Вы находитесь на странице: 1из 88

"APARECIDA DELAYT BERNARDI FAULIN"

0 Gaux ©4 gu, $)iti...

"PRIMEIRA "CARTILHA MUSICAL"

MODERNA PEDAGOGIA PARA A APRENDIZAGEM DO PIANO.


r CARTILHA MUSICAL

" M O D E R N A P E D A G O G I A P A R A A A P R E N D I Z A G E M DO P I A N O "

ESTE MÉTODO PODE SER APLICADO E M


CONJUNTO OU INDIVIDUALMENTE.

R I C O R D I B R A S I L E I R A S.A.
Alameda Eduardo Prado, 292
F O N E : (11) 3331 -6766
E-mail: ricordi@ricordi.com.br - http:// www.ricordi.coin.br
C.N.P.J. 46. 416. 665/0001-81 INSCR. 109.387.549.115
OFERECIMENTO
A você, Luiz Francisco, meu marido e eterno amor e aos nossos
filhos queridos Edson José e Maria Beatriz.
Ofereço esta obra, que é o fruto de meu trabalho.
APARECIDA DELAYT BERNARDI FAULIN

AGRADECIMENTO
A DEUS, por ter me concedido a capacidade de escrever este método .
Aos meus pais e irmãos, que sempre me incentivaram no estudo
desta bela arte.
Aos meus ex-mestres e diretores do Conservatório Jauense de
Música.
Aos meus alunos, que sempre amei e aos quais me dediquei para
que pudessem manter nos corações a chama ardente da música.
Sinceros agradecimentos
APARECIDA DELAYT BERNARDI FAULIN
Dois Córregos, Est. São Paulo - 1976

© Copyright 1978 by Musicália S/A. Cultura Musical - São Paulo - Brasil


© Copyriglit 1986 by RICORDI BRASILEIRA S.A. - São Paulo - Brasil
Únicos editores legalmente autorizados no Brasil
I N DI C E
TEXTOS M Ú SI C A S
PREFÁCIO 3 o Doente DO 16
A Princesa Tristonha 4 O Reforçado RÉ 16
O Palácio da Princesa 4 O Gatinho Miau 18
O Tapete Mágico 5 Patinho Sabido 18
A Floresta Encantada 5 Na Fazenda 19
O Castelo DÓ, RÉ, Ml 6 Astronauta 19
O Aroma da Felicidade 6 Corre Trem 19
- Bela Rainha 7 O Sol e o Luar 20
5 m... Blim 7 Sou Feliz 20
5jm... Bum 8 Meu Amiguinho 20
_ RA, O Símbolo da Música 8 A Fada FÁ 22
A Estória do Castelo DÓ, RÉ, Ml 9 O Sininho 22
O Sonho Dourado 10 O Avião 23
A Imponente Torre 11 O Navio 23
A Pauta 12 O Senhor Macaco 23
A CLAVE DE SOL 13 No Carrossel 24
O DO de Chapeuzinho 14 Patinho Amarelinho 24
O Reforçado RÉ 15 Vamos Nadar 24
Z Gatinho Miau 17 O Ardente Sol 26
- Fada FÁ 21 O Meu Cachorrinho e o Seu Gatinho 26
3 Ardente SOL 25 O Pinóquio 27
Laço de Fita 31 A Galinha e o Galo 27
3 lêncio! O Nenê Está Dormindo 32 Mula Manca 27
-3 Sete Notas Musicais 33 Meu Canarinho 28
; nco Dedos... Para Sete Notas? 34 Anjo da Guarda 28
2 Destacado 35 O Cuco 28
5 nal De Repetição 37 Upa, Upa, Meu Burrinho 29
E o "DO"ficou Forte 39 O Pastorzinho, Canta Assim 29
E o "RÉ" também Subiu 39 Meu Tambor 29
O 'Mi" Ficou Tão Gordo 40 Chupeta? Não é Trombeta 30
E a Fada Não Arrumou Namorado 40 Jingle Bells 30
E o SOL Aquece a Todos 41 O Porquinho 34
A Pauta Musical e Seus Personagens 41 Bem-te-vi 36
Os Quatro Espaços da Pauta 42 Ela Vai Dormir 36
As Cinco Linhas da Pauta 43 A Fada Sininho 36
A Despedida da Bela Rainha 44 Canguru 38
A Despedida da Princesa Feliz 44 Borboleta Cor de Anil 38
Passarinho Voador 38
Beija-flor 42
A T I VI DA D E S Viva o Castelo 43
Pintar o Castelo DÓ, RÉ, Ml 57
Som Agudo 58 A
Som Grave 58 B
Grave e Agudo 58 C e 59 A-B-C-D VER IFICAÇÃO
Lira 59 E-F Branca de Neve 45
Pintar a Fada CLAVE DE SOL 60 João e Maria 45
Pauta 61 A-B-C Pulando Corda 45
Sinal da CLAVE DE SOL 61 D-E Vem Cá, Vitu 46
DÓ do Chapeuzinho 62 Pianista do Brasil 46
RÉ - Reforçado 63 Meu Aniversário 46
Ml - O Gatinho Miau 64 Parabéns a Você 47
FÁ - A Fada de Cabelos Castanhos 65 Na Bahia Tem 47
SOL - O Ardente SOL 66 A Cartinha 47
LÁ - Laço de Fita 71 Subindo a Serra 48
SI 72 Descendo a Serra 48
Dedilhado 75 A O Natal Chegou! 48
Destacado 75 B Oh! Minas Gerais 49
Sinal de Repetição 75 C-D-E Noite Feliz 49
DÓ, RÉ, Ml, FÁ, SÓLe Destacado Acima 76 Peixe Vivo 50
Os Espaços da Pauta 77 Meu Irmãozinho Corre Assim 50
•\ Linhas da Pauta 78 As Férias 50
CERTIFICADO 90
PARA O PROFESSOR 51 a 54
RECREAÇÕ ES. ORIENTAÇÕES PARA O PROFESSOR 55
' - Quebra-Cabeça Musical 67 a 69
; - Cada Nota Tem Seu Lugar na Pauta 70
; - Jogando Cartas, Estamos Aprendendo 73 A SEGUIR:
- - Jogando Cartas, Estamos Aprendendo 79 "O SONHO DOURADO" - Curso completo para o
5 - Quem Sabe Mais? 81
PRELIMINAR DE PIANO, contendo peças musicais
z - Quebra-Cabeça Musical 83 a 85
~ - Cada Nota Tem Seu Lugar na Pauta 86 instrutivas, porém, recreativas, ao gosto do aluno.
: - Você Já é Artista 87
í - Criatividade 88 Autora: Aparecida Delayt Bernardi Faulin
"O CASTELO DO, RÉ, Ml . . . " elaborado com carinho e esmero pela professora
Aparecida Delayt Bernardi Faulin é um novo método de iniciação musical, onde a autora
foi muito feliz na criação dos desenhos e estórias, que levam o educando a caminhar agra-
davelmente dentro do maravilhoso mundo dos sons, colhendo, a cada passo, um troféu de
glória artística.
A ilustre musicista, com seus delicados sentimentos de educadora, conseguiu, nesta
estupenda obra didática, unir o útil ao agradável. Muito originais e precisas, são as lições
de desenvolvimento teórico, aplicadas de uma maneira atraente, tendo lindas melodias e ati-
vidades que enriquecem esta obra.
São aulas cheias de motivação e alegria despertando o gosto artístico, com desenvol-
vimento intelectual, AUDIO-VISUAL e coordenação motora do jovem pianista. O grande apro-
veitamento do estudo musical se apresenta por meio de processos adequados e agradáveis
sem produzir enfado, motivado por gravações dos trechos executados pelos principiantes, que
são submetidos à críticas analíticas e construtivas, além de outros entretenimentos musicais
e escolásticos, que encantam o educando.
É sinceramente e com grande prazer, que recomendamos aos nossos colegas professores
de MÚSICA esta obra "O CASTELO DÓ, RÉ, M l . . . " p e l o seu aspecto didático e ilustrativo de
EXCEPCIONAL VALOR, que com certeza será uma semente profícua no campo fértil de
nossa juventude, que germinará, florescerá e frutificará cada vez mais em nosso PAÍS, a
sublime e divina arte dos sons.
MARIA APARECIDA MENDES VALÉRIO - 39 anos de magistério
(DJretora do Conservatório Musical "Santa Cecília" - Jaboticabal - Est. S. Paulo)

Examinando o método "O CASTELO DÓ, RÉ, M l . . ." elaborado pela professora
APARECIDA DELAYT BERNARDI FAULIN, pude verificar que o mesmo apresenta uma per-
feita sequência, boa ilustração e atividades correlatas, o que, sem dúvida alguma, trará ume
boa aceitação pelas professoras de iniciação musical.
Vem ainda colaborar com a autora a atual INEXISTÊNCIA, no mercado, de MÉTODOS
BRASILEIROS MODERNOS para INICIAÇÃO.
A elaboração deste método vem comprovar o esforço e a capacidade da citada pro-
fessora, que, tendo sido minha aluna, sempre demonstrou tais qualidades.
FRANCISCA MARIA APARECIDA BOTELHO FERRAZ - 25 anos de magistério
(Professora do Conservatório Jauense de Música - Jaú - Est. S . Paulo)

