Вы находитесь на странице: 1из 9
22-02-2016 NOME: 0004/2016 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES 1. Ao receber a ordem do fiscal de
22-02-2016 NOME: 0004/2016 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES 1. Ao receber a ordem do fiscal de

22-02-2016

NOME:

0004/2016

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

1. Ao receber a ordem do fiscal de sala, confira este caderno com muita atenção, pois nenhuma reclamação sobre o total de questões e/ou falhas na impressão serão aceitas depois de iniciada a prova.

2. Cartão de respostas:

a) Tem, obrigatoriamente, de ser assinado e não poderá ser substituído, portanto, não o rasure nem o amasse;

b) Marque, no cartão de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO. A ausência de marcação ou a marcação de ambos os campos não serão apenadas, ou seja, não receberão pontuação negativa;

c) No cartão de respostas, a marcação das letras correspondentes às respostas deve ser feita cobrindo a letra e preenchendo todo o espaço do campo, de forma continua e densa. A leitora ótica é sensível a marcas escuras; portanto, preencha fortemente os campos de marcação completamente, veja o exemplo:

os campos de marcação completamente, veja o exemplo: d) Reserve os trinta (30) minutos finais para

d) Reserve os trinta (30) minutos finais para marcar seu cartão de respostas.

3. Será eliminado o candidato que:

a) Utilizar-se durante a realização das provas, de máquinas e/ou relógios de calcular, bem como de rádios gravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;

b) Ausentar-se da sala em que se realizam as provas levando consigo o caderno de questões e/ou o cartão de respostas;

c) Recusar-se a entregar o caderno de questões e/ou o cartão de resposta quando terminar o tempo estabelecido.

BOA PROVA!

||INSS_22/02/2016||

ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS

||INSS_22/02/2016|| ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS LINGUA PORTUGUESA No Brasil, pode-se considerar marco da história da

LINGUA PORTUGUESA

No Brasil, pode-se considerar marco da história da assistência jurídica, ou justiça gratuita, a própria colonização do país, ainda no século XVI. O surgimento de lides provenientes das inúmeras formas de relação jurídica então existentes e o chamamento da jurisdição para resolver essas contendas já dava início a situações em que constantemente as partes se viam impossibilitadas de arcar com os possíveis custos judiciais das demandas. A partir de então, a chamada assistência judiciária praticamente evoluiu junto com o direito pátrio. Sua importância atravessou os séculos, e ela passou a ser garantida nas cartas constitucionais. No século XX, o texto constitucional de 1934, no capítulo II, “Dos direitos e das garantias individuais”, em seu art. 113, fez menção a essa proteção, ao prever que “A União e os estados concederão aos necessitados assistência judiciária, criando para esse efeito órgãos especiais e assegurando a isenção de emolumentos, custas, taxas e selos”. Por sua vez, a Constituição de 1946 previu, no mesmo capítulo que a de 1934, em seu art. 141, § 35, que “O poder público, na forma que a lei estabelecer, concederá assistência judiciária aos necessitados”. A lei extravagante veio em 1950, materializada na Lei n.º 1.060, que especifica normas para a concessão de assistência judiciária aos necessitados. No art. 4.º dessa lei, havia menção ao “rendimento ou vencimento que percebe e os encargos próprios e os da família” e constava a exigência de atestado de pobreza, expedido pela autoridade policial ou pelo prefeito municipal. Foi o art. 1.º, § 2.º, da Lei n.º 5.478/1968 que criou a simples afirmação (da pobreza), ratificado pela Lei n.º 7.510/1986, que deu nova redação a dispositivos da Lei n.º 1.060/1950. Em 1988, a Carta Cidadã ampliou o escopo da assistência judiciária ao empregar o termo assistência jurídica integral e gratuita, que é mais abrangente e que abarca o termo usado anteriormente, restrito apenas à assistência de demanda judicial já proposta ou a ser interposta. O termo atual também engloba atos jurídicos extrajudiciais, aconselhamento jurídico, patrocínio da causa, além de ações coletivas e mediação. Hoje, portanto, alguém que se vê incapaz de arcar com os custos que uma lide judicial impõe, mas necessita da imediata prestação jurisdicional, pode, mediante simples afirmativa, postular as benesses dessa prerrogativa, garantida pela Constituição Federal vigente.

