Вы находитесь на странице: 1из 2

ADIANTAMENTOS RECEBIDOS DE CLIENTES E ADIANTAMENTOS PAGOS A

FORNECEDORES

São práticas comuns entre empresas, onde é feito o adiantamento de valores como garantia de
compra ou venda.

Esses adiantamentos são contabilizados como direitos (adiantamentos pagos a fornecedores) ou


obrigações (adiantamentos recebidos de clientes).

ADIANTAMENTO RECEBIDO DE CLIENTES

Em certos casos, a pessoa jurídica pode receber de seus clientes adiantamentos por conta de
encomendas de bens ou serviços a serem produzidos ou executados.

Enquanto não for entregue o bem, ou executados os serviços contratados, tais adiantamentos
assumem a característica de uma obrigação, devendo ser registrados em conta classificável no
Passivo Circulante ou no Exigível a Longo Prazo, conforme o prazo previsto para a entrega do bem
ou execução do serviço.

Exemplo

Admitamos que a empresa “A” receba da Empresa “B” um adiantamento de R$ 1.000,00 por conta
de um pedido de mercadorias no valor total de R$ 2.000,00, a ser entregue no prazo de 15 dias, e
cujo saldo será pago 30 dias após a entrega.

Por ocasião do recebimento do adiantamento, teríamos o seguinte lançamento:

D – Caixa / Bancos (AC)


C - Adiantamento de Clientes (PC) R$ 1.000,00

O registro contábil da efetiva entrega das mercadorias seria, por sua vez, assim efetuado:

D - Clientes (AC)
C - Receita de Vendas (CR) R$ 2.000,00

Em seguida, efetua-se a baixa do adiantamento recebido, de forma que na conta “Clientes”


permaneça somente o saldo a receber na data contratada:

D - Adiantamento de Clientes (PC)


C - Clientes (AC) R$ 1.000,00

Finalmente, por ocasião do recebimento do saldo remanescente faria, então, o seguinte lançamento:

D - Bancos Conta Movimento (AC)


C - Clientes (AC) R$ 1.000,00
ADIANTAMENTOS PAGOS A FORNECEDORES

É o valor antecipado pago ao fornecedor e/ou prestador de serviço pela aquisição de material e/ou
produtos e/ou contratação de serviço, cujo documento legal (nota fiscal ou fatura) correspondente
não se encontre ainda na Empresa. Esse valor deve ser contabilizado como um direito: direito contra
o fornecedor de receber a mercadoria ou serviço, objeto do adiantamento, ou, de receber de volta o
valor adiantado caso não seja concretizado o recebimento da mercadoria ou do serviço.

Contabilização de adiantamentos a fornecedores Uma determinada Empresa, em 01.04.20X1


adquiriu de seu fornecedor mercadorias para revenda nas seguintes condições:

a) O prazo para entrega das mercadorias (momento em que será emitida pelo fornecedor, a nota
fiscal correspondente) é de 30 dias contados a partir da data de assinatura do pedido, ou seja,
30.04.20X1;

b) Foi pago ao fornecedor, no ato da assinatura do pedido, R$ 25.000,00 á título de


adiantamento (50% do valor total das mercadorias – R$ 50.000,00);

c) O saldo remanescente de R$ 25.000,00 será pago 30 dias após a data de entrega das
mercadorias, ou seja, 31.05.20X1.

Com base nestes dados, temos os seguintes registros contábeis:

Pelo adiantamento concedido:

D – Adiantamento a Fornecedores/ (AC)


C – Caixa/Bancos (AC) R$ 25.000,00

Pelo registro da compra (recebimento das mercadorias)

D– Estoques/Mercadorias para Revenda (AC)


C – Fornecedores (PC) R$ 50.000,00

Quitação parcial do valor correspondente às mercadorias, mediante utilização do


adiantamento concedido em 01.04.20X1

D – Fornecedores (PC)
C – Adiantamento a Fornecedores (AC) R$ 25.000,00

Pagamento do Saldo

D – Fornecedores (PC)
C – Caixa / Bancos (AC) R$ 25.000,00