Вы находитесь на странице: 1из 2

Universidade Federal Fluminense

Instituto de História

Disciplina: Teoria, Métodos e Historiografia


Professora: Francine Iegelski
1o Semestre/2017

1. Ementa: O curso está organizado em quatro eixos temáticos que articulam alguns dos
principais problemas teóricos e metodológicos da historiografia contemporânea. São eles:
Epistemologia e teoria da história: sobre os fundamentos do conhecimento histórico;
Objetividade e subjetividade na história entre os séculos XVIII e XXI; Formas de
temporalidade, mudanças da consciência de historicidade: história e ciências sociais; Política,
poder e ideias de história.

2. Objetivo: O curso tem por objetivo recuperar as discussões clássicas que ajudaram a
instituir a forma atual da história e a constituir seus principais objetos e problemas. Essa é
uma maneira de abordar temas centrais para os historiadores contemporâneos, como as
experiências temporais e as categorias apropriadas para sua apreensão e compreensão; a
crítica do pensamento moderno; a relação entre política e história. Assim, a ideia é evidenciar
que, longe de ser uma área acessória, a teoria da história é parte constitutiva da prática
historiográfica.

3. Estrutura do curso:

3.1. Epistemologia e teoria da história: sobre os fundamentos do conhecimento histórico

- As raízes clássicas da historiografia moderna


- O conceito de história moderna
- O paradigma indiciário
- O questionamento da evidência da história

3.2. Objetividade e subjetividade na história entre os séculos XVIII e XXI

- A história magistra vitae: ética e memória


- Fontes, método e verdade na história
- História como ciência e/ou como modo de inteligibilidade
- A questão da narrativa

3.3. Formas de temporalidade, mudanças da consciência de historicidade: história e


ciências sociais

- Annales contra a história metódica


- Tempo histórico e tempo social
- História e estruturalismo: mentalidade e inconsciente
- Temporalidades e regimes de historicidade
3.4. Política, poder e ideias de história

- A história como conhecimento perspectivo


- História das ideias e história política
- História dos conceitos e história intelectual

4. Formas de avaliação:
Seminário e avaliação final

5. Bibliografia básica

BLOCH, Marc. Introdução à História (Portugal: Europa-América, 2012).


BRAUDEL, Fernand. Escritos sobre a história, trad. J. Guinsburg e Tereza Cristina Silveira
da Mota. São Paulo: Perspectiva, 1969.
BURKE, Peter. A revolução francesa da historiografia: a escola dos Annales, 1929-1989,
trad. Nilo Odália (São Paulo: UNESP, 1991).
FALCON, Francisco. “História e Poder”, In: Domínios da História, orgs. Ciro Flamarion
Cardoso e Ronaldo Vainfas (Rio de Janeiro: Elsevier, 2011).
GINZBURG, Carlo. “Sinais: raízes de um paradigma indiciário”, In: Mitos, emblemas, sinais:
Morfologia e História (São Paulo: Companhia das Letras, 1990).
HARTOG, François. Regimes de historicidade: Presentismo e experiências do tempo, trad.
Andréa Souza de Menezes, Bruna Beffart, Camila Rocha de Moraes, Maria Cristina de
Alencar Silva e Maria Helena Martins (Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014).
___.“O olhar distanciado. Lévi-Strauss e a história”, trad. Temístocles Cezar, Topoi, [vol.] 7,
12 (2006) (9-24).
KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado. Contribuição à semântica dos tempos históricos,
trad. Wilma Patrícia Maas e Carlos Almeida Pereira (Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUC-
Rio, 2006).
LE GOFF, Jacques; CHARTIER, Roger; REVEL, Jacques (orgs.). A história nova, trad.
Eduardo Brandão (São Paulo: Martins Fontes, 1998).
LÉVI-STRAUSS, Claude. O pensamento selvagem, trad. Tânia Pellegrini (Campinas, São
Paulo: Papirus, 1997).
MOMIGLIANO, Arnaldo. As raízes clássicas da historiografia moderna, trad. Maria Beatriz
Borba Florenzano (Bauru, SP: EDUSC, 2004).
PALLARES-BURKE, Maria Lúcia. As muitas faces da história: nove entrevistas (São Paulo:
UNESP, 2000).
POCOCK, J.G.A. “O conceito de linguagem e o métier d’historien”. In: Linguagens do
ideário político (São Paulo: Edusp, 2003).
SKINNER, Quentin. Fundações do pensamento político moderno (São Paulo: Cia das Letras,
2009).
WHITE, Hayden. “A questão da narrativa na teoria da história contemporânea”, In: Nova
história em perspectiva, orgs. Fernando A. Novais e Rogério F. da Silva (São Paulo: Cosac &
Naify, 2011).