Вы находитесь на странице: 1из 7

ESCOLA SECUNDÁRIA CARLOS AMARANTE

TESTE DE BIOLOGIA E GEOLOGIA – 11º ANO 01/2018

NOME _________________________________________________ Nº ________ Turma 11º K v1

Classificação ______________ valores O professor _____________________


I

1- Os morangueiros são plantas


pequenas com um ciclo de vida
relativamente complexo. O ciclo de
vida de um morangueiro inicia-se por
uma semente ou por um estolho. Cada
planta pode viver cerca de 5 anos,
produzindo grandes quantidades de
morangos.
Na resposta a cada um dos itens de a)
a c), indique a única opção que
permite obter uma afirmação correta.

a) Uma planta de morangueiro adulta


produz sementes _____ que após a
germinação irão dar origem a novas
plantas geneticamente _____. (5)
A- diploides (…) iguais B- haploides (…) iguais
C- diploides (…) diferentes D- haploides (…) diferentes. ____

b) No ciclo reprodutivo do morangueiro a meiose é _____, com alternância de fases nucleares, em que a
planta adulta é uma entidade diploide que resulta de sucessivas divisões do _____. (5)
A- pós-zigótica (…) esporo B- pós-zigótica (…) zigoto
C- pré-espórica (…) zigoto D- pré-espórica (…) esporo. ____

c) Os morangueiros têm um ciclo de vida _____ em que a fase diploide tem uma duração temporal _____ à
fase haploide. (5)
A- haplonte (…) superior B- haplodiplonte (…) inferior
C- haplonte (…) inferior D- haplodiplonte (…) superior. ____

d) Mencione dois fenómenos, que ocorrem na formação dos esporos, responsáveis pela introdução de
variabilidade genética nos morangueiros. (6)

- Sobrecruzamento / crossing-over.

- Aleatoriedade da separação dos cromossomas homólogos em A1.

e) Os morangos são frutos que se caracterizam por possuírem uma polpa carnuda e doce, que contém muitas
sementes pequenas à superfície. Os morangos são muito apreciados por animais, que os ingerem, e após a
digestão libertam muitas sementes viáveis nas suas fezes, por vezes em locais muito afastados do
morangueiro onde recolheram o fruto.
Explique, numa perspetiva darwinista, o aparecimento de morangos contendo polpas cada vez mais
carnudas. (12*).

- Dentro da população de morangueiros ancestrais existiam plantas cujos morangos apresentavam polpas
mais carnudas e outras com polpas menos carnudas – variabilidade intraespecífica;
- Como, naturalmente, os animais preferem ingerir frutos mais carnudos (e eventualmente mais saborosos),
as sementes desses seriam disseminadas de forma mais eficiente 8em maior quantidade e para locais mais
afastados), através das suas fezes (seleção natural + reprodução diferencial).

II
1- A origem evolutiva dos seres eucariontes pode ser explicada através de dois modelos: o modelo autogénico
e o modelo endossimbiótico.
a) As afirmações seguintes dizem respeito a estes dois modelos. Indique a alternativa que as avalia
corretamente. (5)

I. No modelo autogénico, ocorre endocitose de procariontes com capacidade para conversão de


energia luminosa em energia química.
II. O invólucro nuclear e os sistemas endomembranares associados podem ter a sua origem
evolutiva em invaginações da membrana celular.
III. O modelo autogénico e o modelo endossimbiótico são modelos explicativos para o
desenvolvimento de células procarióticas a partir de células eucarióticas.

