Вы находитесь на странице: 1из 7
Raízes 5
Raízes 5

OPEN MIND Estudo Acompanhado

 
Raízes 5 OPEN MIND – Estudo Acompanhado

HGP 6ºano

 

A Restauração da Indepêndencia

 

Nome: ___________________________

Data:

/

_____

/ _____Ficha

_____

2

  • 1. Observa as fontes 1 a 4 e responde às questões.

Raízes 5 OPEN MIND – Estudo Acompanhado HGP – 6ºano A Restauração da Indepêndencia Nome: ___________________________
Representação da batalha publicada por Miguel Leitão de Andrade na obra Miscelânea de 1629: nela se
Representação
da batalha
publicada por
Miguel Leitão
de Andrade
na obra
Miscelânea
de 1629: nela
se mostra
o exército
português (à
esquerda na
imagem), a
ser cercado
pelo exército
muçulmano.
Raízes 5 OPEN MIND – Estudo Acompanhado HGP – 6ºano A Restauração da Indepêndencia Nome: ___________________________
Fonte 1 D. Sebastião (reinou Fonte 2 A batalha de Alcácer Quibir. Fonte 3 O cardeal
Fonte 1
D. Sebastião (reinou
Fonte 2 A batalha de Alcácer Quibir.
Fonte 3 O
cardeal D. Henrique
de 1557 a 1578).
(reinou de 1578 a 1580).

Fonte 4 Descendência de D. Manuel I.

  • 1.1 Com que idade se tornou D. Sebastião rei?

____________________________________________________________________________________________________

  • 1.2 Completa o texto seguinte com as palavras:

nobreza

 

religioso

reconquistar

• terras

 

praças

muçulmanos

 

rei

D. Sebastião foi educado num ambiente muito

 

e militarista, sonhando lutar contra os

.

Foi

aos 3 anos de idade, mas só começou a exercer o cargo, de facto, em 1568, com 14 anos. Acreditava

que a sua missão era

 

as

militares marroquinas que tinham sido abandonadas pelos

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND

Raízes 5

portugueses. Esta sua ideia foi-se desenvolvendo, apoiada pela

, que via nessas conquistas uma forma

de

e prestígio.

  • 1.3 Qual foi a principal consequência para Portugal da derrota na batalha de Alcácer Quibir?

____________________________________________________________________________________________________

  • 1.4 Lê a seguinte frase e responde: O Cardeal D. Henrique sucedeu a D. Sebastião no trono português, mas a independência de Portugal continuou ameaçada. Porquê?

____________________________________________________________________________________________________

  • 1.5 Quem eram os pretendentes ao trono português após a morte do Cardel D. Henrique?

____________________________________________________________________________________________________

  • 1.6 A crise de sucessão dividiu a sociedade portuguesa. Indica a que pretendentes correspondem os seguintes apoios:

    • a. Escasso apoio da nobreza e do clero:

  • b. Maioria da nobreza e do clero:

  • c. Maioria do povo:

  • 2. Observa as fontes 5 a 9 e responde às questões.

Raízes 5 portugueses. Esta sua ideia foi-se desenvolvendo, apoiada pela , que via nessas conquistas uma

Fonte 5 O Império de Filipe I antes e depois de 1580.

Raízes 5 portugueses. Esta sua ideia foi-se desenvolvendo, apoiada pela , que via nessas conquistas uma

Fonte 6 A guerra com a Holanda no Império.

  • 1 Manter as leis, os usos e os costu- mes dos portugueses.

  • 2 Entregar a portugueses todos os

altos cargos do governo em Portugal.

  • 3 Retirar as tropas espanholas de território português.

  • 4 Não lançar novos impostos.

Pôs-nos mal Castela com todas as nações. Os estrangeiros, não podendo vir aos nossos

portos buscar as drogas1, iam buscá-las às nossas conquistas2. As nossas fortalezas andavam tão mal providas3 que as tomavam os inimigos. E jurando Castela de nos guardar

todos os privilégios antigos nos pôs novos e intoleráveis impostos. E eles tinham em Portugal juízes castelhanos. Puseram-nos por vice-rei a du- quesa de

Mântua, estrangeira.

Padre Manuel da Costa, Arte de Furtar, 1652 (adaptado)

  • 1 especiarias e produtos naturais

  • 2 territórios do império

  • 3 abastecidas (de armas e soldados)

Fonte 7

Fonte 8 Promessas não cumpridas por Filipe II e Filipe III de Portugal.

Um clima de rebelião popular domina a cidade e alastra pelo Alentejo. O povo levantou-se contra as ordens do corregedor que queria impor o aumento de impostos decretado pelo governo. Acometeram-se casas, queimaram-se os livros dos as- sentos das contribuições reais. Os principais responsáveis foram o procurador e o escrivão do povo.

