Вы находитесь на странице: 1из 5

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIA DOS MATERIAIS

1. Cite as principais características apresentadas pelas seguintes classes de materiais, dando um


exemplo para cada uma delas:
Metais
Formados por um ou mais elementos metálicos e com frequência por elementos não
metálicos em quantidade relativamente pequena (liga AlCu, Fe-C)
Possuem ligação arranjada de maneira muito ordenada (rede cristalina)
São relativamente densos
Elétrons não ligados a nenhum átomo em particular, tornando-os bons condutores
térmico e elétricos (Alumínio)
Em relação às características mecânicas, são dúcteis e resistentes a fratura, tendo
grande aplicação estrutural.

Cerâmicos
Compostos formados por elementos metálicos e não metálicos, na maioria das vezes
são óxidos, nitretos e carbetos (Al2O3, SiC, Si3N4)
São geralmente isolantes térmicos e elétricos;
São resistentes a altas temperaturas e ambientes severos;
Possuem baixa densidade;
Em relação às características mecânicas, as cerâmicas são duras, porém frágeis.

Polímero
Compostos orgânicos baseados em Carbono, Hidrogênio e outros elementos não
metálicos;
São constituídos de moléculas muito grandes (macromoléculas);
Possuem baixa densidade e podem ser muito flexíveis;
Incluem as famílias de plásticos e borrachas;
Devido sua densidade reduzida, podem muitas vezes possuir resistência em relação a
massa semelhante a dos metais e cerâmicos.

Compósitos
São constituídos de mais de um material insolúvel entre si;
Projetados para possuírem a combinação das melhores características de cada material
constituinte.

Semicondutores
Possuem características intermediárias entre condutores e isolantes elétricos;
Possuem características elétricas extremamente sensíveis a presença de pequenas
quantidades de impurezas.

Biomateriais (Mat. Biocompatíveis)


São materiais empregados para implantes em partes de seres humanos;
Não devem produzir substâncias tóxicas e devem ser compatíveis com os tecidos do
corpo humano;
Todos os materiais citados anteriormente podem ser utilizados como Biomateriais se
satisfizerem essas características.
2. Cite de forma resumida as principais diferenças entre ligação iônica, covalente e metálica.
R: A ligação metálica não é direcional, forma-se com átomos de baixa eletronegatividade,
sendo o tipo de ligação dos metais e ligas metálicas;
Já a ligação covalente é direcional, possuindo ângulos bem definidos, apresentando um certo
grau de ligação iônica, forma-se com átomos de alta eletronegatividade, é uma ligação mais
forte que a metálica, sendo o tipo de ligação predominante nos materiais poliméricos. Por fim,
a ligação iônica, não é direcional, ocorre uma atração mútua, mas forma-se com átomos de
diferentes eletronegatividades (um com alta e outro com baixa), é uma ligação muito forte,
por isso o elevado ponto de fusão desses materiais, é a ligação predominante nos materiais
cerâmicos.

3. Qual o tipo de ligação química é usualmente presente nos seguintes materiais?


Metais = ligação metálica
Cerâmicos = ligação iônica (predominante) podendo possuir certo caráter covalente
Polímero = ligação covalente (predominante) podendo possuir certo caráter iônico
Compósitos =
Semicondutores =
Biomateriais (Mat. Biocompatíveis) =

4. Qual o tipo de ligação você esperaria que se formasse para os seguintes compostos:
Bronze (liga de Cu e Sn), GaSb, Al2O3 e nylon.
Ligação metálica
Ligação metálica
Ligação Iônica

5. Dê sua opinião sobre a seguinte afirmação: Quanto maior a diferença nas eletronegatividades, mais
covalente é a ligação.
R: Afirmação falsa, pois quanto maior a diferença de eletronegatividade, maior o caráter iônico da
ligação, haja vista que não há direcionalidade e sim uma atração mútua devido a diferença de
eletronegatividade.

