Вы находитесь на странице: 1из 20

Importante:

Este manual aplica-se exclusivamente a secadores FD a partir dos números de série seguintes e cheios com refrigerante R404a; ver chapa de dados:

FD260:

AIQ-124 045

FD300:

AIQ-140 200

FD380:

AIQ-129 800

FD450:

AIQ-140 550

FD700:

AIQ-750 005

Este Manual de Instruções cumpre os requisitos para instruções especificados pela directiva de maquinaria 89/392/EEC e é válido para máquinas rotuladas CE assim como para máquinas rotuladas não-CE

No. 2919 1351 01

Substitui No. 2919 1351 00 e para o FD700 apenas 2919 1371 00

1998-04

para máquinas rotuladas não-CE No. 2919 1351 01 Substitui No. 2919 1351 00 e para o
para máquinas rotuladas não-CE No. 2919 1351 01 Substitui No. 2919 1351 00 e para o
para máquinas rotuladas não-CE No. 2919 1351 01 Substitui No. 2919 1351 00 e para o
Livro de Instruções Este manual de instruções descreve a forma de manusear e trabalhar com

Livro de Instruções

Este manual de instruções descreve a forma de manusear e trabalhar com a(s) máquina(s), de modo a garantir um funcionamento seguro, uma economia de operação óptima e uma longa vida útil do equipamento.

Ler atentamente este manual antes de pôr a máquina a trabalhar, para assegurar um manuseamento, funcionamento e manutenção adequados, desde o início. O programa de manutenção inclui uma série de medidas para manter o secador em boas condições. As operações de manutenção são simples mas devem ser executadas regularmente.

Manter o manual num local acessível ao(s) operador(es) e certificar-se de que o funcionamento e manutenção do secador são efectuados de acordo com as instruções. Registar todos os dados de funcionamento, manutenção efectuada, etc. num diário do operador, disponível na Atlas Copco. Observar todas as precauções de segurança relevantes incluindo as mencionadas na capa deste manual.

As reparações devem ser realizadas por pessoal qualificado da Atlas Copco, que poderá também ser contactado para informações adicionais.

Referir, em toda a correspondência, o tipo e número de série completo do secador indicados na chapa de identificação.

Em relação a todos os dados não mencionados no texto, consultar a secção “Dados principais”.

A companhia reserva-se o direito de proceder a alterações sem aviso prévio.

1 Características gerais

Página

3

1.1 Descrição geral

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

3

1.2 Circuito de ar

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

3

1.3 Circuito de refrigeração

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

5

1.4 Sistema de regulação automática

 

8

1.5 Sistema eléctrico

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

8

2 Instalação 8

2.1 Desenhos dimensionais

 

8

2.2 Proposta de instalação

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

13

2.3 Instruções de instalação

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

13

2.4 Pictogramas

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

14

3 Instruções de funcionamento

 

15

3.1 Arranque inicial

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

15

3.2 Arranque

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

15

3.3 Durante o funcionamento

 

16

3.4 Paragem

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

16

Página

3.5 Possíveis causas da temperatura de ponto de orvalho de pressão instável ou demasiado

 

elevada

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

16

4 Manutenção .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

16

5 Afinações

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

17

5.1

Válvula de expansão automática

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

17

5.2

Interruptores

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

17

6 Resolução de problemas

 

18

7 Dados principais

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

19

7.1 Limitações / condições nominais

 

19

7.2 Dados específicos

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

19

8 Lista de conversão de unidades SI em unidades Britânicas/Americanas

20

Livro de Instruções

Livro de Instruções Os secadores de ar FD eliminam a humidade do ar comprimido através do

Os secadores de ar FD eliminam a humidade do ar comprimido através do arrefecimento do ar até próximo do ponto de congelação. Este processo causa a condensação da água e do óleo. Os condensados são purgados automaticamente. O ar é aquecido antes de sair do secador.

Nos secadores arrefecidos a ar, o condensador tem um ventilador de arrefecimento controlado por um pressostato do condensador. Os secadores arrefecidos a água têm uma válvula de regulação automática na saída de água do condensador.

Os secadores FD260 a -700 são arrefecidos a ar, enquanto que os FD260 W a -700 W são arrefecidos a água. O sufixo W não é referido no manual, quando as descrições são aplicáveis a ambos os tipos de secadores.