Uma história para a gratuidade jurídica no Brasil. Internet: <http://jus.com.br> (com adaptações)

No que se refere às ideias e informações do texto, julgo os itens a seguir.

1 Infere-se do texto que a Lei n.º 1.060/1950 ainda está em vigência, embora tenha passado por algumas alterações.

2 O autor do texto visa convencer o leitor acerca da necessidade de que se tratem como iguais os desiguais, por meio da prestação jurisdicional gratuita.

3 Sem prejuízo do sentido e da correção gramatical do texto, o primeiro período poderia ser reescrito da seguinte forma: A própria colonização do Brasil, ainda no século XVI, pode ser considerada marco da história da assistência jurídica, ou justiça gratuita, no país.

4 Depreende-se do texto que, de acordo com a Constituição Federal de 1988, é proibido à pessoa possuidora de bens requerer o direito à assistência jurídica integral e gratuita.

5 Conclui-se do texto que, ao prever a substituição do atestado de pobreza pela simples afirmativa da pessoa de que ela não pode arcar com os custos judiciais da demanda, a lei teria buscado uma forma de tornar mais acessível ao necessitado o exercício de seu direito.

Ainda a respeito das ideias e dos aspectos linguísticos do texto, julgue os itens subsecutivos.

6 Os elementos “já”, “atual” e “Hoje, negritados no texto, desempenham a mesma função sintática nas orações em que ocorrem.

7 A substituição de “ratificado”, negritado no texto, por confirmada manteria a coerência do texto, embora seu sentido fosse alterado.

8 A supressão da vírgula empregada logo após “prerrogativa”, negritado no texto, manteria a coerência do mesmo, embora alterasse o seu sentido.

9 Seria mantida a correção gramatical do período caso a forma verbal “dava”, negritada no texto, fosse flexionada no plural, escrevendo-se davam.

10 Em “as partes se viam impossibilitadas de arcar com os possíveis custos judiciais das demandas”, trecho negritado no texto, a partícula “se” foi empregada no sentido de umas às outras.

Considerando os aspectos estruturais e linguísticos das correspondências oficiais previstos no Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens que se seguem.

11 A exposição de motivos é uma comunicação oficial dirigida ao presidente da República ou ao vice-presidente por um ministro de Estado e pode ser interministerial, ou seja, assinada por mais de um ministro.

12 Caso um ministro da Primeira Turma do STJ tenha de encaminhar um documento a um ministro da Quarta Turma desse mesmo tribunal, a comunicação a ser expedida para esse fim será o aviso, e o fecho a ser utilizado será “Cordialmente”.

13 Sempre que possível, os despachos ao memorando devem ser registrados no próprio documento, para simplificar o processo.

14 O fecho “Cordialmente" é uma das formas estabelecidas pelo referido manual.

Assunto: encaminha processo.

Excelentíssimo Senhor Ministro,

Ao cumprimentá-lo, encaminhamos processo, registrado sob n.º 1234567-00.2015.3.0.0000, para análise do mesmo e para emissão do parecer de Vossa Excelência o Senhor Ministro.

Atenciosamente,

[assinatura] [identificação do signatário]

Considerando o fragmento da comunicação oficial hipotética anteriormente apresentada, julgue os próximos itens com base no Manual de Redação da Presidência da República.

||INSS_22/02/2016||

ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS

||INSS_22/02/2016|| ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS 15 A linguagem empregada no documento hipotético em questão

15

A

linguagem empregada no documento hipotético em questão

atende aos princípios de clareza, concisão e uso de linguagem formal e, portanto, é adequada à comunicação oficial.

 

INFORMÁTICA

16

Uma Intranet geralmente é constituída com o intuito de compartilhar recursos entre os funcionários de uma empresa, de maneira que pessoas externas tenham acesso aos recursos disponibilizadas dessa rede na forma web.

17

O

Firewall contribui para segurança do computador, pois ele

pode barrar invasões pelas portas de rede. Ele é o responsável por verificar se o conteúdo que está sento trafegado

corresponde com o conteúdo suportado pela porta para o qual

o

conteúdo está endereçado. Um firewall ainda é capaz de

identificar qual o tipo de malware que está executando o

 

ataque.

