You are on page 1of 10

Cantos Gregorianos para Quaresma

[CD Nos Remiu]


[0:00] 01. Abertura [Instrumental] [0:56] 02. Invitatório [Salmo 94] [07:50] 03. Hino para
semana santa [11:47] 04. Ofertório do domingo de ramos [participação ir. Kelly Patrícia]
[11:25] 05. Deus santo [Triságion] [18:51] 06. Christus [23:41] 07. Entre o pórtico e o altar
[Grupo Harmony] [25:31] 08. Sentadas junto ao sepulcro [27:38] 09. Adoração da Santa
Cruz [29:08] 10. Hino de Jonas [33:05] 11. Hino para celebração na sexta-feira santa
[37:09] 12. Lamentações [38:59] 13. Perdoarás [participação Ariane Ramalho] [42:13] 14.
Mulher, ninguém te condenou? [Participação Suely Façanha] [43:42] 15. Comunhão
[Quinta-feira Santa] [48:53] 16. Pai Nosso [50:52] 17. Entardecer [Instrumental]
[composição e execução da cítara: Ir. Plácida Ramos, OSB]

O insulto me partiu o coração


Ofertório
O insulto me partiu o coração – solista
Não suportei, desfaleci de tanta dor!
Eu esperei que alguém de mim tivesse pena,
Mas foi em vão, pois a ninguém pude encontrar
Procurei quem me aliviasse e não achei! Coro
Deram-me fel como se fosse um alimento,
Em minha sede ofereceram-me vinagre!

Senhor, ouvi-me pois suave é vossa graça, *


Ponde os olhos sobre mim com grande amor!
Não oculteis a vossa face ao vosso servo! * Solista
Como eu sofro! Respondei-me bem depressa!

O insulto me partiu o coração; *


Não suportei, desfaleci de tanta dor!
Eu esperei que alguém de mim tivesse pena,
Mas foi em vão, pois a ninguém pude encontrar; Coro
Procurei quem me aliviasse e não achei!
Deram-me fel como se fosse um alimento, *
Em minha sede ofereceram-me vinagre!

Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres,


E não despreza o clamor de seus cativos.
Que céus e terra glorifiquem o Senhor Solista
Com o mar e todo ser que neles vive
O insulto me partiu o coração; *
Não suportei, desfaleci de tanta dor!
Eu esperei que alguém de mim tivesse pena,
Mas foi em vão, pois a ninguém pude encontrar; Coro
Procurei quem me aliviasse e não achei!
Deram-me fel como se fosse um alimento, *
Em minha sede ofereceram-me vinagre!
Hoje é o tempo

Esse é o Tempo favorável de


escuta e conversão de unir-se
inteiramente ao amado ser um só coração.

Deixar o homem velho viver o


homem novo renovar a esperança
em um Deus que não se cansa de amar.
Hoje é o tempo

hoje é o tempo
hoje é o tempo de recomeçar.

INICIAL

02. É O MOMENTO FAVORÁVEL


Ref.: É agora o momento favorável/ É agora já chegou a salvação!/ O Senhor quer ficar ao nosso
lado,/ Inclinado a dar o seu perdão.
1. Voltemos ao Senhor, mas de todo o coração/ Orando, jejuando, ajudando ao nosso irmão/ Praticando a
justiça, denunciando todo mal / Conversão é o rumo certo no caminho quaresmal.
2. Nos caminhos de Jesus, nós queremos caminhar / Amando, respeitando, quem está a soluçar /
Recordando a jornada do Senhor até a cruz / Caridade praticada rompe as trevas, traz a luz.

03. SOMOS GENTE

1. Somos gente da esperança / que caminha rumo ao Pai. / Somos povo da Aliança / que já sabe aonde vai.

Ref.: De mãos dadas, a caminho / porque juntos somos mais / pra cantar o novo hino / de unidade,
amor e paz.