José Hermano Saraiva e Maria Luísa Guerra, Diário da História de Portugal (adaptado)

Fonte 9 A revolta do Manuelinho, em Évora (1637).

  • 2.1 Em que continentes, após a União Ibérica, se encontravam territórios pertencentes à monarquia espanhola?

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND

Raízes 5

____________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.2 Atribui um título à fonte 7.

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.3 Identifica o país para o qual Portugal perdeu territórios no Brasil e em África durante o período filipino.

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.4 Os sucessores de Filipe I cumpriram as suas promessas?

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.5 Refere duas medidas tomadas por estes reis que desagradaram aos portugueses.

____________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.6 Como reagiu a população a estas medidas?

____________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________

Esperavam as nove horas impacientes. Quando deu a primeira badalada os conjurados saíram todos das carroças e avançaram pelo Paço. Impediram que os soldados chegassem às armas. E já D. Miguel de Al- meida, com a espada na mão, andava a gritar:

Liberdade, Portugueses! Viva El-Rei D. João IV! Chegando à varanda do Paço, repetiu as mesmas palavras muitas vezes, fazendo-se ouvir pelo povo que foi convocado para o Terreiro do Paço.

D. Luís de Menezes, História de Portugal Restaurado (adaptado)

Fonte 10 A revolta de 1 de dezembro de 1640.

No começo do seu reinado, D. João IV encontrou o seu Reino sem armas, sem dinheiro, sem homens disciplinados para a guerra, sem fortificações e, pior ainda, a maior parte das conquistas no Oriente e no Ocidente, ocupadas pelos inimigos do rei de Espanha.

Carta do cônsul de França em Portugal (adaptado)

Raízes 5 ____________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________ 2.2 Atribui um título à fonte 7. ____________________________________________________________________________________________________ 2.3 Identifica o país

Fonte 11 Dificuldades encontradas por D. João IV em 1640.

Fonte 12 A guerra da Restauração.

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND

Raízes 5

  • 3. Observa as fontes 10 a 12 e responde às questões.

    • 3.1 Qual foi o centro dos acontecimentos no dia 1 de dezembro?

____________________________________________________________________________________________________

  • 3.2 Quando e com quem se iniciou a dinastia de Bragança?

____________________________________________________________________________________________________

  • 3.3 Segundo a fonte 11, como encontrou D. João IV o país em 1640?

____________________________________________________________________________________________________

  • 3.4 Porque se repararam e construíram várias fortalezas?

____________________________________________________________________________________________________

  • 3.5 Faz corresponder os acontecimentos da coluna I às datas da coluna II.

Coluna I

Coluna II

  • A. Tratado de Lisboa, que coloca fim à Guerra da Restauração.

1637

  • B. Revolta do Manuelinho.

1640

  • C. Restauração da independência.

1668

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND

Raízes 5

FICHA DE AVALIAÇÃO 3 vresão NEE

DOMÍNIO C

Nome:

N.º:

Turma:

Professor:

 

Data:

Encarregado(a) de Educação:

 

Avaliação:

 
  • 1. Conhecer e compreender o conjunto de fatores que levaram à perda de independência portuguesa em 1580

  • 2. Conhecer e compreender o domínio filipino em Portugal (1580-1640)

  • 3. Conhecer a restauração da independência, em 1640, e os efeitos da Guerra da Restauração

  • 1. Observa as fontes 1 a 4 e responde às questões.

Raízes 5 FICHA DE AVALIAÇÃO 3 – vresão NEE DOMÍNIO C Nome: N.º: Turma: Professor: Data:
Representação da batalha publicada por Miguel Leitão de Andrade na obra Miscelânea de 1629: nela se
Representação
da batalha
publicada por
Miguel Leitão
de Andrade
na obra
Miscelânea
de 1629: nela
se mostra
o exército
português (à
esquerda na
imagem), a
ser cercado
pelo exército
muçulmano.
Raízes 5 FICHA DE AVALIAÇÃO 3 – vresão NEE DOMÍNIO C Nome: N.º: Turma: Professor: Data:
Fonte 1 D. Sebastião (reinou Fonte 2 A batalha de Alcácer Quibir. Fonte 3 O cardeal
Fonte 1
D. Sebastião (reinou
Fonte 2 A batalha de Alcácer Quibir.
Fonte 3 O
cardeal D. Henrique
de 1557 a 1578).
(reinou de 1578 a 1580).

Fonte 4 Descendência de D. Manuel I.