18

Um usuário recebeu um e-mail com um arquivo em anexo com uma apresentação de eslaides. Ao executar a apresentação foi exibida, no entanto o usuário notou que a tela piscou algumas vezes durante a exibição. Após reiniciar o computador o usuário percebeu que um novo programa havia sido instalado no computador, embora ele não tenha instalado programas no computador, e que alguns arquivos começaram a sumir e o navegador começou a abrir sites estranhos sozinho. O usuário desconfia que a apresentação que ele recebeu seja um programa malicioso que instalou algum malware em seu computador. Esse malware possui características de um vírus.

19

No Windows 10 para abrir arquivos em formato PDF é necessário instalar o programa Leitor disponível gratuitamente pela Loja da Microsoft.

20

No modelo cliente/servidor é chamado de cliente o host que inicia a comunicação, ou seja, a partir do qual o usuário executa o comando de teste de disponibilidade. Servidor é o alvo do teste, pois este deve possuir um serviço habilitado para ser capaz de receber o pacote do cliente e respondê-lo.

21

Por meio do botão Iniciar do Windows 7 tem-se acesso a opção inicializar, presente na lista de todos os programas. Esta opção lista itens imprescindíveis para o pleno funcionamento do sistema, logo os programas listados são inicializados antes do carregamento do sistema operacional Windows.

22

Em uma planilha do LibreOffice Calc com os seguintes dados A1=2, A2=10, B1=5 e B2 =20, ao inserir na célula C2 a função =SOMARPRODUTO(A1:A2;B1:B2) o resultado que será obtido como resposta da função é 210.

23

O serviço de webmail permite a um usuário acessar as mensagens em sua caixa postal no provedor, sem a necessidade de configurar o computador em uso com os nomes dos servidores de SMTP e POP.

RLM

João olhou as dez bolas que havia em um saco e afirmou: “Todas as bolas desse saco são pretas".

24 Sabe-se que a afirmativa de João é falsa. Portanto é correto concluir que “pelo menos uma bola desse saco é branca”.

25 Considere a sentença: “Corro e não fico cansado". Uma sentença logicamente equivalente à negação da sentença dada é: “Se corro, então fico cansado”.

26 Uma turma do curso de Relações Internacionais tem 28 alunos e todos falam inglês. Sabe-se que 17 alunos falam espanhol e que 15 alunos falam francês. O número de estudantes dessa turma que podem falar esses três idiomas varia entre 4 e 15 alunos.

27 Considere-se a seguinte proposição: “Se chove, então Mariana não vai ao deserto”. Com base nela é logicamente correto afirmar que “não chover é condição necessária para Mariana ir ao deserto”.

28 Em uma matéria jornalística, uma pessoa afirmou em entrevista que “este transporte é irregular ou não houve fiscalização adequada”. A negação dessa afirmação é: “esse transporte não é irregular nem houve fiscalização adequada”.

29 Uma proposição logicamente equivalente a “se eu não posso pagar um táxi, então vou de ônibus” é: “eu vou de ônibus ou eu pago um taxi”.

Considere-se a seguinte tabela-verdade, em que V representa o valor lógico verdadeiro e F, o valor lógico falso.

o valor lógico verdadeiro e F, o valor lógico falso. 30 Completando-se corretamente a quarta coluna

30 Completando-se corretamente a quarta coluna com os valores lógicos V ou F, a quantidade de valores lógicos verdadeiros é igual ou superior a 50%.

||INSS_22/02/2016||

ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS

||INSS_22/02/2016|| ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS ÉTICA 31 O servidor público deve usar de artifícios para

ÉTICA

31

O

servidor público deve usar de artifícios para procrastinar o

exercício regular de direito de qualquer pessoa.

32

Embora toda pessoa tenha o direito à verdade, é facultado ao servidor público omiti-la, desde que o faça no interesse da própria pessoa ou da administração pública.

33

O

comitê de ética deve fornecer os registros feitos sobre a

conduta dos servidores aos organismos encarregados da

execução do quadro de carreira destes.

34

No exercício pleno de suas atividades, o servidor tem autonomia para decidir e agir, em especial, quando se tratar

de

situações contrárias ao interesse público.

35

O servidor público pode subverter e(ou) desconsiderar a hierarquia entre cargos em situações em que sejam comprometidos o seu bem-estar e o efetivo exercício de suas atividades.

 

DIREITO ADMINISTRATIVO

36

As pessoas jurídicas de direito privado, integrantes da Administração Indireta, criadas mediante autorização legal, sob qualquer forma jurídica adequada a sua natureza, para que o governo exerça atividades gerais de caráter econômico ou, em certas situações, execute a prestação de serviços públicos, são denominadas sociedades de economia mista.