"Iniciativa, das mais louváveis, da insigne Profa. Aparecida Delayt Bernardi Faulin, for-
mada pelo Conservatório Jauense de Música, em apresentar um trabalho de ALFABETIZAÇÃO
MUSICAL bem elaborado, fruto da sensibilidade e competência, que marcam a personalida-
de da autora e que certamente irá enriquecer, ainda mais, o acervo de obras especializadas
editadas.
Somos gratos. Nossas congratulações".
GERALDO MINHOTO TEIXEIRA - (Diretor do Conservatório Jauense de Música
e Vice-Presidente da Associação dos Diretores dos Estabelecimentos de Ensino
Artístico do Estado de São Paulo).
A R L E T E CECÍLIA BUSIN - (Inspetora de Ensino Artístico e profa. do Conser-
vatório Jauense de Música).
PREFÁCIO
Música . . . a arte das musas . . . a bela arte dos sons . . .
Os mágicos sons musicais, que nos fazem sonhar... sonhar
com lugares exóticos . . . castelos e lindas fadas!
A música é o sol, que ilumina nossas vidas, é o fogo sagrado
do amor!
Nossa alma se aquece com os sons musicais, nossos pensa-
mentos desprendem-se das matérias do mundo e se elevam a DEUS!
Oh! música, boa estrela, guiai todos aqueles, que querem
conhecê-la e interpretá-la, porque através dos seus passos, estarão
amando tudo o que é belo e sublime!
Após longos anos, que venho me dedicando ao ensino da
música, com todo amor e carinho, trabalhando com todo e variado
tipo de crianças, jovens e adultos, sempre conseguindo ótimos
resultados, deixo para você, amante da música, todo o encantamento
e fascínio deste método:
"O CASTELO DÓ, RÉ, Ml . . . "

a autora
Delayt Bernardi Faulin

UMA JÓIA P R E C I O S A
Você, futuro artista, é uma jóia a ser lapidada.
Este é o método para a sua lapidação: delicado e sublime.
Seu mestre irá usá-lo, lenta e cuidadosamente, para fazer de
você uma jóia preciosa.
A cada novo encontro, novas alegrias e entusiasmos surgirão,
pois você, a jóia a ser lapidada, ficará mais bela e fascinante !
Depois de pronta, esta jóia terá o brilho do sol; irá irradiar a
felicidade de conhecer toda a beleza da arte musical.
A AUTORA
A PRINCESA TRISTONHA
Mesmo com todo o luxo e riqueza, eu não era feliz.
Certo dia, resolvi dar um passeio com meu tapete mágico, sair à procura da alegria,
ue eu não tinha.
Consegui finalmente encontrar a felicidade com que eu tanto sonhara.

O PALÁCIO DA PRINCESA
Agora não sou mais a princesa tristonha. Conheci na viagem que fiz com meu ta-
pete mágico, um mundo diferente, de som e harmonia: o mundo maravilhoso da MÚSICA.
Em meu palácio, tudo é paz e alegria. Graças à música, eu me transformei na
"PRINCESA FELIZ".
o T A P E T E MÁGICO
Venha! Vamos comigo em meu tapete mágico, conhecer o mundo encantado da mú-
sica! Um mundo onde desabrocha a felicidade e floresce o sorriso entre os seres humanos
que o conhecem. O mundo encantado da música, que jamais esqueceremos.
Venha comigo, em meu tapete mágico, para conhecê-lo.

A F L O R E S T A ENCANTADA
Iremos seguir o caminho da floresta encantada!
Os animais e passarinhos vêm nos saudar. Tudo é encantamento e beleza! As
, são frondosas; as borboletas coloridas beijam as flores. É este o caminho que
seguir: o da floresta encantada!
o CASTELO DO, RÉ, M l . . .
Mas olha! O que vemos?! É o C A S T E L O DO, RÉ, Ml . . . Foi ali que aprendi a ser
feliz, plantando em meu coração a semente da música, esta árvore divina que nos leva tão
perto de D E U S , esta linguagem universal entendida por todos os povos, sempre conquistando
corações e semeando a PAZ.

Parece até que respiramos o perfume da felicidade!


Venha, vamos descer cuidadosamente do tapete mágico e chegar à porta do C A S T E L O
DO, RÉ, Ml . . .
/ \
/ \

A B E L A RAINHA
Mas, eis que surge à porta do castelo, a bela rainha! Toda contente, toca o sininho
para chamar a sentinela, anunciando que um novo artista está chegando ao seu castelo.
Sim, um artista, pois irá conhecer e praticar a maravilhosa arte de combinar os sons musicais,
que é a MÚSICA!

BLIM . . . BLIM . . .
A sentinela vem nos receber. Quem toca o sininho agora, é o beija-flor: BLIM . . .
JM . . . parece um som fininho, que vai para o céu. BLIM . . . BLIM . . . o som parece ir para
l a K o , como a seta da sentinela. Fininho e alto é o som do sininho. BLIM . . . BLIM . . . É
» som " A G U D O " .
ATIVIDADES: Página 58-A
MOTIVAÇÃO: Através de apitos plásticos, fazer o aluno distinguir o som AGUDO.
BUM... BUM...
A rainha nos conduz para dentro do castelo. De repente, começamos a ouvir um som
diferente: BUM . . . BUM . . . É outra sentinela, que toca seu tambor para nos saudar. Pa-
rece um som grosso e baixo, que vai para o chão, como a espada da sentinela. Grosso e
baixo é o som do tambor, É o som "GRAVE".
ATIVIDADES: Páginas 58, B-C - 59, A-B-C-D.

r
(C

LIRA, O SÍMBOLO DA MÚSICA


Entre belas cortinas, vemos a LIRA. Por ser o mais antigo instrumento musical d
corda, é considerada o símbolo da música.
Conta a lenda, que as primeiras LIRAS teriam sido feitas de uma casca seca de ta
taruga, dois chifres de boi e as cordas de linho.
MOTIVAÇÃO: Fazer com que o aluno conheça o mecanismo do piano; assim ve
que é instrumento de corda e como o som é produzido.
ATIVIDADES: Página 59, E F
A ESTÓRIA DO C A S T E L O DO, RÉ, M l . . .
Irei contar toda a estória que aconteceu aqui, há muitos anos atrás . . . quando neste
-gar somente eu e o rei morávamos. Conhecendo toda a estória, você saberá como cada
r-Ti musical recebeu o nome da nota musical.
"Há muitos e muitos anos, eu era uma rainha muito triste e vivia sempre chorando. O
e que não gostava de me ver assim, ficava tão zangado, que até o seu grande bigode
siançava. Então perguntava-me:
- Por que tanto chorar?
Certo dia, chamei o rei pertinho de mim , para lhe contar toda a minha tristeza:
- Estamos casados há tanto tempo e não temos nenhum filhinho. Queria tanto que
;sso castelo fosse repleto de crianças
O rei, conhecendo minha tristeza, disse:
- Tenha calma e paciência, querida rainha. Um dia você verá . . . Teremos muitas
-ancas em nosso castelo. Vamos dormir que já é tarde. Quem sabe amanhã você estará
- a i s tranquila.
Então fomos nos deitar. . ."
o SONHO DOURADO
Altas horas da noite... No céu, as estrelas cintilando... No castelo, a bela rainha
adormece tranquilamente e começa a sonhar... a sonhar. . . Mas eis que seu sonho tor-
na-se dourado: Uma linda fada, de cabelos longos e dourados como o sol, apareceu-lhe
em sonhos, dizendo à rainha, que não mais chorasse, pois iria realizar o seu desejo, arru-
mando muitos filhinhos para alegrar aquele castelo.
A rainha, acordando toda contente, chamou o rei e lhe contou sobre o sonho dou-
rado . Porém, o rei, cansado e com sono, dormiu novamente . . . Foi então que a linda fada
dos cabelos longos e dourados como o sol, apareceu ao rei, dizendo-lhe que iria arrumar
os filhinhos para ele e a rainha.
- Para que não se esqueça de mim, vou lhe dizer o meu nome: Sou a CLAVE DE
SOL, pois tenho os cabelos da cor do SOL.
O rei acordou todo feliz, dizendo:
- Rainha . . . rainha . . . sonhei com a linda CLAVE DE SOL, ela vai ser a madrinha dos
nossos filhos!
ATIVIDADE: Página 60
A IMPONENTE T O R R E
Hoje o dia amanheceu límpido, o céu muito azul e o sol brilhando ainda mais.
O rei e a rainha estão contentes!
A linda CLAVE DE SOL irá povoar o castelo com os filhos que a rainha tanto queria.
O rei ficou tão feliz, que mandou fazer, em seu castelo, uma torre bem alta e majestosa.
Esta torre ficou sendo a mais bela do castelo. . . toda enfeitada com belas pinturas
nas paredes.
As escadas da torre, em número de cinco, eram salpicadas de pedras brilhantes.
As janelas da torre, em número de quatro, eram revestidas de lindo mármore.
Nesta imponente torre, é que seus filhos iriam brincar e se divertir.
E como iriam chamá-la?
A rainha deu o nome de PAUTA, mas o rei, querendo um nome mais exótico, cha-
mou-a de PENTAGRAMA.
Portanto, a imponente torre pode ser chamada de PAUTA ou PENTAGRAMA.
A PAUTA
Vamos chamar a imponente torre de PAUTA.
É na pauta, que irão ficar os filhos do rei e da rainha , para brincar e se divertir.
Entretanto, os filhos do rei e da rainha serão as notas musicais. Cada um terá o seu
nome, que será o nome da nota musical.
É, portanto, na pauta, que ficam as notas musicais.
As cinco escadas salpicadas de pedras brilhantes irão ser as cinco LINHAS da pauta
musical.
As quatro janelas revestidas de lindo mármore irão ser os quatro ESPAÇOS da pauta
musical.
A pauta musical é um conjunto de cinco linhas e quatro espaços, onde serão colo
cadas as notas musicais.
Porém, a linda CLAVE DE SOL resolveu conhecer a PAUTA.
Toda garbosa, foi subindo . . . foi subindo . . . admirando as belas pinturas nas paredes
quando de repente, pisando em seu próprio vestido, ela escorregou e caiu. ..
ATIVIDADES: Página 61, A-B-C
13