O ar comprimido entra no permutador de calor ar/ar (14), onde

é pré-arrefecido pelo ar seco e frio de saída. A água e óleo

contidos no ar de admissão começam a condensar. O ar passa em seguida através do permutador de calor/evaporador de ar/ refrigerante (15), onde o refrigerante se evapora e retira calor do ar. Isto faz arrefecer o ar até perto da temperatura de evaporação do refrigerante, o que leva à condensação de mais água e óleo. O ar frio passa em seguida pelo separador (3), onde todos os condensados são separados do ar, recolhidos no colector de condensados (4) e drenados automaticamente. Do separador (3), o ar frio e seco segue para o permutador de calor ar/ar (14), no qual é aquecido pelo ar de admissão até aprox. 10ºC (18ºF) abaixo da temperatura do ar de admissão. O reaquecimento do ar seco reduz a sua humidade relativa, o que evita a ocorrência de condensação na rede de ar, a qual apenas acontece se o ar for arrefecido abaixo da temperatura do ponto de orvalho de pressão indicada pelo indicador (1).

do ponto de orvalho de pressão indicada pelo indicador (1). F6837 Fig. 1. Vista geral do

F6837

Fig. 1. Vista geral do FD450

Livro de Instruções [1] Ar [2] Refrigerante gasoso [3] Refrigerante líquido AI. Ligação de entrada

Livro de Instruções

[1] Ar [2] Refrigerante gasoso [3] Refrigerante líquido

[1] Ar [2] Refrigerante gasoso [3] Refrigerante líquido AI. Ligação de entrada do ar 3. Separador

AI.

Ligação de entrada do ar

3. Separador ciclónico de

4. Colector de condensados com

5. Mangueira de purga

10. Reservatório do refrigerante

11. Válvula de corte do refrigerante

AO. Ligação de saída do ar M1. Motor/compressor de frio

refrigeração do condensador

condensados

líquido

M2. Motor do ventilador de

descarga automática

12. Secador/filtro do refrigerante líquido

S2

Interruptor de corte de alta pressão

automática de condensados

13. Válvula de expansão do

S3.

Interruptor de controlo do

6. Válvula de purga manual de

refrigerante

ventilador

condensados

14. Permutador de calor ar/ar

1.

Indicador de temperatura do ponto

7. Separador de líquidos

15. Permutador de calor/evaporador

de orvalho de pressão

8. Ventilador

ar/refrigerante

2.

Bloco isolador

9. Condensador de refrigerante

Fig. 2. Diagrama de fluxo do ar e do refrigerante, secadores arrefecidos a ar

Livro de Instruções

Livro de Instruções O compressor (M1) fornece gás refrigerante quente a alta pressão, que passa através

O compressor (M1) fornece gás refrigerante quente a alta

pressão, que passa através das tubagens do separador de líquidos (7) e pelo condensador (9), onde a maior parte do refrigerante se condensa. Nos condensadores arrefecidos a ar,

um interruptor de controle do ventilador (S3) desliga e liga o motor do ventilador (M2), de acordo com a redução ou o aumento da pressão do condensador. Nos condensadores arrefecidos a água, uma válvula automática (3-Figs. 5) regula

o débito da água de refrigeração, controlando assim a

temperatura que é directamente dependente da pressão. O refrigerante arrefecido é então recolhido no reservatório (10).

O líquido sai do reservatório (10) pela saída de sifão e segue

pelo filtro/secador de refrigerante líquido (12) até à válvula de expansão (13), onde se expande até à pressão de evaporação.

Na válvula de expansão (13), parte do refrigerante líquido em expansão evapora-se, sendo o calor necessário para este processo retirado do próprio refrigerante.

O refrigerante penetra no evaporador/permutador de calor (15),

onde retira calor ao ar comprimido por evaporação adicional. Em função da carga de ar comprimido, todo ou quase todo o

refrigerante se evapora, a pressão e temperatura constantes. O refrigerante vaporizado que sai do evaporador (15) segue para

o separador de líquidos (7). O separador de líquidos impede a

entrada de gotículas no compressor (M1), uma vez que o refrigerante quente, que sai do compressor, passa pela tubagem do separador de líquidos e evapora o líquido circundante. Do separador de líquidos (7), o gás de refrigeração é aspirado pelo compressor.

T1 L1 L2 L3 1X1 PE F2
T1
L1
L2
L3
1X1
PE
F2

F1.

Fusíveis, motor do ventilador

L1/3.

Terminal de alimentação

F2.

Fusível, lado secundário (24 V) do transformador

PE.

Terminal de terra

K1.

Contactor do motor, compressor de frio

T1.

Transformador

K2.

Contactor do motor, ventilador de arrefecimento do condensador

1X1.

Régua de terminais

Fig. 3. Cubículo eléctrico do secador FD260

Livro de Instruções 9 Fig. 4a S3 S2 2 7 Fig. 4b F6839 3 5

Livro de Instruções

Livro de Instruções 9 Fig. 4a S3 S2 2 7 Fig. 4b F6839 3 5 M2

9

Fig. 4a

S3 S2 2 7
S3 S2
2
7

Fig. 4b

F6839

3

5

M2

6

M1. Motor/compressor de frio M2. Motor do ventilador de

S2

refrigeração do condensador Interruptor de corte de alta pressão

S3.