37

Acerca dos atos administrativos, é correto afirmar que a anulação é o desfazimento de ato administrativo por motivo de ilegalidade, podendo ser realizada de ofício ou por provocação de interessado, produzindo efeitos ex tunc .

38

No desvio de poder, uma das modalidades de abuso de poder,

o

agente, que tem competência para a prática do ato, o

realiza, contudo, com finalidade diversa daquela prevista em

lei.

39

Nos termos do que dispõe o artigo 37, parágrafo 6º da Constituição Federal, no que concerne à responsabilidade civil do Estado, este responde sob a modalidade objetiva, quando

se

tratar de atos comissivos lícitos ou ilícitos.

40

De acordo com a Lei nº 8.429/02, que trata da improbidade administrativa, o servidor que deixar de prestar contas quando esteja obrigado a fazê-lo estará cometendo um ato de improbidade que importe em enriquecimento ilícito, podendo, nesse caso, ter seus direitos políticos suspensos por um prazo

de

oito até dez anos.

 

REGIME JURÍDICO ÚNICO

41

Nos termos da Lei nº 8.112/90, o provimento por recondução ocorre quando o servidor aposentado por invalidez retorna à atividade em face da declaração, por junta médica oficial, da insubsistência dos motivos da aposentadoria.

42

O

cargo de um servidor estável foi extinto, mediante lei, e o

servidor foi colocado em disponibilidade. Meses depois, ele reingressou na atividade em cargo de atribuições e vencimentos compatíveis com o do cargo extinto. Nesse caso, o provimento ocorreu por aproveitamento.

43

Nos termos da Lei 8.112/90, um servidor que seja removido de ofício para outra cidade, em decorrência da necessidade do serviço não poderá se recusar à essa remoção, que tem

fundamento

administração pública.

no

denominado

poder

hierárquico

da

44 O Sr. Jalim Habei, servidor público federal, foi eleito vereador na cidade onde reside e desempenha as atribuições de seu cargo. Deseja permanecer no cargo público, concomitantemente ao exercício do mandato eletivo. De acordo com as disposições da Lei no 8.112/90, tal pretensão é legal, devendo afastar-se do cargo público quando não houver compatibilidade de horário com as funções de vereador, hipótese em que poderá por optar pela sua remuneração.

45 De acordo com a Lei no 8.112/1990, o servidor público responde pelo exercício irregular de suas atribuições, podendo, pela prática de um determinado ato, ser responsabilizado civil, penal e administrativamente, afastando- se a responsabilidade administrativa no caso de absolvição criminal que negue a existência do fato ou sua autoria.

DIREITO CONSTITUCIONAL

46 A utilização de critérios distintos para a promoção de integrantes do sexo feminino e do masculino de corpo militar viola o princípio constitucional da isonomia.

47 Só a lei pode obrigar a pessoa a fazer ou deixar de fazer alguma coisa.

48 A CF assegura a todos o direito de reunião pacífica em locais abertos ao público, desde que mediante autorização prévia da autoridade competente e que não se frustre outra reunião prevista para o mesmo local.

49 Ninguém será privado de direitos por motivo de convicção política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei. Essa norma constitucional, que trata da escusa de consciência, tem eficácia contida, podendo o legislador ordinário restringir tal garantia.

50 Pela ofensa à sua honra, a vítima pode receber indenização por dano moral, mas não por danos materiais.

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

51 Para garantir ao atendimento do objetivo de realização do bem-estar e da justiça social, o Estado brasileiro atribuiu à seguridade social brasileira caráter contributivo, sendo imprescindível a contribuição para se ter direito aos benefícios do sistema, tais como o de aposentadoria, saúde pública e assistência social.

52 A Constituição de 1937 foi a primeira a prever a forma tripartite de custeio da previdência, realizada com contribuições do Estado, do empregado e do empregador.

Sobre os princípios da Seguridade Social, assinale CERTO ou ERRADO:

53 A garantia do caráter democrático e descentralizado da administração é o princípio materializado na gestão tripartite empregados, aposentados e governo nos órgãos colegiados.

