteriormente.
O candidato, portador de deficiência ou não, que necessitar de atendimento especial para a realização das provas deverá indicar na
Ficha de Inscrição sua situação, e requerer até o dia 02 de junho de 2006, impreterivelmente, via SEDEX, para CREDERE SERVIÇOS
DE GESTÃO LTDA - CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA - Travessa Guarantã, 3419 – Setor 1 –
1.° Andar – Sala 05 – Ariquemes – RO, laudo médico que justifique o atendimento especial solicitado.
Após esse período, a solicitação será indeferida, salvo nos casos de força maior e naqueles que forem de interesse da Administração
Pública.
A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de solicitar atendimento especial para tal fim,
deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A
candidata que não levar acompanhante não realizará as provas.
O laudo médico (original ou cópia simples), válido somente para este concurso público, não será devolvido, assim como não serão
fornecidas cópias desse laudo.
A relação dos candidatos que tiveram o seu atendimento especial deferido será divulgada no endereço eletrônico www.credere-ro.com.br.
A solicitação de condições especiais será atendida segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade. O candidato deverá declarar, na
Ficha de Inscrição que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos
para o cargo por ocasião da posse.

DAS VAGAS DESTINADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

Do total de vagas de cada cargo, 5% serão providos na forma do Decreto Federal n.º 3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n.º
5.296/2004.
O candidato que se declarar portador de deficiência concorrerá em igualdade de condições com os demais candidatos. Para concorrer a
uma dessas vagas, o candidato deverá, no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência, e, se classificado, no momento
da posse, apresentar laudo médico original ou cópia simples, emitido nos últimos doze meses, atestando a espécie e o grau
ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem
como à provável causa da deficiência.
O candidato que, no ato da inscrição, se declarar portador de deficiência, se classificado no concurso público, figurará em lista específica e,
caso obtenha classificação necessária, figurará também na listagem de classificação geral.
O candidato portador de deficiência poderá requerer, na forma do subitem 3.5.7 deste edital, atendimento especial, no ato da inscrição,
para os dias de realização das provas,indicando as condições de que necessita para a realização destas, conforme previsto no artigo 40,
parágrafos 1.º e 2.º, do Decreto Federal n.º 3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n.º 5.296/2004.
O laudo médico (original ou cópia simples), válido somente para este concurso público, não será devolvido ao candidato, assim como não
serão fornecidas cópias desse laudo.
A inobservância das condições neste Edital estabelecidas acarretará a perda do direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos em tal
condição e o não-atendimento às condições especiais necessárias.
ESTADO DE RONDÔNIA
PODER EXECUTIVO
PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA Folha n.º 3

Os candidatos que se declararem portadores de deficiência, caso aprovados no concurso, serão convocados para submeterem-se à perícia
médica promovida pela Prefeitura Municipal de Vilhena, que verificará sua qualificação como portador de deficiência, o grau da deficiência e
a capacidade para o exercício do cargo.
Os candidatos deverão comparecer à perícia médica, munidos de laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível de deficiência, com
expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à provável causa da
deficiência.

DAS PROVAS

As provas serão realizadas em 02 (duas) etapas. A primeira etapa constituída de PROVA OBJETIVA (para todos os cargos) e a segunda fase
de PROVA DE TÍTULOS, de PROVA PRÁTICA DE DIGITAÇÃO, de PROVA DE PRATICA OPERACIONAL e de PROVA DE APTIDÃO FÍSICA.
É de inteira responsabilidade de o candidato acompanhar a divulgação dos editais onde serão informados os dias, locais e horários de
provas e o comparecimento no horário determinado. Ao candidato só será permitida a realização da prova na data, no local e horário
constante deste Edital.
Não será admitido ingresso de candidato no local de realização das provas após o horário fixado para o seu início.
Serão considerados documentos de identidade: carteiras emitidas pelas Secretarias de Segurança Pública e pelos Institutos de Identificação
(RG), carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional, certificado de reservista, carteira de trabalho da Previdência
Social (CTPS), carteira nacional de habilitação (somente o modelo aprovado pelo art. 159 da Lei n.º 9.503/97), e outro documento
expedido por Órgão Público que, por Lei Federal, valham como identidade.
Não serão aceitos como documentos de identidade: certidão de nascimento, CPF, título de eleitor, carteira de motorista (modelo antigo),
carteira de estudante, carteira funcional sem valor de identidade, nem documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados.
Não será aceita cópia do documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo do documento.
Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar documento de identidade original na forma definida neste Edital não
poderá fazer as provas e será automaticamente eliminado do concurso público.

