Вы находитесь на странице: 1из 19

3 ª . Parte

Sumário

Energia Potencial para forças gravitacionais

Fatores que podem afetar g

Velocidade de escape

Esfera maciça (Newton)

Relatividade Geral

Buracos Negros

Os limites da Lei da Gravitação de Newton

Lei da Gravitação de Newton

Algumas órbitas de planetas e satélites são elipses com excentricidades pequenas, podendo ser aproximadas por órbitas circulares.

Podemos considerar a força de

atração gravitacional como uma força centrípeta!

c

F

m

;

v

2

a c



G M

F 

2

G

6,67

10

11

3

m kg

 m F
m
F

F

F

c

a

c

G M F  2 G  6,67  10  11 3 m kg 

Energia Potencial para forças gravitacionais

GMm

F 

2

r

r ˆ

dU

F

 

ds



; U W

F dr

r

 

GMm

r

2

dr

Integrando:

U

GMmr

2

dr  GMmr

U() 0

C 0

Daí:

U (r) 

GM

1

C

(A variação da energia potencial é igual ao negativo do trabalho)

C  0 Daí: U ( r )  GM  1  C ( A

Energia Potencial Gravitacional

Força Conservativa

U independe da trajetória

r

2

   gravit . U  F  ds   r 1 
gravit .
U

F
ds
r
1
 r
2
r
1
 U
U
U
ds 
r1

r2

 r 2 r 1  U  U  U  ds  r1 r

r

2

r

1

GMm

r

2

r

GMm

1

ds

r

r

1

F

U (r) 

GM

Na vizinhança da Terra… Seja U’ a energia potencial, tal que: U’ = 0, quando r =R:

U(r) GMm GMm GMm ' U ( r ) U r U R  (
U(r)
GMm
GMm
GMm
'
U
(
r
)
U r U R 
(
)
(
)
(
r
R
)
r
R
rR
GM R
U '(h) 
mh
;
h
R
r
2
0
r
h
GM
R
r
g
 9,8
2
U´(h)  mg
GM

Na vizinhança da Terra…

g  g´(r) R r 0 h GMm GM F ( r )  
g 
g´(r)
R
r
0
h
GMm
GM
F
(
r
)
 mg
 
g
(
r
) 
Mm
2
2
r
r
2
2
GM
GM
  
R
R
g
 ( ) 
h
!
 g
 g
2
2
r
R
r
R
h
  
2
6
GM
 6,37
 10
2
Ex. :
g
(400 km)
9,83
 8,70 m/s
6
2
6,77
 10

Fatores que podem afetar g

Fatores que podem afetar g 1) A Terra não é uniforme! 2) A Terra não é

1) A Terra não é uniforme!

2) A Terra não é exatamente uma esfera o raio Equatorial é 21 Km maior do que nos polos. Portanto, g é maior nos polos!

3) Movimento de rotação da Terra

Fatores que podem afetar g

3) Movimento de rotação da Terra

a c rˆ P = ma g
a c
P = ma g

N

N

P

2



m

Rr ˆ

ma

c

ma

g

m

2

Rr ˆ

Supondo:

N mg

mg

´

ma

g

m

2

R

g

´

a

2

g

R

Usando R = 6,37 X 10 6 m; e = 2/T, onde T = 24 h, teremos que é menor que a g por apenas cerca de 0,034 m/s 2

Velocidade de escape

Velocidade de escape  É a velocidade mínima tal que, no infinito: E T  K
Velocidade de escape  É a velocidade mínima tal que, no infinito: E T  K

É a velocidade mínima tal que, no infinito:

E

T

KU 0

Mas, na superfície:

K

U

Daí :

v

2

esc

2

GM

R

2 gR

1

2

2

mv esc

v

esc

GMm    R  2 gR
GMm 
 R
2
gR

Então :

v

esc

6 2 gR  2  9,83  6,37  10
6
2
gR
2
9,83
6,37
10

11,2

0

km

s

Esfera maciça (Newton)

