You are on page 1of 7

Acta número cinco

Aos dezassete dias do mês de Maio do ano dois mil e dez, pelas dezoito horas,

na sala dezanove da Escola Básica Integrada da Cordinha, reuniu em assembleia o

Conselho Geral do Agrupamento de Escolas da Cordinha, sob a presidência do Docente

António Martins, com a presença de todos os seus elementos, à excepção da

representante dos Pais e Encarregados de Educação, Ana Borges, do representante da

Autarquia, Carlos Maia, do representante da Comunidade, João Dinis, e da

representante do Pessoal Não Docente, Alcina Rodrigues, sendo a última substituída

pela suplente Maria Manuela Pratas.

A reunião teve a seguinte ordem de trabalhos:

Ponto um - Informações;

Ponto dois - Apresentação do relatório periódico de execução do Plano Anual

de Actividades relativo ao segundo período;

Ponto três - Linhas orientadoras do planeamento e execução, pelo Director,

das actividades no domínio da Acção Social Escolar;

Ponto quatro- Critérios para a participação do Agrupamento em actividades

pedagógicas, científicas, culturais e desportivas;

Ponto cinco - Ponto cinco - Outros assuntos.

O Presidente do Conselho Geral deu início à reunião começando por agradecer a

presença de todos e passou à leitura da acta da reunião anterior que foi aprovada com

duas abstenções, uma da representante do Pessoal Docente, Rosa Dinis, e outra da

representante do Pessoal Não Docente, Maria Manuela Pratas.

No primeiro ponto da ordem de trabalhos, informações o Presidente do

Conselho Geral começou por dar os parabéns ao Director pela iniciativa do

Agrupamento em realizar no dia doze de Maio, e no âmbito da comemoração do

centenário da implementação da República, o encontro temático “… da Monarquia à

República”. Também manifestou a sua satisfação em ficar a saber o verdadeiro motivo

da implementação do feriado municipal. De seguida, leu o correio electrónico enviado

pelo representante da Comunidade, João Dinis, solicitando, se possível, uma

1 de 7
auscultação prévia sobre as datas das futuras reuniões, uma vez que tem uma vida

profissional bastante ocupada, reside em Coimbra e gostaria de participar nas

reuniões do Conselho Geral. O Presidente do Conselho Geral, na medida do possível,

vai, via correio electrónico, averiguar da disponibilidade dos elementos do Conselho

Geral, antes do envio das futuras convocatórias.

Ainda neste ponto, o Presidente do Conselho Geral deu a palavra ao Director do

Agrupamento, Carlos Carvalheira, a fim de transmitir aos presentes informações

relativas à vida do Agrupamento. O Director começou por saudar todos e referiu que

este é um órgão extremamente importante, sendo por isso fundamental a presença de

todos para conhecer o que se vai passando na vida do Agrupamento. Informou que, na

semana anterior, realizaram-se as Provas de Aferição, tendo estado presente uma

Inspectora da Inspecção-Geral da Educação que nada teve a apontar à forma como

decorreram as provas. Também comunicou que, amanhã, dia dezoito de Maio, haverá

uma monitorização do Projecto Turma Mais. Relativamente ao nono ano, as taxas não

estão a ir de encontro às pretendidas. Tem havido dedicação e trabalho por parte dos

professores, mas os alunos não demonstram o empenho necessário para chegar ao

sucesso escolar. Assim, vai aguardar sugestões para agir em conformidade.

O Director referiu que está a ser preparada, nos mesmos moldes dos anos

anteriores, a “Expo-Escolas”, ficando dependente das sugestões apresentadas pelos

conselhos de docentes e departamentos. Apelou à presença de todos nesta iniciativa,

nomeadamente, nas exposições que retratam a aprendizagem e desenvolvimento dos

alunos.

Relativamente à rede escolar, o Director referiu que se mantém a prevista, à

excepção do Curso de Educação e Formação de Assistente Familiar e de Apoio à

Comunidade, sendo este último substituído pelo Curso de Educação e Formação de

Assistente de Serviço de Mesa, uma vez que não houve um número suficiente de

inscrições. Também referiu que o Curso de Educação e Formação de Assistente

Familiar e de Apoio à Comunidade foi uma experiência positiva, tendo contado sempre

com o apoio e a disponibilidade do Centro Paroquial.

2 de 7
Em relação ao Primeiro Ciclo, o Director informou que os alunos começaram a

frequentar as piscinas municipais. Por fim, perguntou se existia alguma questão, uma

vez que o Conselho Geral é um espaço de debate e esclarecimento. Não havendo

qualquer tipo de questão passou-se ao ponto seguinte da ordem de trabalhos.

