Вы находитесь на странице: 1из 20

PUB

Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • •1

PUB

956
19 abril 2018
Ano 18
quinta-feira
e 0.70 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

OBRAS
Governo lança
apoios para
Marmeleiro sem Junta
melhorar eficiência
das casas
Há uma boa notícia para quem
de Freguesia desde
as eleições
vive nas Beiras e Serra da Es-
trela, uma das regiões climati-
camente mais exigentes do
território nacional. O Governo
acaba de lançar o programa
“Casa Eficiente” que disponibi-
liza 200 milhões de euros para Candidato do PSD venceu eleições e quer formar Junta, mas CDS e PS também
melhorar a eficiência energética reclamam lugar no órgão executivo e colocaram David Barbeira em minoria criando
das habitações ___________ 5
impasse governativo que dura desde outubro de 2017 Pág.6
ECONOMIA

Designer da Covilhã cria


Situação
financeira das
empresas da

roupa a «preço justo»


Guarda é a
melhor do país
Dos 18 distritos de Portugal Con-
tinental, o da Guarda é aquele
onde as empresas registam a
melhor situação financeira. Os
dados são revelados num estudo
A moda aliou-se à
feito pela consultora Zaask, em sustentabilidade e nasceu
parceria com a Universidade
Católica ____________________ 4 a Näz, que promete «roupa
a um preço justo». A marca
PSD
criada pela jovem designer
Tiago Gonçalves
eleito por onze Cristiana Costa já galgou
votos na Guarda __ 9 fronteiras e conquistou fãs
pela Europa Pág.8
João Carvalho
vence concelhia
de Trancoso _______ 9

NERGA
Pedro Tavares
candidato
a terceiro
mandato ___________ 7

PUB

TODOS OS DIAS DAS 9H AS 20H


DOMINGOS E FERIADOS DAS 9H30 AS 13H
E DAS 14H30 AS 19H
(Junto às Piscinas Municipais) • B.º Sr.ª dos Remédios | Estr. Barracão 6300-309 GUARDA
Tlm. 961 720 980 • Tel. 271 232 480 • Fax. 271 232 489 • roadyguarda@hotmail.com
2• • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

CARA
ENTREVISTA
navalha

A P E R F I L
CARA

«O PSD da
Tiago Gonçalves
Aldeias Históricas Presidente da concelhia do PSD da
Guarda
Com o objetivo de promover o território

Guarda não
da

a Associação de Desenvolvimento Turístico Idade: 34 anos


das Aldeias Históricas de Portugal promove
até dezembro um ciclo de festas em cada Naturalidade: Vila Mendo – Vila Fernando
fio

uma das 12 aldeias. Uma iniciativa de (Guarda)

tem estado
aplaudir, que quer dar movimento e vida a
um território cada vez mais desertificado. Profissão: Advogado
no

Currículo: Advogado e formador desde


2007, professor e coordenador do curso

apático, antes
de Técnicos de Serviços Jurídicos na
Ensiguarda, deputado na Assembleia
Municipal desde 2009, presidente do
Conselho de Jurisdição Nacional da JSD

discreto, mas
de 2008 a 2010, presidente da Comissão
Eleitoral Independente da JSD de 2012 a
João Costa 2014 e presidente da Assembleia-Geral
O médico da ULS da Guarda, João Cos- da Federação Nacional de Estudantes
de Direito.

vai aparecer
ta, recebeu o prémio de melhor caso clínico
durante o IV Fórum Respiratório do Centro.
Esta distinção valeu-lhe a inscrição gratuita Livro preferido: “Os Irmãos Karamazov”,
no congresso da European Respiratory de Fiódor Dostoievski
Society (ERS), em Paris.

mais»
Filme preferido: “Braveheart”

Hobbies: Viajar, brincar com a filha,


música.

P – Venceu a concelhia da Guar- a nossa solidariedade e apoio. Assim


da do PSD com onze votos de dife- deve ser entre pessoas que pertencem
rença. Não é pouco para aspirar a ao mesmo partido e juntas se apresen-
um mandato tranquilo? taram aos eleitores com um projeto
R - Sabíamos à partida que iria de desenvolvimento para o concelho.
Casa Eficiente ser uma eleição muito disputada. Os
resultados são o reflexo do que sem- P - Também acha que neste mo-
Há uma boa notícia para quem vive nas pre entendemos que iria acontecer. mento há confusão entre autarquia
Beiras e Serra da Estrela, uma das regiões Os militantes puderam escolher entre e partido na Guarda?
climaticamente mais exigentes do território dois projetos alternativos, o que é sa- R - Não há confusão alguma entre
nacional. O Governo lançou o programa lutar. Cabe a quem venceu dar passos a autarquia e o partido. O partido tem
“Casa Eficiente” que disponibiliza 200 mi- no sentido de unir o partido tido, isso sim, uma ação mais discre-
lhões de euros para melhorar a eficiência e a quem perdeu aceitar ta desde que venceu a Câmara
energética das habitações dos portugueses. os resultados e dispo- em 2013. Uma das coisas que
nibilizar-se para essa pretendemos mudar tem que
mesma união. ver com a dinâmica própria
que o PSD tem que passar a
P – Era o can- ter e que é independente da
didato de Álvaro ação dos eleitos pelo par-
Amaro nestas elei- tido nos diversos órgãos
ções. O que espera autárquicos.
do presidente da
Câmara a partir P – Quais são as
de agora? suas prioridades nes-
R - Nunca fui te mandato?
nem serei candida- R - Dar vida pró-
to de ninguém. Fui pria ao PSD, unir as
candidato por uma d ive r s a s g e ra ç õ e s
equipa e um conjun- de militantes e criar
Junta do Marmeleiro to de pessoas que me
apoiaram e incenti-
hábitos e procedi-
mentos de trabalho
Os três candidatos à Junta de Fre- varam. Do presidente ao nível do partido
guesia do Marmeleiro não se entendem da Câmara espero que tecido. A concelhia deliberou dar total que nos permitam
sobre a formação do executivo. O social- se continue a empenhar pela execução liberdade ao candidato na escolha da estar permanentemente na vanguar-
democrata que ganhou as eleições de outu- do programa eleitoral que apresen- lista à Câmara Municipal, o que, aliás, da da apresentação das melhores
bro reclama o direito de governar sozinho, támos aos cidadãos da Guarda no é comum, e participou ativamente nas propostas políticas para o concelho
em minoria, mas deixou de ter condições ano de 2017. Todos os eleitos temos reuniões em que foram escolhidos da Guarda.
para tal com a união dos eleitos do CDS uma grande responsabilidade de não os candidatos à Assembleia Munici-
e do PS, que também querem um lugar desperdiçar mais oportunidades para pal. A relação que espero enquanto P – O PSD da Guarda tem estado
no executivo. Resultado, a Junta ainda este concelho. presidente da concelhia com o Dr. apático nos últimos anos. Isso vai
não tomou posse, não funciona e está em Álvaro Amaro é de respeito mútuo e mudar consigo na liderança?
auto gestão há seis meses, podendo ser P – Espera também mais con- solidariedade. Assim tem sido até hoje R - O PSD não tem estado apático,
necessário marcar novas eleições para sideração de Álvaro Amaro pela e assim deve continuar. antes discreto, conforme disse ante-
solucionar o impasse. concelhia –tendo em conta que, nas riormente. Mas vai aparecer mais e terá
últimas autárquicas, a concelhia P – E com o que pode contar o uma dinâmica diferente que resultará
não foi tida nem achada na forma- presidente da Câmara da parte da do maior envolvimento dos militantes
ção das listas? concelhia? e da criação de hábitos de discussão
R - É falso que assim tenha acon- R - A Câmara poderá contar com política e apresentação de propostas.
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

A César o que é de César


1
Os autarcas de Porto e Vila Nova de Gaia anunciaram a cons-
trução de uma nova ponte para ligar as duas cidades separadas
pelo Rio Douro. A nova ponte, rodoviária, irá chamar-se D.
António Francisco dos Santos, deverá ser construída em quatro
anos, custar cerca de 12 milhões de euros e será paga pelas duas
autarquias. E esta é a novidade: em Portugal habituámo-nos à ideia
de que tudo o que fazemos tem de ser pago por outrem. As insti-
tuições públicas (e as privadas) esperam sempre que haja fundos
nacionais ou europeus para pagar tudo o que é preciso fazer e quando
não há, pois não se faz – com a justificação de que não há «fundos
comunitários». As Câmaras do Porto e Gaia não fazem mais do que
a sua obrigação: Investir na melhoria da qualidade de vida dos seus
habitantes.
O exemplo devia ser seguido.
Na Guarda, a construção de um “simples” viaduto que ligue os
dois lados da linha ferroviária e permita melhorar a circulação entre
S. Miguel e a Sequeira, vergonhosamente, arrasta-se há dezenas de
anos. Promessa eleitoral de diferentes candidaturas, em todas as
eleições autárquicas dos últimos 25 anos (com o nome pomposo
de “variante à Sequeira”), a construção de uma nova via, com ponte
ou viaduto (superior ou inferior), que una os dois lados da linha
ferroviária permitiria reduzir sobremaneira o tráfego da Avenida de
S. Miguel e contribuir para uma melhor qualidade vida de milhares
de pessoas que diariamente utilizam a única ligação entre os dois
lados daquela “barreira”.

2
Em 2009, no seguimento da maior greve de professores,
com Mário Nogueira a conseguir que milhares de docentes
acampassem em Lisboa, para exigirem aumento salarial, José
A falta que esta gente Sócrates não resistiu e aumentou a função pública em 2,9%. Foi o
último aumento dos funcionários públicos – há nove anos! O Leh-
opinião
Fidélia Pissarra nos faz man Brothers já tinha caído e as contas públicas já não deixavam
dormir Teixeira dos Santos (à época ministro das Finanças), a partir
de então, entre PEC’s e a chegada da Troika, a história é de todos
Veiga Simão, um dia, achou por bem abrir um qualquer coisa do género “se já pagou, descarte esta
Instituto Politécnico na Guarda. Magalhães Godinho missiva”. Como não sou acrescento que, se já pagou, conhecida, e por muitos sofrida (especialmente pelos mais pobres,
viria a achar melhor, noutro dia, abrir um na Covilhã, considere continuar a pagar. pelos pensionistas e por todos os que perderam o emprego, as
fazendo com que só mais de uma década depois, do Antecipemo-nos, assim, aos argumentos da poupanças e sofreram as agruras da austeridade).
inicialmente previsto, o “nosso” Instituto visse a luz do falta de mão de obra qualificada, e outros que tais, Nove anos depois, «o país está melhor», mas, entre cativações
dia. Nosso entre aspas, porque, pelo menos do que até de empresários. Desmontemos as propostas para se e a “carreira” europeia de Mário Centeno, a meta do défice (abaixo
hoje eu desse conta, nunca o foi verdadeiramente. Não remediar o que não se preveniu, a demagogia dos que do um por cento) impede o aumento salarial. António Costa per-
sei se é o Instituto que se sente lá muito para baixo, ou quando puderam nada fizeram e agora se precipitam cebeu que tem de satisfazer as clientelas da “geringonça” (BE e
se é a cidade que se sente cá muito para cima, mas, em amontoados de pretensos salvadores da pátria. PCP) e Centeno já assumiu que para 2019 (ano de eleições) haverá
à conversa e de braço dado, não me lembro de os ter Quer dizer, da região. Ou melhor, do Interior que, afinal, aumentos salariais.
visto. O que é pena. Fossem eles verdadeiros amigos e é mais fronteira. Deixemo-nos de amenas cavaqueiras «No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade», asseverou
que grandes coisas não teriam já feito! Uma nascente e monólogos impercetíveis, o que precisamos é de Albert Einstein, e terá sido assim que pensou o presidente do PSD.
de oportunidades, em vez de um cemitério de ideias. gente nova, qualificada! Depois já podem explanar Rui Rio foi ao congresso dos “jotas”, de que ele próprio é fruto,
Soube, há uns dias, das dificuldades que muitos sobre “descentralizações”, seja lá o que querem dizer surpreender o país político para, entre outras pérolas, defender o
estudantes enfrentam, devido aos atrasos e demissões com isso, e “desconcentrações” … aumento da função pública. O presidente do PSD, num discurso
de quem era suposto apoiá-los. O que me deixou Acolher bem os estudantes do Instituto é cuidar insólito, defendeu um aumento de 1,5% para a função pública, ou
confusa, pois para uma cidade, região, que se queixa do futuro da cidade. Se para isso for necessário re- seja, um custo anula de mais 300 milhões de euros. Rio esqueceu-se
de depressão demográfica, desdenhar assim da pos- organizar antigas residências e realojar serviços que que os portugueses têm sido extorquidos e que convivem com a mais
sibilidade de cativar novos habitantes é, no mínimo, se faça. Não podemos é deixar que continuemos a alta carga fiscal de sempre e a dívida continua a crescer. Obviamente
estranho. Olhemos a coisa por um prisma numérico: ser o rosto de experiências de má memória de uma que todos pretendem legitimamente ser aumentados, mas quando
se, por cada 1000 estudantes, conseguíssemos que juventude esquecida em garagens. Li algures que os seria expetável que defendesse a descida de impostos, o presidente
cá ficassem 200, a linha descendente da demografia guardenses costumam ser “pais para os estranhos e do PSD cavalga a onda sem olhar para as consequências – uma
abrandaria um pouco. Ou não? Eu acredito que sim padrastos para os de casa”, mas, a julgar pelo modo escolha surpreendente e um caminho fácil e populista. Contranatura.

3
e, por isso, penso ser do nosso interesse tratar bem, como têm recebido estes estudantes, parece que
muito bem, os estudantes. Se isso implicasse arranjar também eles já não são o que costumavam ser. Talvez Os «deputados das ilhas são reembolsados por viagens que
mais umas residências e umas refeições, pois que que agora sejam pais e padrastos só para alguns (de casa e não pagam». Esta manchete, do “Expresso”, devia fazer corar
se arranjassem. Instituto, Câmara Municipal e Governo estranhos), talvez já nem sejam uma coisa nem outra. os deputados (entre eles o presidente do PS, Carlos César). A
que se entendessem depois, ou não, com os governos Guardenses à séria, como Veiga Simão, é que não se duplicação de subsídios, que se arrasta há mais de 20 anos, e o re-
dos países de origem desses estudantes. Fosse eu têm visto por cá. O que é pena e, sobretudo, nos está embolso por viagens que não fazem, sem controlo, nem fiscalização,
empresa de serviços e, nas linhas seguintes, incluiria a fazer muita falta. é uma vergonha. Que os deputados deem este tipo de testemunho,
recebendo dois subsídios, esquecendo as regras básicas da trans-
PUB parência e tudo de acordo com o regulamento e com a cobertura da
Assembleia da República é inconcebível. Espera-se que a Comissão
de Ética analise o caso e se, de facto, a lei permitir este regabofe pois
a Assembleia da República tem de mudar as regras porque não se
aceita que a Lei possa continuar a proteger este despautério.
4• • Quinta-feira • 19 de abril de 2018 EmFoco

Situação financeira das


empresas do distrito da
Guarda é a melhor do país
Sara Guterres
DR
suas empresas (3,67, o mesmo
valor que o registado em Lis-
boa), sendo apenas suplantado
As empresas da por Castelo Branco (3,71) – o
Guarda apresentam distrito com melhores perspeti-
a melhor situação vas quanto ao futuro – e Setúbal
financeira a nível (3,69).
nacional, seguidas À semelhança da segunda
de Vila Real (3,31) e edição do estudo nacional de
Castelo Branco (3,24). competitividade regional, 56
Contudo, é o terceiro por cento dos inquiridos acon-
distrito onde os selha a instalação de um novo
empresários sentem negócio no seu distrito. Ainda
maior dificuldade assim, apenas 18 por cento dos
em encontrar novos empreendedores portugueses
colaboradores. consideram fácil ou muito fácil
lançar um novo negócio (38
Dos 18 distritos de Portugal por cento consideram-no difícil
Continental, o da Guarda é aque- ou muito difícil). A contratação
le onde as empresas registam a de novos empregados para o
O distrito da Guarda é também aquele onde há mais facilidade em lançar um negócio (3,20) a nível nacional
melhor situação financeira. Os negócio também é vista de for-
dados são revelados num estudo passando de 3 para 3,40 pontos. Guarda é o terceiro distrito onde ram que sim (3,80), mas em Vila ma negativa, sendo que apenas
feito pela consultora Zaask, em Este valor destaca a Guarda em os empresários sentem maior Real a resposta positiva é mais 17 por cento dos empresários
parceria com a Universidade termos nacionais, estando à dificuldade em encontrar novos elevada (3,88 valores). De resto, que responderam ao inquérito
Católica, através de um inquéri- frente de Vila Real (3,31) e Cas- colaboradores. Neste parâme- segundo os empresários guar- considera «fácil ou muito fácil»
to online ao qual responderam telo Branco (3,24). Também as tro, a Guarda, que se encontrava denses, não só é fácil lançar um contratar no seu distrito, um va-
2.562 empresas, das quais 80 receitas dos empreendimentos em penúltimo lugar com um negócio no distrito (3,20), como lor que em 2016 se situava nos
por cento (2.062) exercem ati- no distrito estão acima da média valor médio de 2,29, está agora o nível de acompanhamento por 21 por cento. Segundo a Zaask, o
vidade em Portugal, incluindo nacional e aumentaram face a no terceiro pior lugar (2,20), parte do governo regional/local objetivo deste inquérito online,
Região Autónoma dos Açores e 2016: de uma média de 3,29 à frente de Santarém (2,16) e é o melhor a nível nacional: 3,27 aplicado a pequenas e médias
Região Autónoma da Madeira, e passou para 3,53 valores, sendo Bragança (2,11). valores. Outro dos indicadores empresas, é «aferir o sentimento
20 por cento (500) em Espanha. apenas ultrapassado pelo distri- À questão “aconselharia que marca positivamente o dis- das empresas relativamente aos
De 2016 para 2017 a situa- to de Portalegre – que regista o alguém a lançar um negócio no trito é a confiança demonstrada distritos/regiões onde estão
ção financeira das empresas do melhor valor a nível nacional distrito?”, os empresários da pelos empreendedores na evo- inseridas e respetivos governos
distrito guardense melhorou, (3,55). Em contrapartida, a Guarda que responderam disse- lução do quadro financeiro das locais».

