Вы находитесь на странице: 1из 23
  • 01 - (UNICAMP SP)

O segmento AB é o diâmetro

de um semicírculo e a base de um triângulo isósceles

ABC, conforme a figura abaixo.

01 - (UNICAMP SP) O segmento AB é o diâmetro de um semicírculo e a base

Denotando as áreas das regiões semicircular e triangular, respectivamente, por S() e T(), podemos

afirmar que a razão S()/T(), quando  = /2 radianos, é a) /2. b) 2. c)
afirmar
que
a
razão
S()/T(),
quando
=
/2
radianos, é
a)
/2.
b)
2.
c)
.
d)
/4.
02
- (UNIFOR CE)
A interseção das áreas de um retângulo e um quarto
de um círculo (vide medidas abaixo) forma uma
região semelhante à vela de uma jangada cearense.
Sabendo-se que
y
x
3
a
área
da região
hachurada em função de y é:
2
 y
a)
4
2
 y
b)
6
2
 y
c)
8
2
 y
d)
10
2
 y
e)
12
03
- (UNIFOR CE)

O secretário de urbanismo de uma prefeitura do interior cearense pretende construir um parque na forma retangular, como mostra a figura abaixo. Dentro desse parque vão ser construídos: box para venda de artesanatos, lanchonetes e principalmente uma área verde que é representada pela região hachurada.

01 - (UNICAMP SP) O segmento AB é o diâmetro de um semicírculo e a base

No retângulo

ABCD, que representa o terreno

do

parque, M é o ponto médio de AB, sendo

parque, M é o ponto médio de AB , sendo e

e

parque, M é o ponto médio de AB , sendo e

arcos

de

circunferência

que

têm

8

metros

de

diâmetro. Sendo assim, podemos afirmar que a área

da

região

hachurada

ou

área

verde

em metros

quadrados é:

 

a)

4 –

b)

4 (1 – )

 

c)

8 (4 – )

d)

16 (4 – )

e)

32 (4 – )

04

- (UFTM)

Em uma árvore estilizada, o tronco é representado por um triângulo isósceles, e a copa, por um setor circular de centro O, representado pela cor verde na figura.

No retângulo ABCD , que representa o terreno do parque, M é o ponto médio de
 

Sabendo

que

o

raio

da

copa

e

a

base

do tronco

possuem

medidas

iguais,

que

o

perímetro

 

do

triângulo é igual a 9 cm, e que a medida de um dos

lados do triângulo é igual a

  • 7 da medida da base, é
    4

correto afirmar que a área aproximada da copa dessa árvore é, em cm 2 , igual a

  • a) 4,5 .

 
  • b) 3,6 .

  • c) 2,8 .

  • d) 3,2 .

  • e) 5,7 .

05

- (PUC RS)

Um desafio matemático construído pelos alunos do Curso de Matemática tem as peças no formato de um cone. A figura abaixo representa a planificação de

uma das peças construídas. A área dessa peça é de

cm 2 .

______

a) 10  b) 16  c) 20  d) 28  e) 40  06
  • a) 10

  • b) 16

  • c) 20

  • d) 28

  • e) 40

06

- (Unifacs BA)

 

Considerando-se que o setor circular representado na figura tem raio R = 18 e = 60º, é correto afirmar que o raio da circunferência tangente ao setor nos pontos T 1 , T 2 e T 3 mede, em u.c.,

06 - (Unifacs BA) Considerando-se que o setor circular representado na figura tem raio R =
 
  • 01. 5

  • 02. 6

  • 03. 7

  • 04. 8

  • 05. 9

07

- (UFBA)

Um tampo de mesa de vidro, ao ser transportado, foi

trincado em alguns pontos. O único pedaço que

restou para ser aproveitado

tinha

a

forma

de

um

triângulo retângulo com catetos medindo 60cm e

60

3 cm .

3 cm .

Desejando-se fazer com esse pedaço de vidro um tampo de mesa com a maior área possível, de forma retangular ou circular, encontre a melhor opção de escolha, indicando a área e a forma do tampo de mesa, considerando que, no caso do formato retangular, um dos lados do retângulo deve estar sobre a hipotenusa do triângulo.

08

- (Unicastelo SP)

 

Um limpador de para-brisa foi fixado

em

um vidro

retangular

plano

ABCD,

conforme

indicado pela

figura.

 
Sabendo-se que PQ = PR, que é um arco
Sabendo-se que PQ
=
PR,
que
é
um arco

de

circunferência de centro P, e adotando = 3, a área da superfície limpa pelo limpador, em cm 2 , é igual a

  • a) 1 275.

  • b) 1 375.

  • c) 1 325.

  • d) 1 350.

  • e) 1 250. 09 - (UERJ) Na fotografia abaixo, observam-se duas bolhas de sabão unidas.

a) 10  b) 16  c) 20  d) 28  e) 40  06

Quando duas bolhas unidas possuem o mesmo tamanho, a parede de contato entre elas é plana, conforme ilustra o esquema:

a) 10  b) 16  c) 20  d) 28  e) 40  06

Considere duas bolhas de sabão esféricas, de mesmo raio R, unidas de tal modo que a distância entre seus centros A e B é igual ao raio R.

A parede de contato dessas bolhas é um círculo cuja área tem a seguinte medida:

a)

R 2

2

4

R 2

3

b)

3

R 2

2

c)

3

R 2

4

d)

10

-

(PUC

RJ)

Na figura

abaixo, ABCD e

um

quadrado de lado 2. Considere o circulo inscrito ao

quadrado, que tangencia

os

lados AB

e

AD

nos

pontos E e F, respectivamente.

a) Calcule a area do triangulo AEF. b) O circulo descrito acima corta o triangulo em
  • a) Calcule a area do triangulo AEF.

  • b) O circulo descrito acima corta o triangulo em

duas regioes. Calcule a area de cada uma destas regioes.

  • 11 - (UFPB)

Duas antenas de transmissão de sinal de rádio estão situadas em um terreno plano e separadas por uma distância de 15km. A região no plano do solo de alcance máximo de transmissão de cada antena é um círculo de 15km de raio cujo centro é a base de cada antena. Considerando as informações apresentadas, conclui- se que a área máxima alcançada, em km 2 , pelas transmissões dessas antenas corresponde a:

a)

 

  • 450  

2  3 
2
3

3

4

 

 

b)

 

  • 450  

 

3
3

2

 

 

c)

d)

 

  • 450  

 

2  

3
3

4

4  3 
4
3

 

 

 

 

3

4

e)

  • 450  

 

  • 450  

2  

3
3

2

 

 

 

12

- (Anhembi SP)

 

Para testar a eficiência de um antibiótico, colocou-se uma pastilha desse antibiótico no centro de uma placa circular de 10 cm de diâmetro, onde havia uma grande quantidade de bactérias, conforme mostra a figura 1. Após alguns dias, o antibiótico havia matado as bactérias num raio de 3 cm, conforme mostra a figura 2.

a)   450   2  3  3 4    
 

Considerando-se desprezível o tamanho da pastilha,

adotando   3 e sabendo que a quantidade de

bactérias

nessa placa

é

de

10 4

por

cm 2 ,

estima-se

que o número de bactérias vivas que restaram

na

placa após o uso do antibiótico é

 

a)

5,2 × 10 5 .