DA PROVA OBJETIVA

A prova escrita terá a duração de 4 horas e será aplicada no dia 18 de junho de 2006, com início às 09h00min, em local a ser
designado quando da homologação das inscrições.
A prova objetiva valerá 100 (cem) pontos, distribuídos em 50 (cinqüenta) questões de múltipla escolha, que versarão sobre o conteúdo
programático especificado no Anexo II, publicado no endereço eletrônico http://www.credere-ro.com.br e disponibilizado ao candidato no
local das inscrições, buscando aferir conhecimentos como segue:
NÚMERO DE
GRUPOS – NÍVEL DE ESCOLARIDADE PROVAS
QUESTÕES
CARGOS DO GRUPO DE NÍVEL SUPERIOR, CARGOS Língua Portuguesa 15
TECNICOS DE NIVEL MÉDIO E PROFESSOR A Conhecimentos Específicos 35
Língua Portuguesa 25
DEMAIS CARGOS
Matemática 25
O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da prova objetiva, com antecedência mínima de 30 minutos, munido
de caneta de tinta azul ou preta, lápis preto n.º 02, borracha macia e comprovante de inscrição, bem como do documento original de
identidade.
Durante a prova escrita não serão permitidas consultas bibliográficas de qualquer espécie, nem a utilização de máquina calculadora,
relógios com calculadora ou qualquer outro equipamento eletrônico.
O candidato só poderá retirar-se da sala depois de transcorrido 01 hora e 30 minutos da duração da prova escrita.
No ato da realização da prova escrita, serão fornecidos o caderno de questões e a folha definitiva de respostas (gabarito). O candidato não
poderá retirar-se da sala de prova levando qualquer um desses materiais, sem autorização e acompanhamento do fiscal.
O candidato lerá a prova no caderno de questões e marcará suas respostas na folha definitiva. Ao terminar, entregará ao fiscal a folha
definitiva de respostas, que verificará seu completo preenchimento.
Não serão computadas questões não respondidas nem questões que contenham mais de uma resposta (mesmo que uma delas esteja
correta), emenda ou rasura, ainda que legível. Não deverá ser feita nenhuma marca fora do campo reservado às respostas ou à assinatura.
A prova objetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, sendo cada questão com valor de 02 (dois) pontos, e terá caráter
eliminatório e classificatório.
Será considerado habilitado o candidato que obtiver, na prova objetiva, nota igual ou superior a 50 (cinqüenta) pontos. O candidato não
habilitado será excluído do concurso público.
Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em razão do afastamento de candidato da
sala de provas.
Nos dias de realização das provas, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação destas e/ou pelas autoridades
presentes, informações referentes ao seu conteúdo e/ou aos critérios de avaliação e de classificação.
Se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, ter o candidato se
utilizado de processo ilícito, suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do concurso.

