Вы находитесь на странице: 1из 63
Métodos de Anse : Daniel Véras Bee \ coordenador — - Almir Sales Carlos Alberto | cal Fernando do Cou! Manuel Paulo T ; M. Zita Lourenco- “Paulo Helene eG CAMPUS FEE Panes tor © 2013, Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei nz 9.610, de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorizacdo prévia por escrito da editora, poder ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrénicos, mecanicos, fotograficos, gravacao ou quaisquer outros. Copidesque: Adriana Araujo Kramer Revisdo Grdfica: Geraldo Rodrigues Pereira Editoracao Eletrénica: SBNigri Artes e Textos Ltda. Epub: SBNigri Artes e Textos Ltda. Elsevier Editora Ltda. Conhecimento sem Fronteiras Rua Sete de Setembro, 111 - 162 andar 20050-006 — Centro ~ Rio de Janeiro — RJ - Brasil Rua Quintana, 753 - 8 andar 04569-011 — Brooklin - Sao Paulo ~ SP ~ Brasil Servico de Atendimento ao Cliente 0800-0265340 atendimento1 @elsevier.com ISBN 978-85-352-7547-6 ISBN (versao eletrénica) 978-85-352-7548-3 Nota: Muito zelo e técnica foram empregados na edicao desta obra. No entanto, podem ocorrer erros de digita¢ao, impressao ou duvida conceitual. Em qualquer das hipoteses, solicitamos a comunicacao ao nosso Servico de Atendimento ao Cliente, para que possamos esclarecer ou encaminhar a questao. Nem a editora nem o autor assumem qualquer responsabilidade por eventuais danos ou perdas a pessoas ou bens, originados do uso desta publicacao. cas 13- 04574. CIP-BRASIL. CATALOGAGAO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ Corrosao em estruturas de concreto Armado: teoria, controle e métodos de anilise / organizacao Daniel Véras Ribeiro. - 1. ed. - Rio de Janeiro: Elsevier, 2014. 272 p.:il; 24cm, Inclui bibliografia ISBN 978-85-352-7548-3 1. Concreto armado. 2. Construgées de concreto armado. 3. Engenharia de estruturas. |. Ribeiro, Daniel Véras. CDD: 620.136 DU: 624,012.45 “Livros nao mudam o mundo, quem muda 0 mundo sao as pessoas. Os livros s6 mudam as pessoas.” Mario Quintana Sobre os autores Daniel Véras Ribeiro (coordenador) Possui graduagdo em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Bahia (2004), mestrado (2006), doutorado (2010) e pés- doutorado (2011) em Ciéncia e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Sao Carlos. Desenvolveu, ainda, estagio de pds-graduagio na Universidade de Aveiro, no Instituto Superior Técnico de Viana do Castelo e no Laboratério Nacional de Engenharia Civil (LNEC), ambos em Portugal. Foi vencedor do Prémio Nacional de Teses Marechal-do-Ar Casimiro Montenegro Filho (2011), promovido pela Secretaria Nacional de Assuntos Estratégicos (SAE). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal da ‘Bahia, _—orientador ~— de mestrado/doutorado, diretor de ensino da Fundagéo Escola Politécnica da Bahia (FEP), membro da ALCONPAT Brasil e do IBRACON e pesquisador da Fundacao para a Ciéncia e a Tecnologia (FCT, Portugal). O pesquisador coordena o Laboratério de Ensaios em Durabilidade dos Materiais (LEDMa), sendo ainda assessor ad hoc de diversas agéncias de fomento para a drea de Engenharias e revisor de diversos periédicos nacionais e internacionais. Atua no desenvolvimento de materiais para a Engenharia Civil, com énfase em concretos e argamassas, com foco no desenvolvimento em novos materi reutilizagdo de residuos industriais, reologia de matrizes cimenticeas e analise da durabilidade de materiais e componentes. Autor do livro: “Residuos Sélidos: Problema ou Oportunidade?” Almir Sales Professor Titular da Universidade Federal de Sao Carlos UFSCar. Engenheiro Civil pela UFSCar (1986), Mestre pela EESC/USP (1991), Doutor pela Escola Politécnica da USP (1996). Orientador de Mestrado/Doutorado no Programa de Pés- Graduacao em Estruturas e Construgao Civil PPGECiv/UFSCar. Ministra disciplinas na tematica Durabilidade dos Materiais e Componentes em cursos de pés-graduagio. Assessor ad hoc do CNPq, CAPES, FAPESP, CYTED, e revisor para diversos periddicos nacionais e internacionais da d4rea de Engenharia Civil. Detentor de patente relacionada ao desenvolvimento de compésito para uso em concreto leve, e autor de artigos cientificos em periddicos indexados. Carlos Alberto Caldas de Sousa Possui graduacgao em Engenharia Quimica pela Universidade Federal de Sao Carlos (1986), mestrado em Ciéncia e Engenharia dos Materiais pela Universidade Federal de Sao Carlos (1989) e doutorado em Ciéncia e Engenharia dos Materiais pela Universidade Federal de Sao Carlos (1994), Atualmente é adjunto da Universidade Federal da Bahia. Tem experiéncia na area de Engenharia de Materiais e Metalurgica, com énfase em Corroséo, atuando principalmente nos seguintes temas: corrosao, eletrodeposicao, ligas amorfas e ligas nanocristalinas. Fernando do Couto Rosa Almeida Engenheiro Civil pela Universidade Federal de Sao Carlos (2010) e Universidade de Coimbra (Portugal) no ambito do Programa Erasmus Mundus - ISAC (2009). Mestre em Estruturas e Construcao Civil pela Universidade Federal de Sao Carlos (2013). Atualmente, Chefe da Divisao de Projetos de Obras Publicas da Prefeitura Municipal de Sao Carlos. Membro do Grupo de Estudos em Sustentabilidade e Ecoeficiéncia em Construgao Civil e Urbana. Pesquisador na Area de novos materiais para construgao civil, com foco em durabilidade de concretos. Autor de artigos cientificos em periddicos indexados e de trabalhos publicados em anais de congressos nacionais e internacionais. Manuel Paulo Teixeira Cunha Licenciado em Fisica pela Faculdade de Ciéncias da Universidade do Porto, Mestre em Ciéncia e Engenharia da Corrosao pelo Instituto de Ciéncia e Tecnologia da Universidade de Manchester e Doutor em Engenharia de Materiais pela Universidade de Aveiro. Atualmente é professor auxiliar do Departamento de Ciéncias Empresariais no Instituto Superior da Maia. E fundador e sdcio da empresa Icorr Ltda, detentora de duas patentes responsaveis pelo desenvolvimento de dois sistemas de monitorizagao da corrosao do concreto armado em tempo real e co-autor de diversos artigos na area da corrosao e monitorizagao da corrosao. M. Zita Lourencgo B Se ae Licenciada em Engenharia Quimica pela Universidade de Coimbra, é doutora em Engenharia de Materiais pela Monash University, em Melbourne, na area da protegao catédica do concreto. Foi agraciada pela Australasian Corrosion Association com os prémios Amac Best Research Award, em 1992, e The David Whitby Best Review Paper Award, em 1996. Desde 1990 atua no desenvolvimento e na implementagaéo de novas tecnologias para a reabilitagao de estruturas de concreto na Austrélia e em Portugal. Desenvolveu varios _ projetos internacionais de protegéo catédica, como a Casa da Opera de Sidney, a Mesquita Hassan II, em Casablanca, e 0 Novo Porto de Tanger, em Marrocos. Em 2001, fundou a Zetacorr Ltda (www.zetacorr.com). E membro da comissao redatorial da revista Corrosdo e Protecdo de Materiais e membro da comissao instaladora da Divisio Técnica de Corrosio (DTCPM) da Sociedade Portuguesa de Materiais. Paulo Helene Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da Universidade de Sao Paulo. Especialista em “Patologia de las Construcciones”, Instituto Eduardo Torroja em Madri, Espanha. Doutor em Engenharia, com pés-doutorado