 

b)

4,8 × 10 5 .

  • c) 7,5 × 10 5 .

  • d) 6,4 × 10 5 .

  • e) 5,8 × 10 5 .

 

13

- (IFGO)

 

O gráfico abaixo representa um triângulo inscrito

numa semicircunferência.

 
13 - (IFGO) O gráfico abaixo representa um triângulo inscrito numa semicircunferência. Analise as seguintes afirmativas
 

Analise as seguintes afirmativas relacionadas a ela.

I.

O triângulo ABC da figura acima é retângulo.

 

II. As coordenadas do baricentro do triângulo ABC são

III.

G= (6,4). A área do triângulo ABC é 16 unidades de área.

 

IV.

A área da região ADCA vale 4 unidades de área.

É correto afirmar que:

 
  • a) Apenas a afirmativa I é correta.

  • b) Apenas as afirmativas I e III são corretas.

 
  • c) Apenas as afirmativas I, II e III são corretas.

 
  • d) Apenas as afirmativas I, II e IV são corretas.

  • e) Apenas as afirmativas I, III e IV são corretas.

 

14

- (FGV )

 

Cada um dos 7 círculos menores da figura a seguir

tem

raio

1

cm. Um círculo

pequeno

é concêntrico

com o círculo grande, e tangencia os outros 6 círculos

pequenos.

Cada

um

desses

6

outros

 

círculos

pequenos

tangencia

o círculo grande

e

3

círculos

pequenos.

13 - (IFGO) O gráfico abaixo representa um triângulo inscrito numa semicircunferência. Analise as seguintes afirmativas
 

Na situação descrita, a área da região sombreada na figura, em cm 2 , é igual a

  • a)

 

3
b)

2

  • c) 2

5
d)

2

  • e) 3

 

15

- (UFTM)

 

Na

figura,

AB, BC e CD

são

lados,

respectivamente, de um octógono regular, hexágono regular e quadrilátero regular inscritos em uma circunferência de centro P e raio 6 cm.

A área do setor circular colorido na figura, em cm , é igual a a) 16

A área do setor circular colorido na figura, em cm 2 , é igual a

  • a) 16

33
b)

2

  • c) 17

35
d)

2

  • e) 18

16

- (ESPM RJ)

A figura abaixo mostra um triângulo retângulo de catetos 4 e x e um semi-círculo de raio 2. Para que as áreas A e B sejam iguais, a medida x deverá ser:

a) 16  33  b) 2 c) 17  35  d) 2 e) 18

3
a)

4

  • b) 2

  • c)

3
d)

2

2
e)

3

17

- (UEG GO)

A figura abaixo representa uma circunferência de raio r = 2 cm, em que AC é o diâmetro e AB é uma corda. Sabendo-se que o ângulo BÔC = 60º, calcule a área da região hachurada.

a) 16  33  b) 2 c) 17  35  d) 2 e) 18

18

- (FGV )

Na figura abaixo, o ângulo  do triângulo ABC inscrito

na circunferência é reto. O lado

lado AC mede 5.

AB

mede 4, e o

A área do setor circular colorido na figura, em cm , é igual a a) 16

A área do círculo da figura é:

a)

9,75

 

b)

10

c)

10,25

 

d)

10,50

e)

10,75

19

- (UECE)

A razão entre a área de um triângulo equilátero e a

área da circunferência que lhe é circunscrita é

a)

3
3
 

b)

2 3
2
3
 
 

c)

3 3
3
3
 

2

d)

3 3
3
3

4

20

- (ESCS DF)

Na figura abaixo, o círculo está inscrito no quadrado

formado pelos segmentos de extremos nos pontos médios dos lados do quadrado ABCD.

a) 9,75  b) 10  c) 10,25  d) 10,50  e) 10,75  19

Se a medida de AB é igual a x, então a expressão que permite calcular, em função de x, a área sombreada é:

2

2

a)

x

 

x

2

8

2

2

b)

x

 

x

2

2

c)

2x 2 x 2

d)

x 2 x 2

 

2

e)

x 2  

x

 

2

 

21

- (FMJ SP)

Uma médica pretende decorar uma parede de seu consultório com um quadro que tem o formato da figura sombreada a seguir.

Uma médica pretende decorar uma parede de seu consultório com um quadro que tem o formato

O centro

do arco

de circunferência

é

a origem

do

plano cartesiano, e as medidas são em centímetros,

embora a figura

esteja fora de escala.

A

área

do

círculo

é

dada

por

A

=

.r 2

(r

=

raio

do

círculo);

admite-se

=

3

e

2
2

= 1,4. A área sombreada

deve medir, então,

 
  • a) 290 cm 2 .

 
  • b) 340 cm 2 .

  • c) 390 cm 2 .

  • d) 440 cm 2 .

  • e) 540 cm 2 .

22 - (UFG GO) O gráfico a seguir apresenta uma previsão, para os próximos dez anos,
22
- (UFG GO)
O gráfico a seguir apresenta uma previsão, para os
próximos dez anos, do volume de negócios, em
milhões de dólares, e o crescimento das áreas
dinâmicas da biotecnologia médica.
DIEGUEZ,
Flávio.
A
guerra
dos
genes.
Revista Fórum. Ano 9, ago. 2010.
Neste gráfico, as áreas dos círculos são proporcionais
ao respectivo volume de negócios, e a área do círculo
associado à Europa é proporcional a 1,75×10 9
dólares. Assim, sendo R o raio do círculo referente
R
7
aos Estados Unidos e
o
raio do círculo
4
referente
à Europa, calcule
o valor
do
volume de
negócios dos Estados Unidos para os próximos dez
anos.
23
- (UFG GO)

O esquema a seguir representa

um

método

de

irrigação em que uma haste, dividida em n segmentos de um metro cada, gira em torno de um eixo perpendicular a uma região plana, borrifando água nas coroas circulares varridas pelos segmentos da haste, conforme a figura. Para a irrigação, os aspersores (borrifadores de água) são distribuídos sobre a haste e cada um borrifa a mesma quantidade de água por minuto. O primeiro segmento da haste, entre 0 e 1 m, tem 3 aspersores e cada coroa circular deve receber água na mesma proporção, por m 2 , que recebe o círculo central varrido pelo primeiro segmento. Para isso, basta controlar a quantidade de aspersores em cada segmento da haste. Com base nestas informações, calcule a

Uma médica pretende decorar uma parede de seu consultório com um quadro que tem o formato
  • a) quantidade de aspersores a serem colocados sobre o terceiro segmento da haste, ou seja, entre 2 m e 3 m do centro;

  • b) quantidade total de aspersores sobre toda a haste em função de n. 24 - (UNIFOR CE) O autor da charge abaixo é o cartunista Glauco Vilas Boas, assassinado em março de 2010, mostra um estilo critico e bem-humorado da realidade e dos costumes brasileiros. Observando a Charge, supondo que o diâmetro da pizza do mensalão seja de 40 cm, qual a área aproximada do pedaço de pizza que cada pessoa iria comer, em centímetro quadrado? Considere = 3.14.