54 A universalidade da cobertura e do atendimento significa a cobertura de todos os riscos, chamados riscos sociais, que podem atingir as pessoas que vivem em sociedade e que todos os residentes e domiciliados no território nacional brasileiros e estrangeiros devem ser atendidos pelo Sistema de Seguridade Social.

||INSS_22/02/2016||

ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS

||INSS_22/02/2016|| ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS 55 As contribuições sociais destinadas ao custeio da seguridade

55

As contribuições sociais destinadas ao custeio da seguridade social apenas serão exigíveis no exercício seguinte ao da publicação da lei que as houver instituído ou modificado, de acordo com o princípio da anualidade, que limita o poder de tributar.

56

A

equidade na forma de participação no custeio não constitui

objetivo expresso, mas implícito, a ser perseguido pelo poder

público na organização da Seguridade Social.

57

O artigo 201, § 4º da Constituição Federal, estabelece que “é assegurado o reajustamento dos benefícios para preservar- lhes, em caráter permanente, o valor real, conforme critérios definidos em lei”. Isso significa que é assegurado o reajustamento dos benefícios, de modo que a renda mensal seja equivalente ao número de salários mínimos da renda mensal inicial, na data de início do benefício.

58

O direito da seguridade social, detentor de reconhecida autonomia em relação a outros ramos da ciência jurídica e situado no âmbito do direito público, em como fontes formas a Constituição, as leis complementares e ordinárias, os decretos

e

outros atos normativos expedidos pelo Poder Público.

59

Embora incorporados à ordem jurídica interna com status de leis ordinárias, os tratados, as convenções e outros acordos internacionais de que sejam partes Estado estrangeiro ou organismo internacional e o Brasil, e que versem acerca de matéria previdenciária, serão considerados, para fins de interpretação, como leis especiais.

A respeito do auxílio reclusão, assinale CERTO ou ERRADO:-

60

Falecendo o segurado detido ou recluso, o auxílio reclusão será automaticamente convertido em pensão por morte.

61

José, comprovadamente segurado de baixa renda da Previdência Social, foi recolhido à prisão quando mantinha a condição de segurado. Maria, sua cônjuge, tomou conhecimento do seu direito ao auxílio reclusão após a soltura de José, que permaneceu preso por 12 (doze) meses. Neste caso, a Previdência Social deve pagar à Maria, o auxílio reclusão relativo aos 12 meses de recolhimento de José.

62

O

exercício de atividade remunerada pelo segurado recluso em

cumprimento de pena em regime fechado ou semiaberto, com as correspondentes contribuições à Previdência Social, acarreta perda do direito ao recebimento do auxílio reclusão pelos seus dependentes.

63

O serviço de habilitação e reabilitação profissional deve ser prestado pela Previdência Social de forma obrigatória aos segurados, inclusive aposentados e seus dependentes.

64

No que diz respeito à contagem reciproca de tempo de contribuição, é correto afirmar que não será admitida a contagem em dobro ou em outras condições especiais.

65

A

impressão digital do beneficiário incapaz de assinar, aposta

na presença do servidor da Previdência Social, vale como assinatura para quitação de pagamento de benefício.

66

O auxílio-acidente será devido ao segurado da previdência social em gozo de auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez decorrente de acidente de qualquer natureza do qual resulte sequela definitiva.

67

A

estabilidade do segurado que sofre acidente de trabalho é

de 12 (doze) meses, e é computada após a cessação do

auxílio-doença acidentário, desde que o segurado tenha reconhecido seu direito ao auxílio-acidente.

68 Não é permitido o recebimento conjunto de mais de uma pensão por morte.

69 Joaquim sofreu grave acidente de trabalho do qual lhe resultaram sequelas permanentes, que o impedem, parcialmente, de exercer sua função habitual. Em razão das sequelas consolidadas, Joaquim ingressou com demanda judicial e obteve o reconhecimento do seu direito à percepção do auxílio acidente. Neste caso, como Joaquim já recebeu indenização da Previdência Social, está impedido de responsabilizar a empresa onde trabalhava pelo evento que o vitimou.

70 Constituem outras receitas da seguridade social, cinquenta por cento do resultado dos leilões de bens apreendidos pela Secretaria da Receita Federal.

71 A contribuição do empregador doméstico é de doze por cento do salário de contribuição do empregado doméstico a seu serviço.

72 Iracema, servidora pública ocupante de cargo efetivo e vinculada a regime próprio de previdência, decidiu, para efeito de complementação de sua aposentadoria, contribuir facultativamente para o regime geral de previdência social. Neste caso, Iracema, preenchendo os requisitos legais, fará jus a duas aposentadorias, uma no regime próprio e outra no regime geral.