A C L A V E DE S O L
Mas a linda CLAVE DE SOL se levantou e com o poder de sua varinha mágica, se
transformou em um sinal. Daí então, poderia conhecer a pauta e não mais cair.
Você está vendo este sinal: é a linda CLAVE DE SOL. Na pauta, ela começa na
Segunda linha, contando de baixo para cima, cruzando na Quarta linha. A cabeça da CLA-
VE DE SOL, fica acima da pauta e sua perna abaixo. Assim, ela poderá olhar todos os
filhos do rei e da rainha.
Como vai ser a madrinha de todos eles, é ela quem dará o nome a cada um.
CLAVE DE SOL é um sinal que serve para dar nome às notas musicais e começa na K A ^ 1
Segunda linha da pauta. W I

ATIVIDADES: Página 61, D-E

K
r
o DO DE CHAPEUZINHO
E chegou o primeiro filhinho do rei e da rainha: Um menino! A alegria foi geral.
Sentinelas, pássaros e borboletas participavam da grande alegria do rei e da rainha. Porém,
este menino, não queria saber de comida e foi ficando magrinho e doente. Ele não tinha
forças para subir as escadas da pauta; nem podia tomar os raios do sol na cabeça pois
ficava mais doente.
A CLAVE DE SOL deu-lhe um chapeuzinho, que deveria usar, para se proteger. Re-
solveu deixá-lo embaixo da pauta, pois não tinha forças para subir as escadas.
Porque era muito doente e usava chapeuzinho, a CLAVE DE SOL deu-lhe o nome de DO
de chapeuzinho.
É esta a primeira nota musical: "DO".
Acontece que o DO gostava de comer as ameixas pretas, que caíam dos dois pés, que
ficavam ao lado do castelo.
Por isso, no teclado do piano, a CLAVE DE SOL colocou o "DO" embaixo dos dois
pés de ameixa preta, que são representadas pelas duas teclas pretas. Mas a tecla "DO" fica
ao lado esquerdo, que é o lado do coração.
A CLAVE DE SOL levou o "DO" para a parte aguda do teclado e ele: PRIM . . . PROM,
correu para o som grave. Ela o deixou no som grave e ele PROM . .. PRIM, correu para o
som agudo.
E o que fez a CLAVE DE SOL? Deixou-o no meio do teclado, que é o som MÉDIO do
piano. Aí, ele ficou sossegado.
Na pauta e no teclado, cada nota tem seu lugar; existem outras teclas "DO", mas
aí já é outra estória . . .
OBSERVAÇÃO: Este monossílabo, sendo de fundo italiano, a pronúncia é DO (sem
acento). Porém na língua portuguesa escreve e pronuncia-se: DÓ (com acento).
Através de pesquisas, os alunos preferem a pronúncia DO.

ATIVIDADES: Página 62
15

O REFORÇADO RÉ
Porém, o "DO" brincava sempre sozinho, não tinha outra criança no castelo. A CLAVE
E SOL arrumou-lhe um irmãozinho, para ser seu amiguinho. Outro menino, porém, forte
|REFORÇADO, que comia bastante. Não precisava de chapéu, pois tinha muita saúde, mas
ficar embaixo da pauta, para tomar conta e brincar com o DO.
A sentinela do castelo, ao ver este menino forte e reforçado, lhe dizia:
- Mas . . . que . . . RÉ . . . RÉ . . . RÉforçado . . .
A CLAVE DE SOL achava graça no modo de falar desta sentinela, que assim gague-
i: RÉ . .. RÉ .. . RÉforçado; deu-lhe então o nome de "RÉ". É esta a segunda nota mu- ^ i
i: RÉ. N r í ^
Enquanto o DO comia as ameixas pretas, o RÉ sentava no chão, entre os dois pés
ameixa preta.
No teclado do piano, a tecla RÉ fica entre as duas teclas pretas, que representam os
Bis pés de ameixa preta.
RÉ, o reforçado, vai ficar no som MÉDIO do piano, porque existem outras teclas "RÉ",
aí já é outra estória . . .
MOTIVAÇÃO: Pedir ao aluno, que toque diversas teclas RÉ. Mostrar que esta nota
tem seu lugar no MEIO do teclado.

ATIVIDADES: Página 63
Observações:
1 - A melodia é a mesma para a s duas mãos.

2 - Tocar a melodia com a s mãos separadas: Primeiro a direita, depois a esquerda, falando
os nomes das notas.
3 - Tocar com a s mãos juntas, parando mais tempo nas notas assinaladas.
4 - Tocar com as duas mãos e cantar a melodia, para a boa formação da voz e ouvido,
parando mais tempo nas notas assinaladas.
5 - A fórmula rítmica será conhecida pelo aluno, no " O S O N H O D O U R A D O " .

"A" O DOENTE DO Data:. .de: de 20.

A A
^ -e^ -e- -o^ -e- -o^ -e- -e- -o^
Es- te é o DO... é mui- to do- en- te.

A A
^ -e- -e- -e^ ^ -e- ^ -o^
Eu não sou as- sim... sou mui- to con- ten- te.

i
"B" Data: de: de 20
0 REFORÇADO RÉ

\J

\^\
/ \ A A
€3 O O O O O O O O O O o
Meu no- me é RÉ... 0 bem re- for- ça- do

A A
O O O o o o o o o o O O
pois co- mo bas- tan- te prá fi- car pe- sa- do.
o GATINHO MIAU
Embaixo da pauta, ficavam o DO e o RÉ, brincando e se divertindo. O "DO" gos-
tava de colher flores e o "RÉ", de subir e descer das árvores, que ficavam ao lado do
í3stelo.
Certo dia, estando o ' 'RÉ" em cima da árvore e o "DO" colhendo flores, eis que
surge dentre elas um gatinho Miando. . . IVliando... e o "DO", todo assustado, chamou o
"RÉ", dizendo-lhe.
- Oh! "RÉ", venha aqui, pois tem um gatinho Miando . . . Miando... e eu não tenho
forças para pegá-lo.
E descendo rapidamente da árvore, o "RÉ" quase caiu em cima do gatinho, que não
parava de Miar.
A CLAVE DE SOL, ouvindo aquele barulho, foi ver o que estava acontecendo.
- Pobre gatinho, disse ela, deve estar com fome! Vou levá-lo comigo para a pauta
e dar-lhe comida.
Segurando-o com todo o carinho, deixou-o na primeira escada, que é a primeira linha
:a PAUTA; ali, cuidaria melhor dele.
Miau . . . Miau . . . fazia o gatinho; a CLAVE DE SOL deu-lhe o nome de "Ml". É esta
i -.erceira nota musical: Ml.
Na pauta, a nota Ml fica na primeira linha.
No piano, depois da tecla "RÉ", é que fica a tecla "Ml", no som MÉDIO. Existem
outras teclas "Ml", mas aí já é outra estória . . .
MOTIVAÇÃO: Pedir ao aluno, que toque diversas teclas "Ml" nos sons agudo e grave.
Mostrar que esta nota "Ml" tem o lugar certo, no som MÉDIO do teclado.
ATIVIDADES: Página 64
Data: de: de 20.
o GATINHO MIAU

o—O O O O o o o o o o
A CLA- VE de SOL... é mi- nha ma- dri- nha,

-A
o o
^
<y—o
^
o o O o o o o
E- la me dei- xou... na pri- mei- ra li- nlia.

'B' PATINHO SABIDO Data: de: de 20...

Pa- ti- nho sa- bi do

o
Sa- iu do seu ni- nho
"A" NA FAZENDA Data: de: de 20.
20
A FADA FÁ
A CLAVE DE SOL tinha uma amiga, que também era uma FADA. Porém, esta FADA
os cabelos compridos, mas CASTANHOS. Morava muito longe do CASTELO DO, RÉ,
e poucas vezes é que se encontravam.
Certo dia, esta FADA, amiga da CLAVE DE SOL, veio visitá-la. Achou maravilhoso
e lugar e como vivia muito longe e sozinha, disse que gostaria de morar ali também.
Porém, esta FADA não pode ficar andando na pauta com seu longo vestido, senão. . .
c mba . . . escorrega e cai. Vai ficar na primeira janela, que é o primeiro espaço da Pauta.
E espiando para fora, dizia:
- Gostaria de arrumar um namorado... Quem sabe um dia, algum conde passe
aqui e se enamore de mim.
E a FADA, amiga da CLAVE DE SOL, ficou na primeira janela, que é o primeiro espaço
rauta.
FAda . . . FAda . . . seu nome ficou sendo "FÁ".
É esta a quarta nota musical: "FÁ", que fica no primeiro espaço da pauta, contando
caíxo para cima.
No piano, depois da tecla Ml é que fica a tecla "FÁ".
Esta nota "FÁ", fica no som MÉDIO. Existem outras teclas "FÁ", porém aí já é
estória . . .
MOTIVAÇÃO: Fazer com que o aluno toque e cante DE COR algumas melodias que
já estudou. Exercício para a memória.

