Вы находитесь на странице: 1из 7

12/8/2017 Circuitos comparadores

Amplificadores Operacionais III – Circuitos comparadores

Em muitas situações práticas existe a necessidade de comparar dois sinais, sendo um proveniente de
um transdutor e outro estipulado pelo projetista.

O circuito comparador simples – Não inversor

Esse é um circuito comparador simples, onde o sinal é aplicado à entrada não inversora e a referência,
determinada pelo projetista, é aplicada à entrada inversora do AOP.

O funcionamento deste circuito é bastante simples, enquanto o sinal de entrada for menor que a
referência, a saída estará em saturada em -VSAT, se o sinal de entrada for maior que a referência, a
saída será saturada em +VSAT.

Exemplo de aplicação:

Um transdutor converte uma grandeza física em um sinal elétrico, este é amplificado produzindo um
sinal de 0 a 10V, que e aplicado à entrada não inversora do Amp-OP.

Enquanto que, o sinal de entrada estiver abaixo da tensão de referência, a saída será -VSAT , para o
exemplo zero, no momento que o sinal de entrada atingir a tensão de referência à saída comutará de -
VSAT para +VSAT , no exemplo 10V, que acionará o LED.

O circuito comparador simples – Inversor

Se o projetista desejar que a saída inicie em nível alto (ON) e desligue (OFF), quando uma referencia
for atingida, basta aplicar a referência na entrada não inversora.

http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 1/7
12/8/2017 Circuitos comparadores

Circuitos integrados dedicados à comparação

A necessidade de comparação de sinais, principalmente em sistemas de controle, levou fabricantes de


semicondutores a produzirem circuitos integrados dedicados à comparação, entre os quais se
destacam o LM339 e o LM311.

O comparador LM339 e família.

É um circuito integrado de alta versatilidade e fácil uso, consiste em quatro comparadores (LM339) de
precisão independentes, permite a interface com TTL e CMOS. Pode-se encontrar também uma versão
simples, com um comparador (LM331) e uma versão dupla com dois comparadores (LM393).

O circuito integrado:
O LM 339 é projetado para operar com uma única fonte de alimentação, em uma ampla faixa de
tensões.

Arquitetura básica:
Sua saída é um transistor NPN com coletor aberto, portanto é necessário um resistor de elevação “pull
– up”.

Interface com circuitos lógicos


O LM339 possui saída compatível com sistemas lógicos TTL, DTL, ECL, MOS e CMOS.

http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 2/7
12/8/2017 Circuitos comparadores

Comparador com janela

Também conhecido como detector de faixa o comparador com janela apresenta um nível alto de tensão
de saída, sempre que a tensão de entrada estiver compreendida em uma faixa de referência imposta
pelo projetista.

Calculando as referências

VREF 1 = 10kW ¸ (10kW + 2kW). 12V = 2V


VREF 2 = 2kW ¸ (2kW + 10kW). 12V = 10V

A saída do circuito somente será alta (ON) se, o sinal de entrada estiver compreendido entre as
referências, no caso entre 2V e 10V. Para valores abaixo de 2V e acima de 10V, a saída será baixa
(OFF).

O comparador LM311

Se o projetista desejar mais velocidade de comutação, o comparador recomendado é o LM311 (da


ordem de 200ns), também permite interface com circuitos lógicos.

O circuito integrado:
São projetados para operar com fonte simétrica, tipicamente ±15V ou assimétrica 5V, para interface
com sistemas lógicos.

características básicas:

Assim como o LM 339, o LM311 tem sua saída “open collector”, necessitando de um resistor “pull -up”
para elevar a saída. Este integrado pode acionar saídas como lâmpadas e relês, comutando tensões de
até 50V/50mA.
http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 3/7
12/8/2017 Circuitos comparadores

Outra característica importante é o “strobe”, que permite habilitar ou não a saída do comparador.

Aplicações em circuitos de instrumentação

Ter o controle sobre variáveis de processo como, pressão, nível, temperatura etc, é de extrema
importância para a industria e, os amplificadores operacionais, configurados como comparadores têm
um papel importante nesse controle.

Medição e controle de temperatura


O sensor LM35 é um sensor de precisão, fabricado pela National Semicondutores. Seu funcionamento
é bastante simples, quando alimentado ele apresenta uma saída de tensão linear de 10mV para cada
grau Celsius de temperatura.

Descrição de funcionamento:

O circuito acima é composto de três partes, sendo:


q Um sensor de temperatura 10mV /1ºC.
q Um amplificador não inversor de ganho 10.
q Um circuito comparador, com referência preestabelecida em 4V.

Seu funcionamento é bastante simples, quando a temperatura atingir 40ºC, a saída do sensor será de
400mV, que amplificada 10 vezes, chega a 4V na entrada do comparador, atingindo assim, a referencia
e a saída do comparador comuta de -VSAT para +VSAT .