73 A contribuição sobre a receita de concursos de prognósticos incidirá sobre a renda liquida dos concursos realizados pelos órgãos do Poder Público e será de cinco por cento da movimentação global quando tratar de apostas em prado de corridas, sorteio de números ou de quaisquer modalidades de símbolos.

74 Damiana foi casada com Alfredo por 5 (cinco) anos, o que se comprova por meio de sua certidão de casamento. Em abril de 2015, Alfredo faleceu, em decorrência de assalto sofrido nas dependências do seu empregador. Na condição de dependente, Damiana tem direito à pensão pela morte de Alfredo, benefício que lhe será pago por apenas 2 (dois) anos, já que não contava, quando do óbito, com tempo mínimo de casamento.

75 O FAP (Fator Acidentário de Prevenção) é um multiplicador variável num intervalo continuo de cinco décimos (0,5000) a dois inteiros (2,000) que veria anualmente e incide sobre o SAT.

76 É obrigação acessória da empresa, arrecadar a contribuição do segurado empregado, do trabalhador avulso e o contribuinte individual a seu serviço, descontando-a da respectiva remuneração.

77 A imunidade dos aposentados e pensionistas refere-se a não incidência em relação ao recebimento de benefício, não contemplando a hipótese de o aposentado retornar ao trabalho, situação que determinará a cobrança de contribuição em relação a essa nova atividade.

78 A renda mensal dos dependentes relativa à pensão por morte do segurado que falecer em atividade, sem ser aposentado, corresponderá a 100% da aposentadoria a que esse segurado teria direito caso se aposentasse por invalidez.

||INSS_22/02/2016||

ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS

||INSS_22/02/2016|| ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS 79 Considere a seguinte situação hipotética: Adalgisa exerceu, por

79 Considere a seguinte situação hipotética: Adalgisa exerceu, por conta própria, atividade econômica de natureza urbana até dezembro de 1999, quando suspendeu os recolhimentos à previdência social, após tê-los feito ao longo de 180 meses, pois deixou de exercer atividade remunerada. Em fevereiro de 2.003, aos 66 anos de idade, Adalgisa faleceu. Nessa situação, embora Adalgisa já contasse com 180 contribuições mensais à previdência social, seus dependentes não farão jus à pensão, pois ocorreu a perda da qualidade de segurada.

Acerca dos segurados e dos benefícios da previdência social, julgue os itens a seguir:-

80 Mesmo quando a perícia médica inicial concluir pela incapacidade definitiva para o trabalho, a aposentadoria por invalidez deverá ser precedida de auxílio-doença.

81 O segurado empregado terá computados, no cálculo do valor da renda mensal do benefício, todos os salários-de- contribuição relativos às contribuições devidas, ainda que não tenham sido recolhidas pela empresa.

82 O professor de ensino médio que comprovar, como tempo total para fins de aposentadoria, apenas tempo total de atividade docente em sala de aula e atividades afins, poderá aposentar-se com vinte e cinco anos de contribuição.

83 Considere a seguinte situação hipotética: Marília, ensacadora de café, que presta serviços a diversas empresas, sem vínculo empregatício e com a intermediação do sindicato de sua categoria profissional, obteve a guarda judicial, para fins de adoção, de Fernando, que tem três anos de idade. Nessa situação, Marília terá direito ao salário maternidade por sessenta dias.

84 Considere a seguinte situação hipotética: Lucas, que é segurado da previdência social e exerce duas atividades concomitantes, como contribuinte individual e como empregado, incapacitou-se definitivamente para aquela que exerce como empregado. Nessa situação, Lucas será aposentado por invalidez em relação à atividade para a qual se incapacitou, enquanto a incapacidade não se estender à outra atividade.

85 O fator previdenciário será calculado mediante fórmula que considere a idade, a expectativa de sobrevida e o tempo de contribuição do segurado ao se aposentar.

86 Após a filiação e o primeiro recolhimento, o segurado facultativo poderá recolher contribuições em atraso, desde que não tenham decorrido doze meses da cessação dos recolhimentos.

87 O ministro de confissão religiosa é segurado obrigatório da previdência social, na qualidade de empregado.

88 É vedada a inscrição de segurado após a sua morte, exceto em caso de segurado especial.