NERGA GUARDA
Prospetores internacionais CDS questiona tutela sobre segunda fase
visitam empresas da Guarda das obras no Hospital Sousa Martins
São 16 os prospetores in- amanhã nas instalações do
João Rebelo, deputado do sentado esta semana no Parla- João Rebelo. O deputado acres-
ternacionais, oriundos da Ale- NERGA, no parque industrial
CDS-PP na Assembleia da Repú- mento, o centrista quer saber centa que até agora «não houve
manha, Polónia, Marrocos e da Guarda, subordinado ao
blica perguntou ao Ministério se essa empreitada vai avançar mais desenvolvimentos quanto
Emirados Árabes Unidos, que tema “Oportunidades e Desa-
da Saúde se tenciona concluir a e quando. «Em junho de 2017 ao projeto, sendo que o seu adia-
vão visitar empresas da região fios à Internacionalização para
segunda fase das obras de requa- esta requalificação foi adiada, mento prejudica o acesso dos
da Guarda até amanhã, no âm- as Empresas do Interior”, cujo
lificação do Hospital Sousa Mar- decorrendo do indeferimento da utentes a melhores comodidades
bito do projeto “Exportar+” orador convidado é Jorge Seguro
tins, na Guarda, que contempla a candidatura da obra por parte da e atendimento, bem como a me-
que se destina a incentivar as Sanches, secretário de Estado
remodelação dos atuais edifícios. Comissão Diretiva do Programa lhoria das condições de trabalho
exportações e que é dinamizado da Energia.
Num requerimento apre- Operacional do Centro», recorda dos próprios profissionais».
pelo NERGA - Associação Em- O projeto Exportar+ é pro-
presarial da Região da Guarda. movido pelo NERGA e pela AIRV -
Durante a sua presença na Associação Empresarial da Região COVILHÃ
região, os empresários, per- de Viseu, no âmbito de uma can-
tencentes aos setores agroali- didatura apresentada ao Sistema Centro de contacto Randstad/Altice
mentar, mobiliário e madeira, de Apoio a Ações Coletivas/SIAC
metalurgia e metalomecânica do CENTRO 2020. Segundo os inaugurado quarta-feira
e rochas ornamentais, visitarão promotores, a iniciativa «procura
O centro de contacto Ran- integra o programa oficial das Vítor Pereira, autarca da Covilhã,
empresas ligadas a estas áreas. potenciar o sucesso da inter-
dstad/Altice da Covilhã será comemorações do 25 de Abril este “call center” «responde às
Os prospetores reunirão tam- nacionalização das pequenas e
inaugurado na próxima quar- e contará com a presença do ambições dos nossos munícipes,
bém com empresários locais, médias empresas localizadas nos
ta-feira, pelas 11 horas, no secretário de Estado Adjunto que é trabalharem onde vivem»,
amanhã, quando terão lugar territórios de Viseu Dão Lafões,
Parkurbis. e do Comércio, Paulo Alexan- acrescentando que «o concelho
reuniões individuais no Hotel Beiras e Serra da Estrela, através
Trata-se de um “call cen- dre Ferreira; do presidente da Covilhã tem sido inovador na
Vanguarda. O programa con- de um melhor conhecimento
ter” com capacidade para 200 executivo da Altice Portugal, captação de empresas e estru-
templa ainda a realização de um sobre os mercados e do estímulo
postos de trabalho e onde se Alexandre Fonseca; e do presi- turas como estas, que sabemos
fórum dedicado à internaciona- a iniciativas coletivas de coope-
encontram, por enquanto, 90 dente executivo da Randstad, serem geradoras de emprego,
lização e um jantar-conferência, ração inter-empresarial para a
trabalhadores. A inauguração José Miguel Leonardo. Para conhecimento e inovação».
agendado para as 19h30 de internacionalização».
EmFoco Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • •5

MÊDA
500 mil euros para Centro Interpretativo “Casa Eficiente”
promete revolucionar
de Longroiva
A Câmara de Mêda vai telo de Longroiva», adiantou
investir 500 mil euros na con- o presidente do município. O

qualidade das
strução de um centro interpre- futuro Centro Interpretativo
tativo na aldeia de Longroiva. de Longroiva será edificado em
Segundo Anselmo Sou- terrenos que são propriedade
sa, o equipamento cultural e da autarquia e numa «pequena

habitações da região
turístico, que tem o projeto parcela particular» adquirida
aprovado, deve começar a ser para esse efeito. O autarca
edificado em junho. O edifício explicou ainda que o espaço
vai ser construído com o apoio terá uma base tecnológica DR
de fundos comunitários e «será apurada e permitirá colocar o
uma continuidade do cas- património concelhio em rede.

JOGOS TRADICIONAIS
AJTG no festival de Aranda de Duero
A Associação de Jogos Póvoas (Estarreja). O festival
Tradicionais da Guarda (AJTG) terá a malha como jogo central
participa, entre amanhã e e as diferentes formas de o
domingo, no Festival Interna- jogar nestes países, mas outros
cional de Jogos Tradicionais de jogos estarão em destaque
Aranda de Duero, em Espanha. durante o fim-de-semana. Do
O evento é promovido programa também faz parte
pela Asociación Cultural La a negociação de um acordo
Tanguilla daquela localidade entre a AJTG e La Tanguilla,
e conta com a participação de que envolve as autarquias
associações espanholas e de das duas cidades, com vista à
delegações de França, Itália, elaboração de «um documento
Croácia, Eslovénia, Eslováquia que potencie os traços cult-
e Hungria. De Portugal viajam urais que nos unem», refere
também a Associação das Co- a associação guardense, que
letividades do Concelho de Va- no sábado vai oferecer uma
longo e a Associação Cultural lagarada tradicional à moda da
e Recreativa dos Amigos das aldeia da Rapa. Governo estima que obras possam custar entre 12 a 13 mil euros por habitação
chegará ao mercado através de Também as empresas proprietá-
UBI linhas de financiamento, sendo rias de edifícios destinados a fins
que o “Portal da Casa Eficiente” habitacionais podem concorrer
“Ler Sobre Carris” promove a leitura Há 200 milhões de vai funcionar como um balcão ao programa. Por sua vez, Matos
no Intercidades euros para melhorar virtual que centraliza tudo o que Fernandes sublinhou tratar-se
A Biblioteca da Univer- Foram selecionadas mais de a eficiência energética deve saber sobre o programa. de um programa «virado para
sidade da Beira Interior (UBI) meia centena de obras, resul- das casas com Ali, os cidadãos poderão si- todos, todas as famílias, inde-
realiza, na segunda-feira, uma tantes da oferta de particulares, financiamento a custos mular a candidatura, escolher as pendentemente da geografia»
atividade que pretende aproxi- autores, da editora Alma Azul mais baixos do que os intervenções desejadas e solicitar por não estar integrado em áreas
mar os passageiros da leitura (sediada em Alcains) e também praticados no mercado um orçamento de uma empresa de reabilitação, pelo que «pode
durante duas viagens de comboio. de livros existentes no ponto para o tradicional inscrita como qualificada no chegar a muito mais gente, a todo
“Ler Sobre Carris” decorre de troca da Biblioteca Central crédito ao consumo. portal. Os interessados podem o território nacional». O ministro
no âmbito de uma parceria com da UBI. A iniciativa pretende ainda obter uma declaração do Ambiente lembrou que há em
a CP e consiste na disponibili- inserir-se no leque de atividades Há uma boa notícia para “Casa Eficiente 2020” e subme- Portugal muitas habitações «com
zação de livros aos passageiros que as instituições de ensino quem vive nas Beiras e Serra ter a declaração à apreciação de fraca construção, das décadas de
do Intercidades entre a Covilhã superior devem desenvolver da Estrela, uma das regiões cli- um dos bancos aderentes, que 70, 80, 90, anteriores às atuais
e Lisboa (partida às 7h31) e no em articulação com o Plano maticamente mais exigentes do concederá, ou não, o respetivo preocupações energéticas». O
regresso (às 13h15, de Lisboa). Nacional de Leitura. território nacional. O Governo financiamento a custos mais “Casa Eficiente” pode abranger
acaba de lançar o programa “Casa baixos do que os praticados desde a impermeabilização de pa-
Eficiente” que disponibiliza 200 no mercado para o tradicional redes, até à substituição de esto-
ULS GUARDA milhões de euros para melhorar crédito ao consumo. Com esta res e janelas, aquisição de painéis
Médico recebeu prémio de melhor a eficiência energética das habi- iniciativa o Governo espera solares, instalação de sistemas
tações dos portugueses. que cerca de 12 mil habitações de aquecimento ou compra de
caso clínico DR A iniciativa foi apresentada venham a beneficiar de obras eletrodomésticos mais eficientes
na sexta-feira na Ordem dos de beneficiação. Segundo Pedro em termos ambientais. De resto,
Engenheiros, em Lisboa, pelos Marques, a expectativa é que, toda a informação sobre o conjun-
ministros do Planeamento e em média, as obras fiquem nos to de intervenções elegíveis está
Infraestruturas, Pedro Marques, 12 a 13 mil euros por habitação. disponível no portal criado para
e do Ambiente, João Pedro Ma- «Estima-se que os 200 milhões o efeito e acessível em http://
tos Fernandes. A Confederação de euros disponíveis venham a casaeficiente.com/ .
Portuguesa da Construção e do financiar a eficiência energética O programa já foi elogiado
Imobiliário (CPCI) será a entidade e hídrica de cerca de 12 mil ha- pelo Banco Europeu de Finan-
dinamizadora do programa, cofi- bitações privadas, numa altura ciamento (BEI), que cofinancia
nanciado pelo Banco Europeu do em que o sector da construção cem dos 200 milhões de euros
Investimento e pelas instituições está a registar o 14º mês conse- disponíveis – o restante será con-
bancárias aderentes (CGD, Mille- cutivo de crescimento», afirmou cedido pelos bancos. Na sessão de
O médico da Unidade Lo- Figueira da Foz. A apresen-
nium e Novo Banco, para já). O o ministro do Planeamento e lançamento, Andrew McDowell,
cal de Saúde (ULS) da Guarda, tação do caso Síndrome de
objetivo é apoiar a reabilitação Infraestruturas. vice-presidente do BEI, disse tra-
João Costa, recebeu no passado Pierre-Marie-Bamberger valeu
energética das casas dos portu- O governante salientou tam- tar-se uma medida «pioneira» e
fim-de-semana o prémio de ao clínico a inscrição gratuita
gueses, que estão entre aqueles bém o facto de todas as pessoas salientou a intenção de «aprender
melhor caso clínico duran- para o congresso da European
que mais se queixam de ter frio se poderem candidatar, quer e poder replicar noutros lados» a
te o IVº Fórum Respiratório Respiratory Society (ERS), em
dentro de casa, e dinamizar o vivam num apartamento, numa iniciativa, que elogiou e apelidou
do Centro, que decorreu na Paris.
setor da construção civil. O apoio moradia ou num condomínio. de inovadora.
6• • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

Junta de Freguesia
S por empossar no
Sociedade Marmeleiro seis meses
após as autárquicas DR
Sara Guterres
CELORICO DA BEIRA
Município procura Candidato do PSD
fotografias antigas venceu eleições e
de famílias quer formar Junta,
mas CDS e PS também
O município está a reco- reclamam lugar no
lher fotografias antigas de órgão executivo e
famílias do concelho para colocaram David
organizar uma exposição Barbeira em minoria
que será inaugurada a 23 criando impasse
de maio, por ocasião das governativo que dura
comemorações do feriado desde outubro de
municipal. A autarquia ape- 2017.
la à colaboração dos celori-
censes nesta mostra através A Junta de Freguesia do
da cedência de fotografias Marmeleiro (Guarda) continua
de família que tenham «pelo por empossar seis meses depois
menos 40 anos». Com esta das eleições autárquicas, ganhas
iniciativa, a Câmara preten- por David Barbeira (PSD) com
de homenagear as famílias 42,56 por cento dos votos e
do concelho e partilhar três mandatos na Assembleia
memórias individuais e de Freguesia.
coletivas. Os mesmos que Edite Bar- prescindem de ter represen- tou que da parte do CDS-PP não todas as reuniões necessárias
beira (CDS-PP), que obteve tatividade. O impasse dura há existe obstaculização: «Há toda para encontrar a solução para a
EFEMÉRIDE 35,64 por cento, enquanto Joa- seis meses e poderá resultar na a disponibilidade, reiterada freguesia».
quim Martins (PS) ficou-se pelos marcação de novas eleições no vezes sem conta, de participar O INTERIOR contactou tam-
BMEL oferece 14,53 por cento e conseguiu um Marmeleiro. O novo braço-de- numa solução de compromis- bém o candidato do PS, Joaquim
rosa e livro na mandato. Perante estes resul- ferro deverá acontecer no final so, na exata medida daquilo Martins, que por agora optou
tados, a centrista reclamou um
segunda-feira lugar na Junta, formada por pre-
do mês, a última hipótese para
o presidente eleito apresentar, e
que foram os resultados elei-
torais, para bem da freguesia»,
por não prestar declarações,
dizendo apenas que está dispo-
A Biblioteca Municipal sidente, secretário e tesoureiro, fazer aprovar, o balanço de contas. sublinhou Henrique Monteiro. nível para integrar a Junta. Por
Eduardo Lourenço, na Guar- tal como o candidato socialista, Contactada por O INTE- Na sua opinião, a possibilidade sua vez, apesar de vários con-
da, assinala na segunda- e desde então a falta de entendi- RIOR, a candidata do CDS-PP de- de repetir eleições «será uma tactos, David Barbeira não teve
feira o Dia Mundial do Livro mento entre as partes impediu legou no presidente da Distrital decisão que caberá a quem disponibilidade para falar com
e do Direito de Autor com a a tomada de posse da Junta e da centrista qualquer comentário não quer chegar a consenso». O INTERIOR até ao fecho desta
oferta de um livro e de uma Assembleia de Freguesia, que sobre a situação e para Henrique «Se o povo disse que queria edição. Entretanto, o recém-
rosa aos seus primeiros 23 funcionam em regime de auto- Monteiro o partido «entende 3, 3, 1, não sei se alguém terá eleito presidente da secção do
leitores. gestão, e não há perspetivas de que deve participar no governo legitimidade para poder con- PSD da Guarda anunciou que a
O Dia Mundial do Livro uma solução de consenso. Tudo da freguesia na exata proporção tinuar a afirmar que só uma primeira reunião da comissão
é comemorado desde 1996, porque o PSD não abdica de daquilo que foi o voto expresso força é que governa a Junta», política concelhia terá lugar no
por decisão da UNESCO, constituir o órgão executivo da em urna». O dirigente, também considera Henrique Monteiro, Marmeleiro para «apoiar e ma-
numa data que pretende Junta, enquanto Edite Barbeira líder da concelhia guardense e reiterando que o CDS-PP está nifestar solidariedade ao nosso
assinalar a morte de dois e Joaquim Martins também não deputado municipal, acrescen- disponível para participar «em eleito», disse Tiago Gonçalves.
dos mais famosos escritores
de sempre, William Shakes-
INSÓLITO
peare e Miguel de Cervantes,
no ano de 1616. Já a escolha
do dia 23 de abril deve-se à Alerta de bomba fechou supermercado na Guarda
lenda catalã de S. Jorge, que A equipa de inativação de ex-
LM
supermercado ao princípio da
matou um dragão e de cujo plosivos da PSP de Viseu desativou, tarde. O estabelecimento tinha
sangue nasceu uma rosa ao final da tarde de domingo, o sido encerrado devido a um alerta
vermelha. «objeto suspeito» que tinha sido para um engenho explosivo colo-
colocado junto da entrada de su- cado em cima das garrafas de gás,
permercado Pingo Doce, no Bairro tendo as autoridades montado
de São Domingos, na Guarda. um perímetro de segurança para
Segundo o Comando Dis- afastar as centenas de curiosos
trital, a polícia «procedeu à dis- que rumaram ao local durante a
rupção do objeto suspeito, sem tarde. No estabelecimento esti-
quaisquer danos», mas não foram veram vários elementos da PSP
adiantados mais pormenores e os bombeiros da Guarda. A in-
sobre que tipo de objeto se tra- vestigação do caso está entregue
tou e motivou a evacuação do à Polícia Judiciária.
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • •7

