Вы находитесь на странице: 1из 8

1

ECT1102 - Cálculo I

Lista 2 - Aplicações de derivadas

Derivada como coeficiente angular


f (x0 + h) − f (x0 )
1. Usando que m = lim encontre a equação da reta tangente ao gráfico de
h→0 h
f no ponto P (x0 , y0 ).

(a) f (x) = x2 + 2 , P (1, 3) (b) f (x) = x3 + x , P (0, 0) (c) f (x) = sen x , P (0, 0)
 
3 2x − 3 3 3 3
(f ) f (x) = x3 − 2x2 + 3, P

(d) f (x) = − , P ( 3, f (3) ) (e) f (x) = , P 3, 4, f 4
x 5−x 2

2. Usando regras de derivação, determine a equação da reta tangente ao gráfico da função f no


ponto indicado.

5π x+1
(a) f (x) = tg x , x = 4 (b) f (x) = (x2 − x) · ex , P (2, 2e2 ) (c) f (x) = x−1 , P (−1, 0)

Derivada como taxa de variação

3. Um balão esférico ao ser inflado tem seu raio dado em função do tempo pela expressão

r(t) = 3 3 t + 8 para 0 ≤ t ≤ 10. Determine a taxa de variação em relação ao tempo das
seguintes grandezas em t = 8:

a) raio do balão r(t)

b) área da superfície do balão A(t)

c) volume do balão V (t),


4
onde a área da superfície do balão é dada por A = 4πr2 , e o volume do balão é V = πr3 .
3

4. A Lei de Boyle para os gases afirma que P V = c, onde P é a pressão, V o volume e c


uma contante do gás. Suponhamos que a pressão dependa do tempo através da expressão
P (t) = (20 + 2t)g/cm3 para 0 ≤ t ≤ 10. Se o volume em t = 0 é 45cm3 , determine:

a) a constante c,

b) a taxa de variação do volume em função do tempo,

c) a taxa de variação do volume em t = 5.


2

5. Carregando um capacitor num circuito RC.

Um circuito RC (figura acima) é caracterizado pela associação em série de uma fonte de


tensão (bateria) , um resistor R e um capacitor C. A carga q no capacitor é dado em função
do tempo por
 
q(t) = C 1 − e−t/RC .

dq(t)
Uma vez que a corrente no circuito é definida como i(t) = , calcule a corrente elétrica
dt
em

a) t = 0, b) t = 1 e c) t = 10

se  = 12V , C = 1F e R = 2Ω.

d) A corrente no circuito aumenta ou diminui com o tempo? Qual a corrente no limite


t → ∞?

Obs. Os símbolos V , F e Ω são usados para designar as unidades de potencial eletrostático


volt, capacitância Faraday e resistência elétrica ohm.

Derivação implícita

6. Supondo que cada equação abaixo defina uma função implícita (y = f (x)), determine y 0 .

a) x2 y + xy 2 = 6 b) x3 + y 3 = 18xy
x−1 x−y
c) y 2 = x+1 d) x2 = x+y
2y
e) x + seny = xy f ) ex = 2x + 2y
g) x2 + y 2 = 1 h) x2/3 + y 2/3 = 1
2
i) y 2 = ex + 2x j) y 2 − 2x = 1 − 2y

k) 2 y = x − y l) xy + y 2 = 1
m) 8x2 + y 2 = 10 n) (y 2 − 9)4 = (4x2 + 3x − 1)2
3

7. Em cada ítem abaixo determine a equação da reta tangente ao gráfico da expressão dada no
ponto indicado.

a) xy + 16 = 0 , P (−2, 8) b) y 2 − 4x2 = 5 , P (−1, 3)


1 3
c) 2x3 − x2 y + y 3 − 1 = 0 , P (2, −3) d) + = 1 , P (2, 6)
x y

8. Determine uma equação para a reta tangente à curva no ponto definido pelo valor de t e
d2 y
calcule o valor de dx2
:

a) x = 2 cos t, y = 2 sin t, t = π/4 b) x = cos t, y = 3 cos t, t = 2π/3
√ √ √
c) x = t, y = t t = 1/4 d) x = − t + 1, y = 3t, t = 3
e) x = 2t2 + 3, y = t4 , t = −1 f ) x = cos t, y = 1 + sin t, t = π/2

Taxas relacionadas

9. Uma escada de 5m de comprimento está apoiada em uma parede vertical. Se a base da


escada se afasta horizontalmente da parede à razão de 3m/s, com que velocidade o topo da
escada desliza parede abaixo quando está a 3m do chão?

10. Um homem de altura h caminha da esquerda para a direita (figura abaixo) com velocidade
v passando por baixo de um poste de altura H. Quando o homem se encontra a x metros do
poste, ele observa a sombra dele projetada a uma distância y do poste. Qual é a velocidade
da ponta da sombra?

x
y
4

11. Quando duas resistências elétricas R1 e R2 são ligadas em paralelo, a resistência total R é dada
1 1 1
por = + . Se R1 e R2 aumentam à taxa de 0, 01 Ω/s e 0, 02 Ω/s, respectivamente,
R R1 R2
determine:

a) a taxa de variação de R em função do tempo,

b) a taxa de variação de R no instante em que R1 = 30 Ω e R2 = 90 Ω.

