Вы находитесь на странице: 1из 3

INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DA QUÍMICA

Desde os primórdios da história o homem vem acumulando conhecimentos de


química.
Na Idade dos Metais, por exemplo, o homem pré-histórico utilizou conhecimentos
básicos para poder produzir metais. Sem o conhecimento de determinados minérios e
suas características principais, isso se tornaria impossível. Os egípcios, por exemplo,
utilizaram conhecimentos de destilação e fermentação, para produzirem algumas
bebidas como a cerveja.
Os árabes, no período de formação do Império Árabe ( século VIII ), desenvolveram
muito a química através da chamada alquimia. Buscavam produzir a pedra filosofal e
através destes estudos, descobriram a propriedade de diversas substâncias.
No Renascimento (séculos XV e XVI) a química vai atingir um grande avanço.
Diversos cientistas, ansiosos em descobrir o funcionamento da natureza, vão
embarcar em profundas experiências científicas, desenvolvendo diversos
conhecimentos químicos.
Se compararmos os milhões de anos que sabemos existir vida humana na Terra com
a curiosidade de saber do que é constituída a matéria, chegaremos à conclusão de
que esta preocupação é muito recente. Provavelmente os primeiros a se preocuparem
em especular sobre a constituição da matéria foram os gregos, há pouco mais de
2.400 anos.
O homem pré-histórico, por tentativas e erros, descobriu como lascar a pedra como
construir armas e algo muito importante na história da matéria - o fogo - através do
atrito entre pedaços de madeira.
Na história da química, foram também importantes, as descobertas de alguns metais,
milhares de anos antes de Cristo. O ouro, que deve ter sido encontrado na forma de
pepitas, o cobre, talvez livre ou chamando a atenção por sua cor quando alguma
fogueira foi produzida em local onde havia o seu minério. De qualquer forma,
aproximadamente 3000 a.C. o ser humano conhecia o chumbo, o cobre, o bronze
(obtido da fusão do estanho com o cobre). O ferro, talvez conhecido através da queda
de meteoritos, já era utilizado pelo hititas, 1500 a.C.
Enfim, as civilizações antigas desenvolveram a metalurgia e obtiveram o vinho, a
cerveja, o vidro e uma série de outros materiais, sem se preocupar por que tais
fenômenos ocorriam. Apesar disso, a contribuição das civilizações anteriores à Era
Cristã não pode ser desprezada, pois foram conquistas importantes para
desenvolvimento da ciência moderna.

A TEORIA DOS QUATRO ELEMENTOS


A curiosidade dos filósofos gregos sobre a natureza levou-os a refletir e debater a
respeito da constituição da matéria. Tales, ao perceber que a água poderia existir na
forma líquida, sólida e gasosa, propôs, quase 600 anos a.C., que todo o universo era
formado por água. Posteriormente, outro grego sugeriu ser o ar a base de tudo que
existia sobre a Terra. No século V a.C. Heráclito supôs ser o fogo a base de tudo que
existia.
Unindo estas três idéias e acrescentando a terra, Empédocles formulou a Teoria dos
Quatro Elementos, segundo a qual ar, água, fogo e terra poderiam unir-se graças ao
amor e desunir graças a força do ódio.
Dentre todas as concepções gregas sobre a matéria, a mais lembrada, já que foi
retomada 24 séculos mais tarde, é a de Leucipo, defendida também pelo filósofo
Demócrito. Segundo eles, a matéria seria formada por diminutas partículas, que não
poderiam sofrer qualquer tipo de divisão, os átomos.
Pouco depois, Aristóteles, filósofo que teve grande liderança, criticou a filosofia
atomista e complementou a Teoria dos Quatro Elementos. Segundo ele, qualquer um
desses elementos poderiam ser transformados em outro, já que os quatro eram
constituídos de algo em comum. Aristóteles defendeu muitas idéias que
provavelmente atrasaram o desenvolvimento da Química e da Física em especial.
Apesar dos filósofos gregos terem sido os primeiros a se preocuparem com a
composição da matéria, não se pode dizer que eles fizeram um trabalho científico,
uma vez que ele era totalmente desvinculado da parte experimental.

OS ALQUIMISTAS E A ALQUIMIA
No "atraso" representado pelas idéias de Aristóteles inspirou-se a Alquimia. Já que
havia uma matéria comum aos quatro elementos e que bastava mudá-la, começaram
eles buscar a pedra filosofal, capaz de transformar qualquer metal em ouro, e o elixir
da vida, que teria como propriedade a capacidade de tornar-nos imortais.
Os Alquimistas, desde o início da Era Cristã até o século XVII, com sua busca
incansável para obter a pedra filosofal e o elixir da vida, um misto de ciência com
muito misticismo, foram muito importantes para a química moderna. Foram eles que
legaram à ciência moderna a descoberta de muitas substâncias, além de instrumentos
de laboratório e algumas técnicas das quais se velaram cientistas do século XVII.
Eles deixaram receitas sobre obtenção de pólvora, de alguns ácidos, bases e sais, do
álcool através da destilação do vinho. Supõe-se que os elementos arsênio, antimônio,
bismuto, fósforo e zinco também foram obtidos por eles. Talvez os principais legados
dos alquimistas sejam a técnica e a aparelhagem utilizadas. Eles desenvolveram
destilações, cristalizações, aparelhos para refinar metais e obter ligas (metalurgia),
enfim, foram os autores das práticas de laboratório.

QUÍMICA é a ciência que trata das Substâncias da Natureza, dos elementos que a
constituem, de suas características, de suas propriedades combinatórias, de
processos de obtenção, de suas aplicações e de sua identificação.
A Química apresenta várias divisões e subdivisões. As principais são:
 Físico-química - trata das propriedades físicas gerais das substâncias.
 Química Analítica - trata das técnicas e equipamentos para identificação de
substâncias.
 Química Inorgânica - trata principalmente das substâncias de origem mineral.
 Química Orgânica - trata principalmente das substâncias de origem animal ou
vegetal.

“Na natureza nada se perde, nada se cria; Tudo se transforma.” Antonnie Lavoisier

 Escreva sobre os pontos negativos e os pontos positivos da Química;


1) Identifique matéria, corpo e objeto na relação abaixo:
a) madeira f) alumínio l) mesa q) caco de vidro
b) copo g) tijolo m) plástico r) paralelepípedo(pedra)
c) cadeira h) pedra n) argila s) granito
d) vidro i) areia o) telha t) pote
e) panela j) água p) cinzeiro u) ouro

2) Identifique matéria e energia na relação abaixo:


a) ar atmosférico e) calor i) eletricidade
b) madeira f) pólvora j) plástico
c) trovão g) fumaça l) raio
d) luz h) vidro m) petróleo

Похожие интересы