Вы находитесь на странице: 1из 3

Direção do Culto

Dirigente de culto.
O dirigente de culto ou líder de adoração, é aquele que têm como função principal
conduzir(dirigir) o momentos de cânticos nos cultos, levando as pessoas a expressarem
o seu amor, o seu louvor e a sua adoração a Deus através da música.
3. COMO DEVE SER A PESSOA DO DIRIGENTE DO CULTO?
O dirigente deve ser alguém equilibrado espiritual e emocionalmente, trajar-se descentemente; deve ter postura e bom
testemunho de vida cristã, previamente preparada para tal ritual. A fim de evitar exageros, comentários desagradáveis ou
brincadeiras que venham constranger alguém.

4. QUAIS SÃO AS PARTES EM QUE ESTÁ DIVIDIDO O CULTO?

a) Abertura: Breve comentário, seguido de uma oração com toda a Igreja. Convide a igreja para se colocar em pé para orar
pela abertura ou início do culto;
b) Louvor de hinos congregacionais ou corinhos. Conforme o costume da igreja;
c) Leitura bíblica devocional ou inicial: Deve ser preestabelecida;
d) Oração: Fazer, se o desejar, mas não é obrigatória.
e) Oportunidades: Breves saudações, testemunhos ou louvores avulsos (conjuntos, solo, duplas, coreografias), etc.
f) Momento da adoração: Passe para o ministério ou equipe de louvor.
g) Ofertório: Passe para alguém louvar enquanto se recolhem as ofertas.
h) Pregação da Palavra de Deus: Passe com ou sem prévia oração;
i) Apelo (convite) aos visitantes (não convertidos) a se entregarem a Cristo: Passar para o(a) pastor(a) da igreja ou
auxiliar.
j) Avisos finais e agradecimentos.
k) Benção apostólica: Feita pelo pastor da igreja ou a quem ele delegou.

OBS. 2: Recomenda-se que o dirigente distribua as tarefas da direção do culto, a fim de que outros participem e não
sobrecarregue a pessoa do dirigente.

5. MOMENTO DO OFERTÓRIO = Fale com amor, delicadeza e com nitidez. Lembre-se: Ninguém é obrigado a dar. Portanto
seja objetivo, claro e delicado.
 Dê oportunidade para alguém louvar enquanto se recolhem as ofertas, se for o caso.
 Recomenda-se que o momento do ofertório seja feito próximo da hora da pregação, tendo em vista ser um horário
em que todos já chegaram.

6. APRESENTAÇÃO DOS VISITANTES (muito importante). Responsabilidade do Pastor da Igreja ou na sua ausência um
pastor auxiliar ou até mesmo o próprio dirigente.

7. MOMENTO DE ADORAÇÃO – Equipe ou ministério de Louvor.

OBS. 3: O âmago do culto é a adoração a Deus! Isso significa que o momento da adoração não pode ser sacrificado como
muitos o fazem, em função das diversas oportunidades que são dadas durante o culto. Uma igreja que tem essa maturidade
em reconhecer a importância do louvor é uma igreja avivada e bem-quista.

8. MOMENTO DA PREGAÇÃO DA PALAVRA (IMPRESCINDÍVEL).

OBS. 4: É indispensável e de suma importância a pregação da Palavra de Deus no culto. Isso significa que JAMAIS o
dirigente pode sacrificar a Mensagem da Palavra de Deus em função da má distribuição das oportunidades. Como tem
acontecido em muitas igrejas que dão tantas oportunidades que não sobra tempo suficiente para a mensagem do
Senhor. NOTE BEM ISSO.

9. APELO (convite) aos visitantes não conversos ou “desviados”, a vir receber a Cristo como seu Salvador. (Passar para o
Pastor(a) ou auxiliares). Na ausência desses, o dirigente poderá fazer.

10. AVISOS E AGRADECIMENTOS.

OBS. 5: O dirigente não deve se esquecer do horário de início e término do culto, para tanto, é preciso está sempre de olho
no relógio, pois o término do culto no horário preestabelecido dependerá de uma boa administração das oportunidades e
direção. Às vezes, o término do culto passa do horário, por conta do excesso de oportunidades e na hora de o pregador
ministrar o tempo já está esgotado e o povo saturado.
11. Encerramento – BENÇÃO APOSTÓLICA feita exclusivamente pelo Pastor presidente ou na sua ausência, seus
pastores auxiliares AUTORIZADOS. O dirigente não pode se esquecer de passar para o pastor(a) da igreja dar a benção
apostólica. Isso é muito importante e uma forma de honrar a quem de direito.

sugestões para melhorar o louvor da igreja


5. Se possível não pregue entre as musicas.
– Entre uma musica e outra tem aquele sermãozinho. Um monte de palavras que não fazem sentido ou a
repetição do que a musica vai falar. Ministro de louvor é pra ministrar louvor, deixe a pregação com o pastor.

