You are on page 1of 65

Curso de Utilização do Sistema

CSI 4500 Online RBMconsultant

BahiaSul Celulose SA
Julho de 2003
CSI 4500 Online RBMconsultant

Índice
Capítulo 1 - Sistema CSI RBMware................................................................... 4
1.1. Introdução ao Sistema CSI RBMware ........................................................................... 4
1.2. A tela principal do RBMware ........................................................................................ 5
1.3. A ajuda do RBMware..................................................................................................... 9
Capítulo 2 - Monitoramento Online.................................................................. 12
2.1. Introdução ao monitoramento contínuo ....................................................................... 12
2.2. Uma visão geral............................................................................................................ 13
2.3. A arquitetura do sistema online.................................................................................... 13
2.4. Coleta de dados e relatórios.......................................................................................... 15
2.5. Online Config ............................................................................................................... 17
2.6. Hierarquia de objetos do banco de dados ..................................................................... 18
2.7. Online Watch Client..................................................................................................... 20
2.8. Online Server................................................................................................................ 21
2.9. Interação com as aplicações cliente Online Client ....................................................... 22
Capítulo 3 - Online Configuration .................................................................... 24
3.1. Introdução..................................................................................................................... 24
3.2. Aplicação exemplo ....................................................................................................... 24
3.2.1. Passo 1: Abrindo um modelo de banco de dados................................................... 27
3.2.2. Passo 2 – Configurando o hardware ...................................................................... 28
3.2.3. Passo 3 – Criando predicados ................................................................................ 28
3.2.4. Passo 4 – Definição do equipamento a ser monitorado ......................................... 28
3.2.5. Passo 5 – Conectando-se a um servidor Online Server ......................................... 29
3.2.6. Passo 6 – Comissionando o hardware.................................................................... 30
3.2.7. Passo 7 – Definindo os conjuntos de coleta de dados (DCS) ................................ 30
3.2.8. Passo 8 – Realizando a coleta de dados de rotina .................................................. 30
Capítulo 4 - Online Watch ................................................................................ 33
4.1. Introdução..................................................................................................................... 33
4.2. Guia do usuário ............................................................................................................ 33

Página 1 de 1
CSI 4500 Online RBMconsultant

4.2.1. Executando o Online Watch .................................................................................. 33


4.2.2. Conectando a um servidor Online Server [Ctrl+N, Alt-F-C]................................. 34
4.2.3. Navegando na visualização hierárquica do banco de dados .................................. 35
4.2.4. Monitorando o estado do sistema........................................................................... 36
4.2.5. Como o estado do sistema é exibido...................................................................... 36
4.2.6. Visualizando o estado atual e os valores medidos ................................................. 36
4.2.7. Quando um alarme ocorre...................................................................................... 41
4.2.8. Utilizando o histórico de alarmes........................................................................... 41
4.2.9. Contagem de alarmes e caixas de marcação de visualização................................. 42
4.2.10. Títulos das colunas............................................................................................... 42
4.2.11. Lista de alarmes ................................................................................................... 43
4.2.12. Propriedades......................................................................................................... 45
4.2.13. Modificando os limites de alarme ........................................................................ 46
4.2.14. Solicitando aquisições sob demanda.................................................................... 48
4.2.15. Solicitando tendências “ao vivo” ......................................................................... 48
4.3. Seção de referência....................................................................................................... 48
4.3.1. Janela principal do Online Watch .......................................................................... 48
4.3.2. Barra de título......................................................................................................... 49
4.3.3. Barra de menu ........................................................................................................ 49
4.3.4. Barra de ferramentas .............................................................................................. 51
4.3.5. Barras de sinais ...................................................................................................... 51
4.3.6. Caixa de diálogo de limites de alarmes [Alt+T+E]................................................ 53
4.3.7. Caixa de diálogo de aquisição sob demanda [Alt+T+D]....................................... 54
4.3.8. Caixa de diálogo de gerenciamento de pastas de trabalho [Ctrl+F ou Alt+V+F]. 56
4.3.9. Caixa de diálogo de opções [Alt+T+O]................................................................. 56
Capítulo 5 - RBM Network Administration ..................................................... 58
5.1. O RBMadmin ............................................................................................................... 58
5.2. Sistemas monousuário.................................................................................................. 58
5.3. Sistemas multiusuário................................................................................................... 58
5.4. Sistemas online............................................................................................................. 59

Página 2 de 2
CSI 4500 Online RBMconsultant

5.5. Utilizando o RBMadmin .............................................................................................. 59


5.6. Menu principal do RBMadmin..................................................................................... 59
5.7. Menu File ..................................................................................................................... 59
5.8. Menu View ................................................................................................................... 61
5.9. Menu User .................................................................................................................... 62

Página 3 de 3
CSI 4500 Online RBMconsultant

Capítulo 1 - Sistema CSI RBMware

1.1. Introdução ao Sistema CSI RBMware

O RBMware é um pacote de software de analise de dados multi-tecnológico desenvolvido


para atender aos programas de Manutenção Baseada em Confiabilidade (do inglês, Reliability Based
maintenance – RBM). O RBMware suporta os analisadores da CSI (Computational Systems,
Incorporated), micro-sensores, sistemas de monitoramento online e outros dispositivos de coleta de
dados.
O RBMware incorpora e aprimora todas as funções do pacote de software CSI MasterTrend.
O RBMware é formado por um conjunto de softwares totalmente integrados e baseados nos sistema
MS-Windows de 32 bits. Entre os principais recursos do RBMware podemos citar:
• Trabalha sob as plataformas Microsoft Windows de 32 bits – Windows NT 4.xx,
Windows 2000 e Windows XP.
• Suporta os analisadores portáteis das famílias CSI 2115, 2117, 2120 e 8000.
• Suporta acesso compartilhado a múltiplos servidores de dados RBMware através de
uma robusta arquitetura cliente-servidor.
• Integra as tecnologias vibração, tribologia, termografia, ultra-som e motores elétricos
para medição e análise.
• Possui ferramentas de criação automatizada de bancos de dados RBMware.
• Possui capacidade avançada de emissão de relatórios e integração com outros
sistemas.

Página 4 de 4
CSI 4500 Online RBMconsultant

1.2. A tela principal do RBMware

Vários módulos estão agrupados na tela principal em abas, como se fossem pastas de
arquivos. Clicando em cada uma das abas é possível visualizar os aplicativos relativos àquele grupo.
Uma barra de tecnologias presente à esquerda pode ser utilizada para filtrar os módulos de
acordo com a tecnologia na qual eles são utilizados.
• Setup/Communications
o RBMWizard
Sistema de auxílio para trabalhos com bancos de dados. Este sistema permite a
criação e alteração de bancos de dados para qualquer aplicação, permitindo ao usuário
criar peças de um conjunto utilizando pontos, conjuntos de parâmetros e alarmes e
freqüências de falhas pré-definidas.
o Database Setup

Página 5 de 5
CSI 4500 Online RBMconsultant

Este aplicativo possibilita ao usuário trabalhar livremente com o banco de dados, de


forma a ajustá-lo às suas necessidades. Um banco de dados contém as informações
necessárias para coletar, armazenar e analisar dados de diferentes máquinas.
o Database Utility
Este utilitário proporciona ao usuário a capacidade de extrair (ou copiar) partes ou
todo um banco de dados de forma a criar pequenos bancos de dados. Dois bancos de
dados podem ser fundidos em um único. Este módulo permite ainda que sejam feitas
alterações globais em um banco de dados existente.
o Stored Data Management
Este programa permite ao usuário editar dados estatísticos, endereçar dados
adquiridos fora-de-rota e redefinir os marcadores de dados de referência.
o Database Repair
Também conhecido como DBFix, o Database Repair foi desenvolvido para
diagnosticar, relatar e reparar problemas nos bancos de dados do RBMware e seus
arquivos associados. É possível geral uma lista exibindo as mensagens de erros e
alertas, além dos arquivos externos utilizados.
o Route Management
As máquinas são selecionadas e agrupadas com seus dados associados em rotas para
serem transferidas aos coletores de dados. Após as coletas, os dados são transferidos
de volta ao computador que armazenará no banco de dados adequado.
o Manual Data Entry
O MANLOG permite a entrada pelo teclado de dados de tendência para um banco de
dados RBMware. Isto permite que dados coletados por um coletor que não seja
compatível com o RBMware sejam salvos de forma a permitir a análise por
tendência. Pode ser utilizado também para corrigir dados errôneos já armazenados no
banco de dados.
o RBM Network Administration
Todas as configurações de rede, sistemas online, usuários e acesso aos bancos de
dados são acessados através do módulo RBMware Network Administration, também
conhecido como RBMadmin. Este módulo pode também ser acessado diretamente
pelo sistema operacional, mesmo sem o RBMware ser executado.
o Database Conversion
Os dados do MasterTrend for Windows 3.06 ou superior e do MasterTrend for DOS
2.76 podem ser convertidos para bancos de dados RBMware através deste módulo.
Todas as informações presentes no banco de dados MasterTrend, incluindo as
imagens, são convertidas. Os arquivos antigos do MasterTrend são mantidos
intocados após a criação do arquivo RBMware.