Para uma distribuição de massa esfericamente simétrica a densidade só depende do raio r :

r

Para uma esfera maciça de raio R, se o ponto é externo a

esfera, o resultado anterior da casca esférica pode ser usado. Considerando a esfera como um conjunto de cascas, cada uma podendo ser substituída pela sua massa no centro, obtém-se:

M m

r

U(r) G

dU

dr



F r

r ˆ



G

r R

M m

r

2

r ˆ

r R

Esfera maciça (Newton)

Massa m num ponto interno à esfera (r < R):

Neste caso as camadas de massa com raio maior que r não exercem força sobre m. A força é dada por:



r

M

r



F r

  F r  Gm 2 r ˆ  r R  



Gm

2

r ˆ

r R

onde

densidade seja constante,

M

está contida na esfera de raio r. Supondo que a

4

3

G



r

3

0

r



mM

R

3

r

ˆ   r

4

3

(r)

0

, teremos:

R

3

0

r

3 3

M

r

R

3

R

3

r

R

,

0

)

;

onde :

K

GmM

R

3

F
F

M

Então:



F r

ou:

F r Kr

(

Esfera maciça (Newton)

r
r
F
F

Portanto, o módulo da força

gravitacional será:

r > R :

r < R :

F



r

G

Mm

r

2

F r  F r ( )
F r

F r
(
)

mM

R

3

;

G

Kr

r

K

GmM

R

3

Distribuição esfericamente

simétrica de massa

O Teorema das Cascas Esféricas, bem como a teoria

completa da gravitação e a fundamentação da Mecânica Clássica, apareceram no livro de Newton: Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, de 1687.

Newton precisou desenvolver o cálculo infinitesimal para

demonstrar que:

atrai uma partícula externa como se toda a massa da

Uma distribuição esférica de massa

distribuição estivesse concentrada em seu centro.

Aparentemente, o fato de não ter a solução deste

problema fez Newton adiar a publicação de sua teoria da

gravitação por aproximadamente 20 anos (desde ~ 1666).

Relatividade Geral

Movimento retilíneo uniforme em um referencial inercial parece acelerado, se visto de um referencial não-inercial.

Einstein encarou a força gravitacional como uma força de inércia:

É impossível distinguir a física num campo gravitacional constante

daquela num referencial uniformemente acelerado!

 g   g g
g
g
g

"O elevador de

Einstein"

Relatividade Geral

Só precisamos de geometria para descrever trajetórias dos corpos

Einstein encarou a força gravitacional como uma

força de inércia

encarou a força gravitacional como uma força de inércia curvatura do espaço-tempo ! "Lente Gravitacional"

curvatura do espaço-tempo!

encarou a força gravitacional como uma força de inércia curvatura do espaço-tempo ! "Lente Gravitacional"
encarou a força gravitacional como uma força de inércia curvatura do espaço-tempo ! "Lente Gravitacional"
encarou a força gravitacional como uma força de inércia curvatura do espaço-tempo ! "Lente Gravitacional"

"Lente Gravitacional"

Buracos negros

Supernova: explosão de uma estrela de grande massa (M S > 10 M Sol ):

M < 1,4 M Sol , esfria e vira anã branca M > 1,4 M Sol , contrai e vira uma estrela de nêutrons (r ~ 10 km; densidade ~ 10 15 g/cm 3 )

Buraco Negro: surge quando M > 3 M Sol ;

Nada escapa de um Buraco Negro (radiação de Hawking?)

O raio de Schwarzschild R s , onde a velocidade de escape é c (luz), é chamado ´horizonte de eventos´, o limite em que algo

pode se aproximar do buraco negro e ainda tem a

possibilidade de escapar.

Buracos negros

Quando a velocidade de escape é igual à velocidade da luz:

v escape

O raio de um buraco negro de massa M será:

c

GM  2 gR  2 R 2 R
GM
 2
gR
 2
R
2
R

R

2G

2

(Raio de Schwarzschild)

Os limites da Lei da Gravitação de Newton

A lei de Newton vale para planetas e para a queda de corpos

Até onde ela ainda fica válida?

Tentativas de verificar correções à lei de Newton, que poderiam corroborar teorias de supercordas, já foram feitas

A lei de Newton continua válida!