Вы находитесь на странице: 1из 2
Exercício Capital de Giro Curso: Admin istração – 5º. SEM Disciplina: Ad ministração de Rec.

Exercício

Capital de Giro

Curso: Admin istração – 5º. SEM Disciplina: Ad ministração de Rec. Financeiros II Professora: C ont. Esp. Valeida Souza

de Rec. Financeiros II Professora: C ont. Esp. Valeida Souza 1. Tomando o Balanço Patrimonial da

1. Tomando o Balanço Patrimonial da Empre sa Peninha, dimensione seu capital de giro atual e su a necessidade de investimento em giro.

ATIVO

PASSIVO

Circulante

Circulante

Disponível

100.000

Fornecedores

500.000

Clientes

500.000

Outras Exigibilidades

300.000

(-) Duplicatas Descontadas

(180.000)

Ʃ

PC

800.000

(-) Provisão para Devedores Duvidosos

(120.000)

   

Estoques

300.000

PELP

400.000

Outros Valores a Receber

100.000

   

Ʃ AC

800.000

Patrimônio Líquido

   

Capital Social

650.000

ARLP

700.000

(-) Capital a Integralizar

(150.000)

Permanente

Lucros Acumulados

400.000

Investimentos

200.000

Ʃ

PL

900.000

Imobilizado Líquido

400.000

   

Ʃ AP

600.000

   

ATIVO TOTAL

2.100.000

PASSIVO TOTAL

2.100.000

2. Suponha que uma empresa tenha realizado as seguintes operações em determinado exercício soc ial:

a) aquisição de $ 9.500 de estoques, sendo $ 4.500 pagos no próprio exercício e $ 5.000 devidos q uatro meses pós

o encerramento do exercício;

b) amortização de $ 2.800 de dívidas circula ntes;

c) ao final do exercício foi apurado um lucro líquido de $1.400;

d) foi levantado um empréstimo bancário de curto prazo no valor de $ 3.000 e um financiamento d e longo prazo de

$6.000;

e) foram adquiridos bens imobilizados no val or de $ 9.000, sendo integralmente pagos no exercício ;

f) a depreciação do ativo imobilizado atingiu $ 800 no exercício.

Pede-se: a variação determinada por essas o perações sobre o capital circulante líquido da empresa .

3. O patrimônio líquido da Cia. TEC é de

empresa possui direitos a receber no valor de $ 1.000.000 para daqui a 24 meses e financiamen tos a pagar para daqui a 19 meses no valor de $ 4.000.000. D etermine o volume de recursos a longo prazo (próprio s e de terceiros) da empresa que se encontra aplicado em iten s circulantes.

$ 6.000.000, o que corresponde a 60% do seu ativ o permanente. A

1

empresa que se encontra aplicado em iten s circulantes. $ 6.000.000, o que corresponde a 60%

4. Uma empresa projetou, para determinado período, as seguintes necessidades mínimas e máximas de investimentos em capital de giro:

mínimas e máximas de investimentos em capital de giro: Por outro lado, as suas oportunidades de

Por outro lado, as suas oportunidades de captação de recursos a curto prazo, também definidas em valores mínimos e máximos, estão previstas da forma seguinte:

mínimos e máximos, estão previstas da forma seguinte: Para um custo de capital de curto prazo

Para um custo de capital de curto prazo inferior ao de longo prazo, pede-se determinar o volume de capital circulante líquido que deve ser mantido pela empresa visando maximizar o seu nível de rentabilidade. De maneira inversa, demonstre também o nível de capital circulante líquido que ofereça o menor nível de risco (e de rentabilidade) à empresa.

5. Com relação ao exercício anterior, admita-se que a empresa mantenha um ativo permanente de $ 35.000.000 e

um patrimônio líquido de $ 26.000.000. O seu realizável a longo prazo é nulo. Sabe-se ainda que o custo do dinheiro a curto prazo (aplicável a todo o passivo circulante) atinge 12,0% a.a., e o de longo prazo, 15,5% a.a. Pede-se:

a) o montante de recursos de terceiros de longo prazo necessários em cada nível de risco considerado (alto e

baixo);

b) para um lucro operacional (antes do IR) de $ 7.700.000, demonstrar a rentabilidade sobre o capital próprio da

empresa para os dois níveis de risco considerados. Sabe-se que a alíquota de IR é de 34%.

2

sobre o capital próprio da empresa para os dois níveis de risco considerados. Sabe-se que a