Temperatura Saída do sensor Saída do amplificador Estado de saída


q 10ºC ® 100mV ® 1V ® OFF
q 20ºC ® 200mV ® 2V ® OFF
q 30ºC ® 300mV ® 3V ® OFF
q 40ºC ® 400mV ® 4V ® ON
q 50ºC ® 500mV ® 5V ® ON
q 60ºC ® 600mV ® 6V ® ON
q 70ºC ® 700mV ® 7V ® ON
q 80ºC ® 800mV ® 8V ® ON

http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 4/7
12/8/2017 Circuitos comparadores

Mais sobre temperatura - Termistores

Os termistores são resistores não lineares, que


alteram suas resistência com o aumento ou
diminuição da temperatura.

Tipos de termistores :

PTC: (Coeficiente positivo da temperatura), a


resistência aumentará com o aumento da
temperatura .

NTC: (Coeficiente negativo da temperatura), a


resistência diminuirá com o aumento da
temperatura . Ao lado a curva característica do
NTC.

O circuito de controle
O circuito abaixo apresenta o LM393, (versão dual do LM339). O funcionamento do circuito é bastante
simples, se a temperatura chegar a um determinado valor, a chave eletrônica deverá ligar ou desligar
algo.

Dimensionando resistores
Fazendo R2 = 2kW, tem-se a 25ºC um
sinal no terminal (+) não inversor de :

Vi@25ºC = [2kW¸(1kW+2kW)].12V
Vi@25ºC = 8V

Vi@50ºC = [2kW ¸ (0,8kW + 2kW)].12V


Vi @ 50ºC = 8,57V

Para que a saída comute de nível baixo


para alto em 30ºC, deve-se ter uma
tensão de referência de 8,57V

Fazendo R1 = 10kW, tem-se :

10kW = 3,43 V
P = 8,57 V

P = (10000W.8,57V) ¸ 3,43 V
P = 24.985,42W

O diodo protege o transistor contra transientes, no momento do desligamento do relé.

Para o transistor saturar, deve-se fazer a corrente de base 10 x menor que a corrente drenada pelo
relé, no caso 40mA, portanto 4mA é o suficiente. Logo,

R3 = (12 V – 0,7V) ¸ 4mA

http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 5/7
12/8/2017 Circuitos comparadores

R3 = 2825W (comercial 2,8kW)

Medição e controle de nível


Os comparadores podem ser usados em uma infinidade de aplicações. Uma outra aplicação bastante
simples, na verdade artesanal, é um controle de nível de um tanque.

Descrição de funcionamento: O potenciômetro deve ser ajustado de maneira que, quando o nível do
líquido subir a tensão na entrada não inversora deverá diminuir. Assim, quando a tensão cair abaixo da
referência à saída do LM é levada para nível baixo e o relé desliga a entrada do líquido.

Melhorias poderão ser feitas depende de sua criatividade.

Detectores de presença
O circuito comparador nos dá uma infinidade de idéias, de baixo custo. Uma delas é um detector de
presença, que pode ser construído facilmente com um LDR (Resistor Dependente de Luz), que possui
baixa resistência quando iluminado e alta resistência quando na sombra.

Descrição de funcionamento: Enquanto a luz do laser estiver iluminando o LDR, sua resistência será
baixa e a tensão no pino 5 será inferior a tensão de referência e a saída baixa. Quando o feixe de luz
for interrompido a resistência no LDR será muito alta e a tensão no pino 5 ultrapassa a tensão de
referência, e a saída será alta, acionando a sirene.

www.clubedaeletronica.com.br

Os que acreditam que com dinheiro tudo se pode fazer, estão indubitavelmente dispostos a fazer tudo
por dinheiro.
(Beauchène)

Referências bibliográficas
q Pertence, A. Amplificadores Operacionais – 5ª edição. São Paulo: Makron Books, 1996.

http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 6/7
12/8/2017 Circuitos comparadores
q Gluiter, A .F. Amplificadores Operacionais fundamentos e aplicações. São Paulo: McGraw Hill , 1988.
q Malvino, A.P. Eletrônica - volume II. São Paulo: Makron Books, 1997.
q Boylestad, R. e Nashelsky, L. Dispositivos Eletrônicos e Teoria dos Circuitos. Rio de Janeiro: Prentice-Hall, 1994.
q Lalond, D.E. e Ross, J.A. Princípios de dispositivos e circuitos eletrônicos. São Paulo: Makron Books, 1999.
q Datasheet – LM311 e LM339 – National semicondutores.

Clube da eletrônica - Amplificadores operacionais III


Autor : Clodoaldo Silva – Revisão: 02Nov2006.
 

http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/HTML/Circuitos%20comparadores.htm 7/7