Вы находитесь на странице: 1из 18

PlanodaUnidadeCurricular

DocumentocomoPUCdestaunidadecurricular.

Sítio:

Unidadecurricular:HistóriadaLínguaPortuguesa201501

Livro:

PlanodaUnidadeCurricular

Impressopor:

LiaCameira

Data:

Quarta,22Junho2016,20:41

Índice

PUC­PlanodaUnidadeCurricular

PUC

1.AUnidadeCurricular

2.Competências

3.Roteiro

4.Metodologia

5.Recursos

6.Avaliação

6.1.CartãodeAprendizagem

6.2.Calendáriodeavaliaçãocontínua

6.3.Exame

7.PlanodeTrabalho

7.1.Primeiromês

7.2.Segundomês

7.3.Terceiromês

PUC‐ Plano da Unidade Curricular

PUC‐ Plano da Unidade Curricular

HISTÓRIADALÍNGUAPORTUGUESA

UNIDADECURRICULAR51151

Anolectivo2015­16

2ºSemestre

UNIDADECURRICULAR51151 Anolectivo2015­16 2ºSemestre Docenteresponsável: ProfªDoutoraIsabelFalé

Docenteresponsável:

ProfªDoutoraIsabelFalé

AnoLectivo:2015/2016

PUC

OqueéoPUC? OPUCconstitui um documentoquevisaorientaroprocessodeaprendizagem doestudanteao
OqueéoPUC?
OPUCconstitui um documentoquevisaorientaroprocessodeaprendizagem doestudanteao
longodaUnidadeCurricularaqueserefere.Éporissoumguiãoquerequerumaleituraatentae
quelheseráútilaolongodetodoopercursodeaprendizagem.Aquiencontraráinformaçãosobre
astemáticasaestudar, ascompetênciasadesenvolver, informaçõessobrecomo seorganizao
processodeaprendizagem,comoutilizaretirarpartidodoespaçovirtualrelativoaestaUnidade
Curricular, o que se espera de si, como é avaliado, entre outros aspectos fundamentais para
realizardamelhorformaestepercurso.

1. A Unidade Curricular

ApresentaçãodaUnidadeCurricular Esta Unidade Curricular traça a história da língua portuguesa, incidindo
ApresentaçãodaUnidadeCurricular
Esta Unidade Curricular traça a história da língua portuguesa, incidindo
particularmente sobre os aspectos histórico­sociais e culturais que
contribuíramparaodespontardoromancegalego­portuguêsnoNoroesteda
Península Ibérica, distinto das restantes línguas românicas, e para a
emergênciadoportuguêscomolínguanacional,numespaçoespecífico.
Debruça­setambémsobreacaracterizaçãoeaevoluçãodealgunsaspectosdo
sistemalinguísticodoportuguês(nomeadamenteoléxico),desdeoséculoXIIao
XX, apontando sempre os factores de ordem histórico­cultural que os
condicionaram.
É ainda oferecida ao estudante desta Unidade Curricular uma panorâmica
geral da geografia da língua portuguesa, com especial destaque para o
portuguêsextra­europeu.

2. Competências

CompetênciasaDesenvolver

NofinaldestaUnidadeCurricular,oalunodeveráestaraptoatraçaropercursoqueconduziu

aodespontardoromancegalego­português,noNoroestedaPenínsulaIbérica,apartirdolatim,

bemcomoàemergênciadeumalínguanacionaldistintadasrestanteslínguasromânicas,o

português,dandoespecialrelevoaopapeldosfactoresdeordemhistórico­socialeculturalque

intervieramnesteprocesso.

Oalunodeverátambémadquirirumconhecimentogenéricodacomposiçãoeestruturaçãodo

léxicodoportuguês,relacionandoassuascaracterísticascomdiversosmomentosdaHistóriade

Portugal.

Finalmente,oalunodeveráconhecerageografiadalínguaportuguesanomundo,estandoapto

adistinguireacaracterizarasituaçãodoportuguêsnosdiversospaísesemqueéfalado.