No segundo ponto da ordem de trabalhos, apresentação do relatório periódico

de execução do Plano Anual de Actividades relativo ao segundo período, o

Presidente do Conselho Geral passou a palavra ao Director do Agrupamento que fez

uma breve apresentação do relatório do Plano Anual de Actividades relativo ao

segundo período, tendo explicado que o documento reflecte a dinâmica e o trabalho

desenvolvido no Agrupamento, compilando os relatórios que vão sendo elaborados

pelos conselhos de docentes e departamentos responsáveis pela realização das

mesmas actividades. O Director referiu que as actividades se realizaram na sua quase

totalidade, transitando para o terceiro período as que não se realizaram no segundo

período. Assim, foram cumpridos os objectivos delineados pelo Agrupamento,

realizando-se um trabalho de articulação e de entreajuda entre os diversos ciclos,

nomeadamente no que se refere ao tema do Centenário da Implantação da República.

Relativamente a este último tema, as representantes do Pessoal Docente, Rosa Dinis e

Maria João Damásio, referiram que as actividades estão a decorrer normalmente e

procuram desenvolver as competências pedagógicas previstas.

No âmbito das visitas de estudo, o Director informou que todos os alunos

beneficiaram das previstas.

Relativamente à actividade “Pequeno Cientista”, a representante do Pessoal

Docente, Cristina Carreiró, referiu o entusiasmo dos alunos do Pré-Escolar aquando da

vinda dos docentes do segundo e terceiro ciclos aos Jardins de Infância do

Agrupamento.

O Director referiu que o bisneto de Alfredo Keil, autor do hino “A Portuguesa”,

montou, no antigo ginásio, a exposição “Bandeiras do Centenário”. Por este motivo,

apelou à visita dos professores em conjunto com os seus alunos, uma vez que estes

últimos não têm dado a devida atenção à exposição. A representante do Pessoal Não

3 de 7
Docente, Maria Manuela Pratas, referiu que a presença de um professor é

fundamental para acompanhar e explicar a exposição aos alunos. O Director informou

que esse assunto já foi debatido em Conselho Pedagógico. A representante da

Autarquia, Maria da Graça Silva, referiu que os espaços do Município estão disponíveis

para qualquer espólio ou exposição que o Agrupamento queira partilhar.

Por fim, o relatório periódico de execução do Plano Anual de Actividades

relativo ao segundo período teve uma apreciação positiva por unanimidade.

No terceiro ponto da ordem de trabalhos, linhas orientadoras do planeamento

e execução, pelo Director, das actividades no domínio da Acção Social Escolar, o

Presidente do Conselho Geral esclareceu que de acordo com o Decreto-Lei n.º

75/2008, de 22 de Abril, artigo 13.º, ponto 1, alínea i), compete ao conselho Geral

definir as linhas orientadoras do planeamento e execução, pelo director, das

actividades no domínio da acção social escolar. Assim sendo, foi elaborado em

conjunto com o Director um documento que foi enviado por correio electrónico para

consulta prévia. O Director agradeceu ao Presidente do Conselho Geral o trabalho

desenvolvido na elaboração do documento e informou os presentes que o documento

pretende nortear a Acção Social Escolar e tudo o que se pode fazer em benefício dos

alunos. Também considerou o documento completo.

A representante dos Pais e Encarregados de Educação, Aurora Gomes, referiu

que se têm registado problemas no transporte dos alunos do Seixo da Beira para o

Ervedal da Beira, nomeadamente na fiscalização dos passes por parte dos Transportes

Marques. O Director e a representante da autarquia, Maria da Graça Silva,

esclareceram os presentes sobres os procedimentos adoptados pela transportadora e

os procedimentos a adoptar pelos próprios alunos e/ou pais ou encarregados de

educação. No entanto, vão estar atentos aos problemas e continuar a adoptar as

medidas necessárias à resolução dos mesmos.

O documento foi aprovado por unanimidade.

No quarto ponto da ordem de trabalhos, critérios para a participação do

Agrupamento em actividades pedagógicas, científicas, culturais e desportivas, o

4 de 7
Presidente do Conselho Geral esclareceu que de acordo com o Decreto-Lei n.º

75/2008, de 22 de Abril, artigo 13.º, ponto 1, alínea p), compete ao conselho Geral

definir os critérios para a participação da escola em actividades pedagógicas,

científicas, culturais e desportivas. Foi elaborado em conjunto com o Director um

documento que foi enviado por correio electrónico para consulta prévia. De novo, o

Director agradeceu ao Presidente do Conselho Geral o trabalho desenvolvido na

elaboração do documento e referiu que o documento poderá vir a sofrer alterações.

A representante do Pessoal Docente, Maria João Damásio, sugeriu que as

actividades promovam a igualdade de género.

A sugestão foi aceite e adida ao documento, sendo o mesmo aprovado por

unanimidade.

