Вы находитесь на странице: 1из 45

SIMPÓSIO SOBRE FUNDAÇÕES E CONTENÇÕES

OBRAS DE CONTENÇÃO NA BR-101/SC

Autor: Samuel Maggioni Mezzomo


Eng° Civil – Geotécnico
samuel.mezzomo@arteris.com.br

20.08.2014 – ITAJAÍ/SC
INTRODUÇÃO E LOCALIZAÇÃO
RODOVIAS
• Obras lineares de grande extensão
• Malha rodoviária ALS: 358km
• Rodovias: BR-101/SC, BR-376/PR e BR-116/PR
• Interliga Curitiba/PR a Florianópolis/SC
• BR-101/SC: km 0 (divisa PR) ao km 244 (limite
Palhoça/Paulo Lopes)
OBJETIVOS DA APRESENTAÇÃO

• Apresentar as principais técnicas empregadas na estabilização de taludes


rodoviários.

• Apresentar algumas obras executadas no trecho concessionado da BR-101/SC

• Discussão breve das peculiaridades de algumas obras e da escolha da solução


de estabilização.
CARACTERÍSTICAS

CARACTERÍSTICAS GERAIS DA BR-101/SC

• Fluxo elevado de veículos


• Chuvas (no verão e ao longo de todo ano)
• Áreas rurais e áreas urbanas
• Interação com as encostas da Serra do Mar
• Diversos contextos geológicos-geotécnicos
HISTÓRICO
Ocorrências em taludes:

• Fevereiro/2008:
o Início da concessão das rodovias

• Novembro/2008:
o 132 deslizamentos (94 na BR-101)

• 2009/2010:
o 30 a 40 ocorrências (principalmente na BR-376)

• 2011:
o 31 ocorrências na BR-101
o 38 ocorrências na BR-376

• TOTAL: aprox. 250 deslizamentos (em 3,5 anos de concessão)


ESCOLHA DA TÉCNICA DE ESTABILIZAÇÃO
 Fatores (aspectos) envolvidos:
Logística

Premissas Restrições

Técnico Econômico

Riscos
 Ordem geral para a escolha da técnica:

Retalu- Muros de Solo Cortina


damento contenção grampeado atirantada

Drenagem
TÉCNICAS DE ESTABILIZAÇÃO

 Mudança na geometria do talude


- Retaludamento
- Berma de equilíbrio
- Chave granular

 Drenagem (superficial e profunda)


 Muros de contenção
- Muros de flexão
- Muros de gravidade
- Muros de solo reforçado

 Solo grampeado
 Cortinas atirantadas
 Técnicas para taludes rochosos
TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + DHPs

 BR-101 Km 054 – município Joinville/SC


Características
• Altura: 27m (deslizamento) e
47m (retaludamento)
• Extensão: 160m
• Volume solo: 50.000m3
• Solo residual
• 2 linhas DHPs L=12m
TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + DHPs
TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + DHPs

 BR-101 Km 054 – município Joinville/SC


TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + DHPs

 BR-101 Km 054 – município Joinville/SC


TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + BIOENGENHARIA

 BR-101 Km 038 pista Norte – município Joinville/SC


Características
• Altura: até 28m
• Extensão: 110m
• Solo residual
TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + BIOENGENHARIA