Uma médica pretende decorar uma parede de seu consultório com um quadro que tem o formato
  • a) 39,2

  • b) 44,8

  • c) 157

  • d) 179,4

de metrô, uma região circular de centro no ponto E e

  • e) 717,7

raio 100 metros deverá ser desapropriada. Sabendo-

se que EA = EB = 100 m, a parte do terreno

de

  • 25 - (UNIFOR CE)

Cada uma das regiões sobreadas abaixo está compreendida entre semicircunferências cujos centros são colineares. As semicircunferências maiores têm raios de mesmo comprimento. Na região da figura I; as semicircunferências menores têm raio de mesmo comprimento e, na região da figura II, o raio de uma das semicircunferências internas é o dobro do raio da outra. Marque a opção correta:

a) A área da região da figura
a)
A área
da região
da figura

região da figura II.

I

é

a mesma

que

a

da

  • b) A área da região da figura I é menor que a da região da figura II.

  • c) O perímetro da região da figura I é o mesmo que o da região da figura II.

  • d) O perímetro da região da figura I é menor que o da região da figura II.

  • e) Nenhuma das respostas anteriores está correta.

    • 26 - (UFES)

Para irrigar uma região retangular R de dimensões

3, um irrigador giratório é acoplado a uma bomba hidráulica por meio de um tubo condutor de água. A

bomba é instalada

em

um ponto

B

. Quando

o

irrigador é colocado no ponto C , a uma distância 3/ 2 do ponto B , ele irriga um círculo de centro C e raio 2(veja figura).

d) 179,4 de metrô, uma região circular de centro no ponto E e e) 717,7 raio

a)

Calcule

a

área

da porção

irrigada

de

R quando

o

irrigador está no ponto C. b) Admitindo que o raio da região irrigada seja inversamente proporcional à distância do irrigador até a bomba, calcule o raio da região irrigada quando o irrigador é colocado no centro da região retangular R .

  • 27 - (UFTM)

Alexandre possui um terreno com a forma do trapézio retângulo ABCD, de dimensões AD = 40 m, CD = 80 m e BC = 100 m. Para a construção de uma estação

Alexandre que será desapropriada tem área, em m 2 ,

igual a

d) 179,4 de metrô, uma região circular de centro no ponto E e e) 717,7 raio

a)

 

  • 10.000  

 3 
3

6

8

 

 

b)

c)

 

  • 10.000  

 

 3 
3

6

4

 3 
3

 

 

 

d)

  • 10.000  

 

  • 10.000  

3

4

 3 
3

 

 

3

2

e)

 

  • 10.000  

 

3
3

2

 

 

 

28

- (UNIFESP SP)

 

Você tem

dois

pedaços

de

arame

de

mesmo

comprimento e pequena espessura. Um deles você usa para formar o círculo da figura I, e o outro você corta em 3 partes iguais para formar os três círculos da figura II.

a)   10.000    3  6 8     b)
 

Se S é a área do círculo maior e s é a área de um dos círculos menores, a relação entre S e s é dada por

a)

S = 3s.

b)

S = 4s.

c)

S = 6s.

d)

S = 8s.

e)

S = 9s.

29

- (UFG GO)

 

Um recurso visual muito utilizado para apresentar as

quantidades relativas dos diferentes grupos de alimentos na composição de uma dieta equilibrada é a chamada “pirâmide alimentar”, que usualmente é representada por um triângulo dividido em regiões, como na figura a seguir.

Considere que as regiões da figura dividem a altura do triângulo em partes iguais. No que

Considere que as regiões da figura dividem a altura

do triângulo em partes iguais.

No que se refere às

áreas

das

regiões

ocupadas

por

cada

grupo

de

alimentos,

o

grupo

com

predominância

de

carboidratos ocupa

  • a) sete terços da área do grupo com predominância de proteínas.

  • b) cinco sétimos da área do grupo com predominância de fibras.

  • c) um sétimo da área do grupo com predominância de lipídios.

  • d) o dobro da área do grupo com predominância de proteínas.

  • e) cinco sétimos da área do grupo com predominância de vitaminas e sais minerais.

30

- (UFTM)

No retângulo ABCD, de área igual a 72 cm 2 , AB

mede 12 cm e o ponto P sobre o segmento AB pode variar de A até B. Conforme P se desloca sobre o segmento AB, diferentes triângulos ADP e diferentes trapézios PBCD vão sendo formados.

30 - (UFTM) No retângulo ABCD, de área igual a 72 cm , mede 12 cm
 

Desse modo, quando DP

medir 10

cm,

a

razão

entre a área do triângulo APD e a área do trapézio PBCD será de

  • a) 5:6.

  • b) 3:4.

  • c) 7:8.

  • d) 2:3.

  • e) 1:2.

31

- (UECE)

Sejam r e s retas paralelas cuja distância entre elas é 2cm, P e Q dois pontos em r, M e N dois pontos em s. Se a medida do segmento PQ é 3cm e a medida do segmento MN é 5cm, então, a razão entre a medida

da área do triângulo PQM triângulo PNQ é

e

a

medida

da área

do

3 a) 5 5 b) 3 c) 2 d) 1 32 - (UEFS BA) A razão
3
a)
5
5
b)
3
c)
2
d)
1
32
- (UEFS BA)
A razão entre as áreas delimitadas pelos círculos,
inscrito e circunscrito, em um hexágono regular é
3
a)
4
2
b)
3
2
c)
2
2
d)
3
3
e)
4
33
- (IBMEC RJ)
O mosaico da figura adiante foi desenhado em papel
quadriculado 1x1.
A
razão entre
a
área
da
parte
escura
e
a
área
da
parte
clara,
na
região
compreendida pelo quadrado ABCD, é igual a
1
a)
2
1
b)
3
3
c)
5
5
d)
7
5
e)
8
34
- (UFG GO)

Três irmãos herdaram uma propriedade rural em Goiás e necessitam repartir as terras. A figura a seguir representa a propriedade, que é retangular, medindo 2000 m por 1500 m, e está integralmente utilizada para lavouras e pastagens, exceto a reserva legal mínima de mata nativa, também em formato retangular, com 1200 m de comprimento, representada pela região sombreada na figura. As linhas destacadas na figura apresentam uma proposta de partilha das terras em que a região de mata nativa fica dividida em um retângulo e dois triângulos.

Considerando-se que os três irmãos devem ficar com propriedades de mesma área e que, para cada

Considerando-se que os três irmãos devem ficar com propriedades de mesma área e que, para cada uma delas, deve ser garantida a reserva legal mínima de vegetação nativa, que no estado de Goiás é de 20% da área da propriedade, determine quais devem ser as medidas assinaladas por x e y.

  • 35 - (FUVEST SP)

Poema ZEN, Pedro Xisto, 1966.

Considerando-se que os três irmãos devem ficar com propriedades de mesma área e que, para cada

Diagrama referente ao poema ZEN.

Considerando-se que os três irmãos devem ficar com propriedades de mesma área e que, para cada

Observe as figuras correta.

acima e assinale a alternativa

  • a) O equilíbrio e a harmonia do poema ZEN são elementos típicos da produção poética brasileira da década de 1960. O perímetro do triângulo ABF, por exemplo, é igual ao perímetro do retângulo BCJI.

  • b) O equilíbrio e a harmonia do poema ZEN podem ser observados tanto no conteúdo semântico da palavra por ele formada quanto na simetria de suas formas geométricas. Por exemplo, as áreas do triângulo ABF e do retângulo BCJI são iguais.