2. Para que o mundo creia / na justiça e no amor, / formaremos um só povo / num só Deus, um só Pastor.

3. Todo irmão é convidado / para a festa em comum: / celebrar a nova vida / onde todos sejam um.

04. O POVO DE DEUS

1. O povo de Deus no deserto andava/ Mas à sua frente alguém caminhava/ O povo de Deus era rico de
nada/ Só tinha esperança e o pó da estrada.

/: Também sou teu povo Senhor/ E estou nesta estrada/ Somente a tua graça/ Me basta e mais nada. (bis)

2. O povo de Deus de longe avistou/ A terra querida que o amor preparou/ O povo de Deus,sorria e cantava/
E nos seus louvores/ Seu poder proclamava.

/: Também sou teu povo, Senhor/ e estou nesta estrada/ Cada dia mais perto/ Da terra esperada. (bis)

PENITENCIAL

05. SENHOR, SERVO DE DEUS


1. Senhor, servo de Deus, que libertastes a nossa vida, tende piedade de nós! ASS:SENHOR, TENDE
PIEDADE DE NÓS!
2. Ó Cristo, nosso irmão, que conheceis nossa fraqueza, tende piedade de nós. ASS: CRISTO, TENDE
PIEDADE DE NÓS!
3. Senhor, Filho de Deus, que vos tornastes obediente, tende piedade de nós! ASS: SENHOR, TENDE
PIEDADE DE NÓS!

06. QUANTAS VEZES

1. Quantas vezes quis tudo pra mim: / o poder, o saber, a riqueza. / Quão mesquinho parece o teu Reino, /
se rejeito as migalhas da mesa!

Ref.: Senhor, Senhor, por nossa voz, / tende piedade, olhai por nós! / Por nossas mãos e o coração, /
tende piedade, olhai por nós!

2. Quantas vezes olhei com desdém / as sementes, dezenas, centenas. / Quão inútil parece o teu Reino, / se
descuido das coisas pequenas!

Cristo Jesus ...

3. Quantas vezes passei por aqui, / sem notar o tesouro que havia. / Quão distante parece o teu Reino, / se
descanso esperando o meu dia!

Senhor, Senhor ...

PALAVRA DE DEUS

07. QUE A PALAVRA


Que a Palavra esteja em minha boca, a Tua palavra! Para anunciar ousadamente o Evangelho, o mistério
do Evangelho!

08. PURIFICAI, SENHOR


Purificai, Senhor meus ouvidos

Purificai, Senhor meu coração


/: Para ouvir e guardar vossa

Palavra. (Bis)

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

09. BENDITA A PALAVRA

Ref.: Bendita (3x) a Palavra do Senhor! / Bendito (3x) quem a vive com amor!

1. A Palavra de Deus escutai, no Evangelho Jesus vai falar: / "A justiça do Reino do Pai / procurai em
primeiro lugar".

10. PORQUE ÉS, SENHOR

1. Porque és, Senhor, o Caminho, / que devemos nós seguir.

Ref.: Nós te damos, hoje e sempre, toda glória e louvor. (bis)

2. Porque és, Senhor, a Verdade, / que devemos aceitar.

3. Porque és, Senhor, plena Vida, / que devemos nós viver.

OFERENDAS

11. EIS O TEMPO


Ref.: Eis o tempo de conversão, / Eis o dia da salvação: / Ao Pai voltemos, juntos andemos, / Eis o
tempo de conversão!
1. Os caminhos do Senhor / São verdade, são amor, / Dirigi os passos meus: / Em Vós espero, o’ Senhor!/
Ele guia ao bom caminho / Quem errou e quer voltar. / Ele é bom, fiel e justo, / Ele busca e vem salvar.
2. A Palavra do Senhor / É a luz do meu caminho: / Ela é Vida, é alegria, / Vou guardá-la com carinho./
Sua lei, seu mandamento,/ É viver a caridade. Caminhemos todos juntos,/ Construindo a unidade!