Pedro Tavares AMBIENTE


Resiestrela lança campanha de recolha
de pilhas para ajudar bombeiros

lidera lista única


As pilhas recolhidas em 14 campanha é realizada em colabo-
municípios da Beira Interior vão ração com a Ecopilhas e constitui
ajudar os bombeiros de cada uma ação de sensibilização para
concelho, numa campanha di- a deposição do fluxo das pilhas.

no NERGA
namizada pela Resiestrela, em- «A Resiestrela, como empresa
presa responsável pela recolha socialmente responsável e com o
de resíduos sólidos da Cova da intuito de despertar a população
Beira, e pela Ecopilhas. para a importância da reciclagem,
Os promotores explicam desenvolveu esta campanha, onde
SG que será atribuído às corpora- é proposto um desafio aos quar-
ções um donativo de 200 euros téis dos bombeiros voluntários
por cada tonelada de pilhas de- dos municípios de Almeida, Bel-
positadas nas caixas de recolha monte, Celorico da Beira, Covilhã,
instaladas nos respetivos quar- Figueira de Castelo Rodrigo, For-
téis. Segundo um comunicado, nos de Algodres, Fundão, Guarda,
no máximo serão atribuídos até Manteigas, Mêda, Penamacor,
600 euros por cada corporação, Pinhel, Sabugal e Trancoso, para
sendo que o valor recolhido será a promoção de recolha de pilhas»,
depois convertido em equipa- refere a concessionária do siste-
mentos individuais de proteção ma multimunicipal de triagem,
(fatos, máscaras, luvas, e botas). recolha seletiva, valorização e
Designada “Ajudem-nos a Aju- tratamento de resíduos sólidos
dar - Os Bombeiros Merecem”, a urbanos na região.

GUARDA
Motos em exposição no La Vie
O centro comercial La Vie do “motard mais velho da Pe-
Guarda, em parceria com o nínsula Ibérica”, o guardense
Moto Clube da cidade, tem pa- Armando Dias. A par desta
tente uma exposição de motos atividade, continua a decorrer
até dia 29 deste mês. Entre os a sessão de cinema grátis ao
O empresário espera «um voto de confiança» por parte dos associados vários modelos presentes nos domingo de manhã para todas
diferentes pisos está o veículo as crianças.
Sara Guterres seu último mandato na associa- Tavares, para quem não houve
ção empresarial. Mas até lá é o a tal «discriminação positiva de
presente que importa. «O NERGA que tanto se fala». Além disso, «é
IPG
A Associação está a começar um projeto funda- muito complicado uma associa- Jornadas de Contabilidade hoje
Empresarial da mental para a associação, que tem ção multisectorial dar resposta
no auditório da ESTG
Região da Guarda a ver com o estar preparado para concreta a todos os problemas
vai a votos na terça- receber todos os empresários dos associados», considera o O auditório da Escola malização Contabilística para
feira e, à semelhança independentemente da tipologia dirigente, lembrando que houve Superior de Tecnologia e as Administrações Públicas”,
dos anteriores atos do seu negócio», adianta Pedro uma «diminuição muito grande Gestão (ESTG) do Instituto “Implementação do SNC-AP
eleitorais, só há uma Tavares, garantindo que este será de recursos humanos, que fo- Politécnico da Guarda (IPG) com o ERP Primavera Public
lista. Pedro Tavares «um desafio enorme» para os mos obrigados a fazer». acolhe hoje as XIV Jornadas Sector”, “A Informação Cont-
recandidata-se a próximos três anos. A associação Sobre o mandato anterior, de Contabilidade. A iniciativa abilística nas Unidades Públi-
presidente, um cargo empresarial sofreu uma «rees- o presidente da associação tem início pelas 9 horas e vai cas Prestadoras de Cuidados
que ocupa há seis truturação muito grande» nos empresarial admite que «foi versar, entre outras temáti- de Saúde” e “Contabilidade
anos, e concorre últimos anos que agora é preciso difícil, mas positivo»: «O NERGA cas, sobre “Sistema de Nor- Pública: Perspetiva da OCC”.
com José Prata (em solidificar: «Estamos cada vez ultrapassa as fronteiras e está
representação da mais virados para os associados fora da caixa», afirma, revelando MANTEIGAS
Matos & Prata) e e para dentro», assegura o res- que tem «representatividade» Liga realiza rastreio de cancro da mama
Nuno Henriques (Sr. ponsável, adiantando ter havido a nível nacional. «Isso tem-nos DR

Brinquedo) como uma «preparação técnica» para permitido estar no terreno O Núcleo Regional do Cen-
vice-presidentes. «começarmos a receber empresas e representar muito bem os tro da Liga Portuguesa Contra
À Assembleia- mais pequenas». nossos associados», sustenta o o Cancro está a promover um
Geral candidata-se A terminar o segundo man- responsável, alertando que «a rastreio de cancro mama em
Fernando Santos, dato de três anos, o presidente verdadeira dimensão do NERGA Manteigas até ao início de
em representação da direção assume como prin- é bastante maior do que aquilo maio.
da Coficab, e Nuno cipais projetos para o próximo que transmitimos ao público». A instituição apela à par-
Ferreira (PABI) ao triénio a formação/ação e a pro- A nível financeiro, «passamos ticipação das mulheres com
Conselho Fiscal. teção de dados, «que será um por um quadro comunitário di- idade compreendida entre
grande desafio». «Dentro de 15 fícil», reconhece Pedro Tavares, os 50 e 69 anos, sendo que a
Continuar o trabalho desen- dias vamos começar a visitar os lembrando que foi feita uma Unidade Móvel de Mamografia
volvido nos últimos mandatos é nossos associados para podermos reestruturação que «custou Digital está estacionada junto
o principal motivo para Pedro resolver esse problema», antecipa muito dinheiro». Contudo, «nes- ao mercado municipal da vila da desatualização dos dados
Tavares se recandidatar à presi- Pedro Tavares, acrescentando te momento a parte económica serrana. O serviço funciona de de morada nos registos dos
dência do NERGA – Associação que há «outros projetos» para está controlada e é sustentável», segunda a quinta-feira, das 9 Centros de Saúde. O exame
Empresarial da Região da Guar- o futuro. Ainda assim, o NERGA garante o presidente. Atualmen- horas às 12h30 e das 13h30 mamográfico deve ser repe-
da, cujas eleições decorrem na enfrenta algumas dificuldades, te, a associação tem cerca de 175 às 17 horas, e à sexta-feira, tido de dois em dois anos de
terça-feira. O dirigente espera como «estarmos no interior, com associados, mas Pedro Tavares das 9 horas às 12h30 e das forma a garantir uma preven-
«um grande apoio» dos asso- todas as inerências que isso nos está confiante que esse número 13h30 às 16h30. As mulheres ção eficaz. Para marcações ou
ciados, ressalvando que «toda traz» e o «arranque tardio» do venha a «aumentar muito». com inscrição atualizada no informações adicionais, deve
a direção e órgãos sociais estão quadro comunitário. «Tivemos Quanto à lista, «além da compe- Centro de Saúde recebem uma contactar-se o Centro de Coor-
por amor à camisola». muitos problemas, mais do que tência das pessoas, tentámos ter carta-convite com a indicação denação do Rastreio através do
Ainda assim, o empresário pensávamos, a nível de candida- uma maior abrangência possível da data e hora de realização do telefone 239 487 495/6 ou do
revela a O INTERIOR que «já são turas de empresas que não fo- a nível do território e da área de exame. Segundo a Liga, muitas email rcmama.nrc@ligacon-
muitos anos» e este talvez seja o ram aprovadas», lamenta Pedro negócio», considera o dirigente. faltas ao rastreio decorrem tracancro.pt.
8• • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

TEIXOSO
Agrupamento de
Escolas organiza
Dos teares da UBI para
a semana da moda
atividades sobre
as diferenças
O Agrupamento de Escolas
DR
do Teixoso (Covilhã) realiza

de Berlim
amanhã várias atividades para
destacar as diferenças.
Das 8h30 às 13h30 será
apresentado aos alunos da
Unidade de Apoio à Educação
de Alunos com Multideficiência Ana Eugénia Inácio
o projeto “W-Slalom em cadeiras
de rodas”, pela PCAND - Paralisia
Cerebral Associação Nacional A moda aliou-se à
de Desporto. Estarão presentes sustentabilidade e
vários atletas, nomeadamente nasceu a Näz, que
Nelson Fernandes, Catarina promete «roupa a
Oliveira e Roberto de Sousa, um preço justo». A
que vão apresentar também marca criada pela
o projeto “Segue o teu Sonho” jovem designer
aos alunos da Escola Básica nº Cristiana Costa já
2 do Teixoso. Durante a tarde, galgou fronteiras e
a biblioteca escolar “Lucinda conquistou fãs pela
Pires” recebe a ação de forma- Europa. 
ção “Desporto Sobre Rodas”,  
dinamizada pelas formadoras Não é necessário recuar mui-
da PCAND Ana Barradas e Ana to no tempo para se chegar ao
Nunes, destinada a professores, início da aventura de Cristiana. O
técnicos desportivos, técnicos projeto começou há cerca de dois
municipais, voluntários e ou- anos, durante o mestrado em De-
tros. Segundo o agrupamento, sign de Moda na Universidade da
Cristiana mostrou que é possível «criar vestuário sustentável e acessível para as pessoas, reduzindo ao máximo os custos da produção»
o objetivo é «promover o co- Beira Interior. A estudante conta
nhecimento, a experimentação que na altura não tinha tempo a sua pegada ambiental, se faz abrindo. A roupa da Näz tem da sua roupa estar já em várias
das modalidades de slalom em para um “part-time” e, aprovei- ou não sentido».  Com apenas etiqueta cem por cento nacional lojas de Lisboa, Aveiro, Lagos
cadeiras de rodas e tricicleta e tando os contactos que já tinha 23 anos, Cristiana mostrou que e é sobretudo com a indústria do e brevemente em Chaves, a
diversificar as oportunidades de de um projeto anterior, decidiu é possível «criar  vestuário sus- Norte que trabalha. É onde vai Europa não resistiu ao seu tra-
participação desportiva para as lançar-se em nome próprio, pois tentável e acessível para as pes- estar nos próximos dias a escol- balho e hoje está também em
pessoas com paralisia cerebral «podia trabalhar à noite, ao meu soas, reduzindo ao máximo os her os tecidos da nova coleção. vários países como na Bélgica,
e outra deficiências motoras». ritmo e fazer coisas com que me custos da produção». Em vez Mas o trabalho de Cristiana Holanda, Áustria. É na Semana
O dia termina com um jantar identificasse». de diminuir os ordenados das também é feito com a ajuda de da Moda de Berlim que tem
às escuras, dinamizado pelos Nessa altura Cristiana Costa pessoas, «como muitas marcas indústrias da região, como «a aproveitado para divulgar a
grupos de Educação Especial já tinha tudo bem definido e sabia fazem», o que a Näz faz é «trabal- Penteadora, para desenvolver marca e, em julho, vai marcar de
e Educação Musical do agru- que a indústria do vestuário é a har com tamanhos mais únicos, tecidos reciclados, a J. Gomes novo presença para a apresentar
pamento. segunda mais poluente do mundo diminuir as costuras, ou minimi- na reciclagem têxtil, a A. Sa- a coleção de Inverno. Por agora
e que ainda hoje está muitas vezes zar a modelagem e desse modo raiva, onde fazemos tecido, e na na Covilhã ainda não tem loja,
GUARDA ligada à exploração de pessoas. tentamos rentabilizar a produção Alçada e Pereira para fazer os mas têm um “showroom” no ate-
«Ficava um bocado chocada, para termos preços mais aces- acabamentos», adianta. Sendo lier e loja online no site da Näz.
Casa de Saúde não faz sentido explorar pessoas síveis». Um projeto que começou a Covilhã uma cidade ligada à Quanto ao futuro da marca,
Bento Menni para produzir roupa», afirma. tímido, entre quatro paredes, indústria da lã, a criadora não Cristiana prefere levar um dia
celebra dia do Além disso, qualquer roupa que mas que depressa conquistou o quis desperdiçar essa tradição e de cada vez, mas tem vários
procurasse «que fosse justa como interesse do público em feiras em acredita que «a lã reciclada pode objetivos a alcançar. A coleção
patrono com poesia consumidora», ou era um estilo Lisboa. Com o tempo, Cristiana ser uma boa solução ao negócio de Verão já tem 850 peças e
O caderno de poesia “Um no qual não se enquadrava, ou Costa foi-se apercebendo que da lã que hoje está mais fraco. nas próximas coleções quer
Silêncio Cheio de Rosas”, de Ma- era já dentro do setor de luxo. Este «as pessoas procuravam produ- Mas ainda estamos a testar». introduzir «detalhes de luxo».
ria de Lurdes Ribeiro, é apresen- foi o ponto de partida para o seu tos assim». Os consumidores Hoje, com o seu próprio A marca está direccionada para
tado terça-feira (18 horas) na negócio: «O que tentei criar foi começavam a surgir e foi aí que atelier no Parkurbis, no Parque o público feminino, mas pensa
Biblioteca Municipal Eduardo algo no meio porque acreditava decidiu «maturar a marca». Nesta Industrial do Tortosendo, é lá chegar ao público masculino
Lourenço, na Guarda. que era possível fazer vestuário fase as aulas de mestrado terão que são produzidas a maioria e crianças. Atualmente está
A publicação inicia uma sem estar a explorar as pessoas», sido fundamentais, pois, além de das suas peças, bem como o também a trabalhar com outras
coleção de cadernos de poesia e recorda. A parte “social” tornava- trabalhar no Departamento Têxtil desenho e a modelagem, que empresas a produção de malhas
nasce no âmbito do projeto socio- se assim a grande inspiração da da UBI, aproveitou os trabalhos são feitos por si e por uma fun- orgânicas, explicando que não
educativo “Oficina da Escrita” da designer, que não demorou muito da cadeira para esta fase inicial, cionária, Raquel. No entanto, se limitam apenas a escolher,
Casa de Saúde Bento Menni, com a encontrar-se com o lado ecológi- desenvolvendo o “branding” da só tem capacidade de produzir «queremos fazer um trabalho
o apoio da Câmara da Guarda. A co e da reciclagem, que chegou marca e o logótipo. abaixo das 60 peças, «acima melhor». Um dia Cristiana Costa
autora foi professora de História «mais por arrasto». «Inicialmente disso trabalhamos com duas gostava de montar a sua própria
durante 17 anos. A sessão acon- começámos por trabalhar com os Roupa 100 por cento confeções familiares, em Bar- confecção, «mas para já é impos-
tece no âmbito das celebrações desperdícios da indústria, muito portuguesa celos e Leiria, nas quais confia- sível tendo em conta as quanti-
do Dia do Patrono da instituição mais por necessidade, porque não mos», sublinha a designer. Mas dades que produzimos».
e fundador da Congregação das tínhamos mínimos para grandes Criada a marca, a jovem em- Cristiana revela que gostava de Se esse passo será dado na
Irmãs Hospitaleiras do Sagrado encomendas de tecidos», lembra, presária decidiu «tentar a 100 fazer toda a produção na região, Covilhã é outra questão a que a
Coração de Jesus, S. Bento Menni. acrescentando que depois se por cento» e dois anos depois só que as empresas que existem designer não sabe responder:
A efeméride será assinalada com apercebeu do «quão ecológico era a Näz já chega a vários países. não fazem o mesmo trabalho «É muito difícil estar cá, pelos
almoço convívio de colaborado- aproveitar tecidos que provavel- Para trás ficaram as dificuldades e «é um investimento muito custos de contexto. Tenho de
res, voluntários e irmãs e a ativi- mente iriam para o lixo». iniciais de quem comprava ap- grande» ter mais pessoas e má- me descolar constantemente e
dade “Ringue da Hospitalidade”, Esta passou a ser uma nova enas 20 ou 30 metros de tecido quinas consigo. o valor das portagens é muito
uma dinâmica que envolve equi- preocupação nas suas criações, a grandes empresas. Hoje essas Quando a marca nasceu, elevado. Não temos aqui o con-
pas de colaboradores na defesa pois sempre que adiciona algo fábricas confiam no trabalho de Cristiana mal podia imaginar sumidor final e torna-se difícil»,
dos valores institucionais. novo à coleção, pensa «qual é Cristiana e as portas foram-se o sucesso que iria fazer. Além lamenta.
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • •9

