Вы находитесь на странице: 1из 6
ANALISE DE SELETIVIDADE Subestação Queiroz Galvão Rua do Caldeireiro-cliente N.4231341-4 Mar do Norte-Zona Especial de Negócios

ANALISE DE SELETIVIDADE

Subestação Queiroz Galvão Rua do Caldeireiro-cliente N.4231341-4 Mar do Norte-Zona Especial de Negócios de Rio das Ostras-RJ

1-DADOS DA CONCESSIONÁRIA: Níveis de curto circuito – Ponto Elétrico MC469287(IBS02) 3  = 2.078 A

1-DADOS DA CONCESSIONÁRIA:

Níveis de curto circuito Ponto Elétrico MC469287(IBS02)

3=

2.078 A

2=

1.802 A

1=

1.338 A

1(30 ) = 220 A

Proteção a montante: (alimentador IBS02)

 

FASE

NEUTRO

Disparo

482,4 A

28,80 A

Curva

IEC_MI_020

IEC_NI_050

Amperimétrica

9.000 A

Desabilitado

O tempo mínimo de coordenação deverá ser de 400ms.

1-DADOS DA CONCESSIONÁRIA: Níveis de curto circuito – Ponto Elétrico MC469287(IBS02) 3  = 2.078 A

2-CARACTERÍSTICAS DA PROTEÇÃO

Relé micro processado digital, com as funções 50/50N e 51/51N, com fonte capacitiva incorporada, e corrente nominal de 5A, Modelo URPE 7104, marca PEXTRON.

2.1- TRANSFORMADORES DE CORRENTE:

Considerando valor de curto circuito trifásico de 2.078A.

Os TCs

utilizados têm relação RTC=30 ( 150/5).

3- CÁLCULO DO IN RUSH: A B C D E F G H Quantidade 1 0

3- CÁLCULO DO IN RUSH:

A B C D E F G H Quantidade 1 0 0 0 0 0 0
A
B
C
D
E
F
G
H
Quantidade
1
0
0
0
0
0
0
0
Potência Nominal do Transformador
Sn [kVA]
500
0
0
0
0
0
0
0
Tensão Nominal (Primário )
Va [V]
13800
13800
13800
13800
13800
13800
13800
13800
Tensão Nominal (Secundário)
Vb [V]
220
220
380
380
380
380
380
380
Impedância do Transformador
z [%]
4,54
0
0
0
0
0
0
0
Corrente Nominal (Primário)
Ia [A]
22,74
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
Corrente Nominal (Secundário)
Ib [A]
1426,26
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
Corrente In Rush
1)
Transformadores de até 2000kVA
Im[A]
181,90
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
2) Trafo. Superior a
2000kVA
Im
In RUSH TOTAL
Imtotal[A]
181,90
Impedância do Inrush total
Zintotal[Ω]
43,80
Impedância total do sistema
Ztotsis[Ω]
47,64
In RUSH REAL
In real[A]
167,26
INRush[A]
181,90
metodo das concessionárias
Im [A]
181,90
Condição de maior corrente de partida
t Im [s]
0,1
In RUSH REAL
In real[A]
167,26

Corrente In Rush do Sistema

Im

181,90 A

0,1 s

O tempo da proteção instantânea tem como parâmetro 0,1s.

4-MEMORIAL DO AJUSTE DO RELÉ:

1) Cálculo da Corrente Nominal da Instalação

In = W / 1,73 x V x cos Ø

3- CÁLCULO DO IN RUSH: A B C D E F G H Quantidade 1 0

2) Cálculo da Corrente de Partida da Função 51

(No relé MRI1, este parâmetro recebe o nome de I>)

Ipf = 1,1 x IN

3- CÁLCULO DO IN RUSH: A B C D E F G H Quantidade 1 0

Em Múltiplos da Corrente Nominal:

I> =

I> =

Ipf (x In ) = Ipf (A) / rel (TC) / In (relé)

Ipf ( x In

0,17 x In)

3) Cálculo da Corrente de Partida da Função 50

(No relé MRI1, este parâmentro recebe o nome de I>>)

INRush <

I>>

<

Icc3f

181,9 <

I>>

<

2078

Em Múltiplos da Corrente Nominal:

1,21 <

I>>

<

13,85

Este ajuste deve ter o menor valor possível que não provoque

a atuação indevida do relé na ocasião da energização

do sistema (INRush).

