You are on page 1of 1

Unidade 3 Servio Pblico

Conceito: Uso gozo ou fruio de qq bem que atende a coletividade, num regime de Direito
Pblico. Apesar de ser a coletividade o individuo usa individualmente. (Energia, transporte,
saneamento, petrleo, escolas pblicas, SUS, emitir moeda, telecom). Critrio formalista.

Classificaes

SP Propriamente ditos e SP de utilidade: Manuteno dos elementos do Estado (Povo,


Soberania e Territrio), no podem ser prestados de forma indireta. Apenas pelos entes
polticos, aqui essenciais. Servios pblicos no essenciais (utilidade), transporte coletivo,
telecom, energia etc; no essenciais para garantir os elementos do estado.

SP Prprio e Imprprio: Prprio a CF elenca, pode ser prestado de forma direta ou indireta
(podem permissionar). Imprprio so aqueles que o particular pode exercer independente de
permisso, cabe a ADM Pblica fiscalizar (Educao, sade, etc).

SP uti singuli e uti universi: Universais e singular. Singular, identifica o usurio e quanto
que o usurio usa (Remunerados apenas por preo pblico: Taxas ou Tarifa; Telefonia, energia
eltrica). Os universais, usurio indiretamente, mas diretamente a coletividade, exemplo
(Remunerao por Impostos: Contribuies de 149-A, Iluminao e Varrio).

Artigo 173 e Artigo 175 CF/88: 173 diz-nos que alm das atividades econmicas previstas na
CF, posso criar empresas fito de imperativo de segurana nacional, atividade econmica em
sentido estrito. Servio Publico tbm atividade econmico. 175, pode prestar de forma direta
e indireta, licitao.