7. Se possível ensaiar antes do culto.

2- Prelúdio: “Guarda o pé, quando entrares na Casa de Deus” Eclesiastes 5.1


O dirigente deve chegar antes de o culto começar e talvez, ser o primeiro a chegar à Igreja para
acertar os últimos detalhes.

Abertura: A missão de quem dirige a abertura de um culto é motivar as pessoas para adorar a Deus
preparando-os para ouvir a pregação da Palavra. Um culto bem começado determina todo o restante. O
diligente deve ser educado e simpático para que haja uni clima de bem estar ao mesmo tempo em que
demonstrar firmeza, sabendo de antemão o que irá fazer.

-Ofertório ou consagração dos dízimos: O dirigente convida a comunidade para enquanto um hino é
cantado a Igreja trazer as ofertas ou dízimos ao altar. Deve-se fazer uma oração de agradecimento a
Deus abençoando aqueles que contribuíram.

Apresentação Pessoal: O dirigente do culto deve apresentar-se adequadamente para dirigir o culto. Ao dirigente
do culto dominical recomendamos que venha com sua “roupa de domingo”. O exemplo de seitas ao nosso redor
às vezes nos deixa até envorgonhados, eles vão às suas reuniões vestindo o melhor e nós, como vamos ao culto
para adorar o Rei dos reis?

O dirigente posiciona-se no púlpito, saúda a igreja, em seguida diz algo como o exemplo: "Queridos irmãos, estamos
novamente reunidos na casa do Senhor para louvá-lo e adora-lo como Ele é merecedor, por isso levantemo-nos e oremos a
Ele com fervor, agradecendo por mais esta oportunidade concedida.

AS PARTES DE UM CULTO CRISTÃO:

1.1 Início ou abertura. É um momento importante onde a atenção das pessoas deve ser atraída. É nesse
momento que começa a ser dado o tom do culto e por isso requer uma postura bastante sóbria. Reflexões
demoradas nesse momento poderão prejudicar o bom êxito do culto.
1.2 Leitura bíblica. Os puritanos defendiam a idéia de que o culto deveria ser simples e bíblico. Um culto pode
abranger a leitura de dois ou três textos bíblicos aproximadamente. Algumas observações são:
a) A leitura bíblica deve ter preeminência sobre outras leituras.
b) Qualquer parte das Escrituras pode ser lida no início do culto, porém, os Salmos em geral são mais propícios.
c) É preferível que a leitura inicial não seja extensa.
d) É preferível ler os textos de fácil compreensão.
1.3 Oração. Um valor especial deve ser dado à oração que antecede o culto. No culto, normalmente deve-se
orar no início, após o ofertório, antes da mensagem (e depois, a critério do pregador) e no fim do culto. Algum
outro momento especial de oração pode ser inserido, principalmente no caso de alguma necessidade especial de
intercessão. O período de adoração também é um momento no qual toda a igreja deve se envolver na oração.
Orações por demais prolongadas podem não ser tão próprias para o culto público a menos que o Espírito Santo
oriente nesse sentido.
1.4 Ofertório. É um ato de culto igual aos anteriores (cf. Mt 5.23-24). O ofertório precisa ser devidamente
anunciado e incentivado, bem como praticado por todos. Uma oração deve sempre acompanhar o momento do
ofertório.
1.5 Oportunidades. O dirigente necessita saber antecipadamente quem deseja a oportunidade para encaixar no
seu “programa de culto”. No caso de haver muitas pessoas querendo a oportunidade ao ponto de poder prejudicar
o momento da palavra ou entardecer demais o culto, uma ou mais oportunidades podem ser adiadas sem
necessidade de ressentimentos. As oportunidades também poderão ser mais “democratizadas”.
1.6 Mensagem. É um momento muito importante do culto onde se espera de um modo especial “ouvir a Deus”
através da exposição da sua palavra. Se requer reverência do público e humildade para aprender, mesmo quando
já se sabe muito!

Modelo de ordem de Culto

Abertura.

Preludio.

Leitura Bíblica.

Oração reflexiva (silenciosa)

Hino - cânticos

Hino – cânticos

Avisos pastorais. Boas Vindas aos Visitantes

Especial (poesia, solo,moças, senhoras, homens.etc.)

Ofertório

Oração pelas ofertas

Hino – cânticos

Mensagem.

Hino de encerramento. (Curto)

Oração final silenciosa. (encerramento do culto)