12. VOLTA O TEU OLHAR


Ret.: Volta o teu olhar, Senhor, e dá-nos teu perdão./ Bendito seja teu imenso coração (bis)
1. Aceita, ó Deus Santo, a nossa oração./ Compadecido, olha para nós, Senhor. / Liberta nossas vidas, te
suplicamos e andaremos para sempre em teus caminhos.
2. Aceita o jejum e a nossa penitência / Que revivemos neste tempo quaresmal. Confirma-nos em teu amor
grandioso, Bendito sejas, Senhor Deus do universo!

13. NESTE PÃO


Ref.: Neste pão e neste vinho,/ O suor de nossas mãos,/ O trabalho e a justiça/ Para todos
os irmãos.
1. Ofertamos, ó Senhor, os sofrimentos/ Dos pequenos e dos pobres, teus amados;/ Dos que lutam à procura
de trabalho,/ Das crianças e anciãos abandonados.
2. Ofertamos a firmeza e a coragem/ Dos que lutam em favor dos oprimidos,/ Dos famintos e sedentos de
justiça/ E que são, por tua causa, perseguidos.

14. SABES, SENHOR

Ref.: Sabes, Senhor, / o que temos é tão pouco pra dar. / Mas este pouco nós queremos / com os irmãos
compartilhar.

1. Queremos nesta hora, / diante dos irmãos, / comprometer a vida, / buscando a união.

2. Sabemos que é difícil / os bens compartilhar, / mas com a tua graça, / Senhor, queremos dar.

3. Olhando o teu exemplo, / Senhor, vamos seguir, / fazendo o bem a todos, / sem nada exigir.

COMUNHÃO

15. AMÉM! EU ACEITO (1º D)

Ref.: Amém! Eu aceito teu Corpo, Senhor! / Amém! Eu assumo ser pão de amor!

1 – Famintos do pão da igualdade, / na mesa da fraternidade, / Tu és nossa vida e verdade; / sustenta os que
em ti são irmãos!

2 – Sedentos de paz e alegria, / buscamos na Eucaristia / a fonte que ao mundo anuncia / só Deus pode o
homem saciar!

3 – Mendigos de amor e de graça, / às mãos estendidas Tu passas, / e esperas que em nós também nasça /
o gesto de dar e servir!

4 – Tão fracos, em ti somos fortes, / vencendo o mal e a morte! / Em ti, o repouso e a sorte / de quem se
alimenta da fé!

5 – Assim como o pai de família / os dons entre os filhos partilha, / Tu fazes por nós maravilhas. / É eterno
e fiel teu amor!

6 – Feliz de quem foi convidado / e, atento, ouviu teu chamado! / Na terra será saciado / e à mesa do céu
sentará!

16. É BOM ESTARMOS JUNTOS (1º D)


1. É bom estarmos juntos à mesa do Senhor e unidos na alegria, partir Pão do Amor.
Ref.: Na vida caminha quem come deste pão. Não anda sozinho quem vive em comunhão.
2. Embora sendo muitos, é um o nosso Deus. Com Ele, vamos juntos, seguindo os passos seus.
3. Formamos a Igreja, o Corpo do Senhor; que em nós o mundo veja a luz do seu amor.
4. Foi Deus quem deu outrora ao povo o pão do céu; porém, nos dá agora o próprio Filho seu.
5. Será bem mais profundo o encontro: a comunhão, se formos para o mundo sinal de salvação.

17. EU VIM (1º D)


Ref.: Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.
1. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor./ Reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão,/
Onde está o teu irmão, Eu estou presente nele.
2. Eu passei fazendo o vem, Eu curei todos o males./ Hoje és minha presença junto a todo o sofredor./ Onde
sofre o teu irmão, Eu estou sofrendo nele.
3. Quem comer o Pão da Vida viverá eternamente./ Tenho pena deste povo que não tem o que comer./ Onde
está um irmão com fome, Eu estou com fome nele.
4. Entreguei a Minha Vida pela salvação de todos./ Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes:/
Onde morre o teu irmão, Eu estou morrendo nele.
5. Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido./ Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda a
esperança:/ Onde salvas teu irmão, Tu me estás salvando nele.