DA PROVA DE TÍTULOS

A prova de títulos é facultada aos candidatos interessados, inscritos para os cargos de NÍVEL SUPERIOR, sendo a contagem de pontos
por títulos atribuídos somente a aqueles que forem aprovados na prova objetiva prevista neste Edital.
A pontuação alcançada nos títulos será considerada apenas para efeito de classificação.
O candidato interessado, aprovado na prova objetiva, realizará a prova de títulos no dia 25 de junho de 2006, em local a ser
designado quando da publicação do resultado da prova objetiva e conseqüente convocação, no horário das 09h00min às
12h00min e deverá se apresentar com documento de identificação e o comprovante de inscrição.
Não será permitida a juntada ou substituição de quaisquer documentos extemporâneos.
Serão considerados títulos, os discriminados abaixo, limitados ao valor máximo de 15 (quinze) pontos, sendo desconsiderados os demais.
ESTADO DE RONDÔNIA
PODER EXECUTIVO
PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA Folha n.º 4

PONTUAÇÃO PONTUAÇÃO
NATUREZA DO TÍTULO
POR TÍTULO MÁXIMA
Título de Doutor, na área do cargo. 2,5 5,0
Título de Mestre, na área do cargo. 2,0 4,0
Curso de especialização, em nível de pós-graduação, com carga mínima de 360
1,5 3,0
horas, na área do cargo.
Curso de Especialização ou Aperfeiçoamento na área de atuação do cargo, acima
1,0 2,0
de 40 horas, obtido após a conclusão do curso.
Prévia aprovação em Concurso Público ou Processo Seletivo para o cargo. 0,5 1,0
Total 15,0
Não serão considerados para fins de pontuação protocolos dos documentos, devendo estes ser apresentados em cópias reprográficas
autenticadas.
Os certificados expedidos em língua estrangeira deverão vir acompanhados pela correspondente tradução efetuada por tradutor
juramentado.
Todos os documentos apresentados, cuja devolução não for solicitada no prazo de 120 (cento e vinte) dias contados a partir da
homologação do resultado final do Concurso Público, poderão ser incinerados.

DA PROVA DE PRÁTICA DE DIGITAÇÃO

A prova de prática de digitação será aplicada para os cargos de AUXILIAR ADMINISTRATIVO, AGENTE ADMINISTRATIVO,
SECRETÁRIO ESCOLAR I, TECNICO EM CONTABILIDADE, TECNICO EM INFORMATICA e somente para aqueles que forem
aprovados na prova objetiva prevista neste Edital.
A pontuação alcançada na prova prática de digitação será considerada apenas para efeito de classificação.
O candidato realizará a prova de prática de digitação no dia 25 de junho de 2006, em local a ser designado quando da publicação
do resultado da prova objetiva e conseqüente convocação, no horário das 09h00min às 12h00min e deverá se apresentar com
documento de identificação e o comprovante de inscrição.
A prova consistirá em digitação de um texto e sua nota será obtida considerando o tempo gasto e o número de erros cometidos. A cada
erro cometido será descontado 01 (um) toque.

DA PROVA DE PRÁTICA DE DIREÇÃO

A prova de prática de direção, de caráter classificatório, será aplicada para os cargos de MOTORISTA DE VIATURAS LEVES,
MOTORISTA DE VIATURAS PESADAS, OPERADOR DE MÁQUINAS LEVES, OPERADOR DE MOTONIVELADORA, OPERADOR DE
PÁ CARREGADEIRA, OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA e OPERADOR DE TRATOR DE ESTEIRA e somente para aqueles que
forem aprovados na prova objetiva prevista neste Edital.
A pontuação alcançada na prova prática de direção será considerada apenas para efeito de classificação.
O candidato aprovado na prova objetiva realizará a prova de prática de direção no dia 25 de junho de 2006, em local a ser designado
quando da publicação do resultado da prova objetiva e conseqüente convocação, no horário das 09h00min às 12h00min e
deverá se apresentar com documento de identificação e o comprovante de inscrição.
A prova, com valor de até 100 pontos, consistirá em exame de direção onde serão demonstrados conhecimentos preliminares para vistoria
do veículo (nível de óleo, água, fluídos; equipamentos de segurança obrigatórios, luzes, pressão dos pneus e habilidade na prática do
volante e demais equipamentos do veículo/Máquina). O percurso da prova terá duração de 10 (dez) minutos, e objetivará aferir a
experiência, adequação de atitudes, postura e habilidades do candidato em dirigir e manusear os veículos da categoria exigida, de acordo
com o itinerário preestabelecido.
Somente será permitida ao candidato a realização da prova de prática de direção para MOTORISTAS DE VIATURAS PESADAS
mediante a apresentação da Carteira Nacional de Habilitação – Categoria D, para o cargo MOTORISTA DE VIATURAS LEVES
Categoria B, e OPERADORES DE MAQUINAS LEVES, OPERADOR DE MOTONIVELADORA, OPERADOR DE PÁ CARREGADEIRA,
OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA E OPERADOR DE TRATOR DE ESTEIRAS Categoria C, conforme classificação prevista no
Código de Trânsito Brasileiro, Lei 9.503/1997.
Os pontos da prova de prática de direção serão somados ao da prova objetiva para obtenção da nota final.