Página 6 de 6
CSI 4500 Online RBMconsultant

o Database Zip Utility


Permite a compactação e restauração de bancos de dados RBMware e seus arquivos
associados em um único arquivo, que pode ser utilizado para backup ou transporte de
dados.
o Online Configuration
Utilizado para criação e edição de bancos de dados para sistemas online, além da
configuração e comissionamento dos sistemas de monitoramento online CSI 4500.
o Analyzer Data Transfer
As comunicações entre os analisadores compatíveis com o RBMware e o banco de
dados são ajustadas e executadas através deste módulo. É possível também que sejam
feitos alguns ajustes, como a substituição de sensores e definição dos alarmes a serem
exibidos durante a coleta.
Este módulo não é compatível com a família de coletores CSI 2130 RBMConsultant
Pro.
o 2130 Data Transfer
Módulo de comunicação entre os coletores CSI 2130 RBMConsultant Pro e o
computador, permitindo o armazenamento das rotas em arquivos que podem ser
enviados via e-mail ou discos magnéticos bem como a transferência dos dados destas
rotas para os bancos de dados RBMware.
o Information Framework
Controla as configurações do sistema de termografia infra-vermelha.
o IR Analyzer Data Transfer
Permite a transferência de informações e dados de/para o IR VDC (computador de
aquisição de dados de termografia).
o Corrective Data Transfer
Este módulo controla a transferência de informações e dados entre o banco de dados
RBMware e o UltraSpec® e o 2120 com os programas carregáveis de alinhamento,
balanceamento, analise de motor elétrico, controle de qualidade e análise vibracional.
Este módulo é equivalente ao “Ultramanager” do MasterTrend.
o Ultrasonics Data Transfer
Controla a transferência de informações e dados de/para o sistema de medição de
ultra-som CSI SonicScan.
• Analysis
o Diagnostic Plotting

Página 7 de 7
CSI 4500 Online RBMconsultant

Permite ao analista examinar os dados e diagnosticar os problemas dos equipamentos


baseado na visualização de tendências, espectros e forma-de-onda. É possível ainda a
comparação entre dados de diferentes máquinas ou pontos e a exibição dos dados
individualmente ou em grupo.
o Nspectr®
Este é o modulo de análise de falhas automatizada do RBMware, uma poderosa
ferramenta baseada em computador utilizada para analisar e diagnosticar as falhas de
máquinas, baseadas em dados armazenados e informações fornecidas pelo usuário.
o Frequency Calculations
Cinco funções do modulo Frequency Calculations (FRQCAL) ajudam ao usuário no
cálculo de freqüências de rolamentos, engrenamentos (redutores, multiplicadores,
planetárias, etc.), correias, motores elétricos e modulações. Uma sexta função,
Conversion of Units (Conversor de Unidades) calcula fatores de conversão para uma
grande variedade de unidades de engenharia, incluindo dB.
o Statistical Alarm Setup
O AUTOSTAT realiza uma análise estatística em um banco de dados RBMware de
forma a criar limites de alarme adequados para os parâmetros de análise. Partes do
equipamento que apresentar características semelhantes podem ser agrupadas para
incrementar a análise estatística. Tanto os dados espectrais quanto os valor das bandas
de coleta podem ser utilizados para os cálculos estatísticos.
o MotorView Analysis
Este programa permite a análise de dados de motores elétricos.
o OilView Analysis
Este modulo analisa as amostras de óleo através dos analisadores de óleo da CSI,
além de trabalhar com dados importados de laboratórios externos.
o IR Viewing and Reports
Este modulo permite que o usuário visualize e analise dados de infra-vermelho, além
de gerar relatórios com as conclusões das análises.
o Advanced Diagnostics
O modulo Advanced Diagnostics (Diagnósticos Avançados) permite a comunicação,
armazenamento e visualização dos dados adquiridos pelos módulos Advanced 2
Channel e Transient, disponíveis para os analisadores de dois canais.
o Ultraplot
O programa Ultraplot permite ao analista visualisar, analisar e relatar problemas
baseado nos dados adquiridos pelos módulos Analyze e QC do UltraSpec 8xxx.
o Online Watch

Página 8 de 8
CSI 4500 Online RBMconsultant

Utilizado para visualizar os dados “ao vivo” dos sistemas online, incluindo o relatório
de alarmes. O sistema permite, também, a aquisição de dados sob demanda dos
sistemas online.
• Document/Report
o RBMview™
O RBMview™ fornece uma visão geral de alto nível de todo o programa RBM. Este
módulo foi desenvolvido para fornecer um ponto central de informações de um
equipamento, de forma a registrar e monitorar eventos, estabelecer uma faixa de
importância, que facilitam na criação de ordens de serviços e relatórios, além de
estabelecer uma comunicação bi-direcional via MIMOSA com um sistema CMMS ou
com o MAXIMO.
o Previewer
O Previewer é um editor de textos que exibe as informações geradas pelos demais
módulos do RBMware. Ele pode ser utilizado para editar, salvar e imprimir
informações. A maioria dos módulos do RBMware pode ser ajustado para enviar suas
saídas automaticamente para o Previewer.
o Exception Analysis
O EXPORT (também conhecido como Exception Reporter) fornece 14 diferentes
métodos de pesquisar, ordenar e listar os dados coletados. Estas informações podem
então ser utilizadas para determinar quais máquinas necessitam de análise mais
detalhada, reduzindo assim o número de máquinas a serem analisadas.
o Outros programas
Dependendo dos módulos adquiridos, outros programas podem estar presentes para o
usuário, mesmo não tendo sido abordados neste documento.
• Favorites
Esta aba pode conter os aplicativos utilizados com maior frequencia, conforme
selecionado pelo usuário, que pode mover os icons de outras abas para a aba Favorites.

1.3. A ajuda do RBMware

Um poderoso sistema de ajuda aos módulos do Rbmware pode ser ativado ao clicar no menu
Help e, em seguida, em Contents, ou no ícone com o sinal de interrogação (?). A tela a seguir
mostra a tela introdutória do sistema de ajuda.

Página 9 de 9
CSI 4500 Online RBMconsultant

Cada um dos capítulos do arquivo de ajuda pode ser acessado ao clicar com o mouse no link
localizado na janela à esquerda da tela de ajuda, conforme visto na tela a seguir.

Outras opções de ajuda estão também disponíveis no menu Help, conforme mostrado na tela
a seguir.

Página 10 de 10
CSI 4500 Online RBMconsultant

Página 11 de 11
CSI 4500 Online RBMconsultant

Capítulo 2 - Monitoramento Online

2.1. Introdução ao monitoramento contínuo

O modelo CSI 4500 Online RBMconsultant e os módulos Online para o software RBMware
formam um poderoso sistema de monitoramento contínuo de equipamentos em uma indústria. O
sistema online 4500 fornece todas as ferramentas e aplicações para criação e gerenciamento de
bancos de dados, comissionamento do hardware e acompanhamento dos equipamentos monitorados.
A série CSI 4500 traz para o mundo do monitoramento contínuo de equipamentos as
avançadas técnicas de análise presentes no analisador portátil CSI 2120 RBMconsultant, que já
possui posição de destaque no mercado mundial.
O sistema 4500 consiste de unidades distribuídas designadas a monitorar o estado de
equipamentos de missão crítica. É adaptivo, possui coleta de dados orientada por eventos e relatório
otimizado, baseado em exceções, para uso em processos em que o tempo de inatividade causado por
falhas no equipamento ou a manutenção não planejada é particularmente cara.
Este sistema é indicado também para qualquer aplicação em que seja recomendado um
acompanhamento contínuo ou onde a presença humana não seja possível e as unidades alimentadas
por bateria não atenderem. A unidade 4500 possui a certificação CE, o que garante a qualidade do
sistema e a resistência a interferências externas. O sistema está disponível também com aprovação
pra áreas perigosas (FM Classe 1, div. 2, grupos C e D, T4).
O software do sistema online é totalmente integrado com o pacote de gerenciamento CSI
RBMware, ampliando consideravelmente a gama de aplicações, que já conta com um excelente
ambiente multitecnologia para análise das condições dos equipamentos.
Como um avanço do tradicional sistema DCS ou SCADA, o sistema online 4500 introduz
um conceito de monitoramento de um equipamento usado por um processo, em conjunto com o
processo, em si. O sistema amplia a mensagem da CSI de “Manutenção Baseada em Confiabilidade”
(Reliability-Based Maintenance) para a área de produção, criando a “Produção Baseada em
Confiabilidade” (Reliability-Based Production) – ajudando a manter a disponibilidade contínua dos
equipamentos críticos no processo.
Neste curso veremos como utilizar os recursos que fazem com que o sistema online 4500
seja destaque na área de monitoramento de equipamento em todo o mundo.

Página 12 de 12
CSI 4500 Online RBMconsultant

2.2. Uma visão geral

A série 4500 Online RBMconsultant nos fornece, a princípio, um sistema de monitoramento


de vibração online. O que exatamente isto significa? Vamos primeiro ver a definição de alguns
termos associados ao modelo 4500:
• Contínuo: Sem interrupção no tempo ou no espaço; seguido, sucessivo, incessante,
através do tempo.
• Online: Equipamento que efetua sua transmissão continuamente, através de um linha.
Acessível por um computador, particularmente através de uma rede.
• Vibração: O ato ou estado de ser movido alternadamente em ambos os sentidos de
uma posição central.
• Monitoramento: Armazenamento e controle de uma atividade ou processo, para
verificar o real estado, manter sob observação, supervisionar.
• Sistema: Combinação de partes coordenadas para um mesmo resultado, ou de
maneira a formar um conjunto. Um grupo de elementos que se interagem e
funcionam juntos, como um todo.
Aqui nós temos um conjunto de elementos (equipamentos de processamento computacional e
programas associados) funcionando juntos com um propósito em comum. Este propósito é manter
um equipamento sob observação através do tempo, armazenando o movimento do equipamento,
verificando seu real estado e tornando estas informações disponíveis em um computador, sobre uma
rede onde o processo está rodando.
Existem várias vantagens neste tipo de instalação:
• É contínuo: Não há perda de informação sobre o estado do equipamento por não ter a
presença de uma pessoa.
• É online: O resultado da análise está disponível a distância através de uma rede.
Certos ajustes e mudanças de configurações podem ser feitos remotamente.
• É automático: A informação apresentada e armazena sem intervenção manual.
• É oportuno: Sendo o sistema contínuo, online e automático, as informações
importantes que darão suporte à tomada de decisões estarão disponíveis
imediatamente.

2.3. A arquitetura do sistema online

O diagrama a seguir mostra uma visão geral de do esquema do sistema online 4500 e sua
relação com o RBMware:

Página 13 de 13
CSI 4500 Online RBMconsultant

Diagrama geral do sistema online 4500


Este tipo de sistema é um pouco complexo. Existem numerosas dependências para se manter
as unidades de monitoramento remotas sincronizadas com as configurações dos bancos de dados.
Muitos clientes podem fazer requisições simultâneas. Em resumo, é necessário um agente de
coordenação que ajude a manter tudo funcionando perfeitamente em conjunto.
Online Server
Para o sistema 4500, o agente de coordenação é o Online Server. O Online Server é a
aplicação de servidor que centraliza as atividades do sistema online. Ele é responsável
por ordenar e processar todas as requisições de todos os clientes, sincronizar o envio e
exibição de todos os clientes, enviar informações de configuração e receber dados das
unidades de 4500, além de armazenar os dados no banco de dados do RBMware.
Online Config
Uma vez que você tem um mecanismo para coordenar as unidades de monitoração e
tratar os dados que elas produzem, você precisa de uma aplicação que possa gerenciar
sua configuração. O Online Config é a aplicação cliente que é responsável pela
configuração do sistema online, o que inclui a configuração dos bancos de dados e o
comissionamento do hardware. Utilizando o Online Config, você poderá configurar o
banco de dados que será utilizado na aplicação online. Para um sistema online, é muito
prático que esta aplicação seja capaz de controlar as unidades remotas manualmente,
como o propósito de comissionamento do sistema/. Isto ajuda as pessoas que precisam
de todo o sistema operando corretamente, dando a elas os caminhos para a validação

Página 14 de 14
CSI 4500 Online RBMconsultant

do sinal de ponta a ponta.