ATIVIDADES: Página 65
A FADA FA Data: .de: de 20.

^ 7V ~P\V
Tl i> r r O o €1 iY-nrr
Sou a lin- da fa- da que vei- o de Ion- ge,

C> €> OIXE XE XE t l t f t f t ?

Fi- CO na ja- ne- la pa- ra ver con- de.

'B' OSININHO Data: de: de 20...

-7X
XI O XE
O O
Dom dim dem dom dim dim dem dom...

XE XE
^ -e-
Faz SI- ni- nho sem- pre a to- car.
23

O AVIÃO Data: de: de 20.

tf) -r^ 11 O

1 Mas que a- vi- ão... pa- re- ce ba- Ião...

J 3
O XE O
O O
Mas não é ba- Ião... é um a- vi- ão..

'B' O NAVIO Data: de: de 20.

e o o
X E
O o O
x> XE
o na- vi- o faz as- sim quan- do vai pro

i ^—o— ^ ^ -e^ ^
al- to mar, POM... POM... POM... POM...

"C" o SENHOR MACACO Data: de: de 20.

O XE
^
^
-e- -e- X E
— ^

E tão en- gra- ça- do o se- nhor ma- ca- co.

1 X E x>
XE — ^
O O O — ^

Co- men- do ba- na- na, de um gran- de ca- cho.


"A" NO C A R R O S S E L Data: de: de 20

o o
Co- mo sou fe- liz... lá no car- ros sei.

XE o o
O o
v \ — ^
O
Pois fi- CO gi- ran- do, ven- do o lin- do ceu

'B' PATINHO AMARELINHO Data: de: de 20

o o
XE XE O
pa- ti- nho a- ma- re- li- nho

XE O o
O -e-
Faz quem quem pa- ra meu bem.

VAMOS NADAR.. Data: de: de 20.....

XI x>
X E O
O X 5

Va- mos na- dar... va- mos na- dar...

«> O ^
O O
Co- mo o pei- XI- nho a- zul, do mar.
o ARDENTE SOL
Certo dia, a C l ^ V E DE SOL foi convidada para uma grande festa. Clieia de alegria
e expectativa, começou a se preparar.
Escolheu seu lindo vestido salpicado de estrelas, lavou seus longos cabelos da cor
: : sol, preparou-se cuidadosamente. Aproximava-se a hora da grande festa, mas seus ca-
; e os estavam molhados. Pensando . . . pensando . .. teve uma ideia:
- A hora da grande festa está chegando e meus cabelos estão molhados, mas a
segunda escada da pauta é um lugar quente , pois bate bastante SOL. É ali que ficarei até
secar os meus cabelos com o calor do SOL.
E assim ela ficou pronta, estava maravilhosa!
A segunda escada é a segunda linha da pauta, que recebeu o nome de SOL por ser ^
u n lugar quente.
É esta a quinta nota musical: SOL, que fica na segunda linha da pauta, contando de
baixo para cima.

No piano, depois da tecla FÁ é que fica a tecla "SOL".


Porém, esta tecla SOL fica no som MÉDIO do teclado, pois existem outras teclas
SOL, mas, aí já é outra estória . . .

OBSERVAÇÃO: A CLAVE DE SOL, começa na Segunda linha da pauta; ali é um lugar


quente que bate bastante SOL. Daí a segunda linha chamar SOL.

ATIVIDADES: Páginas 66 a 70

1
"A" O ARDENTE SOL Data: de: de20....

/\

\ KJ
Sou ar- den- te sol, que bri- lha bas- tan- te.

T m c\ r a
C f v J t J KJ \
Se- co os ca- be- los da CLA- VE de SOL...

"B" O M E U CACHORRINHO E 0 S E U GATINHO Data- de 20....

f =1
/V
g^
/ ^ KJ KJ
O KJ O
0 meu ca- chor- ri- nho faz au au... au au.

/\ A
/ C\
C l C l /\ KJ KJ
KJ C J
^ -e- O O
E 0 seu ga- ti- nho faz mi- au... mi- au.
"A" O PINÓQUIO Data: de: de 20

J
/ /\

^ O

li ^ o ^
f Ve- jam o PI- NÓ- QUIÓ, que gran- de na- riz...

O XE O XX
Eu não sou as- sim. pois não sei men- tir.,

'B' A GALINHA E O GALO Data: de: de 20.

V\
XE XI « O
X> X E - « ^
^^ ^
ga- li- nha faz... co CO, dé- có.

^ O o—o
XE
ga- lo faz. CO- CO, ró..

MULA MANCA Data: de: de 20.

É o o XE O O Q
e-
o O
la vai
O
dan- çar..
O- lha a mu- la man- ca.

y \
5 O o ^=XE
O o XE O
Com o seu com- pa- dre, o se- nhor bur- ri- nho
"A" MEU CANARINHO Data: de: de 20..

^
o
o meu ca- na ri- nho a- ma- re- li- nho,

O o o XE O •TV o
O
Mas o coi- ta- di- nho não sa- be fa- zer piu... piu... piu... piu.

'B' ANJO DA GUARDA Data: de: de 20...

- p
A

Cf Cf ^ Cl Cf Cf
Eu ja vou dor- mir... bo- a noi- te, o an jo da guar- da.

O XE O XE O O ^AT-yv

É meu com- pa- nhei- ro, bo- a noi- te, bo- a noi- te.

O CUCO Data: de: de 20

XE O XE
XE X> O O
Meu re- ló- gio mar- ca ho- ras

o o XE «> o o I " o
Com um lin- do pas- sa- ri- nho que faz CU- CO. CU- CO, CU- CO
I
"A" UPA, UPA, MEU BURRINHO Data: de: de 20.

o o o O
o O O
U- pa u- pa meu bur- ri- nlio pu- la pu- la di- rei- ti- nho

XE O o o XT o o
o XJ o o
-e- ro che- gar In- tei- ri- nho pa- ra ver meu vo- vo- zi- nho.

B" O PASTORZINHO, CANTA ASSIM Data: de: de 20.

—«e
O O
-e- O O -e- O O
DO RÉ Ml FA FÁ FA DO RÉ DO RÉ RÉ RÉ

^ O
=
41 £^ £^ O
\ KJ
-e- -e- O
DO SOL FÁ Ml Ml Ml DO RÉ Ml FÁ FÁ FÁ

MEU TAMBOR Data: de: de 20.

/\
^ í\S £^ £\
' Cf CP Cf CP í> ^
^ O O
BUM BUM... BUM... to- co meu tam- bor...

^ ^
^ — o o o o
XT
BUM BUM... BUM... sem- pre on- de for...
30

'A" CHUPETA? NÃO É TROMBETA Data: de: de 20...._

o o
Não que- ro chu- pe- ta.

V
l^D O — 1 1 e tf % — A
Pois... não é trom- be-

'B' JINGLE BELLS Data: de: de 20.


Folclore Natalino

O o o o 13

O O O O O
o O o

o o o o o o o o

o o CL o o o o o

o o
LAÇO DE FITA
Um belo dia, passarinhos e borboletas voavam irrequietos... algo diferente, estava
tecendo.
Sim, o rei e a rainha ganharam agora uma linda menina! Mimosa e graciosa!
A rainha enfeitava-a com lindas roupas! Desde criança gostava de colocar nos ca-
desta menina um LAço de fita. E assim, ela foi crescendo... sempre com o LAço
fita.
Ficou moça e bonita. Gostava de ficar na Segunda janela, que é o segundo espaço
pauta, vendo as estrelas e admirando a beleza da lua .. . mas sempre com o LAço nos

Foi então, que a CLAVE DE SOL lhe deu o nome de "LÁ".