DA PROVA DE APTIDÃO FÍSICA

A prova de aptidão física, de caráter classificatório, será aplicada para os cargos de SERVIÇOS GERAIS, VIGIA E MERENDEIRA e
somente para aqueles que forem aprovados na prova objetiva prevista neste Edital.
A pontuação alcançada na prova prática de aptidão física será considerada apenas para efeito de classificação.
O candidato aprovado na prova objetiva realizará a prova de aptidão física no dia 25 de junho de 2006, em local a ser designado
quando da publicação do resultado da prova objetiva e conseqüente convocação, no horário das 09h00min às 12h00min e
deverá se apresentar com documento de identificação e o comprovante de inscrição.
A prova de aptidão física consistirá na avaliação do condicionamento físico do candidato, conforme disposto na tabela de pontuação e será
realizada em três fases sendo:
1ª Fase: SALTO HORIZONTAL: O candidato poderá realizar três tentativas no teste, ficando válido o melhor desempenho.
2ª Fase: FORÇA ABDOMINAL: Esta etapa terá duração máxima de 1 minuto e será registrado o número de repetições realizadas
3ª Fase: ANDAR E/OU CORRER EM 12 MINUTOS (COOPER): Esta etapa terá duração máxima de 12 minutos e será registrada a
distância total percorrida.
O valor de cada fase é de 100 (cem) pontos.
A nota final desta etapa será elaborada através de média aritmética dos pontos obtidos nas 03 (três) fases.
Para realização desta prova o candidato deverá estar trajado adequadamente para prática dos exercícios físicos.
Sugere-se que o candidato faça uma refeição pelo menos 120 (cento e vinte) minutos antes do início da realização da prova.
No dia da realização da prova de aptidão física, o candidato deverá apresentar o Termo de Consentimento Informado – Anexo VII. E para a
candidata que se encontrar em período de gestação, constar em atestado médico, que o teste físico não apresenta risco em relação à
gravidez.
Se o candidato optar pela desistência em 01 (uma) das fases, será considerado desclassificado da prova de aptidão física.
ESTADO DE RONDÔNIA
PODER EXECUTIVO
PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA Folha n.º 5

DA CLASSIFICAÇÃO

A nota final do candidato habilitado no Concurso Público será a nota da prova objetiva, somada com as notas da prova títulos, de prova de
prática digitação, da prova prática de direção e da prova de aptidão física, respectivamente, para os cargos que exigem a segunda etapa.
Os candidatos habilitados serão classificados por ordem decrescente do valor da nota final.
Em caso de empate na nota final no Concurso, terá preferência o candidato que, na seguinte ordem:
a) tiver idade superior a 60 anos, até o último dia de inscrição, conforme art. 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso;
b) obtiver a maior nota na prova escrita de Língua Portuguesa;
c) obtiver a maior nota na prova da segunda fase;
d) mais idoso.

