Вы находитесь на странице: 1из 22

LCE0182 – Química Analítica Quantitativa

Volumetria de precipitação

Wanessa Melchert Mattos


Volumetria de precipitação
 É baseada nas reações que produzem os
compostos iônicos de solubilidade limitada.
Volumetria de precipitação

Métodos argentométricos são os métodos de


volumetria de precipitação mais amplamente
utilizados que tem como base o nitrato de prata.

Empregado na determinação de haletos, cianeto,


tiocianato e alguns íons metálicos.
Curva de titulação
A curva de titulação representa a variação
logarítmica da concentração de um dos reagentes,
geralmente Ag+ , em função do volume do titulante.

pX = -log10[X]

pAg = -log10[Ag+]
Fatores que interferem na inflexão da
curva de titulação
(A) 50,0 mL de NaCl 0,05 mol L-1 com AgNO3 0,100 mo L-1

 Concentração dos
reagentes: Quanto
maior a
concentração dos
reagentes maior a
inflexão da curva e
o ponto final será
mais nítido.

(B) 50,0 mL de NaCl 0,005 mol L-1 com AgNO3 0,100 mo L-1
Fatores que interferem na inflexão da
curva de titulação

 Produto de
solubilidade(Kps): Quanto
menor o kps maior a
inflexão da curva e o
ponto final será mais
nítido

50,0 mL de uma solução de um ânion 0,05 mol L-1 com AgNO3 0,100 mo L-1
Titulação de uma mistura

AgNO3

AgI(s)
AgCl(s)

KI KCl

Dados: Kps AgI=8,3x10-17 ; Kps AgCl=1,82x10-10


Titulação de uma mistura
O produto com menor Kps precipita primeiro se a
estequiometria dos diferentes possíveis
precipitados é a mesma.

A precipitação produz duas inflexões diferentes na


curva de titulação. A primeira corresponde à reação
do I- e a segunda à reação do Cl- .
Detecção do ponto final
Potenciométrico: são obtidos pela medida de
potencial entre um eletrodo de prata e um eletrodo
de referência.

Amperométrico: uma corrente gerada entre um par


de microeletrodos de prata na solução do analito é
medida e representada na forma de gráfico em
função do volume do reagente.
Detecção do ponto final
 Químico: este consiste em uma variação de cor ou,
ocasionalmente, no aparecimento ou
desaparecimento de uma turbidez na solução
titulada.

1) A variação de cor deve ocorrer em uma faixa


limitada da função p do reagente ou do analito.
Detecção do ponto final

2) A alteração de cor deve


acontecer dentro da
parte de variação
abrupta da curva de
titulação do analito.

50,0 mL de uma solução de um ânion 0,05 mol L-1 com AgNO3 0,100 mo L-1
Detecção do ponto final
 Método de Mohr: consiste na utilização do íon
cromato CrO4-2 como indicador para determinação
de íons cloreto, brometo e cianeto que reagem com
íons prata formando um precipitado vermelho-tijolo
de cromato de prata(Ag2CrO4).
Reação da titulação: Ag+(aq) + X-(aq) AgX(s)

Reação do indicador: 2Ag+ + CrO4-2 Ag2CrO4(s)


Detecção do ponto final
Limitações do método de Mohr:

O Cr(VI) tem restrições ambientais pois é


carcinogênico.

Controle cuidadoso do pH que deve está entre 7,0


e 9,5.
Detecção do ponto final
Limitações do método de Mohr:

 pH abaixo de 7,0
2CrO4-2 + 2H+ 2HCrO-4 Cr2O7-2 + H2O

 pH acima de 9,5
2Ag+ + 2OH- 2AgOH(s) Ag2O(s) + H2O
Detecção do ponto final
 Método de Fajan: Utiliza o indicador de adsorção
é um composto orgânico que tende a ser adsorvido
sobre a superfície do sólido em uma titulação de
precipitação.

O indicador é adsorvido eletrostaticamente ao


precipitado coloidal próximo ao ponto de
equivalência.
Detecção do ponto final
Método de Fajan:

fluoresceína
Detecção do ponto final
Método de Fajan:
Na+ In-

Cl- Ag+

Na+ In- Ag+ AgCl Ag+ In-


Na+ Cl- AgCl(s) Cl-

Após o ponto de equivalência


Antes do ponto de equivalência (excesso Ag+)

Exemplo: Titulação do NaCl com AgNO3


Detecção do ponto final
Aplicação de indicadores de adsorção em volumetria de precipitação

Indicador Titulação Solução


Fluoresceína Cl- com Ag+ pH 7- 8
Diclorofluoresceína Cl- com Ag+ pH 4
Tetrabromofluoresceína Br-,I- ou SCN- com Ag+ Solução de ácido acético
(eosina) (pH 2)
Violeta de metila Ag+ com Cl- Soluções ácidas
Rodamina 6 G Ag+ com Br- HNO3 (pH≤ 0,3 mol L-1 )
Azul de bromofenol Hg2+ com Cl- Solução 0,1 mol L-1
Torin SO2-4 com Ba2+ pH 1,5 – 3,5
Detecção do ponto final
Limitações do método de Fajan:

Os haletos de prata são instáveis à luz e sua


decomposição é catalisada pelos indicadores de
adsorção.

A titulação deve ser rápida e num ambiente o mais


escuro possível.
Detecção do ponto final
 Método de Volhard: consiste em titular os íons prata
com uma solução padrão de íons tiocianato. O íon
ferro(III) serve como indicador, a solução torna-se
vermelha com um leve excesso de íon tiocianato.

- +
Reação do analito: X (aq) + Ag (aq) AgX(s)

+ -
Titulação de retorno: Ag (aq) + SCN (aq) AgSCN(s)

Reação do indicador: Fe+3(aq) + SCN-(aq) FeSCN+2(aq)


Detecção do ponto final
Método de Volhard:

Vantagem: pode ser feito em soluções ácidas,o que


elimina muitas interferências presentes no método
de Mohr e Fajan.

 Método usado para cloreto, pode ser utilizado


para determinar brometo, iodeto e tiocianato
Detecção do ponto final
 Método turbidimétrico: consiste no aparecimento
de uma turvação.

Em certas condições é desnecessário acrescentar


um indicador.

O ponto final da titulação ocorre quando a adição


da solução titulante não provocar mais turvação.