Вы находитесь на странице: 1из 3

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM LUCAS

Pr. Wemerson Antonio


Série: Eternidade

Mensagem 1: A REALIDADE DO PECADO.


A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados. Pois ela foi submetida
à futilidade, não pela sua própria escolha, mas por causa da vontade daquele que a sujeitou, na esperança de
que a própria natureza criada será libertada da escravidão da decadência em que se encontra para a gloriosa
liberdade dos filhos de Deus. Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto. E
não só isso, mas nós mesmos, que temos os primeiros frutos do Espírito, gememos interiormente, esperando
ansiosamente nossa adoção como filhos, a redenção do nosso corpo.” Romanos 8:19-23

I - QUAL A CONDIÇÃO DO SER HUMANO QUANDO DEUS O CRIOU?


1. Deus É absolutamente perfeito e, consequentemente, sua criação também foi
perfeita:
Moises declarou: “Ele e a Rocha cuja obra e perfeita” (Dt 32.4).
Davi acrescentou: “O caminho de Deus e perfeito” (2 Sm 22.31).
Jesus disse: “Sede vos, pois, perfeitos, como e perfeito o vosso Pai” (Mt 5.48).

Adão e Eva foram criados em total inocência, sem nenhum tipo de malicia na sua natureza ou no
ambiente onde eles foram inseridos:
 Eles “não se envergonhavam” (Gn 2.25),
 e ainda não conheciam o “bem e o mal” (3.5).

A condição de perfeição original do homem deriva de Deus:


 Deus e um ser absolutamente perfeito.
 Um ser absolutamente perfeito e incapaz de produzir uma criação imperfeita.
 Logo, a criação original foi feita na perfeição.

II - MAS POR QUE O HOMEM PECOU? PECOU POR SUA LIVRE DECISÃO DE
ESCOLHER.
De acordo com o Novo Testamento, pela desobediência, Adão e Eva se tornaram pecadores
(Rm 5.12; 1 Tm 2.14) e trouxeram condenação sobre si mesmos e sobre toda a sua posteridade:
“Consequentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens...”
Romanos 5:18

Salomão escreveu: “Vede, isto tão-somente achei: que Deus fez ao homem reto, mas ele buscou
muitas invenções” (Ec 7.29).

1. Adão e Eva pecaram por sua livre decisão de escolha.


Na verdade, ao permitir que o homem comesse de todos os frutos
“De toda arvore do jardim [tu] comeras livremente” — Gn. 2.16.
Deus estava dizendo ao homem que ele era livre. Quando Adão escolheu desobedecer, Deus
o chamou a responsabilidade, perguntando:
“Comeste tu da arvore de que te ordenei que não comesses?” (Gn 3.11).

2. A Liberdade de Adão Envolvia uma Escolha entre o Bem e o Mal


Foi uma decisão livre, à medida que ele foi livre para tomar a decisão errada. Eles poderiam
ter escolhido o bem, obedecer a Deus.

3. A Escolha que Adão Fez pelo Mal Poderia Ter Sido Evitada
O mal não era inevitável para Adão. Isto fica claro a partir do fato de Deus ter dito para Adão
“não comeras” (Gn 2.17).
4. O Diabo não Fez com que Adão Pecasse - “E, acabada a ceia, tendo já o Diabo posto no
coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse” (Joao 13.2).
5. Deus não Fez com que Adão Pecasse - Deus e absolutamente bom e, como tal, não
pode praticar o (tampouco ser responsável pelo) mal.

Adão Pecou por sua Livre-Vontade


“Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido.” Tiago 1:14

III - O QUE É PECADO?


Quando fazemos o que não deveríamos fazer.
“Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da
Lei”. 1 João 3:4.
É desobedecer aos princípios morais básicos instituídos na lei mosaica e repetidos no
Novo Testamento.

É pecado deixar de fazer aquilo que deveríamos fazer.


“Aquele, pois, que sabe fazer o bem e o não faz comete pecado” (Tg 4.17).

Como a bíblia trata o assunto?


1. Pecado
A palavra hebraica normalmente traduzida por pecado significa “errar o alvo” (“e não
participar da premiação”), “errar”. Hamartia e utilizada em Romanos 3.23: “Porque todos
pecaram e destituídos estão da gloria de Deus.” Impedidos estão da presença de Deus.