Interruptor de controlo do

ventilador

1.

Colector de condensados com descarga automática

2.

Válvula de corte do refrigerante

3.

Condensador

4.

Reservatório do refrigerante líquido

5.

Ventilador

6.

Secador/filtro do refrigerante

7.

Válvula de expansão do refrigerante

8.

Separador de líquidos

9.

Cubículo eléctrico

Figs. 4. Vistas laterais do secador

FD450

Livro de Instruções

Livro de Instruções Fig. 5a F6841 Fig. 5b M1. Motor/compressor de frio S2. Interruptor de corte
Livro de Instruções Fig. 5a F6841 Fig. 5b M1. Motor/compressor de frio S2. Interruptor de corte

Fig. 5a

F6841
F6841

Fig. 5b

M1. Motor/compressor de frio

S2.

Interruptor de corte de alta pressão

1.

Reservatório do refrigerante líquido

2.

Condensador

3.

Válvula de regulação do débito

4.

Válvula de corte do refrigerante

5.

Cubículo eléctrico

6.

Colector de condensados com descarga automática

7.

Válvula de corte do refrigerante

8.

Secador/filtro do refrigerante

9.

Válvula de expansão do refrigerante

10.

Separador de líquidos

Figs. 5. Vistas laterais do secador FD380 W

Livro de Instruções A válvula de expansão (13) mantém a temperatura de evaporação entre 1

Livro de Instruções

A válvula de expansão (13) mantém a temperatura de

evaporação entre 1 e - 1ºC (34 e 30ºF), que são sensivelmente

os valores limite quando a carga de ar é nula e máxima,

respectivamente. Com uma carga de ar parcial ou em vazio, a capacidade de arrefecimento excedentária é transferida no separador de líquidos (7). A pressão do condensador tem de

ser mantida tão constante quanto possível, a fim de se obter um

funcionamento estável da válvula de expansão (13). Assim, nos secadores arrefecidos a ar, o interruptor de controlo do

ventilador (S3) pára e liga o ventilador de refrigeração (M2). Nos secadores arrefecidos a água, a temperatura é controlada por uma válvula de regulação automática no circuito da água.

O interruptor ou a válvula de regulação asseguram um

funcionamento adequado com cargas de ar reduzidas e/ou a baixa temperatura ambiente.

Estes secadores são unidades trifásicas.

Os compressores de frio estão equipados com um aquecedor do cárter. Quando a corrente é fornecida, o aquecedor é energizado. A sua função é manter o óleo no cárter quente para evitar a condensação do refrigerante no invólucro do compressor, o que poderia provocar danos graves no compressor ao arrancar (choque líquido).

Nos secadores arrefecidos a ar, o interruptor de controlo do ventilador (S3-Fig. 4b) arranca o motor do ventilador (M2-

Fig. 4b), através do contactor (K2-Fig. 3) logo que a pressão

do condensador atinge o limite superior do interruptor, e pára

alarme ligado e alarme desligado, pode ser verificada premindo

a tecla (4-Fig. 12); o valor piscará no visor durante cerca de 5 segundos.

Alteração do valor programado (indicação “L1”):

- Premir a tecla (5); o valor actual piscará no visor.

- Premir as teclas para cima (1) ou para baixo (2) até atingir

o valor desejado.

- Para armazenar o novo valor, premir a tecla (5) ou esperar alguns segundos.

Alteração do valor diferencial (indicação “HY1”):

- Premir a tecla (4); o valor actual piscará no visor.

- Premir as teclas para cima (1) ou para baixo (2) até atingir

o valor desejado.

- Para armazenar o novo valor, premir a tecla (5) ou esperar alguns segundos.

Se a temperatura exceder o valor pré-estabelecido, a lâmpada indicadora de alarme (H3-Fig. 10) acende.

É possível ligar uma purga automática temporizada 1) entre o

colector de condensados (4-Fig. 2) e a válvula de purga manual (6-Fig. 2) para descarregar regularmente o colector. A temporização pode ser ajustada.

o

motor do ventilador quando a pressão do condensador atinge

Consultar as páginas 9 a 12.

o

limite mínimo.

Quando a pressão no circuito de refrigeração atinge o limite superior do interruptor, o interruptor de corte de alta pressão (S2-Figs. 4b e 5b) pára o motor do compressor. O motor do compressor rearrancará automaticamente quando a pressão voltar a atingir o limite mínimo.

Os

motores têm dispositivos de protecção térmica internos. Se

o

motor do compressor parar sem razão aparente,

provavelmente foi o dispositivo de protecção térmica que disparou. Neste caso, o compressor rearrancará

automaticamente quando os enrolamentos do motor tiverem arrefecido, o que poderá demorar até 2 horas.

