Вы находитесь на странице: 1из 1

A REFLEXO SOBRE O PROBLEMA DO MAL EM PAUL RICOEUR

Flvio Anderson Pereira Leite1

Resumo

O problema do mal e sem dvida um dos temas centrais do pensamento de Paul


Ricoeur. Em seus trabalhos, verifica-se como o mal fora avaliado pela tradio tanto
filosfica como teolgica. O pensador francs faz um enorme painel dos mitos do
mal entre os sumrios, gregos e judeus-cristos, estudando-os comparativa e
criticamente. Para Ricoeur, os mitos explicam a origem do mal no mbito csmico,
mas no dizem nada sobre a condio humana individual. Assim, as primeiras
respostas filosfico-teolgicas apoiam-se na ideia de retribuio do mal cometido
individualmente. Para o nosso pensador, o mal um problema antropolgico porque
este se situa na m ao humana. Segundo Paul Ricoeur, a natureza do mal est na
liberdade do homem. O mal se torna existente a partir da prtica do homem que o
cria a partir de atitudes eticamente corrompidas. Portanto liberdade e mal so dois
termos que se implicam mutuamente, sendo que o mal s passa a existir a partir da
ao do homem fundada em sua liberdade. O nosso objetivo neste trabalho
assinalar que o principal vetor, em funo do qual se estrutura o pensamento de
Paul Ricoeur, justamente o objetivo de oferecer uma perspectiva tica frente ao
mal e apresentar os nveis de discurso na especulao do mal. So cinco os nveis
de discurso na especulao sobre o mal propostos por Ricoeur, aos quais por si s,
designa por estgios. O nvel do mito, o estgio da sabedoria, o estgio da gnose e
da gnose antignstica, o estgio da teodicia e por fim o estgio da dialtica
quebrada. Ricoeur critica justamente a posio onto-teolgica em que o problema do
mal apresentado, a dimenso onto-teolgica dada ao problema do mal o mascara,
na medida em que visto sobre sua relao bondade e potncia de Deus.

Palavras-chave: Mal, Sofrimento, tica.

1 Mestrando em Cincias da Religio na Universidade Catlica de Pernambuco (UNICAP). Graduado


em Teologia (SPN) e Licenciatura em Filosofia (FSF). E-mail: fulvioleitepr@gmail.com.