  • c) O poema ZEN pode ser considerado concreto por apresentar proporções geométricas em sua composição. O perímetro do triângulo ABF, por exemplo, é igual ao perímetro do retângulo BCGF.

  • d) O concretismo poético pode utilizar proporções geométricas em suas composições. No poema ZEN, por exemplo, a razão entre os perímetros do trapézio ADGF e do retângulo ADHE é menor que 7/10.

  • e) Augusto dos Anjos e Manuel Bandeira são representantes do concretismo poético, que utiliza proporções geométricas em suas composições. No poema ZEN, por exemplo, a razão entre as áreas do triângulo DHG e do retângulo ADHE é 1/6.

    • 36 - (UFG GO)

Um vidraceiro propõe a um cliente um tipo de vitral octogonal obtido a partir de um quadrado com 9 m de lado, retirando-se, de cada canto, um triângulo retângulo isósceles de cateto com 3 m, conforme indicado na figura a seguir.

Considerando-se que os três irmãos devem ficar com propriedades de mesma área e que, para cada

O vitral octogonal será feito com dois tipos de vidro:

fumê (em cinza escuro na figura) e transparente (em cinza claro na figura). A razão entre a área da região preenchida com vidro transparente e a preenchida com vidro fumê, nesta ordem, é:

 

1

a)

3

2

b)

3

c)

3

4

d)

1

e)

3

2

37

- (Unifacs BA)

O piso de uma sala é revestido com lajotas quadradas de dois tamanhos distintos, combinadas no padrão representado na figura. As linhas tracejadas representam dois riscos, que formam um ângulo de 30º, e que foram feitos no piso ao se arrastar, inadvertidamente, um móvel pesado. Com base nessas informações e analisando-se a figura, pode-se afirmar que a razão entre as áreas de um quadrado maior e um quadrado menor é

37 - (Unifacs BA) O piso de uma sala é revestido com lajotas quadradas de dois
  • 01. 2 –

3 3 3
3
3
3
  • 02. 7 – 4

  • 03. 2 +

  • 04. 7

  • 05. 7 + 4

3
3

38

- (UEFS BA)

O quadrado e o círculo representados na figura têm centro no mesmo ponto e, nessa figura, as regiões sombreadas têm área de mesma medida.

Nessas condições, pode-se afirmar que a) a área do círculo é igual à área do quadrado.

Nessas condições, pode-se afirmar que

  • a) a área do círculo é igual à área do quadrado.

raio QP, o índice de Gini será aproximadamente igual a:

Nessas condições, pode-se afirmar que a) a área do círculo é igual à área do quadrado.
b) a área do círculo é menor do que a área do quadrado. a) 81% c)
b)
a área do círculo é menor do que a área do quadrado.
a)
81%
c)
a área do círculo é maior do que a área do quadrado.
b)
72%
d)
a relação entre as áreas do círculo e do quadrado
depende da medida do lado do quadrado.
c)
49%
d)
57%
e)
a relação entre as áreas do círculo e do quadrado
depende da medida do raio da circunferência.
e)
63%
41
- (UFU MG)
39
- (UFPR)
No triângulo ABC abaixo, o segmento DE é paralelo
O retângulo ABCD foi dividido em nove quadrados,
ao
segmento
BC.
Sabe-se
que
BC
mede
4
cm,
como ilustra a figura ao lado. Se a área do quadrado
AB  AC e que a medida do ângulo
A B ˆ C
é igual
preto
é
81
unidades
e
a
do
quadrado cinza
64
a 30º. Nestas condições, a distância
(em
cm) do
unidades, a área do retângulo ABCD será de:
segmento DE ao vértice A, para que o triângulo ADE
e o trapézio DBCE tenham a mesma área, é igual a:
a)
6
3
b)
2
6
c)
3
d)
3
a)
860 unidades.
b)
990 unidades.
42
- (UFPB)
c)
1024 unidades.
Em um evento religioso, realizado em uma praça com
d)
1056 unidades.
área
livre
plana
de
42.000
m 2 , para estimar a
e)
1281 unidades.
40
- (ESPM SP)
O coeficiente
de
Gini
é utilizado
para
calcular
a
desigualdade
da
distribuição
de
renda
numa
quantidade de pessoas presentes, os organizadores
tomaram como padrão que o espaço ocupado por
uma pessoa equivale a um retângulo de dimensões
35cm × 60cm .
Nesse contexto, considerando que o público lotou
população.
Ele varia
de 0 (distribuição
da renda
toda a área livre da praça, conclui-se que o número
perfeitamente igual) até 1 (concentração total da
renda em uma só pessoa). Num gráfico cartesiano,
de pessoas presentes
aproximadamente, de:
nesse
evento
foi,
onde o eixo das abscissas representa a renda e o eixo
das
ordenadas
o número
de pessoas
(ver figura
a)
200.000
abaixo),
a
diagonal
OP representa
a
igualdade
b)
300.000
perfeita de renda e a curva abaixo dela, a
c)
400.000
distribuição em questão.
d)
500.000
e)
600.000
A
O índice de Gini é calculado pela razão
, em
A
B
43
- (UESPI)
pontos percentuais,
onde
A
e
B
são
as
áreas das
regiões indicadas no gráfico. Atualmente o Brasil
apresenta um índice de 54,4% (alta concentração de
renda).
Na ilustração abaixo, ABCD é um paralelogramo. Qual
percentual da área de ABCD representa a área da
região colorida?
Para
um
país
onde
o gráfico
se
constitui
num
quadrado
e num arco
de círculo de centro
em Q e
a) b)46% 45 c)47% d)49% e)50% 44 - (UFES) Admita que a área da região originalmente
  • a) b)46%

45

c)47%

d)49%

e)50%

44 - (UFES)

Admita

que

a

área da região

originalmente ocupada

pela

mata

atlântica

corresponda

a

19%

da

área

de

todo

o território

brasileiro. Podemos considerar o território brasileiro

como um triângulo eqüilátero

de

igual

área,

e

a

região originalmente ocupada pela mata atlântica como um trapézio de área equivalente (veja figura ao lado). Se ℓ é o lado do triângulo, então a altura h do trapézio é

2 a) 
2
a)

20

2 b)  19 3 c)  20 3 d)  19 3 e) 
2
b)
19
3
c)
20
3
d)
19
3
e)

10

45 - (UNCISAL)

Na figura, o retângulo EFCG está decomposto em quadrados. A razão entre a área do quadrado EHIG e a área do quadrado ABCD é de

a) b)46% 45 c)47% d)49% e)50% 44 - (UFES) Admita que a área da região originalmente
  • a) 9 para 4.