89 A filiação ao RGPS representa ato volitivo em relação ao trabalhador associado a cooperativa que, nessa qualidade, presta serviços a terceiros.

90 A filiação materializa a inscrição junto ao RGPS e objetiva a identificação pessoal do segurado.

91 O servidor, civil ou militar, amparado por regime próprio, que venha exercer, concomitantemente, uma ou mais atividades abrangidas pelo RGPS não precisa contribuir em relação a

essas

previdenciária.

atividades,

pois

elas

possuem

cobertura

92 Equiparam-se aos filhos, mediante declaração escrita do segurado, comprovada a dependência econômica na forma estabelecida pela legislação, o enteado e o menor sob guarda, desde que não possuam bens suficientes para seu sustento e educação.

93 Entre as várias situações cobertas pela previdência social, está

a concessão do salário família e o auxílio reclusão para os dependentes dos segurados que recebam remuneração até o teto de contribuição do INSS.

A respeito dos benefícios do RGPS, julgue os itens a seguir:-

94

A

perda da qualidade de segurado implica a caducidade da

proteção previdenciária, contudo, caso o trabalhador tenha contribuído, pelo mínimo, pelo número de meses exigido para efeito de carência do respectivo benefício, poderá requerer a concessão de aposentadorias: especial, por tempo de contribuição e por idade.

95

Considere a seguinte situação hipotética: Sérgio, segurado da previdência social na qualidade de contribuinte individual, é eletricista e presta serviço de natureza eventual a diversas empresas, sem relação de emprego, sendo chamado para trabalhar, principalmente, em estabelecimentos de saúde, onde já conhecem a qualidade de seu serviço. Nessa situação, caso comprove que em várias oportunidades esteve exposto a condições especiais que prejudicaram sua saúde e a sua integridade física, cumprida a carência exigida e o tempo de contribuição, conforme o caso, Sergio fará jus a uma aposentadoria especial do INSS.

96

De acordo com a legislação previdenciária, auxílio-doença é o benefício a que o segurado tem direito quando, após a consolidação das lesões decorrentes de acidente de qualquer natureza, resultar sequela definitiva que implique redução da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia.

Jairo, empregado da empresa Cervejaria Bem Gelada S.A., presta serviços de natureza urbana, em caráter não eventual, sob subordinação e mediante remuneração, e está inscrito no Regime Geral de Previdência Social estabelecido pela Lei 8.213/91. A relação de emprego teve início em janeiro de 2.003 e é o seu primeiro emprego. Jairo é casado com Maria, servidora pública ocupante de cargo em comissão da União, sem vínculo efetivo. O casal tem dois filhos menores, Nádia, com 2 anos de idade e Bruno com 1 ano de idade. Com base nessa situação hipotética e no que dispõe a Lei 8.213/91, julgue os seguintes itens:

97

A previdência social considera Jairo e Maria segurados obrigatórios como empregados.

98

Na hipótese da morte de Jairo, os dependentes Maria, Nádia e Bruno devem receber da previdência social a pensão por morte e deve continuar a receber o salário família a que faz

jus o de cujus.

99

Caso Jairo sofra um ato de agressão por parte de um companheiro de trabalho, no local e horário de expediente, a ponto de causar redução temporária da sua capacidade para o trabalho, a previdência social deverá classificar esse ato como acidente de trabalho.

100

A

cervejaria deverá comunicar qualquer acidente de trabalho

sofrido pelos seus empregados à previdência social até o primeiro dia útil do mês seguinte e, em caso de morte, até 5

||INSS_22/02/2016||

ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS

||INSS_22/02/2016|| ALFACON CONCURSOS PÚBLICOS dias após a ocorrência do fato, à autoridade competente, sob pena de

dias após a ocorrência do fato, à autoridade competente, sob pena de multa.

101

Nexo Técnico Epidemiológico é aquele que ocorre quando há relação entre a atividade econômica da empresa e a entidade mórbida motivadora da incapacidade. Quando a perícia médica do INSS reconhece sua ocorrência, o empregador pode requerer a sua não aplicação, apresentando impugnação, de cuja decisão caberá recurso com efeito suspensivo.

