You are on page 1of 3

a) 6 s e 90 m.

LISTA DE EXERCÍCIOS b) 10 s e 120 m.


CINEMÁTICA c) 6 s e 80 m.
PROF. CLÁUDIO d) 10 s e 200 m.
e) 6 s e 120 m.

1. Algumas cidades têm implantado corredores 4. (Espcex (Aman)) Um carro está desenvolvendo uma
exclusivos para ônibus a fim de diminuir o tempo das velocidade constante de 72 km h em uma rodovia
viagens urbanas. federal. Ele passa por um trecho da rodovia que está em
obras, onde a velocidade máxima permitida é de 60 km
h. Após 5s da passagem do carro, uma viatura policial
inicia uma perseguição, partindo do repouso e
desenvolvendo uma aceleração constante. A viatura se
desloca 2,1km até alcançar o carro do infrator. Nesse
momento, a viatura policial atinge a velocidade de
a) 20 m/s
b) 24 m/s
c) 30 m/s
d) 38 m/s
e) 42 m/s

5. (UFMG) Este gráfico, velocidade versus tempo,


Suponha que, antes da existência dos corredores, um representa o movimento de um automóvel ao longo de
ônibus demorasse 2 horas e 30 minutos para percorrer uma estrada reta.
todo o trajeto de sua linha, desenvolvendo uma
velocidade média de 6 km/h. Se os corredores
conseguirem garantir que a velocidade média dessa
viagem aumente para 20 km/h, o tempo para que um
ônibus percorra todo o trajeto dessa mesma linha será
a) 30 minutos.
b) 45 minutos.
c) 1 hora.
d) 1 hora e 15 minutos.
e) 1 hora e 30 minutos. A distância percorrida pelo automóvel nos primeiros 12

2. Em um trecho retilíneo de estrada, dois veículos, A e A) 24 m.
B, mantêm velocidades constantes VA = 14 m/s e VB = B) 2,0 m.
54 km/h C) 288 m.
D) 144 m.

6. O gráfico na figura representa a posição x de um


móvel, que se deslocou ao longo de uma linha reta, em
função do tempo t.

Sobre os movimentos desses veículos, pode-se afirmar


que
a) ambos apresentam a mesma velocidade escalar.
b) mantidas essas velocidades, A não conseguirá
ultrapassar B.
c) A está mais rápido do que B.
d) a cada segundo que passa, A fica dois metros mais
distante de B.
e) depois de 40 s A terá ultrapassado B.
A velocidade do móvel foi constante e diferente de zero
3. (Ufpr) Um motorista conduz seu automóvel pela BR- durante o intervalo de tempo que vai dos instantes
277 a uma velocidade de 108 km/h quando avista uma a) 0 a t1.
barreira na estrada, sendo obrigado a frear b) t1 a t2.
(desaceleração de 5 m/s2 ) e parar o veículo após certo c) t2 a t3.
tempo. Pode-se afirmar que o tempo e a distância de d) t3 a t4.
frenagem serão, respectivamente: e) t4 a t5.
7. (UFMG) Um carro está andando ao longo de uma 10. (PUC Minas) A figura a seguir mostra uma esfera
estrada reta e plana. Sua posição em função do tempo lançada com velocidade horizontal de 5,0 m/s de uma
está representada neste gráfico. plataforma de altura h = 1,8 m.

Sejam vP, vQ e vR os módulos das velocidades do carro,


respectivamente, nos pontos P, Q e R, indicados nesse
gráfico. Com base nessas informações, é CORRETO Ela deve cair dentro do pequeno frasco colocado a uma
afirmar que distância x do pé da plataforma. A distância x deve ser
A) vQ < vP < vR. de, aproximadamente,
B) vP < vR < vQ. A) 1,0 m.
C) vQ < vR < vP. B) 2,0 m.
D) vP < vQ < vR. C) 2,5 m.
D) 3,0 m.
8. (UFSM) O gráfico a seguir representa a velocidade de E) 3,5 m.
um objeto lançado verticalmente para cima,
desprezando-se a ação da atmosfera. 11. (UFV-MG–2007) Um projétil é lançado
horizontalmente de uma altura de 20 m, com uma
velocidade inicial de módulo igual a 15 m/s.
Desprezando-se a resistência do ar e considerando o
módulo da aceleração gravitacional como 10 m/s2, é
CORRETO afirmar que o projétil atingirá o solo após ter
percorrido uma distância horizontal igual a
A) 11 m. B) 15 m. C) 60 m. D) 23 m. E) 30 m.

12. Uma esfera é lançada horizontalmente de uma mesa,


sempre com a mesma velocidade, e atinge o solo a uma
distância horizontal D da borda da mesa. Uma placa
Assinale a afirmativa INCORRETA. vertical pode ser posicionada a uma distância x dessa
A) O objeto atinge, 2 segundos após o lançamento, o borda (0 < x < D), de modo a registrar as posições
ponto mais alto da trajetória. verticais de queda da esfera (figura 1). Em uma
B) A altura máxima atingida pelo objeto é 20 metros. sequência de lançamentos, o prof. Ênnio, variando a
C) O deslocamento do objeto, 4 segundos após o posição x da placa, obteve o registro das posições
lançamento, é zero. verticais de queda da esfera, mostrada na figura 2.
D) A aceleração do objeto permanece constante durante
o tempo observado e é igual a 10 m/s2.
E) A velocidade inicial do objeto é igual a 20 m/s.