Um indicador do ponto de orvalho electrónico com visor e funções de alarme está instalado no painel de instrumentos (Fig. 10). O visor (3-Fig. 12) indica a temperatura de ponto de orvalho de pressão. O valor programado, isto é, a temperatura

de

ponto de orvalho de pressão para o qual a lâmpada indicadora

de

alarme (H3-Fig. 10) acende, pode ser verificada premindo a

tecla (5-Fig. 12); o valor piscará no visor durante 5 segundos. O valor diferencial (dt), isto é, a diferença de temperatura entre

1)

Equipamento opcional.

Livro de Instruções Fig. 6a. Desenho dimensional dos FD260 a FD380 50/60 Hz e FD450
Livro de Instruções
Fig. 6a. Desenho dimensional dos FD260 a FD380 50/60 Hz e FD450 50 Hz
(1) Entrada de ar comprimido
(2) Saída de ar seco
(3) Comprimento
(4) Entrada de ar de arrefecimento
(5) Saída de ar de arrefecimento
(7) Para variantes CSA/UL
(8) Purga manual
(9) Mangueira de purga
(10)Tipo de secador
(11)Massa líquida (kg)
(12)Purga automática
(13)Para desmontagem
2919 1351 01
9
Livro de Instruções (1) Entrada de ar comprimido (2) Saída de ar seco (3) Comprimento
Livro de Instruções
(1) Entrada de ar comprimido
(2) Saída de ar seco
(3) Comprimento
(4) Entrada de ar de arrefecimento
(5) Saída de ar de arrefecimento
(6) Tubo de entrada e saída de água
de arrefecimento
(7) Para variantes CSA/UL
(8) Purga manual
(9) Mangueira de purga
(10)Tipo de secador
Fig. 6b. Desenho dimensional dos FD260 W a FD380 W 50/60 Hz e FD450 W 50 Hz
10
2919 1351 01
Livro de Instruções (1) Entrada de ar comprimido (2) Saída de ar seco (3) Comprimento
Livro de Instruções
(1) Entrada de ar comprimido
(2) Saída de ar seco
(3) Comprimento
(8) Purga manual
(9) Mangueira de purga
(10)Tipo de secador
(11)Massa líquida (kg)
(12)Purga automática
(13)Para desmontagem
(14)Para as unidades 50 e 60 Hz IEC/VDE
(15)Para as unidades 60 Hz - CSA/UL
(16)Passagem do cabo eléctrico
(17)Variante
Fig. 6c. Desenho dimensional dos FD700 50/60 Hz
(18)Arrefecido a ar
2919 1351 01
11
Livro de Instruções (1) Entrada de ar comprimido (2) Saída de ar seco (3) Comprimento
Livro de Instruções
(1) Entrada de ar comprimido
(2) Saída de ar seco
(3) Comprimento
(6) Tubo de entrada e saída de água de arrefecimento
(8) Purga manual
(9) Mangueira de purga
(10)Tipo de secador
(11)Massa líquida (kg)
(12)Purga automática
(13)Para desmontagem
(14)Para as unidades 50 e 60 Hz IEC/VDE
(15)Para as unidades 60 Hz - CSA/UL
(16)Passagem do cabo eléctrico
(17)Variante
(18)Arrefecido a ar
Fig. 6d. Desenho dimensional dos FD700 W 50/60 Hz
12
2919 1351 01

Livro de Instruções

Livro de Instruções 1. Secador FD 3. Reservatório de ar com purga de 6. Válvula de

Livro de Instruções 1. Secador FD 3. Reservatório de ar com purga de 6. Válvula de

1.

Secador FD

3. Reservatório de ar com purga de

6. Válvula de saída do secador

2a.

Pré-filtro multiusos tipo DD

condensados

7. Sistema by-pass

2b.

Pré-filtro de alta eficiência tipo PD

4. Manómetro

8. Válvula by-pass

2c.

Filtro final tipo DD

5. Tubos de purga

9. Válvula de entrada do secador

Fig. 7. Proposta de instalação

1. Instalar o secador num local em que o ar ambiente seja tão limpo quanto possível e a temperatura do ar não exceda ou desça abaixo dos limites de temperatura (ver secção 7). Manter as grelhas de ventilação do secador desobstruídas.

2. Ligar as linhas de ar comprimido aos tubos marcados de entrada e saída do secador; se necessário, por meio de válvulas e, de preferência, por uma válvula by-pass. Aplicar um produto vedante nas uniões roscadas.

3. Montar a válvula de purga manual dos condensados (2-Fig. 8) no tubo de purga dos condensados. Dirigir a mangueira flexível de purga (3-Fig. 8) por meio de um funil, para um esgoto ou tanque de purga, a fim de permitir uma inspecção visual da operação. A mangueira deve ficar inclinada para baixo, longe do secador, e a sua extremidade aberta nunca deve mergulhar na água do esgoto. Se a purga de condensados se processar fora da sala do compressor, num local em que o tubo possa estar exposto a temperaturas de congelação, o mesmo deve ser isolado.