Obs. O símbolo Ω é usado para designar a unidade de resistência elétrica ohm.

12. Um tanque de água tem a forma de um cone circular reto invertido, de altura H = 12m e raio
da base r = 6m, como mostra a figura abaixo. Bombeia-se água para o tanque à razão de
10l/min. Determine aproximadamente a taxa à qual o nível de água sobe no tanque quando
a profundidade é de h = 3m. (Dica: O volume de um cone circular reto é V = πr2 H/3, e
1000l = 1m3 ).

Linearização e diferenciais

13. Por meio de diferenciais, calcule a área de um anel de espessura t, i.e., um anel de raio interno
r e raio externo r + dr = r + t. Qual o erro decorrente do emprego da fórmula aproximada
no lugar da exata?

14. (a) Calcule por meio de diferenciais o volume de borracha usada na confecção de uma bola
oca de espessura t, i.e., de raio interno r e raio externo r + dr = r + t. (b) Qual o erro
decorrente do emprego da fórmula aproximada no lugar da exata? (c) Suponha r = 20cm e
t = 1cm e calcule o volume aproximado da borracha utilizada e o erro decorrente do emprego
4
de tal fórmula. (Volume de uma esfera de raio R é V = πR3 ).
3


3 √
3
15. Use diferenciais para aproximar 65. (Sugestão: faça y = f (x) = x com x = 64 e ∆x = 1.
Considere f (x + ∆x) ≈ f (x) + ∆y).
5

16. Segundo a Teoria da Relatividade Especial, a energia de uma partícula que se move com
velocidade v é dada por

mc2
E(v 2 ) = p ,
1 − v 2 /c2

onde c é a velocidade da luz e m sua massa. Se a velocidade v da partícula é muito pequena


se comparada a c, i.e., v 2  c2 , podemos linearizar a expressão da energia e identificar que as
primeira contribuições a E(v 2 ) são a energia de repouso E0 e a energia cinética newtoniana
Ecin (v 2 ). Usando esse fato, determine E(v 2 ) para v 2  c2 . (Sugestão: faça x = v 2 /c2 e
1
linearize a função f (x) = √ através da expressão f (x) ≈ f (0) + f 0 (0)∆x substituindo
1−x
∆x = x = v 2 /c2 ).

Extremos de funções

17. Determine os valores mínimos e máximos absolutos para cada função no intervalo dado.

a) f (x) = 23 x − 5, −2 ≤ x ≤ 3
b) f (x) = −x − 4, −4 ≤ x ≤ 1

c) f (x) = 4 − x2 , −2 ≤ x ≤ 1
2
d) g(x) = e−x , −2 ≤ x ≤ 1
e) f (x) = x4/3 , −1 ≤ x ≤ 8
f ) f (x) = −x − 4, −1 ≤ x ≤ 8
g) f (θ) = θ3/5 , −32 ≤ x ≤ 1
h) g(θ) = 3θ2/3 , −27 ≤ x ≤ 8

18. Identifique os valores extremos das funções e onde eles ocorrem

a) y = 2x2 − 8x + 9 b) y = x3 − 2x + 4
c) y = x3 + x2 − 8x + 5 d) y = ex + e−x
e) y = ex − e−x f) y = √
3
1
1−x2

g) y = x2 − 1 h) y = x ln x

19. Para as funções seguintes, identifique os pontos críticos, em quais intervalos são crescente ou
decrescente, e em quais pontos assumem valores máximos e mínimos locais:

a) f (x) = x(x − 1) b) f (x) = (x − 1)2 (x + 2)


c) f (x) = (x − 1)e−x d) f (x) = (x − 7)(x + 1)(x + 5)
− 13 1
e) f (x) = x (x + 2) f ) f (x) = x− 2 (x − 3)
g) f (x) = e2x + e−x h) f (x) = x ln x
6

20. Represente graficamente as seguintes funções:

a) y = x2 − 4x + 3 b) y = x3 − 3x + 3
c) y = x2/5 d) y = x1/5
e) y = −2x3 + 6x2 − 3 f ) y = ln(3 − x2 )
p
g) y = ln(cos x) h) y = |x|
i) y = ex − 2e−x − 3x j) y = 1
1+e−x

21. Dada a derivada primeira, se possível, determine a derivada segunda y 00 e esboce a forma
geral do gráfico de f :

a) y 0 = 2 + x − x2 b) y 0 = x(x2 − 12)
2
c) y 0 = (x + 1)− 3 d) y 0 = sec2 x, − π2 < x < π
2
2
e) y 0 = x− 3 (x − 1) f ) y 0 = cos t, 0 ≤ t ≤ 2π

Otimização

22. Qual é o menor perímetro possível para um retângulo cuja área é 16pol2 e quais são suas
dimensões?

23. Determine as dimensões de um cilindro circular reto com o maior volume possível que possa
ser inscrito em uma esfera de raio 10cm. Qual é o seu volume máximo?