  • b) 9 para 2.

c) 9 para 1. d) 6 para 1. e) 4 para 1. 46 - (ESCS DF)
c)
9 para 1.
d)
6 para 1.
e)
4 para 1.
46
- (ESCS DF)
Observe a figura ao lado:
Os triângulos ABC e MNP são equiláteros. Sendo M,
N, P e Q os pontos médios dos segmentos AB, MQ,
AM e AC, respectivamente, a fração da área do
triângulo ABC que representa a área sombreada é:
3
a)
4
5
b)
6
7
c)
8
7
d)
9
13
e)
16
47
- (ENEM Simulado)
Em uma padaria,
dois
tipos
de forma
de bolo,
formas 1 e 2, como mostra a figura abaixo.
Sejam L o lado da base da forma quadrada, r o raio
da base da forma redonda, A 1 e A 2 as áreas das bases
das formas
1
e
2,
e
V 1
e
V 2
os
seus
volumes,
respectivamente. Se as formas tem a mesma altura
h, para que elas comportem a mesma quantidade de
massa de bolo, qual é a relação entre r e L?
a)
L = r
b)
L = 2r
c)
L = r
d)
L  r
e)
L = (r 2 )/2
48
- (UFMA)

As abelhas constroem seus favos na forma de recipientes aglomerados de cera que se propagam um ao lado do outro. Depois de vários experimentos em uma colméia, verificou-se que o corte transversal de um favo apresenta uma das configurações abaixo:

4  3 1 Sabendo que   2 2
4
3
1
Sabendo
que
2
2

e

 2  6
2
6

3

,

onde

1

,

2

e

3

,

são,

respectivamente,

os

lados

do

quadrado, do triângulo eqüilátero e do hexágono e

que

4  3 1 Sabendo que   2 2 e  2  6 

são

as áreas

dos respectivos

polígonos, podemos afirmar que:

a)

somente somente somente
somente
somente
somente

b)

c)

d)

e)

49 - (UNESP SP)

Seja ABC o triângulo de lados , e Foram traçadas retas paralelas aos lados, passando pelos

Seja ABC o triângulo de lados , e 2 Foram traçadas retas paralelas aos lados, passando pelos pontos que dividem os lados em três partes iguais, conforme ilustra a figura.

a) somente somente somente b) c) d) e) 49 - (UNESP SP) Seja ABC o triângulo

Qual a razão entre a área da figura em cinza e a área do triângulo?

1

a)

9

1

b)

6

1

c)

5

1

d)

4

1

e)

3

50 - (UFG GO) No trapézio ABCD abaixo, o segmento AB mede a, o segmento DC
50
- (UFG GO)
No trapézio ABCD abaixo, o segmento AB mede a, o
segmento DC mede b, M é o ponto médio de AD e N
é o ponto médio de BC.
Nestas condições,
a
razão
entre
as
áreas
dos
trapézios MNCD e ABNM é igual a
a
2b
a)
3a
b
a
3b
b)
2a
b
a
3b
c)
3a
b
a
2b
d)
2a
b
3a
2b
e)
2a
3b
51
- (FGV )
Na figura a seguir, o triângulo ABF é eqüilátero.
Sendo dado que BC = CD = DE = EF, escreva a área
do quadrilátero
CPQE, em função
da
área
S,
do
triângulo ABF.
52
- (UFF RJ)
4  3 1 Sabendo que   2 2 e  2  6 

Fig. 1: Mona Lisa e proporções áureas

Fig. 2: Retângulos áureos A “Divina Proporção” também conhecida como proporção áurea foi usada por Leonardo

Fig. 2: Retângulos áureos

A “Divina Proporção” também conhecida como proporção áurea foi usada por Leonardo da Vinci para pintar a Mona Lisa, uma de suas mais notáveis obras. Em vários pontos do quadro aparece o retângulo áureo, como ilustrado na figura 1.

Na fig. 2 os quadriláteros ABDF, CDFH, EFHJ, GHJL, IJLN, KLNO são retângulos áureos semelhantes e os quadriláteros ABCH, CDEJ, EFGL, GHIN, IJKO e KLMP são quadrados. Sabendo-se que a razão entre o maior lado e o menor lado do retângulo áureo é igual ao número de ouro

, pode-se afirmar que a razão entre a área do quadrado KLMP e a área do quadrado ABCH é igual a:

 

1

a)

6

 

1

b)

10

1

c)

8

1

d)

5

 

1

e)

12

53

- (UNESP SP)

Considere um quadrado subdividido em quadradinhos idênticos, todos de lado 1, conforme a figura. Dentro do quadrado encontram-se 4 figuras geométricas, destacadas em cinza.

 
1 a)  6 1 b)  10 1 c)  8 1 d)  5
 

A razão entre a área do quadrado e a soma das áreas das 4 figuras é

a)

3.

b)

3,5.

 

c)

4.

d)

4,5.

 

e)

5.

54

- (USS RJ)

Fig. 2: Retângulos áureos A “Divina Proporção” também conhecida como proporção áurea foi usada por Leonardo

Deseja-se dividir um terreno retangular, com lados medindo 14 metros e 8 metros, em três partes, como sugere a figura acima, de modo que a área prevista para os jardins (partes escuras) seja igual à área destinada ao passeio (parte clara). O valor de x, em metros, será:

  • a) 8,5

  • b) 8

  • c) 7,6

  • d) 7

  • e) 6,5

    • 55 - (UFCG PB)

Um engenheiro de materiais projeta uma placa na forma de um triângulo eqüilátero ABC composta de dois materiais, M 1 e M 2 , de mesma densidade superficial de massa (a qual é definida como sendo o quociente da massa pela área do material), de modo que o material M 1 corresponde à região triangular

APQ, onde P e Q são pontos dos lados respectivamente, tais que

AC

e

AB ,

AP

1

AC

3

e

AQ

3

AB

4

Observe a figura abaixo. Desprezando-se a espessura da placa, determine o valor da razão das massas de M 1 e M 2 .

Fig. 2: Retângulos áureos A “Divina Proporção” também conhecida como proporção áurea foi usada por Leonardo
  • 56 - (FGV )

Na

figura

a

seguir,

a

razão

entre

as

áreas

do

triângulo AED e do quadrado ABCD é igual a:

Fig. 2: Retângulos áureos A “Divina Proporção” também conhecida como proporção áurea foi usada por Leonardo

a)

b)

c)

d)

3

2

1

2

2

3

3

4

e)

a)

b)

c)

d)

e)

 

3

5

57

- (UFF RJ)

 
3 5 57 - (UFF RJ) Sabendo que MU  1  MT contém a razão

Sabendo que

MU

1

MT

 

contém a razão

S

S

1

2

.

 

2

 

 

5  1 5  1
5
1
5
1

 

 

  2 5  1
2
5
1
 

4

  2 5  1 5  1   2 1  5 1
2
5
1
5
1
2
1
5
1
5
4
1
5
 
 

4

58

- (UFC CE)

 

A Escola Pitagórica desenvolvia estudos em Matemática, Filosofia e Astronomia. O símbolo dessa Escola era a estrela de cinco pontas, que pode ser construída ligando-se os vértices de um pentágono regular, conforme a figura.

Sejam S 1 e S 2 as áreas dos pentágonos regulares MNPQR e STUVX, respectivamente.