4. Um autocolante contendo um resumo das instruções de funcionamento e explicando os pictogramas é entregue com o conjunto de literatura. Colar o autocolante próximo do painel de controlo. Familiarizar-se com as instruções e pictogramas apresentados.

5. Nos secadores arrefecidos a água, ligar os tubos de água às ligações marcadas de entrada e saída. Recomenda-se a instalação de uma válvula de segurança manual na entrada de água.

6. Retirar todos os sacos com silica-gel colocados no secador.

7. Verificar se a ligação do primário do transformador (T1- Fig.3) corresponde à tensão de alimentação.

8. Verificar se a instalação eléctrica corresponde aos códigos locais. O secador deve ser ligado à terra e protegido contra curto-circuitos por fusíveis do tipo inerte em todas as fases. Deve ser montado um seccionador próximo do secador. Ligar três cabos dos fusíveis principais aos terminais (L1, L2 e L3-Fig. 3), e ligar o cabo de terra ao terminal de terra (PE-Fig. 3).

Livro de Instruções AI. AO. Ligação de saída do ar 1. Junta do cabo 2.

Livro de Instruções

Livro de Instruções AI. AO. Ligação de saída do ar 1. Junta do cabo 2. Purga

Livro de Instruções AI. AO. Ligação de saída do ar 1. Junta do cabo 2. Purga

AI.

AO. Ligação de saída do ar

1. Junta do cabo

2. Purga manual de condensados

3. Purga automática de condensados

4. Entrada de água, condensador

5. Saída de água, condensador

6. Bloco isolador com permutadores de calor

Ligação de entrada do ar

Fig. 8.

Secador FD380 W

1. Desligar e despressurizar o secador antes de iniciar qualquer operação de manutenção ou reparação

2. Purga manual de condensados

3. Purga automática de condensados

4. Ponto de orvalho de pressão

5. Secador ligado-desligado

6. Presença de tensão

7. Alarme de ponto de orvalho

Fig. 9 Pictogramas

Livro de Instruções

Livro de Instruções Medidas de segurança O operador deve seguir todas as medidas de segurança relevantes,

Medidas de segurança

O operador deve seguir todas as medidas de segurança

relevantes, incluindo as mencionadas neste manual.

Funcionamento em altitude Consultar a Atlas Copco se o secador for instalado acima dos 3000 m.

Transporte / elevação O secador pode ser transportado por um empilhador usando as

ranhuras da estrutura. Verificar que as forquilhas sobressaem

do outro lado da estrutura. O secador também pode ser elevado

após terem sido inseridas barras nas ranhuras. Verificar que as barras não podem deslizar e que também sobressaem do outro lado da estrutura. As correntes devem ser mantidas paralelas à estrutura com o auxílio de separadores de correntes de modo a não danificar o secador. O equipamento de elevação deve ser colocado de modo a que o secador seja levantado

perpendicularmente. Levantar suavemente e evitar torcer.

1. Ligar o secador, pelo menos 4 horas antes do arranque, a

fim de energizar o aquecedor do cárter, que aquece o óleo.

A lâmpada indicadora (H1) deve acender.

2. Abrir as válvulas de corte do refrigerante (11-Fig. 2 e nos secadores arrefecidos a água também 4-Fig. 5a) da seguinte forma: retirar a tampa de protecção da válvula, desapertar completamente a haste e voltar a colocar a tampa.

3. Nos secadores arrefecidos a ar, premir o botão serviço/stand- by (S1). Verificar se o sentido de rotação do motor do ventilador está correcto. O ar de arrefecimento deve ser aspirado através do condensador (3-Figs. 4), passar por cima do compressor de frio (M1-Fig. 4a) e ser expelido para o

exterior. Se o sentido de rotação for incorrecto, desenergizar

a unidade e inverter duas das três ligações de fase nos terminais da rede.

1. Ligar o secador, pelo menos 4 horas antes do arranque, para

Nunca pôr o secador a

energizar o aquecedor do cárter.

trabalhar sem pré-aquecimento pois isso pode causar graves

trabalhar sem pré-aquecimento pois isso pode causar graves H1. Lâmpada indicadora, presença de H2. Lâmpada

H1. Lâmpada indicadora, presença de

H2. Lâmpada indicadora, secador ligado

P4.

Indicador de temperatura,

6. Colector de condensados

tensão

S1.

temperatura de condensação 1) Botão de serviço/stand-by

7. Temperatura do ponto de orvalho de pressão

H3. Lâmpada indicadora de alarme, temperatura do ponto de orvalho de

Os itens numerados são

8. Válvula de expansão do refrigerante

pressão elevada

pictogramas relativos a:

9. Botão de arranque/paragem

P1.

