You are on page 1of 2

http://www.ufjf.

br/comus/

Grupo formado por pesquisadores e criadores com atuação dedicada ao Som e à Música, reunidos em
torno de projetos colaborativos com foco na articulação entre métodos tradicionais em Composição
Musical e novas tecnologias – especialmente em cooperação com outras áreas (como a Computação,
Matemática, Semiótica, Artes Visuais e Medicina). No COMUS, a Composição Musical é abordada
sobretudo em seu aspecto histórica e intrinsecamente interdisciplinar. Entre os recentes projetos de
pesquisa do grupo, figuram a integração entre arranjo de música popular e técnicas de composição
contemporânea, a inserção da composição musical em trabalhos interdisciplinares envolvendo mídias
locativas (em projetos como o VIA) e o desenvolvimento de teclados virtuais educativos

Composição Musical / Music Composition


Objetivo:
O aprofundamento da pesquisa de questões relativas ao fazer musical, com foco na atividade da
composição musical. Estudo da relação entre som, escuta, intelecto, gesto e representação no processo
composicional. Estímulo à literatura teórica com foco na composição. Desenvolvimento de métodos que
integrem processos e meios tradicionais a novas tecnologias. Revisão de técnicas composicionais da
música contemporânea. Fomento à criação de novas obras autorais, unindo a pesquisa acadêmica à
produção artística com desdobramentos/produtos dentro e fora da universidade.

Música e tecnologia (com foco na composição musical assistida por computador) / Music and
Technology (especially CAC and CGA, Computer-Aided Composition & Computer-Generated
Assistance)
Objetivo:
Propor formas de colaboração entre a composição musical e diversas tecnologias, tendo sempre como
meta o interesse, consistência e originalidade musicais (e com ênfase na composição musical assistida
por computador); subsidiariamente, propor e desenvolver métodos e processos tecnológicos em suporte à
análise musical.

Música e interdisciplinaridade / Music and Interdisciplinarity


Objetivo:
Pesquisar as interações e colaborações estabelecidas entre música e outras áreas, principalmente sob a
perspectiva da composição musical e do interesse/benefício/utilidade para a música. Neste sentido, a
composição musical e os estudos musicais em geral são vistos como interdisciplinares, mesmo muito
antes do advento do termo “interdisciplinaridade”.

Resumo do projeto:
São investigadas estratégias para a composição musical com o uso de recursos eletroacústicos em
tempo-real, privilegiando-se obras que incluam improvisação seja na parte eletroacústica, na parte
instrumental, ou em ambas. A pesquisa envolve o estudo/análise de obras existentes e a exploração de
estratégias para a realização de novas composições/improvisações. O trabalho inclui o desenvolvimento
de aplicativos computacionais (patches) em Max/MSP e Pd (PureData) voltados para a análise de áudio e
a síntese/processamento sonoro em tempo-real.

RESULTADOS DO PROJETO:
Publicações
Composições e improvisações (arquivos de áudio e/ou vídeo)
Patches (Max/MSP e Pd)
http://www.ufrgs.br/sefim/ojs/index.php/sm/article/viewFile/127/147

COMPOSIÇÃO MUSICAL COMO ATIVIDADE DIDÁTICA: ESCUTA ALTERITÁRIA BAKHTINIANA COMO ATO
COGNITIVOESTÉTICO-ÉTICO - EXPERIÊNCIAS ESTÉTICAS EM EDUCAÇÃO MUSICAL