A- II é verdadeira; I e III são falsas


B- I é falsa; II e III são verdadeiras
C- I é verdadeira; II e III são falsas
D- II é falsa; I e III são verdadeiras. ____

b) Indique a única opção que permite completar os espaços de modo a obter uma afirmação correta.
A endossimbiose de procariontes capazes de utilizar a energia luminosa, por parte de algumas amibas,
permite-lhes não depender exclusivamente da _____ pois passam a desempenhar o papel de _____. (5)

A- heterotrofia … produtores B- autotrofia … produtores


C- heterotrofia … consumidores D- autotrofia … consumidores. ____

c) Indique a única opção que permite completar os espaços de modo a obter uma afirmação correta. (5)
Segundo o Modelo Endossimbiótico, a membrana externa dos cloroplastos foi formada a partir da ____, e a
membrana interna a partir da _____.
A- membrana plasmática da célula procariótica englobada (…) membrana plasmática da célula
heterotrófica hospedeira
B- membrana plasmática da célula heterotrófica hospedeira (…) membrana plasmática da célula
procariótica englobada
C- parede celular da célula heterotrófica hospedeira (…)membrana plasmática da célula procariótica
englobada
D- membrana plasmática da célula heterotrófica hospedeira (…) parede celular da célula procariótica
englobada. ____

2- Das seguintes características, indique três cujo aparecimento terá permitido a transição da unicelularidade
para a multicelularidade. (5)
A- Diferenciação de células que se especializam em determinadas funções.
B- Formação de verdadeiros núcleos, individualizados por uma membrana.
C- Aumento do tamanho das células.
D- Coesão entre as células, que se mantêm unidas após a divisão celular.
E- Cooperação celular na realização de determinadas tarefas.
F- Desenvolvimento de compartimentos intracelulares. _A__; __D_; _E__.

3- Analise os textos A, B e C retirados do livro “A origem das Espécies”, de Charles Darwin.

A – Vejo-me, contudo, após os estudos mais profundos e uma apreciação desapaixonada e imparcial,
forçado a sustentar que a opinião defendida até há pouco pela maioria dos naturalistas, opinião que eu
próprio partilhei, isto é, que cada espécie foi objecto de uma criação independente, é absolutamente
errónea.”

B – “(…) a Natureza fornece as variações sucessivas, o homem acumula-as em certos sentidos que lhe são
úteis. Sendo assim, pode dizer-se que o Homem criou, para seu proveito, raças úteis.”

C – Devido a esta luta, as variações, por mais fracas que sejam e seja qual for a causa de onde provenham,
tendem a preservar os indivíduos de uma espécie e transmitirem-se comummente à descendência logo que
sejam úteis a esses indivíduos.”

a) Atribua a cada um dos textos (A, B ou C) o número da chave que melhor lhe corresponde (5)
CHAVE 1 – Fixismo (Criacionismo) 3 – Lei da herança dos carateres adquiridos
2 – Selecção natural 4 – Selecção artificial

Texto A ___I__; Texto B _IV____; Texto C __II___.


b) No texto C é evidenciado um dos pontos frágeis da teoria darwinista. Explicite esse ponto frágil e explique
como ele é atualmente justificado. (8).

- Darwin não sabia explicar a origem da diversidade de uma determinada característica numa população;
- Também não sabia explicar como é que essa característica se transmitia á descendência.
- Hoje, sabemos que a mutação génica é a causa primária do surgimento de novas características –
alterações nos genes -, e como esse novos genótipos se transmitem à descendência.

4- Na figura 2 A, B, e C, representam, a estrutura anatómica dos membros do golfinho (A), do morcego (B) e
das
barbatanas
peitorais de
um peixe (C).

a) Utilizando as
letras A, B e
C,
identifique:
(6*)

- um caso de convergência evolutiva. ___A__ e __C___ Fig.2


- um caso de homologia. __A___ e ___B__
- um caso de divergência evolutiva. __A___ e __B___

5- Monod ao referir-se às correntes evolucionistas clássicas sintetiza-as em duas expressões:


I – “Acaso com a necessidade”
II – “Necessidade sem acaso”

a) Identifique a afirmação que deve corresponder ao Lamarckismo. (4) __II___


a1) Justifique a sua resposta. (6)

Segundo Lamarck a causa determinante da evolução é a necessidade individual de adaptação ao ambiente,


em mudança. Assim, a utilização (lei do uso e desuso) excessiva de determinados órgãos/estruturas leva-
os(as) ao seu desenvolvimento, enquanto a não utilização leva ao seu atrofiamento. As características
adquiridas pelo uso ou perdidas pelo desuso são transmitidas à descendência.

b) Para Darwin o “acaso” e a “necessidade” correspondem, respetivamente a: (5)

A- Mutação na população/seleção natural.