18. ENTÃO DA NUVEM (2ºD)


Ref.: Então, da nuvem luminosa dizia uma voz: / “Este é meu Filho amado, escutem sempre o que
Ele diz!”

1. Transborda um poema do meu coração: / vou cantar-vos, o’ Rei, esta minha canção.

2. Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! / Porque Deus, para sempre, vos deu sua bênção.

3. Levai vossa espada de glória no flanco, / herói valoroso, no vosso esplendor.

4. Saí para a luta no carro de guerra / em defesa da fé, da justiça e verdade.

5. Vosso trono, o’ Deus, é eterno, sem fim; / vosso cetro real é sinal de justiça.

6. Vós amais a justiça e odiais a maldade./ É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo.

19. O PÃO DA VIDA (3ºD)

Ref.: O Pão da vida, a comunhão, / nos une a Cristo e aos irmãos; / e nos ensina a abrir as mãos, /
para partir, repartir o Pão. (2x)

1. Lá, no deserto, a multidão / com fome segue o Bom Pastor, / com sede busca a Nova Palavra: / Jesus tem
pena e reparte o pão.

2. Na Páscoa Nova da Nova Lei, / quando amou-nos até o fim, / partiu o Pão, disse: "Isto é meu Corpo, /
por vós doado: tomai, comei!"

3. Se, neste Pão, nesta comunhão, / Jesus por nós dá a própria vida, / vamos também repartir os dons, / doar
a vida por nosso irmão.

4. Onde houver fome, reparte o pão, / e tuas trevas hão de ser luz: / encontrarás Cristo no irmão, / serás
bendito do Eterno Pai.
5. Não é feliz quem não sabe dar, / quem não aprende a lição do altar: / de abrir a mão e o coração, / para
doar-se no próprio dar.

6. Abri, Senhor, estas minhas mãos, / que para tudo guardar se fecham! / Abri minha'alma, meu coração, /
para doar-me no eterno dom.

20. QUEM ACENDEU (4º/5º D)


1. Quem acendeu uma luz/ Não a esconde, pois quer ver brilhar./ O meu Senhor com sua cruz/ Foi caminho
pra ressuscitar./ Sei que seu Reino de amor / quer meus passos com seu valor.
REf.: “Quero o meu Reino do céu nesta terra./ Eis que a vontade do Pai tudo encerra./ Vai cultivá-la
em teu chão./ Sou teu próprio Pão!”
2. Quem as sementes plantou/ Vai cuidando, quer vê-las brotar./ O meu Senhor me chamou,/ Me ensinou,
me mandou semear./ Sei que em seu Reino o maior/ Tem tarefa: servir melhor.
3. Quem temperou com o sal/ Tem medida pra não estragar./ O meu Senhor fez igual,/ Renovou corações
sem cessar./ Sei de seu Reino o sabor:/ A esperança onde existe a dor.
4. Quem com fermento compôs/ Vê que a massa não vai se perder./ O meu Senhor se propôs/ Ser a força
de quem quer crescer./ Sei que seu Reino, afinal,/ Quer a vida em vigor total.
5. Quem peregrino se faz / não ajunta tesouros pra si. / Ao meu Senhor só lhe apraz / dar as mãos, repartir
por aqui. / Sei que seu Reino não quer / nem escravo nem senhor qualquer.

DESPEDIDA

21. MÃE DA PENHA

(CD-Hinos e Cantos a NS da Penha)

1. Queremos primeiro te agradecer/ Por seres a Mãe do Salvador/ Tua humildade nos faz compreender/
O quanto é bom vivermos no amor.

Ref.: Mãe da Penha, Mãe amável,/ Mãe querida/ Tanto amor que em tua casa desabrocha/ Te
pedimos/ Com fervor que nossas vidas/ Sejam fundadas em Jesus a viva rocha.

2. Pedimos ó Mãe por todos filhos teus/ Carentes de amor, justiça e pão/ A tua visão do projeto de Deus/
Oriente nossos rumos na missão.

