Вы находитесь на странице: 1из 19

Ciências da Natureza e Matemática

Física

Introdução à Cinemática Escalar

. Ponto Material ou Corpo Extenso


. Movimento ou Repouso
. Trajetória
. Deslocamento ou Distância percorrida

Tópico Abordado Data Observação

1 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

2 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

3 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

4 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

5 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

6 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

7 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar

8 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


Exercícios Fundamentais e) É possível um corpo A está em movimento em relação a
outros dois corpos B e C e termos o corpo B em repouso em
1. De acordo com as afirmativas abaixo, coloque V para a relação a C.
verdadeira e F para a Falsa e assinale a proposição correta:

(1) A Terra não é um corpo em repouso.


(2) Uma pulga é um ponto material em relação a uma casa.
(3) Uma pulga é um corpo extenso em relação a um piolho.
(4) Os conceitos de repouso e movimento dependem do
referencial adotado.
(5) Um corpo pode estar em movimento em relação a um
referencial e em repouso em relação a outro.

2. A respeito do conceito de ponto material, é correto afirmar


que:

a) Uma formiga é certamente, um ponto material.


b) Um elefante não é, certamente, um ponto material.
c) Um carro manobrando numa garagem é um ponto
material.
d) Um carro numa estrada, fazendo uma viagem, pode ser
considerado um ponto material.
e) A Terra é um ponto material em seu movimento de
rotação.

3. Um homem, em pé dentro de um ônibus que se move em


uma estrada reta com velocidade constante, lança uma bola
verticalmente para cima. Com relação ao movimento da bola
e desprezando a resistência do ar, é correto afirmar que:

a) ela cairá ao chão, atrás do homem, se a velocidade do


ônibus for grande.
b) ela cairá nas mãos do homem, qualquer que seja a
velocidade do ônibus.
c) ela cairá ao chão, muito a frente do homem, se a
velocidade do ônibus for grande.
d) ela cairá ao chão, atrás do homem, se a velocidade do
ônibus for pequena.
e) ela cairá ao chão, muito a frente do homem, se a
velocidade do ônibus for pequena.

4. A respeito dos conceitos de movimento e repouso a


alternativa FALSA é:

a) O Sol está em movimento em relação à Terra.


b) É possível que um móvel esteja em movimento em
relação a um referencial e em repouso em relação a outro
referencial
c) Se um móvel está em movimento em relação a um
sistema de referência, então ele estará em movimento em
relação a qualquer outro referencial.
d) Se um corpo A está em repouso em relação a outro B,
então o corpo B estará em repouso em relação a A.

9 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


5. Chamamos de referencial à região do espaço onde se De acordo com os conceitos de movimento e repouso usados
encontra um observador para estudar o fenômeno.Usando em Mecânica, explique de que maneira devemos interpretar
essa noção, NÃO podemos afirmar que: as afirmações de Heloísa e Abelardo para dizer que ambas
estão corretas.
a) Quando a posição de um móvel varia com o tempo, em
relação a um sistema de referencia, dizemos que o móvel
está em movimento em relação ao sistema.
b) É possível que um mesmo móvel possa simultaneamente
estar em movimento para um referencial e estar em repouso
para outro.
c) A forma da trajetória depende de um referencial.
d) Na definição de ponto material e corpo extenso não se
leva em conta o referencial.
e) Todo corpo em repouso em relação a um referencial
estará em repouso em relação a qualquer outro referencial
que não se movimente em relação ao primeiro.

6.(UEM-PR) Um trem se move com velocidade horizontal


constante. Dentro dele estão o observador A e um garoto,
ambos parados em relação ao trem. Na estação, sobre a
plataforma, está o observador B parado em relação a ela.
Quando o trem passa pela plataforma, o garoto joga uma
bola verticalmente para cima. Desprezando-se a resistência
do ar, podemos afirmar que:

(01) o observador A vê a bola se mover verticalmente para


cima e cair nas mãos do garoto.
(02) o observador B vê a bola descrever uma parábola e cair
nas mãos do garoto.
(04) os dois observadores vêem a bola se mover numa
mesma trajetória.
(08) o observador B vê a bola se mover verticalmente para
cima e cair atrás do garoto.
(16) o observador A vê a bola descrever uma parábola e cair
atrás do garoto.