B- Ambiente/uso e desuso.
C- Variações na população/ambiente
D- Ambiente/selecção natural. ____ Indique a opção correta.

c) As afirmações seguintes dizem respeito à fermentação e respiração aeróbia. Indique a opção que as avalia
corretamente. (5)

1- O rendimento energético da fermentação é superior ao da respiração aeróbia.


2- O rendimento energético global da respiração aeróbia varia entre 36 e 30 moléculas de ATP.
3- Os substratos iniciais degradados na fermentação apresentam menor potencial energético do que
aqueles que são degradados na respiração aeróbia.

A- 1 e 2 são verdadeiras; 3 é falsa.


B- 2 é verdadeira; 1 e 3 são falsas.
C- 2 e 3 são verdadeiras; 1 é falsa.
D- 3 é verdadeira; 1 e 2 são falsas. ____

d) Ao contrário do que sucede nos ______ o sistema circulatório dos ______ não é responsável pela
oxigenação dos tecidos. (5)

A- insetos … peixes B- mamíferos … peixes


C- peixes … insetos D- insetos … mamíferos. ____ Indique a opção correta

e) As afirmações seguintes dizem respeito à hematose branquial. Indique a opção que as avalia corretamente.
(5)
1- A água que entra pela boca do peixe passa por entre as lamelas cruzando-se com o sangue que
circula no mesmo sentido.
2- À medida que o sangue flui através dos capilares, vai ficando cada vez mais rico em oxigénio e vai
contactando com água que é sucessivamente mais rica em oxigénio.
3- Este mecanismo permite aumentar significativamente a hematose branquial.

A- 1 e 2 são verdadeiras; 3 é falsa.


B- 2 é verdadeira; 1 e 3 são falsas.
C- 2 e 3 são verdadeiras; 1 é falsa.
D- 3 é verdadeira; 1 e 2 são falsas. ____

6- Atualmente, as populações de seres vivos estão expostas a grande variedade de novos produtos, muitos
dos quais comprovadamente mutagénicos. Relativamente às mutações é possível afirmar que:
A- … não ocorrem ao acaso, isto é, novas formas de genes só aparecem de acordo com a necessidades
dos organismos.
B- … não se transmitem sempre hereditariamente.
C- … ocorrem apenas em células somáticas.
D- … introduzem variabilidade nas populações.
E- … constituem o único factor capaz de explicar a variabilidade genética dos indivíduos de uma
população.
a) Indique as duas alternativas que permitem completar corretamente a afirmação. (4) _B e D___
b) Justifique a sua opção relativamente à afirmação B. (8).

- Só poderão transmitir-se à descendência as mutações génicas, ou seja, que ocorrem em células


germinativas;
- Mesmo assim nada garante a sua transmissão à descendência 1 Xs que é aleatória a escolha dos
cromossomas que vão gerar descendentes;
(Se for uma característica que traga maior adaptabilidade do indivíduo a probabilidade de transmissão será
maior uma Xs que beneficiam de melhores condições de reprodução)

7- Os evolucionistas admitem a existência de mudanças progressivas nos seres vivos a partir de ancestrais
comuns, e são essas mudanças que, ao longo do tempo geológico, vão dar origem às diferentes espécies.

a) Considerando a história evolutiva do cavalo, analisada nas aulas, faça a correspondência entre as frases
seguintes e as letras da chave: (13*)