 BR-101 Km 038 pista Norte– município Joinville/SC


TÉCNICAS: RETALUDAMENTO + BIOENGENHARIA
TÉCNICAS: Dique de enrocamento + Chave Granular +
drenagem superficial e profunda
 BR-101 Km 2+400 pista Sul– município Garuva/SC
Características
• Altura: 14m (platô) e >52m (topo)
• Extensão: 120m (long.) e 220m (transv.)
• Colúvio! (inclinação média 13°)
• Espessura: 10m a 19m (Nspt=2 golpes)
• Nível de agua: var. 1m a 4m
TÉCNICAS: Dique de enrocamento + Chave Granular +
drenagem superficial e profunda
TÉCNICAS: Dique de enrocamento + Chave Granular +
drenagem superficial e profunda
Ações emergenciais
TÉCNICAS: Dique de enrocamento + Chave Granular +
drenagem superficial e profunda
TÉCNICAS: Dique de enrocamento + Chave Granular +
drenagem superficial e profunda
TÉCNICAS: Muros de arrimo – Muro de gabiões (muro
de gravidade)
 BR-101 Km 192+000 pista Sul – município Biguaçu/SC
Características
• Altura: 8m
• Extensão: 40m
• Gabião: 3m altura
• Aterro
• Edificação próximo ao topo
• Infiltração agua/esgoto
TÉCNICAS: Muros de arrimo – Muro de gabiões (muro
de gravidade)
 BR-101 Km 192+000 pista Sul – município Biguaçu/SC
TÉCNICAS: Solo Grampeado

 BR-101 Km 048+900 pista Norte – município Joinville/SC


Características
• Altura: máx. 19m e Extensão: 100m
• Solo residual
• Presença de moradia na crista do talude
• Área face do solo grampeado: 60m x 6m
• 6 a 8 níveis de grampos, com L var. de 12m a 8m
TÉCNICAS: Solo Grampeado

 BR-101 Km 048+900 pista Norte – município Joinville/SC


TÉCNICAS: Solo Grampeado

 BR-101 Km 048+900 pista Norte – município Joinville/SC


Solo grampeado: técnica de estabilização de
escavações e taludes naturais, por meio da
introdução de reforços no maciço, aliado a um
revestimento da face.

Fonte: Zirlis et al., 1999


TÉCNICAS: Solo Grampeado
TÉCNICAS: Solo/Rocha Grampeado

 BR-101 Km 191+000 pista Norte – município Biguaçu/SC

Características
• Altura: máx. 10m e Extensão: 110m
• Rocha fraturada / rocha e solo alterados
• Grampos a cada 2,7m, com L=5m
TÉCNICAS: Solo/Rocha Grampeado

 BR-101 Km 191+000 pista Norte – município Biguaçu/SC

biomanta
TÉCNICAS: Solo/Rocha Grampeado

 BR-101 Km 191+000 pista Norte – município Biguaçu/SC


TÉCNICAS: Solo/Rocha Grampeado

 BR-101 Km 191+000 pista Norte – município Biguaçu/SC


TÉCNICAS: Cortina atirantada + DHPs

 BR-101 Km 13+500 pista Norte – município Garuva/SC


Características
• Altura: 15m
• Extensão: 60m (long.)
• Material: aterro, solo residual e turfa
• Cortina: h=4,5m, 30 tirantes Ft=25tf
• Dhps: L=30m
TÉCNICAS: Cortina atirantada + DHPs
TÉCNICAS: Cortina atirantada + DHPs

 BR-101 Km 13+500 pista Norte – município Garuva/SC


TÉCNICAS: Cortina atirantada + DHPs

 BR-101 Km 13+500 pista Norte – município Garuva/SC


TÉCNICAS: Solo grampeado + binário de estacas

 BR-101 Km 139+650 pista Sul – município Balneário Camboriú/SC


Características
• Altura: 22m
• Extensão: 60m (long.)
• Material: colúvio, solo/rocha alterada e
rocha
• Solo/rocha grampeado
• Binário estacas raiz
TÉCNICAS: Solo grampeado + binário de estacas

 BR-101 Km 139+650 pista Sul – município Balneário Camboriú/SC


TÉCNICAS: Solo grampeado + binário de estacas

 BR-101 Km 139+650 pista Sul – município Balneário Camboriú/SC


TÉCNICAS: Solo grampeado + binário de estacas

 BR-101 Km 139+650 pista Sul – município Balneário Camboriú/SC


TÉCNICAS: Solo grampeado + binário de estacas

 BR-101 Km 139+900 pista Sul – município Balneário Camboriú/SC

Jul/2012 Ago/2014
TÉCNICAS:

 BR-101 Km 139+900 pista Sul – município Balneário Camboriú/SC


Muito obrigado