DOS RECURSOS

Será admitido recurso quanto às inscrições, ao gabarito, ao resultado das provas e ao resultado final, no prazo de 03 (dois) dias úteis,
contados a partir das respectivas publicações. No caso de recurso em pendência à época da realização da prova, o candidato participará
condicionalmente do concurso. Admitir-se-á um único recurso por candidato, para cada evento referido no item acima.
Os recursos deverão ser direcionados à CREDERE SERVIÇOS DE GESTÃO LTDA - CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA
MUNICIPAL DE VILHENA, mediante protocolo no Setor de Protocolo da Prefeitura Municipal de Vilhena, no horário das
07h00min às 13h00min e das 15h00min às 17h00min. Os candidatos deverão entregar dois conjuntos de recursos (original
e uma cópia), dentro das seguintes especificações: nome – inscrição – cargo.
Se o recurso referir-se ao gabarito de respostas, o recurso deverá constar o número da questão, a alternativa assinalada pelo candidato,
com argumentação lógica e consistente.
Os recursos deverão estar digitados ou datilografados, e não serão aceitos recursos interpostos por via postal, fac-símile, telex,
Internet, telegrama ou outro meio não especificado neste Edital.
Os recursos interpostos em desacordo com as especificações contidas neste capítulo não serão avaliados.
O(s) ponto(s) à(s) questão(ões) eventualmente anulada(s) será(ão) atribuído(s) a todo(s) candidato(s) presentes à prova.
No caso de provimento de recurso interposto dentro das especificações, poderá, eventualmente, alterar a classificação inicial obtida pelo
candidato que não obtiver nota mínima exigida para aprovação.
Os recursos interpostos fora do prazo não serão aceitos. Será considerada, para tanto, a data do respectivo protocolo junto ao Setor de
Protocolo da Prefeitura Municipal de Vilhena.

DO RESULTADO FINAL, DA HOMOLOGAÇÃO E DA VALIDADE

O resultado final do concurso será publicado no Diário Oficial do Estado de Rondônia, na Imprensa Oficial do Município e no jornal O
Estadão do Norte.
A Homologação do Concurso poderá ser efetuada por cargo, individualmente, ou pelo conjunto de cargos constantes do presente Edital, a
critério da Administração.
O prazo de validade do concurso será de 02 (dois) anos, contado a partir da data da homologação de seus resultados, prorrogável por igual
período, a critério da Administração, de acordo com o artigo 37, inciso II da Constituição Federal.
A aprovação e a classificação definitiva geram, para o candidato, apenas a expectativa de direito à admissão. Ao Município de Vilhena,
reservar-se-á o direito de proceder às convocações dos candidatos aprovados para as admissões em número que atenda ao interesse e às
necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária e os cargos vagos existentes, durante o período de validade do
concurso.

DO PROVIMENTO DOS CARGOS

O provimento dos candidatos aprovados obedecerá rigorosamente a ordem de classificação final de acordo com as necessidades da
Administração.
O candidato convocado deverá apresentar, em copias autenticadas, para sua investidura:
a) Comprovante de Residência (cópia);
b) 2 fotos 3 X 4 recente;
c) Carteira de Identidade (2 cópias);
d) Cadastro de Pessoa Física (2 cópias);
e) Título de Eleitor + Comprovante que votou na última eleição (cópia);
f) Carteira de Trabalho e Previdência Social;
g) Cartão de Inscrição no PIS ou PASEP (cópia);
h) Certificado de Reservista ou Certif. de Dispensa de Incorporação (cópia);
i) Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento (cópia);
j) Carteira Nacional de Habilitação nas categorias exigidas e cursos específicos, conforme Código de Trânsito Brasileiro (2 cópias);
k) Certificado ou Diploma de Escolaridade (2 cópias);
l) Carteira de Registro Profissional (Conselho de Classe) (2 cópias);
m) Certidão Negativa de Antecedentes Criminais;
n) Declaração de que não acumula aposentadoria ou cargos no Serviço Público Federal, Estadual ou Municipal, salvo nos casos
previsto em lei;
o) Declaração de Bens;
p) Certidão de Nascimento dos Filhos menores de 14 anos, acompanhada de carteira de vacinação e comprovação de freqüência à
escola, devidamente atualizada.
q) Atestado de aptidão física e mental, emitido pela junta médica oficial do Município;
r) Para o cargo de Agente Comunitário de Saúde, deverá ainda, ser entregue comprovante de residência de no mínimo, 02 anos
na localidade em que se inscreveu e um comprovante atual.
Os candidatos aprovados serão convocados por jornal de grande circulação e pelos meios oficiais de divulgação dos atos administrativos do
Poder Executivo, para procederem à aceitação das vagas oferecidas, seguindo rigorosamente a ordem de classificação final.
Os candidatos aprovados e contratados estarão sujeitos ao Estágio Probatório, conforme Emenda Constitucional 19, artigo 41 e incisos.
Os candidatos às vagas da área rural só poderão ser remanejados, havendo interesse da Administração, após o período de Estágio
Probatório, ou em caso de extinção da unidade que deu origem ao Concurso.
ESTADO DE RONDÔNIA
PODER EXECUTIVO
PREFEITURA MUNICIPAL DE VILHENA Folha n.º 6

