Вы находитесь на странице: 1из 5

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO /


ENGENHARIA ELÉTRICA

Jesse Andrade Esteves – 201301986241

Thiago Ferreira Fontes – 201301438839

Diogo das Neves Bezerra – 201502375346

Flávio Luiz de Souza Baía – 201510761314

Leonardo Reis – 201402408552

Motor Trifásico (acionamento em Partida Direta)

RIO DE JANEIRO

SETEMBRO/2017
1. INTRODUÇÃO

O sistema tradicional (estrela-triângulo) de partida direta de motores


trifásicos é um recurso ideal quando se deseja usufruir do desempenho
nominal máximo de um motor elétrico trifásico como o torque de partida,
que utiliza uma chave , que pode ser manual ou automática, é interligada aos
enrolamentos do motor, que devem estar acessíveis em 6 terminais.

2. Material utilizado na experiência

 Motor trifásico;
 Botoeiras;
 Contatores de potência;
 Relés de temperatura;
 Alimentação de rede em 220V1

3. Diagrama de Força (Sistema parado) :


Commented [L1]: O diagrama deve ser realizado no
CadSimu

Imagem 1 (CADSimu)
3. 1- Diagrama de Força (Sistema em Funcionamento):

Imagem 2 (CADSimu)

4. Diagrama de Comando (com a chave acionada):


O diagrama de comando desta partida direta representa a lógica de contatos
que será responsável por acionar os componentes responsáveis por comandar
as cargas presentes no diagrama de força.

Imagem 3 (CADSimu)
5. O Experimento

A rede de alimentação será responsável por disponibilizar, neste caso,


uma alimentação trifásica (3 fases + terra) para atender a necessidade do
motor elétrico utilizado.

Imagem 4

Nesta instalação elétrica é utilizado um relé térmico representado pela


letra F na saída dos contatores K1 que tem por objetivo realizar a proteção do
motor elétrico trifásico em função de corrente de sobrecarga.
O relé térmico presente no diagrama de comando tem por objetivo
proteger o circuito de comando caso haja acionamento do relé térmico do
diagrama de força.
Imagem 5

Acionando a botoeira B1 pulsante normalmente aberta o relé K1 é


acionado e então o contator K1 normalmente aberto que está ligado em
paralelo com a botoeira B1 é energizado e fecha criando um selo, ou seja,
estabelece um caminho alternativo para a corrente elétrica, pois a botoeira B1
por ser pulsante normalmente aberta não tem condições de realizar por si só a
alimentação do circuito. Simultaneamente ao acionamento do relé K1 e do
contator K1, os contatores K1 que estão instalados após a saída da rede
alimentação são acionados e assim o motor elétrico trifásico entra em
funcionamento. Para a desenergização da instalação, é necessário pressionar
a botoeira B0, que pode ser entendido como um botão ON/OFF ou de parada
emergencial. Se houver uma sobrecarga na instalação, o relé térmico do
diagrama de força será acionado que por sua vez, acionará o seu contato
auxiliar localizado no diagrama de comando, cortando assim a alimentação da
instalação, evitando danos aos condutores e aos equipamentos devido a
sobrecarga.