Indicador de temperatura do ponto de

1. Temperatura

10. Alarme

orvalho de pressão

2. Entrada do ar

11. Presença de tensão

P2.

Indicador de temperatura, entrada do

3. Saída do ar

12. Compressor de frio

ar 1)

4. Permutador de calor ar/ar

13. Condensador

P3.

Indicador de temperatura, temperatura de evaporação 1)

5. Permutador de calor ar/ refrigerante

14. Secador do líquido refrigerante

1) Equipamento opcional

Fig. 10. Painel de instrumentos

Livro de Instruções avarias no compressor de frio. Verificar se a lâmpada indicadora de presença

Livro de Instruções

avarias no compressor de frio. Verificar se a lâmpada indicadora de presença de tensão (H1) está acesa.

2. Nos secadores arrefecidos a ar, abrir as válvulas de corte da água de refrigeração.

3. Premir o botão de serviço/stand-by (S1) e verificar se a lâmpada indicadora de secador ligado (H2) está acesa.

4. Se a válvula de admissão do ar estiver fechada, abri-la

ligeiramente para pressurizar gradualmente o secador; abrir

a válvula por completo quando o secador estiver

pressurizado.

5. Decorridos cerca de 5 minutos, colocar o secador em carga, abrindo a válvula de saída do ar. Fechar a válvula by-pass, se instalada.

6. Sensivelmente após 10 minutos é atingida a temperatura nominal de ponto orvalho.

Verificar a intervalos regulares:

1. Indicador de temperatura do ponto de orvalho de pressão (P1-Fig. 10).

2. Funcionamento do colector de condensados (1-Fig. 4a e 6-

Fig. 5a). Em caso de funcionamento duvidosa, descarregar

o colector, como indicado no ponto 3 1).

3. Abrir regularmente a válvula manual de purga de condensados (2-Fig. 8) durante aproximadamente 10 segundos para descarregar os condensados e eliminar as impurezas.

1. Esvaziar o colector de condensados (ver secção 3.3).

2. Fechar a válvula de saída do ar do secador. Não é necessário fechar a válvula de admissão do ar. Abrir a válvula by-pass e fechar a válvula de admissão de ar, apenas se a situação da rede de ar o exigir.

3. Colocar o botão (S1) na posição de stand-by. O secador pára. A lâmpada de presença de tensão (H1) permanece acesa. O aquecedor do cárter permanece ligado. O secador apenas necessita de ser desligado da rede eléctrica, se não for utilizado por um período prolongado ou em caso de manutenção. Deixar o seccionador fechado, se a unidade tiver de permanecer em stand-by.

4. Nos secadores arrefecidos a água, fechar as válvulas de corte da água.

1. Sobrecarga do secador

- O débito de ar comprimido excede a capacidade do secador

- Pressão de trabalho demasiado baixa

- Temperatura do ar de admissão demasiado elevada

- Temperatura ambiente demasiado elevada

- Nos secadores arrefecidos a água, débito insuficiente da água de refrigeração

2. Problemas ou ajustamento incorrecto do sistema de

refrigeração

- Ajustamento incorrecto da válvula de expansão do refrigerante (7-Fig. 4b e 9-Fig. 5b)

- Falta de refrigerante no circuito, devido a fuga

- Condensador obstruído exteriormente (secadores arrefecidos a ar)

- Funcionamento incorrecto do interruptor de controlo do ventilador (S3-Fig. 4b) nos secadores arrefecidos a ar ou funcionamento incorrecto da válvula de regulação da água de refrigeração (3-Figs. 5) nos secadores arrefecidos a água.

Nota: A temperatura do ponto de orvalho de pressão desvia-se do valor nominal quando as condições nominais são excedidas, p. ex. uma temperatura de + 7ºC pode ser considerada normal se o débito de ar, a temperatura do ar de admissão ou a temperatura ambiente forem superiores aos valores nominais.

Para além dos cuidados de rotina, os trabalhos de manutenção e reparação, em particular nos circuitos de refrigeração, apenas devem ser executados por pessoal qualificado e com equipamento adequado.

Precauções de segurança Ao manusear o refrigerante R404a, devem adoptar-se as precauções de segurança habituais, com especial destaque para os seguintes pontos:

- O contacto do refrigerante com a pele pode causar congelamento. Devem usar-se luvas especiais e, em caso de contacto, lavar a pele com água. Nunca retirar o vestuário.

- O refrigerante líquido causa também a congelação dos olhos, pelo que o uso de óculos de protecção é obrigatório.

- O refrigerante R404a não é inflamável mas é tóxico. Não inalar os vapores do refrigerante. Certificar-se de que a área de trabalho é bem ventilada.

As normas locais podem impor que:

- os trabalhos no circuito de refrigeração do secador de refrigeração ou em qualquer equipamento que influencie o seu funcionamento tenham que ser executados por uma equipa de trabalho autorizada.