na Universidade da California em Berkeley. Livre-Docente, Prof. Associado e Titular da Universidade de Sao Paulo, educador, pesquisador renomado e respeitado Consultor. Atualmente classificado pelo sistema web of science ISI com indice H6, Scopus H6, e pelo Google Scholar com indices h15 e i10=h25. Autor de mais de 100 trabalhos e artigos técnico- cientificos publicados em congressos nacionais e internacionais e varias revistas especializadas. Autor de 8 livros publicados no Brasil e exterior, e autor de capitulos de livro assim como Editor, além de atuar como consultor “ad hoc” da FAPESP, CNPq, FINEP, CAPES, e outras Agéncias de Fomento a Pesquisa. Em 2002, foi agraciado com o prémio do American Concrete Institute ACI AWARD “for sustained and _ outstanding contributions in the general area of design for high-rise concrete structures”, tendo sido considerado no pais, Personalidade do Ano 1997, pelo Sindicato dos Engenheiros no Estado de Sao Paulo. Em 2001 recebeu o Prémio Ary Torres conferido pelo IBRACON. Em 1999 foi agraciado com o prémio El Registro do Instituto Mexicano del Cemento y del Concreto, IMCYC. Exerceu a presidéncia do IBRACON de 2003 a 2008, e atualmente é membro permanente do Conselho Diretor desse Instituto, sécio honordrio e presidente do Conselho Editorial da Revista CONCRETO. Membro de Conselhos cientificos e editoriais de revistas e congressos nacionais e internacionais. Conselheiro Internacional da Rede PREVENIR com sede no México, Presidente da ALCONPAT - Asociacién Latino Americana de Control de Calidad, Patologia y Recuperacién de la Construccion e Diretor da PhD Engenharia. Agradecimentos A Deus, por mais um sonho realizado e por nos dar forga para superar todos os momentos de adversidade. A meus pais, Everaldo (in memoriam) e Carmen, grandes incentivadores em todos os nossos projetos. A educacgao sempre foi o grande legado deixado por eles, e os frutos brotam como consequéncia de toda essa dedicacao. Ao meu grande amigo e eterno orientador, Marcio Morelli, pelos conselhos e apoio neste inicio de carreira, com tantas dificuldades. Ao Prof. Dr. Oswaldo Cascudo, renomado e experiente pesquisador sobre corrosao em estruturas de concreto armado, dentre outras, que nos agraciou com um belo texto, prefaciando este livro. Aos Professores Paulo Helene (USP), Carlos Alberto Caldas (UFBA), Almir Sales (UFSCar), ao pesquisador Fernando Almeida e aos colaboradores portugueses Manuel Paulo Cunha (Icorr) e Zita Lourenco (Zetacorr), que abrilhantaram esta obra, dando suas valiosas contribuigdes na redagdo de seus capitulos. As empresas ¢ institui¢des que acreditaram neste trabalho, consolidando seu comprometimento com a ciéncia e a tecnologia, apoiando iniciativas que visem minimizar os riscos associados a degradagao dos materiais. Aos colegas do DCTM/UEFBA pela forga e acolhida na chegada, fazendo do ambiente de trabalho uma extensao de meu lar e aos jovens pesquisadores que compoem o Laboratério de Ensaios em Durabilidade dos Materiais, LEDMa, que sao a certeza de um futuro promissor para a drea. Ao graduando Jander Fabiano Barbosa da Silva pelo apoio na arte final de diversas das figuras que compéem a obra. A querida Manuella e aos amigos pelo apoio incondicional, além de todos que, direta ou indiretamente, colaboraram para que este livro se tornasse uma realidade. Daniel Véras Ribeiro Apresenta¢gao E como muita satisfacdo que apresentamos a obra “Corrosdo em estruturas de concreto armado: teoria, controle e técnicas de anidlise”. Tive 0 primeiro contato com a corrosao em concreto armado ao longo de meu doutorado (2006-2010) e me apaixonei