You are on page 1of 3

Coincidncia no,destino

Nunca fui daquelas pessoas que acreditam em


coincidncias,acho uma grande besteira isso na minha opinio s existe
destino,ou seja,aquilo tem que acontecer.

Minha vida parecia um filme de fico cientifica nunca


mudava,sempre era a mesma coisa at a uns dias atrs,de uma hora para
outra mudou de sobrenatural para contos de fadas,foi de uma noite pro
dia,literalmente . Talvez eu no demonstrasse, mas eu gostava do meu
filme de fico cientificaque eu vivia a cada dia. Em um dia muito
temperado chegou aquele sorriso ingnuo, meio maldoso,com um pouco
de sinceridade,ou era apenas um sorriso qualquer que eu no conseguia
enxergar dessa forma.

De um dia pra noite meus 32(trinta e dois)dentes s viviam


expostos pra luz do sol ou para as estrelas,na verdade fiquei assim
durante alguns dias,todos os meus pensamentos giravam a 360km/h
entorno daquele sorriso,acredito que todas as minhas amigas ficaram
tambm muito impressionadas,mas no com aquele sorriso e sim
comigo,passei de gelo,fria para a derretida,quente e daquele dia em
diante costumei ser bem diferente. Passaram-se alguns dias como
sempre,ou por pouco tempo talvez eu continuava ainda a
sorridente,sempre vendo ele no mesmo horrio com o mesmo sorriso
maldoso e ao mesmo tempo sincero,cercado de amigos,nunca sozinho.

Em uma noite muito chuvosa onde toda a minha famlia estava


reunida,sem nenhuma espera a campainha,me surpreendi com o que eu
vir,era o dono daquele sorriso que quase eu no reconhecia,j que estava
morrendo de frio,tremendo ns braos de uma moa,sim,era a dona dele,a
dona do meu cachorrinho.
Emilly dos Santos Pereira