CHAVE: A- Lamarckismo B- Darwinismo C- Neodarwinismo

1- Os cavalos mais altos e mais velozes estavam adaptados a um meio em que predominava a vegetação
rasteira e os predadores os podiam avistar. __B__
2- Na população começaram a predominar os cavalos com reduzido número de dedos e altos, pelo que,
reproduzindo-se mais, iriam aumentar, enquanto que os de maior número de dedos e mais baixos,
reproduziam-se menos e o seu número iria diminuir (reprodução diferencial). __B__
3- Ocorreu uma seleção natural que selecionou os indivíduos cujo genótipo mais apto se traduzia num
fenótipo favorável às condições do meio e eliminou as que apresentavam um fenótipo menos apto.
__C__
4- A totalidade dos cavalos adquiriu, num tempo relativamente curto, dentes molares maiores e menor
número de dedos. __A__
5- Existia uma população de cavalos com variabilidade intraespecífica: uns tinham reduzidas dimensões,
outros de médias dimensões e outros de grande dimensão. _B___
6- Essa variabilidade era devida à ocorrência de recombinações génicas e mutações nas células
reprodutoras dos progenitores. __C__
7- A população passou a ser constituída, maioritariamente, por cavalos altos e patas compridas, com
reduzido número de dedos transmitindo esta característica seleccionada à descendência. __B__
8- As características adquiridas são transmitidas à descendência, que passa a ter menos dedos e a ser
mais rápido. __A__
9- O crescimento desta população era controlado pela quantidade e tipo de alimento existente no meio.
__B__
10- Esta população travava uma luta pela sobrevivência, sendo seleccionados os seres mais aptos e
eliminados os menos aptos. __B__
11- O ambiente modificou-se, tendo desaparecido a vegetação arbórea e arbustiva, e surgindo, de forma
predominante, a vegetação herbácea, tipo pradaria o que trouxe para a espécie uma nova
necessidade, de ficarem mais velozes para fugirem aos predadores. __A__
12- Para não morrerem de fome, sentiram necessidade de se modificar, de forma a poderem alimentar-se.
__A__
13- Para correrem mais usavam menos os dedos de forma que estes se reduziram, e esticaram o corpo
para avistarem os predadores de forma a ficarem mais altos. __A__

b) A designação Equus caballus corresponde ______ uma vez que é ______; por sua vez, Equus designa
______ pois é ______. (5)

A- à espécie (…) binominal (…) o género (…) uninominal.


B- ao género (…) binominal (…) a espécie (…) uninominal
C- à subespécie (…) binominal (…) à espécie (…) uninominal.
D- à subespécie (…) trinominal (…) à espécie (…) binominal.
E- ao género (…) uninominal (…) à espécie (…) binominal. ____ Indique a letra da opção correcta

c) Na população dos cavalos a reprodução é sexuada o que pode contribuir de uma forma positiva para uma
adaptação à mudança ambiental. Explique detalhadamente esta afirmação. (12)

- Na reprodução sexuada ocorre meiose e fecundação;


- Daqui resulta variabilidade genética por recombinação génica;
- Na meiose ocorrem fenómenos de crossing-over e segregação independente dos crom. Homólogos,
promovendo-se, assim, cls. Sexuais sempre diferentes;
- na fecundação ocorre aleatoriedade dos gâmetas, originando-se assim zigotos diferentes;
- Os organismos que resultam da reprodução sexuada são sempre genotípica e fenotipicamente diferentes;
- Esta diversidade de fenótipos permite, sempre, a existência de indivíduos, dentro da população, com
possibilidades de se adaptarem a uma mudança ambiental.

8- Na figura 3 estão representadas três hipóteses diferentes (A, B e C), referentes ao aparecimento das
espécies atuais.

A B C

a) Indique em qual ou quais dos diagramas A, B e C da figura 3 se observa: (8*) Fig. 3


A- Extinção de espécies. _____C_____
B- Origem comum a várias espécies. _____C_____
C- Grande diversidade de espécies na atualidade. _____A, B e C_____
D- Ausência de um ancestral comum a várias espécies. ___A e B_______
E- Existência de relações filogenéticas. _____C_____
F- Admite a alteração das espécies de forma lenta ao longo do tempo. ____B e C______
G- As espécies a surgirem tal como as conhecemos, a não mudarem ao longo do tempo. ______A____
H- Uma interpretação darwinista da origem das espécies. ______C____

b) Os diagramas A, B e C da figura 3 correspondem, respetivamente, às teorias… (3)

__Fixismo_, __Lamarckismo____, __Darwinismo____.

c) Das seguintes afirmações indique três que correspondem a características apresentadas pelos seres vivos
do Reino a que pertence a amiba. (6)
A- Reproduzem-se apenas assexuadamente.
B- Alguns seres são autotróficos quimiossintéticos.
C- São quase sempre unicelulares.
D- Podem ser macroconsumidores.
E- São sempre eucariontes.
F- Os seres heterotróficos obtêm o alimento por absorção ou por ingestão.
G- São sempre parasitas.
H- São sempre multicelulares com reduzido grau de diferenciação. __C__; _D___; _E___.