3. Roteiro

Roteirodeconteúdosatrabalhar

I.Doindo­europeuaogalego­português

Introdução

1.Aslínguasromânicas

1.1.Conceito

1.2.Geografia

1.3.Antecedenteslinguísticos

2.Olatimvulgar

2.1.Latimliterárioelatimvulgar

2.2.Olatimvulgareasuavariação

3.AromanizaçãodaPenínsulaIbérica

3.1.Cronologia,viasdepenetração,variedade

3.2.OcasoespecíficodaGalécia

4.SubstratosesuperstratosnaPenínsulaIbéricaenascimentodaslínguasromânicas

4.1.Povoselínguasdesubstrato

4.2.Asinvasõesbárbaraseseuimpactolinguístico

4.3.Ainvasãoárabeeseuimpactolinguístico

4.4.Nascimentodaslínguasromânicas

5.ImpactolinguísticodaReconquistaeafirmaçãodogalego­português

5.1.Reconquista,repovoamentoedesenhodeumnovomapalinguísticonaPenínsulaIbérica

5.2.Ogalego­português,línguadeumestado

II.Oportuguêsnadiacronia:algunsaspectos

1.Dogalego­portuguêsaoportuguês

1.1.Galego­portuguêseportuguês

1.2.Relaçãoentreogalegoeoportuguês

2.Aáreadeirradiaçãodanormadoportuguês

3.Estruturaecaracterizaçãodoléxicodoportuguês:brevepanorâmica

III.Oportuguêsextraeuropeu

Introdução

1.GeografiadaLínguaPortuguesa

1.1.Panorâmicageral

1.2.Alusofonia

2.OportuguêsdoBrasil

2.2.Problematização:normabrasileiraoulínguabrasileira

3.OportuguêsemÁfrica

3.1.Angola

3.2.Moçambique

3.3.CaboVerde

3.4.S.ToméePríncipe

3.5.Guiné­Bissau

4.OportuguêsnaÁsia

4.1.Timor

4.2.Macau

4.3.Índia

4.4.Outrasáreas

4. Metodologia

Comovamostrabalhar?

Oestudoindividualeautónomodoalunoassentafundamentalmentenaleituraaprofundadados

capítulos(oupartedeles)doManualdaunidadecurricular,orientando­sepeloPlanode

TrabalhoexplicitadonoPUCepelasleiturascomplementaresdisponibilizadasemcadaTópico.

(VideRecursos:IvoCastro(1991)­CursodeHistóriadaLínguaPortuguesa.Lisboa:

UniversidadeAberta)

OestudoindividualpressupõequeoalunoestudepreviamenteoscapítulosdoManualeos

materiaisquesãodisponibilizadosemcadaTópico.Deve,paraisso,anotarconteúdosquese

afiguremmaiscomplexos,procurandocolocá­losemconfrontocomosseusprévios

conhecimentos,numaperspectivadeapreciaçãocríticaeconstrutivadoconhecimentohistórico

elinguístico,organizandoeelaborandoassuassínteses.

OsconteúdosdestaUnidadeCurricularencontram­serepartidosemtrêstópicos:

TópicoI:DoIndo­EuropeuaoGalego­Português

TópicoII:OPortuguêsnaDiacronia:algunsaspectos

TópicoIII:OPortuguêsextra­europeu

ParaoestudodosconteúdosdaUnidadeCurricular,éindispensávelqueoestudanteorganizeo

tempoadedicaraestasmatérias,devendoparaissoencontrarmomentosdeestudoindividuale

estarpreparadoparaoexercíciodeumesforçopessoal.

Estetrabalhoindividualdeverá,porseuturno,fornecerabasedasuaparticipaçãonas

discussõesdenaturezaassíncronaquedecorremnosfórunsqueodocenteacompanhará,

complementandoealertandoparaaspectosadesenvolver,numaperspetivadereflexão

partilhada,deaprofundamentodostemasemestudo,deconstruçãocolaborativadosaber.

Notópicoinicialdestaunidadecurricular,estáabertoumFórumdeNotícias,ondeodocentevai

dandoinformaçõesgenéricasaolongodetodoosemestresobreaUC,paraqueoaluno

acompanheesclarecidamenteocursoletivo.