pelo tema, sendo foco da maior parte de minhas pesquisas desde entao. Esta obra surge da dificuldade em obtermos referéncias especializadas a respeito do tema e, ao mesmo tempo, do crescimento recente das demandas pelo assunto. Observa-se que a formacao dos autores reflete o cardter multidisciplinar necessdrio para entender as particularidades do processo corrosivo: engenheiros civis, engenheiros de materiais de diferentes areas, um fisico e um quimico que, juntos, contribuem de forma fundamental nesta obra. O Professor Oswaldo Cascudo, autor de uma das referéncias sobre 0 tema (“Controle da corroséo de armaduras em concreto: inspegdo e técnicas eletroquimicas”) nos presenteia com um excelente texto que prefacia esta obra, mostrando seu entusiasmo sobre o estudo do processo corrosivo. O livro é iniciado com um texto introdutério do Prof. Paulo Helene que nos da uma visao sistémica e atual do problema, sua importancia na economia e na seguranga estrutural, além de um panorama das pesquisas na drea, no Brasil e no mundo. $6 um professor com a vivéncia e experiéncia do Paulo Helene seria capaz de fazer este panorama de forma tao completa. Abro parénteses aqui para expressar minha admiracio por esse professor que dedicou sua vida & formagiéo de novos pesquisadores e 4 educagio, tendo sido uma das referéncias de minha formagao. E uma honra, até pouco tempo inimaginavel, participar de um projeto como este, ao seu lado. No Capitulo 2, o professor Carlos Alberto Caldas de Souza nos apresenta os conceitos basicos dos processos corrosivos, que serao importantes para o entendimento dos demais capitulos. O Capitulo 3 trata da durabilidade e vida util das estruturas de concreto, discutindo os modelos matematicos para a estimativa da vida util, com uma visio sistémica e andlise de custos, associando esses conceitos com os preconizados na normatizacéo brasileira (NBR 6118:2007. Projeto de estruturas de concreto - Procedimento). O Prof. Almir Sales e 0 doutorando Fernando do Couto R. Almeida discutem os efeitos da acao do meio ambiente sobre as estruturas de concreto, abordando os efeitos relacionados as causas quimicas e fisicas, sendo o tema do Capitulo 4. No Capitulo 5 a estrutura dos poros e os conc respeito dos mecanismos de transporte de agentes agressivos no concreto sio discutidos em profundidade, dando embasamento para os capitulos seguintes. A primeira parceria luso-brasileira da obra acontece no Capitulo 6, com a coautoria do pesquisador Manuel Paulo Teixeira Cunha, sécio da empresa Icorr, especializada em avaliagdo da deterioracao das estruturas de concreto armado. Assim, em um capitulo fundamental deste livro sao apresentados os principais mecanismos de degradagao do concreto, tais como carbonatagao, reagao dlcalis-agregado (RAA), corrosao negra, corrosdo bacteriana, corroséo por “correntes vagabundas”, lixiviacio/eflorescéncias e ataque por acidos. Também sao apresentados 0 mecanismo de passivagdéo da armadura no concreto, a iniciagao e a propagacao da corrosio, além da agio dos sais, como os mais modernos a os cloretos. No Capitulo 7, temos mais uma parceria luso-brasileira, quando os autores Carlos Alberto Caldas de Souza e M. Zita Lourenco abordam os principais métodos de protegéo e aumento da durabilidade do concreto armado, seja por meio do uso de inibidores, prevengaéo catédica, armaduras especiais (galvanizadas, duplex, inox, poliméricas reforcadas com fibras) ou por protecao superficial do concreto. A pesquisadora Zita Lourengo é fundadora da Zetacorr Ltda., tendo larga experiéncia no estudo e na execucao de projetos de protegao catédica, tais