24. Uma área retangular em uma fazenda será cercada por um rio e os outros três lados por uma
cerca elétrica feita de um fio. Com 800m de fio à disposição, qual é a maior área que você
pode cercar e quais são suas dimensões?

25. Você está preparando um pôster retangular para conter 50pol2 de material impresso, com
margens superior e inferior de 4pol cada e margens à direita e à esquerda de 2pol cada. Que
dimensões gerais minimizarão a quantidade de papel a ser utilizada?

26. Um silo será construído (exceto a base) na forma de um cilindro sob um hemisfério. O custo
da construção por unidade de área da superfície é duas vezes maior para o hemisfério em
relação ao lado do cilindro. Determine as dimensões para um volume fixo com custos de
produção minimizados. Ignore a espessura das paredes e o desperdício durante a construção.

27. Quando o estanho metálico é mantida abaixo de 13, 2o C, lentamente se torna quebradiço
e acaba por esfarelar, tornando-se um pó cinza. Se forem mantidos durante anos a baixas
7

temperaturas, objetos de estanho esfarelam-se espontaneamente. Os europeus, que observa-


ram os tubos de estanho dos orgãos das igrejas se desintegrarem no passado, chamavam essa
transformação de peste do estanho, porque parecia ser contagiosa - e em certo sentido era,
pois o pó cinza catalisa a própria formação.

• Um catalisador para uma reação química é uma substância que aumenta a velocidade
da reação sem sofrer mudança permanente.

• Uma reação autocatalítica é aquela em que o produto é o catalisador da própria forma-


ção. Uma reação desse tipo pode decorrer lentamente no início, quando a quantidade
de catalisador é pequena, e também no final, mas quando a maioria da substância já foi
consumida. Mas, nesse intervalo, quando tanto a substância original quanto o produto
catalisador são abundantes, a reação ocorre mais rapidamente.

Em alguns casos, é razoável admitir que a velocidade de reação v = dx/dt é proporcional


tanto à quantidade de substância original quanto à quantidade de produto. Ou seja, v pode
ser expressa em função de x apenas e

v = kx(a − x) = kax − kx2

onde x é a quantidade de produto, a é a quantidade de substância no início e k é uma


constante positiva.
Com que valor de x a velocidade v apresenta um máximo?
Qual é o valor máximo de v?

28. A resposta do corpo a uma dose de medicamento às vezes é representada por uma equação
na forma
 
2 C M
R=M −
2 3
onde C é uma constante positiva e M a quantidade de medicamento absorvida pelo sangue.
Se a resposta esperada for uma variação na pressão sanguínea, então R deverá ser medido
em milímetros de mercúrio; se a resposta for uma variação de temperatura, R será medido
em graus centígrados e assim por diante.
a) Determine dR/dM . Essa derivada, em função de M , é chamada sensibilidade do corpo ao
medicamento.
b) Calcule a quantidade de medicamento à qual o organismo é mais sensível, determinando
o valor de M que maximiza a derivada de dR/dM .
8

29. Custa para uma empresa c dólares manufaturar e distribuir cada mochila. Se as mochilas
são vendidas a x dólares cada, o número de unidades vendidas é dado por

a
n= + b(100 − x)
x−c

onde a e b são constantes positivas. Qual preço de venda trará lucro máximo?

30. Você prepara uma agência de excursões que pratica os seguintes preços:

• 200 reais por pessoa, se 50 pessoas (o número mínimo necessário para fechar um grupo)
participarem da excursão.

• Para cada pessoa a mais, até um máximo de 80 pessoas, o preço é reduzido em 2 reais.

Custa 6.000 reais (custo fixo) mais 32 reais por pessoa realizar a excursão. Quantas pessoas
são necessárias para maximizar seu lucro?

Regra de L’Hopital

31. Calcule os seguintes limites:


x−2 t3 − 4t + 15
a) lim b) lim
x→2 x2 − 4 x→−3 t2 − t − 12
5x3 − 2x sent2
c) lim d) lim
x→∞ 7x3 + 3 x→0 t
8x2 2θ − π
e) lim f ) limπ
x→0 cos x − 1 θ→ 2 cos(2π − θ)
x2 t(1 − cos t)
g) lim h) lim
x→0 ln(sec
 x)  t→0 t − sent
1 1
i) lim − j) lim x2 e−x
x→1+ x − 1 ln x x→∞
− ln1x 1
k) lim x l) lim (ln x) x
x→0+ x→∞ 
1 x

m) lim xx n) lim 1 +
x→0+ x→0+ x

Derivadas de funções trigonométricas inversas

32. Determine a derivada de y:



(a) y = cos−1 (x2 ) (b) y = sen−1 2t (c) y = sec−1 (2s + 1) (d) y = cosec−1 (x2 + 1), x > 0

(e) y = cotg −1 t (f ) y = cosec−1 (et ) (g) y = ln(tg −1 x) (h) y = sec−1 1t , 0 < t < 1