6. Por que em geral os metais apresentam alta condutividade térmica e elétrica?


R: Devido os elétrons não permanecerem ligados a nenhum átomo específico, aumentando a
mobilidade entre eles. Esta mobilidade de elétrons aumenta a condutância térmica e elétrica.

7. Explique porque geralmente materiais covalentes são menos densos que materiais metálicos e
iônicos.

8. Calcule o percentual de caráter iônico presente na ligação dos seguintes compostos: TiO2 e InSb.
ETi = 1,5eV; EO = 3,5 eV; EIn = 1,7 eV e ESb = 1,9 eV.
2
(Fórmula: Fração Covalente = 𝑒 −0,25∆𝐸 )
2
Fração Covalente de TiO2 = 𝑒 −0,25∆(3,5−1,5) = 0,36
2
Fração Iônica de TiO2 = 1 - 𝑒 −0,25∆(3,5−1,5) = 0,64
2
Fração Covalente de InSb = 𝑒 −0,25∆(1,9−1,7) = 0,99
2
Fração Iônica de InSb = 1 - 𝑒 −0,25∆(1,9−1,7) = 0,01
9. Considerando a seguinte afirmação correta “quanto mais próximo os átomos, maior a força de
atração entre eles”, explique porque eles não se chocam.
R: Eles não se chocam devido haver também um aumento das forças repulsivas entre a sobreposição
das camadas mais internas.

10. O que determina a distância de equilíbrio entre os átomos?


R: A soma entre as forças atrativas e repulsivas iguais a zero.

11. Explique porque os metais geralmente se expandem ao serem aquecidos.


R: Quando os átomos são aquecidos a vibração térmica aumenta, fazendo com que os átomos
oscilem próximos ao estados de equilíbrio, aumentando a distância média entre os átomos.

12. O que você entende por força de ligação?


R: São as forças responsáveis por manterem os átomos unidos, ela está relacionada com a inclinação
da curva entre as forças de ligação e distância interatômica.

13. Como a energia e força de ligação estão relacionadas?


R: Elas estão relacionadas matemática, sendo que o ponto de equilíbrio, ou seja, soma igual zero
entre forças atrativas e repulsivas, possui a menor energia.

14. Que tipos de informações podem ser obtidas do gráfico energia de ligação em função da distância
interatômica?
R: A temperatura de fusão, pois quanto maior o poço de potencial, maior a temperatura de fusão do
material.
LISTA II
1. R: Os materiais cristalinos possuem arranjo atômico definido e ordem de longo alcance, formando
uma estrutura tridimensional chamada de rede cristalina, já os materiais não cristalinos não possuem
ordem de longo alcance, não possuindo assim uma rede cristalina.

2. R: São três as estruturas cristalinas mais comuns: Cúbica de face centrada (CFC), cúbica de corpo
centrado (CCC) e hexagonal compacta (HC).

3. R: O FEA é o volume dos átomos dentro da célula unitária dividido pelo volume da célula unitária,
ou seja, é a razão ocupada da célula unitária. Esse fator depende da estrutura cristalina e do
parâmetro de rede da mesma.

4. R: Fe = CCC
aCCC = 4𝑟/√3
rFe = 124 pm
4 ∗ 124 ∗ 10−12 𝑚
= 2,86 ∗ 10−10 𝑚 = 2,68 ∗ 10−8 𝑐𝑚
√3
4 4 4
2∗ 𝜋𝑟 3 2∗ 𝜋𝑟 3 2∗ 𝜋
3 3 3
FEA = = = (4/√3)3 = 0,68
𝑎3 (4𝑟/√3)3

5. R:

6. R:
1. O ferro é CCC e seu raio atômico é 0,124x10-9 m. Determine seu parâmetro de rede.
2
R: (4𝑟)2 = 𝑎2 + (𝑎√2)

16𝑟 2 = 𝑎2 + 2a2

3𝑎2 √3 4𝑟 4(0,124𝑥10−9 )
𝑟2 = √ =𝑎 → 𝑎𝑐𝑐𝑐 = = = 0,286𝜂𝑚
16 4 √3 √3