Dê como resposta a soma dos números associados às


proposições corretas.

7.(UFRJ-2008) Heloísa, sentada na poltrona de um ônibus,


afirma que o passageiro sentado à sua frente não se move,
ou seja, está em repouso. Ao mesmo tempo, Abelardo,
sentado à margem da rodovia, vê o ônibus passar e afirma
que o referido passageiro está em movimento.

10 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


8.(UEPB) Um professor de física verificando em sala de b) Mesmo para mim (professor), que não paro de andar,
aula que todos os seus alunos encontram-se sentados, passou seria possível achar um referencial em relação ao qual eu
a fazer algumas afirmações para que eles refletissem e estivesse em repouso.
recordassem alguns conceitos sobre movimento. c) A velocidade dos alunos que eu consigo observar agora,
Das afirmações seguintes formuladas pelo professor, a única sentados em seus lugares, é nula para qualquer observador
correta é: humano.
d) Como não há repouso absoluto, nenhum de nós está em
a) Pedro (aluno da sala) está em repouso em relação aos repouso, em relação a nenhum referencial.
demais colegas , mas todos nós estamos em movimento em e) O Sol está em repouso em relação a qualquer referencial.
relação à Terra.

9.(PUC-SP) Leia com atenção a tira da Turma da Mônica mostrada a seguir e analise as afirmativas que se seguem, considerando
os princípios da Mecânica Clássica.

I. Cascão encontra-se em movimento em relação ao skate e também em relação ao amigo Cebolinha.


II. Cascão encontra-se em repouso em relação ao skate, mas em movimento em relação ao amigo Cebolinha.
III. Em relação a um referencial fixo fora da Terra, Cascão jamais pode estar em repouso. Estão corretas:

a) apenas I b) I e II c) I e III d) II e III e) I, II e III

10.(UFMG) Júlia está andando de bicicleta com velocidade constante, quando deixa cair uma moeda. Tomás está parado na rua e
vê a moeda cair. Considere desprezível a resistência do ar. Assinale a alternativa em que melhor estão representadas as trajetórias
da moeda, como observadas por Júlia e por Tomás.

11 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


11. O mundo que nos (3) Um avião passando por cima de uma cidade pode estar em
cerca está em constante repouso em relação a algum referencial.
mudança. Olhar essas (4) Jamais poderemos afirmar que um corpo está em repouso
mudanças é contemplar os se não for estabelecido o referencial.
movimentos. Olhando (5) Notamos que um ônibus se movimenta em uma pista pois
pela janela de um ônibus vemos que as paisagens vão se tomamos as suas rodas como seu referencial.
alternando. Para um passageiro dentro do ônibus, as casas vão
mudando de posição, mas o banco em que está sentado está
sempre abaixo de si. Em relação às casas, o ônibus vai
mudando de posição, juntamente com ele o passageiro e o
banco em que ele está sentado. Os movi-mentos são relativos.

Chamamos de referencial qualquer corpo escolhido como


referência de outros corpos. Normalmente, fixamos no
referencial um sistema de coordenadas para melhor localizar as
posições.

Baseado nas informações acima e nos seus conhecimentos de


movimento, julgue os itens e justifique os falsos, quando
houver.

(1) Uma pessoa sentada na poltrona de um avião está em


movimento em relação ao Sol.
(2) Nem todo corpo pode estar em movimento, pois o
movimento depende do referencial.

(3) Para cada movimento existe um referencial.