2. Prevaricação (Transgressão)
O radical hebraico que dá origem a palavra prevaricação e maal, que significa “cobrir,”
“agir de forma acobertada, ou seja, traiçoeiramente, ofensivamente.”
A palavra grega para prevaricação eparaptoma, que significa “escorregar,” “cair,” “tropeçar de
lado,” “ofender,”. Paulo utilizou paraptoma em Galatas 6.1: “Irmãos, se algum homem chegar a ser
surpreendido nalguma ofensa, vos, que sois espirituais, encaminhai o tal com espirito de mansidão,
olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado.” Pecar de modo escondido que veio a
ser conhecido.

3. Iniquidade ou impiedade
A palavra hebraico básica para ele e avon, que significa “perversidade,” “falha”, “iniquidade.”
“Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios” (SI 1.1)
A palavra grega para designar iniquidade e adikia, que significa “moralmente errado,”
“injusto,” Tiago disse: “A língua também e um fogo; como mundo de iniquidade, a língua está posta
entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo
inferno” (Tg 3.6).

IV - COMO DEUS VÊ A PECAMINOSIDADE HUMANA?


O pecado e uma triste realidade, especialmente quando visto da perspectiva divina:
“Como está escrito: "Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a
Deus. Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um
sequer". "Suas gargantas são um túmulo aberto; com suas línguas enganam". "Veneno de serpentes está em seus
lábios". "Suas bocas estão cheias de maldição e amargura". "Seus pés são ágeis para derramar sangue; ruína e
desgraça marcam os seus caminhos, e não conhecem o caminho da paz". "Aos seus olhos é inútil temer a Deus".
Romanos 3:10-18 (Cf. Sl 14)

V - QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO?


Pelo mau uso do livre-arbítrio, o pecado entrou no mundo e afetou a criação perfeita de Deus.
 Éramos perfeitos, como Deus é perfeito
 Tornamo-nos imperfeitos, pelo pecado. Precisamos tornar-nos perfeitos como Deus,
através de Jesus Cristo.
A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados. Pois ela foi submetida
à futilidade, não pela sua própria escolha, mas por causa da vontade daquele que a sujeitou, na esperança de
que a própria natureza criada será libertada da escravidão da decadência em que se encontra para a gloriosa
liberdade dos filhos de Deus. Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto.”
Romanos 8:19-23

1. MORTE ESPIRITUAL
A morte é a separação de Deus, e a morte espiritual é a separação espiritual de Deus.
Isaías declarou:
“Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vos e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu
rosto de vos, para que vos não ouça” (Is 59.2).
No instante em que Adão pecou, ele experimentou o vazio espiritual de Deus.
“Os olhos dos dois se abriram, e perceberam que estavam nus; então juntaram folhas de figueira para cobrir-se.
Ouvindo o homem e sua mulher os passos do Senhor Deus que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia,
esconderam-se da presença do Senhor Deus entre as árvores do jardim.” Gênesis 3:7,8

“Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a
presente ordem deste mundo (...) Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou,
deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são
salvos.” Efésios 2:1,2 – 4,5

2. A MORTE FÍSICA.
Depois de criar Adão:
“E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comeras livremente, mas
da arvore da ciência do bem e do mal, dela não comeras; porque, no dia em que dela comeres,
certamente morreras” (Gn 2.16-17).
No exato momento em que Adão tomou parte no fruto proibido, ele começou a morrer
fisicamente, apesar da mentira de Satanás de que ele não morreria (v.4)
“Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim
também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram” Romanos 5:12

3. MORTE ETERNA
Se Adão não tivesse aceitado a provisão de salvação feita por Deus ele teria, em algum momento,
experimentado o que a Bíblia chama de “segunda morte,” que e a separação eterna de Deus.
“Então a morte e o Inferno foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. Se o nome de
alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo.” Apocalipse 20:14,15

CONCLUSÃO
Todos os que nascerem somente uma vez (fisicamente), haverão de morrer duas vezes (física
e eternamente). Contudo, todos os que nascem duas vezes (física e espiritualmente) morrerão
somente uma vez (fisicamente).
“Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu
Filho, nos purifica de todo pecado. Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a
verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e
nos purificar de toda injustiça. 1 João 1:7-9
Jesus disse:
“Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em
mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso? " João 11:26