- a instalação deve ser verificada uma vez por ano por uma equipa de trabalho autorizada.

Generalidades

1. Manter o secador limpo.

2. Nos secadores arrefecidos a ar, escovar ou limpar regularmente com ar comprimido as superfícies nervuradas do condensador (3-Figs. 4).

3. Semestralmente, inspeccionar e limpar os componentes internos do colector de condensados (1-Fig. 4a e 6-Fig. 5a).

1)

-

Não necessário, se estiver instalada uma válvula de purga electrónica temporizada.

-

No arranque inicial, o colector de condensados deve ser esvaziado com maior frequência.

Livro de Instruções

Livro de Instruções M1. Motor/compressor de frio 1. Reservatório do refrigerante líquido 2. Secador/filtro do

M1. Motor/compressor de frio

1. Reservatório do refrigerante líquido

2. Secador/filtro do refrigerante líquido

3. Colector de condensados

4. Válvula de corte do refrigerante

5. Válvula de regulação do débito

6. Separador de líquidos

7. Condensador

Fig. 11. Vista dianteira do secador FD380 W

6 3 2 M1 4 5 1 7 F6843
6
3
2
M1
4
5
1
7
F6843

Os dispositivos de regulação e segurança vêm afinados de fábrica para se obter uma performance óptima do secador. Deve evitar-se alterar qualquer destas afinações.

secador. Deve evitar-se alterar qualquer destas afinações. 1. Tecla, aumentar valor 2. Tecla, diminuir valor 3.

1. Tecla, aumentar valor

2. Tecla, diminuir valor

3. Visor

4. Tecla, valor diferencial (dT)

5. Tecla, regulação do ponto de orvalho de pressão máxima

Fig. 12. Pormenores do indicador do ponto de orvalho de pressão

A válvula de expansão automática (7-Fig. 4b e 9-Fig. 5b) é um

regulador que mantém a pressão do evaporador e, consequentemente, a temperatura estáveis. A válvula vem

afinada de origem para manter a pressão efectiva do evaporador em vazio num mínimo de 5,2 bar (75 psig), o que corresponde

a 1ºC (34ºF).

O interruptor de controlo do ventilador (S3) e o interruptor de

corte de alta pressão (S2) vêm afinados de origem e devem ser substituídos se se desviarem dos valores estabelecidos.

 

Desliga a:

Liga a:

bar

psig

bar

psig

Interruptor de controlo do ventilador

 

- 50 Hz

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

17

247

18

261

- 60 Hz

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

18

261

19

276

Interruptor de corte do alta pressão

 

29

421

25,6

371

Livro de Instruções Avarias mecânicas e suas propostas soluções Explicação da tabela que se segue:

Livro de Instruções

Avarias mecânicas e suas propostas soluções

Explicação da tabela que se segue:

- As condições do secador, sempre precedidas de um número, são impressas a cheio.

- Cada deficiência eventual é seguida de uma proposta de solução, sendo ambas precedidas da mesma letra.

1. Temperatura do ponto de orvalho de pressão demasiado elevada

a.

Temperatura do ar de admissão demasiado elevada

a.

Verificar e corrigir; se necessário, instalar um pré- arrefecedor

b.

Temperatura ambiente demasiado elevada

b.

Verificar e corrigir; se necessário, captar o ar de refrigeração de um local mais fresco, através de uma conduta, ou colocar o secador noutro sítio

c.

Débito insuficiente de água de refrigeração

c.

Verificar e aumentar o débito de água e verificar a válvula de regulação da água de refrigeração

d.

Temperatura de admissão da água de refrigeração demasiado elevada

d.

Reduzir a temperatura de admissão da água de refrigeração, consoante necessário

e.

Pressão do ar de admissão demasiado baixa

e.

Aumentar a pressão de admissão

f.

Capacidade do secador excedida

f.

Reduzir o volume do ar de admissão

g.

Falta de refrigerante

g.

Consultar a Atlas Copco

h.

Compressor de frio não funciona

h.

Ver 3

i.

Pressão do evaporador demasiado alta

i.

Ver 7

j.

Pressão do condensador demasiado alta

j.

Ver 2

k.

Purga automática do colector de condensados não funciona

k.

Esvaziar o conjunto abrindo a válvula de purga manual. Mandar inspeccionar o sistema

2. Pressão do condensador demasiado alta ou baixa

a.

Interruptor de controlo do ventilador avariado

a.

Testar e substituir o interruptor, se necessário

b.

Ventilador ou motor do ventilador avariados

b.

Verificar e corrigir, consoante necessário

c.

Temperatura ambiente demasiado elevada

c.

Ver 1b

d.

Obstrução externa do condensador

d.

Limpar o condensador

e.

Débito insuficiente de água de refrigeração

e.

Ver 1c

f.