AolongodastrêsprimeirassemanasdefuncionamentodaUCestáabertaaDecisãosobreotipo

deavaliaçãopretendida(avaliaçãocontínuaouexamefinal).Notebemaimportânciadesta

escolha:senãoindicarqualasituaçãopretendida,ficarádefinitivamenteemAvaliação

Contínua.

OsestudantesqueoptarempelaAvaliaçãoContínuadeverãorealizardoise­fólios(AeB)

distribuídosaolongodosemestreemdataspre­estabelecidas.

Independentemente do tipo de Avaliação tomada, todos os estudantes podem utilizar as ferramentasdisponíveis,contadosemprecomoapoiododocentenasaladeaulavirtual.

5. Recursos

Bibliografiaeoutrosrecursos

BibliografiaEssencial:

IvoCastro(1991)CursodeHistóriadaLínguaPortuguesa.Lisboa:UniversidadeAberta.Nº39.

NOTA:

EstaobraconstituiabasedoprogramadestaUC,sendo,porisso,deobrigatória.Podeseradquirida

na"LojaOnline"daUAbouemqualquerLivraria,conformeformaisconvenienteparaosestudantes.

Paraosmaiscuriosos,serámuitoútiltambémoconhecimentoeconsultadovolumedetextos

complementares:

CursodeLínguaPortuguesa:Leiturascomplementares(Selec.deIvoCastro).Lisboa:

UniversidadeAberta.Nº36.

BibliografiaComplementar:

Ivo Castro (2006) Introdução à História do Português. 2ªed. rev e aum. Lisboa: Ed. Colbri,

2011.

AolongadecadaTópico,sãodisponibilizados,paracadaumdostemas,excertosdeoutrasobraspara

leituraconsideradaessencial.

6. Avaliação

Comovaiseraavaliação?

Aavaliaçãoassumeoregimedeavaliaçãocontínua.Osestudantesquenãopossamseguiresta

modalidadedeavaliaçãopodemoptarpelarealizaçãodeumExameFinalpresencial.

Aopçãopeloregimedeavaliação(contínuaoufinal)seráfeitapeloestudanteatéaofinalda3ª

semanaletiva,nãopodendoseralteradanodecursodosemestre.

OsestudantesqueoptempelaavaliaçãocontínuadisporãodeumCartãodeAprendizagem, pessoal,ondeserácreditadaaavaliaçãoqueforemefetuandoaolongodosemestre.OCartãode Aprendizagem é um instrumento personalizado e cada estudante tem acesso apenas ao seu cartão.

OsestudantesqueoptempelarealizaçãodeumExameFinalterãoacessoatodasasorientações dadas na plataforma e às Atividades Formativas disponibilizadas ao longo do percurso de aprendizagem, mas não aos instrumentos de avaliação utilizados no regime de avaliação contínua­E­fólioseP­fólio.Estesestarãodisponíveisapenasparaosestudantesqueoptempela modalidadedeavaliaçãocontínua.

6.1. Cartão de Aprendizagem

AvaliaçãoContínua

6.1. Cartão de Aprendizagem AvaliaçãoContínua

OsestudantesqueoptarempelaavaliaçãocontínuacreditamnoseuCartãodeAprendizagem–

CAP–asclassificaçõesqueobtiveramcomarealizaçãodeváriostrabalhosaolongodosemestre

eaclassificaçãoobtidanumaprovapresencial,nofinaldosemestre.

Aolongodosemestreser­lhes­ápropostoqueelaborempequenostrabalhos,designadose­fólios. Arealizaçãodoconjuntodose­fóliospoderálevaràcreditaçãodoseucartão(CAP)deum

máximode8valores.

Àclassificaçãoobtidanose­fóliosjuntam­seosvaloresobtidosnaprovapresencial,designada

fólio,tendoestaaduraçãomáximade90min.Estaprova,p­fólio,teráacotaçãoglobalde12

valores.

Nosistemadeavaliaçãocontínua,aclassificaçãofinalnaunidadecurricularcorrespondeao

somatóriodasclassificaçõesobtidasemcadae­fólioenop­fólio.