(4) Uma pessoa em queda presa a um pára-quedas está em
movimento se tomarmos o próprio pára-quedas como
referencial.
(5) Quando estamos dentro de um elevador que desce de um
andar para outro, podemos afirmar que estamos em
movimento se tomarmos um referencial fora do elevador.

12. Os conceitos de repouso e de movimento são sempre


relativos a um referencial.

- Um corpo está em repouso, em relação a um determinado


referencial e em um determinado intervalo de tempo,
quando nesse intervalo de tempo sua posição permanece
inalterada.
- Um corpo está em movimento, em relação a um
determinado referencial, quando a sua posição se altera no
decorrer do tempo.

(1) Ao atirarmos uma pedra para o alto, podemos afirmar que a


mesma está em movimento em relação ao solo.
(2) Uma ave pousa em um tronco de árvore. Após o pouso, a
ave estará em repouso.

12 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


13. A trajetória é um conjunto de (6) Durante uma viagem de avião de Brasília para Caracas,
todas as possíveis posições de podemos considerar o avião como o ponto material desse
um corpo em movimento. Assim movimento.
como os conceitos de movimento e (7) Os planetas jamais serão considerados ponto material em
repouso, a trajetória também é um movimento.
um conceito relativo. Ela
depende do referencial. As
trajetórias podem ser
classificadas, dentre várias, como
retilíneas, circulares, parabólicas e helicoidais.

Baseado nas informações acima e em seus conhecimentos de


movimento, julgue os itens e justifique os falsos, se houver.

(1) Um piloto libera uma carga que está presa em seu avião.
Para uma pessoa que está em terra, a trajetória é parabólica.
(2) Uma pessoa está dentro de um trem e vê um objeto, a sua
frente, se desprender do teto. Para essa pessoa a trajetória do
objeto é curvilínea.
(3) Um jogador de basquete arremessa uma bola a cesta.
Somente para esse atleta a trajetória da bola será retilínea.
(4) A trajetória da Terra em seu movimento de translação é
curvilínea ou elíptica para um observador fora da Terra.
(5) Duas pessoas podem observar trajetórias diferentes de um
mesmo corpo.

14. Na cinemática, um corpo é representado por um ponto


geométrico quando suas dimensões forem desprezíveis em
relação à extensão da trajetória por ele descrita.
Podemos observar que um ônibus, por exemplo, pode
ser um ponto material em uma situação e um corpo em outra.
Novamente o conceito de ponto material e corpo é relativo a
uma referência que nós tomamos.

Baseado nas informações acima e em seus conhecimentos de


movimento, julgue os itens e justifique os falsos, se houver.

(1) Uma formiga pode ser considerada um corpo, desde que a


referência tomada seja bem menor que ela.
(2) Um navio sempre será considerado um corpo em função
de suas dimensões.
(3) O conceito de ponto material só se encaixa em objetos de
dimensões muito pequenas.
(4) Como o conceito de ponto material e corpo é relativo,
então podemos concluir que um objeto pode ser um corpo
e um ponto material, dependendo da situação.
(5) Uma pessoa está sentada dentro de um ônibus. A pessoa é
um ponto material e o ônibus é um corpo se relacionarmos
os dois em um movimento.

13 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


15. Determine o deslocamento e a distância percorrida quando
o trem vai da posição zero até a posição final.

16. Um carro parte do km 20, vai até o km 70, onde, mudando


o sentido do movimento, vai até o km 30 em uma estrada. A
variação de espaço (deslocamento escalar) e a distância
efetivamente percorrida são, respectivamente, iguais a:

a) 90 km e 10 km b) 10 km e 90 km
c) − 10 km e 90 km d) 10 km e 10 km
e) 90 km e 90 km

17.(UFMG) Observe esta figura.

Daniel está andando de skate em uma pista horizontal. No


instante t1, ele lança uma bola, que, sobe verticalmente. A bola
sobe alguns metros e cai, enquanto Daniel continua a se
mover em trajetória retilínea, com velocidade constante.

