Вы находитесь на странице: 1из 5

UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE - UNIVALE

U NIVERSIDADE V ALE DO R IO D OCE - U NIVALE Faculdade de Engenharia Engenharia

Faculdade de Engenharia

Engenharia Civil

Francielle Dutra de Assunção

Resenha Crítica Estudos de caso sobre a minimização e reutilização de resíduos sólidos industriais.

Gerenciamento de Resíduos Sólidos 8º Período Prof.: Hernani Ciro Santana

Governador Valadares, 03 de Abril de 2017

U NIVERSIDADE V ALE DO R IO D OCE - U NIVALE Faculdade de Engenharia Engenharia

Resíduo Sólido Industrial, também conhecido como lixo industrial, é o resíduo proveniente de processos industriais. O processo de produção industrial é muito variado, o que gera diversos tipos de resíduos sólidos, líquidos e gasosos, devido aos diferentes tipos de indústrias e seus processos e dejetos resultantes, sendo que alguns podem ser reutilizados. Os resíduos sólidos industriais são um dos muitos problemas decorrentes da era do industrialismo que continuam sem solução. Dado o rápido desenvolvimento industrial que acompanha o avanço tecnológico, tais resíduos têm sido até hoje um dos maiores responsáveis pela degradação ambiental.

Quando se libera resíduos industriais no meio ambiente, ocasiona a poluição do ar, água e do solo, visto que atualmente, esses resíduos são considerados um problema ambiental, devido ao grande volume gerado, afetando também a saúde pública e tendo dificuldade para se conseguir áreas para sua disposição. Devido a isso, é de suma importância que a indústria conheça a caracterização dos resíduos por ela gerados, para que seja possível seu armazenamento, transporte e disposição. A função social das empresas é obter melhoria no seu desempenho ambiental, pois além de melhorar o relacionamento com seus clientes e órgãos ambientais de controle, atendem as ONG’s e sociedade em geral. Para se obter vantagens competitivas no mercado, sobretudo no externo, as empresas devem seguir mais que apenas os padrões mínimos expressos na legislação ambiental.

As indústrias de fabricação e transformação de materiais produzem certa quantidade de resíduos que nem sempre são reaproveitados ou tem um destino correto. Quando se é dado um destino correto a estes subprodutos, eles podem ser reutilizados diretamente ou aproveitados como matéria prima básica em outros processos industriais. Para que se tenha eficácia nessa política ambiental, a atual gestão ambiental nas empresas exige que sejam realizados esforços contínuos para melhoria do desempenho ambiental da organização e um dos focos dessa gestão é o destino correto desses subprodutos, evitando assim danos ao meio ambiente e também que a empresa sofra uma penalização ambiental.

Minimizar a geração de um resíduo significa, então, reduzir custos com tratamento e destinação final de resíduos, e melhorar a segurança e o desempenho ambiental da organização. Essa minimização faz parte de um novo conceito de gerenciamento de resíduos baseado em medidas que visam reduzir ao máximo, a quantidade de resíduos a ser tratada ou disposta. Esse conceito possui uma estrutura de ação fundamentada na prevenção e reciclagem de resíduos.

Segundo consta no Waste Minimization Opportunity Assessment Manual - WMOAM (1988), o programa de minimização de resíduos consiste num esforço sistematizado,

compreensível e contínuo para redução da geração de poluentes; (

...

),

sua sistemática

envolve um cuidadoso planejamento e determinação dos objetivos a serem alcançados, o estudo do processo de geração de resíduo com seleção das áreas específicas de aplicação do programa e elaboração de alternativas de minimização, uma avaliação da viabilidade das alternativas quanto aos aspectos técnico, ambiental e econômico, seleção das melhores opções e, por fim, a implementação”. O objetivo do procedimento de avaliação de alternativas de minimização é identificar caminhos para a redução ou eliminação de poluentes industriais, e seu conceito pode ser aplicado a qualquer processo de produção. A análise dos resultados deve ser feita continuamente, a fim de avaliar o desempenho do programa no que se refere à concretização das metas traçadas no planejamento. Esse procedimento fundamenta a concepção, o planejamento, desenvolvimento, implementação e manutenção de tais sistemas. Devido à flexibilidade do programa de minimização de resíduos, é possível que o mesmo seja implantado de diferentes maneiras, o que possibilita a instalação em diferentes tipos industriais, visando que cada uma tem suas características individuais.

Prevenção de poluição, redução de resíduos, tecnologias limpas, tecnologias ambientais e tecnologia de baixo ou nenhum resíduo, são outros termos que podem ser aplicados para a minimização de resíduos industriais. Diante da necessidade de controlar e melhorar o desempenho ambiental, as organizações passaram a reconhecer que as questões ambientais passaram do controle para a prevenção de poluição, e a minimização de resíduos faz parte de um novo conceito de gerenciamento que possui uma estrutura de ação fundamentada na sua prevenção e reciclagem. Esse novo modo de ver as coisas tem se mostrado mais efetivo para combater o aumento da degradação do meio ambiente, bem como para atender a normas ambientais, além de melhoras a imagem pública da empresa e reduzir desperdícios financeiros. A efetividade de um programa de gerenciamento depende, além dos aspectos tecnológicos, dos aspectos educacionais, políticos e legais. Quando se tem todos esses itens envolvidos na resolução do problema é que se pode garantir seu sucesso.

De acordo com FREEMAN (1990), muitos antigos manuais de operação contêm diversos métodos de redução, por meio de técnicas de otimização de processo, que são aplicados e discutidos até hoje. Isso mostra que muitas técnicas não dependem apenas das altas tecnologias, sendo elas até simples, o que favorece a todas as indústrias que se preocupam com a minimização e reutilização dos resíduos sólidos, como por exemplo, aumento de treinamento e melhoria do gerenciamento, o que pode, significativamente, reduzir a taxa de geração de poluentes.

Assim sendo, o estudo de alternativas de minimização e reutilização de resíduos sólidos na indústria inclui todas as atividades que reduzam ou eliminem poluentes do ambiente, exigindo, entre outros fatores, uma nova abordagem de projeto e monitoramento do processo industrial.

Referências Bibliográficas

Waste Minimization Opportunity Assessment Manual - WMOAM

<https://babel.hathitrust.org/cgi/pt?id=mdp.39015043263022;view=1up;seq=1>

Acessado em 02 de Abril de 2017. <http://www.pg.utfpr.edu.br/dirppg/ppgep/dissertacoes/arquivos/44/Dissertacao.pdf> Acessado em 02 de Abril de 2017. <http://assets.cimm.com.br/uploads/cimm/publicacao/arquivo/56/PDFOnline.pdf> Acessado em 03 de Abril de 2017. <http://revistas.usp.br/risco/article/viewFile/44784/48415> Acessado em 03 de Abril de 2017.