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND

Raízes 5

1.1 Com que idade se tornou D. Sebastião rei? ____________________________________________________________________________________________________ 1.2 Completa o texto seguinte com
1.1
Com que idade se tornou D. Sebastião rei?
____________________________________________________________________________________________________
1.2
Completa o texto seguinte com as palavras:
• nobreza
• religioso
• reconquistar
• terras
• praças
• muçulmanos
rei
D. Sebastião foi educado num ambiente muito
e militarista, sonhando lutar contra os
.
Foi
que a sua missão era
aos 3 anos de idade, mas só começou a exercer o cargo, de facto, em 1568, com 14 anos. Acreditava
as
militares marroquinas que tinham sido abandonadas pelos
portugueses. Esta sua ideia foi-se desenvolvendo, apoiada pela
, que via nessas conquistas uma forma
de
e prestígio.
1.3
Qual foi a principal consequência para Portugal da derrota na batalha de Alcácer Quibir?
____________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________
1.4
Quanto tempo durou o reinado do Cardeal D. Henrique?
____________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________
1.5
Assinala com um círculo, na fonte 4, os pretendentes ao trono português após a morte do Cardeal a D. Henrique.
____________________________________________________________________________________________________
1.6
A crise de sucessão dividiu a sociedade entre os vários pretendentes. Indica a que pretendentes correspondem os
seguintes apoios. Segue o exemplo.:

Escasso apoio da nobreza e do clero: D. Catarina

  • a. Maioria da nobreza e do clero:

  • b. Maioria do povo:

  • 2. A partir das fontes 5 a 8 responde às questões.

Raízes 5 1.1 Com que idade se tornou D. Sebastião rei? ____________________________________________________________________________________________________ 1.2 Completa o texto

Fonte 5 O Império de Filipe I antes e depois de 1580.

Raízes 5 1.1 Com que idade se tornou D. Sebastião rei? ____________________________________________________________________________________________________ 1.2 Completa o texto

Fonte 6 A guerra com a Holanda no Império.

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND

Raízes 5

Pôs-nos mal Castela com todas as nações. Os estrangeiros, não podendo vir aos nossos portos buscar as drogas1, iam buscá-las às nossas conquistas2. As nossas fortalezas andavam tão mal providas3 que as tomavam os inimigos. E jurando Castela de nos guardar todos os privilégios antigos nos pôs novos e intoleráveis impostos.

E eles tinham em Portugal juízes castelhanos. Puseram-nos por vice-rei a du- quesa de

Mântua, estrangeira.

Padre Manuel da Costa, Arte de Furtar, 1652 (adaptado)

  • 1 especiarias e produtos naturais

  • 2 territórios do império

  • 3 abastecidas (de armas e soldados)

Fonte 7 Promessas não cumpridas por Filipe II e Filipe III de Portugal.

Um clima de rebelião popular domina a cidade e alastra pelo Alentejo. O povo levantou-se contra as ordens do corregedor que queria impor o aumento de impostos decretado pelo governo. Acometeram-se casas, queimaram-se os livros dos assentos das contribuições reais. Os principais responsáveis foram o procurador e o escrivão do povo.

José Hermano Saraiva e Maria Luísa Guerra, Diário da História de Portugal (adaptado)

Fonte 8 A revolta do Manuelinho, em Évora (1637).

  • 2.1 Em que continentes, após a União Ibérica, se encontravam territórios pertencentes à monarquia espanhola?

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.2 Que país ocupou territórios portugueses no Brasil e em Angola?

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.3 Os sucessores de Filipe I cumpriram as suas promessas?

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.4 Refere uma medidas tomadas por estes reis que desagradaram aos portugueses.

____________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________

  • 2.5 Como se designa a revolta mencionada na fonte 8.

____________________________________________________________________________________________________

  • 3. Observa as fontes 10 a 12 e responde às questões.

No começo do seu reinado, D. João IV encontrou o seu Reino sem armas, sem dinheiro, sem homens disciplinados para a guerra, sem fortificações e, pior ainda, a maior parte das conquistas no Oriente e no Ocidente, ocupadas pelos inimigos do rei de Espanha.

Carta do cônsul de França em Portugal (adaptado)

Fonte 10 Dificuldades encontradas por D. João IV em 1640.

  • 3.1 Quando e com quem se iniciou a dinastia de Bragança?

____________________________________________________________________________________________________

  • 3.2 Como encontrou D. João IV o país em 1640?

____________________________________________________________________________________________________

  • 3.3 Faz corresponder os acontecimentos da coluna I às datas da coluna II.

Coluna I

Coluna II

  • A. Tratado de Lisboa, que coloca fim à Guerra da Restauração.

1637

  • B. Revolta do Manuelinho.

1640

  • C. Restauração da independência.

1668

_______________________________________________________________________________________________

OPEN MIND