como o da Sidney Opera House, na Australia, da Mesquita Hassan II, em Casablanca, e do Novo Porto de Tanger, ambos no Marrocos. A parceria com o pesquisador Manuel Paulo Teixeira Cunha é reeditada no Capitulo 8, que apresenta as mais modernas técnicas de avaliagéo e monitoramento da corrosao em estruturas de concreto armado, envolvendo a inspegdo visual, técnicas de avaliacio da qualidade do concreto como uma barreira fisica 4 ocorréncia da corrosdo e, por fim, o monitoramento e a previsao da corrosao das armaduras. Finalizando, 0 Capitulo 9, de autoria da portuguesa M. Zita Lourengo, aborda alguns dos aspectos que se constituem o diferencial desta obra, indicando as mais utilizadas técnicas eletroquimicas para a reabilitacao de estruturas, tais como a protecao catédica pés-edificagao, a dessalinizagao e a realcalinizagao. O capitulo é concluido com a apresentagao de casos praticos, quando a autora compartilha algumas de suas experiéncias profissionais na resolugao de problemas envolvendo a corrosao de concreto armado. Assim, percebe-se que este livro aborda o tema de forma bastante detalhada e completa, fornecendo aos leitores de todos os niveis as informagées necessarias para a inicia¢ao na area. Os autores esperam que a obra sirva de inspiragéo para os novos engenheiros e pesquisadores e que estes desfrutem das informa¢ées aqui contidas com a mesma satisfagao que nds tivemos em escrevé-la. Prof. Dr. Daniel Véras Ribeiro Coordenador da Obra Prefdacio Fazer o prefacio deste livro é, antes de qualquer coisa, motivo de honra e de muita satisfacao. Ao ingressar nessa fascinante area de atuacao profissional e de pesquisa, no final dos anos 1980, percebi que estudar durabilidade do concreto e, em especial, a corrosdo das armaduras é algo que impulsiona e que motiva fortemente. Dar um passo do patamar do estudo e pesquisa para aquele em que se executa a produgao literaria técnica e cientifica é, por sua vez, cumprir um papel social, é efetiva e objetivamente dar contribuicio a engenharia. Nesse sentido, felicito todos os autores do livro por esta excelente obra, que vem se somar a um acervo ainda muito restrito de producaéo bibliografica brasileira na engenharia civil, se comparado ao de outras areas do conhecimento. Parabéns, entao, a Almir Sales, Carlos Alberto Caldas, Fernando Almeida, Manuel Paulo Cunha, Paulo Helene, Zita Lourengo e, em especial, ao seu organizador principal, Prof. Daniel Ribeiro, da UFBA, pela iniciativa e empenho nesta produgdo. De modo especial, felicito o Prof. Paulo Helene por mais esta participagao, ele que me inspirou a seguir o caminho profissional que hoje trilho e que me apurou o gosto pela producao literaria, sempre de alguma forma ligada a “corrosao das armaduras”. O livro é atual, possui uma linguagem didatica e fornece uma abordagem bastante completa sobre a corrosao das armaduras em estruturas de concreto. Sua parte inicial se atém aos conceitos basicos da corroséo e sobre durabilidade e vida util das estruturas, passando pelos efeitos do meio ambiente nas estruturas de concreto. Uma revisao a respeito da estrutura de poros e concernente aos mecanismos de transporte no concreto é feita na sequéncia, culminando com os capitulos finais que versam sobre os métodos de protecao, sobre as técnicas de avaliagaéo e monitoramento e sobre as técnicas para reabilitagao das estruturas. Nos métodos de protecao, sao contemplados os inibidores de corrosao, a protecgdo catédica, as armaduras especiais e outras protecdes, tanto no concreto como na armadura. Sao, portanto, nove capitulos presenteados ao meio técnico-profissional e ao

Оценить