3. Santa Mãe de Deus muito obrigado/ Pelas tantas graças recebidas/ Este teu

rosto terno e delicado/ Suaviza nossos

passos nesta vida.

22. PEDINDO A BÊNÇÃO

(CD-Hinos e Cantos a NS da Penha)

1. Senhora da Penha deste seu altar Hoje e sempre venha nos abençoar. (Bis)

2. Ó Mãe protetora que sempre nos guia/ Seja o nosso alento Mãe das Alegrias. (Bis)

3. Aqui do Convento nós lhe admiramos Com os freis franciscanos A Deus Pai louvamos. (Bis)
23. HINO À N. SRA. DA PENHA
(CD-Hinos e Cantos a NS da Penha)

1. Virgem da Penha, minha alegria, Senhora nossa, Ave Maria!

Ref.: Ave, Ave, Ave Maria! (Bis)


2. Deste teu trono tu irradias, Paz e esperança, Ave Maria!
3. A dor que oprime tu alivias; Dá-me saúde, Ave Maria!

4. Nossas famílias protege e guia; És seu amparo, Ave Maria!

CONVERTER AO EVANGELHO
Converter ao evangelho,
Na palavra acreditar,
Caridade e penitência,

Quem as cinzas abraçar.


Não esqueças: somos pó
E ao pó vamos voltar.
Não as vestes, mas o peito
O Senhor manda rasgar.
"Jejuai, mudai de vida...
Em sua face a chorar."
Não esqueças : somos pó

E ao pó vamos voltar.
Quão bondoso é nosso Deus
Inclinado a perdoar.
Quem dos males se arrepende
Compaixão vai encontrar.
Não se esqueça somos pó
E ao pó vamos voltar.
Chora e diz o sacerdote

Entre a porta e o altar:


"Pela vida do meu povo
Vão meus lábios suplicar.
" Não esqueças:

somos pó
E ao pó vamos voltar.

Convertei-vos, povo meu,


Do senhor vamos lembrar.
Eis o tempo prometido,
As ovelhas vem salvar.

Não esqueças: somos pó


E ao pó vamos voltar.

Música: Pecador, Agora é Tempo!


1. Pecador, agora é tempo de pesar e de temor:
2. Serve a Deus, despreza o mundo,
3. já não seja pecador!
4.
5. 2. Neste tempo sacrossanto o pecado faz horror:
6. Contemplando a cruz de Cristo,
7. já não seja pecador!
8.
9. 3. Vais pecando, vais pecando,
10. vais de horror em mais horror
11. Filho acorda dessa morte,
12. já não seja pecador.
13.
14. 4. Passam meses, passam anos,
15. sem que busques teu Senhor.
16. Como um dia para o outro,
17. assim morre o pecador!
18.
19. 5. Pecador arrependido, pobrezinho pecador,
20. Vem, abraça-me contrito, com teu
21. Pai, teu criador!
22.
23. 6. Compaixão, misericórdia
24. vos pedimos, redentor:
25. Pela virgem, mãe das dores,
26. perdoai-nos, Deus de amor!
1
Volta, meu povo, ao teu Senhor

E exultará teu coração


Ele será teu condutor
Tua esperança de salvação!
Se confessas teu pecado

Ele é justo e compassivo


Cantarás purificado
Os louvores do Deus vivo
Volta, meu povo, ao teu Senhor

E exultará teu coração


Ele será teu condutor
Tua esperança de salvação!
Nossas vidas tão dispersas

Nosso Deus as juntará!


E seremos novo povo
Ele nos renovará!
Volta, meu povo, ao teu Senhor
E exultará teu coração
Ele será teu condutor
Tua esperança de salvação!
Se voltares ao Senhor

Ele a ti se voltará!
Pois imenso é seu amor
E jamais se acabará!
Volta, meu povo, ao teu Senhor
E exultará teu coração
Ele será teu condutor
Tua esperança de salvação!