É esta a Sexta nota musical: "LA", que fica no segundo espaço da pauta, contando de
o para cima.
No piano, depois da tecla SOL é que fica a tecla "LÁ".
Esta nota "LÁ" fica no som MÉDIO do teclado, pois existem outras teclas LÁ, mas
'já é outra estória . . .
MOTIVAÇÃO: Usando um gravador, fazer com que o aluno toque e cante algumas
melodias que aprendeu. Em seguida, faça-o ouvi-las. Através do uso do gravador, aos
poucos o aluno vai se tornando mais natural ao tocar piano para alguém desconhecido.
ATIVIDADES: Página 71
SILÊNCIO! O NENÊ ESTÁ DORMINDO . . .
Eis que chegou o último filhinho do rei e da rainha! Mais felicidade para todos . ..
Porém, este nenê era muito chorão. Qualquer barulhinho era motivo para que chorasse.
Quando estava dormindo, os passarinhos não podiam nem cantar, ninguém conver-
sava, senão o nenê acordava chorando. Por isso, todos sabiam, que quando o nenê estivesse
dormindo, precisava de muito Silêncio na Pauta.
Foi então que a CLAVE DE SOL resolveu deixar o nenê chorão na terceira escada, que
é a terceira linha da pauta, pois é um lugar calmo e tranquilo. . . tudo é Silêncio . . .
Mesmo assim, quando o nenê dormia, a CLAVE DE SOL dizia:
- Siu . . . Siu . . . Silêncio . . . o nenê está dormindo . . .
E o seu nome ficou sendo: " S I " .
É esta a sétima nota musical:' ' S I " , que fica na terceira linha da pauta, a linha do
meio, onde tudo é Silêncio .. .
No piano, depois da tecla LÁ é que fica a tecla " S I " .
Porém, esta nota SI fica no som MÉDIO do teclado, pois existem outras teclas SI,
mas aí já é outra estória . ..
ATIVIDADES: Páginas 72,73
33

A S S E T E NOTAS MUSICAIS
Eis aqui a pauta musical com a CLAVE DE SOL e os personagens das estórias.
sete as notas musicais; cada uma tem seu nome e lugar certo na pauta musical.
Cada nota musical representa um som musical, portanto são sete os sons musicais,
que agora vão se repetir tanto no som MÉDIO, GRAVE e AGUDO. Esta qualidade do som:
médio, grave e agudo, chama-se ALTURA.
Outra qualidade do som é a INTENSIDADE, pois ao tocar forte a tecla do piano, o som v A ^
se produz forte. Ao tocar suave a tecla do piano, o som se produz suave. p-/
Um som é diferente de outro som musical; por ser assim, esta qualidade do som cha-
-a-se TIMBRE.
E através desses mágicos sons musicais, realizamos sonhos, plantamos alegrias, tudo ^•~^'\J
torna mais puro e sublime, pois nos elevamos a DEUS . . . Deixemos que a música entre
:e~i de mansinho em nossos corações, com toda a sua infinita beleza!
O rei e a rainha são felizes! O desejo de ver o castelo repleto de crianças, se reali-
2DU. Tudo é festa e alegria, pois "O CASTELO DO, RÉ, Ml . . . " é um ninho de amor e paz,
ande reina os mágicos sons musicais. ..
MOTIVAÇÃO: ALTURA do som - O professor toca diversas teclas nos sons GRAVE,
MÉDIO e AGUDO. O aluno dando as costas para o piano, vai dizendo o nome do
som, se grave, médio ou agudo.
INTENSIDADE do som: - O aluno, a pedido do professor, vai tocando as teclas do
piano, ora forte ora suave.
TIMBRE do som: - O professor toca no som médio do piano, as teclas do, ré, mi, fá,
sol, lá, si, que o aluno aprendeu até aqui. O aluno dando as costas para o piano, vai
dizendo o nome da nota, que representa o som produzido.
As teclas devem ser tocadas seguidas e alternadamente . . .

•CP'
CINCO DEDOS . . . PARA S E T E NOTAS?
A nossa mão só tem cinco dedos e as notas musicais são sete.
A CLAVE DE SOL resolveu o problema marcando um número para cada dedo de nos-
sa mão, pois assim enumerando os dedos, poderemos tocar as sete notas com cinco dedos.
A numeração dos dedos chama-se DEDILHADO.
Na mão esquerda, que é a mão do coração, e na mão direita, o POLEGAR (dedão)
é o número um, o MÍNIMO (dedinho) é o número cinco.
Nas próximas melodias, o dedilhado da mão direita será colocado acima da nota, o
da mão esquerda abaixo da nota.
ATIVIDADES: Página 75, A

"A" O PORQUINHO Data:. .de: de 20.

5
XE XE O XT
5
ROM ROM . ROM . ron- ca por- qui- nho.

5
O1
O O XE
5
ROM ROM . ROM mas ron- que bai- xi- nho.

5
XE
O o
5
ROM ROM ROM . se- não vai pro ta- cho. rom rom rom
35

o DESTACADO
É tão lindo quando chega a PRIMAVERA, as flores se abrem sorrindo para o sol, as
2".ores ficam carregadinhas de flores, deixando no ar um suave perfume...
Passa a PRIMAVERA e chega o VERÃO. As árvores ficam cheinhas de frutos sa-
re " s o s .. . E chega o OUTONO, é quando as folhas secam e começam a cair das árvores.
Gerta vez, em pleno OUTONO, quando as folhas secas começaram a cair das árvores,
ficavam ao lado do castelo, o "DO" e o "RÉ" ficaram olhando... olhando . .. e acha-
engraçado o saltitar das folhas secas pelo chão e pelo ar.
Começaram a imitar o saltitar das folhas secas, dando pulinhos. . . pulinhos... tão
açados.
A CLAVE DE SOL deu o nome de DESTACADO para este pulinho tão engraçado.
Na pauta, o "DESTACADO" é o pontinho, que pode ficar acima ou abaixo da nota
3l.
Porém, quando você estiver tocando uma melodia e aparecer na pauta musical uma
com o DESTACADO, deverá imitar aquele pulinho tão engraçado: toque e tire rapida-
^te o dedo da tecla, imitando o pulinho que se chama: "DESTACADO".
OBSERVAÇÃO: O destacado fica abaixo das notas do, ré, mi, fá, sol, lá, até agora
aprendidas; pois a nota SI pode ter destacado abaixo ou acima dela.
O destacado fica acima das outras notas, que vão ser explicadas a seguir
ATIVIDADES: Página 75, B
OBSERVAÇÕES: Página 16

8=
abaixo
BEM-TE-VI

Data: de: de20...


-3

O O o o XE XE
Bem- te- vi . . . Bem- te- VI lin- do pas- sa- ri- nho.

f) 3 / \
Jf õ 4^ 4^
KJ KJ KJ Cf C% íl
ViL' 3 Cf Cf
Bem- te- vi . . . Bem- te- vi . . . can- te só prá mim . . . prá mim.

'B' E L E VAI D O R M I R Data: de: de 20...

A
g^
3
Cf / N KJ \J KJ
3 Cf 3
Siu siu siu . . . e- le vai dor- mir. . . siu siu siu siu.

"C" AFADÂSININHO Data: de: de 20

- Q
y 3 3 2 / \
. í ) €> <>
3 V
Blim Blim Blim... a fa- da si- ni- nho... é que vai che-

n / \
/\ /\
0 PI
Cf KJ

gan- do . . . e com seu po- zi- nho tu- do vai mu-

n
/ \ /\
Cf
• •
dan- do. Blim Blim Blim.
SINAL DE REPETIÇÃO
Passa o outono e chega o INVERNO; o céu fica límpido e azul, mas o ar muito gela-
Os animais correm de um lado para o outro, a fim de aquecer o corpo. As árvores
;o-cas folhas . . . o vento sopra frio . . . frio . . .
^ Em certo INVERNO, quando o ar era muito gelado, o DO e o RÉ, observando a cor-
a i Jos animais, também começaram a correr de um lado para o outro.
Saíam da porta do castelo, indo até o pé de ameixa preta, espiavam dentro dos dois
•jiaccs que havia no tronco da arvore e voltavam à porta do castelo, daí corriam nova-
«•iiit até a árvore e paravam para descansar. Percebeu que eles passavam duas vezes pelo
- ~ : caminho? Então essa brincadeira recebeu o nome de REPETIÇÃO.
a música, é o SINAL DE REPETIÇÃO. É representado por dois traços, sendo mais
: que fica do lado de fora. Esses dois traços representam o tronco da árvore. E os
:-'5qos do tronco são representados pelos dois pontos colocados ao lado do traço

l-ando estiver tocando uma melodia e no final encontrar o SINAL DE REPETIÇÃO,


- : 2' ao começo e tocá-la novamente até ao fim. Daí a melodia estará terminada.
- 5 vezes o DO e o RÉ brincavam de REPETIÇÃO de uma árvore para outra, espiando
: : ouracos das árvores.
a música, é o DUPLO SINAL DE REPETIÇÃO, pois aparecem dois sinais de repetição.
: : a - que o trecho musical que está entre o DUPLO SINAL DE REPETIÇÃO deve ser
u a s vezes.
ATIVIDADES: Página 75, C-D-E
38

OBSERVAÇÕES: Página 16

"A" CANGURU Data: de:..

5 A, / \

m u \3
O KJ \ K J
1
1°.)- Can- gu- ru . can- gu- ru .
2°.) - Gan- gu- ru . can- gu- ru .

XE XE
XE
1°.)- F i - GO es - pi- an - do . .
2°.) - V O - cê vai pu- Ian - do . .

'B' B O R B O L E T A C O R DE ANIL Data: de: de 20....

XE XT O O
Vo- a vo - a bor- bo- le- ta bor- bo- le- ta cor de a- anil

U 1
1
-Jf
/ml

•1
VJ KJ
g^ g^
KJ KJ o o O o
1°.)e2°.) Vai di- zer prá vo- vo- zi- nha que eu gos- to mui- to de- la.

PASSARINHO VOADOR Data: de: de 20....

- Q 1
y •
TM 3 o •
O o
- Pas- sa- ri - nho vo- a- dor. . . ve- n h a q u i no meu jar- dim..
2°.) - Po- rém tra- ga lá do céu . . . es- tre- li- nhãs pa- ra mim ..
í

. .. E o "DO" FICOU F O R T E . . .
Passaram-se os anos e o DO resolveu comer bastante. Agora é forte e não precisa
mais de seu chapéu; tem forças para subir na pauta. E na terceira janela, que é o terceiro
espaço da pauta, é que vai ficar. No teclado, esta nota DO fica oito teclas à direita da tecla
DO de chapeuzinho. Subiu na pauta e no teclado também.
ATIVIDADES: Página 76. A

. . . E O ' 'RÉ" TAMBÉM SUBIU . . .