Tiago Gonçalves TRANCOSO


João Carvalho vence concelhia
eleito por onze votos do PSD DR

A comissão política conce-


lhia do PSD de Trancoso foi a

no PSD da Guarda
votos no passado sábado e João
Carvalho (lista B), com 69 vo-
tos, levou a melhor sobre Cris-
LM tóvão Santos, da lista A, que
obteve 45 votos. Registaram-se
ainda dois votos nulos. Num
universo de 181 militantes
em condições de votar, 116 objetivos da concelhia passam
marcaram presença nas urnas. por «unir, reconstruir o partido
Para o candidato vencedor, e devolvê-lo aos militantes».
esta vitória traduz «uma boa A união do partido é um
vontade de unir». Recordando objetivo partilhado por Cris-
as duas derrotas do partido tóvão Santos, que garante que
nas últimas autárquicas, João «não deixei de ser militante
Carvalhos disse acreditar por ter perdido e cabe a todos
que os militantes escolhe- ajudar». Nesse sentido, estará
ram «uma mudança na li- disponível «sempre que o par-
nha estratégica». E classifica tido solicitar», mas espera o
o projeto que lidera como vencedor «saiba trabalhar em
«o mais envolvente e mais conjunto, porque é o melhor
abrangente», acrescentando para o partido e sobretudo
que acredita que vai ser «ca- para o concelho». Na lista
paz de reconquistar a socie- com João Carvalho estavam
dade civil e tornar de novo o José Paulo Sarmento em se-
Tiago Gonçalves quer envolver alguns elementos da lista de Júlio Santos no futuro gabinete de estudos da secção guardense partido a maior força política gundo lugar e João Batista em
do concelho». Quanto a uma terceiro. O histórico social-
Luis Martins plenário, a que concorrem Alfredo está «disponível para isso», sendo eventual candidatura à Câma- democrata Júlio Sarmento,
Freire, afeto à lista vencedora, e que essa aproximação tem que ser ra, o social-democrata afirma antigo presidente da Câmara
António Júlio Aguiar, apoiante de feita «através do diálogo». Por sua que isso, «por agora, está e ex-líder da Distrital, foi eleito
Militantes vão ter que Júlio Santos. vez, Tiago Gonçalves afirmou que fora de qualquer hipótese». O vice-presidente da mesa da As-
regressar às urnas, Para a secção, o diretor de «estamos naturalmente muito líder recém-eleito justifica que sembleia, que é presidida por
em data a anunciar, campanha de Álvaro Amaro nas satisfeitos porque conquistámos «falta ainda muito tempo» e os António Fonseca Leal.
para desfazer o últimas autárquicas obteve 183 o nosso objetivo, acrescentando
empate a 177 votos votos, enquanto o presidente que quer promover a união do
registado para a mesa cessante da mesa do plenário con- PSD da Guarda e envolver os JSD
do plenário, a que
concorrem Alfredo
seguiu 172. Houve ainda 20 votos
nulos e dez brancos, numa eleição
militantes na discussão política
do partido. Três militantes da Guarda
Freire e António Júlio
Aguiar.
em que participaram 385 dos 526
militantes em condições de votar.
«Uma das formas de promo-
ver essa união é o gabinete de es-
nos órgãos nacionais DR
Em declarações aos jornalistas, tudos que queremos criar refletir
Aos 34 anos, Tiago Gonçal- Júlio Santos admitiu que foi por a diversidade destas eleições e
ves chega à liderança do PSD da pouco que não venceu: «Foi um envolver também vários militan-
Guarda. No sábado o advogado resultado aguerrido, foi quase tes que estiveram na lista de Júlio
e deputado municipal venceu as “fifty-fifty” com perto de metade Santos», adiantou, reiterando que
eleições para a comissão política dos votantes a apostarem no meu essa «é uma possibilidade», até
concelhia com onze votos de dife- projeto, mas foi o resultado que porque «há gente de muito valor
rença sobre Júlio Santos. Contudo, os militantes propiciaram e que na lista adversária». O novo líder
os militantes vão ter que regres- aceitamos», disse. O candidato considerou também que o «resul-
sar às urnas, em data a anunciar, derrotado espera agora que o tado equilibrado» desta eleição
para desfazer o empate a 177 vencedor dê «os passos para a revela que houve duas listas «mui-
votos registado para a mesa do união» do partido e declarou que to ativas e muito empenhadas» e
que agora é preciso «um esforço
Primeira reunião da comissão política de união e é isso que vamos fazer,
tal como estava no nosso progra-
no Marmeleiro ma eleitoral». Tiago Gonçalves es-
pera igualmente que os militantes
Tiago Gonçalves revelou que a primeira reunião de concelhia «correspondam» quando lhes for
será feita no Marmeleiro para «ajudar a resolver o problema» que se pedido para darem «o seu me-
vive naquela freguesia (ver pág. 6). «É um assunto que vai merecer lhor» pelo partido na Guarda. O
o nosso maior empenho», prometeu. Já para a Distrital, cujas elei- sucessor de Luís Aragão, que não
ções ainda não estão marcadas, Tiago Gonçalves anunciou que dará A Comissão Política Na- por 18 delegados e 16 obser-
se recandidatou, sublinhou ainda
liberdade de voto: «Oportunamente apoiarei um dos candidatos, mas cional da JSD foi a eleições e a vadores. Houve lugar para
que será «em prol e em total so-
sempre enquanto militante e nunca como presidente da concelhia, Guarda garantiu a nomeação debate e exposição de moções,
lidariedade com todos os órgãos
estrutura que nunca tomará posição qualquer candidato. Isso será de três delegados. Luís Soares tendo as da Guarda sido apre-
autárquicos eleitos que iremos
para os militantes individualmente», afirmou. Aumentar o número (Manteigas) e Afonso Leitão sentadas por Fernando Melo,
trabalhar» e revelou que a con-
de militantes, descentralizar as reuniões do plenário e da comissão (Seia) foram eleitos para o presidente da Distrital, sob o
celhia está preparada para lidar
política, organizar a «grande» convenção autárquica do PSD e criar Conselho Nacional, e Daniela título “Coesão Territorial: O
com a eventual saída antecipada
um gabinete de estudos para «projetar a Guarda de 2030», mas Oliveira (Gouveia) foi eleita Desafio da Nossa Geração”, e
de Álvaro Amaro da Câmara. No
também reunir com as concelhias sociais-democratas da Covilhã e para o Conselho de Jurisdição Gonçalo Bento, coordenador
entanto, o líder social-democrata
Fundão para «lutar por políticas diferenciadoras» para a região, são Nacional. para o Ensino Superior, que
considerou que, «para a Guarda,
algumas das propostas de Tiago Gonçalves. Além do presidente fo- No XXV Congresso Na- apresentou a “Moção de Ação
é importante que Álvaro Amaro
ram eleitos para a comissão política concelhia Cecília Amaro e Pedro cional JSD, que decorreu no para o Ensino Superior” de Ri-
se mantenha o máximo de tempo
Nobre (vice-presidentes), António Mendes (secretário-geral), Luís passado fim-de-semana em cardo Morgado, ex-presidente
possível na execução do programa
Baía, Luís Fernandes, Afonso Proença, António Venâncio Gonçalves, Póvoa do Varzim, a Distrital da JSD Distrital da Guarda.
que propôs aos guardenses e que
Paula Ribas, entre outros. da Guarda fez-se representar Ambas foram aprovadas.
tem a obrigação de executar».
10 • • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

Centenas protestaram contra


as portagens na A23 DR
Ana Eugénia Inácio As portagens chegaram
às auto-estradas da região em
dezembro de 2011 e após várias
A EN18 foi o placo, na contestações a esperança é ago-
sexta-feira, de mais ra depositada no Orçamento do
um protesto para a Estado para 2019. A Plataforma
reposição das SCUT de Entendimento espera que o
na Autoestrada da Governo dê «indicações claras
Beira Interior, entre de que vai fazer a reposição das
a Guarda e Torres Scut, ainda que de forma plane-
Novas. Nova ação ada e faseada no tempo». Para
está agendada para Marco Gabriel, da Comissão de
26 de maio, junto à Utentes da A23 só assim poderá
residência oficial do ter fim «aquilo que hoje é um
primeiro-ministro. fator de retrocesso do interior» e
ser reposto «aquilo que pode ser
Em marcha lenta e em dire- um fator de desenvolvimento».
ção à rotunda da Lardosa, desde Acusado de tratar a questão «de
a Covilhã e Castelo Branco, foi forma passiva e pouco transpa-
assim que cerca de três centenas rente», o Governo de António Cos-
de pessoas protestaram ruido- ta ficou avisado da intensificação
samente na tarde de sexta-feira de «uma luta» que não vai parar.
contra as portagens na A23. Os A próxima ação está programada
manifestantes levaram também para Lisboa, num protesto junto
cartazes com recados ao Gover- à residência oficial do primeiro-
no, como «Portagens ou empre- ministro agendado para 26 de
Protestantes concentraram-se junto à sede da concessionária da A23, no nó da Lardosa
sas», «Senhor primeiro-ministro maio. Está ainda prevista uma
oiça o Interior» ou «Portagens União dos Sindicatos de Castelo interior», sublinhou Luís Garra. portagens, também trocaram marcha lenta pela EN16 contra
ou vidas?». Branco (USCB). «Gostam muito Quanto aos efeitos da ação, portagens por vidas humanas». as portagens na A25, em data a
No protesto que culminou de portagens quando há elei- o sindicalista disse esperar que Segundo o empresário, a região anunciar brevemente.
junto à sede da concessionária ções. Mas esperamos que nos o Governo «não seja surdo a este vive «no limiar da subsistência», A Plataforma de Entendi-
da A23, no nó da Lardosa, a Pla- facultem os autocarros quando protesto», pois as portagens são acusando o Estado de ser «homi- mento pela Reposição das SCUT’s
taforma de Entendimento pela formos a Lisboa. É o mínimo responsáveis «pelas assimetrias cida e anti económico». A abolição na A23 e A25 junta a Associa-
Reposição das SCUT na A23 e que podem fazer», afirmou o regionais» e provocaram «o total das portagens na A23 e A25 ção Empresarial da Beira Baixa
na A25 conseguiu reunir cerca dirigente, que personalizou a re- aumento das insolvências, do é a meta do movimento, cujos di- (AEBB), Associação de Empresá-
de três centenas de pessoas, provação ao referir-se a Álvaro desemprego e da sinistralidade namizadores admitem que tal não rios p’la Subsistência do Interior, a
entre empresários, sindicalistas Amaro. «Disse que as portagens nas estradas nacionais». Um seja possível no imediato: «Mas Associação Empresarial da Região
e utentes em geral. Faltaram, devem continuar e, quando ponto também focado por Luís queremos que o Governo enve- da Guarda (NERGA), as Uniões de
no entanto, os autarcas. Uma muito, reduzir. As palavras de Veiga, do Movimento dos Em- rede por uma redução gradual, a Sindicatos da Guarda e Castelo
ausência que mereceu críticas Álvaro Amaro não são dignas presários pela Subsistência do médio prazo, até à abolição total», Branco e as comissões de utentes
por parte de Luís Garra, da de um presidente de Câmara do Interior, para quem, «ao colocar sustentou Luís Veiga. da A23 e A25.

INCÊNDIOS GOUVEIA
Apoios para uso de cabras e ovelhas Casas sustentáveis de baixo
na prevenção publicados custo substituem edifícios
O Governo publicou na
terça-feira um despacho que
ção nos restantes anos, a que
acresce 20 euros por hectare no
de intervenção territorial, no-
meadamente no âmbito da pas-
devolutos
Casas sustentáveis de dar lugar «a residências de
estabelece os apoios e os lim- ano da instalação da pastagem, torícia, da gestão cinegética, da
baixo custo vão substituir elevadíssimo desempenho
ites à utilização do pastoreio quando tal se verifique. Segundo produção e colheita de produtos
edifícios devolutos do cen- energético, com custos de
de cabras e ovelhas na redução o documento, a área máxima por silvestres, da resinagem ou de
tro histórico de Gouveia, no construção controlados e
de combustíveis em zonas pri- candidatura é de 1.000 hectares outras que sejam identificadas. As
âmbito de um projeto que arrendamento acessível».
oritárias, numa medida que com um limite anual de apoio de áreas de intervenção prioritária
envolve a Universidade de Numa primeira fase serão
pretende prevenir incêndios. 200 hectares de área em início identificadas no Plano Nacional
Coimbra e o município da construídas casas-piloto
«Este incentivo visa pro- de pastoreamento. De acordo de Gestão de Combustíveis para
“cidade-jardim”. para demonstrar a viabilida-
mover a utilização de pequenos com o diploma do Ministério implementação do pastoreio
O SENZEB (Serra da Es- de dos objetivos anunciados.
ruminantes (ovinos e caprinos) da Agricultura, o valor do apoio extensivo foram definidas pelo
trela nearly zero-energy buil- Segundo o Departamento de
em regime de pastoreio ex- financeiro anual, através do Fun- Instituto da Conservação da Na-
dings) é hoje apresentado na Arquitetura da Universida-
tensivo, podendo ser comple- do Florestal Permanente (FFP), tureza e das Florestas (ICNF).
reitoria da Universidade de de de Coimbra, o SENZEB
mentado por efetivo de outras é estabelecido em função da «A componente de integração da
Coimbra. Segundo os promo- prevê estimular a fixação
espécies, como instrumento de área de intervenção prioritária atividade da pastorícia como um
tores, o objetivo do projeto é de população nos centros
gestão de combustíveis numa submetida ao pastoreio e em serviço de ecossistema permite
«promover a construção e a urbanos e surgiu no âmbito
ótica de Defesa da Floresta Con- função do fitovolume observado manter os níveis de carga de
reabilitação urbana ecoefi- da Diretiva Europeia sobre
tra Incêndios, nomeadamente após um ano de pastoreio. combustível de modo a reduzir
ciente, demonstrando como o Desempenho Energético
ao nível da rede primária», lê-se A medida decorre da res- os custos de manutenção das re-
é possível construir edifícios dos Edifícios que obriga a
no despacho. O apoio financeiro olução do Conselho de Ministros des de Defesa da Floresta contra
de habitação energeticamen- que, a partir de 2020, todos
é de 120 euros por hectare de de 27 de outubro, que aprovou al- Incêndios, sendo um elemento
te eficientes a custos acessí- os edifícios novos cumpram
pastoreio no ano de início de terações na prevenção e combate estruturante no referido plano», é
veis». Nesse sentido, edifícios uma ambiciosa meta de efi-
pastoreamento e 25 euros por a incêndios florestais, entre os realçado no despacho, que produz
devolutos de Gouveia vão ciência energética.
hectare na área de manuten- quais a promoção de programas efeitos desde 19 de fevereiro.
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • • 11

PUB

MAIS BENEFÍCIOS | MAIS REGALIAS | MAIS SERVIÇOS


De forma a estar mais próximo dos seus associados e das empresas da Região, o NERGA lançou o NOVO CARTÃO
CARTÃ
T O DE ASSOCIADO,

criou o MANUAL DO EMPRESÁRIO e reformulou o GABINETE DE APOIO EMPRESARIAL.

CARTÃO NERGA
A par�r do m�s de abril, o NERGA oferece mais regalias e bene�cios
aos seus associados e respe�vos colaboradores.

O NERGA apresentou, no passado dia 5 de abril, o Cartão NERGA, que


tem como grande obje�vo a atribuição de bene�cios, descontos e
vantagens, em áreas de atuação consideradas prioritárias, tendo como
des�natários os seus associados e colaboradores.
A rede protocolada conta já com 24 parceiros sendo que qualquer
empresa/associado pode pertencer a esta rede.