O candidato convocado deverá comparecer na Secretaria Municipal de Administração, no prazo de 10 (dez) dias úteis, a contar da
publicação do ato, munido da documentação exigida neste Edital.
A posse ocorrerá no prazo de 30 (trinta) dias, contados da publicação do ato de provimento, prorrogável por mais 30 (trinta) dias, a
requerimento do interessado.
O candidato convocado que não desejar a investidura poderá requerer no Protocolo Geral da Prefeitura, dentro do prazo previsto para
comparecimento, o adiamento da mesma, sendo reclassificado como último colocado de sua categoria, ficando anotado em listagem de
controle de convocações a sua nova classificação.
O candidato que convocado, dela desistir expressamente ou não se apresentar dentro do prazo previsto, era a investidura sem efeito. O
mesmo acontecerá àquele que não apresentar a documentação exigida para investidura no mesmo prazo.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

A inscrição do candidato implicará o conhecimento das presentes instruções e a aceitação tácita das condições do
concurso, tais como se acham estabelecidas neste Edital e nas normas legais pertinentes, das quais não poderá alegar
desconhecimento.
A inexatidão das afirmativas ou irregularidades nos documentos, mesmo que verificadas a qualquer tempo, em especial por ocasião do
provimento, acarretarão a nulidade da inscrição, com todas as suas decorrências, sem prejuízo das demais medidas de ordem
administrativa, civil ou criminal.
O candidato deverá manter atualizado seu endereço desde a inscrição até a publicação da classificação definitiva, e, após a homologação
do Concurso Público, junto à Secretaria de Administração – Departamento Pessoal.
De acordo com as normas do Programa de Agentes Comunitários de Saúde - PAC´s, após a contratação o agente comunitário de saúde,
deve permanecer residindo na área em que se inscreveu no concurso, sob pena de rescisão contratual.
Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, enquanto não consumada a providência ou evento
que lhes disserem respeito, ou até a data da convocação dos candidatos para a prova correspondente, circunstância que será mencionada
em edital ou aviso a ser publicado no jornal indicado neste Edital.
O não atendimento, pelo candidato, das condições estabelecidas neste Edital, implicará sua eliminação do concurso, a qualquer tempo.
É de inteira responsabilidade do candidato, acompanhar os Editais, comunicados e demais publicações referentes a este Concurso Público.
Os aprovados nas categorias com candidatos a espera (Concurso Público 002/2002 e 001/2003) só serão convocados após o chamamento
dos candidatos remanescentes, dentro do prazo de validade dos respectivos Concursos.
Fazem parte deste Edital os Anexos I, II, III, IV, V, VI e VII.
Os casos omissos serão resolvidos por Comissão Coordenadora do Concurso Público, designada pelo Executivo Municipal, através do Dec.
nº 10.466/2006, sendo a decisão homologada pelo Prefeito Municipal.

Vilhena, 15 de maio de 2006.


MARLON DONADON
PREFEITO MUNICIPAL

Похожие интересы