You are on page 1of 3

Acta número um

Aos dois dias do mês de Dezembro do ano de dois mil e nove, pelas dezoito

horas e trinta minutos, reuniu em assembleia o Conselho Geral do Agrupamento de

Escolas da Cordinha. Dos treze elementos já eleitos e designados para a sua

composição, não compareceram a representante dos Pais/Encarregados de Educação

Maria de Fátima Borges Figueiredo e o representante da autarquia Carlos Artur

Simões Esteves Maia.

Pelo facto do Presidente do Conselho Geral Transitório, Artur Manuel Freire de

Abreu, ter sido nomeado para um cargo na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital,

os trabalhos foram coordenados pelo vogal pertencente aos representantes do Pessoal

Docente com mais tempo de serviço na carreira. É ele que tem essa incumbência

enquanto o Conselho Geral não estiver instalado na sua totalidade, o que só acontecerá

após a escolha das instituições ou individualidades a serem cooptadas como

representantes da comunidade e posteriormente ser feita a eleição para o seu

presidente.

Pelos motivos acima já referidos, as funções de coordenação do Conselho de

Docentes do Primeiro Ciclo exercido, neste Agrupamento, pelo Docente Artur Manuel

Freire de Abreu irá ser desempenhado pela Docente Maria João dos Santos Faria

Neves. A assunção deste cargo é impeditiva de ter assento neste órgão, pelo que foi

designada a primeira suplente da lista, Dora Margarida Simões de Azevedo. Esta

docente, alegando motivos de ordem pessoal renunciou ao cargo, sendo substituída

pela docente que está imediatamente a seguir na lista, Cristina Simões dos Santos

Carreiró.

A reunião decorreu com a seguinte ordem dos trabalhos:

Ponto um – Tomada de posse dos membros já designados para integrar o

Conselho Geral.

Ponto dois – Escolha das instituições ou individualidades representantes da

comunidade local a cooptar para o Conselho Geral.

1/5
Ainda antes da ordem do dia a docente Maria Teresa Marques referiu que

estava a dirigir a reunião na qualidade do elemento com mais tempo de serviço na

carreira docente. Apresentou cumprimentos a todos os elementos presentes

desejando as maiores felicidades no cumprimento das tarefas do novo cargo para que

foram eleitos.

Seguidamente leu o acto de tomada de posse dando posse aos elementos

presentes.

Cumprindo o segundo ponto da ordem de trabalhos, a Docente Maria Teresa

Marques dirigindo-se aos presentes referiu que é da responsabilidade dos elementos

já designados a escolha das instituições da comunidade. Neste sentido, apresentou

uma proposta baseada em dois critérios – a ligação, colaboração às actividades

desenvolvidas no Agrupamento e a representatividade das quatro freguesias

abrangidas pelo seu território educativo. Com base nestes critérios, propôs que as

associações escolhidas fossem o Centro Social e Paroquial de Seixo da Beira e União

Desportiva Vilafranquense.

No sentido de corroborar a mesma opinião deu a palavra ao Sr. Director do

Agrupamento.

O Sr. Director, Professor Carlos Carvalheira, começou por agradecer a

presença de todos e disse que só com o empenho dos presentes se conseguirá

trabalhar de forma eficaz estando certo que todos devem estar na escola de uma

forma intensa, já que o interesse desta intervenção é em prol dos alunos. De uma

maneira especial, fez referência à actual representante da Câmara Municipal, frisando

a atitude de não colaboração que os autarcas do Executivo da Câmara Municipal de

Oliveira do Hospital a tempo inteiro tiveram para com este órgão, pois raramente se

fizeram representar nas reuniões.

A Docente Maria João Damásio referiu, ainda, que ninguém melhor do que o

Centro para integrar o Conselho, pois pelo relacionamento estabelecido com a Escola e

o acolhimento que faz aos seus alunos, não a choca absolutamente nada que esteja

presente.

2/5
Foi sublinhado também que tem toda a lógica a escolha deste parceiro devido ao

relacionamento que tem com a Escola, opinião que foi ainda partilhada por todos os

elementos presentes.

A Docente Maria Teresa Marques voltou, então, a referir a sua proposta de

instituições a cooptar, passando-se então à sua votação, por voto secreto. Após o

escrutínio, foram obtidos os seguintes resultados: União Desportiva Vilafranquense,

onze votos; Centro Social e Paroquial de Seixo da Beira, onze votos. Não houve votos

brancos, nulos ou abstenções.

Neste sentido irão ser enviados os convites às respectivas Instituições e a

solicitação do nome da individualidade a integrar a lista de elementos.

Foi decidido, por unanimidade que as cartas/convocatórias a endereçar aos

elementos do Conselho Geral serão enviadas através de correio normal e

simultaneamente por endereço electrónico.

Nada mais havendo a tratar, deu-se por encerrada a reunião, da qual será

lavrada acta que, após lida a aprovada, será assinada pelo respectivo presidente e

secretária.

O presidente da reunião A secretária

____________________ ____________________

3/5