Online Watch
Finalmente, precisamos apresentar de alguma forma o estado atual do sistema à pessoa
apropriada. Tanto para os operadores do processo ou para a equipe de manutenção, o
objetivo final do monitoramento do equipamento é a visualização do estado atual, ao
vivo, do mesmo. A possibilidade de localizar e reconhecer condições de alarme, alterar
pontos de alarme e manualmente requisitar aquisições remotas de dados espectrais está
toda reunida no módulo cliente Online Watch.
4500R Unit
A unidade 4500R trabalha como interface entre os pontos de medição e o servidor do
sistema online. O 4500R também possibilita a interface com entradas de tacômetros e
conexões digitais de entrada e saída. Dependendo da configuração dos cartões, cada
unidade de 4500R pode suportar até 32 canais de entrada AC ou DC, 16 canais de
tacômetros e 16 canais de entrada e saída digitais.
4500S Unit
O modelo 4500S possui 12 canais de entrada AC ou DC, 2 canais de tacômetros e 2
canais de entrada e saída digitais.
RBMware Database Server
O servidor de banco de dados do RBMware gerencia todo o acesso a todos os bancos
de dados do RBMware.
O servidor de banco de dados é multitarefa, baseado na arquitetura cliente-servidor e
funciona em qualquer plataforma baseada em Win32 (Windows 32 bits).
RBMware Database
O banco de dados RBMware é organizado em áreas (grupos lógicos de equipamentos)
e equipamentos (máquinas e outros componentes). Um banco de dados RBMware
possibilita o armazenamento de pontos de medição, tendências, espectros, formas de
onda e notas, além de dados de diversas tecnologias, como termografia (incluindo
imagens), ultra-som e online.

2.4. Coleta de dados e relatórios

As capacidades de coletar e relatar dados do sistema online 4500 são únicas na indústria.
Apresentaremos aqui uma visão geral de como isto funciona. Embora as técnicas sejam utilizadas
em sistemas tradicionais DCS (Distributed Control System) e SCADA (Supervisory Control and
Data Acquisition), elas não são encontradas nos sistemas de monitoramento de vibração online
disponíveis.

Página 15 de 14
CSI 4500 Online RBMconsultant

O mais interessante dos recursos é a coleta baseada no evento ou coleta adaptiva. Embora o
sensor esteja permanentemente montado em uma posição específica do equipamento, é possível
determinar formas diferentes de coleta do sinal de acordo com a ocasião – em particular quando há
variação na velocidade de operação ou na carga, ou quando o equipamento tem partidas e paradas
durante o processo.
Suponha, por exemplo, que você normalmente coleta um espectro de rota até 800 Hz, com
800 linhas de resolução, mas você suspeita que durante uma variação repentina, o equipamento
apresente uma ressonância entre 900 RPM e 1200 RPM. Dentro desta faixa de operação, você pode
querer um espectro até 200 Hz com 3200 linhas, além da aquisição normal.
A unidade 4500 permite que você faça este tipo de aquisição diferenciada automaticamente,
usando predicados. Um predicado é uma expressão lógica booleana se - então (if – then) que permite
uma combinação qualquer de leituras AC (global) ou DC, entradas de velocidade e entradas de relé
para definir as condições em que uma coleta em particular deve ocorrer. O conceito é muito similar
ao código RLL de PLC que combina entradas com situações de relés para definir o controle.
Um predicado simples se parece com “T1 >= 900 & T1 <= 1200 & D1” e é interpretado
como: “quando a velocidade lida pelo canal de tacômetro 1 está entre 900 e 1200 RPM (inclusive), e
o relé de entrada do canal I/O 1 está energizado, então realize esta coleta”. Outro predicado pode ser
“(GR1 > 1 | GD1 < -5 | GD1 > +5) & (D3 & !D5)”. Um predicado como este pode ser utilizado para
dizer “quando a bomba está ligada e a válvula está fechada, verifique se o sinal está fora da faixa
normal e, se estiver, adquira algum dado”. O módulo cliente Online Config fornece uma interface
gráfica que simplifica a criação de predicados.
Uma vez coletados, os valores são calculados e comparados com qualquer valor limite que
tenha sido especificado. Existem bandas de alarmes tradicionais que geram exceções quando o valor
medido ultrapassa para cima ou para baixo de um determinado valor limite. Há também um alarme
de “nível de variação” para determinar a velocidade de variação e um “Épsilon”, utilizado para
determinar quando uma variação é considerada.
O suporte para histerese ou valor de banda-morta, que ajuda a evitar que pequenos ruídos
façam com que as faixas limites sejam continuamente ultrapassadas. Este controle é feito apenas
quando o valor está saindo de uma faixa de alarme para uma faixa inferior, prevenindo um número
excessivo de alarmes e evitando que dados sejam armazenados de forma desnecessária.
As transições para situações fora de alarme também são tratadas como exceções. Isto faz
com que uma notificação positiva de retorno-ao-normal seja emitida sem depender do próximo
relatório baseado no tempo para limpar a condição de alarme. Juntando a transmissão dos dados e o
armazenamento às condições de alarme, é possível reduzir significativamente a carga de transmissão
da rede. Quando configurado adequadamente, o sistema estará praticamente silencioso até que algo
que realmente interessa ocorra. Há um considerável número de tarefas a serem definidas para que
seja feita uma coleta e geração de relatórios adequados. O sistema também possibilita a associação
de condições de exceção com os relés. Qualquer valor de limite pode ser definido para energizar um
relé de saída quando ocorrer um evento. Você pode definir também quais eventos irão causar o
armazenamento de dados no banco de dados e a geração de relatórios.

Página 16 de 16
CSI 4500 Online RBMconsultant

A possibilidade de coleta em intervalos de tempo, assim como a capacidade de geração de


relatórios baseados em intervalos de tempo está disponível para as situações em que um
monitoramento pelo método tradicional é desejável.

2.5. Online Config

Diagrama do Online Config


O Online Config comunica com o Online Server para definir, interativamente, a coleta de
dados e análises a serem executadas pelas unidades 4500 disponíveis. Ele realiza uma quantidade
considerável de validações nas configurações efetuadas para ajudar a tornar o sistema válido e
operante.
Neste programa, o equipamento a ser monitorado é descrido, são definidas as características
físicas dos sensores e são criadas as condições de coleta apropriadas às várias condições
operacionais. É também o local onde estes itens lógicos são associados a itens físicos ligados às
unidades de 4500. Usando estas informações, o servidor Online Server pode automaticamente
transferir às unidades de 4500 as configurações adequadas quando estas requisitarem as informações
de operação.
O Online Config é parte integral do sistema de comissionamento porque ele permite
validações remotas dos sinais e requer confirmação positiva de sua precisão, permitindo que a
unidade seja ativada.
Há também um modo offline para configurações básicas quando o sistema não está
disponível, mas, ao final, as unidades devem ser comissionadas antes do início da operação. Uma

Página 17 de 17
CSI 4500 Online RBMconsultant

simples razão para que seja assim é a necessidade de confirmação da presença dos recursos
necessários para as coletas.
Somente um cliente de configuração (Online Config) pode estar conectado a um servidor
online (Online Server) de cada vez. Isto ajuda a prevenir que dois ou mais clientes tentem configurar
um mesmo equipamento de forma diferente.
Este módulo só pode ser acessado pelo menu principal do RBMware. Todas as funções do
programa são controladas por atributos de segurança que permitem uma administração de recursos
por usuário, através do administrador do RBMware (RBMware Administrator).

2.6. Hierarquia de objetos do banco de dados

O software online 4500 foi desenvolvido de forma que sua hierarquia de objetos seja simples
de se corresponder com objetos do mundo real. A figura seguinte mostra a relação entre os vários
itens gerenciados pelo Online Config:

Diagrama hierárquico dos objetos


Critérios de Coleta
• Conjunto de parâmetros de análise (AP Set): Define uma forma particular de
coletar dados espectrais. O AP Set especifica o numero de linhas de resolução, o
modo de médias, tipo de janela, quando deve ser baseado em ordem e qual a
freqüência máxima a se utilizar, quando apropriado.

Página 18 de 18
CSI 4500 Online RBMconsultant

o Parâmetro de análise (AP): Refere-se ao tipo de dado a ser coletado para


tendência. Um conjunto de parâmetros de análise (Analysis Parameter Set –
AP Set) é um conjunto de parâmetros que define o que e como o dado será
coletado.
• Conjunto de limite de alarme (AL Set): Uma coleção de limites de alarme. Cada
conjunto é associado a um conjunto de parâmetros específico. Pode haver vários
conjuntos de limites em um mesmo conjunto de parâmetros de forma a se ajustar às
variações de condições de monitoramento.
o Limite de alarme (AL): A definição de bandas de operação ou conjunto de
pontos a ser aplicado a um valor determinado de parâmetro de análise. Este
limite define qual mensagem de exceção será enviado, quando um dado
espectral será coletado e quais condições acionarão relés de saída.
• Predicados (Predicates): Uma expressão qualquer que combina situações de
sensores e relés para identificar momentos de início de coleta de dados. Os
predicados são utilizados para que o sistema utilize diferentes limites de alarme se
adaptando às condições de operação da máquina.
Lógica hierárquica
• Área (Area): Um grupo de equipamentos definido pelo usuário. Uma área também
corresponde a um prédio ou seção de uma linha de processo em uma planta industrial.
• Equipamento (Equipment): Um grupo de dispositivos conectados entre si que
devem ser monitorados juntos. A maioria dos equipamentos é constituída de um
componente motor (como um motor elétrico ou a combustão) e um ou mais
componentes movidos (como bombas, redutores, etc).
• Componentes (Component): Um item específico a ser monitorado, possivelmente
com vários sensores, como os motores elétricos e a combustão, turbinas, bombas,
ventiladores, geradores, etc.
• Ponto de medição (Measurement Point): Corresponde a um único sensor físico,
bem como todos os dados de todas as formas de coletas definidas a ele. Qualquer
coleta global realizada pelo sensor e reportada está logicamente associada com o
ponto de medição no banco de dados.
• Conjunto de coleta de dados (Data Collection Sets – DCS): O DCS é o
grupamento que permite que coletas múltiplas ocorram em um único ponto de
medição. O DCS combina um predicado em particular (quando coletar), um conjunto
específico de parâmetros de análise (o que e como coletar) e um conjunto específico
de limites de alarme (o que comparar).
Hierarquia física
• Unidades (Units): Representa uma unidade física do modelo CSI 4500 Online
RBMconsultant.

