Вы находитесь на странице: 1из 2

(3) de acordo com o problema financeiro apresentado, temos o seguinte:

𝑀 montante inicial da dívida


𝑁 numero de parcelas em que o cliente deseja realizar o pagamento
𝑟 taxa de juros mensal aplicada sobre o saldo devedor ao final de cada mês
𝑐 custo fixo cobrado pela agência

Sabendo que o cliente realizará os pagamentos 𝑝 de acordo com o seguinte esquema


𝑎 2𝑎 (𝑛−1)𝑎 𝑎
𝑝1 = 𝑎, 𝑝2 = 𝑎 − 𝑁, 𝑝1 = 𝑎 − , ... ,𝑝𝑛 = 𝑎 − , ..., 𝑝𝑁 = 𝑁
𝑁 𝑁

podemos construir a recursão para o soldo devedor 𝐷𝑛 conforme segue:

𝐷𝑛 = (1 + 𝑟)𝐷𝑛−1 + 𝑐 − 𝑝𝑛
𝑎 𝑎
Observe que o 𝑛-ésimo pagamento pode ser escrito 𝑝𝑛 = − 𝑁 𝑛 + 𝑎 + 𝑁, uma função
afim de 𝑛, portanto
𝑎 𝑎
𝐷𝑛 = (1 + 𝑟)𝐷𝑛−1 + 𝑐 + 𝑛−𝑎−
𝑁 𝑁
Passamos a buscar pela solução do problema homogêneo

𝐸𝑛 − (1 + 𝑟)𝐸𝑛−1 = 0
Claramente a raiz de seu polinômio característico é (1 + 𝑟) e, portanto, as soluções são
combinações lineares de potências dessa raiz
𝐸𝑛 = 𝐴(1 + 𝑟)𝑛
Agora, obtemos as soluçoes dos problemas não homogêneos 𝐹𝑛 e 𝐺𝑛 conforme segue
𝑎
𝐹𝑛 − (1 + 𝑟)𝐹𝑛−1 = 𝑐 − 𝑎 −
𝑁
Sabemos que a solução desse problema é do tipo 𝐹𝑛 = 𝑎0 , constante em relação a 𝑛.
Substituímos apropriadamente na recursão e obtemos
𝑎
𝑎0 − (1 + 𝑟)𝑎0 = 𝑐 − 𝑎 −
𝑁
𝑎 𝑎 𝑐
⇒ 𝑎0 = + −
𝑟 𝑁𝑟 𝑟
Portanto
𝑎 𝑎 𝑐
𝐹𝑛 = + −
𝑟 𝑁𝑟 𝑟
Agora, para
𝑎
𝐺𝑛 − (1 + 𝑟)𝐺𝑛−1 = 𝑛
𝑁
Temos que a solução é do tipo 𝐺𝑛 = 𝑎0 + 𝑎1 𝑛. Substituímos apropriadamente na
recursão e obtemos
𝑎
𝑎0 + 𝑎1 𝑛 − (1 + 𝑟)(𝑎0 + 𝑎1 (𝑛 − 1)) = 𝑛
𝑁
𝑎
⇒ 𝑛(−𝑟𝑎1) + ((1 + 𝑟)𝑎1 − 𝑟𝑎0 ) = 𝑛
𝑁
𝑎 𝑎(1+𝑟)
Por identidade polinomial concluímos que 𝑎1 = − 𝑁𝑟 e 𝑎0 = − . Portanto
𝑁𝑟 2

𝑎(1 + 𝑟) 𝑎
𝐺𝑛 = − 2
− 𝑛
𝑁𝑟 𝑁𝑟
Finalmente, somamos as soluções 𝐸𝑛 , 𝐹𝑛 e 𝐺𝑛 e obtemos a solução de 𝐷𝑛
𝑎 𝑎 𝑐 𝑎(1 + 𝑟) 𝑎
𝐷𝑛 = 𝐴(1 + 𝑟)𝑛 + + − − 2
− 𝑛
𝑟 𝑁𝑟 𝑟 𝑁𝑟 𝑁𝑟
Do problema, sabemos que 𝐷0 = 𝑀 e 𝐷𝑁 = 0. Com essa informação, construímos duas
equações linearmente independentes, o que nos permite obter 𝐴
𝑎 𝑎 𝑐 𝑎(1 + 𝑟)
𝐴 = 𝑀−( + − − ) (1)
𝑟 𝑁𝑟 𝑟 𝑁𝑟 2

𝑎 𝑎 𝑎 𝑐 𝑎(1 + 𝑟)
𝐴(1 + 𝑟)𝑁 = −( + − − ) (2)
𝑟 𝑟 𝑁𝑟 𝑟 𝑁𝑟 2

Subtraindo (2) de (1) obtemos


𝑎
𝑀−𝑟
𝐴=
1 − (1 + 𝑟)𝑁
Substituindo esse valor de 𝐴 em (1) e resolvendo em 𝑎 obtemos

𝑀𝑟(1 + 𝑟)𝑁
+𝑐
(1 + 𝑟)𝑁 − 1
𝑎=
(1 + 𝑟)𝑁 1
𝑁 − 𝑁𝑟
(1 + 𝑟) − 1

Se atribuirmos a cada parâmetro seus respectivos valores (𝑀 = 200,000, 𝑁 = 300, 𝑟 =


0.5%, 𝑐 = 20) obtemos
𝑎 ≅ 2104,07906308023