Вы находитесь на странице: 1из 39

Cezar Junior de Souza

Centro de Residência em Software - Unochapecó


O que é?
● PHP (um acrônimo recursivo para "PHP: Hypertext
Preprocessor", originalmente Personal Home Page.)
é uma linguagem interpretada livre e muito utilizada
para gerar conteúdo dinâmico na World Wide Web,
permite criar sites WEB dinâmicos, possibilitando
uma interação com o usuário através de
formulários, parâmetros da URL e links.
História
● A linguagem surgiu por volta de 1994, como
um pacote de programas CGI criados por
Rasmus Lerdorf, com o nome Personal Home
Page Tools, para substituir um conjunto de
scripts Perl que ele usava no desenvolvimento
de sua página pessoal. Em 1997 foi lançado o
novo pacote da linguagem com o nome de
PHP/FI, trazendo a ferramenta Forms
Interpreter, um interpretador de comandos
SQL.
Server-side Scripting com uso de PHP
- PHP é uma server-side scripting language.

-Quando um servidor web recebe um pedido HTTP como:

GET /index.html HTTP/1.0

o conteúdo do ficheiro index.html é retornado ao


requisitante.
Server-side Scripting com uso de PHP

-No entanto, quanto o servidor web recebe um pedido


HTTP para um ficheiro PHP, por
Exemplo:

GET /test.php HTTP/1.0

o servidor interpreta o conteúdo de test.php e envia o


resultado para o requisitante.
Server-side Scripting com uso de PHP
-Por exemplo, se test.php no servidor contiver:

<html>
<body>
<?php
echo “ Hello World";
?>
</body>
</html>
Server-side Scripting com uso de PHP
- O HTML resultante é:

<html>
<body>
Hello world
</body>
</html>
Delimitando o código PHP

O código PHP fica embutido no próprio HTML. O


interpretador identifica quando um código é PHP pelas
seguintes tags:
<?php
comandos
?>

<script language="php">
comandos
</script>

<?
comandos
?>

<%
comandos
%>
Separador de instruções

Entre cada instrução em PHP é preciso utilizar o ponto-e-


vírgula, assim como em C e outras linguagens mais
conhecidas. Na última instrução do bloco de script não é
necessário o uso do ponto-e-vírgula, mas por questões
estéticas recomenda-se o uso sempre.
Variáveis

Toda variável em PHP tem seu nome composto pelo caracter


$ e uma string, que deve iniciar por uma letra ou o caracter
"_". PHP é case sensitive, ou seja, as variáveis $costa e
$cOsta são diferentes. Por isso é preciso ter muito cuidado ao
definir os nomes das variáveis. É bom evitar os nomes em
maiúsculas, pois como veremos mais adiante, o PHP já
possui alguma variáveis pré-definidas cujos nomes são
formados por letras maiúsculas.
Comentários

Comentários de uma linha:


Pode ser delimitado pelo caracter "#" ou por duas barras ( // ).
Exemplo:

echo 'hello world'; //Exibe a mensagem hello world

Comentários de mais de uma linha:


Tem como delimitadores os caracteres "/*" para o início do bloco
e "*/" para o final do comentário.
Exemplo:
/*
echo 'vai da erro';
echo 'go'; */
Formulários com PHP e HTML

Ao clicar num botão "Submit" em um formulário HTML as


informações dos campos serão enviadas ao servidor
especificado para que possa ser produzida uma resposta. O
PHP trata esses valores como variáveis, cujo nome é o nome do
campo definido no formulário. O exemplo a seguir mostra isso, e
mostra também como o código PHP pode ser inserido em
qualquer parte do código HTML:
Formulários com PHP e HTML
<html>
<head><title>Index</title></head>
<body>
<?php
if ($_POST['texto'] != "")
echo "Você digitou".$_POST['texto']."<br><br>";
?>
<form method=post action="index">
<input type="text" name="texto" value="" size=10>
<br>
<input type="submit" name="sub" value="Enviar!">
</form>
</body>
</html>
Tipos de variáveis Suportados

PHP suporta os seguintes tipos de dados:


●Inteiro
●Ponto flutuante

●String

●Array

●Objeto

PHP utiliza checagem de tipos dinâmica, ou seja, uma variável pode


conter valores de diferentes tipos em diferentes momentos da
execução do script. Por este motivo não é necessário declarar o
tipo de uma variável para usá-la. O interpretador PHP decidirá qual
o tipo daquela variável, verificando o conteúdo em tempo de
execução.
Strings

Strings podem ser atribuídas de duas maneiras:

utilizando aspas simples ( ' ) – Desta maneira, o valor da


variável será exatamente o texto contido entre as aspas
(com exceção de \\ e \' – ver tabela abaixo) utilizando
aspas duplas ( " ) – Desta maneira, qualquer variável ou
caracter de escape será expandido antes de ser
atribuído.
Strings
Exemplo:

<?php
$teste = "Curso PHP";
$var = '---$teste--';
echo "$var";
?>

A saída desse script será "---$teste--".