Página 19 de 19
CSI 4500 Online RBMconsultant

• Canal de sinais (signal channels): Uma entrada de sinal de vibração (AC) ou de


processo (DC). São possíveis até 32 canais por unidade. Os canais estão agrupados
em cartões encaixáveis nas unidades.
• Canais de tacômetros (tachometer channels): Uma entrada de velocidade. São
possíveis até 16 entradas por unidade.
• Canais digitais de E/S (digital I/O channels): Um relé, seja de entrada ou saída.
São possíveis até 16 canais por unidade.

2.7. Online Watch Client

Diagrama do Online Watch


O módulo Online Watch estabelece a comunicação com o servidor Online Server de forma a
apresentar o estado atual de todo o sistema online. Ele é geralmente executado através do menu
principal do RBMware, mas pode ser executado como uma aplicação stand-alone, com propósito
único de observação.
Este programa fornece uma visualização hierárquica em árvore do sistema, com uma visão
detalhada do item da árvore selecionado. Ícones e codificação por cores são usados para indicar
problemas e as condições atuais. O nível mais baixo de detalhamento mostra gráficos com formato
tradicional de exibição em barras dos dados coletados. O valor é desenhado também de acordo com
a escala relacionada ao limite físico do sensor, o conjunto de limites definidos ou um modo híbrido,
que possibilita uma visualização otimizada.

Página 20 de 20
CSI 4500 Online RBMconsultant

O conceito de visualização customizada é suportado pelas pastas de trabalho (Working


Folders), que permite que vários itens de interesse em particular sejam localizados em uma única
localização de fácil acesso. Múltiplas pastas de trabalho podem ser configuradas e são armazenadas
pelo RBMware no nível de usuário, permitindo que seja recuperado sempre que o usuário acessar o
sistema.
Com níveis de acesso apropriados, você pode:
• Exibir a situação atual dos sinais de tendência. Este gráfico de linha é atualizado
continuamente sempre que um novo dado é recebido da unidade.
• Requisitar uma aquisição esporádica de espectro dos canais de sinal AC. Qualquer
coleta que pode ser definida pelo programa Online Config pode ser utilizada para
coletas sob demanda.
• Alterar os limites configurados, permitindo que se ajuste a sensibilidade dos alarmes
para valores específicos, em condições confiáveis.
• Reconhecer situações de alarme.
Você também tem a capacidade de interagir com o gerenciador de históricos de alarmes, que
retém as condições de alarmes. Este histórico pode ser filtrado e ordenado de várias formas a fim de
simplificar o processo de seleção dos itens de real interesse. Nenhuma destas capacidades interativas
está disponível no modo stand-alone do Online Watch. Esta capacidade permite basicamente que se
cheque a situação atual do sistema remotamente, de forma a ajudar ao analista a decidir sobre o que
fazer para solucionar a situação detectada.
Uma característica particularmente interessante é a pasta de alerta automático (Auto-Alert).
Ela é basicamente uma pasta definida pelo sistema com um propósito especial: quando é recebida
uma notificação de exceção, o ponto que gerou o sinal é automaticamente colocado nesta pasta e
ordenado por tempo e urgência. Reconhecendo a condição de alarme, ele é removido da pasta. Os
itens são removidos também, de forma automática, quando a condição de alarme termina. É a
maneira mais fácil de acessar os pontos em alarme.

2.8. Online Server

Se as unidades 4500, as aplicações clientes Online System (Online Watch e Online Config) e
o RBMware são considerados uma orquestra, então o servidor online (Online Server) é o maestro.
Falando mais tecnicamente, o servidor Online Server é um programa de computador de 32
bits desenvolvido para Windows NT e escrito em C++ utilizando as Microsoft Foundation Classes.
O Online Server í desenvolvido para rodar exclusivamente sob o Microsoft Windows NT
como um processo em segundo plano (isto é, como um serviço), não possuindo uma interface com o
usuário. Para um perfeito funcionamento desta aplicação, é necessário o suporte a redes TCP/IP e a
versão 2 da biblioteca WinSock. Além disto, o gerenciador de banco de dados do RBMware deve
estar sendo executada o tempo todo.

Página 21 de 21
CSI 4500 Online RBMconsultant

O Online Server requer um computador multi-processado, com uma quantidade considerável


de memória RAM instalada, pois é uma aplicação multitarefa, suportando um grande número de
clientes e recebendo dados de um grande número de unidades de 4500. Armazenando tudo em um
banco de dados no padrão RBMware, ele armazena muito mais dados do que as tendências exibidas
em suas aplicações clientes.
O Online Server suporte a validação e configuração baseada na descoberta, para hardware
recentemente instalado. Ele interage com o Online Config para definir, salvar e descarregar os dados
de configuração para o 4500, além de manter todas as unidades ativas sincronizadas. Este sistema
mantém todos os clientes ativos sincronizados e atualizados.
O Online Server gerencia a aquisição de dados ao vivo através de coletas sob demanda, e é
capaz de rotear as requisições feitas por vários clientes, de forma a enviar o dado de volta ao cliente
correto.
O sistema permite também que clientes remotos trabalhem em paralelo com clientes locais,
tornando praticamente ilimitadas as possibilidades de uso do sistema.
O Online Server é responsável pelo recebimento, conversão e armazenamento dos dados
coletados pelas unidades de 4500 nos bancos de dados do RBMware. Ele possui um enfileiramento
de dados e eventos para situações em que o banco de dados esteja inacessível, tanto fisicamente,
devido a alguma falha de equipamento ou logicamente, devido a uma requisição de exclusividade no
acesso ao banco de dados, gerado por outro aplicativo.
Basicamente, se há informação produzida, transportada ou exibida em algum lugar no
sistema, o Online Server irá eventualmente acessá-la, provavelmente várias vezes. Provavelmente, a
melhor descrição sobre o que o Online Server faz pode ser comparado ao sistema telefônico ou a
Internet. Ninguém pode realmente vê-lo, poucas pessoas conseguem entendê-lo e todos esperam que
ele funcione, impecavelmente e continuamente.

2.9. Interação com as aplicações cliente Online Client

Um aspecto muito importante deste sistema é que ele é online. As ações feitas por um cliente
terão impacto em outros clientes conectados ao sistema. Quando um cliente Online Watch
reconhece um alarme, todos os outros clientes conectados irão ver o alarme reconhecido no histórico
de alarmes. Se um cliente altera um limite de alarme, todos os clientes conectados irão ver a
alteração, incluindo o cliente Online Config, se houver um.
A aquisição sob demanda e a tendência ao vivo são únicas para cada cliente. Duas aquisições
simultâneas irão ocorrer de forma mais lenta que o normal, mas cada cliente irá visualizar apenas o
que foi solicitado por ele. Da mesma forma, cada cliente pode solicitar a tela de tendência sem afetar
ou ser afetado por outros clientes.
Entretanto, a interação mais notável é quando um cliente Online Config salva um banco de
dados no Online Server. Quando isto ocorre, o servidor interrompe temporariamente toda a
comunicação, para evitar a corrupção dos dados do banco de dados. Como toda a estrutura tem de

Página 22 de 22
CSI 4500 Online RBMconsultant

ser refeita, os clientes conectados devem restabelecer sua conexão com o servidor e todas as
unidades de 4500 podem ser recarregadas com novas tabelas de configurações.

Página 23 de 23
CSI 4500 Online RBMconsultant

Capítulo 3 - Online Configuration

3.1. Introdução

O programa Online Config é uma aplicação cliente que lhe permite a configuração do seu
sistema online. Você vai usar o Online Config para configurar bancos de dados e para configurar as
unidades de 4500 do seu sistema.
O Online Config é usado para configurar o banco de dados para os modelos da série CSI
4500 Online RBMconsultant. Este sistema proporciona uma coleta e geração de relatórios baseadas
em eventos. O Online Config é também usado para definir os equipamentos a ser monitorado e para
configurar o hardware do 4500.
Além disto, o Online Config é usado para definir os eventos que causam a coleta de dados, o
tipo de dado a coletar, assim como as exceções que causam o relatório dos dados.
Este capítulo apresenta uma situação hipotética em que o Online Config será utilizado na
configuração dos bancos de dados e das unidades de 4500 para uma aplicação exemplo. As
instruções irão direcionar passo-a-passo através do processo completo de configuração do banco de
dados e das unidades, utilizando o Online Config.

3.2. Aplicação exemplo

A companhia ABC é indo instalar um sistema de monitoramento CSI 4500 em um conjunto


motor-ventilador mostrado a seguir:

Página 24 de 24
CSI 4500 Online RBMconsultant

Exemplo de conjunto motor-ventilador


Neste exemplo, temos quatro pontos de medição. No motor, há um no mancal do lado
acoplado (MI – 02), e outro no mancal do lado oposto ao acoplamento (MO – 01). No ventilador há
um ponto no mancal do lado acoplado (FI – 03) e outro no lado oposto ao acoplamento (FO – 04).
Há um tacômetro físico no motor e um tacômetro virtual no ventilador.
Dado:
S1 = velocidade do motor
S2 = velocidade do ventilador
D1 = diâmetro da polia do motor
D2 = diâmetro de polia do ventilador
Nós sabemos:
D1 × S1 = D 2 × S 2
Como o tacômetro físico mede S1, então:

Página 25 de 25
CSI 4500 Online RBMconsultant

D1
S2 = × S1
D2
Assim como:
D1
Razão =
D2
O engenheiro de serviços de campo da Vitek pode iniciar a configuração do banco de dados
antes de chegar à planta do cliente. O usuário só precisa ter o RBMware instalado em seu
computador, com a tecnologia Online e os privilégios necessários. Os privilégios são determinados
pelo administrador do RBMware.

Menu principal do RBMware


Execute o Online Config dando um duplo clique no ícone correspondente na aba
Setup/Communications do menu principal do RBMware. O Online Config permite um modo offline
em que o usuário pode criar um banco de dados sem ter acesso ao servidor Online Server. Isto é
possível com a utilização dos modelos de bancos de dados.