5
5

, assinale a opção que
2

Uma folha de cartolina quadrada é colocada sobre uma mesa. A cartolina é branca no seu lado visível e preta no seu verso. Ao dobrarmos a cartolina, sem emborcá-la, ao longo de um segmento que une um

F ig u ra 1 - Te rren o
F ig u ra
1
-
Te rren o
  • a) 2,2 m 2

  • b) 2,0 m 2

  • c) 1,8 m 2

  • d) 1,6 m 2

  • e) 1,4 m 2

F ig u ra 2 - M aq u e te
F ig u ra
2
-
M aq u e te
60 - (UEG GO) Aumentando uma quantidade x em dois dos lados opostos do quadrado de
60 - (UEG GO)
Aumentando uma quantidade x em dois dos lados
opostos do quadrado de lado
6, obtém-se a figura
abaixo.
O retângulos de lados 6+x e x, e o retângulo de lados
6 e x.
Determine
x
para
que
os dois retângulos
sejam
semelhantes.
61 - (UNIMONTES MG)

Podemos dividir um quadrado em quatro trapézios

congruentes, quatro triângulos congruentes e um quadrado, como mostra a figura abaixo.

e) a) b) c) d) e) 3 5 57 - (UFF RJ) Sabendo que MU 

Retirando-se os quatro triângulos, obtemos um octógono. A fração da área eliminada é

 

vértice

ao ponto

médio de

um lado não incidente

sobre esse vértice, resulta num polígono R que tem

uma parte branca e uma parte preta visíveis.

2
a)

9

Assinale a alternativa

na

qual

consta

a

melhor

4
b)

aproximação da porcentagem da área branca visível do polígono R em relação à área de R.

9

a)

67%

  • c) 1

b)

65%

4

c)

50%

1

d)

35%

  • d)
    3

e)

33%

59 - (UEG GO)

As figuras abaixo representam, respectivamente, um terreno com área de 4.000 m 2 e uma maquete do mesmo terreno que está na escala de 1:50. A área da maquete é de:

62 - (UFG GO)

A matemática grega, sintetizada nos “Elementos” de Euclides (300 a. C.), não conhecia números irracionais. No entanto, Euclides provou que as áreas de dois círculos estão entre si como os quadrados dos seus diâmetros. Se considerarmos dois círculos de raios r 1 e r 2 e áreas A 1 e A 2 , respectivamente, a relação provada por Euclides pode ser escrita como:

A

1

r

1

 
  • a)

A

2

r

2

r

2

  • b)   

1

A

2

   

1

r

2

A

A

1

  • c)

r

1

2

 

A

2

r

2

A

1

  • d)

A

r

1

2

2

r

2

  • e)   

A

A

1

2

 

 

r 1

r 2

 

2

63

- (UNIFOR CE)

 

Um motivo

a

ser

estampado

 

8

3 cm

de

largura,

abaixo.

 
de largura, abaixo. Se, no papel, cada 8 3cm 2 de área, o a) menor
 
 

Se,

no

papel,

cada

8

3cm

3cm

2

de área,

o

  • a) menor do que 20.

  • b) quadrado perfeito.

  • c) múltiplo de 12.

  • d) divisível por 9.

  • e) primo.

 

64

- (UEG GO)

 

losango

um

tecido

é

mostra

a

figura

desenhado

tem

em

composto de um padrão de losangos e semilosangos. Ele foi desenhado em uma folha de papel que tem

conforme

comprimento da folha, em

centímetros, é um número:

O quadrado maior da figura 1 tem 9 cm de lado.

Utilizando partes da figura 1, constrói-se a figura 2, que recebe o nome de coração partido.

A 1 r 1 a)  A 2 r 2  r  2 b) 
A 1 r 1 a)  A 2 r 2  r  2 b) 

Considerando

a

figura

2,

marque

a

alternativa

INCORRETA:

  • a) A soma das áreas das regiões 1, 2, 3 e 5 é a metade da soma das áreas das regiões 4, 6, 7 e 8.

  • b) A área da região 7 é igual à área da região 4.

  • c) O coração partido tem perímetro 6(  2)cm .

  • d) A área do coração partido é

9(  4)cm

2

.

  • e) O perímetro da região 8 é

3(4

A 1 r 1 a)  A 2 r 2  r  2 b) 

2 )cm .

65 - (UERJ) Considere uma placa retangular ABCD de acrílico, cuja diagonal AC mede 40 cm.
65
- (UERJ)
Considere uma placa retangular ABCD de acrílico,
cuja diagonal AC mede 40 cm. Um estudante, para
construir um par de esquadros, fez dois cortes retos
nessa placa nas direções AE e AC, de modo que DÂE
= 45º e BÂC = 30º, conforme ilustrado a seguir:
Após isso, o estudante descartou a parte triangular
CAE, restando os dois esquadros.
Admitindo que a espessura do acrílico seja
desprezível e que
3
 1,7 ,
a
área,
em
cm 2 ,
do
triângulo CAE equivale a:
a)
80
b)
100
c)
140
d)
180
66
- (IBMEC SP)
Movendo
as
hastes de
um compasso, ambas de
comprimento
,
é
possível
determinar
diferentes
triângulos, como os dois representados a seguir, fora
de escala.
Se
a
área
do
triângulo
T 1
é
o
triplo
da
área
do
triângulo T 2 , então o valor de cos é igual a
1
a)
6
1
b)
3
3
c)
3
1
d)
2
6
e)
6
67
- (Unifacs BA)
A 1 r 1 a)  A 2 r 2  r  2 b) 

As abelhas constroem suas “casas” ou favos na forma de recipientes aglomerados de cera – denominados alvéolos –, tendo cada recipiente a forma de um prisma hexagonal regular aberto numa extremidade e formando um ápice triédrico na outra face, como representado na figura1. A figura 2 representa um corte transversal de um favo que tem a configuração de um mosaico formado pela repetição de hexágonos regulares justapostos. Admitindo-se que os lados dos hexágonos medem x unidades de comprimento, pode-se obter a área do triângulo ABC através da expressão

01.

25x 2

4

2 02. 4 3 x 2 03. 5 3 x 25 3x 2 04. 3 2
2
02.
4
3 x
2
03.
5
3 x
25
3x 2
04.
3
2
05.
10
3 x
68 - (UEM PR)

Em um triângulo ABC, o lado AB mede 6 cm, e o lado BC mede 8 cm. Sabendo ainda que a circunferência 1 com centro A e raio AB intercepta o segmento AC em D C, e a circunferência 2 de centro C e raio BC intercepta o segmento AC em E A, assinale o que for correto.

01.

02.

04.

08.

16.

A área desse triângulo não pode ser superior a 24 cm 2 .

O lado AC é o maior dos lados em qualquer triângulo com as propriedades descritas.

Em qualquer triângulo, tal como descrito, o segmento DE mede 4 cm.

Se o lado AC mede 10 cm, a circunferência 1 é tangente ao segmento BC.

O perímetro de ABC deve ser inferior a 28 cm.

  • 69 - (UERJ)

Para confeccionar uma bandeirinha de festa junina, utilizou-se um pedaço de papel com 10 cm de largura e 15 cm de comprimento, obedecendo-se às instruções abaixo.

  • 1 - Dobrar o papel ao meio, para marcar o segmento MN, e abri-lo novamente:

As abelhas constroem suas “casas” ou favos na forma de recipientes aglomerados de cera – denominados
  • 2 - Dobrar a ponta do vértice B no segmento AB’, de

modo que B coincida

MN:

com

o

ponto P do segmento

As abelhas constroem suas “casas” ou favos na forma de recipientes aglomerados de cera – denominados

3 - Desfazer a dobra e recortar o triângulo ABP.