No instante t2, a bola à mesma altura de que foi lançada.


Despreze os efeitos da resistência do ar.

Assim sendo, no instante t2, o ponto em que a bola estará, mais


provavelmente é:

a) K b) L c) M
d) qualquer um, dependendo da velocidade de lançamento.

14 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


18. Num dado intervalo de tempo, uma partícula de desloca em
linha reta passando sucessivamente pelos pontos A, B, C, D e
E.

(a) Escreva as posições desses pontos.


(b) Determine o deslocamento
(c) Determine a distância percorrida pela partícula no
intervalo de tempo considerado.

19. (PUC-RIO 2008) Um veleiro deixa o porto navegando 70


km em direção leste. Em seguida, para atingir seu destino,
navega mais 100 km na direção nordeste. Desprezando a
curvatura da terra e admitindo que todos os deslocamentos são
coplanares, determine o deslocamento total do veleiro em
relação ao porto de origem. (Considere √2 = 1,40 e √5 = 2,20)

a) 106 Km b) 34 Km c) 154 Km
d) 284 Km e) 217 Km

20. Considere que a partícula tenha passado da posição B para


a posição J e em seguida para a posição G.

Pode-se determinar o deslocamento pela variação da posição


do móvel.

21. Um caminhão parte do km 30 de uma rodovia, leva uma


carga até o km 145 dessa mesma estrada e volta, em seguida,
para o km 65. Determine:

a) a variação de espaço do caminhão entre o início e o final do


percurso;
b) a distância percorrida pelo caminhão nesse percurso.

15 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


22. Um carro, percorrendo sempre a mesma reta, parte do km (1) O espaço não indica propriamente o quanto o móvel
80, vai até o km 120, inverte o sentido de seu movimento e “andou” e sim a sua posição em determinado instante.
retorna ao km 50. A variação de espaço (ou deslocamento (2) Espaço positivo não significa que o movimento está a
escalar) e a distância percorrida são, respectivamente, iguais a: favor da orientação da trajetória.
(3) Espaço nulo significa que o corpo esteja obrigatoriamente
a) 10 km e 30 km b) 10 km e 10 km em repouso.
c) − 10 km e 30 km d) − 30 km e 110 km (4) O espaço é apenas um indicativo da posição de um corpo.
e) 20 km e 110 km (5) Um automóvel passa por uma placa de sinalização na
estrada que indica o “Km 40”, isso significa que o
automóvel já andou 40 km.
(6) Ao chegar em um entroncamento na estrada, o motorista
de um ônibus observa uma placa que indica “Porto Alegre
– 250 km”. A placa informa que o ônibus está a uma
posição de 250 km da cidade.
23. Um passageiro, viajando de metrô, fez o registro de tempo
entre duas estações e obteve os valores indicados na tabela.
Supondo que a velocidade média entre duas estações
consecutivas seja sempre a mesma e que o trem pare o mesmo
tempo em qualquer estação da linha, de 15 km de extensão, é
possível estimar que um trem, desde a partida da Estação
Bosque até a chegada à Estação Terminal, leva
aproximadamente:

a) 20 min b) 25 min c) 30 min


d) 35 min e) 40 min

24. Vamos supor que, em uma trajetória previamente


conhecida, escolhemos uma origem (ponto de referência) e
numeramos as posições, determinando, arbitrariamente, o
sentido da numeração crescente. A unidade do espaço é
qualquer unidade de distância. Nas rodovias, é o quilômetro
(km). Em particular, no Sistema Internacional (S.I.), a unidade
é o metro (m).
Concluímos que o espaço (S) é a medida algébrica do arco
orientado que define a posição de um móvel.

Origem
P2 P1

Os pontos P1 e P2 representam as posições do móvel no arco


orientado acima.

Baseado nas informações acima e em seus conhecimentos de


movimento, julgue os itens e justifique os falsos, se houver.