Página 26 de 26
CSI 4500 Online RBMconsultant

3.2.1. Passo 1: Abrindo um modelo de banco de dados

Inicie o processo de criação abrindo o banco de dados de exemplo fornecido pela CSI.
1. No menu superior, selecione File, depois Template Database e clique em Open.

File – Template Database - Open


2. Na caixa de diálogo que irá aparecer, selecione template.cvb e clique no botão Open.

Página 27 de 27
CSI 4500 Online RBMconsultant

Caixa de diálogo de abertura de arquivo

3.2.2. Passo 2 – Configurando o hardware

Dada a aplicação descrita acima, a unidade de 4500 deve ter inicialmente quatro
acelerômetros, um tacômetro físico e um tacômetro virtual.

3.2.3. Passo 3 – Criando predicados

Depois que o hardware estiver configurado, você pode criar predicados baseados na
definição dos canais. Predicados são expressões que avaliam se é verdadeiro ou falso, e são usados
para definir os eventos para coleta de dados. Por exemplo, nesta aplicação, nós estamos interessados
em coletar dados no ponto 02 (MI) quando o tacômetro físico indica uma velocidade entre 100 e
1200 RPM.

3.2.4. Passo 4 – Definição do equipamento a ser monitorado

Após a configuração do hardware, o próximo passo é definir o equipamento a ser


monitorado. O equipamento sendo monitorado é definido de acordo com a topologia da planta,
sendo apresentado em uma estrutura de árvore hierárquica no Online Config. A área, onde o grupo
de equipamentos fica localizado, deve ser definida primeiro. O usuário deve então definir o
equipamento a ser monitorado e os componentes que compreendem este equipamento.

Os pontos de medição devem ser definidos para cada componente, seguido pela atribuição
dos canais do hardware para cada ponto de medição.

Página 28 de 28
CSI 4500 Online RBMconsultant

3.2.5. Passo 5 – Conectando-se a um servidor Online Server

A configuração de hardware, criação de predicados, dos equipamentos a serem monitorados


e a atribuição dos pontos de medição podem ser feitos no modo offline. Quando tudo isto já estiver
feito, o próximo passo é se tornar Online. Isto significa conectar o Online Config ao Online Server.
1. No menu superior, clique em File, Online Server e selecione Open.
2. Na caixa de procura do servidor, selecione o servidor apropriado e clique no botão
OK.

Caixa de diálogo de procura do servidor

Nota: Somente um cliente Online Config pode estar conectado a um servidor Online
Server de cada vez.
Para tornar um modelo (template) em um banco de dados online, você deve selecionar um
servidor que esteja rodando sem um banco de dados anexado. Assim que conectado, o servidor irá
anunciar ao Online Config todas as unidades de 4500 disponíveis.
Se uma unidade de 4500 tiver um endereço ethernet idêntico ao já definido no modelo, ela
será indicada como online, caso contrário, você deverá selecionar uma unidade dentre as disponíveis
e fundi-la à unidade pré-definida. Este processo é automático quando todos os endereços ethernet
são compatíveis.
Nota: O endereço ethernet se refere ao MAC (Médium Access Control), descrito pela
IEEE 802.

Página 29 de 29
CSI 4500 Online RBMconsultant

Uma vez que as unidades estejam online, você está pronto para comissionar o hardware.

3.2.6. Passo 6 – Comissionando o hardware

O comissionamento consiste na validação dos sinais provenientes dos canais do hardware.


Um canal deve ser comissionado antes da coleta de dados de rotina. Quando um canal está
comissionado, ele está pronto para a coleta de rotina.

3.2.7. Passo 7 – Definindo os conjuntos de coleta de dados (DCS)

Quando o processo de comissionamento estiver completo, você estará pronto para definir o
conjunto de coleta de dados (DCSs) para cada ponto de medição. Na aplicação descrita acima,
haverá dois DCSs para cada ponto de medição. O primeiro será um dado de rotina que adquire um
espectro com resolução moderada, baseada somente na velocidade. O segundo será utilizado para
uma análise mais detalhada do estado do componente em questão. Entretanto, esta medição é
baseada na velocidade e no valor global (Gross Scan) medido. Você deverá selecionar o conjunto de
parâmetros de análise, onde estará definido o modo de aquisição do espectro e da forma de onda,
bem como os parâmetros adequados e o DCS adequado para cada DCS. No processo de
comissionamento o usuário poderá criar automaticamente um parâmetro de análise e, se precisar, um
limite para ele.

3.2.8. Passo 8 – Realizando a coleta de dados de rotina

Após a definição e ativação dos DCSs, salve as alterações para o Online Server. O Online
Server irá transferir as informações para a unidade do 4500. Neste momento, a coleta estará pronta
para ser iniciada.

Página 30 de 30
CSI 4500 Online RBMconsultant

O Online Server irá informar ao Online Config que está recebendo o banco de dados.

Página 31 de 31
CSI 4500 Online RBMconsultant

Assim que o Online Server tiver salvado o banco de dados, ele irá notificar ao Online Config
que a conexão foi perdida. O Online Config será, então, fechado. Você receberá a mensagem
mostrada abaixo. Clique em OK para continuar.

Neste momento o sistema online já estará coletando dados e os clientes Online Watch já
podem se conectar para visualizar o estado atual do sistema.

Página 32 de 32
CSI 4500 Online RBMconsultant

Capítulo 4 - Online Watch

4.1. Introdução

O Online Watch é um aplicativo cliente que é usado para monitorar seu sistema online. O
Online Watch usa gráficos, ícones e um sistema de codificação por cores para representar
graficamente o estado atual do sistema online.
O Online Watch pode também ser utilizado para reconhecer alarmes, modificar os limites
existentes e solicitar uma aquisição sob demanda, dependendo das permissões fornecidas ao usuário
pelo administrador do RBMware.
Este capítulo é constituído de duas seções. A primeira um guia de usuário que explica os
conceitos associados ao Online Watch e como eles são implementados. A segunda seção é uma
referência que busca explicar as funções de cada uma das telas.

4.2. Guia do usuário

Esta seção traz informações conceituais sobre como funciona o programa Online Watch.
Para maiores informações sobre a função de um campo ou tela específico, dirija-se à seção
de referência, apresentada em seguida.

4.2.1. Executando o Online Watch

O Online Watch pode ser instalado e executado tanto como um programa avulso (stand
alone) como sendo parte integrante do RBMware.
Quando integrado com o RBMware, o Online Watch pode ser executado diretamente do
menu principal do RBMware. Por padrão, o Online Watch está localizado na aba Analysis do
RBMware. Para executar o programa, dê um duplo clique no ícone correspondente.

Página 33 de 33
CSI 4500 Online RBMconsultant

Menu principal do RBMware – Executando o Online Watch


Se o Online Watch estiver rodando no modo stand alone, ele deve ser iniciado como
qualquer outro programa do ambiente Microsoft Windows, geralmente por um link no menu Iniciar
ou um ícone na área de trabalho.

4.2.2. Conectando a um servidor Online Server [Ctrl+N, Alt-F-C]

O Online Watch exibe o estado atual (ao vivo) do sistema online. Entretanto, ao
contrário do Online Config, o aplicativo não possui um módulo offline. A primeira vez que
você executar o Online Watch, você deverá selecionar um servidor Online Server com o
qual irá se conectar. No menu superior, selecione File e depois Connect. Navegue até encontrar o
computador servidor.
Nota: o Online Server deve estar sendo executado no computador selecionado.
Após a conexão inicial, o Online Watch, por padrão, tentará se conectar com o Online Server
usado mais recentemente. Este procedimento pode ser alterado acessando a aba General, localizada
na caixa de opções. Para maiores informações, veja o item “Caixa de diálogo de opções [Alt-T-O]”
adiante.

Página 34 de 34
CSI 4500 Online RBMconsultant

4.2.3. Navegando na visualização hierárquica do banco de dados

Após estabelecer a conexão com o Online Server, a hierarquia do banco de dados é mostrada
na parte esquerda da janela principal do Online Watch. A parte esquerda é chamada de estrutura de
árvore. Para ver o estado de um dado item nesta estrutura, clique em seu ícone. Quando um item
contém um ou mais subitens, um sinal “+” aparecerá ao lado esquerdo do item, dentro da estrutura
de árvore. Um clique no “+” faz com que o item se expanda, permitindo a visualização dos subitens,
e transformando o sinal “+” em um sinal “-“, que tem a função de contrair a ramificação. Esta
expansão e contração pode também ser executada através de um clique duplo no ícone.
A estrutura de árvore está organizada em três pastas no nível superiores: Areas (Áreas), Units
(Unidades) e Working Folders (Pastas de Trabalho). A pasta Áreas contém a estrutura da planta
definida no banco de dados, como áreas, equipamentos, componentes e pontos de medição. A pasta
Units comtem a estrutura do sistema de medição, como as unidades e canais. As pastas Working
Folders permitem que você organize e visualize o estado de vários itens todos reunidos numa mesma
localização.

Página 35 de 35
CSI 4500 Online RBMconsultant

4.2.4. Monitorando o estado do sistema

4.2.5. Como o estado do sistema é exibido

O estado do sistema online é determinado pelo tipo (severidade) e prioridade (importância


relativa) dos alarmes presentes no sistema. O tipo e a prioridade dos alarmes é mostrado pelo uso de
codificação por cores e por ícones.
O estado de um determinado ítam no banco de dados é determinado pelo estado de alarme do
item, bem como pelo estado de alarme de todos os seus subitens. Por exemplo, assuma que um
determinado componente tenha três pontos de medição, 01H, 01V e 01A. O ponto 01H não está
alarmado (prioridade normal). A leitura global do AC no canal 01V está em nível de alarme alto
(Prioridade urgente). Um dos parâmetros de análise de um DCS do ponto 01A está no nível muito
alto (Prioridade crítica). Neste cenário, o estado geral do componente é muito alto (prioridade
crítica), pois este é o pior nível encontrado no componente e em todos os seus subitens.
Desta forma, ao encontrar um alarme em uma área, você poderá expandir a árvore até
encontrar o item que está gerando o alarme.

4.2.6. Visualizando o estado atual e os valores medidos

O que é mostrado no lado direito da janela do Online Watch é determinado pelo item
selecionado na estrutura ao lado esquerdo. Esta seção discute os vários itens mostrados no lado
direito do painel.
Visualização da topologia da planta
A visualização da topologia da planta contém uma lista de todas as áreas do banco de dados.
Esta lista mostra o identificador (TAG), a descrição, o estado do alarme (prioridade) e o último
relatório de cada área.
Esta visualização contém também uma lista dos equipamentos. Quando uma ou mais áreas
estão selecionadas, os equipamentos de cada uma das áreas selecionadas é mostrado na área de
equipamentos. Esta lista mostra o identificador (TAG), a prioridade de alarme, o último relatório, a
velocidade e a carga de cada equipamento.