MANUAL DO EMPRESÁRIO
Instrumento facilitador para o dia a dia das Empresas

De forma a melhorar a prestação dos serviços junto das empresas, o


NERGA, apresenta aos seus Associados o “Manual do Empresário”, um
instrumento facilitador no processo de acolhimento e integração de novos
Associados. Pretende-se com este Manual não só dar a conhecer, aos mais
variados níveis, os serviços e as competências da Associação e sua estrutura
En�dades Protocoladas organizacional, como também informar sobre as obrigações gerais que os
empresários têm de obedecer aquando da abertura de um negócio.
MAPFRE Seguros | AUDIOMED, Lda | Casas do Juízo | Casimiro & Coelho,
Lda | CEDIR - Centro Diagnós�co Raios-X | Colégio de Línguas – Egitaneo,
Lda | Covipneus, Lda | CP - Comboios de Portugal | Eduardo Mouta - Seguro GABINETE APOIO EMPRESARIAL
de Credito | Egirecicla | Ergovisão | Farmácia da Sé e Teixeira - Guarda | Galp Mais serviços, Mais próximo das Empresas
| Gefguarda, Lda | LIN Lavandaria | MAGNEDIR - Centro Diagnós�co pela
Imagem | Natura IMB Hoteis | �p�ca da Estação, Lda | �p�cas Lince, SA | Com o aumento dos Associados na área do Comércio e Serviços, verificou-se
Piscinas Municipais | Refima | Restaurante Colmeia | Reves�mentos uma necessidade de Reformular o Gabinete de Apoio Empresarial de forma
Figueiredo | RM 2� - Design e Mul�média, Lda
a prestar um apoio mais personalizado junto dos empresários deste setor,
pelo que o NERGA associou-se recentemente à Confederação do Comércio
e Serviços de Portugal, estando neste momento preparado para
DESCUBRA AS VANTAGENS ATRAVÉS DA
acompanhar todo e qualquer empresário da nossa região.
LEITURA DO QR CODE OU EM
WWW.NERGA.PT
Serviços
Acesso privilegiado a informação
* Newsle�er diária com o resumo das principais no�cias do dia;
SEJA ASSOCIADO DO NERGA * Newsle�er mensal com o calendário fiscal;
* Comunicados regulares com informações per�nentes para as
empresas;
* Bole�m informa�vo contendo informação ��l aos desenvolvimento da
sua a�vidade empresarial (ex: legislação nacional e comunitária,
informações económico-financeiras, fiscais, laborais, eventos e toda a
Bene�cios e Acesso Descontos para a�vidade do NERGA)
regalias nos privilegiado a Associados e seus Beneficio Direito aos Colaboradores dos Associados ‐ CARTÃO NERGA
serviços e e informação e Colaboradores Assessoria Jurídica gratuita para os Associados
a�vidades Assessoria junto de Empresas Livros de Reclamações
Jurídica e en�dades Disponibilização gratuita dos dís�cos obrigatórios
prestadas
parceiras Privilegio na u�lização dos espaços do NERGA
pelo NERGA gratuita
Apoio à criação e/ou desenvolvimento da sua empresa
Realização de candidaturas

NERGA | Parque Industrial, Lote 37, 6300 - 625 Guarda | 271 205 420 | www.nerga.pt | nerga@nerga.pt
12 • • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO PATRIMÓNIO

Vídeo participativo apresentado


no sábado Aldeias Históricas em
festa até dezembro
A Plataforma de Ciência Aberta, instalada em Barca
Aberta vai lançar no sábado, d´Alva. Entretanto, a exposição
em Figueira de Castelo Rodri- multimédia “Conversas com o
go, o vídeo participativo que Planeta Terra: Comunidades DR

passará a integrar a exposição Locais e Alterações Climáticas”,


internacional “Conversas com apresentada pela primeira vez
o Planeta Terra: Comunidades em Portugal e com entrada
Locais e Alterações Climáticas”. gratuita, continua patente até
O trabalho sobre o impac- agosto na sede da Plataforma.
to dos incêndios a nível regio- A mostra inclui reportagens,
nal será apresentado pelas 18 retratos, entrevistas na primei-
horas, no auditório do Pavilhão ra pessoa e vídeos participati-
Municipal dos Desportos. O vos que chamam a atenção do
vídeo participativo resultou de público para a problemática
um “workshop” que terminou das alterações climáticas. A
no domingo, promovido pela Plataforma de Ciência Aberta é
organização de desenvolvi- um projeto que envolve o mu-
mento comunitário britânica nicípio de Figueira de Castelo
InsightShare em colaboração Rodrigo e a Universidade de
com a Plataforma de Ciência Leiden (Holanda).

ASAE
Falso queijo DOP “Serra da Estrela”
apreendido no Porto
A Autoridade de Segu- de produtos tradicionais do
rança Alimentar e Económica Porto que tinha comprado os
(ASAE) apreendeu 1.612 ró- queijos de ovelha numa fábrica
tulos e cerca de 50 quilos de da zona Centro e substituiu os
queijo, no valor de 1.200 euros, rótulos de origem por outros,
de ovelha por usurpação da fazendo constar que a sua ori- As doze Aldeias Históricas com a participação ativa da No Piódão, a animação tem
Denominação de Origem Pro- gem seria “Serra da Estrela”. «No vão ter animação entre abril comunidade em que aconte- por tema central a “Estrada
tegida (DOP) “Serra da Estrela”. estabelecimento foram apreen- e dezembro com um ciclo de ce, em estreita colaboração Real: A Longa Caminhada”. O
Segundo a ASAE, a apre- didos 500 rótulos de queijo da eventos promovido pela As- com artistas profissionais», ciclo prossegue em Almeida
ensão deveu-se à utilização do serra que seriam colocados nas sociação de Desenvolvimento adianta a organização. Nestes (18 e 19 de maio), Sortelha (1 e
nome “Serra da Estrela” «em próximas unidades», adianta Turístico Aldeias Históricas eventos os participantes serão 2 de junho), Linhares da Beira
queijos cuja produção não reu- um comunicado da ASAE, que de Portugal. convidados a serem residentes (13 a 15 de julho), Marialva (20
nia os requisitos necessários acrescenta que a mesma fábrica Denominado “12 em Rede temporários, sendo também e 22 de julho), Castelo Novo
para essa certificação, quanto à produzia queijos para um grupo - Aldeias em Festa”, o projeto realçada a especificidade dos (27 a 29 de julho), Castelo Ro-
origem da matéria-prima utili- de restaurantes em Lisboa, cujos promete música, gastronomia, produtos distintivos de cada drigo (31 de agosto e 1 de se-
zada». Os produtos foram con- rótulos ostentavam a denomina- animação de rua, História e aldeias. Tal como no ano pas- tembro), Castelo Mendo (14 e
fiscados num estabelecimento ção protegida. estórias, oficinas e muita festa. sado, cada festa vai inspirar-se 15 de setembro), Trancoso (5 a
O programa de cada localidade, numa personagem, lenda ou 7 de outubro), Idanha-a-Velha
que começa este fim-de-sema- conto tradicional, aconteci- (1 e 4 de novembro), Mon-
FUNDÃO na no Piódão, tem a duração mento histórico ou elemento santo (9 e 11 de novembro) e
Meio milhão de euros para requalificar mínima de dois dias e «contará patrimonial. Belmonte (7 a 9 de dezembro).

posto da GNR
O imóvel onde
DR SEIA
está instalado o
Destacamento Ter-
ritorial da GNR do
Concelho vai integrar rede
Fundão vai ser re-
qualificado, numa
intervenção orçada
nacional de turismo industrial
O município de Seia é uma da Madeira será coordenador colaboração dos Curtumes
em cerca de 500 mil das 16 entidades que vão ini- do grupo de trabalho que fará Fabrício, da Lacticínios Correia
euros. ciar o processo de constituição o levantamento das necessi- & Barreiras, da Mesclalva e das
As obras resul- mentos das Forças e Serviços de uma rede nacional oficial de dades para criação formal da Malhas Pinto Lucas. O percurso
tam de um protocolo assinado de Segurança elaborada pelo turismo industrial para desen- Rede Portuguesa de Turismo deverá também incluir o Castro
na quinta-feira, em Lisboa, en- Ministério da Administração volvimento integrado do setor. Industrial». Entretanto, serão de São Romão, cuja valorização
tre o Governo e a Câmara, que Interna (MAI). A iniciativa foi divulgada promovidas diversas iniciati- foi protocolada entre a Câmara,
prevê que a autarquia elabore A intervenção destina-se no IIº Encontro de Turismo vas que promovam e apoiem a a União das Freguesias de Seia,
o projeto de execução, tendo a «modernizar as instalações Industrial, realizado recente- criação de projetos de Turismo São Romão e Lapa dos Dinhei-
por base o programa funcional da GNR do Fundão, permitindo mente em São João da Madeira. Industrial, que demonstrem ros, a arqueóloga Rita Saraiva
estabelecido. Será também a melhoria e maior eficiência O projeto inclui instituições ser «relevantes para a oferta e Joaquim Camello, proprie-
responsável pela abertura do do desempenho policial, tendo como as que representam a turística nacional». tário do terreno onde se situa
respetivo concurso público, o em vista garantir a segurança e Rota da Filigrana de Gondomar, Em Seia, o município e este povoado descoberto por
que deverá acontecer até final tranquilidade dos munícipes», a Rota do Têxtil de Famali- quatro empresas de setores Martins Sarmento aquando da
do ano. «O valor mínimo de refere o município. Segundo o cão, a Rota da Eletricidade tradicionais juntaram-se em expedição científica à Serra
investimento será de 500 mil MAI, a Lei de Programação e In- de Seia, a Rota do Mármore abril de 2016 para criar a da Estrela, em 1881. Trata-se
euros, reembolsado na totali- fraestruturas tem 2,7 milhões de de Anticlinal de Estremoz, os Rota da Eletricidade e dar a de um castro característico do
dade ao município, que será o euros para a requalificação dos Circuitos do Setor Vidreiro conhecer o património indus- Bronze Final na zona centro
dono da obra», adianta a autar- postos da GNR de Alpedrinha, da Marinha Grande e a futura trial do concelho. O objetivo é do país, «com um inegável
quia em comunicado. A verba Paul, Silvares, Tortosendo e Rota do Móvel de Paços de disponibilizar um itinerário valor histórico e arqueológico
sairá da Lei de Programação Vila Velha de Ródão, todos no Ferreira. Segundo os promo- turístico-cultural que conta, reconhecido pela comunidade
de Infraestruturas e Equipa- distrito de Castelo Branco. tores, a Câmara de São João numa primeira fase, com a científica», refere a autarquia.
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • • 13

VILA NOVA DE FOZ CÔA


Festival de poesia e música a partir
de segunda-feira
Américo Rodrigues
Encontros com escritores e
atores na escola, apresentação
de obras, recitais de música,
Raquel Patriarca, Rui Fonseca
e Zetho Cunha Gonçalves. Mas
também alunos e professores
edita novo livro
para crianças
sessões de leitura de romances do ensino secundário. Haverá
e poemas, são algumas das atividades em Almendra, no
iniciativas previstas no Festival cais fluvial do Pocinho e no
de Poesia e Música que decorre Centro Cultural de Vila Nova
entre segunda e quarta-feira, em de Foz Côa. Na quarta-feira
Vila Nova de Foz Côa. há um concerto-leitura para Miguel Ângelo Matos, Fábio Alves e Diogo Fernandes, alunos da Santa
A organização é da autar- comemorar o 25 de abril com Clara, vão apresentar “A toupeira confundida” na BMEL, na segunda-feira
quia, com o apoio do Agrupa- o maestro António Vitorino DR
mento de Escolas da cidade. de Almeida (piano), Aureliano Três crianças vão apresen-
Entre os participantes estão os Costa e Minês Castanheira tar, segunda-feira (18 horas), o
escritores Aurelino Costa, Da- (voz) no Centro Cultural, segui- novo livro de Américo Rodrigues
vid Capelenguela, Maria Estela do da atuação de Chalo Correia na Biblioteca Municipal Eduardo
Guedes, Minês Castanheira, e de Os Fiarresgas. Lourenço, na Guarda. Editada
pela Bosq-íman:os, “A toupeira
confundida” é dirigida aos mais
DANÇA novos e conta a história de uma
Rui Horta apresenta “Vespa” na Guarda toupeira a contas com um bando
DR
de pleonasmos, mas, no fundo,
pretende ser uma declaração de
que cada um deve seguir o seu
próprio caminho da forma que
melhor entender.
A obra tem o formato de
uma concertina esburacada
com desenhos de Maria Lino e exemplo, Miguel Ângelo Matos vários textos para o blog escolar
conceção tipográfica do autor, foi ET na peça “Novas aventuras “Ler é Saber”, alguns dos quais
que concebeu um projeto po- e desventuras de Dom Quixote foram premiados. Integrou
lissémico. Esta não é a primeira de La Meirinhas”, em maio de também os projetos “Escola
obra para crianças de Américo 2016, e participou na escrita do Eletrão” e Young VolunTeam no
Rodrigues, que já escreveu vá- respetivo guião. Em dezembro ano 2016. Por sua vez, Diogo
rias peças de teatro, como “O desse ano foi premiado pelo seu Fernandes é aluno do ensino
Rui Horta, um dos mais im- condição de voyeur, a do outro ouriço caixeiro, a libélula patina- texto para o projeto “Andanças articulado, vertente música, e
portantes coreógrafos e bailari- e a de si próprio, o público com- dora e o amor espacial” (teatro) com livros”, promovido pela Bi- estuda violino no Conservatório
nos portugueses, apresenta a sua põe o tétris do personagem em e “D. Choramingão, rei tristão no blioteca Escolar D. Sancho I, da de São José da Guarda desde os
última criação intitulada “Vespa”, cena, desafiando a sua própria país da confusão”; e de poesia Santa Clara, e pelo AKI. Miguel 4 anos. Foi melhor leitor na EB
sábado (21h30) no TMG. conceção do registo público e (“Língua de trapo”, com o seu gosta de fotografia, de ler, de ma- das Lameirinhas no ano letivo
Este solo desafiador marca privado», adianta a produção. filho Leonardo, “O céu da boca”, temática e de jogar basquetebol 2012/2013 e leitor do ano na
o regresso do bailarino após 30 Para Rui Horta, este regresso “A lontra é um pouco tontra e Fábio Alves também gosta biblioteca da Santa Clara em
anos de paragem. Trata-se de aos palcos «é um exercício de outros poemas de amor entre de basquetebol, de taekwondo e 2016/2017. Tem atuado em
uma peça sobre «uma cabeça saber estar só». O artista é autor animais”). “A toupeira confun- de tocar viola. Tem participado diversas peças de teatro esco-
a explodir, sobre o que nem da coreografia e da iluminação, dida” é apresentada por Miguel em diversas peças teatrais na es- lar e o seu texto “Natureza” vai
sequer falhámos porque nos enquanto Tiago Cerqueira com- Ângelo Matos, Fábio Alves e cola e atualmente está a ensaiar representar a turma no projeto
coibimos de cumprir. Na dupla pôs a música de “Vespa”. Diogo Fernandes, todos alunos para “El-Rei Tadinho Tadito no Ajudaris’18. Pertence ao Clube
do 6º ano na escola de Santa Reino Sem Janelas Mas Com de Escrita Criativa da escola,
EXPOSIÇÃO Clara, onde se têm destacado na Portas” cuja estreia está marca- gosta de escrever, tocar violino,
escrita, leitura e no teatro. Por da para 29 de maio. É autor de ler e de jogar basquetebol.
Diálogos com Bordallo na Covilhã
“Diálogos com a Arte de partida destas criações é a obra MÚSICA MÚSICA
Bordallo” é o tema da exposi- de Raphael Bordallo Pinheiro
ção que abre amanhã ao pú- (1846-1905), artista plástico Três bandas no “Sons à Sexta” Dark-wave esta noite
blico no Museu de Arte Sacra incontornável do Portugal do O ciclo “Sons à Sexta” regres-
DR
no café-concerto
da Covilhã. século XIX ainda hoje apreciado sa amanhã (22h30) à Moagem, no Há música alternativa para
Estão patentes coleções e influente. A mostra está paten- Fundão, com três concertos dos ouvir esta noite (22 horas) no
especiais com design de artis- te até 31 de maio. A inauguração The Lazy Faithful, CAN CUN e Galo café-concerto do TMG com
tas como Joana Vasconcellos, está marcada para as 21 horas e Cant’Às Duas. IAMTHESHADOW, um projeto
Catarina Pestana, Fernando conta com um concerto do Coro As bandas sobem ao palco de Pedro Code (voz, teclas e
Brízio e Elsa Rebelo. O ponto de do Orfeão da Covilhã. no âmbito do “Circuito Semente, guitarra elétrica), Rui Geada
organizado pela promotora Bullet (baixo) e Vítor Monteiro (sin-
GOUVEIA Seed para divulgar o que de me- tetizador).
lhor se tem feito a nível da música Formado em 2015, o trio
Sarau do Instituto evoca história em Portugal. Recém-chegados inspira-se na dark-wave, no
do concelho de uma digressão europeia, os gótico, na pop eletrónica e no
rock alternativo da década de
portuenses The Lazy Faithful são
O Instituto de Gouveia do através de personagens 80 do século passado. A banda
já um valor seguro do pop luso e
programou para terça-feira ilustres como Bento de Mou- tem sido bem acolhida pelo
lançaram recentemente o single refere a organização, a cargo da
(21h30), no Teatro-Cine local, ra, Fernão Botto Machado e pública e pela crítica especiali-
“Baby Don’t You Know”. Por sua autarquia. Uma das novidades
o seu sarau cultural, este ano Abel Manta, mas também um zada, tendo atuado ao vivo em
vez, os CAN CUN (Vila Real) e Galo desta sessão é que o “Circuito
intitulado “Os Paços de Gouveia manifesto cultural sobre as vários países europeus como
Cant’Às Duas (Viseu) estão a dar Semente” inclui workshops em
até à Liberdade”. mensagens de Abril. A peça é Alemanha, França, Grécia ou
os primeiros passos. «Estes três que os músicos explicam o pro-
Escrito por Daniel Rocha, interpretada pelos alunos do Itália. “Everything in this No-
projetos são uma boa amostra de cesso criativo na construção de
ator, escritor e professor na Instituto de Gouveia e conta com thingness” (2016) é o primeiro
uma nova era de ouro da música textos e músicas. Outra é que
escola, o espetáculo é um guião a participação especial do Escola álbum que os IAMTHESHADOW
portuguesa que se encontra em cada espetador terá direito a um
sobre a história e o património Velha, Teatro de Gouveia e do apresentam no TMG. O concerto
período de expansão na sua qua- castanheiro para plantar na Serra
da “cidade-jardim”, evoca- pianista Hugo Passeira. tem entrada livre.
lidade, quantidade e diversidade», da Gardunha.
14 • • Quinta-feira • 19 de abril de 2018 Publicidade