9. (UNESP-SP) Para deslocar tijolos, é comum vermos


em obras de construção civil um operário no solo,
lançando tijolos para outro que se encontra postado no
piso superior. Considerando o lançamento vertical, a
resistência do ar nula, a aceleração da gravidade igual a
10 m/s2 e a distância entre a mão do lançador e a do
Analisando o registro das posições verticais de queda da
receptor 3,2 m, a velocidade com que cada tijolo deve ser
esfera, podemos afirmar que
lançado para que chegue às mãos do receptor com
A) as medidas não foram feitas com precisão, uma vez
velocidade nula deve ser de
que mostrou a esfera percorrendo distâncias iguais,
A) 5,2 m/s.
como se seu movimento fosse uniforme.
B) 6,0 m/s.
B) o registro está incorreto, uma vez que o movimento
C) 7,2 m/s.
da esfera é uma composição de dois movimentos
D) 8,0 m/s.
independentes e acelerados.
E) 9,0 m/s.
C) se a placa for deslocada horizontalmente em
intervalos de distâncias iguais (x, 2x, 3x, ...), a distância
vertical de queda também será proporcional.
D) as posições registradas podem estar corretas, desde
que os deslocamentos horizontais feitos pela placa
tenham sido cada vez menores.
E) o resultado do registro mostrado na figura 2 somente
seria possível se a placa estivesse colocada na posição
horizontal.

13. (UECE) A figura mostra um disco que gira em torno


do centro O. A velocidade do ponto X é 50 cm/s e a do A) 160. B) 180. C) 200. D) 220. E) 170.
ponto Y é de 10 cm/s.
16. (UNIFESP) Pai e filho passeiam de bicicleta e andam
lado a lado com a mesma velocidade. Sabe-se que o
diâmetro das rodas da bicicleta do pai é o dobro do
diâmetro das rodas da bicicleta do filho. Pode-se afirmar
que as rodas da bicicleta do pai giram com
A) a metade da frequência e da velocidade angular com
que giram as rodas da bicicleta do filho.
B) a mesma frequência e velocidade angular com que
A distância XY vale 20 cm. Pode-se afirmar que o valor giram as rodas da bicicleta do filho.
da velocidade angular do disco, em radianos por C) o dobro da frequência e da velocidade angular com
segundo, é que giram as rodas da bicicleta do filho.
A) 2,0. B) 5,0. C) 10,0. D) 20,0. D) a mesma frequência das rodas da bicicleta do filho,
mas com metade da velocidade angular.
14. (VUNESP) Duas polias, A e B, de raios R e R’, com E) a mesma frequência das rodas da bicicleta do filho,
R < R’, podem girar em torno de dois eixos fixos e mas com o dobro da velocidade angular.
distintos, interligadas por uma correia. As duas polias
estão girando e a correia não escorrega sobre elas. Então, 17. Apesar de toda a tecnologia aplicada no
pode-se afirmar que a(s) velocidade(s) desenvolvimento de combustíveis não poluentes, que
A) angular de A é menor que a de B, porque a não liberam óxidos de carbono, a bicicleta ainda é o meio
velocidade tangencial de B é maior que a de A. de transporte que, além de saudável, contribui com a
B) angular de A é maior que a de B, porque a velocidade qualidade do ar. A bicicleta, com um sistema constituído
tangencial de B é menor que a de A. por pedal, coroa, catraca e corrente, exemplifica a
C) tangenciais de A e de B são iguais, porém a transmissão de um movimento circular.
velocidade angular de A é menor que a velocidade
angular
de B.
D) angulares de A e de B são iguais, porém a velocidade
tangencial de A é maior que a velocidade tangencial de
B.
E) angular de A é maior que a velocidade angular de B,
porém ambas têm a mesma velocidade tangencial.

15. (UEPB) A bicicleta move-se a partir do movimento


dos pedais, os quais fazem girar uma roda dentada Pode-se afirmar que, quando se imprime aos pedais da
chamada coroa, por meio de uma corrente. Esta coroa bicicleta um movimento circular uniforme,
está acoplada a outra roda dentada, chamada de catraca, I. o movimento circular do pedal é transmitido à coroa
a qual movimenta a roda traseira da bicicleta. Um com a mesma velocidade angular.
ciclista, preparando sua bicicleta para um torneio, II. a velocidade angular da coroa é igual à velocidade
percebeu que a coroa tem um raio 5 vezes maior que o linear na extremidade da catraca.
da catraca. Por ser aluno de Física, ele raciocinou: “para III. cada volta do pedal corresponde a duas voltas da roda
que eu vença o torneio, se faz necessário que eu pedale traseira, quando a coroa tem diâmetro duas vezes maior
na minha bicicleta à razão de 40 voltas por minuto, no que o da catraca. Está correto o contido em apenas
mínimo”. A partir dessas informações, pode-se afirmar a) I.
que a frequência de rotação da roda da bicicleta, em b) II.
rotação por minuto (rpm), vale c) III.
d) I e III.
e) II e III.