O RÉ, sentindo-se muito sozinho, resolveu subir na pauta. Achou maravilhoso aquele
lugar! Quis ficar na escada salpicada de pedras brilhantes. É na quarta linha da pauta, que
agora vai ficar. Subiu na pauta e no teclado também, ficando ao lado direito da tecla DO,
que agora é forte também.
ATIVIDADES: Página 76, B
. . . o "Ml" FICOU TÃO G O RDO . . .
Lembra-se do gatinho, que miava de fome e ficou chamando Ml? Pois bem, a CLAVE
DE SOL deu-lhe muita comida e ele engordou tanto, que na escada não cabia mais. Su-
biu na pauta ficando na janela, isto é: no quarto espaço da pauta. No teclado, esta nota Ml
ica ao lado da tecla RÉ, agora num som mais alto.
ATIVIDADES: Página 76, C

o a

. . . E A FADA, NÃO ARRUMOU NAMORADO . . .


O tempo foi passando... a fada FÁ, amiga da CLAVE DE SOL, não arrumou nam
rado. Subindo cuidadosamente na pauta, ficou na última escada, que é a quinta linha, à es-
pera de algum conde para ser seu namorado. Esta nota FÁ, que subiu na pauta, fica no
teclado, ao lado da tecla Ml, também num som mais alto.
ATIVIDADES: Página 76, D
..E O S O L A Q U E C E A TODOS..

Como é bela a natureza! Passarinhos gorjeando, o riacho cristalino e o ardente S O L a brilhar,


Somente D E U S pode criar coisas tão lindas! E com toda a sua magia, o S O L desponta elegante, para
aquecer a todos com seu calor. Esta é a nota S O L , que fica acima da pauta. NO PIANO, fica ao lado da
tecla FÁ, agora num som mais alto.

ATIVIDADES: Página 76, E-F


».*

A PAUTA MUSICAL E S E U S P E R S O N A G E N S

A C L A V E D E S O L está no começo da pauta, pois é ela quem dá o nome a cada um deles. Cada
personagem é uma nota musical e aqui estão todos reunidos. Cada um tem seu lugar certo na pauta e no
teclado do piano.

DO, RÉ, Ml, FÁ, S O L , LÁ, S I , D O , RÉ, Ml, FÁ, S O L . . . a s notas que você aprendeu.
o s QUATRO ESPAÇOS DA PAUTA

As quatro janelas revestidas de lindo mármore são os quatro espaços da pauta. Nestes quatro
espaços, contando de baixo para cima, ficam as notas: "FÁ, LÁ, DO, Ml". Memorizá-las.

ATIVIDADES: Página 77

OBSERVAÇÕES: Página 16

"A" BEIJA-FLOR Data: de: de20...-

5
3 /\ C l C l
O 1 /\ C l C l
f 3 C l C l C l C l C l
5

Bei- ja- flor... Beij- ja- flor... traz no bi- CO u- ma flor.

V
/ l
c »
/\
e i
C l /\
C l
C l
C l
C l /\
C l C l C l C l O

Bei- ja- flor... Beij- ja- flor... que- ro dar pro meu a- mor
43

A S C I N C O L I N H A S DA PAUTA

As cinco escadas da pauta salpicadas de pedras brilhantes são as cinco linhas da pauta. Nestas
cinco linhas, contando de baixo para cima, ficam as notas: "Ml, SOL, SI, RÉ, FÁ". Memorizá-las.

ATIVIDADES: Página 78 a 88

OBSERVAÇÕES: Página 16

"A" 0 CASTELO! Data: de: de 20

o
As

V 1
3
O £^

/L O
1
c\ ^ ^
Vil/ 5

Vi- va o cas- te- lo, on- de a- pren- dí...

-3 9 ^ 0 0 1 0 0 0 0

Tan- ta coi- sa lin- da, e sou tão fe- liz...


A DESPEDIDA DA BELA RAINHA
Você conhece a estória do C A S T E L O DO, RÉ, Ml...Hoje este castelo é som
e alegria. Saiba conservar em seu coração esta semente maravilhosa, que é a MUSICA.
Despeço-me de você, sabendo que este castelo jamais será esquecido. Até breve para você,
que agora é um artista.

A DESPEDIDA DA PRINCESA FELIZ


Saindo do CASTELO DO, RÉ, Ml... no tapete mágico, vamos retornar ao palácio
da princesa, que se despede, dizendo:

- Aqui ficarei, à espera de outro alguém, que também queira conhecer todo fascínio
e beleza do CASTELO DO, R E , Mi... e você, continue amando a MÚSICA, fazendo a todos felizes!
OBSERVAÇÕES: Página 16

"A" BRANCA DE NEVE Data- de: ...de20

2 1 /\
\ C F C l O
C l
4 \ C F g^
C F C f
5

Bran- ca de ne- ve.. e- ra tão iin- da. . .

j# •A /\
£\ £^ A
C l C l ^
C F C l o C J

Lá na fio- res- ta. . . en- con- trou. . . seu a- mor.. .

'B' J O Ã O E MARIA Data: de: de 20.

5 "7V
lE feE O XE O XE xr
- XT
Sa- be que do- na bru- xa qua- se ma- tou Jo- ao

V
>r 5
C l
/ \
C l / \
1 ^ C l ^ 1
t l
^
o C l ^ 1

•) o ^ ^ O
Mas che- gou Ma- ri- a . .. e sal- vou Jo- ã o . ..

PULANDO CORDA Data: de: de 20.

o o o O ^ O

o o o o V o " c>
V E M CÁ, V I T U Data: de: de 2C.
Folclore do Brasil

5
1 f) O O A, o o XE
^ 2 ^ 2 ^ ^ "CE
Vem cá. . . Vi- tu. . . vem cá... Vi- tu. . .vem cá meu bem vem ca

V 4 5 4

vsy ^ c) d d g^ /\
1 ^ O C l . CP ^>
5
Não vou lá . . . não vou lá . . . não vou lá . . . te- nho me- do de a- pa- nhar. . . não v : . j

'B' PIANISTA DO B R A S I L Data: de: de 2í

V ^ 3 •

^ ^ n n C P o o2 4 1 A 1
1I
vly C P 4 3
C P á > *J 1
^
3
i > O

Pi- a- nis- ta do Bra- sil . . É tão be- la sua mis- sa:


5

C P ^ € 1 4 1
O C l C P < 1 ^ C P 1 4 1 > ^ 1
v>\ ^ \ ^ 1
• J 5
A- le- grar o nos- so po- vo quan- do to- c a ^ u - ma can- çã: 1

"C" MEU ANIVERSÁRIO Data: de: de 2C

XE XE O A A
O XE O
O o
Meu a- ni- ver- sá- rio, é tão be- la fes- ta

- y
A A
4 1 4 1 4 1
^ i r i ^ 1 O ^

5
o ^
5
Ga- nho mil pre- sen- tes, sou tão fe- liz
"A" PARABÉNS A VOCÊ Data: de: de 20

5
4 /\
VIU 1
O O
5
Pa- ra- bens a vo- cê . nes- ta da . . . ta que- n- da

5
4 "TV
xrxr O2 3 o o
r r o o
3 4 O
5
Mui- tas fe . li- ci- da- d e s . . mui- tos a .. . nos de vi- da.

'B' NA B A H I A T E M Data:. .de: de 20.


Folclore do Brasil

V 5

>L 4 €1 i l
i> If 1
V > \ 1 ^ ^ 2

5
Na Bah- i- a tem. . . tem tem, tem... na Bah- i- a

/V .A.

o
^—o o o CT
Tem mo- re- na, co- co de vin- tém... CO- CO de vin- tém... tem tem

A CARTINHA Data: de: de 20.

o o O V O c> XE
3

XE
O XE XE
1°) - E u man- dei u- ma car- ti- nha pa- ra 0 Pa- pai do céu . .
2°) - E - le di- se que es- pe- re peis só vem é no Na- tal . .

1
Jf
o
4 1
1
2
\
4

K J
c%
n 1
•1
2
1 41 ^ ^
-e- 4 ^ O -e-
5 5
1°)- A- vi- san- do que es- pe- ro o pa- pai. no- el.
2°)- Vai tra- zer lin- dos pre- sen- tes pa- ra to dos nós.
SUBINDO A S E R R A Data: de: de 20...

^ A O O X>
€E
5

X> X> O
XE x> X E

Xí XE

x> o o
1 —
XE XE

'B' DESCENDO A SERRA Data: de: de 20..

O 1
CL
XE O
- x r ^ XE
X>

5
XE O1 "7V
O XE O XE
XE " I ò

5
o XE XE
O X> o
o NATAL C H E G O U ! Data: de: de 20.

A / \ 5
g^ .-.
1 o V O
CF O ^ O
^-F O1 O ^^ O
v v — o ^ ^
o Na- tal che- gou... va- mos pre- pa- rar . sa- pa- ti- nhos

4
A
^
r\
K3 V3 iy 421 41 n
C F n
C F 4 1 41 ^

es- pe- rar No- el che- gar


"A" O H ! MINAS G E R A I S Data: de: de 20
Folclore do Brasil

'B' NOITE F E L I Z Data: de:. .de20..