As abelhas constroem suas “casas” ou favos na forma de recipientes aglomerados de cera – denominados

A área construída da bandeirinha APBCD, em cm 2 , é igual a:

  • a) 25 (4 –

3
3

)

  • b) 25 (6 –

3
3

)

  • c) 50 (2 –

3
3

)

  • d) 50 (3 –

3
3

)

70 - (UFPB)

A Prefeitura de certo município pretende construir um conjunto habitacional para algumas famílias que tiveram suas casas destruídas, devido às fortes chuvas que ocorreram no inverno. O terreno onde serão construídas as casas possui formato e dimensões conforme figura a seguir:

As abelhas constroem suas “casas” ou favos na forma de recipientes aglomerados de cera – denominados

Acerca da utilização da área do terreno, o código de

obras

 

do

município

estabelece as seguintes

condições:

C 1

-

A

razão

máxima permitida

entre

a

área

de

construção das casas e a área total do terreno é de ½. C 2 - No mínimo, 20% da área do terreno devem ser destinados para a construção de uma área de lazer. C 3 - Satisfeitas as condições C 1 e C 2 , a área restante do terreno pode ser utilizada para calçadas, jardins e vias de circulação dos moradores.

Com base nessas informações e atendendo às condições estabelecidas pelo citado código, são feitas as seguintes afirmativas:

I.

A área de lazer deve utilizar, no mínimo, 666m 2 do

II.

terreno. O terreno possui uma área de 3330m 2 .

III.

34 casas de 50m 2 de área podem ser construídas no terreno.

IV. Calçadas, jardins e vias de circulação dos moradores podem utilizar 999m 2 do terreno. 73
IV.
Calçadas, jardins e vias de circulação dos moradores
podem utilizar 999m 2 do terreno.
73 - (UFMG)
Estão corretas apenas:
Na figura a seguir, o triângulo ABC tem área igual a
126. Os pontos P e Q dividem o segmento AB em três
partes iguais, assim como os pontos M e N dividem o
segmento BC em três partes iguais.
a)
I e II
b)
II e IV
c)
I, II e III
d)
II e III
e)
I, II e IV
71
- (UFU MG)
Na Figura 1, o triângulo retângulo ABC possui ângulo
reto em B, AF = 1cm, AC = 10cm e BDEF é um
quadrado.
Suponha
que
o
quadrado
BDEF seja
transladado
ao longo
de AC,
sem alterar
a medida
dos
lados
e ângulos
ao
longo
dessa
translação,
gerando, dessa forma, um novo quadrado XYZW, em
que coincidem
os pontos
C
e
Z
conforme ilustra a
Com base nessas informações,
Figura 2.
1.
DETERMINE a área do triângulo QBN.
2.
DETERMINE a área do triângulo sombreado PQM.
74 - (UFU MG)
O conceito de desenvolvimento sustentável prevê a
adoção de ações e práticas que auxiliem a
sobrevivência do planeta Terra para futuras gerações.
É de fundamental importância a adoção de projetos
que estimulem e insiram crianças nessa batalha em
defesa do meio ambiente. Um exemplo de ação
educacional motivadora e direcionada a esse fim é a
inserção de atividades com dobraduras, reproduzindo
elementos da natureza. Suponha que, no início de tal
atividade, tenha-se uma folha de cartolina cortada na
forma de um triângulo equilátero ABC, com lado x
cm. A cartolina é dobrada de modo que C coincida
com o ponto médio M de AB, onde AB e DE são
paralelos. Sabendo que o perímetro do trapézio ABED
é igual a 10 cm, então a área (em cm 2 ) do triângulo
DEM é igual a
Nessas condições, qual é o valor (em cm 2 ) da área do
triângulo HZW?
a)
5/2
b)
13/4
c)
3/2
d)
15/2
a)
3
72
- (FAMECA SP)
b)
3
3
A figura representa um retângulo ABCD, com AB=8 e
AD=12, sendo E o ponto de encontro das suas
diagonais. EPQ e EAR são triângulos, com AR=2PQ.
c)
2
3
d)
4
3
IV. Calçadas, jardins e vias de circulação dos moradores podem utilizar 999m 2 do terreno. 73

A área do triângulo EPQ corresponde a x% da área do triângulo EAR, sendo que x é igual a

  • a) 80.

  • b) 75.

  • c) 73.

  • d) 66.

  • e) 60.

    • 75 - (IBMEC RJ)

Um tetraedro regular é uma figura geométrica espacial formada por quatro triângulos equiláteros. Considere então o tetraedro regular MPQR, de aresta a, representado na figura:

IV. Calçadas, jardins e vias de circulação dos moradores podem utilizar 999m 2 do terreno. 73

Podemos afirmar que área do triângulo

M

N

P,

sabendo que N é ponto médio de QR é dada por:

a)

2 a 2
2
a
2

2

b)

2 a 2
2
a
2

4

c)

2 a 3
2
a
3

2

d)

2 a 3
2
a
3

4

e)

2 a 2
2
a
2

6

 

76

- (Unifacs BA)

 
76 - (Unifacs BA) Do trapézio ABCD, representado na figura, sabe-se que  os lados DA,
 

Do trapézio ABCD, representado na figura, sabe-se que

os lados

DA,

AB

e

BC

são segmentos

de mesma

medida x:

 

para cada valor de , sua área pode ser determinada

pela função A() = 450(2sen+ sen2).

 

Então, a altura do trapézio, em função de e em u. c., é igual a

  • 01. 25cos

 
  • 02. 30sen

  • 03. 35cos

  • 04. 40sen

  • 05. 45cos

 

77

- (UPE)

Dois retângulos foram superpostos, e a intersecção formou um paralelogramo, como mostra a figura abaixo:

Podemos afirmar que área do triângulo M N P , sabendo que N é ponto médio
Podemos afirmar que área do triângulo M N P , sabendo que N é ponto médio

Sabendo-se que

um

dos

lados do paralelogramo

mede

4,5

cm,

quanto

mede

a

área desse

paralelogramo?

 

a)

12

cm

2

b)

16

cm

2

c)

24

cm

2

d)

32

cm

2

e)

36

cm

2

78

- (FGV )

 

Marta

 

quer

comprar

 

tecido

para

forrar

uma

superfície

de

um 10m 2 .

Quantos

metros,

aproximadamente, ela deve comprar de uma peça

que tem

1,5m de largura

e

que, ao lavar,

encolhe

cerca de 4% na largura e 8% no comprimento?

Aproxime a resposta próximo.

para

 

o

número inteiro

mais

a) 12 cm b) 16 cm c) 24 cm d) 32 cm e) 36 cm 78
 
 

79

- (UESPI)

 

Se

um ponto

P

está

no interior

de um retângulo

ABCD, como ilustrado abaixo, e PA

ABCD, como ilustrado abaixo, e , PB = 5,

41 , PB = 5,

PC

, quanto mede PD?

13 , quanto mede PD?

 
a) 12 cm b) 16 cm c) 24 cm d) 32 cm e) 36 cm 78

a)

3 3 2 7 26 29
3
3
2
7
26
29
 

b)

c)

d)

e)

5

80

- (UNCISAL)

 

Uma torre de telefonia celular foi instalada no ponto

x,

que

é

o

ponto

médio da diagonal

que

liga

os

vértices A e C do terreno ABCD, que tem a forma de

um

paralelogramo,

conforme

mostra

a

figura.