Visualização da topologia da planta

Página 36 de 36
CSI 4500 Online RBMconsultant

Visualização da área
A visualização da área contém informações sobre o estado de cada área, assim como uma
lista de todos os equipamentos da área. A lista de equipamentos mostra o TAG, a prioridade de
alarme, o último relatório, a velocidade e a carga de cada equipamento.
Esta visualização contém também uma lista de componentes. Quando um ou mais
equipamentos estão selecionados na lista de equipamentos, os componentes de cada um destes
equipamentos será exibido neste quadro, contendo ainda o TAG, a prioridade, o último relatório, a
velocidade e a carga de cada um dos componentes.

Visualização de Áreas
Visualização de equipamentos
A visualização de equipamentos contém uma informação de cada equipamento selecionado,
bem como uma lista de todos os componentes do equipamento. Esta lista mostra o TAG, a
prioridade de alarme, o último relatório, a velocidade e a carga de cada componente.
Esta visualização mostra também a lista de pontos de medição. Quando um ou mais
componentes são selecionados, esta lista exibe todos os pontos dos respectivos componentes,
acompanhados de seu TAG, a prioridade de alarme, o último relatório, a velocidade e o nível geral
(Gross Scan) em AC e em DC do sinal em cada ponto de medição.

Página 37 de 37
CSI 4500 Online RBMconsultant

Visualização de equipamentos
Visualização de componentes
Esta visualização contém informações dos equipamentos selecionados, com uma lista dos
pontos de medição, bem como seu TAG, a descrição, a velocidade, a data e hora do último relatório,
o valor do Gross Scan, a faixa do sinal de cada ponto medido. A visualização Face Plate mostra o
identificador e uma barra vertical orientada à faixa do sinal para cada ponto de medição.

Visualização de componentes
Visualização dos pontos de medição
O ponto de medição contém informações sobre o estado de cada ponto de medição
selecionado,bem como uma lista de todos os seus DCSs. Quando um DCS é selecionado, a lista de
todos os seus parâmetros é exibida, acompanhados de seus níveis de vibração.

Página 38 de 38
CSI 4500 Online RBMconsultant

Visualização dos pontos de medição


Visualização das Unidades
A visualização de unidades contém uma identificação e as informações sobre o status da
unidade selecionada.

Visualização de unidades
Visualização dos canais de sinal (Mux)
A visualização dos canais de sinais mostra um lista com todos os canais definidos em uma
determinada unidade. A lista mostra, para cada canal, a descrição, a prioridade do alarme, o último
relatório e os valores globais de DC e AC.

Página 39 de 39
CSI 4500 Online RBMconsultant

Visualização dos canais de sinal


Visualização dos canais de tacômetro
A visualização dos canais de tacômetro mostra a lista de todos os tacômetros de uma
determinada unidade, acompanhados de sua descrição, a prioridade de alarme, o último relatório e a
medição de velocidade de cada canal.

Visualização dos canais de tacômetro


Visualização dos canais digitais de entrada e saída
A visualização dos canais de entrada e saída mostram a lista de canais disponíveis por
unidade, a descrição, a prioridade, o último relatório e o valor de cada canal de entrada e saída.

Página 40 de 40
CSI 4500 Online RBMconsultant

4.2.7. Quando um alarme ocorre

O Online Watch alerta você sobre novos alarmes utilizando uma variedade de métodos. Se
há uma variação no estado de um alarme, todos os itens relacionados a eles mudam de cor, de forma
a indicar o novo estado.
De acordo com o estado do alarme, algumas ou todas as informações contidas em
todos os itens relacionadas a ele serão atualizadas: prioridades, tipos de alarmes, data e
hora do relatório e o valor atual de medição.
Uma notificação imediata do alarme é dada pelo ícone no canto inferior direito da tela do
online Watch. Quando um novo alarme é reportado, este ícone irá piscar. Um clique duplo no ícone
fará com que a pasta Auto Alert seja aberta. Você pode ainda abrir esta tela das seguintes formas:
• Clicando no botão na barra de ferramentas
• Selecionando a pasta Auto-Alert no menu de visualização
• Pressionando Ctrl+A
O ícone do alarme continuará a piscar até que você veja os alarmes acessando a pasta Auto-
Alert de uma das formas descritas acima.
Outra forma de visualizar os alarmes é exibindo o histórico de alarmes (Alarm Log),
selecionando o ícone apropriado no menu ou pressionando as teclas Ctrl+L.

4.2.8. Utilizando o histórico de alarmes

O que é o histórico de alarmes ?


O histórico de alarmes é uma tabela que lista os alarmes relatados pelo Online Server. Cada
alarme no histórico tem os seguintes atributos:
Prioridade (urgency): Volta ao estado normal (return-to-normal), requisição (request),
notificação (notify), urgente (urgent) ou crítico (critical).
Estado de reconhecimento (acknowledgement status): Se o alarme foi ou não reconhecido
(confirmado).
Unidade (unit): Texto descrevendo o 4500 que emitiu o alarme.
Origem (source): Leitura geral (Gross Scan), tacômetro, relé, sinal analógico ou o sistema.
Descrição (description): Uma descrição resumida do alarme.
Tipo (type): Normal, muito baixo (low low), alto (high), nível de variação (rate-of-change),
etc.
Valor (value): O valor do alarme.
Horário de ocorrência (time stamp): A data e hora em que o alarme foi gerado.
O objetivo do histórico de alarmes

Página 41 de 41
CSI 4500 Online RBMconsultant

O histórico de alarme tem o propósito de exibir o estado atual das exceções reportadas pelas
unidades de 4500 ao Online Server. Além disto, ele é útil para mostrar um histórico da evolução dos
alarmes, com seu respectivo estado atual. Desta forma, o histórico mostra a direção em que os
alarmes estão evoluindo. Sob certas circunstâncias, um grande número de alarmes é gerado quando
alguns itens variam rapidamente de uma condição para outra.
De forma a evitar uma desordem no histórico de alarmes e para evitar redundância de
alarmes, quando há uma evolução nos alarmes (por exemplo, quando o nível muda de alto para
muito alto), eles são reunidos em uma única entrada. Uma exceção a esta regra ocorre quando o
alarme atinge seu nível mais alto e, neste caso, ele é mantido até que seja reconhecido pelo usuário.
Assuma, por exemplo, que uma medição geral do sinal AC de um determinado canal muda
do estado normal para o estado elevado, o sistema adiciona então uma entrada no histórico de
alarmes. Se depois o nível muda para muito alto, a entrada é simplesmente alterada, registrando o
novo estado. Caso o nível retorne para o nível alto, é adicionado uma nova entrada, preservando o
maior nível (muito alto) até que o usuário marque como um alarme reconhecido.

4.2.9. Contagem de alarmes e caixas de marcação de visualização

O número de alarmes é exibido no topo da tela, de acordo com a prioridade. Há um outro


campo que exibe o número total de ocorrências no relatório. Clicando nas caixas correspondentes,
você pode habilitar filtros que definirão quais alarmes serão exibidos, apesar de não causar efeito na
contagem dos alarmes.

4.2.10. Títulos das colunas

O cabeçalho da lista exibe a descrição de cada coluna. A largura de cada uma delas deve ser
ajustada arrastando a borda do cabeçalho até o tamanho desejado, conforme mostrado a seguir:

Redimensionando colunas

Página 42 de 42
CSI 4500 Online RBMconsultant

Além de poder redimensionar as colunas, é possível ainda mudar a ordem das colunas
simplesmente clicando na coluna e arrastando para a posição desejada.

Alterando a ordem das colunas

4.2.11. Lista de alarmes

A lista de alarmes está organizada em linhas e colunas. Cada linha representa um alarme
específico. Cada atributo de alarme ocupa um coluna na lista.
Há um grande número de opções na lista de alarmes:
• Ordenação
Com o objetivo de auxiliar no agrupamento de alarmes com algum item em
comum, a lista pode ser ordenada por qualquer uma das colunas. Um clique no cabeçalho
da coluna faz com que a ordenação por aquele campo seja invertida.
• Menu de contexto
Há um menu de contexto disponível para controlar certos aspectos da lista de
alarmes e ainda disponibiliza algumas operações. Para acessar este menu, posicione o
cursor sobre uma entrada do alarme e clique com o botão direito do mouse.

• Ações

Página 43 de 43
CSI 4500 Online RBMconsultant

Reconhecimento (Acknowledge): Selecione esta opção para marcar um alarme


como reconhecido. Você pode selecionar um grupo de alarmes para marcá-los como
reconhecidos de uma única vez.
Nota: Quando um cliente Online Watch reconhece um alarme, todos os outros
clientes conectados ao servidor terão sua lista atualizada, com o alarme
definido como reconhecido.
Procurar o item associado (Find Associated Item): Selecione esta opção para
ser enviado diretamente par o item que gerou o alarme, facilitando a identificação dos
problemas.
Filtro (Filter): Um grande número de alarmes pode dificultar o gerenciamento,
então os filtros podem ser utilizados para reduzir o número de alarmes exibidos,
tornando-os mais gerenciáveis. Isto permite que você se concentre nos alarmes de maior
interesse.
• Aba de origem de alarmes
Nesta aba você pode selecionar os alarmes a serem exibidos com base no item
que os originou.

• Aba de tipo de alarmes


Nesta aba você pode selecionar os alarmes a serem exibidos com base no tipo de
alarme.

Página 44 de 44
CSI 4500 Online RBMconsultant

• Aba de horário de alarmes


Nesta aba você pode selecionar os alarmes a serem exibidos com base na data e
hora em que eles foram gerados. É possível gerar a lista com todos os alarmes anteriores
ou posteriores a uma determinada data, bem como dentro de uma faixa de datas e
horários.

4.2.12. Propriedades

Freqüência de atualização do histórico (em segundos): Esta caixa de diálogo controla o


tempo entre atualizações da lista de alarmes, definindo quando o Online Watch irá atualizar a lista

Página 45 de 45
CSI 4500 Online RBMconsultant

com o Online Server, e pode ser utilizada para controlar a atualização quando há uma grande
quantidade de dados gerados.