Strings
Exemplo:

<?php
$teste = "Curso PHP";
$var = "---$teste---";
echo "$var";
?>

A saída desse script será "---Curso PHP--".


Arrays
Arrays em PHP podem ser observados como
mapeamentos ou como vetores indexados. Mais
precisamente, um valor do tipo array é um dicionário onde
os índices são as chaves de acesso. Vale ressaltar que os
índices podem ser valores de qualquer tipo e não somente
inteiros.

<?php
$cor[1] = "vermelho";
$cor[2] = "verde";
$cor[3] = "azul";
$cor["teste"] = 1;
?>
Arrays

Também pode-se escrever:

<?php
$cor = array(1 => "vermelho, 2 => "verde, 3 => "azul",
"teste” => 1);
?>
Operadores

Aritméticos:

Adição +

Subtração -

Multiplicação *

Divisão /

Módulo %
Operadores

Strings:
Só há um operador exclusivo para strings:

. concatenação
Operadores
Atribuição:
= atribuição simples

+= atribuição com adição

-= atribuição com subtração

*= atribuição com multiplicação

/= atribuição com divisão

%= atribuição com módulo

.= atribuição com concatenação

Exemplo:
$a = 7;
$a += 2; // $a passa a conter o valor 9
Comparação

== igual a

!= diferente de

< menor que

> maior que

<= menor ou igual a

>= maior ou igual a


Comandos de seleção

Sintaxe:
if ($x == $y){
comando1;
comando2;
}
//ou
if ($x == $y)
comando1;
//ou
if ($x == $y) :
comando1;
comando2;
endif;
Comandos de seleção
Exemplo:
<form action="" method="post">
<label>Nome:</label><input type="text" name="nome" /><br />
<label>Idade:</label><input type="text" name="idade" /><br />
<input type="submit" value="Enviar" />

<?php
if (($_POST['nome']) && ($_POST['idade'])){
$idade = 18;
if($_POST['idade'] >= $idade){
echo $_POST['nome'].' é de maior';
}else{
echo $_POST['nome'].' é de menor';
}
}

?>
</form>
Comandos de Repetição

Sintaxe:
while (<expressao>)
<comando>;

while (<expressao>){
<comando>;
...
<comando>;
}

while (<expressao>):
<comando>;
...
<comando>;
endwhile;
Comandos de Repetição

Exemplo:
while($i < 10){
echo 'Nome:<input type=\”text\”><br>';
$i++;
}
Comandos de Repetição
Sintaxe:
for (<inicializacao>;<condicao>;<incremento>)
<comando>;

ou

for (<inicializacao>;<condicao>;<incremento>){
<comando>;
}

ou
for (<inicializacao>;<condicao>;<incremento>) :
<comando>;
...
<comando>;
endfor;
Comandos de Repetição

Exemplo:
for($i = 0; $i <= 10; $i++) {
echo $i.'<br>';
}
Comandos de Repetição

$vetor = array(“a”,”b”,”c”,”d”);
foreach($vetor as $v) {
echo $v;
}
Sessões
Váriaveis de sessões são armazenadas no próprio servidor,
diferente dos cookies, e não expiram a menos que o
programador queira apagar a sessão. Existem algumas
funções que controlam sessões, as mais usadas são:

Session_start()
session_destroy()

session_unset()
Sessões
Adicionar valores a uma váriavel de sessão:

$_SESSION['nome_da_variavel'] = 1;
Sessões
Exercício:
● Fazer uma tela de login, onde se houver valor
nos campos login e senha startar a sessão,
gravar o nome do usuário em uma váriavel de
sessão e redirecionar para um outro arquivo
exibindo a mensagem:
“Bem Vindo (Nome)”
Banco de Dados
Conexão com o servidor

A conexão com o servidor de banco de dados


postgres em PHP é feita através do comando
pg_connect, que tem a seguinte sintaxe:

$str_conexao="host=servidor dbname=nomedobanco port=5432


user=nome do usuário password=senha do usuário";

$conexao = pg_connect($str_conexao);
Banco de Dados
Execução de queries SQL

Após estabelecida a conexão e selecionada a base de


dados a ser utilizada, quase toda a interação com o
servidor postgres pode ser feita através de consultas
escritas em SQL (Structured Query Language), com o
comando pg_query, que utiliza a seguinte sintaxe:
Inserção:

$sql = "INSERT INTO t_acessorio (ac_descricao) VALUES


('$acessorio')";

pg_query($sql);
Banco de Dados
Execução de queries SQL

Delete:

$sql = "DELETE FROM t_acessorio WHERE ac_codigo =


$_GET[codigo]";

pg_query($sql);
Banco de Dados
Execução de queries SQL

Update:

$sql = "UPDATE t_acessorio SET ac_descricao = $acessorio


WHERE ac_codigo = $_GET[codigo]";

pg_query($sql);
Banco de Dados
Execução de queries SQL

Pegar dados:

$sql = 'SELECT * FROM t_acessorio';


$dados = pg_fetch_all(pg_query($sql));
foreach($dados as $d){
echo $d[ac_descricao].'<br>';
}
Exercício

Похожие интересы