Temperatura de admissão da água de refrigeração demasiado elevada

f.

Ver 1d

3. O compressor pára ou não arranca

a.

Fornecimento de energia eléctrica do compressor interrompido

a.

Verificar e corrigir, consoante necessário

b.

Disparo da protecção térmica interna do motor

b.

O compressor volta a arrancar depois de os enrolamentos do motor arrefecerem. Verificar se a corrente é insuficiente

c.

Disparo do interruptor de corte de alta pressão

c.

O compressor volta a arrancar quando a pressão tiver diminuido

d.

Disparo da protecção contra sobrecargas térmicas do motor do ventilador, causando um aumento de pressão

d.

O motor do ventilador volta a trabalhar quando os enrolamentos tiverem arrefecido

4. Queda de pressão no secador demasiado elevada

a. Filtro do ar de admissão obstruído

a. Despressurizar o secador e limpar o filtro de admissão

5. Colector de condensados não funciona

a. Sistema de purga automática obstruído

a. Esvaziar o conjunto, abrindo a válvula de purga manual

6. Colector de condensados descarrega continuamente ar e água

a. Sistema de purga automática avariado

a. Mandar inspeccionar o sistema

7. Pressão do evaporador demasiado alta ou baixa

a.

Afinação incorrecta da válvula de expansão

a.

Mandar afinar a válvula de expansão

b.

Válvula de expansão avariada

b.

Mandar substituir a válvula de expansão

c.

Pressão do condensador demasiado alta ou baixa

c.

Ver 2

d.

Falta de refrigerante

d.

Consultar a Atlas Copco

Livro de Instruções

Livro de Instruções   50 Hz 60 Hz Condições nominais Pressão do ar comprimido de admissão

 

50 Hz

60 Hz

Condições nominais Pressão do ar comprimido de admissão

 

bar(e)

7

7

Temperatura do ar comprimido de admissão

 

°C

35

38

Temperatura ambiente

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

°C

25

38

Pressão de vapor relativa de admissão

. Temperatura de admissão do ar/água de refrigeração

Ponto de orvalho de pressão

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

°C

1

3

1

4

 

°C

25

38

Limitações Pressão máxima do ar comprimido de admissão Temperatura ambiente mín/máx do ar/água de admissão Temperatura mín/máx do ar comprimido de admissão Pressão máxima de admissão da água de refrigeração

.

 

bar(e)

14,5

14,5

°C

0-45

0-45

°C

0-55

0-55

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

bar(e)

10

10

 

Secador de ar FD

260/260 W

300/300 W

380/380 W

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Interior

Interior

Interior

Meio a secar

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Ar

Ar

Ar

Volume de ar na entrada do secador em consições

 

nominais

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

.

.

.

.

.

l/s

260

314

380

 

60

Hz

.

.

.

.

.

l/s

290

340

463

Queda de pressão sobre o secador em condições

 

nominais, aprox.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

.

.

.

.

.

bar

0,09

0,15

0,09

 

60

Hz

.

.

.

.

.

bar

0,15

0,09

0,15

Fluxo total do meio de refrigeração:

 

-

Arrefecido a ar

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

.

.

.

.

.

l/s

1800

1800

1800

 

60

Hz

.

.

.

.

.

l/s

2000

2000

2000

-

Arrefecido a água .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

.

.

.

.

.

l/s

0,50

0,50

0,50

 

60

Hz

.

.

.

.

.

l/s

0,60

0,60

0,60

Potência eléctrica de entrada

-

Arrefecido a ar

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

.

.

.

.

.

kW

3,55

3,95

4,55

 

60

Hz

.

.

.

.

.

kW

4,9

5,6

6,1

-

Arrefecido a água .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

 

.

.

.

.

.

kW

3,0

3,4

4,0

 

60

Hz

.

.

.

.

.

kW

4,1

4,8

5,3

Refrigerante

Difluormonoclorometano CHF2Cl

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

R404a

R404a

R404a

Carga total, aprox.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

kg

8

8

8

Livro de Instruções Secador de ar FD   450/450 W 700/700 W . . .

Livro de Instruções

Secador de ar FD

 

450/450 W

700/700 W

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Interior

Interior

Localização. Meio a secar

. Volume de ar na entrada do secador em consições nominais

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

.

.

.

.

.

.

.

.

.

l/s

Ar

450

Ar

775

 

60

Hz .

.

.

.

.

l/s

705

Queda de pressão sobre o secador em condições nominais,

 

50 Hz

 

bar

0,15

0,27

 

60

Hz .

.

.

.

.

bar

0,21

Fluxo total do meio de refrigeração:

 

-

Arrefecido a ar

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

50 Hz

 

l/s

1800

2350

 

60

Hz .

.

.

.

.

l/s

2600

-

Arrefecido a água .

.

.

.

.

.

.