PUB

Prof. Doutor
PUB
MÉDICO
Diogo Cabrita
Cirurgião geral L. Taborda Barata
tratamento de varizes
e suas complicações, Imunoalergologista
pequenas cirurgias,
hérnias, hidrocelos,
vesícula Litiásica.
Asma e Doenças Alérgicas
Marcações : (Clínica
Cembi) Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Tel: 275334876
Telef.: 271213445
Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Protocolo com a Médis Tel: 271211905

António Gil Advogado


Tel. / Fax 271 238 344
Contacte-nos! R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
Tel: 271212153
Tlm: 964246413 antonio.gil-5388C@adv.oa.pt

Dr. José João Dr. Luís Teixeira


Garcia Pires Médico especialista em ortopedia
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra e traumatologia pelos hospitais da
Universidade de Coimbra.
ORTOPEDIA Patologia da coluna vertebral.
Assistente da Faculdade de Medicina.
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian Consultas na Egiclínica Guarda
Telef.: 271 231 397 Telefone: 271211416

PROF. CELSO PEREIRA Dra Assunção Vaz Patto J. Alexandre Marques


Imuno-Alergologia
(Doenças Alérgicas) NEUROLOGISTA ORTOPEDISTA
Ass Graduado HU Coimbra / Médico Especialista pelo H.U.Coimbra
Fac Medicina UC Consultas de Neurologia
Exames: Electromiografia 271 211 368
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela e Potenciais Evocados
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455 968 731 860
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral -
GUARDA - Rua Batalha Reis, 2B, 1º
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 Edifício Gulbenkian, s/n
6300-745 Guarda ( Edifício da Farmácia da Sé )
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560

ADVOGADOS Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins

António Ferreira, Paula Camilo Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio.
Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre,

& Associados Diogo Cabrita e Maurício Vieira.


Colunistas e Colaboradores: Albino Bárbara, Américo Brito, António Ferreira, António Costa, António Godinho,
Sociedade de Advogados, RL Cláudia Quelhas, Cláudia Teixeira, David Santiago, Diogo Cabrita, Fernando Pereira, Frederico Lucas, Hélder Sequeira,
Honorato Robalo, Joaquim Igreja, João Canavilhas, Joaquim Nércio, Jorge Noutel, José Carlos Lopes, José Pires

Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Manso, Júlio Salvador, Marcos Farias Ferreira, Miguel Sousa Tavares e Norberto Gonçalves. Desporto: António
Pacheco, António Silva, Arlindo Marques, Daniel Soares, José Ambrósio, José Luís Costa e Miguel Machado. Cartoon:
Maurício Vieira. Paginação: Jorge Coragem Projeto Gráfico: Maurício Vieira. Departamento Comercial: Joana
e_mails: Santos Impressão: FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922
antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-
825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. Nº de registo na ERC: 123436 Depósito Legal:146398/00 Tiragem desta

Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2


edição: 7.200 exemplares Periodicidade: Semanário Edição Internet: O Interior Propriedade: JORINTERIOR
- Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de

(ao lado da loja MANGO)


Almeida e Luís Baptista-Martins.
Estatuto Editorial: http://www.ointerior.pt/jornal/fichatecnica.asp

6300-663 Guarda
Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 www.ointerior.pt
publicidade@ointerior.pt

CLASSIFICADOS
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
LOJA COMERCIAL na Guarda, VENDE-SE Casa c/ terreno, água SENHORA desempregada, soz- EXPLICAÇÕES Bio/Geo, ensino CAVALHEIRO com 72 anos pro- EXECUTAM-SE trabalhos de con-
arrenda-se com 105 m2, junto ao e árvores de fruto. Mizarela. Bons inha, séria e competente, procura personalizado - 1 ou 2 alunos (max). cura senhora com idade inferior. strução civil, pinturas, aplicação
mercado municipal. BOM PREÇO. acessos. Tlm. 965199646 trabalho, nem que seja umas horas Prof. com 20 anos de experiência. Assunto sério. Preferência por de pladur, azulejos/mosaicos, en-
Tel: 967871449, 271238382 de limpeza. Tlm. 968339121 Guarda-Gare. T. 914617113 senhora com boa apresentação e tre outros. Contacto: 960136446
STA CRUZ, Guarda: 5,69 ha - Cul- honesta, como eu sou. De Guarda
Férias. Praia da Oura - Albu- tura - Água - Lameiro - Pastagem. JOVEM procura trabalho para umas OFERECE-SE Senhora desem- até Covilhã. Tenho casa mobilada, SENHORA procura cavalheiro,
feira. T2. A 200 metros da praia. Vendo. Tlm. 964278087 horas de limpeza, passar a ferro, pregada cuida de senhora idosa carro e ordenado acima da média, dos 50 aos 50 anos. Assunto
Telef.289367024 restauração, etc. Telem.: 964166861 e trabalhos domésticos. Zona da entre outras coisas. Ainda ligado sério. Tlm.: 965210062
Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 à vida profissional em Esculturas.
PRECISA-SE Colaborador(a) Contacto: 932263293
com formação em Design de In- CAVALHEIRO solteiro, reformado,
teriores / Relações Públicas, para sem filhos, deseja encontrar compa- BANDA Mega Star - Grandes
empresa sedeada na Guarda. nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever Músicas - João Marques Almeida.
Marcação entrevista: 966907501 para Luís Duarte Rato, Travessa das Tlm. 914889442/919546447 (24h)
Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • • 15

Sp. Covilhã patina


Ficha de Jogo
Árbitro: António Nobre (AF Leiria)
Árbitros assistentes: António Godinho
e Miguel Aguilar

na IIª Liga
E. Santos Pinto,
Covilhã
Sp. Covilhã.................. 0
Vítor São Bento, João Dias, Zarabi,
Sunday Abalo, Paulo Henrique,
Depois da derrota de quarta-feira com o Real, os serranos cederam empate sem golos Makouta, Diarra, Renato Reis (Moses,
83’), Reinildo (Gilberto, 88’), Índio
com o Cova da Piedade no Santos Pinto (Raul Almeida, 63’) e Fatai
Filipe Pinto - Foto Académica Treinador: José Augusto
O Sp. Covilhã não foi além de
um empate a zero na receção ao Cova da Piedade........ 0
Cova da Piedade no domingo, na Pedro Alves, Michael da Silva (Fir-
34ª jornada da IIª Liga, depois de mino, 63’), Willyan, Daniel Almeida,
na passada quarta-feira ter per- Evaldo, Robson Shimabuku, Sori
dido 3-0 com o Real. Os serranos Mane, Aylton, Miguel Rosa, Ballack
(Liu, 76’) e Dieguinho
ocupam o 13º lugar fruto de uma Treinador: Bruno Ribeiro
época muito irregular.
As duas equipas, que tentam Golos: não houve
garantir a manutenção e sepa-
Ação disciplinar: cartão amarelo para
radas por apenas dois pontos,
Michael da Silva (37’), Willian (78’) e
protagonizaram uma primeira Raul Almeida (90’).
parte equilibrada, combativa
e a procurarem chegar à área surgiu melhor e teve duas opor-
adversária. Os locais eram mais tunidades para inaugurar o mar-
acutilantes, com Índio a ser o cador. Miguel Rosa, num livre de
primeiro a assustar. O guardião muito longe, obrigou São Bento a
Pedro Alves defendeu para can- esticar-se e a desviar por cima da
to e pouco depois desviou por barra. Aos 60’, Aylton progrediu
cima, com a ponta dos dedos, a pela direita e só a defesa aperta-
investida de Fatai. Evaldo tentou da do guardião local impediu o
responder, só que Vítor São Bento golo. Mas o Covilhã respondeu.
agarrou sem problemas. O nível O recém-entrado Raul Almeida
de dificuldade aumentou aos 16’, rematou de longe e quando já se
quando o guardião serrano defen- ouvia gritar golo, Pedro Alves, em
Covilhanenses são 13ºs classificados a quatro jornadas do fim da IIª Liga
deu o remate forte de Dieguinho, voo, defendeu com a perna. Até
de longe. Seis minutos depois os lidade a sancionar mão na bola mas sem eficácia. Henrique sobre Aylton e Robson ao final Daniel Almeida também
“leões da serra” tiveram ocasião de Michael da Silva. O avançado Aos 40’ foi a vez do Cova da Shimabuku viu São Bento negar- tentou a sorte. Nos serranos Mo-
soberana para marcar, mas Fatai voltou a fazer pontaria à baliza do Piedade desperdiçar um penálti. lhe o golo na conversão. Após o ses atirou por cima da barra e o
não converteu uma grande pena- Cova da Piedade por três vezes, O árbitro assinalou falta de Paulo intervalo, a equipa de Almada marcador não se alterou.

CICLISMO PUB

Alexandre Guilhoto venceu Volta


ao Concelho de Almodôvar DR

O guardense Alexandre Guil- teve 60 quilómetros e ficou mar-


hoto (Marques & Pereira/EM3/ cada pelo abandono de António
Os Beirões) venceu a Volta ao Con- Ferreira com uma clavícula part-
celho de Almodôvar, que decorreu ida numa queda coletiva. No final
a 7 e 8 de abril. venceu João Mariano, que bateu a
Alinharam 154 ciclistas em concorrência ao sprint e assumiu
representação de 16 amadoras a liderança da geral, da montanha,
nacionais e uma espanhola. A dos pontos e dos Master 30.
formação da Guarda competiu Mas tudo ficou decidido na
com seis ciclistas (Luís Marques, última etapa, de 45 quilómetros
João Mariano, Alexandre Guil- traçados nas ruas da vila alen-
hoto, António Ferreira, Daniel tejana de Almodôvar. Alexandre
Alexandre e Marco Melo). Na Guilhoto terminou na segunda
primeira etapa, de 110 quilómet- posição e venceu a prova, bem
ros, Alexandre Guilhoto foi sexto, como a categoria Master 30,
João Mariano oitavo e António enquanto João Mariano e Marco
Ferreira décimo, tendo desistido Melo cortaram a meta com o
42 ciclistas, a sua grande maioria pelotão. A Marques & Pereira/
devido às grandes dificuldades EM3/Os Beirões foi terceira na
climatéricas. A segunda tirada classificação por equipas.
16 • • Quinta-feira • 19 de abril de 2018 Publicidade

Rua
VIDENTE
Com longos anos de experiência
RuadodoCampo,
Campo,55––1º1ºDto
Dto- -6300-672
6300-672Guarda
Guarda Lic.
Lic.NºNº2890
2890––AMI
AMI
Telefone: 271211730 - 967543140 www.predialdaguarda.pt Aditamento
Telefone: 271211730 - 964126775 www.predialdaguarda.pt Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios, Loteamento Quinta do Conde
VENDE empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc. Processo 2/1999/1001
ID:1140 Casa em Pedra P/reconstruir, c/logradouro e anexos……. .…..27.500€
ID:1211 T3 Guarda Óptima localização, cozinha, sala,3 quartos, 1wc. . 29.000€
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas.
Amílcar José Nunes Salvador, Presidente da Câmara Municipal do Concelho de
ID:0225 Lote Para construção de uma moradia isolada com 753m …. .48.000€
2
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo Trancoso:
ID:0861 Casa Rustica Moradia p/restaurar, a cinco minutos, quintal..…55.000€
ID:0596 T4 Guarda Cozinha mobilada, lareira na sala, arrecadação… ..60.000€
corre mal em sua vida? Faz saber, que em deliberação tomada por esta Câmara Municipal em sua reunião
realizada a 11 de abril de 2018, e em face do disposto no art.º 27 do Decreto-Lei nº
ID:1119 T3 Centro Cozinha mobilada,3 quartos,2wc´s.Oportunidade... .60.000€ Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ: 555/99 de 16 de Dezembro, com ulteriores alterações, é emitido o aditamento ao
ID:1197 T3 Guarda C/ lugar de garagem, sótão, lareira na cozinha…. ..69.000€ 271238451 ou 969012923 Loteamento Quinta do Conde, requerido por Mónica Lopes Gouveia Amaral, contribuinte
ID:1181 V3 Guarda Fracção de moradia, garagem p/2carros, quintal.…69.900€ fiscal n° 243323352, residente em Rua do Távora, nº 3 R/CH Dto, através do qual é
ID:1227 Prédio Possibilidade de fazer 3 fracções independentes……...75.000€ autorizada a alteração do lote 11 sito em Quinta do Conde, União de Freguesias de
ID:0577 V3Guarda C/3,em fase de acabamentos,quintal.Oportunidade 75.000€ Restaurante Trancoso (São Pedro e Santa Maria) e Souto Maior, concelho de Trancoso, descrito na
ID:0229 Lote Para construção de uma moradia isolada com 550m …. 78.000€
Moreira Conservatória do Registo Predial sob o nº 1216/20000623 e inscrito na m atriz nº 2258.
2

ID:0829 T3 Duplex Cozinha c/lareira,3quartos,2wc´s,lugar de garagem 85.000€ A alteração incide sobre o Lote nº 11 , nomeadamente:
ID:0122 T3 Centro Coz.mobilada, aquec.central, 2 wc´s, garagem….…99.000€ Diminuição da área de construção de 296.40 m2 para 250 m2.
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal... 179.900€ Mantêm-se inalteradas as restantes características inicialmente aprovadas no
ID:1229 V4 Guarda Cozinha c/lareira, 3wc´s, garagem, sótão quintal..190.000€ Ioteamento.
ID:1226 V3 Isolada Vivenda c/3 quartos, aquec. central, garagem.…..198.000€ Para conhecimento geral se publica o presente aviso que foi afixado nos lugares
ID:0837 V4 Guarda C/2 pisos independentes, garagem, quintal……. ..210.000€ púbIicos do costume.
Trancoso, Setor de Licenciamento de Obras Particulares e Loteamentos, 13 de abril
ARRENDA Aberto todos os dias de 2018.
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€
ID:1039 Escritório Com grande área e boa exposição solar………….........200€ Prato do dia (semana): 7€ (Diária completa)
Presidente da Câmara Municipal
ID:1081B T3 Guarda Cozinha c/lareira,3 quartos,1wc´s,arrecadação….…..200€
ID:1043C T3 Guarda Coz. c /lareira,despensa,2wc´s,3 quartos, garagem.. .250€ Também: Polvo, Bacalhau, Cabrito, Leitão, Fígado
ID:1108 T2 Centro Bem localizado,cozinha,despensa,2 quartos,sala,1wc..250€ entre outros, confeccionados na hora (Amilcar José Nunes SaIvador)
ID:0883 T3 Centro Coz.mobilada,sala e quartos mobilados,roupeiros2 wc.260€
ID:0326 T2 Guarda Cozinha, 2 quartos,1 c/ roupeiro, sala, 1wc, sótão…. ..260€ Sítio do Carrilhão - Arrifana 6300 Guarda Telef. 271 237 683 O Interior, nº 956 de 19/04/2018
ID:0017 T2 Guarda Todo mobilado e equipado, 2 quartos, sala, 1wc….......260€
ID:1095 T3 Guarda Cozinha c/ lareira, roupeiros embutidos,2 wc´s,sótão. .275€
ID:0025 T2 Centro Remodelado,coz.mobilada, 2 quartos, sala, 1wc..….....300€
ID:1042 T3 Guarda Próximo do Forninho,3 quartos, roupeiros,2wc´s…......330€
ID:0200 V3 Guarda C/aquec. central, totalmente remodelada e mobilada. .450€