102

Josué, mecânico de manutenção, trabalha em uma grande montadora. Há 6 (seis) meses, descobriu ser portador de doença degenerativa na coluna. Desde então, não tem condições de trabalho, sendo evidente sua incapacidade total

temporária para o trabalho. Neste caso, Josué tem direito de receber auxílio-doença acidentário, benefício que independe de carência.

e

103

O

trabalhador rural, na condição de segurado especial, sujeito

à contribuição obrigatória sobre a produção rural comercializada, somente fará jus à aposentadoria por tempo de contribuição se provar que recolheu contribuições

facultativas.

104

Maria Clara, contribuinte empregada pelo Regime Geral de Previdência Social desde 1994, deseja contribuir acima do valor máximo permitido pela previdência social. Assim, propõe na justiça ação contra o Instituto Nacional do Seguro Social INSS, alegando que tem direito de contribuir acima do limite legal, pois deseja se aposentar com um valor acima do valor máximo pago pelo INSS. Assim, é correto afirmar, perante a legislação previdenciária de Custeio, que o pedido de Maria deve ser aceito pelo judiciário.

105

As associações desportivas que mantém equipe de futebol profissional recolhem contribuição substitutiva. Caberá à entidade promotora do evento promover o desconto de 5% (cinco por cento) da receita líquida decorrente dos espetáculos esportivos.

106

Ernani, inscrito na previdência social na qualidade de contribuinte individual, trabalha por conta própria, recolhendo 11% do valor mínimo mensal do salário de contribuição. Nessa situação, para fazer jus ao benefício de aposentadoria por tempo de contribuição, deverá recolher mais 9% daquele valor, acrescido de juros.

107

À luz dos princípios da isonomia e da equidade na forma de participação do custeio da seguridade social, ao legislador não é permitido fixar, para empresas ou entidades a elas equiparadas, alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas em razão da atividade econômica desenvolvida.

108

A norma constitucional estabelece que nenhum benefício que substitua salário de contribuição ou o rendimento do trabalho do segurado terá valor inferior ao salário mínimo. À luz desta regra, pode-se afirmar que nenhum benefício pago pela Previdência Social terá valor inferior a 1 (um) salário mínimo.

109

Constitui obrigação das empresas manter atualizado o perfil profissiográfico previdenciário, abrangendo as atividades desenvolvidas pelos segurados empregados e contribuintes individuais., bem como fornecer a estes, na rescisão do contrato de trabalho ou ao término da prestação do serviço, cópia autenticada deste documento, sob pena de multa por descumprimento de obrigação acessória da legislação previdenciária.

110

O INSS é o órgão competente para instituir, arrecadar e fiscalizar o recolhimento das contribuições sociais, entre outras, devidas pelas empresas e incidentes sobre a remuneração paga, devida ou creditada aos segurados e demais pessoas físicas a seu serviço, com ou sem vínculo empregatício.

111

É

de cinco anos o prazo de decadência de todo e qualquer

direito ou ação do segurado ou beneficiário para a revisão do ato de concessão de benefício.

112

Nos termos da legislação previdenciária, o salário família pago aos segurados a seu serviço é reembolsado à empresa.

113

O

financiamento da Seguridade Social por toda a sociedade

revela, entre outros, seu caráter solidário.

Sobre a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), responda CERTO ou ERRADO.

114

O benefício de prestação continuada é a garantia de um salário-mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 60 (sessenta) anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção nem de tê-la provida por sua família.

115

Para os efeitos legais, família é composta pelo requerente, o cônjuge ou companheiro, os pais e, na ausência de um deles,

a

madrasta ou o padrasto, os irmãos solteiros, os filhos e

enteados solteiros e os menores tutelados, desde que vivam sob o mesmo teto.

116

O benefício de prestação continuada, no valor de 1 (um) salário mínimo, não pode ser acumulado pelo beneficiário com nenhum outro no âmbito da seguridade social ou de outro regime.

117

O

benefício de prestação continuada deve ser concedido em

caráter irrevogável.

118

O

benefício de prestação continuada será suspenso pelo órgão

concedente quando a pessoa com deficiência exercer atividade

remunerada, inclusive na condição de microempreendedor individual, não podendo ser restabelecido, em qualquer hipótese.

119

A

contratação de pessoa com deficiência como aprendiz não

acarreta a suspensão do benefício de prestação continuada,

limitado a 2 (dois) anos o recebimento concomitante da remuneração e do benefício.

120

A condição de acolhimento em instituições de longa permanência impede o direito do idoso ou da pessoa com deficiência ao benefício de prestação continuada, já que é prova de que não há o requisito miserabilidade.