16 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


25. Vamos supor que um móvel ocupava uma posição cujo
espaço era S0 no instante t0 e, um pouco mais tarde, ocupava
uma outra posição cujo espaço era S no instante t. Portanto,
nesse intervalo de tempo, houve uma variação do espaço que
recebe o nome de deslocamento escalar (S).

 S = S – S0

Baseado nas informações acima e em seus conhecimentos de


movimento, julgue os itens e justifique os falsos, se houver.

(1) O fato de o deslocamento ser positivo não significa que o


movimento tenha sido sempre a favor da trajetória.
(2) O deslocamento significará a distância percorrida somente
se o movimento for no mesmo sentido e a favor da
trajetória.
(3) Um deslocamento nulo significa que o móvel ficou, em
todo o tempo observado, em repouso.
(4) Ao considerarmos um ponto de partida para a trajetória e
um ponto de chegada, podemos calcular o deslocamento
desse corpo pela diferença entre as distâncias dos dois
pontos tomados como referência.

26. A Via Anhangüera é uma importante rodovia do Estado de


São Paulo. Aqui podemos ver representadas algumas cidades
existentes ao longo dessa rodovia.

Com base nas informações acima, julgue os itens e justifique


os falsos, se houver.
Considere que o móvel em questão não muda o sentido da
trajetória em nenhum momento do deslocamento.

(1) Nessa representação, a cidade de São Paulo pode ser


considerada a origem dos espaços.
(2) Uma viagem de Campinas para Pirassununga terá 130 km.
(3) Um automóvel que sai de Ribeirão Preto e vai até Limeira
terá se deslocado 150 km.
(4) Um viagem de Pirassununga para Limeira terá um
deslocamento negativo. Isso significa que o automóvel
está se aproximando da origem da trajetória.
(5) Um ônibus que partiu de São Paulo, foi até Ribeirão Preto
e, depois, voltou para São Paulo, terá um deslocamento
nulo.

0 90 150 210 310


km
Campinas

Ribeirão Preto
Limeira

Pirassununga
São Paulo

17 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Introdução à Cinemática Escalar


27.(UERJ) No interior de um avião que se desloca 30. Um homem, ao inclinar-se sobre uma janela do vagão de
horizontalmente em relação ao solo, com velocidade constante um trem que se move com velocidade constante, deixa cair a
de 1000 km/h, um passageiro deixa cair um copo. Observe a chave do portão de sua casa. Qual a trajetória da chave vista
ilustração abaixo, na qual estão indicados quatro pontos no pelo homem do trem?
piso do corredor do avião e a posição desse passageiro.

O copo, ao cair, atinge o piso do avião próximo ao ponto


indicado pela seguinte letra:

a) P b) Q c) R d) S

28. Um automóvel percorre um trecho retilíneo de uma estrada


mantendo constante sua velocidade escalar linear. O ponto de
contato entre um pneu e a estrada:

a) tem velocidade nula em relação à estrada.


b) tem velocidade nula em relação ao automóvel.
c) está em repouso em relação à qualquer ponto do pneu.
d) executa movimento uniforme em relação à estrada.
e) tem a mesma velocidade linear do centro da roda, em
relação à estrada.

29. Considere a seguinte situação: um ônibus movendo-se Gabarito


numa estrada e duas pessoas: Uma (A) sentada no ônibus e
outra (B) parada na estrada, ambas observando uma lâmpada 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.
instalada no teto do ônibus. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14.
“A” diz: A lâmpada não se move em relação a mim, 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21.
uma vez que a distância que nos separa permanece 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28.
constante. 29. 30.
“B” diz: A lâmpada está em movimento uma vez
que ela está se afastando de mim.

a) “A” está errada e “B” está certa.


b) “A” está certa e “B” está errada.
c) Ambas estão erradas.
d) Cada uma, dentro do seu ponto de observação, está
certa.

18 CEDAE – Acompanhamento Escolar |