4.2.13. Modificando os limites de alarme

A manutenção de limtes de alarmes confiáveis é essencial para o sucesso de um sistema de


monitoramento online. Limites muito reduzidos podem resultar em um número excessivo de
alarmes, desviando a atenção do analista dos alarmes verdadeiramente importantes. Entretanto, se os
alarmes estão muito folgados, mudanças significativas nos níveis vibracionais podem não ser
relatadas. Para sistemas novos, é recomendável que se utilize limites reduzidos inicialmente e, com
o tempo, ajustados para valores que correspondam à realidade do equipamento monitorado,
aumentando a confiabilidade do sistema.
Existem dois tipos básicos de limites de alarmes: os limites de alarmes de canais e os limites
de parâmetros. Para poder alterar estes limites a partir do Online Watch, o usuário precisa ter
permissão correspondente, definida pelo administrador do RBMware. Para alterar estes alarmes,
você deve selecionar a barra de leitura AC (Gross scan AC), DC (Gross scan DC) ou a barra
correspondente a um dos parâmetros, selecionando a opção para editar os limites de alarme (Edit
Alarm Limits), presente no menu ferramentas (tools). É possível também alterar os limites de alarme
dando um clique com o botão direito do mouse na barra que representa a faixa de alarmes.

Página 46 de 46
CSI 4500 Online RBMconsultant

Caixa de diálogo de ajuste de limites de alarme


Somente os limites definidos pelo Online Congif estão disponíveis para alteração pelo
Online Watch. Em outras palavras, o Online Watch não pode criar alarmes, somente editando os
alarmes existentes. Para modificar um dos alarmes, clique com o botão direito do mouse na linha
correspondente.

Barra de edição de alarmes


Uma vez alterados, o usuário deve clicar no botão aplicar (Apply) para aceitar as alterações
ou em cancelar (Cancel) para ignorar as alterações. Quando as alterações são confirmadas, o Online
Watch envia uma mensagem ao Online Server solicitando a alteração dos limites. O Online Server
envia então as novas instruções para a unidade de 4500 apropriada. Assim que o 4500 aceita e passa
a utilizar o novo limte, o banco de dados é atualizado e o Online Server atualiza todos os clientes
conectados.
Quando uma modificação é feita à leitura AC ou DC (Gross Scan), o limite de alrme do
canal correspondente é sobreescrito no banco de dados. Entretanto, este não é o caso para os limites
de parâmetros. Todos os parâmetros de análise fazem parte de um conjunto de parâmetros de análise
(AP set). Cada AP Set tem um ou mais conjuntos de limites de alarmes (AL Set) associados a ele.
Os AP Sets e os AL Sets podem estar sendo utilizados por um grupo de DCSs por todo o banco de
dados e, por isto, uma alteração poderia afetar todo o banco de dados. Para evitar isto, os alarmes
alterados pelo Online Watch são gravaods separadamente para o DCS em questão, como um novo
AL set, de forma a evitar a propagação da alteração.
Conseqüentemente, o Online Watch é uma boa ferramente para fazer alterações temporárias
nos limites de alarmes mas, para alterações permanentes, o Online Config é mais indicado,
permitindo fazer alterações definitivas nos limites de alarmes. O usuário pode utilizar o Online
Config para remover os limites de alarme “customizados”, restaurando a configuração previamente
definida.

Página 47 de 47
CSI 4500 Online RBMconsultant

4.2.14. Solicitando aquisições sob demanda.

Os usuários que tiverem permissões suficientes, fornecidas pelo administrador do RBMware,


poderão utilizar o Online Watch para solicitar aquisições de espectros e formas de onda sob
demanda. Para fazer isto, o usuário deve selecionar uma barra AC ou DC (Gross scan) ou um dos
parâmetros clicando com o botão direito do mouse na barra de descrição e, então, selecionar a opção
Demand Aquisicion. É possível selecionar esta opção também pelo menu Tool, na parte superior da
janela do Online Watch.

4.2.15. Solicitando tendências “ao vivo”

O usuário que tiver permissões adequadas poderá solicitar tendências “ao vivo” de cada um
dos parâmetros medidos, bastando clicar com o botão direito do mouse do item correspondente e
selecionar a opção Live Trend.

4.3. Seção de referência

Esta seção traz informações específicas sobre cada uma dos campos da tela do aplicativo
Online Watch.

4.3.1. Janela principal do Online Watch

A janela principal do Online Watch contém uma barra de título, uma barra de menu, uma
barra de ferramentas e uma barra de status. Esta interface com o usuário controla toda a área de
trabalho, que é dividida verticalmente em dois painéis. O painel à esquerda contém a estrutura
hierárquca do sistema online, representando a estrutura do banco de dados do RBMware. O
conteúdo do painel à direita depende do que está selecionado no painel à esquerda.

Página 48 de 48
CSI 4500 Online RBMconsultant

Janela principal do Online Watch

4.3.2. Barra de título

A barra de título está localizada no topo da janela principal. O nome do aplicativo e o nome
do banco de dados que está sendo acessado são mostrados na barra de título.

4.3.3. Barra de menu

A barra de menu está localizada logo abaixo da barra de título e contem vários comandos
para controlar e configurar o Online Watch.
Itens do menu File
Item Descrição Teclas de atalho
Connect… Exibe uma caixa de diálogo que permite ao usuário Alt+F+C
selecionar o servidor Online Server. Ctrl+N
<MRU> List Permite a conexão de forma rápida aos servidores Alt+F+#, onde #
acessados mais recentemente. pode ser 1, 2, 3 ou 4
Exit Fecha o aplicativo Online Watch. Alt+F+X ou Alt+F4

Itens do menu View

Página 49 de 49
CSI 4500 Online RBMconsultant

Item Descrição Teclas de atalho


Alarm Log… Exibe o histórico de alarmes. Alt+V+A ou Ctrl+L
Auto-Alert Exibe a pasta Auto-Alert. Ctrl+A
Working
Folder
Manage Exibe a caixa de diálogo de gerenciamento de pastas Alt+V+F ou Ctrl+F
Working de trabalho.
Folders…
Toolbar Exibe ou oculta a barra de ferramentas. Alt+V+T
Status Bar Exibe ou oculta a barra de status Alt+V+S

Itens do menu Tools


Item Descrição Teclas de atalho
Edit Alarm Mostra a caixa de diálogo de edição dos limites de Alt+T+E
Limits alarme. Um submenu permite que você selecione qual Alt+T+E+A
item, entre algum parâmetro, AC ou DC (Gross Scan), Alt+T+E+D
será editado. Alt+T+E+P
Live Trend Exibe a tendência “ao vivo” do item selecionado. Alt+T+L
Alt+T+L+A
Alt+T+L+D
Alt+T+L+P
Demand Exibe a caixa de diálogo de aquisição de dados sob Alt+T+D
Aquisicion demanda.
Add to Adicione o item selecionado a uma determinada pasta
Working de trabalho.
Folder
Reset Reinicia os marcadores de valor máximo e mínimo Alt+T+R
Min/Max para o item selecionado. Alt+T+R+A
Indicators Alt+T+R+D
Alt+T+R+P
Reset All Reinicia todos os marcadores de valor máximo e Alt+T+A
Min/Max mínimo.
Indicators
Options Mostra a caixa de diálogo de opções. Alt+T+O

Itens do menu Help


Item Descrição Teclas de atalho
Topics… Mostra uma janela de ajuda de acordo com o contexto. Alt+H+T ou F1
Contents… Mostra uma janela de ajuda de todo o Online Watch. Alt+H+C
Legend… Exibe a caixa de diálogo de legendas. Alt+H+K ou Ctrl+K
About Online Exibe uma tela com informações sobre o Online Alt+H+A

Página 50 de 50
CSI 4500 Online RBMconsultant

Watch… Watch, como o número da versão, as datas de


compilação, entre outras.

4.3.4. Barra de ferramentas

Por padrão, a barra de ferramentas está localizada logo abaixo da barra de menu, entretanto,
esta barra pode ser arrastada para qualquer um dos cantos da janela do Online Watch. Cada botão da
barra de tarfas corresponde a um dos itens mais utilizados da barra de menu, conforme mostrado a
seguir:

Conectar – File | Connect


Histórico de alarmes – View | Alarm Log

Pasta Auto-Alerta – View | Auto-Alert Working Folder

Editar Alarme (AC) – Tools | Edit Alarm Limit | AC

Editar Alarme (DC) – Tools | Edit Alarm Limit | DC

Editar Alarme (AP) – Tools | Edit Alarm Limit | AP

Tendência ao vivo (AC) – Tools | Live Trend | AC

Tendência ao vivo (DC) – Tools | Live Trend | DC

Tendência ao vivo (AP) – Tools | Live Trend | AP

Opções – Tools | Options

Ajuda – Help | Topics

4.3.5. Barras de sinais

As barras de sinais são uma representação gráfica do valor e do estado atual de um parâmetro
ou sinal AC/DC. Esta seção descreve as diferentes partes desta barra e as ações que o usuário pode
efetuar sobre elas.
Ponto de medição – Visualização por tabela

Página 51 de 51
CSI 4500 Online RBMconsultant

Ponto de medição – Visualização do painel frontal

A barra de sinais pode ser visualizada em uma tabela detalhada ou em um formato


simplificado no formato de um painel frontal. O modo detalhado fornece uma maior quantidade de
informações, entretanto, o número de pontos que pode ser exibido simultaneamente na tela é
reduzido. O modo de painel frontal permite a visualização de um número maior de pontos, mas com
uma quantidade menor de informações por ponto.
É possível interagir com estes controles de forma a ver informações adicionais ou realizar
algumas tarefas. Informações adicionais são exibidas em uma janela que é aberta simplesmente ao
passar com o mouse sobre o controle. Além disto, há um menu, acessível com o clique do botão
direito do mouse, que realiza funções de acordo com a posição do mouse no controle, conforme
descrito a seguir:
Itens do menu de contexto
Item do menu Clique direito em
Live Trend Barra com o valor do sinal
Demand Aquisicion Barra com o valor do sinal
Reset Min/Max Indicators Barra com o valor do sinal
Add to Working Folder Barra com o valor do sinal
Edit Alarm Limits Barra de limites de alarme
Tabelas de dados
Informação exibida Mouse sobre

Página 52 de 52
CSI 4500 Online RBMconsultant

Valor, unidades, data/hora, Barra com o valor do sinal


valor máximo e valor
mínimo
Limites de alarme Barra de limites de alarme

4.3.6. Caixa de diálogo de limites de alarmes [Alt+T+E]

A caixa de diálogo de limites de alarme permite ao usuário alterar os valores de limite


setados para cada parâmetro ou leitura AC/DC (Gross Scan).