I>>=Inrush x 1,05

I>>=

191 A

I>> = 191,1 A

1,27

multiplo

4) Cálculo da Corrente de Partida da Função 51N

(No relé MRI1, este parâmetro recebe o nome de Ie>)

Ipn (A) = 0,33 x Ipf (A)

Em Múltiplos da Corrente Nominal:

Ie> = Ipn (x In ) = Ipn (A) / rel (TC) / In (relé)

Ie> = Ipn (

x

0,058 x In)

5) Cálculo da

Corrente de Partida da Função 50N

(No relé MRI1, este parâmetro recebe o nome de Ie>>)

Este ajuste pode ser calculado como sendo 1/3 do valor

do ajuste para fase.

Ie>>

Ie>>

>

( I>> / 3 )

63,7 A

0,425

multiplo

6)Calculo da relação dos TCs

RTC>Icc3f/20/5

RTC>20,78

3- CÁLCULO DO IN RUSH: A B C D E F G H Quantidade 1 0
5- CÁLCULO DO PONTO ANSI O ponto ANSI teve como parâmetro o tempo de 2s. Usar

5- CÁLCULO DO PONTO ANSI

5- CÁLCULO DO PONTO ANSI O ponto ANSI teve como parâmetro o tempo de 2s. Usar

O ponto ANSI teve como parâmetro o tempo de 2s. Usar para a proteção o ponto Inansi, pois o neutro é solidamente aterrado.

5- TEMPO DE AJUSTE PARA AS CURVAS:

O tempo de atuação depende do valor da corrente. Quanto maior for o valor da corrente acima do valor de partida menor será o tempo de atuação ( Norma ABNT NBR 7099). As curvas características foram aproximadamente representadas pela expressão a seguir:

5- CÁLCULO DO PONTO ANSI O ponto ANSI teve como parâmetro o tempo de 2s. Usar

Foi utilizada a curva Muito Inversa para o cálculo da proteção de fase e, a curva Normalmente Inversa para a proteção de neutro.

6- 7- TABELA DE CONFIGURAÇÃO DO RELÉ URPE7104 PEXTRON: Após ajuste da relação dos TCs, com

6-

6- 7- TABELA DE CONFIGURAÇÃO DO RELÉ URPE7104 PEXTRON: Após ajuste da relação dos TCs, com

7- TABELA DE CONFIGURAÇÃO DO RELÉ URPE7104 PEXTRON:

Após ajuste da relação dos TCs, com que o equipamento irá trabalhar, automaticamente multiplicam-se todos os ajustes de corrente por este valor permitindo assim que o usuário programe o relé com os valores calculados no estudo de seletividade, sem levar em conta a relação dos TCs.

64

64 T def. I inst. VM max VD

T def.

  • I inst.

VM

max

VD

VM I partida Curva Curva MI D.T. D.T. TC 8,7 VM 26,1 VD NI T def.
VM
I partida
Curva
Curva
MI D.T.
D.T.
TC
8,7
VM
26,1
VD
NI
T def.
VD
0,1
VM
0,2
VD
max
VM
max
VD
max
VD
Curva
Ajuste
Curva
Ajuste
VM
I def.
I def.
Parâmetro
Parâmetro
30
I partida

Parâmetrização do relé

191 inst. I VM
191
inst.
I
VM
8- 9-UNIFILAR DA SUBESTAÇÃO: José Maurílio H. dos Santos Engenheiro eletricista CREA-RJ: 2004106484 celso@engeprimenet.com.br / cristina@engeprimenet.com.br

8-

8- 9-UNIFILAR DA SUBESTAÇÃO: José Maurílio H. dos Santos Engenheiro eletricista CREA-RJ: 2004106484 celso@engeprimenet.com.br / cristina@engeprimenet.com.br

9-UNIFILAR DA SUBESTAÇÃO:

8- 9-UNIFILAR DA SUBESTAÇÃO: José Maurílio H. dos Santos Engenheiro eletricista CREA-RJ: 2004106484 celso@engeprimenet.com.br / cristina@engeprimenet.com.br

José Maurílio H. dos Santos

Engenheiro eletricista

CREA-RJ: 2004106484