Música de FRANZ GRUBER -1818
Texto do HOSANA

-3-
o O
o
o
—3
o o o o
3

Noi. . . te fe- liz. . . Noi . . . te fe- liz... O ... Se- nhor

~\J 5
1zyxwvutsrqponmlkjihgfedcbaZYXWVUTSRQPONMLKJIHGFEDCBA
^
3
1 / \
3
/ \ Cl 2
^ o 4 ^ 13 1 O 1 11 131
\3 \
4
Deus. . de a- mor. . . po . . . bre- zi . . . nho nas- ceu . . . em Be-

5
^\\ 3
1> / \
1
11
3
11 ^ 11 O o
lém... eis... na la. .. pa Je- sus.. . nos- so bem. . .

5
1
11 A,
3
^ o O 1
3 V
11
e-
D o r . . . me em paz . . Je- sus dor. me em paz. . ó Je- sus
"A" P E I X E VIVO Data: de: de 20
Folclore do Brasil

O O O 4> IO i> O o
o o o o
2 ° ) - Co- mo po de o pei- xe vi- vo vi- ver fo- ra d'á- gua fri- a

/^\ / \
3 3
O ^> n
O Cf KJ i> 4 ^ A
/ \\
A t 3l Cf O 41
3 CF 1 1
CP

5
Co- mo po. . . de- rei vi- ver co- mo po . . . de- rei vi- ver. ..

o o Cl t lO o o
x^> o -e--o^
I C L

1° e 2°) - Sem a tu- a sem a tu- a sem a tu- a com- pa- nhi- a?

'B' MEU IRMÃOZINHO C O R R E A S S I M . . . Data: de: de 20..

A.

1 c\l t3 C l ^ A cl i Ci F^
Oci t>
VM/ C F O 5

o o o o
CL
o 33

A S FÉRIAS Data: de: de 20.

r\ Av

^
V 1 CF tl
/\
1
/ \
tl
tl
tl O tl Vf
5
Ctie- ga- ram as fé- rias nós va- mos brin- car. ..

rl ^ A
1/ t 1l 1
tl tl
^ Cf tl A
tl tl tl tl tl
5

^ Pu . . Ian- do can . . . tan- do nós va- mos brin- car. ..


APÓS O TÉRMINO D E S T E MÉTODO
" O C A S T E L O D O , R É , Ml . . . "
O aluno está capacitado para iniciar o
método da mesma autora
"O SONHO DOURADO".
53

) 4 4 iim
U—>—>— ^ í — M * -—é <
i. ' p[ —I2L *

» -át 9 0
* 1 • 9

9 ^ na

% J. J . i Fim.

5^

#f * # í #
Pt

4 ^ i 0 •


-? % • c •
* ^ ó
• 1 e •

0—1 0 0
0 •
• •
9 « p \9
0 —»—t—
0 61
«
^
^ ^

-0—0-
54
ORIENTAÇÕES PARA O P R O F E S S O R

ATIVIDADES

1 - O aluno deve fazer as atividades em sua própria residência, longe do professor.

2 - As letras "A-B-C . . ." podem ser usadas para anotações, dispensando, assim, o uso da caderneta de
anotações. O professorfaz um círculo na letra da atividade, que o aluno deve fazer.
3 - As recreações "Jogando Cartas . . ." devem ser aplicadas com alunos do mesmo nível musical. Na
falta de um aluno, o próprio professor ou um outro aluno mais adiantado pode ocupar o lugar do
jogador.

4 - A recreação "Quem Sabe Mais?" deve ser aplicada com alunos do mesmo nível musical. Porém, na
falta de um aluno, é o próprio professor quem deve fazer todas as perguntas ao aluno.

5 - Nas atividades, os personagens representados pelo desenho servem como orientação para o aluno
de pouca leitura escolar ou mesmo sem nenhuma, o mesmo acontecendo com as flechas para cima
(som agudo) e para baixo (som grave), pois, ao ver o desenho, sabe o que tem que fazer. E a leitura
para o não alfabetizado.

Este processo é usado para dar ao aluno a capacidade de, sozinho, resolver suas atividades.

MÚSICAS

1 - As letras "A-B-C ..." ou a DATA, podem ser usadas para as anotações, dispensando o uso da caderneta
de anotações. O professorfaz um círculo na letra ou completa a data, para a música a ser estudada pelo
aluno, em sua residência, quando longe do professor.

O aluno, que não tem piano, deve bater os dedos sobre uma mesa de sua residência e falar os nomes
das notas das músicas, que deve estudar.

2 - Sempre que possível, o professor deve tocar e cantar as músicas, que o aluno "JÁ APRENDEU", para
melhor motivar as aulas.

3 - Se possível, o professor deve tocar outras peças musicais, para o aluno sentir toda a beleza do estudo
da MÚSICA.

4 - 0 canto exercita voz e ouvido. Faça com que o aluno cante as músicas (letra ou notas), para que
futuramente saiba solfejar sem dificuldades, também encontrando facilidade no ditado melódico, que
futuramente irá aprender.

5 - 0 uso do gravador faz com que o aluno perca aos poucos a timidez, que é tão natural quando ele
interpreta músicas para alguém desconhecido. Na falta do gravador, peça a outro aluno para ouvi-lo.

(esta motivação é da página 31 em diante).

CERTIFICADO

1 - O Certificado contém um espaço para o professor marcar, no final do programa, o número das músicas
que o aluno conseguiu decorar. O professor deve fazer com que ele decore o nome, a letra e quem compôs a
música decorada. Assim, desde o inicio, exercitando a memória, o aluno não encontrará dificuldades
para tocar futuramente outras peças musicas.
56
57

"A" PINTAR Data: de: de 20,

Aluno:
Endereço:
Telefone: Cidade:
Data do nascimento:
Início do curso de " P I A N O " :

Professor:
Endereço:
Telefone: Cidade:
58

SOM AGUDO Data:. .de: de 20.

Unir os pontos
e pintar os
desenhos
I \
\

xX

I »

SOM G R A V E Unir os pontos


e pintar os
desenhos

I I
I I
I I
r r I I

L I G A R C A D A S I N A L A O I N S T R U M E N T O C O R R E S P O N D E N T E E PINTAR

Som Grave

A Som Agudo
Som Som

Pintar de vermelho: Som grave 1


Pintar de amarelo: Som agudo

Desenhar alguma coisa, que tenha o „_j„ Desenhar alguma coisa, que tenha o
"C" som grave
som agudo A

Desenhar uma " L I R A "


"A" E n u m e r a r de baixo para c i m a : a s linhas da " P A U T A " Data: de: de 20

0 0 0
0 ^

"B" E n u m e r a r de baixo para c i m a : o s espaços d a ' 'PAUTA"

"C" Pintar as linhas de vermelho


Pintar os espaços de azul

"D" Unir os pontos - Cada " C L A V E D E S O L " de uma cor

"E" Unir os pontos - Todas de uma só cor


A " C L A V E D E S O L " começa na Segunda linha da pauta e cruza na quarta
"A" F a z e r o desenho: " D O " (origem italiana) - " D Ó " (língua portuguesa)

Data: de: de 20.

'B' Completar com a nota " D O " , s e m o d e s e n h o

r/i-

«3 ^
Pintar só a nota " D O " de azul

Pintar só a tecla " D O " de azul


- e -

w
A" F a z e r o desenho: " R É " e pintar Data: de: de 20

E" CLAVE DE SOL: unir o s pontos c o m a cor preferida


F a z e r o desenho: " M l " e pintar Data: de: de 20.

'B' Completar com a nota " M l " , s e m o desenho

O
Pintar só a nota "Mi" de verde

O o o o o
O
Ligar

Pôr o nome " O U " fazer o desenho, n a s teclas " D O , Ré, Ml"
II A H
F a z e r o desenho: " F A " e pintar Data: de: de 20
F a z e r o desenho: " S O L " e pintar Data: de: de 2C

viu

'B' Completar com a nota ' ' S O L " , s e m o d e s e n h o

Pintar só a nota " S O L " de amarelo \

:4
O o o o o o o o
O O
F a z e r o d e s e n h o na nota " O U " e s c r e v e r o nome dela


•O-
^ 3 — n
•e-
u •o-

F a z e r uma cruzinha embaixo da nota " M l "


F a z e r d u a s cruzinhas embaixo da nota " S O L " O-

O O o o—o o—o o o
o
Pôr o nome " O U " fazer o desenho, n a s teclas " D O , RÉ, Ml, FÁ, S O L "
67

QUEBRA - CABEÇA MUSICAL

VIRE A FO L H A PARA LER AS INSTRUÇÕES


68

Q U E B R A - C A B E Ç A M U S I C A L - (1 Aluno)
INSTRUÇÕES
R E C O R T A R E S T A FOLHA DO S E U MÉTODO

1 - Recorte um quadrado, respondendo a pergunta. E m seguida, procure a resposta certa,


na C A R T E L A R E A L .
2 - Cole o quadrado, na Carteia Real, sobre o quadrado com a resposta correspondente à pergunta.

3 - Faça assim, com os outros quadrados também.

4 - O que você conseguiu formar? PARABÉNS!

-a- Em que linha começa


a CLAVE DE SOL?

Onde estão as notas Onde estão as notas


DO e Ml? FÁ e SOL?

Que nota é esta? Quais são as notas?

Que nota é esta? Que nota é esta? Que nota é esta?


