Вы находитесь на странице: 1из 2

- 329-

MILITAR - PRECEDÊNCIA HIERARQUICA


- Em igualdade de pôsto, os militares da ativa têm pre-
cedência sôbre os da reserva ou reformados em serviço, salvlJ'
caso de preferência funcional estabelecida em lei.

PRESID:f'::NCIA DA REPÚBLICA

PROCESSO P. R. N.o 48.660-58

Presidência da República. Consulto- "Em igualdade de pôsto ou gradua-


ria-Geral da República. E. M. n. o 255, ção, os militares da ativa têm precedên-
de 20 de outubro de 1958. Encaminha cia sôbre os da reserva ou reformados
O' Parecer n. O 477-Z, sôbre precedência em serviço".
hierárquica entre militares da ativa e Essa norma somente sofre exceçãO"
os da reserva convocados. "Aprovo". Em quando o oficial da inatividade é con-
27-11-58. Rest. proc. por intermédio do vocado para O'cupar função militar e a-
Gab. Militar da P. R.). lei estabelece, para essa função, pre-
cedência hierárquica, como o permite o-
* art. 15 transcrito.
PARECER Por outro lado, a Constituição federal,
ao assegurar as patentes com suas van-
Determina o Exmo. Sr. Presidente da tagens, regalias e prerrogativas (art.
República que se manifeste a Consulto- 82), não revogou o disposto no § 4.0'
ria-Geral da República sôbre a prece- do art. 16, pois não estabeleceu, o Es-
dência hierárquica entre militares da tatuto máximo, equiparação entre ofi-
ativa e da reserva remunerada. ciais em serviço ativo e os em inativi-
Esta relevante questão foi exaustiva- dade.
mente examinada, no processo, pelos Como recorda o douto Consultor Ju-
mais qualificados órgãos militares. rídico do Ministério da Aeronáutica, o
Ao parecer da Consultoria-Geral da Supremo Tribunal Federal conspira nes-
República, há expresso texto legal dan- sas conclusões ao acompanhar o voto do
do precedência aos oficiais da ativa. É eminente Ministro Luís Gallotti, no jul-
o que dispõe o § 4.° do art. 18 do Esta- gamento do recurso extraordinário cri- ~
tuto dos Militares, Decreto-lei n. o 9.698, minaI n. O 18.405:
de 2 de setembro de 1946, tratando da .. . .. É óbvio que se garante, a cada
hierarquia militar. um, a situação jurídica que lhe corres-
:f'::sse diploma legislativo, no art. 15, ponde, conforme o estatuído na lei.
estabelece a regra geral sôbre a pre- Tanto não existe a pretendida equi-
cedência hierárquica exclusivamente en- paração total que a Constituição, no art.
tre os oficiais da ativa: "A precedên- 182, § 6. 0 , declara aplicável aos mili-
cia hierárquica, entre os militares, é tares o disposto no art. 193. E êste
regulada pelo pôsto ou graduação e, em manda que os proventos da inatividade
caso de igualdade, pela antigüidade re- sejam revistos sempre que, por motivo
lativa, salvo os casos de precedência de alteração do poder aquisitivo da moe-
funcional estabelecida em lei". da, se modificarem os vencimentos dos
E fixa o mesmo diploma essa prece- funcionários em atividade.
dência, quando a ela concorrem O'S ofi- Ora, se as vantagens asseguradas aOil
ciais da ativa, e os da reserva ou re- militares pela Lei Magna, art. 182, de-
formadO's, em serviço, no citado § 4. 0 vessem ser sempre absolutamente iguais,
do art. 16: sem distinção entre os oficiais da ativa
330

e os inativos, nenhuma razão de ser te- De outra parte, o Superior Tribunal


ria aquêle preceito que manda rever os Militar e o Conselho de Segurança Na-
proventos da inatividade quando forem cional, em 1947, como informa a Con-
modificados os vencimentos da ativida- sultoria Jurídica da Marinha, decidiram
de. A forçosa equiparação, total ou per- que não está revogada pela Constitui-
manente, como se pretende, tornaria inú- ção a norma do § 4. 0 do art. 16 do Es-
til êsse dispositivo. tatuto dos Militares.
É de notar, ainda, que, em face do A Consultoria-Geral da República,
§ 3.0 do art. 182, "o militar em ativida- data venia das respeitáveis opiniões em
de, que aceitar cargo público permanen- contrário, manifesta-se nesse mesmo sen-
te, estranho à sua carreira, será trans- tido.
ferido para a reserva". Se esta foi a diretriz tomada pelo le-
Ora, se os direitos do oficial da re- gislador, por ocasião da promulgação do
serva tivessem de ser sempre os mes- Estatuto dos Militares, Decreto-lei n. o
mos do oficial da ativa, a Constituição 9.698, de 1946, parece que ela se for-
não precisaria acentuar que os direitos taleceu depois que as leis de guerra,
correspondentes à situação oficial da re- a Lei de Inatividade e outros diplomas,
serva são os "definidos em lei". asseguraram promoções aos militares,
Na verdade, diz a Constituição que, ao passarem para a inatividade.
nesse último caso, o militar "será trans- Desta sorte, em igualdade de pôs to,
ferido para a reserva com os direitos e os militares da ativa têm p:recedência
deveres definidos em lei" (art. 182, sôbre os da reserva ou reformados em
§ 3.°). serviço, salvo em caso de precedência
É a lei ordinária, pois, como se vê, funcional estabelecida em lei.
que define os direitos e deveres do ofi- Salvo melhor juízo.
cial da reserva, direitos e deveres que Rio de Janeiro, 20 de outubro de 1958.
podem não coincidir com os fixados para - A. Gonçalves de Oliveira, Consultor-
os militares da ativa. Geral da República.

JUIZ - ACUMULAÇÃO REMUNERADA


- Não pode o juiz exercer, cumulativamente, o seu cargo
com outro fora do magistério.
- A opção de vencimentos não exclui a proibição de
acumular.

DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO DO SERVIÇO púBLICO

PROCESSO N.o 15.448-58

PARECER zação daquela autarquia, onde percebe


vencimentos e gratificações.
O Diretor Executivo do Serviço de 2. O Tribunal Superior do Trabalho,
Alimentação da Previdência Social como se sabe, é órgão integrativo da
(SAPS), consulta a esta Comissão sô- justiça do trabalho (art. 122, item I
bre se existe acumulação defesa por lei da Constituição federal), componente do
no exercício simultâneo das funções de Poder Judiciário, nos têrmos do art. 94,
Ministro do Tribunal Superior do Tra- item V, da Carta Magna, sendo seus
balho e de Chefe do Setor de Fiscali- ministros, conseqüentemente, magistra-