Como o Online Watch não pode criar novos limites, a caixa de diálogo irá exibir apenas os
limites criados pelo Online Config, permitindo que os mesmos sejam modificados.
Para modificar um limite, clique com o botão direito na linha correspondente. Uma pequena
caixa de edição será mostrada na linha selecionada. Assim que as alterações forem feitas, o usuário
deverá dar um clique no botão OK para salvar as alterações ou em Cancel para manter no estado
anterior.
Assim que todos os limites desejado tiverem sido alterados, clique, na caixa de edição de
limites, no botão OK, para confirmar, ou em Cancel, para cancelar as alterações. Assim que uma
alteração for confirmada, ela será transmitida ao Online Server, que irá atualizar as unidades de
4500, o banco de dados e todos os clientes.
Janela de tendência “ao vivo” [Alt+T+L]
Esta janela exibe tanto a tendência a curto tempo quanto a tendência a longo tempo do
parâmetro selecionado.

Página 53 de 53
CSI 4500 Online RBMconsultant

Janela de tendência “ao vivo”


O painel de tendência curta (short-term) mostra um gráfico com os últimos 64 valores
coletados pelo sistema. A tendência longa (long-term) motra 128 valores históricos (comprimidos).
Quando um novo valor é coletado, ele é adicionado à tendência curta (short-trend). Quando
sua capacidade máxima é atingida (64 pontos), todos estes 64 pontos são comprimidos em um único
ponto da tendência longa (long-trend), e a tandência curta é reiniciada. Quando a tendência longa
atinge o valor máximo (128 pontos), o valor mais antigo é removido e é substituído pelo próximo
valor.

4.3.7. Caixa de diálogo de aquisição sob demanda [Alt+T+D]

A caixa de diálogo de aquisição sob demanda permite que o usuário faça a requisição de um
novo dado (espectro ou forma de onda), que é colhido em adição às coletas programadas no sistema.

Página 54 de 54
CSI 4500 Online RBMconsultant

Caixa de diálogo de aquisição sob demanda


Uma vez definidos os parâmetros de aquisição dos dados, você pode dar um clique no botão
Adcquire para iniciar a coleta. Assim que a unidade de 4500 estiver finalizado a coleta, será exibida
a janela de exibição de dados.
A janela de exibição de dados pode exibir tanto o espectro quanto a forma de onda. Várias
escalas, cursores e outras ferramentas estão disponíveis para facilitar a análise dos dados.
Nota: Não é possível armazenar os dados coletados na aquisição sob demanda. Esta
ferramenta é apenas para visualização dos dados.

Página 55 de 55
CSI 4500 Online RBMconsultant

4.3.8. Caixa de diálogo de gerenciamento de pastas de trabalho [Ctrl+F ou Alt+V+F]

Uma pasta de trabalho é um grupo, definido pelo usuário, de barras de sinais. O usuário pode
utilizar as pastas de trabalho (working folders) para organizar as barras de sinal de forma a
visualizar em uma mesma tela todas as barras que você desejar.
Esta caixa de diálogo pode ser utilizada para criar, renomear ou apagar as pastas de trabalho.

Caixa de diálogo de gerenciamento de pastas de trabalho


Working folders list: uma lista das pastas de trabalho atuais.
Description: permite dar um nome ou renomear uma pasta de trabalho.
Add: cria uma nova pasta de trabalho com o nome escrito da caixa description.
Rename: muda o nome da pasta selecionada na lista para o nome digitado na caixa
Description.
Delete: remove uma pasta de trabalho (é solicitada uma confirmação).
OK: fecha a caixa de diálogo e salva qualquer alteração.
Cancel: Fecha a caixa de diálogo ignorando todas as alterações feitas.

4.3.9. Caixa de diálogo de opções [Alt+T+O]

A caixa de diálogo de opções é utilizada para personalizar o comportamento do Online


Watch. As configurações personalizadas são armazenadas separadamente para cada usuário do
RBMware.
Esta caixa de diálogo contém duas abas: exibição (Display) e geral (General).
Opções de exibição

Página 56 de 56
CSI 4500 Online RBMconsultant

Aba de opções de exibição


Default View: Para componentes, pontos de medição e pastas de trabalho, duas
visualizações estão disponíveis no painel direito. A visualização por tabela (Table view) fornece
uma visão com gráficos e textos detalhados da condição atual da máquina. O modo de painel (Face
plate) fornece uma visão simplificada, com gráficos objetivos.
Nesta caixa deve ser especificado o modo de exibição padrão.

Página 57 de 57
CSI 4500 Online RBMconsultant

Capítulo 5 - RBM Network Administration

5.1. O RBMadmin

O programa de administração do RBMware, denominado RBMadmin é utilizado para


instalações monousuário, configurações dos sistemas em rede assim como operações no sistema
online.
Neste artigo, discutiremos algumas das principais funções do RBMadmin, que acrescentam
valiosas opções ao sistema RBMware. Mostraremos como utilizar o RBMadmin para administrar
usuários e bancos de dados, sem a necessidade de apoio do departamento de informática da sua
empresa.

5.2. Sistemas monousuário

Na maioria das instalações monousuário, o usuário inicial é geramente definido como


adminstrador (Administrator). O administrador é a única pessoa que pode alterar qualquer dado no
RBMadmin e é o único que tem o ícone do RBMadmin em sua área de trabalho.
Normamente, os servidores de bancos de dados e de administração da rede (Netadmin) estão
localizados remotamente em um servidor central da rede, entretanto, em instalações monousuário,
estes servidores estão presentes no mesmo disco rígido local, onde o RBMware está sendo
executado. Apesar disto, você pode ter um grande número de usuários acessaando o RBMware, seja
por haver troca de turno ou por definições de calendário de rotas. Como as funções do RBMadmin,
você pode criar perfis de usuário adicionais, determinando permissões de acesso a módulos e a
bancos de dados, conforme necessário.

5.3. Sistemas multiusuário

Nos sistemas multiusuário em rede, você deve informar ao sistema todas as configurações a
respeito dos servidores de bancos de dados, que podem estar em diversos pontos da rede, bem como
as configurações dos usuários que terão acesso ao sistema. Todas estas funções são realizadas pelo
RBMadmin.

Página 58 de 58
CSI 4500 Online RBMconsultant

5.4. Sistemas online

Nos sistemas online, toda a integração entre o servidor Online Server e as unidades ao banco
de dados do RBMware é definida pelo RBMadmin.

5.5. Utilizando o RBMadmin

Você deve executar o RBMadmin através do ícone correspondente no


menu principal do RBMware. Por padrão, este ícone só estará disponível na área
de trabalho do administrador do sistema.

5.6. Menu principal do RBMadmin

5.7. Menu File

Este menu disponibiliza as seguintes opções:

Página 59 de 59
CSI 4500 Online RBMconsultant

Change Admin Password… - Altera a senha do administrador do sistema.


Preferences… - O número de série do software RBMware, bem como o as configurações do
módulo RBMadmin estão localizadas aqui. Es principais opções são:

Limit to … Guest users: O RBMware, por padrão, permite até 250 usuários
(convidados) conectados ao sistema simultaneamente. Para reduzir o impacto que um grande
número de usuários causa no desempenho do sistema, você pode limitar o número máximo
de convidados em um determinado momento. Para limitar o número de usuários, marque o
quadro e entre com o número de usuários convidados selecionados.
Confirmations: Aqui você seleciona quando o sistema enviara a mensagem de
confirmação “Are you sure…”:
Database Delete: Ao apagar um banco de dados
User Delete: Ao eliminar um usuário
Force User Logout: Forçar que um usuário se desconecte do sistema

Página 60 de 60
CSI 4500 Online RBMconsultant

Database Server Delete: Ao excluir um servidor de banco de dados


Online Server Delete: Ao excluir um servidor online
Global Directories – Aqui você define o caminho padrão para os seguintes diretórios:
Enterprise Wide Directory: Diretório de dados da empresa
CMMS Directory: Diretório de troca de dados CMMS
Customer Data Directory: Diretório de dados do cliente
Reference Data Directory: Diretório de dados de referência
Base user Profile Directory: Diretório base do perfil do usuário

5.8. Menu View

Este menu apresenta um par de opções de destaque:

Log File: Ajuda os administradores do RBMware disponibilizando uma visualização rápida


de um arquivo de registro das atividades do RBMware.

Arquivo de log do NetAdmin

Página 61 de 61
CSI 4500 Online RBMconsultant

Current Usage: Permite que o administrador visualize uma lista com todos os usuários
ativos no sistema RBMware, com a informação sobre os programas e bancos de dados em uso por
eles.

Informações sobre a utilização atual

5.9. Menu User

Este menu apresenta opções de acrescentar e eliminar usuários, forçar a desconexão e a


alteração dos privilégios dos usuários.
O menu Add New User permite que se crie usuários, com senhas individuais, prevenindo o
acesso não autorizado ao sistema e definindo os permissões de cada usuário no sistema.

Access mode: Existem dois diferentes modos de se acessar o sistema RBMware. O


primeiro deles (normal), permite que os privilégios de acesso sejam definidos de acordo com
as permissões do usuário. Há ainda o modo convidado (guest), que permite um acesso
somente para leitura, restringindo o acesso a alguns programas do RBMware.

Página 62 de 62
CSI 4500 Online RBMconsultant

A última opção deste menu, a caixa “User hás free Access to máster database list”,
quando selecionada permite que o usuário possa editar sua lista de bancos de dados, clicando
no menu Database, na tela principal do RBMware. Quando esta caixa está desmarcada,
somente o administrador poderá alterar a lista de banco de dados do usuário.
Somente o administrador pode adicionar usuários ao sistema.

Para alterar as configurações de um usuário existente, utilize a função Edit User. Aqui é
possível alterar senhas (para o caso do usuário ter esquecido sua senha),a lista de banco de dados do
usuário ou alterar suas permissões, de acordo com as seguintes opções:

No Access: O usuário não terá direito de acesso ao item selecionado.

Página 63 de 63
CSI 4500 Online RBMconsultant

Read Only: O usuário poderá acessar o item para visualizar as informações, mas não
poderá adicionar qualquer dado ao sistema no item selecionado.
Shared: O usuário tem acesso normal de leitura e escrita de dados através do item
selecionado.
Reserved: O módulo será acessado pelo usuário com exclusividade.
O botão Copy other permite que as permissões de outro usuário possam ser copiadas para o
usuário que está sendo editado, facilitando na definição das permissões.

Página 64 de 64