ESTA É A "CARTELA REAL"
Aqui você deve colar as perguntas do QUEBRA CABEÇA MUSICAL
VAI FORMAR UM LINDO QUADRO!
C A D A NOTA T E M S E U L U G A R NA PAUTA
INSTRUÇÕES
1 - Recortar o espaço pontilhado do seu método.
2 - Recortar cada círculo e colar no lugar certo da pauta.
3 - Terá na pauta, as notas musicais, que você aprendeu até aqui.

Data: de: de 20
71

F a z e r o d e s e n h o : " L A " e pintar Data: de: de 20.

o o O C) o

'B' Completar c o m a nota " L Á " , s e m o d e s e n h o

F a z e r um retangulo em volta da nota " S O L "


F a z e r um círculo e m volta da nota " L Á "

() o O
u U

Pintar só a nota " L Á " de verde

4
-o- o C) -o-

F a z e r o d e s e n h o na nota " O U " e s c r e v e r o nome dela

n •o- u
-í¥ii-
• O-

"F" Fazer a " C L A V E D E S O L " , v ocê e s c o l h e a c o r

O =
f * ' • • -
72

"A" F a z e r o d e s e n h o : " S r ' e pintar Data- de: de 20

1^
n
v\ ^ii U U U U

'B' Completar c o m a nota " S I " s e m o d e s e n h o

C o l o c a r a nota na "PAUTA'

Pintar só a nota " S i " de amarelo

TT 3~r •© ©• •G Ô- •O-
• e -
H

Ligar a s notas Iguais

^ n
^ o n
O

iíS G ^ — ~
O
R E C O R T A R ESTA FOLHA DO S E U MÉTODO
JOGANDO CARTAS, ESTAMOS APRENDENDO!
INSTRUÇÕES - (Para dois jogadores)
1 - Colar esta folha sobre um papelão ou cartolina.
2 - Recortar as cartas e embaralhar, deixando-as sobre uma iiiesa.
3 - Os desenhos ficam virados para baixo.
4 - Os jogadores, pegando uma carta de cada vez, vão formando par, que deve ser a
pergunta com a resposta certa.
5 - Ao término das cartas, um jogador tira carta do outro, até que sobrem o coelho e o
pato. Terminado o jogo, guarde as cartas em uma caixinha.

O som do
sininho é. ..

^^^^
O som do Quem ficou Quem ficou
tambor é. .. com 0 pato com o coelho

9
C o l o c a r o número certo de c a d a dedo Data: de: de 20.

'B' Copia r a nota c o m o D E S T A C A D O

Completar o " S i n a l de Repetição"

Completar c o m o "Duplo S i n a l de Repetição'

í>C" F a z e r cada ' C L A V E D E S O L d e u m a c o r na pauta e fora dela


'A" Completar c o m a s notas " D o " . E s c r e v a o nome ou d e s e n h e Data: de: de 20

'B" Completar c o m a s notas " R É " . E s c r e v a o nome ou d e s e n h e

'C" Completar c o m a s notas "Ml". E s c r e v a o nome ou d e s e n h e

'D" Completar c o m a s notas " F Á " . E s c r e v a o nome ou d e s e n h e

'E" Completar c o m a s notas " S O L " . E s c r e v a o nome ou d e s e n h e

-so

C o p i a r a nota c o m o d e s t a c a d o a c i m a

^ —
"A" "FÁ, LÁ, DO, Ml" são a s notas dos 4 espaços. Data: de: de 20.
Fazer a leitura das notas, de baixo para cima. D E C O R E - A S
I

Jy -4í^ Mi O
^ '•ít.' Do ^—*
. Lá () ^.^•^^^'^
\ \ J 1 ^ ) 1 Fá C) ^^""'^

Ler as notas, contando de baixo para cima

• • •
• • • • • •
• • • • • • • •

"C" Pintar a nota "Mf" de amarelo


Pintar a nota "LÁ" de azul

U H

Fazer o desenho na nota " O U " escrever o nome dela

V o o
O o
C) 0

"E" Pintar a nota "FÁ" de vermelho


Pintar a nota "DO" de azul

H H H T 7

Colocar na "PAUTA" a nota do espaço


78

"A" "Ml, S O L , SI, RÉ, FÁ" são as notas das 5 linhas. Data: de: de 20.
Fazer a leitura das notas, de baixo para cima. D E C O R E - A S :

-Fá
-Ré-

Stíi-
-e-

'B" Ler as notas, contando de baixo para cima

r — 1 1 ^? 1 (Tl 1 ^^
vi/ (Tl
1 0 1
—•

Exercício para a leitura das notas


LINHAS e ESPAÇOS
51 -o-
51
u

"D" Pintar todas as notas "Mj" de verde


Pintar todas as notas "FÁ" de vermelho

X I -o-

Fazer o desenho na nota " O U " escrever o nome dela

u
-e-

Colocar na "PAUTA" a nota da linha


79

RECORTAR ESTA FOLHA DO SEU MÉTODO


JOGANDO CARTAS, ESTAMOS APRENDENDO!
INSTRUÇÕES - (Para dois jogadores)

1 - Colar esta folha sobre um papelão ou cartolina.


2 - Recortar as cartas e embaralhar, deixando-as sobre uma mesa.
3 - Os desenhos ficam virados para baixo
4 - Os jogadores, pegando uma carta de cada vez, vão formando par, que deve ser a
pergunta com a resposta certa.
5 - Ao término das cartas, um jogador tira carta do outro, até que sobrem o coelho e o
pato. Terminado o jogo, guarde as cartas em uma caixinha.

Que nota
é esta? "RÉ"

0
r o

)
• SOL"
(3ue nota "Ml"
é esta? do espaço

Que nota Que nota


é esta? é esta?

Quem ficou Quem ficou


"SI" com o pato com o coelho
7
8
QUEM S A B E MAIS?
RECORTAR ESTA FOLHA DO S E U MÉTODO
INSTRUÇÕES - (Para dois jogadores)
1 - Colar esta folha sobre um papelão ou cartolina
2 - Recortar as cartas com as estrelas amarelas e dar a um dos jogadores.
3 - Recortar as cartas com as estrelas azuis e dar ao outro jogador.
4 - O jogador que tem as cartas com estrelas amarelas, faz todas as perguntas ao outro,
marcando na carta em branco um ponto para cada resposta certa.
5 - O jogador que tem as cartas com estrelas azuis (é o que já respondeu as perguntas
de estrelas amarelas), fará agora as perguntas ao outro jogador, marcando na carta em
branco os pontos das respostas certas.
6 - Ganha o jogo quem faz mais pontos.
7 - Respostas indecisas, não ganha pontos.
"A" QUEBRA-CABEÇA MUSICAL
V I R E A F O L H A , PARA L E R A S I N S T R U Ç Õ E S

4 - O que você conseguiu formar? PAIRABÉNS!


Q U E B R A - C A B E ÇA MUSICAL (1 Aluno)
INSTRUÇÕES
1 Recortar esta folha do seu método.
2 Recorte um retangulo, respondendo a pergunta; em seguida, procure a resposta certa
na CARTELA DOURADA.
3 - Cole o retangulo na Carteia Dourada, sobre o retangulo com a resposta corres-
pondente à pergunta. Faça assim com os outros retangulos também.
4 - O que você conseguiu formar? PARABÉNS!

Em que espaço Que nota é? Quais as notas? Que nota é?


fica a nota Ml?
f
S V

Em que linha fica Quais sào as notas Duplo sinal de E m que linha começa
a nota RÉ? das linhas? repetição C L A V E DE S O L ?

^ 1 í
Que notas são? Que nota é? Onde estão as Onde estão as
notas DO e Ml? notas SI e S O L ?

r \
/
\

' 1 N

Onde estão as
Qual é o sinal
notas SI e F A ? Que nota é?
de repetição?

O produz Que notas sào? Qual é a nota O produz


som agudo DO-chapeuzinho? som grave

Q u a i s a s notas O som do Qual ó a nota


dos espaços? SININHO é . . FA-linha?

TE

É
Qual é a nota o som do Qual é a nota S I ?
S O L - a c i m a da TAMBOR é . . .
pauta?
ICC

s
Quais são as notas?

1 ^
"A" E S T A E A C A R T E L A DOURADA
AQUI VOCÊ DEVE COLAR AS PERGUNTAS DO QUEBRA-CABEÇA MUSICAL
VAI FORMAR UM LINDO QUADRO!


AGUDO i
m
-e-

Ml

GRAVE
V
i
O O O

SOL Ml

V
DO-espaço
Ml-linha Ml-espaço

SI FA-espaço

2.' linha 4.° espaço 4." linha


TAMBOR SININHO
CADA NOTA TEM S E U LUGAR NA PAUTA
INSTRUÇÕES
1 - Recortar o espaço pontilhado do seu método.
2 - Recortar cada círculo e colar no lugar certo da pauta.
3 - Terá na pauta, as notas musicais que você aprendeu. Data:. .de: de 2
"A" Você já é artista: TENTE COMPOR UMA OU MAIS MELODIAS
Com nome e letra
Data: de: de 20
certifico que
nome do professor (a)

O aCuno concíuiu o
programa efe INICIAÇÃO MUSICAI do método "O CASTELO
DO, RÉ, Ml", conseguindo decorar
musicas.

assinatura do aluno

assinatura do professor (a)

Похожие интересы