A

distância

entre o

ponto

x

e

o

vértice

C

é,

em km,

igual a

 
a) 12 cm b) 16 cm c) 24 cm d) 32 cm e) 36 cm 78
 

a)

5 3
5
3
 
 

2

b)

3 3
3
3
 

2

c)

7 7
7
7
 

d)

2

e)

7
7

4

  • 81 - (UNIMONTES MG)

Considere um quadrado ABCD de lado medindo 6cm, com centro em E e diagonais AC e BD. Se M e N são os pontos médios dos segmentos AE e BE, respectivamente, então, a área do quadrilátero ABNM mede

a)

b)

c)

d)

27

4

cm

2

18

4

cm

2

9

4

cm

2

  • cm

4

2

  • 82 - (UEG GO)

Um macaco para levantar automóveis tem o formato

de um quadrilátero articulado de lados iguais a

,

cuja

diagonal

d

é

um

parafuso.

Esse

parafuso,

quando obrigado a rodar, faz variar tanto o

comprimento dessa diagonal quadrilátero. Veja a figura.

e) 7 4 81 - (UNIMONTES MG) Considere um quadrado ABCD de lado medindo 6 cm

como

a

altura

do

Considerando que o parafuso esteja paralelo ao solo, em função do lado do quadrilátero e de sua diagonal, o quadrado da altura é

a)

b)

c)

d)

1

2

(2l

2

d

2

)

1

2

(2l

2

d

2

)

4l 2 + d 2

4l 2 – d 2

  • 83 - (UDESC SC)

No paralelogramo ABCD, conforme mostra a Figura

4, o segmento CE

é a bissetriz do ângulo

D C ˆ B

.

e) 7 4 81 - (UNIMONTES MG) Considere um quadrado ABCD de lado medindo 6 cm

Sabendo que AE 2

e

AD 5 , então o valor do

perímetro do paralelogramo ABCD é:

a)

26

b)

c)

d)

e)

a)

b)

c)

d)

e)

16

20

22

24

 

84

- (UEPB)

A

área

em

de

um

quadrado,

cuja

soma das

medidas

de

uma

diagonal

e

de

um

lado

vale

(

, é igual a:

2 1) m , é igual a:

 
17 - 12 2 2 17 - 2 2 3 - 2 2
17 - 12
2
2
17 - 2
2
3 - 2
2
 

1

 

85

- (UFMA)

Sobre os lados opostos AB e CD de um retângulo

ABCD são marcados, respectivamente, os pontos P e

Q.

A

soma das áreas

dos triângulos AQB e CPD

resulta exatamente em 240 u.a retângulo ABCD é igual a:

..

Então,

a

área

do

a)

b)

c)

d)

e)

360 u.a.

120 u.a.

240 u.a.

200 u.a.

300 u.a.

  • 86 - (UNESP SP)

Uma certa propriedade

rural tem o formato

de um

trapézio como na figura. As bases WZ e XY do

trapézio medem 9,4 km e 5,7 km, respectivamente, e o lado YZ margeia um rio.

Se o ângulo é o dobro do ângulo X Y ˆ Z X W ˆ Z
Se o ângulo
é o dobro do ângulo
X Y ˆ Z
X W ˆ Z

, a

medida, em km, do lado YZ que fica à margem do rio é:

a)

b)

c)

d)

e)

7,5.

5,7.

4,7.

4,3.

3,7.

  • 87 - (UNIFEI MG)

Considere o retângulo ABCD abaixo:

e) 7 4 81 - (UNIMONTES MG) Considere um quadrado ABCD de lado medindo 6 cm

Sabendo que o lado CD

foi dividido em seis partes

iguais por segmentos paralelos ao lado AD , pode-

a)

b)

c)

se afirmar

que

a

área

do trapézio

EFHG,

em

cm 2 ,

mede:

 

21

2
2

18

2
2

15

2
2
d) 12 2 88 - (UFS) Um trapézio isósceles tem área que mede 28cm 2 e
d)
12
2
88
- (UFS)
Um trapézio isósceles tem área que mede 28cm 2 e
base maior medindo 10cm. Se a altura e a base
menor do trapézio têm a mesma medida, qual o
perímetro do trapézio?
a)
23cm
b)
24cm
c)
25cm
d)
26cm
e)
27cm
89
- (UPE)
No quadrado ABCD, de lado 4cm, E é ponto médio de
BC,
e
o
ponto
F
do
lado
CD
é
tal
que o ângulo
é reto.
A E ˆ F
00.
Os triângulos ABE e AEF são congruentes.
01.
Os triângulos ABE e EFC são semelhantes.
02.
A área do triângulo ADF é 6 cm 2 .
03.
A área do triângulo EFC é 2cm 2 .
04.
A área do triângulo AEF é 30% da área do quadrado.
90
- (UFCG PB)
João queria comprar um terreno localizado na
esquina em que duas ruas se cruzam. O proprietário
do terreno informava no anúncio que o terreno era
retangular, medindo 20m por 15m, e que o preço de
cada metro quadrado custava R$ 100,00. João foi à
prefeitura da cidade para checar a situação do
terreno e verificou que as medidas estavam corretas,
que o terreno tinha a forma de um paralelogramo,
porém, não era retangular, uma vez que as citadas
ruas se cruzavam formando um ângulo de 60º. Se
João comprasse o terreno apenas com as
informações dadas pelo proprietário, o seu prejuízo,
em reais, seria de:
( use
3
 1,7
).
a)
4.500,00.
b)
5.500,00.
c)
5.000,00.
d)
4.000,00.
e)
3.000,00.
91
- (UEM PR)

Na figura a seguir, ABCD é um paralelogramo, M é

ponto médio do lado AB, N é ponto médio do lado BC,

e

P

é ponto

médio

do lado CD. Sabendo-se que

a

medida de BC é 7cm, a medida da diagonal AC é

10cm

e

a

medida

da

diagonal

BD

é

8cm,

então o

perímetro do triângulo MNP é

d) 12 2 88 - (UFS) Um trapézio isósceles tem área que mede 28cm 2 e

a)

20cm.

 

b)

19cm.

c)

16cm.

d)

25cm.

e)

18cm.

92

- (UECE)

As diagonais de um losango medem 12m e 16m. A

medida da área do quadrilátero, cujos vértices são os

pontos médios dos lados do losango, é igual a:

 

a)

32

m

2

b)

36

m

2

c)

42

m

2

d)

48

m

2

93

- (UFPel RS)

 

Um retângulo de área igual a 16m 2 , foi dividido em 4

quadrados iguais de lado abaixo.

, conforme

a

figura

a) 20cm. b) 19cm. c) 16cm. d) 25cm. e) 18cm. 92 - (UECE) As diagonais de
 
 

Com

base

nas

informações

acima,

analise

as

afirmativas.

 

I.

x y

 
 

2

 

II.

x

metros

 
 

3

 

III.

y

3

metros

4

 

É correto afirmar que

a)

somente são verdadeiras as afirmativas I e III.

 

b)

somente são verdadeiras as afirmativas II e III.

c)

somente são verdadeiras as afirmativas I e II.

d)

todas as afirmativas são falsas.

 

e)

todas as afirmativas são verdadeiras.

 

f)

I.R.

94

- (UEPB)

Se as diagonais de um paralelogramo formam entre

si

um