9- Considere as seguintes designações científicas de organismos:


1- Sargassum 5- Ulvaceae
2- Ulva stenophylla 6- Lemur fulvus rufus
3- Sargassum natans Meyen 7- Ulva multfida
4- Cutelaria multifida 8- Lemur fulvus collaris

a) Transcreva as designações que se referem aos organismos que, de acordo com o sistema de nomenclatura
de Lineu, estão mais relacionados. (6*)

____ Ulva stenophylla ________; _ Ulva multfida _______.

b) Indique o(s) número(s) da(s) designação (ões) que se refere(m) a: (8)


Subespécie ___6 e 8_____ Espécie __2, 3, 7, 8___
Género ______1_____ Família ____5________

10-a) Qual o reino em que Lineu incluía os fungos? (4) _______________________________


a1) Apresente três razões que levaram Whittaker a reclassificá-los e colocá-los noutro reino. (6)

- Não apresentam parede celular com celulose, mas sim quitina;


- Não serem fotossintéticos (autotróficos);
- Serem heterotróficos por absorção;
- Apresentarem baixo grau de diferenciação

11- Em 1997, o microbiólogo americano Carl Woese colocou em causa a classificação dos seres vivos em cinco
reinos. Através de análises de sequências de RNA ribossómico, Woese mostra que existem grandes
diferenças dentro do grupo dos organismos procariontes. Em artigo publicado em 1990, o mesmo autor
propõe a classificação que hoje conhecemos com os três domínios da vida (Bacteria, Archaea e Eukarya). A
figura 4 pretende representar as relações filogenéticas entre os organismos dos três domínios
considerados.

Árvore Filogenética da Vida

Fig. 4

Na resposta a cada um dos itens a) e b), indique a única opção que permite obter uma afirmação correta.

a) A classificação em três domínios proposta por Woese… (5)


A- é uma classificação vertical, baseando-se em critérios de natureza bioquímica.
B- é uma classificação horizontal, baseando-se em critérios de natureza bioquímica.
C- é uma classificação horizontal e artificial, porque se baseia num único critério de natureza
bioquímica.
D- é uma classificação evolutiva, baseando-se em dados de anatomia comparada. __A_
b) Na classificação em três domínios proposta por Woese, o domínio Eukarya inclui os reinos… (5)
A- Monera, Fungi, Plantae e Animalia, e o reino Protista está distribuído pelos domínios Archaea e
Bacteria.
B- Protista, Fungi, Plantae e Animalia, e o reino Monera está distribuído pelos domínios Archaea e
Bacteria.
C- Fungi, Plantae e Animalia, e os reinos Monera e Protista foram distribuídos pelos restantes
domínios.
D- Fungi, Plantae e Animalia, o domínio Archꭂa inclui todos os indivíduos do reino Monera e o domínio
Bacteria inclui os indivíduos do reino Protista. _B__

c) Ordene as letras de A a E, de modo a estabelecer a sequência correspondente à evolução dos sistemas de


classificação dos seres vivos em reinos. (5)
A- Fungos flagelados e algas multicelulares são incluídos no reino Protista.
B- Fungos, seres unicelulares com cloroplastos e bactérias são classificados com plantas.
C- Whittaker propõe um sistema de classificação em cinco reinos.
D- Haeckel propõe a existência de um novo reino para incluir fungos, protozoários e bactérias.
E- As diferenças estruturais entre seres eucariontes e procariontes justificam a criação de um novo
reino.
_B – D – E – C – A _

Nota: as questões assinaladas com asterisco (*) têm carácter prático e/ou experimental, com o sentido que
lhe é dado no programa e nos critérios de avaliação
……………………………………………………………
Faça um pequeno comentário ao teste