Predial da Guarda, VENDE, ARRENDA E ADMINISTRA IMÓVEIS


desde 1998 – IMOBILIÁRIA DE CONFIANÇA -
Aditamento
Loteamento Municipal da Zona Industrial de Trancoso
Processo 2/1999/1002
VENDE-SE Amilcar José Nunes Salvador, Presidente da Câmara Municipal do Concelho de
Trancoso:
Quinta com Casa, cerca de 12 ha Faz saber, que em deliberação tomada por esta Câmara Municipal em sua reunião
à beira do rio Mondego, perto das rotundas realizada a 11 de abril de 2018, e em face do disposto no art.º 27 do Decreto-Lei nº
555/99 de 16 de Dezembro, com ulteriores alterações, é emitido o aditamento ao
da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego Loteamento Municipal da Zona Industrial de Trancoso, requerido por Marmoraria
Contactos: 966473371 • 271926638 Trancosense, Lda, contribuinte fiscal nº 502866764, com sede em Avenida 5 de Outubro,
Lotes 18-19, Zona Industrial, através do qual é autorizada a alteração dos lotes 18 e
19 sitos no lugar de “Crujeiro”, União de Freguesias de Trancoso (São Pedro e Santa
PUB Maria) e Souto Maior, concelho de Trancoso, descrito na Conservatória do Registo
Predial sob o nº 1053 e 1054 de 04/08/1999 e omisso na matriz.
As alterações incidem sobre os Lotes nº 18 e 19, nomeadamente:
União dos lotes 18 e 19, dando origem a um só lote com a área total de 2733,00 m2.
Tribunal Judicial da Comarca da Guarda Resultante da união dos lotes, a área de implantação passa a ser de 980.00 m2, a área
Juízo de Competência Genérica de Pinhel bruta de construção passa a ser apenas para indústria e de 1130,00 m2 e o número
Palácio da Justiça • Av. Frederico Ulrich
de pisos passa a ser apenas 2.
6400-378 Pinhel
Telef: 271410180 Fax: 271090239 Mail : pinhel.j udicial@tribunais.org.pt
Para conhecimento geral se publica o presente aviso que foi afixado nos lugares
púbIicos do costume.
ANÚNCIO Trancoso, Setor de Licenciamento de Obras Particulares e Loteamentos, 16 de abril
Processo: 57/18.8T8PNH Interdição/Inabilitação Referência: 26018074 de 2018.
Data: 13-04-2018 Presidente da Câmara Municipal
Requerente: Ministério Público
Requerido: Joaquim de Carvalho
Faz-se saber que foi distribuída neste Tribunal, a ação de Interdição/Inabilitação em (Amilcar José Nunes SaIvador)
que é requerido Joaquim de Carvalho, com residência em domicilio: Rua do Rossio, O Interior, nº 956 de 19/04/2018
Nº 40, Valbom, 6400-661 Valbom, para efeito de ser decretada a sua interdição por

VENDE-SE
anomalia psíquica.
A Juiz de Direito,

Dr(a). Nádia Meneses Tavares Afonso

T3 duplex, usado, O Oficial de Justiça,

Filipe Pinto
sito nos Castelos Velhos, João Pintassilgo
O Interior, nº 956 de 19/04/2018
Fotojornalista

Guarda.
Contacto: 935601979 Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do TELEFONE 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • • 17

FUTEBOL DISTRITAL CICLISMO


Sp. Mêda isola-se na frente da Iª Divisão Dmitrii Strakhov vence Grande Prémio
O Sp. Mêda é o novo líder Soito (8º). Já o São Romão (10º) a realização da 14ª jornada no das Beiras e Serra da Estrela DR
do Distrital da Iª Divisão da AF foi ganhar 4-1 a Vila Franca das último domingo. Dmitrii Strakhov (Loko-
Guarda quando faltam disputar Naves (13º) e o Estrela Almeida Com o título entregue ao sphinx) venceu o IIIº Grande
três jornadas. (7º) derrotou o lanterna verme- Celoricense, que se despediu da Prémio das Beiras e Serra da Es-
No domingo os medenses lha Guarda Unida Desportiva prova com uma derrota por 4-2 trela, que terminou no domingo
ganharam 3-0 na visita ao Sp. (14º) por 4-2. em Foz Côa, faltava conhecer a na Guarda. O corredor russo
Sabugal (11º classificado) e No próximo domingo será outra equipa que sobe à Iª Divi- foi terceiro na última etapa da
beneficiaram da derrota por 2-1 a vez do Sp. Mêda ser posto à são. Com dois pontos de vanta- prova, entre Gouveia e Guarda,
do Trancoso (2º) em Manteigas prova na receção à Desportiva gem sobre os fozcoenses, o Sp. ganha pelo espanhol Mário
(6º), contando agora três pontos de Manteigas, enquanto o Tran- Vilar Formoso estava obrigado González (Sporting-Tavira).
de vantagem sobre a formação coso recebe o Estrela Almeida. a ganhar em Pala (6º) e assim O mau tempo que se fez
da “cidade de Bandarra”, que Os restantes jogos da jornada 24 fez, por 1-0, para carimbar o sentir obrigou a organização
tem 47. A 23ª jornada do cam- são Figueirense-Vila Franca Na- regresso ao escalão principal a cancelar a subida à Torre
peonato teve 29 golos, dez dos ves, São Romão-Aguiar da Beira, do futebol distrital. Por isso de e a encurtar a tirada em 20
quais marcados na vitória do Guarda Unida-Gouveia, Soito-Sp. nada valeu a expressiva vitória quilómetros, tendo o pelotão da juventude, enquanto o Sport-
Gouveia (5º) em Vila Cortês do Sabugal e Vilanovenses-Vila caseira do Foz Côa (3º), com o percorrido 149,9 quilómetros. ing-Tavira ficou com as classifi-
Mondego (9º) por 6-4. Por sua Cortês Mondego. líder a perder pela segunda vez No final, Mário González, líder cações da montanha e das metas
vez, o Figueirense (3º) venceu da época. Nos restantes jogos, o do Prémio da Montanha, cortou volantes, por intermédio de
1-0 no terreno do Vilanovenses Sp. Vilar Formoso Freixo de Numão (4º) ganhou a meta isolado em, 4h08m19s, Mário González e Joni Brandão,
(12º), tal como o Aguiar da Bei- regressa à Iª Divisão 3-0 no campo da ADC Castelos com o segundo classificado, o respetivamente. A Efapel impôs-
ra (4º), que tem os mesmos 46 (7º) e o último Casal de Cinza norte-americano Brandon Mc- se por equipas. A correr em casa,
pontos da equipa de Figueira de O campeonato Distrital da (8º) derrotou o Paços da Serra Nulty (Rally Cycling), a chegar David Rodrigues (RP-Boavista)
Castelo Rodrigo, na receção ao IIª Divisão chegou ao fim com (5º) por 3-1. 36 segundos depois. Dmitrii terminou a etapa no 11º lugar e
Strakhov fechou o pódio da foi 12º da geral, a 29 segundos
etapa, a 39 segundos do vence- de Dmitrii Strakhov, que tinha
ANDEBOL
dor, e voltou a vestir a camisola ganho a primeira etapa, entre
Guarda Unida perde em casa com o São Pedro do Sul LM
amarela devido às bonificações
relativamente a César Fonte
a Mêda e Figueira de Castelo
Rodrigo. César Fonte venceu
O Guarda Unida Desportiva (W52-FC Porto), que terminou a segunda tirada, que ligou
averbou, no sábado, a terceira na segunda posição da geral a o Sabugal a Seia. Organizado
derrota consecutiva na segunda dois segundos do vencedor da pela Associação de Municípios
fase do Nacional de Juvenis da prova. O terceiro, a 9 segundos, da Cova da Beira, o IIIº Grande
IIª Divisão. foi Joni Brandão (Sporting- Prémio Internacional das Beiras
Em jogo da 7ª jornada da Tavira). e Serra da Estrela é uma prova
zona 2 disputado no pavilhão de O corredor da Lokosphinx de classe 2.1 atribuída pela Un-
São Miguel, os jovens guardens- ganhou também a classificação ião Ciclista Internacional (UCI).
es não conseguiram contrariar a
superioridade da Academia de
Andebol de São Pedro do Sul, ATLETISMO
segundo classificado, que esteve Milha urbana em Gouveia e prova
sempre na frente do marcador 2 é liderada pelo SIR 1º de Maio a segunda volta do campeonato,
e acabou por vencer por 35-26. (Marinha Grande), com 21 pon- com a equipa da cidade mais alta
de estrada no Sabugal
O resultado fez cair o Guarda tos, enquanto o guardense Edi Vi- a receber o Cruz de Malta Andebol A 7ª Milha Urbana “Cidade notabilizou como atleta, dirigente
Unida para a quinta posição cente continua inamovível no pri- Clube, do Crato (Alentejo), atual de Gouveia” corre-se no sábado, a e treinador de várias gerações de
do grupo, com os mesmos 13 meiro lugar da lista dos melhores sexto classificado, que derrotou partir das 15 horas. A prova é apa- atletas do concelho, alguns dos
pontos do quarto, a equipa B do marcadores com 97 golos em na jornada inaugural da segunda drinhada pelo histórico Fernando quais sobressaíram no panorama
São Bernardo (Aveiro). A zona sete jogos. Este sábado começa fase por 41-39. Mamede e vai realizar-se num nacional. Já no domingo acontece
circuito fechado entre a Câmara o “Sabugal a correr”, uma prova
e o mercado municipal, num total de estrada para todos os escalões
TETRATLO MODERNO de 1.609 metros (milha). etários a partir das 10h30 com
Juliana Guerreiro chega às meias-finais do Mundial de sub-19 A organização é do Nú- partidas e chegadas junto ao
Juliana Guerreiro (Penta A covilhanense foi a segunda na prova de estafetas femininas cleo de Desporto e Cultura de tribunal. A corrida principal terá
Clube da Covilhã) atingiu as melhor portuguesa na competi- com Margarida Cardoso, tendo a Gouveia (NDCG), com o apoio 8.320 metros e início pelas 11h30.
meias-finais do Campeonato do ção ao terminar no 30º lugar (25ª dupla terminado no 19º lugar da do município, que vai aprovei- A organização é da União de
Mundo de sub-19, na vertente na esgrima; 32ª na natação e 27ª geral. A prova inclui as disciplinas tar a ocasião para homenagear Freguesias do Sabugal e Aldeia
tetratlo moderno, realizado nas no laser run). No dia 12, Juliana de esgrima, natação, tiro e atletis- o professor António Brito Gordo, de Santo António, com o apoio
Caldas da Rainha. Guerreiro participou no Mundial, mo (laser run). fundador da coletividade, onde se do município.

PATINAGEM ARTÍSTICA ARBITRAGEM


Clubes da Covilhã dominam Torneio de Páscoa CAR do Pocinho acolheu fórum da FPF DR
DR
Associação de Patinagem de
Coimbra, realizado no sábado
em Vila Nova Poiares.
O Unidos do Tortosendo (na
foto) esteve em destaque com
seis medalhas de ouro, cinco de
prata e cinco de bronze, o que
lhe valeu a vitória por equipas, O Centro de Alto Rendi- regionais para partilha de expe-
enquanto a Academia de Pati- mento do Pocinho, em Vila Nova riências e troca de ideias sobre o
nagem da Covilhã obteve três de Foz Côa, recebeu no último futuro do setor, nomeadamente
de ouro, três de prata e uma de fim-de-semana a 14ª edição do o novo Regulamento de Arbitra-
bronze. Por sua vez, o Académi- Fórum da Arbitragem. gem da FPF, os cursos de Nível 1
co dos Penedos Altos conseguiu O encontro promovido pelo e o Plano Nacional de Formação.
uma medalha de bronze. A com- Conselho de Arbitragem da Fe- A organização esteve a cargo do
petição juntou nove equipas e deração Portuguesa de Futebol CA da FPF e do CA da AF Guarda,
Os três clubes de pati- venceram nove das doze pro- 130 atletas, tendo viajado da reuniu cerca de 60 representan- com o apoio da AF Guarda e da
nagem artística da Covilhã vas do Torneio de Páscoa da Covilhã 45 patinadoras. tes das associações distritais e Câmara de Vila Nova de Foz Côa.
18 • • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

Fábrica de Ilusões
Honorato Robalo *
crónicaPOLÍTICA
opinião
Pedro Narciso Totalitárias
Depois de quatro quadros comunitários de apoio, regionais, nacionais e internacionais, promove-se pela

A mudança sempre na perspetiva de reconversão do país na Flórida da


Europa, sem cubanos nem jacarés, Portugal foi finalmente
eleito pela World Travel Awards “o Melhor Destino Turístico
quinta vez uma feira que se auto afirma como uma plata-
forma transfronteiriça no panorama nacional e ibérico dos
eventos ligados ao Turismo com os objetivos de fomento
constrói-se com o do Mundo” em 2017. Ganhar dinheiro a apanhar sol parece
então possível, ou não fosse este o sector, a hotelaria, o
do intercâmbio estratégico e económico transfronteiriço,
o estímulo ao relacionamento comercial entre ambos os

seu contributo
que em média pior remunera os trabalhadores em Portugal. países e o desenvolvimento das regiões.
A reboque das rotas “low cost”, os aeroportos mos- Percebe-se como meia dúzia de clichés que se aplicam
tram-se essenciais na determinação dos fluxos turísticos. a qualquer evento, servem de justificação para um investi-
Sempre que há dificuldades, em última A região Centro não tem nenhuma infraestrutura do tipo, mento de dois milhões de euros ao longo do tempo, bem
instância, os trabalhadores procuram o PCP, ainda que Coimbra sonhe humidamente com ele. Toda uma como a inutilização de grande parte do parque por meses.
razão de que efetivamente o PCP sempre defende enorme região com uma quota de mercado turística bem E sim, grande parte do dinheiro é comunitário, mas 15%
os trabalhadores. Quero, no entanto, salientar abaixo da sua representatividade territorial. Aldeias Histó- dos 400.000€ de investimento deste ano, são 60.000€ que
que o PCP não pode determinar uma alteração ricas, Aldeias de Xisto, Aldeias de Montanha, Património permitiriam alavancar outros projetos que devolvam mais à
profunda no contexto atual da situação política, Mundial do Vale do Côa, Serra da Estrela… parecem dizer economia, pois nesse aspeto a feira é realmente turística,
económica e social, mas afirma que é com a luta muito pouco a quem vem à procura de águas quentes, fazendo o dinheiro viajar para fora do concelho. O único
dos trabalhadores e com a nossa determinação, pastéis de Belém e “selfies” na Torre dos Clérigos. local onde se imprime o próprio dinheiro na quantidade
enquanto militantes comunistas, que alicerça a No final de março o semicoberto do Parque Urbano do Rio que se quer é na “Casa de Papel”.
nossa intervenção. Diz começou a ser ocupado, com o nobre desígnio de se tornar Bem podem alegar que há estudos que sustentam o
O PCP tem afirmado: o desenvolvimento o estaleiro da operação de montagem da grande matrioska de fantástico contributo desta feira para o crescimento da
do distrito da Guarda, a resposta aos problemas tendas que cada vez mais são a imagem de marca dos 9000 economia, que enquanto quase ninguém a reconhecer para
com que se confronta, o crescimento económico, m2 da Feira Ibérica de Turismo. O forte ar da Guarda ainda lá de um raio de 50 km, não tiver um “boom” imobiliário
a ocupação do território e o combate aos dese- soprou, mas a única forma da FIT sair daquele espaço será de corrida às casas do centro histórico, mais casas de
quilíbrios territoriais, a aposta na produção e na seguir a moda e, em nome da comissão de lesados do PURDiz, alojamento local e hotéis do que uma avenida do Monopó-
criação de emprego, a elevação das condições fazer uma acusação de armazenamento de armas químicas lio e a Madonna à procura de casa no Bonfim pertinho do
de vida dos trabalhadores e das populações, com consequente bombardeamento aliado. Seminário, tudo não passará por ganhos percentuais com
são inseparáveis de uma política patriótica e de Se já antes tinha dúvidas da pertinência deste tipo de bases de números totais absolutos ridículos.
esquerda, que rompa com os interesses do grande feira, particularmente naquele espaço específico, depois de Esta feira é tudo menos Slim Fit para os cofres muni-
capital e liberte o país da submissão ao euro e à tentar explicar, sem sucesso, ao miúdo de 8 anos porque é cipais. Organize-se um “Prós e Contras” com o tema, “FIT,
União Europeia. que tínhamos o campo interdito e a alternativa era impra- sim ou não”, deixando já para consideração o verdadeiro
Desde 1976, ano da aprovação da Constitui- ticável sem galochas, fiquei com a certeza de que somos, corolário do “non sense”. O aluguer do sistema de bilhética
ção da República Portuguesa, que os sucessivos como um todo, mais crentes em fábricas de ilusões que para a FIT 2017 custou 9.486€+ IVA, os spots publicitários
governos, do PS, do PS/CDS, da AD (PSD/CDS/ qualquer seita e facilmente manipuláveis por pop-ups de na RTP 10.000€ + IVA. Os visitantes, a dois euros a entrada,
PPM), do PS/PSD, do PSD/CDS – sem esquecer qualquer Cambrige analytica da web. não chegaram aos 5.000. Agora, como diria o secretário-
os últimos cinco anos dos efeitos da Governação Num Portugal fértil em feiras, mostras e feirinhas geral da ONU, é só fazer as contas.
PSD/CDS – contribuíram para o aprofundamento
das desigualdades, o ataque aos trabalhadores,
aos níveis do desemprego e emigração no dis-
trito, e no ataque ao poder local democrático,
nomeadamente pela extinção das freguesias, no
encerramento de serviços como os tribunais ou
perdas de valências na saúde, encerramento de
pequenas empresas e a contínua desertificação, agoradigoEU Um encontro chamado
que na sequência de décadas de política de direita,