No quinto ponto da ordem de trabalhos, outros assuntos, o Presidente do

Conselho Geral começou por informar que a actividade do Primeiro Ciclo

“Telecomunicações”, prevista no Plano Anual de Actividades, foi alterada por motivo

de dificuldades de transporte, dado o número elevado de alunos. Assim, a actividade

foi remodelada em quatro visitas de estudo, a saber:

- uma visita de estudo à Estação de Tratamento de Águas na Sra. Do Desterro – São

Romão e ao Museu do Brinquedo, no dia dezanove de Maio, organizada pelos docentes

do Primeiro Ciclo da Escola Básica Integrada da Cordinha;

- uma visita de estudo ao Parque Biológico da Serra da Lousã, integrada na Quinta da

Paiva, em Miranda do Corvo, no dia vinte e quatro de Maio, organizada pelos docentes

do Primeiro Ciclo da Escola Básica Integrada da Cordinha;

- uma visita de estudo ao Exploratório de Coimbra, no dia quinze de Junho, organizada

pelos docentes da Escola do Primeiro Ciclo do Ensino Básico de Vila Franca da Beira e

da Escola do Primeiro Ciclo do Ensino Básico de Seixas;

- uma visita de estudo a Tomar, no dia nove de Junho, organizada pelos docentes da

Escola do Primeiro Ciclo do Ensino Básico de Seixo da Beira.

5 de 7
Atendendo ao interesse máximo dos alunos foi decidido aprovar a remodelação

desde que o Conselho Pedagógico desse um parecer positivo relativamente à visita de

estudo a Tomar.

Ainda neste ponto, foram propostas novas visitas de estudo e actividades a

incluir no Plano Anual de Actividades, a saber:

- uma nova visita de estudo à Anta da Arcaínha de Seixo da Beira, no dia dezanove de

Maio, organizada pelos docentes da Escola do Primeiro Ciclo do Ensino Básico e do

Jardim de Infância de Seixas. Esta visita surge na sequência da visita de estudo do

dia dezanove de Março ao mesmo local e de acordo com um projecto desenvolvido pela

Junta de Freguesia do Seixo da Beira;

- uma visita de estudo ao Centro Hípico Montebelo, zona histórica de Viseu e unidade

de Pediatria do Hospital São Teotónio, no dia onze de Junho, organizada pelos

docentes do sexto B, Carla Cardoso e Pedro Faro;

- a actividade “Dia Mundial da Criança – Pré-Escolar”, no dia um de Junho;

- a actividade “Convívio Desportivo do Pré-Escolar”, no dia dezoito de Junho.

Atendendo ao interesse máximo dos alunos foi decidido aprovar as visitas de

estudo e as actividades desde que o Conselho Pedagógico desse um parecer positivo

relativamente às actividades.

A representante da Autarquia, Maria da Graça Silva, informou que irá decorrer

de oito a treze de Junho a Feira do Livro e que conta com o lançamento do livro do

Pré-Escolar no dia oito. Cada dia terá um tema específico. Assim, o dia nove será

dedicado às Instituições Públicas de Serviço Social, o dia dez à comemoração do dia

de Camões e das comunidades, o dia onze ao Ensino Básico (primeiro, segundo e

terceiro ciclos), o dia doze às tradições (jogos tradicionais) e o dia treze ao

nascimento de Fernando Pessoa com um leque variado de actividades relacionadas com

o poeta. Serão disponibilizados os transportes municipais para as visitas à feira.

Também referiu que o concurso literário não se vai realizar, devido às actividades

iniciadas pelos Coordenadores das Bibliotecas. Vai ser dada continuidade ao projecto

“À Conversa com Livros”, cujas gravações vão ser divulgadas na Rádio Boa Nova no

6 de 7
início de Junho. O Agrupamento será informado das datas de divulgação das suas

gravações.

A representante do Pessoal Docente, Rosa Dinis, referiu que este último

projecto é interessante, mas lamenta o desfasamento temporal entre a gravação e a

sua divulgação, pois constrange de alguma forma os alunos que participaram nas

gravações, uma vez que estes ficam ansiosos por não ouvir a sua voz na rádio.

A representante da Autarquia, Maria da Graça Silva, informou que só uma

pessoa recolheu todas as gravações, daí o desfasamento temporal. Também informou

que relativamente ao Dia das Actividades de Enriquecimento Curricular, e procurando

optimizar os transportes dispensados para a Feira do Livro, este não se vai realizar no

dia quatro de Junho, mas vai existir uma articulação com os responsáveis pelas

Actividades de Enriquecimento Curricular de modo a haver um espaço na Feira do

Livro dedicado às mesmas actividades. Por fim, agradeceu a colaboração do

Agrupamento na actividade “Dramatizando”.

Nada mais havendo a tratar, deu-se por encerrada a reunião, da qual se lavrou a

presente acta que, depois de lida a aprovada, será assinada pelo respectivo presidente

e por mim que a secretariei.

O Presidente do Conselho Geral, A Secretária,

____________________ ____________________

7 de 7