Ume­fólioéumpequenodocumentodigitalelaboradodeformapessoaleincidindosobreuma

secçãodostemastrabalhados.

Op­fólioconsistenumdocumentoescritoarealizarpresencialmente,quecomplementaose­

fóliosrealizadoselectronicamente.

AsindicaçõesparaarealizaçãoquerdosE­fólios,querdoP­fólioserãofornecidasnodecursoda

4ªsemanadeactividadesletivas.

AaprovaçãonaUnidadeCurricularimplicaqueoestudanteobtenhaummínimode4valores

noconjuntodosE­fólioseummínimode6valoresnoP­fólio.

6.2. Calendário de avaliação contínua

 

Calendáriodeavaliaçãocontínua

 

Abril

Maio

Julho / Setembro

E­fólioA

     

[4valores]

Disponibilizaçãodo

5deabril

   

enunciado

EntregadoE­fólioAao

12deabril

   

professor

Indicaçãodaclassificação

dataprovável:22deabril

   

doE­fólioA

E­fólioB

     

[4valores]

Disponibilizaçãodo

 

17demaio

 

enunciado

EntregadoE­fólioBao

     

professor

24demaio

Indicaçãodaclassificação

     

doE­fólioB

Dataprovável:31demaio

P­fólio

     

[12valores]

Realizaçãopresencial­

   

11dejulho

ÉpocaNormal

Realizaçãopresencial­

   

23desetembro

ÉpocaRecurso

6.3. Exame

OpçãopeloExame

OExameFinaltraduz­senumaúnicaprovaescritarealizadapresencialmentee

classificadanumaescalade0(zero)a20(vinte)valores.

Estaprovatemumcarátersomativo,reportando­seàtotalidadedosconteúdos abordadosnaunidadecurriculareérealizadanofinaldosemestrelectivo,tendoa

duraçãode2he30min.

Oestudantequeoptarpelamodalidadedeexamefinal,terádeobternesteum

mínimode10valores.

7. Plano de Trabalho

Calendárioeplanodetrabalho

EstePlanoapresentaaprevisãodadistribuiçãotemporaldasváriasTemáticasde

estudo,dasatividadeserespectivasorientaçõesdetrabalho,demodoaquepossa

planear,organizaredesenvolveroseuestudo.Estainformaçãoécomplementada

pororientaçõesquedeveráconsultarcomregularidadenestaSaladeAulaVirtual.

7.1. Primeiro mês

 

Mês1

Março/Abril

Oqueseesperadoestudante

7a9demarço

Analisartodaainformaçãoconstante

doPlanodaUnidadeCurriculare

discuti­lanofórumabertoparatal,se

necessário.

9demarçoa11deabril

Tema1:DoIndo­Europeuao

Galego­Português.

Leituradostextosindicadosdo

Curso.

Lerostextosde

apoiorecomendados.

Todossãoconvidadosadiscutiras

leiturasnofórumdorespetivo

tópico.

Decisãosobreotipodeavaliação:

AvaliaçãoContínuaouExame.

NOTA:Senãofizerasuaopção,

ficaráirreversivelmenteem

AvaliaçãoContínua.

25deMarço

Data do fecho do dispositivo de escolha de Avaliação

5deabrila12deabril

E­fólioA

7.2. Segundo mês

 

Mês2

Abril/Maio

Oqueseesperadoestudante

 

Tema2:OPortuguêsnadiacronia.

Leituradostextosindicadosdo

Curso.

Lerostextosde

12deabrila2demaio

apoiorecomendados.

Todossãoconvidadosadiscutiras

leiturasnofórumdorespetivo

tópico.

7.3. Terceiro mês

 

Mês3

Maio/Junho

Oqueseesperadoestudante

 

Tema3:OPortuguêsextra­europeu.

Leituradostextosindicadosdo

Curso.

Lerostextosde

3demaioa3dejunho

apoiorecomendados.

Todossãoconvidadosadiscutiras

leiturasnofórumdorespetivo

tópico.