gratidão
continua a marcar a situação no distrito da Guarda opinião
e no país. Albino Bárbara
Perante esta dura realidade não compreendo as
hesitações do PS nesta nova fase da vida política na- Numa louvável iniciativa de um grupo de entusiastas, sões, fazer leituras dos eventos, dos testemunhos e dos
cional, decorrente das eleições de outubro de 2015. antigos radialistas, da emissora regional mais antiga a pergaminhos deixados, de falar do passado e do presente
É necessário o aprofundamento da luta dos traba- emitir em Portugal, vai realizar-se no dia 6 de outubro de onde a palavra gratidão será o mote e o abraço fraterno
lhadores e das populações e podem contar sempre 2018 o primeiro encontro dos ex-colaboradores da Rádio àquele que durante décadas foi o nosso companheiro,
com o papel decisivo do PCP, não defraudamos as Altitude. orientador, professor e Amigo. Homem com H grande onde
expectativas dos trabalhadores, a natureza de classe Sem esquecer os colegas que, com saudade, recorda- todos nos revemos, admiramos e continuamos a admirar,
é distintiva dos demais partidos. mos e já são tantos, permitam-me, hoje e aqui, destacar descrito desta forma por Hélder Sequeira «a sua vida é
Há duas datas históricas, o 25 de Abril e o companheiros como António José Teixeira, Pinharanda feita de trabalhos, desencontros, incompreensões, silên-
1º de Maio, estas devem constituir momentos de Gomes, Álvaro Guerreiro, Fausto Coutinho, Virgílio Ardé- cios, amarguras e felicidade, trazendo à ribalta inúmeras
reflexão e participação dos trabalhadores para gal- rius, Lopes Craveiro, Abílio Curto, Vítor Santos, Carmina questões: desencadeou o confronto de opiniões, denunciou
vanizar processos reivindicativos que potenciem Andrade, Fernando Bento, Sá Rodrigues, Manuela Claro, injustiças, foi porta-voz de múltiplas aspirações sempre na
passos determinantes e importantes relativamente Francisco Teixeira, Carlos Martins, Hélder Sequeira, Maria vanguarda da informação sem hipotecar a sua consciência
à recuperação e conquista de direitos que nos José Trabulo, José Domingos, Abel Virgílio, Isabel Coe- nem trair os seus princípios».
foram roubados pelo mais profundo ataque aos lho, António Alves, Nuno Patrício, Rui Oliveira, Ana Pinto, A gratidão ao António Emílio Aragonês tem a ver com
trabalhadores desde o 25 de Abril, ataque esse Sandra Esteves, Joana Paula, Aguinaldo Nave, Mário Se- o passado e com tudo aquilo que transmite no presente,
promovido pela “troika” internacional e especial- queira, João Carlos Logrado, Madalena Ferreira, Américo mesmo percebendo a existência de alguns incapazes a quem
mente pelo Governo PSD/CDS, mas que o PS, Rodrigues, João Amaro, Rebelo de Oliveira, Gabriel Correia, nunca lhes hão de faltar pretextos e argumentos para não a
pela via legislativa, mantém-se amarrado ao PSD Sandra Ferreira, Paulo Coelho, Manta Luís, João Cruz, Rosa ter, sendo que este nosso agradecimento tem de ser visto
e CDS, vimos claramente na reprovação de todas Diogo, Natércia Oliveira, Mário Jorge Branquinho, Carla em contexto cultural onde encaixa naturalmente a amizade,
as iniciativas legislativas do PCP na Assembleia Pinheiro, António José Amaro, José Augusto Marques, a harmonia e a humildade.
da República no que concerne às leis do trabalho. João Ferreira, José Ferreira, Ismael Marcos, Paula Pinto, É por isso que este encontro terá o nome de António
Aqui é distintivo o papel do PCP, mas só com mais Isabel Pragana, Eduardo Matas, Joaquim Fonseca, António Emílio Carrajola Aragonês, que em outubro já terá contem-
força ao PCP podemos e merecemos uma efetiva Ribeiro, José Luís Dias Fonseca, Célia Miragaia, Gorete plado os bonitos 83 anos de idade e, é assim que iremos
mudança política, esta genuinamente Patriótica Suzano, Olga Oliveira, António Arede, José Igreja, Luísa recordar toda esta família da rádio onde o convívio, a
e de Esquerda, para tal carece do seu contributo Coimbra, Manuel Martinho e se calhar outros tantos que entrega, a solidariedade, a entreajuda e, naturalmente os
com uma arma, esta de Abril – o VOTO! neste momento não vêm à memória. laços de uma sólida e verdadeira amizade perdurarão ao
O encontro será o momento alto para rever colegas, longo dos tempos. Ao longo das nossas vidas, nesta Rádio
* Militante do PCP recordar histórias, as boas e as menos boas, trocar impres- que um dia nos juntou.
Quinta-feira • 19 de abril de 2018 • • 19

mitocôndrias e quasares
ANOTAÇÕES opinião
António Costa
opinião antoniomanuelcosta@gmail.com
Hélder Sequeira

Um marco nas relações Árvores


Ao longo dos últimos meses, a gestão da floresta tem sido um

luso-espanholas…
desiderato do poder político fruto de trágico ano de 2017 no que aos
fogos diz respeito. Deste debate têm surgido alguma legislação e muitas
ideias sobre como atuar em futuras situações de incêndios. Deixando esta
A recente visita do Presidente da República a português que sobrevoou a cidade para logo em temática para os especialistas, vamos focar a nossa atenção na definição
Espanha, e porque estamos a poucos dias de ser seguida aterrar na parada do R.I. 12. Os jornalistas do que é uma árvore.
assinalado mais um aniversário do 25 de Abril, não foram autorizados a entrar no quartel, aguar- “Árvore” é um termo assaz arbitrário. As árvores pertencem a muitas
remeteu-nos para a recordação de que a Guarda dando à porta de armas onde estava montado um ordens e família de plantas e o seu aspeto varia da árvore com tronco alto e
constitui um marco de referência no processo de dispositivo de segurança, a saída das comitivas». ramos dispersos a fetos arbóreos, cicadáceas, catos e plantas suculentas,
normalização das relações luso-espanholas, após a De acordo com o comunicado conjunto, divul- palmeiras e plantas aquáticas, o que torna a palavra da “árvore” difícil de
revolução portuguesa. gado após esta cimeira, «os dois ministros assina- definir. O seu significado básico (corporizado, por exemplo, por um enorme
A realização da Cimeira entre os ministros ram um acordo sobre a delimitação da plataforma carvalho) é apresentado por todos. A maior parte das pessoas concorda
dos Negócios Estrangeiros de Portugal e Espanha, continental, um acordo sobre a delimitação do mar nas características essenciais de uma árvore. Uma árvore costuma ser
respetivamente Melo Antunes e José Maria Areílza, territorial e da zona contínua, e, ainda, um Protocolo alta: mais alta do que uma pessoa de estatura elevada, tendo, talvez, pelo
colocou a Guarda, em 1976, no centro das atenções adicionado ao acordo sobre o aproveitamento do menos o dobro ou o triplo da altura. Uma árvore tem longevidade: continua
informativas, nacionais e internacionais. A destruição troço internacional do Rio Minho. No decurso das a crescer durante um número indeterminado de anos. Cresce a partir de
da embaixada espanhola em Lisboa, no ano anterior, conversações caracterizadas pelo espírito de amizade cima: as plantas que desenvolvem novos caules de vida breve, a partir da
tinha gerado um período de tensão entre os dois e boa vizinhança que os dois governos desejam dar base, a intervalos regulares. Uma árvore é (geralmente) lenhosa: as árvores
países ibéricos. às suas relações, foi passado em revista o estado das costumam ter troncos robustos. Mas a verdadeira madeira, composta por
Havia a necessidade de reativar as relações entre relações culturais entre os dois países (...). um milhão de células de câmbio no interior da casca, encontra-se apenas
Portugal e Espanha e daí que a diplomacia tenha No domínio das questões fronteiriças, exami- em dicotiledóneas, coníferas e ginkgos.
trabalhado nesse sentido, programando um encontro nou-se, de modo especial o projeto de construção Uma árvore pode ter um ou vários caules: quando a altura de uma
entre os ministros dos Negócios Estrangeiros para de uma ponte internacional sobre o Rio Guadiana planta lenhosa perene está entre 3 a 6 metros chamamos-lhe arbusto,
12 de fevereiro de 1976. entre Vila Real de Santo António e Ayamonte (...). quando se ramifica em múltiplos caules a partir do solo. Se tiver menos
Como noticiou a imprensa, «o encontro na Exprimiu-se o desejo mútuo de uma maior colabo- de 3 metros de altura talvez lhe chamemos arbusto, mas se tiver mais
Guarda fora mantido secreto até à meia-noite ração técnica e administrativa em matéria aduaneira, de seis será uma árvore.
anterior. Até à tarde da véspera, nas duas capitais com o objetivo de facilitar o tráfego internacional A classificação botânica de uma planta não nos ajuda muito a
ibéricas constava que a reunião teria lugar em entre os dois países (…)». perceber se se trata de uma árvore ou se apresenta outra forma de
Estremoz. A Guarda escolhida para palco deste Os pontos acordados, e constante do comuni- crescimento – como um arbusto, uma herbácea ou uma trepadeira.
encontro, após os acontecimentos que toldaram as cado final, foram, contudo, secundários dado que o Quase todas as famílias de plantas compreendem uma grande variedade
relações luso-espanholas, situa-se assim no ponto essencial foi garantir um clima de entendimento e a de formas de crescimento, embora nalgumas predominem as árvores,
de partida de uma nova era de convivência penin- afirmação de pontes para um novo ciclo de relações enquanto noutras sejam as herbáceas (plantas não lenhosas). E muitos
sular. Já se fala, e com toda a razão, no “espírito da entre Portugal e Espanha. dos maiores géneros de plantas, por exemplo, Euphorbia, compreen-
Guarda”. Afinal é desde há muito o “espírito” que Como escreveu César Oliveira, «o espírito da dem uma variedade de formas, desde as árvores até ervas minúsculas.
domina as relações entre guardenses e espanhóis; Guarda mais não foi do que o esforço luso-espanhol Uma espécie ou subespécie pode dar origem a árvore, um arbusto ou,
espírito de concórdia e entendimento, de amizade, para ultrapassar as tensões e a carga de potenciais mais raramente, uma trepadeira, de acordo com as condições entre as
de compreensão mútua». conflitos entre os dois Estados, na segurança de que plantas que se encontram em montanhas expostas ou áreas costeiras.
Ainda segundo o relato do jornal citadino, em Espanha parecia ser irreversível o caminho para Nestas situações pode haver uma seleção de um hábito de crescimento
numa manhã de sol claro e vento muito frio «o a democracia (…)». mais arbustivo, que se protege dos ventos fortes, resultando em raças
ministro espanhol foi aguardado em Vilar Formoso Na Guarda da memória, esta cimeira assume geneticamente fixas das espécies com essas características.
pelo ministro português. Eram 9,30 horas. Os dois um relevo especial e enriquece a história da mais Desempenhando as árvores um papel tão importante nos ecossiste-
diplomatas viajaram até à Guarda num helicóptero alta cidade de Portugal. mas, importa olhar para elas não como um negócio gerador de riqueza,
mas como um investimento produtor de bem-estar.

“LER JORNAIS É SABER MAIS”


Assine O INTERIOR
Identificação: NACIONAL (Anual (25e)............ .
Nome: ____________________________________________________________________________________________________________________________
ESTRANGEIRO (Anual (30e).....

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
publicida

opinião
20 • • Quinta-feira • 19 de abril de 2018

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda


bilhete postal
Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

GUARDA À procura do pássaro dcabrita@iol.pt


Diogo Cabrita
Sede da Comissão Vitivinícola da Beira Interior
abre quarta-feira da escrita
A inaugurações do Solar do Vinho da loja para venda. «O edifício vai dar outra Virgulino queria escrever um livro Foram dois anos de espera e o
Beira Interior, futura sede da Comissão dignidade à Comissão Vitivinícola e será novo, um texto único, desconstruir pa- afastamento dos sogros, o abandono do
Vitivinícola Regional da Beira Interior uma porta aberta ao turista onde, para lavras, romper a gramática e desvirtuar filho mais velho e a crença inquebrável
(CVRBI), está marcada para o próximo além de poder adquirir vinhos da região, os cânones passados. da esposa que encontrara entretanto um
dia 25 de abril, pelas 16h30. também poderá usufruir no espaço cir- - Vou escrever um livro que é uma amante de fins de tarde para as necessi-
A abertura está integrada nas co- cundante que iremos reabilitar e manter revolução literária! – Disse e desse dades mais carnais. A força cultural de
memorações do 44º aniversário da aberto ao público durante o dia», afirma modo ficaram a saber os familiares Virgulino tinha nele um efeito perverso
“Revolução de Abril”, promovidas pelo João carvalho, presidente da CVRBI. que nada mais faria na vida além desta nas questões de sexo. Não se lembrou
município da Guarda. O edifício foi cons- A CVRBI abrange as zonas vitivinícolas missão única e intransmissível. mais de o praticar. Virgulino cumpria a
truído de raiz no jardim do Solar Teles de de Castelo Rodrigo, Pinhel e Cova da Beira, Haveria que dar-lhe de comer, que missão da escrita, e após intermináveis
Vasconcelos, mais conhecido por “Quintal nos distritos de Guarda e de Castelo Bran- dar-lhe de dormir e alimentar este génio 650 dias surgiu o texto que dava origem
Medroso”, junto à Praça Velha. A obra foi co, onde existem 54 produtores de vinho, auto construído. ao novo livro. Era um livro revolucio-
adjudicada à construtora O2S pelo preço sendo cinco adegas cooperativas e 49 pro- O ícone de si mesmo, a magistra- nário e único mas não seria irrepetível.
de 323.440 euros, mais IVA. A sede vai dutores particulares. Na área demarcada da tura do próprio glorificava agora a vida Virgulino matou-se cortando os pulsos
centralizar todos os serviços da CVRBI, Beira Interior existem 16 mil hectares de difícil da mulher e dos filhos, mesmo e pingando sangue nas páginas de um
nomeadamente salas de provas e de vinha e são produzidos anualmente mais com a ajuda dos pais e sogros. Virgu- livro que tentava escrever – “o livro ver-
certificação de vinhos, bem como uma de 40 milhões de litros de vinho. lino lançou-se à tarefa durante meses melho de Virgulino” eram manchas de
de mortifi cados pensamentos, folhas sangue espalhadas nas muitas páginas
escritas e rasgadas, pedaços de frases brancas e nalgumas estavam palavras
GNR soltas em guardanapos e lençóis. Vir- do seu sonho: Morrer de mim. Potente
Artigos contrafeitos apreendidos em lojas da Guarda gulino, o génio, escrevia nas paredes era “catrapum”. Na busca insaciável
se eram elas que testemunhavam a sua me comi.
A GNR da Guarda apreendeu na apreenderam 1.518 peças de vestuário
inspiração. Onde estivesse e jorrasse o - Afinal o tipo era um génio – disse
semana passada diversos artigos contra- e acessórios com o valor presumível de
talento este ficava público e imortalizado o galerista!
feitos em estabelecimentos comerciais 30.333 euros», refere a GNR em comuni-
nuns gatafunhos ou num teclar forte e - Parece-me mais um erro diagnós-
da cidade com o valor presumível de cado. Foram ainda identificadas seis pes-
audível. Aconteceu no cinema e gerou tico – afirmou o psiquiatra.
30.333 euros. soas, com idades compreendidas entre os
pugilato. Apareceu num restaurante e - Não esperava isto! - soluçava
Segundo o Comando Territorial, a 38 e 52 anos, por prática de crime contra
foram expulsos. Virgulino escrevia “obs- a esposa nos braços calmos da mãe,
operação decorreu no dia 10 e foi real- a propriedade industrial. Os respetivos
tipada mente” porque era o momento da consolada pela mão forte do filho que
izada pelo Destacamento de Intervenção, autos de contraordenação foram remeti-
reflexão, o tempo da descoberta. os deixara e voltava tranquilo.
que fiscalizou seis lojas. «Os militares dos para o Tribunal Judicial da Guarda.

PUB